sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Guatemala anuncia compra de aviões militares e radares do Brasil

O governo da Guatemala anunciou nesta sexta-feira que processa créditos no valor de quase US$ 170 milhões para comprar do Brasil seis aviões militares Super Tucano, radares e outros equipamentos destinados à luta antinarcóticos no país, considera uma ponte da droga que chega aos Estados Unidos procedente da América do Sul. O ministro guatemalteco de Economia, Luis Velásquez, disse nesta sexta-feira que a Junta Monetária da Guatemala autorizou ao governo que peça créditos internacionais para essas compras militares. O seguinte passo, disse Velásquez, é enviar o projeto de compra ao Parlamento, que deverá autorizar o governo a contratação de um crédito de US$ 133,3 milhões com o Banco do Brasil, e outro de US$ 33,4 milhões com o Banco Vizcaya Argentaria (BBVA) da Espanha. Esses fundos serão destinados à aquisição de seis aviões Super Tucano da Embraer, projetado para ataque leve, contrainsurgência e treinamento avançado de pilotos, assim como três radares e equipamento para o controle do tráfego aéreo. O governo reconheceu que a cada ano trafegam pela Guatemala cerca de 20 toneladas de cocaína procedentes da América do Sul por parte de grupos criminosos internacionais que instalaram bases de operações em regiões de selva do norte do país.

Dilma peita STF, mantém Orçamento e tenta controlar reajustes em série

Apesar de ter recebido um ofício em tom de intimação do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Cezar Peluso, a presidente Dilma Rousseff decidiu não refazer a proposta do Orçamento do próximo ano para incluir o reajuste salarial do Judiciário. O governo já sabe, porém, que o Congresso está disposto a aprovar o aumento, o que faz a equipe econômica temer pelo pior: que o reajuste desate reivindicações em série por aumentos em setores do funcionalismo que têm salários bem menores, como militares, Receita e da Polícia Federal. O ofício de Peluso, encaminhado na quinta-feira da semana passada, pergunta se Dilma pretende incluir na proposta orçamentária para o próximo ano recursos para garantir os reajustes dos juízes e funcionários. Foi enviado um dia após a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, ter dito no Congresso que o governo não trabalha com a possibilidade de elevação das remunerações do Judiciário em 2012. O custo total do aumento do Judiciário é de R$ 8,350 bilhões. Isso faria com que os salários dos ministros do Supremo saltassem de R$ 26.723,13 para R$ 32 mil. Depois de tirar do Orçamento o aumento pedido pelos juízes, o máximo que o Planalto aceitou, quando o Supremo reclamou do corte, foi enviar a proposta de reajuste para a Comissão Mista do Congresso. "Mas a proposta orçamentária oficial, a que o governo enviou no dia 31 de agosto, não será mexida pelo Planalto", disse um assessor da Presidência.

Ampliação do Aeroporto Salgado Filho deve ser concluída somente em 2013

Na capital gaúcha, para acompanhar o projeto de ampliação do Aeroporto Internacional Salgado Filho, o presidente da Infraero, Antônio Gustavo do Vale, afirmou ao prefeito José Fortunati que a obra em Porto Alegre é estratégica para a instituição. Na reunião na manhã desta sexta-feira, os dirigentes afirmaram que a ampliação da pista e a implantação do sistema de aterrissagem por instrumentos devem ser concluídas em 2013. Antonio Gustavo do Vale agradeceu o empenho da prefeitura no projeto social de remoção das famílias das vilas Dique e Nazaré e na liberação do terreno para a obra na pista. O presidente da Infraero disse ainda que a ampliação da pista, em 900 metros, é crucial para as operações porque possibilitará receber aviões de grande porte com capacidade máxima de passageiros e de carga. Fortunati enfatizou o comprometimento da prefeitura com a celeridade do projeto, destacando que o município já entregou à Infraero a área central para as intervenções na pista. De acordo com o superintendente regional Sul da Infraero, Carlos Alberto Souza, as desapropriações sob responsabilidade da Infraero estão em fase de conclusão e em novembro será definido o projeto executivo para ampliação da pista. As obras no pátio devem começar em junho de 2012, com conclusão prevista para o final de 2013, informou Souza. Quanto ao ISL 2, sistema de aterrissagem por instrumentos, os dirigentes afirmaram que estará em operação no início de 2013, permitindo aumento de 50% na capacidade de decolagem e aterrissagem com pouca visibilidade.

Professoras contam que crianças ouviram aluno planejar o crime

A delegada Lucy Fernandes, do 3º DP de São Caetano do Sul (Grande São Paulo), informou que as duas professoras, ouvidas nesta sexta-feira, relataram que o garoto de 10 anos, que atirou em uma professora e se matou na sequência, falou para colegas que cometeria o crime um dia antes. Para saber se o crime foi premeditado, a delegada pretende ouvir os alunos da sala do garoto. Ela contará com a ajuda de psicólogos. Nesta segunda-feira, a diretora e uma orientadora da escola prestarão depoimento. A delegada também checará o estado de saúde da professora baleada para marcar o depoimento dela. Lucy Fernandes também afirmou que investigará se houve influência de uma outra pessoa para que o aluno atirasse na professora. Ela descartou a possibilidade do crime ter ocorrido após o menino sofrer bullying. O crime aconteceu às 15h50 de quinta-feira na escola municipal Professora Alcina Dantas Feijão, considerada a melhor pública de São Caetano do Sul. O garoto é filho de um guarda civil municipal e usou a arma do pai, um revólver calibre 38, para fazer os disparos.

Exame da OAB aprova apenas 15% dos inscritos

O último exame da OAB aprovou apenas 15% dos inscritos, aproximadamente. O índice foi melhor do que anterior, quando a aprovação atingiu 11% dos que fizeram a prova, segundo o secretário-geral da entidade, Marcos Vinícius Furtado Coelho. Dos 121,3 mil que fizeram a primeira fase da prova em julho deste ano, apenas 21,8 mil passaram. Já na segunda fase, somente 18 mil foram aprovados. Entre os inscritos, há bacharéis em Direito e também alunos cursando o último ano de graduação. O melhor desempenho no exame ficou por conta da Universidade de São Paulo. De 39 inscritos, 27 foram aprovados (71%). Para o secretário-geral da OAB, o aumento do índice de aprovados é um bom sinal. "O exame vem cumprindo sua função, que é o de estimular o estudo", disse Furtado Coelho. "Os estudantes de Direito começam a perceber que não basta fazer um curso sem qualidade. O estudante precisa se qualificar", completou. O Ministério Público Federal enviou ao Supremo Tribunal Federal em julho deste ano um parecer em que defende que a obrigatoriedade de aprovação no exame da OAB para advogar é inconstitucional. É óbvio, a lei que criou a OAB não lhe deu atribuições de fiscal da educação.

Justiça aceita denúncia contra ex-prefeito de Campinas

O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Campinas (a 93 quilômetros de São Paulo), Mauro Fukumoto, aceitou a denúncia apresentada pelo Ministério Público contra o ex-prefeito Hélio de Oliveira Santos, o Dr. Hélio (PDT), e sua mulher, Rosely Nassim Santos. A acusação é de improbidade administrativa por ele não ter declarado duas empresas que estão em seu nome. De acordo com os promotores, Dr. Hélio declarou à Justiça Eleitoral as duas propriedades rurais, uma referente à bovinocultura e outra destinada a serviços de preparação de terreno para cultivo e colheita, mas como elas possuem CNPJ, deveriam constar como empresas. Fukumoto já havia negado liminar apresentada pelos promotores para afastamento do então prefeito. Agora, ao aceitar a denúncia, negou também a liminar para o bloqueio dos bens do casal. Dr. Hélio foi cassado pelos vereadores em 20 de agosto por supostamente ter sido omisso ao permitir que em seu governo fosse montado um suposto esquema de corrupção também denunciado pelo Ministério Público. Segundo os promotores, a mulher do ex-prefeito chefiava uma organização criminosa que cobrava propina de empresários para direcionar licitações e conceder alvarás.

Ex-general boliviano é condenado a 14 anos nos Estados Unidos

O general da reserva da polícia boliviana, René Sanabria, um ex-chefe da inteligência encarregado de combater o narcotráfico no país sul-americano, foi condenado nesta sexta-feira a 14 anos de prisão por ter integrado uma associação criminosa que importava cocaína para os Estados Unidos. Junto a Sanabria foi condenado um dos seus sócios, Marcelo Foronda Acero, a nove anos de prisão. As sentenças foram anunciadas pela juíza Ursula Ungaro, em um tribunal federal norte-americano no sul da Flórida. René Sanabria, de 54 anos, também deverá cumprir uma sentença adicional de cinco anos de liberdade condicional e Foronda de três anos nesse regime. O ex-general boliviano se declarou culpado no final de junho, como parte de um acordo com a Justiça dos Estados Unidos para evitar a condenação máxima.

Polícia Federal apreende dinheiro e jóias em casa de dirigente da Suframa

A Polícia Federal do Amazonas informou nesta sexta-feira que realizou uma operação de busca e apreensão de documentos na casa da superintendente da Zona Franca de Manaus, Flávia Grosso, e de mais cinco funcionários da autarquia federal. Flávia Grosso responde a uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal por suspeitas de improbidade administrativa. Em março, teve os bens bloqueados pela Justiça em outra acusação. Segundo a Polícia Federal, na casa da superintendente foram apreendidos documentos, jóias e dinheiro. Desde março, Flávia Grosso e dirigentes da Fucapi (Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica) são suspeitos de lesar o patrimônio público e de enriquecimento ilícito em convênios. A Fucapi é uma entidade privada criada com recursos públicos federais para prestar serviços à Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), autarquia federal que concede os incentivos fiscais às indústrias. Segundo o Ministério Público Federal, uma investigação detectou licitação da Suframa direcionada à Fucapi. O contrato era de prestação de serviços técnicos e de assessoria. Em outra ação, a Justiça Federal bloqueou um veículo e dinheiro em conta corrente de Flávia Grosso e de mais quatro pessoas. A superintendente também é investigada por autorizar um contrato com o Cieam (Centro das Indústrias do Estado do Amazonas) que, segundo o Ministério Público Federal, é suspeito de ter sido superfaturado. O total dos bens bloqueados somou R$ 3,7 milhões. Flávia Grosso é técnica de carreira da Suframa e está na superintendência da autarquia desde 2003.

BID traça cenário sombrio para Europa

Já estamos em uma crise bancária internacional, o cenário mais provável é de reestruturação ou calote da dívida de boa parte dos europeus e, sim, a América Latina deverá ser afetada. O cenário sombrio foi traçado nesta sexta-feira, em Washington, durante painel de economistas reunidos no BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), a poucos quarteirões de onde ocorria a reunião de outono do FMI. Para Raghuram Rajan, professor de finanças da Universidade de Chicago, muitos concordam que a dívida grega é insustentável e o país precisa de uma séria reestruturação (adiamento da maturação de títulos e outras medidas de calote suave). Rajan prevê duas saídas. A primeira pode ajudar na ausência de uma grande mudança no cenário atual e tem a ver com um eventual novo governo de unidade nacional na Itália. Esse governo poderia enviar uma mensagem positiva de consolidação (aperto) fiscal e reforma estrutural: "Se a Itália melhorar e a Grécia conseguir se segurar mais um pouco, o pior poderia ser evitado". Outra saída mais drástica, para ele, seria o FMI assumir as rédeas da contenção da crise, demandando reestruturação na Grécia e criando novas linhas de crédito para Espanha e Itália. Carmen Reinhart, analista do Instituto Peterson para Economia Internacional, foi ainda mais pessimista. Para ela, a única pergunta agora é se a crise atual terá a mesma magnitude da de 2008. "A perspectiva básica é de reestruturação na Europa, combinada com apoio internacional", disse, prevendo essas ações não só na Grécia, mas também na Irlanda e em Portugal. Ela projeta para economias maiores, incluindo Estados Unidos, período prolongado de crescimento baixo e alto desemprego, que levam a políticas monetárias acomodativas (basicamente, juros baixos para aumentar a oferta de crédito). Os panelistas temem que a provável piora da crise européia se espalhe para a América Latina devido à grande exposição do sistema bancário da região aos bancos europeus. Liliana Rojas-Suárez, do Centro para Desenvolvimento Global, baseado em Washington, calcula que se um choque sério chegar mesmo os países onde a integração com os europeus é maior terão contração de ao menos 20% no crescimento real do crédito. Brasil, Argentina, Colômbia e Venezuela teriam contração de 15% em média. Isso ocorre porque os bancos europeus congelariam empréstimos aos bancos latinos. E Rojas alerta que a capacidade dos países de resistir aos choques (Brasil inclusive) caiu desde 2007. "O próximo choque está chegando antes de as economias estarem totalmente recuperadas do último. Não conseguirão reagir da mesma forma desta vez", disse ela.

Promotoria paulista pedirá que deputado explique venda de emendas

O promotor paulista Carlos Cardoso vai pedir a abertura de um inquérito para investigar a declaração do deputado estadual Roque Barbiere (PTB) de que colegas da Assembléia Legislativa de São Paulo enriqueceram vendendo emendas parlamentares e fazendo lobby para empresas. A acusação do deputado foi feita em depoimento dado ao jornal Folha da Região, de Araçatuba, no dia 10 de agosto. O Ministério Público de São Paulo foi alertado da acusação no dia seguinte pelo vereador da Câmara de Araçatuba, Dr. Nava (PSC). O promotor Carlos Cardoso afirmou que irá notificar o deputado para que dê explicações sobre as suas declarações. "Se ele não apontar os nomes, ele cria suspeita sobre todos os deputados", disse Carlos Cardoso. O promotor também pedirá informações ao governo de São Paulo sobre a execução de emendas parlamentares. Barbiere afirmou que de "25% a 30%" dos 94 deputados estaduais ganharam dinheiro vendendo emendas. "Tem bastante fazendo isso. Não é a maioria. Mas tem um belo de um grupo que vive, sobrevive e enriquece fazendo isso", disse o deputado. Na entrevista, Barbiere nega ter vendido emenda e diz que não cita nomes por não ser "dedo-duro". "Não vou ser dedo-duro e não vou citar. Mas, existe ao meu lado, existe vizinho, vejo acontecer, falo para eles inclusive para parar. Aviso que se um dia vier a cassação do mandato deles, não vir me pedir o voto porque vou votar para cassá-los. Mas, não vou dedurar", disse o deputado.

Justiça aceita denúncia de lavagem de dinheiro contra Edir Macedo

A Justiça Federal aceitou parcialmente denúncia feita pelo Ministério Público Federal contra o fundador da Igreja Universal, Edir Macedo, e outros três integrantes da cúpula da igreja. Além de Edir Macedo, a diretora financeira Alba Maria Silva da Costa, o bispo João Batista Ramos da Silva e o bispo Paulo Roberto Gomes da Conceição foram denunciados pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica, formação de quadrilha, evasão de divisas e lavagem de dinheiro. As acusações de estelionato e falsidade ideológica, porém, foram rejeitadas pela Justiça Federal. A denúncia foi feita no último dia 12 e a decisão sobre a aceitação de parte dela é do dia 16. Segundo a denúncia, os acusados remetiam para o Exterior dinheiro proveniente das doações de fiéis, por meio de uma casa de câmbio paulista. Os recursos voltavam posteriormente ao Brasil, com aparência de legalidade. Essa denúncia já havia sido feita pelo Ministério Público Estadual, mas acabou derrubada pela Justiça estadual sob o entendimento de que o assunto deveria ser tratado na esfera federal.

Valdir Raupp diz que PMDB tem que se preparar para ter candidato em 2014

O presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp, disse nesta sexta-feira, em João Pessoa (PB), que o partido tem de "estar preparado" para lançar candidato próprio à Presidência nas eleições de 2014. A declaração ocorreu durante discurso em evento promovido pela Fundação Ulysses Guimarães, na capital da Paraíba. Raupp defendeu uma ofensiva para fortalecer o PMDB em todo Brasil já a partir das eleições de 2012 para garantir uma "base sólida" para uma possível candidatura própria em 2014. "Hoje temos uma aliança sólida com a presidente da República, Dilma Rousseff, e com o PT, com o vice-presidente Michel Temer, que é o nosso líder maior. Mas nós não sabemos o que poderá acontecer até 2014. Então temos que estar preparados para, se possível, lançar uma candidatura própria também à Presidência da República". O senador disse também que o PMDB prevê um crescimento "importante" no Estado de São Paulo nas eleições municipais do próximo ano. Segundo ele, o partido atraiu recentemente 20 prefeitos de outros partidos. "No ano que vem, o PMDB em São Paulo vai disparar, dobrando ou triplicando o número de prefeitos e vereadores. O resultado de 2014 vai ser diferente e muito positivo para o partido", disse ele. O senador disse ainda que a participação do PMDB no governo federal está "subdimensionada, como a própria presidente Dilma reconheceu". A reforma administrativa, que deve ocorrer ainda neste ano, é o "momento para o PMDB disponibilizar nomes", disse. Raupp também lamentou no evento o fato de o ex-governador da Paraíba, José Maranhão, não ter sido nomeado a um cargo federal depois de ter perdido as eleições em 2010. "A não nomeação foi uma injustiça com o ex-governador José Maranhão e com a Paraíba que hoje tem a maior bancada do PMDB no Congresso, com cinco deputados e dois senadores".

Partículas mais rápidas que a luz podem representar uma revolução na Física

Cientistas afirmam que a descoberta de partículas subatômicas aparentemente viajando mais rapidamente que a luz podem forçar uma revisão das principais teorias sobre a composição do cosmos, caso seja confirmada de forma independente. Jeff Forshaw, professor de física de partículas na Universidade de Manchester, Inglaterra, disse que, caso o resultado se confirme, seria possível, em teoria, "enviar informações para o passado": "Em outras palavras, o tempo de viagem para o passado se tornaria possível. Mas isso não significa que iremos construir máquinas do tempo no curto prazo". A Organização Européia para Pesquisa Nuclear (CERN) disse que, ao longo de três anos, as medições mostraram que neutrinos bombeados a um receptor em Gran Sasso, na Itália, chegaram a uma média de 60 nanossegundos antes do que a luz teria feito, uma pequena diferença que poderia, no entanto, modificar a teoria especial da relatividade de Einstein, de 1905. "Alegações extraordinárias exigem provas extraordinárias, e esta é uma afirmação extraordinária", disse o cosmólogo e astrofísico Martin Rees. "É prematuro comentar sobre isso", disse Stephen Hawking, o físico mais renomado no mundo. O professor Jenny Thomas, que trabalha com neutrinos no Fermilab, concorrente do CERN, que fica perto de Chicago, nos Estados Unidos, comentou: "O impacto dessa medida, se fosse correto, seria enorme". O próprio diretor de pesquisas do CERN, Sergio Bertolucci, disse que, se os resultados forem confirmados (pelo menos dois laboratórios separados devem começar a trabalhar sobre isso no futuro próximo), "podem mudar nosso ponto de vista da física". A descoberta abriria intrigantes possibilidades teóricas. "A velocidade da luz é um limite de velocidade cósmica e ela existe para proteger a lei de causa e efeito", disse o professor Forshaw. A equipe do CERN, trabalhando em um experimento chamado Opera, bombeou neutrinos (muitas vezes chamado de partículas-fantasma porque passam através da matéria e de corpos humanos despercebidas) de CERN a Gran Sasso, no sul de Roma, percorrendo uma distância de 730 quilômetors. Ao longo de três anos, e de 15 mil eventos envolvendo neutrinos, um detector enorme no centro italiano em grande profundidade sob uma montanha de pedra gravou o que o porta-voz do Opera, Antonio Ereditato, descreveu como "surpreendentes" descobertas. Ele disse que sua equipe teve grande confiança que haviam medido corretamente e excluiu qualquer possibilidade de alguma influência externa afetando o resultado. Na Teoria da Relatividade Especial de Einstein, que sustenta a visão atual de como o universo funciona, nada pode viajar mais rápido do que a luz (300 mil quilômetros por segundo, ou 186 mil milhas por segundo), porque sua massa se tornaria paradoxalmente infinita. A teoria de Einstein foi testada milhares de vezes ao longo dos últimos 106 anos e só recentemente surgiram breves indícios de que o comportamento de algumas partículas elementares da matéria podem não se ajustar à teoria. Esses indícios foram detectados no ano passado no Minos, experimento com neutrinos do Fermilab. Mas, ao contrário das descobertas do Opera, foram considerados dentro de uma margem normal de erro.

Mantega diz que medida cambial é feita para "colocar e tirar"

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta sexta-feira que não há ainda decisão de retirar a recente cobrança de 1%, via IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), em derivativos de câmbio, mas sinalizou que esse movimento pode ocorrer. Ao ser questionado se o governo considera voltar atrás sobre esses derivativos, Mantega respondeu: "Não se trata de voltar atrás e ir à frente, porque nós estabelecemos medidas regulatórias que são feitas justamente para isso. Temos muitos tributos dessa natureza. O IOF é um deles, muitas vezes nós colocamos e quando não é mais necessário nós ti­ramos. Podemos tirar, e podemos colocar. Estamos sempre olhando todas as possibilidades, mas não há decisão tomada". No final de julho passado, o governo anunciou que estava taxando as posições vendidas líquidas dos investidores no mercado futuro, em uma ação para evitar mais valorização do real frente ao dólar naquele momento. A moeda americana caminhava para o patamar de R$ 1,50. Uma fonte da equipe econômica havia dito que a recente alta do dólar, que chegou a acumular 20% neste mês e ultrapassar o patamar de R$ 1,90, acendeu um "alerta importante" sobre a inflação. E, diante dessa forte volatilidade, que havia "muita munição guardada para ser usada ou para ser retirada", referindo-se às medidas cambiais adotadas nos últimos meses.

Polícia Federal prende suspeito de pedofilia procurado em três países

A Polícia Federal prendeu na manhã desta sexta-feira, em Campinas, um jovem de 22 anos investigado por distribuir fotos e vídeos de pornografia infantil. Segundo a Polícia Federal, ele é natural do Rio de Janeiro, mas foi localizado em sua casa no bairro Campos Elísios, onde o material foi apreendido. Em 2010, o usuário do perfil "Preteenrio" em um aplicativo de troca de arquivos chamado Gigatribe começou a ser investigado pela polícia britânica por distribuir imagens de pornografia infantil a diversas partes do mundo. A polícia britânica fez contato com a Polícia Federal no Brasil. Em julho deste ano, uma agente da Polícia Federal, em Brasília, criou um perfil falso para se aproximar do acusado. Aos contatos, o rapaz oferecia 72,2 Mbytes em arquivos de fotos e 5 Gbytes em vídeos. Com a troca de arquivos, foi possível localizar o computador de onde partiam as imagens, que ficava na casa onde o rapaz morava sozinho. De acordo com o delegado da Polícia Federal em Campinas, Jessé Almeida, o preso fala inglês fluentemente, tem curso técnico e trabalhava no setor de controle de contratos em uma multinacional na região. Segundo a Polícia Federal, o suspeito era procurado no Brasil, nos Estados Unidos e no Reino Unido, e a investigação contou com informações fornecidas pelo FBI (polícia federal americana) e pela polícia britânica. O suspeito responderá por dois tipos de crime: um por posse de arquivos (com pena de um a três anos de prisão) e outro por divulgação (três a seis anos de prisão).

Carga tributária brasileira sobe para 33,6% do PIB em 2010

A carga tributária bruta brasileira em 2010 subiu para 33,56% do PIB (Produto Interno Bruto), informou a Receita Federal. No ano retrasado, o percentual havia sido de 33,14%. O aumento decorreu do crescimento de 7,5% do PIB e de 8,9% da arrecadação tributária nos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. Em 2010, a arrecadação tributária bruta totalizou R$ 1,2 trilhão. De acordo com a nota divulgada pela Receita nesta sexta-feira, esse incremento deve ser explicado pela forte atividade econômica no ano passado. Na semana passada, o governo federal anunciou um aumento de 30% nas alíquotas de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) de carros e caminhões que tenham menos de 65% de conteúdo nacional. Ficam livres do aumento as montadoras que comprovarem investimentos em inovação. Um carro popular até mil cilindradas teve o IPI alterado de 7% para 37%. A arrecadação de tributos federais, divulgados na quinta-feira pela Receita Federal, somou R$ 74,6 bilhões em agosto, um aumento de 8,1% em relação ao mesmo período do ano passado, já considerada a inflação do período. Mesmo com o pagamento de R$ 2,8 bilhões em tributos extraordinários, houve uma desaceleração no ritmo de crescimento da arrecadação no ano. Em relação ao mês de julho, há uma queda real de 17,6%. Até agosto, o governo federal já recolheu R$ 639 bilhões em impostos, valor 13,26% maior do que nos oito primeiros meses de 2010. De janeiro a julho, a taxa de crescimento da arrecadação era de 14%.

José Dirceu diz que só nas prévias revelará nome do seu candidato preferido para São Paulo

O ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu (PT), deputado federal cassado por corrupção, afirmou nesta sexta-feira que só falará publicamente o nome do seu candidato preferido para representar o PT na eleição à prefeitura de São Paulo na hora de votar nas prévias. A CNB (Construindo um Novo Brasil), corrente partidária do ex-deputado, cassado no escândalo do Mensalão do PT, manifestou apoio formal ao ministro da Educação, Fernando Haddad, na segunda-feira. José Dirceu não foi chamado para a reunião. "Preferência eu tenho. Só pelo que eu falei todo esse tempo você conclui", disse o petista, que defendeu diversas vezes a renovação das lideranças do PT durante o discurso na sede da Força Sindical em São Paulo. Trata-se da mesma tese usada pelos partidários da candidatura do ministro da Educação. José Dirceu argumentou, porém, que o partido não pode excluir a senadora Marta Suplicy (PT) e nem achar que ela irá retirar o nome da disputa. "Ela foi prefeita, senadora, deputada, tem 30% dos votos, a rejeição dela não é obstáculo para ser candidata. Conhecemos a Marta. Ela não vai desistir das prévias", destacou o ex-ministro, que não foi convidado para a reunião da CNB que selou o apoio para a Haddad.

Governo Tarso Genro anuncia que aeroporto de Canela não sairá do papel

Um antigo sonho dos moradores da região serrana do Rio Grande do Sul, o Aeroporto da Região das Hortênsias, não deverá ser construído. Na reunião realizada na manhã desta sexta-feira, entre os prefeitos da Associação dos Municipios de Turismo da Serra (Amserra) com o representante do governo do Estado, a idéia foi enterrada pela administração petista. Os prefeitos foram informados que o aeroporto de Canela não deverá ser construído. A notícia deixou os prefeitos dos municípios da região dececpionados, pois são 21 anos de luta para a construção do terminal em Canela. A proximidade entre o aeroporto que seria construído e o de Vila Oliva seria o ponto que inviabiliza o projeto.

Netanyahu diz na ONU que Israel quer a paz e está aberto a diálogo

Pouco depois do discurso do presidente da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Mahmoud Abbas, na Assembléia Geral da ONU, foi a vez do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, falar. O premiê israelense iniciou sua fala afirmando que está aberto ao diálogo e busca a paz. "Estendo minha mão ao povo palestino, com quem buscamos uma paz duradoura e longa", disse. Ele ressaltou, porém, que um acordo não poderá ser alcançado por meio de resoluções das Nações Unidas, mas somente por meio das negociações, que os líderes palestinos, segundo ele, não estão dispostos a fazer. Netanyahu ressaltou que "Israel quer viver em paz desde sua fundação". O premiê afirmou que Israel sofre retaliação na ONU desde que se decretou seu nascimento, há 63 anos: "Isso acontece apesar de sermos a única democracia real no Oriente Médio". Ele contou que um rabino lhe disse há alguns anos que "a ONU é uma casa de muitas mentiras": "Mas, às vezes, em lugares como esse, uma vela acessa já basta para iluminar com a verdade. Eu não venho aqui para receber aplausos, venho para dizer a verdade, nós queremos a paz. Os riscos de segurança em Israel devem se dissipar com um acordo de paz com os palestinos antes que eles consigam sua independência. Quando houver paz, seremos o primeiro país a reconhecer a Palestina como Estado independente aqui". Respondendo às acusações de Abbas, de que o governo de Israel não quer negociar, o premiê israelense disse que os palestinos são quem coloca obstáculo ao diálogo. Netanyahu afirmou que seu país não representa um inimigo e se alinha com o Ocidente: "As forças malignas de hoje são as do radicalismo islamista". Sobre os assentamentos, duramente criticados por Abbas, Netanyahu afirmou que não é o fim de tal política que vai levar à paz: "Há uma teoria que diz que se saímos dos assentamentos, a paz chegará. Saímos do sul do Líbano e de Gaza. O que aconteceu? Os moderados não ganharam dos radicais, foram os radicais que devoraram os moderados". De fato, os terroristas do Hizbollah plantaram suas raízes no sul do Líbano, e os terroristas do Hamas tomaram conta de Gaza. Netanyahu defendeu a ocupação dos territórios de 1967 como imprescindíveis para manter a segurança por ser uma zona de contenção contra vizinhos agressivos e disse que não voltará às fronteiras anteriores a esse ano. "As pessoas nos acusam de converter Jerusalém em uma cidade judia, mas isso é como acusar os americanos de americanizar Washington ou aos britânicos de transformar Londres em uma cidade britânica": "É nossa terra prometida. É hora dos palestinos reconhecerem o que os líderes internacionais já reconheceram, Israel é um Estado judeu. Presidente Abbas, reconheça isso. Faça a paz com o Estado de Israel, o dos judeus". Um representante do governo israelense classificou nesta sexta-feira como "decepção absoluta" o discurso de Abbas na Assembleia Geral da ONU, na qual pediu o reconhecimento da Palestina como Estado. "É um discurso que não oferece nada, só contém demonização de Israel, nem programa, nem plano, nem projeto, além de estar acompanhado de algumas mentiras históricas totalmente inaceitáveis".

Estado Palestino só é possível com negociação direta, dizem Estados Unidos

Os Estados Unidos convocaram nesta sexta-feira o presidente da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Mahmud Abbas, a retornar às "negociações diretas" com Israel, apesar de seu pedido de adesão à ONU de um Estado Palestino. Os Estados Unidos anunciaram que irão vetar qualquer pedido feito ao Conselho de Segurança da ONU de adesão de um Estado palestino. "Quando o discurso de Abbas na Assembléia Geral da ONU acabar, todos devemos reconhecer que o único caminho para criar um Estado é através de negociações diretas, não de atalhos", afirmou a embaixadora americana na ONU, Susan Rice, em um comentário divulgado no Twitter após o encontro de Abbas com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Jorge Gerdau afirma ser contra criação de novo imposto para saúde

O empresário Jorge Gerdau Johannpeter, coordenador da Câmara de Políticas de Gestão, Desempenho e Competitividade criada pelo governo federal, criticou nesta sexta-feira a possibilidade de criação de uma nova fonte de financiamento para a saúde. Na avaliação do empresário, é preciso melhorar a gestão dos recursos do setor antes de se considerar um novo imposto. "Filosoficamente, sou profundamente contra qualquer tipo de aumento de impostos até que eu não tenha condições de dizer assim: 'Eu esgotei a minha melhoria de gestão'. Enquanto houver ineficiências de gestão significativas, como têm na área de saúde, é preciso no meu entender não fazer aumento de impostos", afirmou o empresário após reunião do grupo no Palácio do Planalto. A câmara foi criada no início do ano com o objetivo de servir como uma consultoria interna para assuntos considerados estratégicos pelo governo. A opinião do empresário, choca-se com a defendida pelo Planalto: nos bastidores, o governo apóia a criação da CSS (Contribuição Social da Saúde), nova versão da CPMF. Jorge Gerdau Johannpeter afirmou ainda que diante de uma "carga tributária extremamente elevada" no Brasil, cabe ao governo melhor gerenciar os recursos.

DHL compra 50% das ações da Lufthansa em companhia logística

A DHL Global Forwarding tornou-se proprietária única da joint venture LifeConEx, provedora de logística especializada em cargas frias para indústrias farmacêutica, biofarmacêutica e de biotecnologia. Foram adquiridas 50% das ações pertencentes à companhia aérea alemã Lufthansa Cargo. A empresa tem operações em cerca de 100 países e atende clientes no Brasil. "A mudança de propriedade permitirá à LifeConEx aumentar sua participação de mercado. Este investimento vem ao encontro da estratégia corporativa 2015, do grupo Deutsche Post DHL", declarou diretor-geral da DHL Global Forwarding & Freight, Roger Crook.

Empresas brasileiras com papéis na Bolsa perderam US$ 378 bilhões de valor neste ano

Levantamento da consultoria Economática aponta que as empresas brasileiras com ações na Bolsa de Valores perderam cerca de US$ 378 bilhões, em termos de valor de mercado, desde o final do ano passado. O valor de mercado de empresa é calculado pela multiplicação do total das ações em circulação pelo valor corrente desses ativos no mercado. Até quinta-feira, o índice Ibovespa, que reflete as oscilações de valor das ações mais negociadas, acumulava desvalorização de 23,12% neste ano. A consultoria considera que essas 301 empresas brasileiras (a quase totalidade das companhias de capital aberto listadas na Bolsa) tinham um valor de mercado total de US$ 1,43 trilhão no final de 2010. Esse montante encolheu para US$ 1,057 trilhão, tendo como referência o pregão do dia 22 de setembro. Individualmente, algumas empresas brasileiras viram seu valor de mercado cair em uma velocidade ainda maior: no caso da Petrobras, de 38,1%. Outra gigante empresarial brasileira, a Vale, também viu seu valor de mercado encolher fortemente desde o início do ano: 27,8%.

Professora baleada por aluno de 10 anos em escola do ABC paulista deixa a UTI

A professora Rosileide Queirois de Oliveira, de 38 anos, baleada na tarde de quinta-feira, por um aluno de 10 anos (que se suicidou a seguir com um tiro na cabeça), foi transferida para o quarto no início da tarde desta sexta-feira após passar a noite na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital das Clínicas. A professora passou por uma cirurgia de cerca de três horas para a retirada do projétil que ficou alojado entre o reto e o útero. Rosileide foi ferida dentro da sala de aula, na escola municipal Professora Alcina Dantas Feijão. De acordo com a polícia, o aluno atirou contra a professora por volta das 15h50. Em seguida ele saiu da sala de aula e atirou contra a própria cabeça. O menino foi atendido no Hospital de Emergência Albert Sabin, em São Caetano. Ele teve duas paradas cardíacas e morreu às 16h50. Segundo a polícia, o aluno pediu para ir ao banheiro e, quando voltou, já estava armado. Depois de atirar contra Rosileide, o garoto se retirou da sala, sentou em uma escada e disparou nele próprio, na cabeça. O garoto é filho de um guarda civil municipal e usou a arma do pai, um revólver calibre 38, para fazer os disparos.

Vale recebe novo navio mineraleiro sul-coreano

A Vale batizou nesta sexta-feira dois novos navios, Vale Rio de Janeiro e Vale Itália, encomendados ao estaleiro Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering. Além do Vale Brasil, os dois navios mineraleiros também fazem parte de uma encomenda de sete navios ao estaleiro sul-coreano. O Vale Rio de Janeiro foi entregue nesta sexta-feira e o Vale Itália, que será destinado principalmente ao transporte de minério de ferro entre Brasil e Taranto, na Itália, está previsto para ser entregue em outubro. Cada um dos navios terá, a exemplo do Vale Brasil, capacidade de transportar até 400 mil toneladas de minério. Segundo a Vale, o desenvolvimento deste projeto representou um enorme desafio tecnológico em termos de inovação. Os navios permitem uma grande velocidade de carregamento e descarregamento, são adequados aos portos mais modernos do mundo e possuem eficiente sistema de drenagem, capaz de bombear água livre nos porões através de seis pocetos em cada um deles. "Estes navios reduzem as emissões de carbono em 35% por tonelada de minério transportada. Em maio, o projeto recebeu o Nor-Shipping Clean Ship Award, prêmio internacional da indústria de navegação", diz a nota divulgada pela mineradora. Os novos navios farão parte da solução logística entre os terminais marítimos da empresa no Brasil e os clientes europeus e asiáticos, contribuindo para reduzir o custo de transporte transoceânico de minério de ferro.

Abbas entrega pedido formal de reconhecimento do Estado palestino

Em reunião com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o presidente da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Mahmoud Abbas, entregou nesta sexta-feira uma carta com o pedido de adesão do Estado da Palestina como 194º membro da Assembléia Geral da organização. Um porta-voz da ONU, Farhan Haq, confirmou a entrega formal da solicitação do reconhecimento da Palestina como Estado pleno de direito ao secretário-geral, que agora terá que avaliar o documento e enviá-la ao Conselho de Segurança. Em Ramallah, na Cisjordânia, foram colocados telões na praça Manara, a principal da cidade, para transmissão ao vivo da fala de Abbas na ONU. Já na faixa de Gaza, controlada pela organização terrorista Hamas desde 2007, foram proibidas manifestações de apoio ao plano. O grupo, rival de Abbas, programou um ato público contra a iniciativa na ONU e declarou ser contra o pedido de reconhecimento. Em Israel, 22 mil soldados e policiais ficaram de plantão nas regiões mais propícias a iniciar conflitos. O governo francês advertiu que a iniciativa palestina poderia levar a situação de impasse no Oriente Médio a um "beco sem saída" dentro do Conselho de Segurança da ONU, que, segundo o ministro de Relações Exteriores francês, Alain Juppé, não aceitará reconhecer a Palestina como Estado pleno. Nicolas Sarkozy, presidente francês, havia proposto dar à Palestina o status de "Estado não membro" da ONU em troca do atraso em um ano da votação de admissão no organismo internacional, mas Israel já rejeitou a ideia. Segundo ele, o reconhecimento implicaria a existência de um Estado à margem das negociações de paz. Após o presidente americano, Barack Obama, assegurar que os Estados Unidos não apoiarão o pedido de Abbas, seu antecessor Bill Clinton afirmou que o premiê israelense Benjamin Netanyahu é o grande responsável por não se ter chegado a um acordo pacífico que acabe com o conflito na região.

Cientistas conseguem reproduzir imagens armazenadas no cérebro

Cientistas usaram um scanner e um computador para decodificar e reconstruir imagens de um filme visto previamente por três indivíduos, em um procedimento que poderá, no futuro, ajudar pessoas com dificuldades de comunicação, revela um estudo publicado na quinta-feira. Até o momento, a técnica, que combina imagens por ressonância magnética e padrões informáticos, pôde apenas reconstituir extratos dos filmes vistos pelos voluntários da experiência, mas o método abre caminho para uma tecnologia capaz de ler imagens no cérebro, como sonhos ou "filmes" da memória, destacaram os cientistas da Universidade da Califórnia em Berkeley. "É um passo importante para a reconstrução de imagens no cérebro", disse o professor Jack Gallant, neurologista da universidade e um dos autores do estudo, publicado na revista americana "Current Biology": "Abrimos uma janela aos filmes projetados em nossa mente". No futuro, esta tecnologia poderá permitir uma melhor compreensão do que se passa na mente das vítimas de ataques cerebrais, de pessoas em coma ou de vítimas de doenças neurodegenerativas incapazes de se comunicar. Também poderá facilitar a criação de uma máquina capaz de se comunicar diretamente com o cérebro, permitindo a pessoas sem capacidade motora comandar instrumentos apenas com a mente, segundo o professor Gallant.

Parceria entre Tribunal de Justiça e laboratório agiliza teste de DNA no Rio de Janeiro

Uma parceria entre o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e o Laboratório de Diagnósticos por DNA da Universidade do Estado do Rio de Janeiro vem permitindo que pessoas de baixa renda tenham acesso gratuito a exames para o reconhecimento de paternidade. Os pedidos são encaminhados pelo Tribunal de Justiça ao LDD a partir de ações de reconhecimento de paternidade. Desde o início do ano, já foram agendados 4.840 exames, 80% dos 6.035 realizados em 2010. Segundo o Tribunal de Justiça, apesar do aumento de pedidos, não há demora no agendamento. "Os pedidos são agendados no mesmo dia da entrada do pedido. A demora é de cerca de 60 dias, mas isso faz parte do trâmite judicial", explica a advogada Zulima Alves Moragas, diretora do Departamento de Instrução Processual do Tribunal de Justiça. Têm direito a fazer o exame sem pagar todos que obtém gratuidade de Justiça. Os demais pagam R$ 375,00, valor inferior ao usualmente cobrado por clínicas particulares, de R$ 800,00. O sistema foi informatizado e os juízes pedem o agendamento por e-mail. O avanço da ciência, é claro, também contribuiu. Cerca de 150 mil exames já foram feitos no laboratório desde o início da parceria com o Tribunal de Justiça. Cada exame realizado pelo laboratório custa ao Tribunal de Justiça o valor de R$ 125,00.

Remessas de lucros de empresas estrangeiras no Brasil dobraram em agosto

As remessas de lucros e dividendos de empresas estrangeiras instaladas no Brasil dobraram em agosto deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado. De acordo com dados do Banco Central, elas somaram US$ 5,1 bilhões (já descontadas as receitas obtidas no período) contra US$ 2,5 bilhões em agosto de 2010. No acumulado do ano, essas remessas já chegaram a US$ 25,699 bilhões, o maior fluxo acumulado desde 1947, quando o Banco Central começou a calcular este dado. Em setembro, até o dia 23, as remessas de lucros e dividendos estão em US$ 1,023 bilhão. Conforme o Banco Central, a maior parte das remessas é decorrente dos investimentos estrangeiros diretos no País (US$ 3,6 bilhões no mês de agosto). O restante é devido aos investimentos em carteira.

Governo prevê polícias integradas às Forças Armadas na Copa-14

O Ministério da Justiça pretende instalar nas 12 subsedes da Copa do Mundo de 2014 centrais de segurança integrando o trabalho das polícias. No Rio de Janeiro, o governo federal quer ainda montar um comando de segurança para atender outros países que terão delegações no Brasil durante o evento. Representantes do governo federal e dos Estados se reuniram nesta sexta-feira, em Porto Alegre para discutir o assunto. O Rio Grande do Sul diz que o espaço para essa central já está reservado e deve começar a funcionar na Copa das Confederações, em 2013. "As centrais vão funcionar de maneira integrada com os Estados e as próprias cidades", diz o secretário federal de Segurança para Grandes Eventos, José Ricardo Botelho. Segundo ele, já está prevista também a participação das Forças Armadas, em 2014, com ações nas fronteiras e na proteção do que chamou de "infraestrutura crítica". Botelho afirmou que o plano estratégico federal de segurança está pronto e depende apenas da aprovação dos ministros e da Presidência.

Estados Unidos pedem que Paquistão rompa relações com rede terrorista

A Casa Branca insistiu nesta sexta-feira que o Paquistão rompa quaisquer relações que tenha com a rede terrorista Haqqani, afiliada do Taleban, e que tome uma atitude para fechar abrigos de segurança deles ao longo da fronteira com o Afeganistão. O porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, disse que a rede Haqqani foi responsável pelo recente ataque à embaixada dos Estados Unidos em Cabul e outros atentados no Afeganistão que mataram soldados norte-americanos. Ele acrescentou que os militantes operam por meio de refúgios de segurança no Paquistão que o governo paquistanês fracassou em desmantelar. "É crucial que o governo do Paquistão rompa quaisquer ligações que eles tenham e tomem uma atitude forte e imediata contra essa rede para que ela não seja mais uma ameaça aos Estados Unidos ou ao povo do Paquistão, pois essa rede é uma ameaça a ambos", afirmou o porta-voz.

Consórcio nega fraude em obra do Pan-2007

O Consórcio Parque Aquático Pan 2007 negou irregularidades na obra do Parque Maria Lenk, feito para o Pan-2007, apontadas pelo Ministério Público Federal. De acordo com o consórcio, formado pelas empresas Sanerio Engenharia, Delta Construções e Midas Engenharia, o aditivo de R$ 11,3 milhões questionado pelo Ministério Público Federal está de acordo com a lei de licitações. As empresas dizem que realizaram "todas as obras do Parque Aquático Maria Lenk com a qualidade exigida em contrato e dentro do prazo". O consórcio venceu licitação para as obras de fundação, estrutura e acabamento, por R$ 48,7 milhões. A Riourbe, órgão da prefeitura responsável pela obra, fez aditivo de R$ 11,3 milhões ao contrato para execução de obras de programação visual, sonorização e iluminação, não previstos inicialmente. Para o Ministério Público Federal, a medida foi ilegal e deveria ter sido realizada nova licitação.

Hamas diz que Abbas não deveria implorar por Estado palestino

Os palestinos deveriam libertar sua terra, não implorar pelo reconhecimento na ONU, disse o grupo terrorista islâmico Hamas nesta sexta-feira, rejeitando firmemente o pedido do presidente da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Mahmoud Abbas, pela condição de Estado pleno na Assembléia Geral. Em declaração feita horas antes de Abbas pedir oficialmente o reconhecimento da ONU para um Estado palestino, um dos dirigentes do Hamas, Ismail Haniyeh, disse que isso não conduziria à independência. "Nosso povo palestino não implora por um Estado. Países não são construídos com base nas resoluções da ONU. Estados libertam suas terras e estabelecem suas entidades", disse Haniyeh, que lidera o governo da organização terrorista Hamas na Faixa de Gaza. O Hamas tomou o controle de Gaza depois de um breve conflito com seguidores de Abbas em 2007. O presidente palestino detém o poder no território ocupado por Israel na Cisjordânia, e os recentes esforços para reconciliar os dois lados estão estagnados. "O povo palestino vem lutando e resistindo e enfrentando dificuldades há mais de 60 anos, oferecendo milhares de mártires, milhares de prisioneiros, para libertar a terra", acrescentou Haniyeh: "O Estado não será criado por meio de barganhas e essa chantagem política". O estatuto da organização terrorista Hamas prevê a destruição e eliminação do Estado de Israel e o grupo tem criticado Abbas repetidas vezes por tentar alcançar um acordo de paz mediado pelos Estados Unidos.

Brasil recebe em agosto US$ 5,6 bilhões em investimento externo

O Brasil recebeu em agosto US$ 5,606 bilhões em investimentos estrangeiros diretos, já descontadas repatriações de capital aos países de origem. Esse fluxo é levemente menor que o verificado em julho, quando ingressaram liquidamente US$ 5,982 bilhões. O dado foi divulgado nesta sexta-feira pelo Departamento Econômico do Banco Central. Com isso, o valor acumulado no ano atingiu US$ 44,085 bilhões, cifra bem superior ao de igual período de 2010 (US$ 17,153 bilhões). Apesar desse aumento, o chefe do departamento econômico do Banco Central, Túlio Maciel, ressalta que está "implícita nessa estimativa a redução dos fluxos mensais" no ultimo trimestre desse ano.

Texas cancela privilégio da "última ceia" a condenados à morte

O Estado americano do Texas decidiu proibir que presidiários no corredor da morte escolham a sua última refeição, após um dos condenados ter requisitado uma farta ceia e nem sequer tocado na comida. Lawrence Russell Brewer, de 44 anos, que foi executado na última quarta-feira cometido em 1998, disse simplesmente que não estava com fome. Ele havia pedido dois filés de frango fritos, um hambúrguer triplo com queijo e bacon, quiabo frito, três fajitas (wrap mexicano de carne e feijão), pizza de embutidos, meio quilo de carne de churrasco, meio litro de sorvete, pão branco, cerveja e doce de manteiga de amendoim com pedaços de amendoim torrado. O episódio levou o senador estadual John Whitmire, que preside o Comitê de Justiça Criminal do Senado, a criticar a prática de atender ao último pedido culinário dos condenados à morte. "É extremamente inapropriado dar esse privilégio a alguém sentenciado à morte", disse Whitmire em uma carta ao diretor-executivo do Departamento de Justiça Criminal do Texas, Brad Livingston. Ele ameaçou levar o tema para debate no Poder Legislativo. Horas depois, em comunicado, Livingston baniu a prática de conceder aos executados a última refeição de sua escolha. Eles comerão exatamente o mesmo que os demais prisioneiros. Para parte da opinião pública, a decisão foi correta. Artigos em jornais do Texas criticavam "privilégios" e "gestos de compaixão" a Brewer, um supremacista branco condenado por participação no assassinato do negro James Byrd Jr. em 1998. Byrd morreu aos 49 anos, depois de ter sido amarrado à traseira de uma picape e arrastado pelo asfalto.

Presidente do Banco Central admite que risco de recessão global está mais alto

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, disse nesta sexta-feira que o risco de recessão global está mais alto hoje, mas que o Brasil está bem preparado para enfrentá-la. "É justo dizer que temos um sólido sistema financeiro. Os países têm hoje uma capacidade menor de reagir. Mas o Brasil está bem preparado", afirmou ele, durante conferência sobre a economia nacional promovida pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, em Washington. Segundo Tombini, o Banco Central está atento à deterioração do cenário externo.

Brasileiro ignora crise, gastos no Exterior batem recorde para agosto

Nem a crise econômica mundial fez os brasileiros desacelereram o consumo em agosto. Segundo dados divulgados pelo Banco Central nesta sexta-feira, os gastos de brasileiros com viagens ao Exterior somaram R$ 1,903 bilhão no mês. A cifra representa um aumento de 46% com relação ao mesmo período do ano passado e é recorde para agosto. Já os gastos de estrangeiros no País tiveram um crescimento de 23,8%, totalizando pouco mais de R$ 600 milhões. No ano passado, o investimento estrangeiro no Brasil para agosto bateu a marca de R$ 489 milhões. Os valores são menores que os registrados no mês de julho, quando os brasileiros gastaram R$ 2,196 bilhões e os estrangeiros investiram R$ 489 milhões no Brasil.

Hugo Boss pede desculpas por passado nazista

Hugo Ferdinand Boss (1885 — 1948) era conhecido como o estilista favorito de Adolf Hitler. Era ele quem fornecia os uniformes do exército nazista. Após o fim da Segunda Guerra, Boss alegou que trabalhou para o ditador não por questão ideológica, mas para "salvar sua empresa". Mas, novas pesquisas apontam que ele seria um fiel seguidor do partido. Segundo Roman Koester, historiador da Universidade de Bundeswehr e autor do livro "Hugo Boss, 1924-1945", as ligações do estilista com o Nazismo eram evidentes. Uma de suas fábricas teria utilizado, inclusive, mão de obra forçada (escrava) de 40 prisioneiros de guerra franceses. A partir de 1940, a maior parte dos trabalhadores foi de mão de obra forçada, em grande parte de mulheres. Agora a grife pede desculpas pelo passado de seu fundador. O comunicado expressa "profundo arrependimento" pelos que sofreram na fábrica dirigida por Hugo Ferdinand Boss durante o regime Nacional Socialista. Em recente biografia, a estilista Coco Chanel também foi acusada de ter ligações com nazistas.

Presidente do Paraguai faz exames no Brasil para tratar câncer linfático

O presidente paraguaio Fernando Lugo está internado desde o início da manhã desta sexta-feira, no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. A presidência do Paraguai informou, em nota, que Lugo realiza exames de rotina para acompanhamento do tratamento de um câncer linfático. A doença foi detectada em agosto de 2010. Durante o tratamento, Lugo já esteve seis vezes no Brasil para exames e sessões de quimioterapia. Desde a última avaliação, em julho deste ano, não foram identificados mais sintomas.

Criança de 10 anos leva revólver para escola, atira em professora e se mata

Armado com um revólver calibre 38, do pai (que é policial), um menino de dez anos atirou nesta quinta-feira em sua professora diante de 25 colegas na sala de aula e depois se matou com um disparo na cabeça. A tragédia aconteceu às 15h50 na escola municipal Professora Alcina Dantas Feijão, considerada a melhor escola pública de São Caetano do Sul. Após o barulho dos dois estampidos, a tensão tomou conta do colégio do Grande ABC. Alunos e professores deixaram as salas de aula e correram para a rua. Atingida na região do quadril, a professora está hospitalizada, mas passa bem. O menino D. usou a arma do pai, o guarda-civil municipal M.E.N., para atirar na professora de português Rosileide Queiros de Oliveira, de 38 anos. Ela está internada no Hospital das Clínicas de São Paulo e não corre risco de morrer. D. atirou na professora pouco depois do intervalo. Assim que os alunos entraram na sala, o menino pediu permissão à professora Rosileide para ir ao banheiro. Ao retornar de arma em punho, da porta da sala, ele disparou contra ela. Rosileide estava de frente para a lousa. Ao perceber o ferimento na professora, D. saiu novamente do local, sentou-se em uma escadaria próxima e atirou contra a própria cabeça. O garoto chegou a ser levado para o hospital Albert Sabin. Ele sofreu duas paradas cardíacas e morreu às 16h50. A polícia analisa agora as imagens das câmeras de segurança interna da escola. Segundo professores da escola municipal, o menino D. era um "bom aluno" e não tinha "histórico de violência". A Polícia Civil investiga se a criança sofria bullying. O pai de uma aluna da turma de D. afirmou que, na quarta-feira, o menino teria comentado com a colega que pretendia matar a professora e depois cometer suicídio. O namorado da professora baleada, Luiz Eduardo, afirmou que ela já havia reclamado do "comportamento violento" do menino junto à diretoria da escola municipal.

Justiça argentina exige fontes de jornalistas

A Justiça argentina enviou aos principais jornais do país uma notificação solicitando dados dos jornalistas responsáveis por escrever sobre inflação e a revelação das fontes consultadas por eles. A medida é consequência de uma ação aberta a pedido do governo Cristina Kirchner contra economistas e consultorias que elaboram índice próprio de preços -paralelo ao oficial, sobre o qual pesa suspeita de manipulação por parte da Casa Rosada. Os diários "Clarín", "La Nación", "Página/12", "El Cronista Comercial" e "Ámbito Financiero" receberam nesta semana a notificação do Juizado Nacional Penal. O juiz Alejandro Catania pede aos jornais que forneçam "nomes, endereços, telefones e os contatos dos jornalistas, editores, redatores, que tenham publicado notícias sobre índices de inflação" desde 2006. No documento, a Justiça também pergunta aos órgãos de imprensa se receberam publicidade da M&S Consultores, uma das consultorias investigadas. O pedido gerou forte rechaço da oposição e das empresas jornalísticas. "É mais uma ação do governo contra a liberdade de imprensa, para intimidar os jornalistas e tentar impor um relato único", disse Daniel Dessein, presidente da Adepa (Associação de Entendidas Jornalísticas Argentinas): "O pedido viola ainda a preservação da fonte, um preceito de nossa Constituição". Assim como no Brasil, o sigilo da fonte é garantia constitucional na Argentina. Um integrante do Juizado disse que o pedido é para jornalistas serem ouvidos como testemunhas, não como réus. Autor da ação contra as consultorias, Guillermo Moreno, secretário de Comércio Interior do governo, diz que elas atuam com viés político e infringem um artigo do código penal, cometendo "fraudes de comércio e indústria" ao publicar índices de preços sem rigor científico. Desde o início do ano, oito consultorias receberam multas (que somam R$ 205 mil) por infrações. O governo da peronista populista Cristina Kirchner, além de incompetente e desastrado, não se cansa de apresentar a Argentina ao mundo como a rainha do ridículo.

Sargentos, subtenentes e tenentes da Brigada Militar rejeitam aumento proposto por Tarso Genro

A Associação de Sargentos, Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar (ASSTBM) rejeitou a proposta de aumento feita pelo governo, varia de 10,5% a 18,15%. Em reunião na noite desta quinta-feira, o presidente da associação, Aparício Santelano, defendeu a posição aprovada em assembléia pela categoria. "Se não for igual, não há aumento", afirmou ele, referindo-se ao reajuste apresentado para os cabos e soldados da BM, de 23,5%, e que foi aceito na tarde desta quinta-feira pelos praças. Segundo Santelano, a categoria se sentiu desprestigiada por receber uma proposta diferente da apresentada aos demais níveis da Brigada Militar. Os sargentos reivindicam 25% de aumento linear nos salários. Apesar da discordância, o presidente da associação de sargentos e tenentes informou que recebeu o indicativo do governo de que a proposta será encaminhada para votação na Assembléia mesmo assim. "Pedimos que sejam retirados os sargentos, subtenentes e tenentes do texto. Vamos aguardar uma nova proposta", afirmou ele. Depois de rejeição ao abono de R$ 300,00 o governo petista ofereceu reajuste de até 23,5% para cabos e soldados e índice que varia de 10,5% a 18,15% para sargentos, subtenentes e tenentes. Na manhã desta quinta-feira, policiais militares da Brigada Militar, Corpo de Bombeiros e do Comando Rodoviário protestaram em Erechim. O manifesto foi pela igualdade de percentuais no reajuste oferecido pelo Estado à categoria. Parte da negociação salarial entre governo gaúcho e servidores da Brigada Militar teve desfecho aparentemente positivo na tarde desta quinta-feira. A Associação de Cabos e Soldados (Abamf) anunciou que aceita a proposta de aumento de 23,5% para a categoria. Só que soldados obedecem às ordens de sargentos e tenentes.

Associação da Polícia Federal diz que combate à corrupção não é prioridade no governo Dilma

O combate à corrupção não é prioridade para o governo, afirmam delegados da Polícia Federal. Segundo eles, órgãos de fiscalização pública, como a própria polícia, o Tribunal de Contas da União e a Controladoria-Geral da União, sabem onde há desvios de verba, mas não os evitam porque a questão seria tratada de forma "secundária" pela atual gestão. De acordo com levantamento feito pela Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, o combate à corrupção não é contemplado pelo PPA (Plano Plurianual) 2012-2015, divulgado em 31 de agosto. Dos 11 desafios e 65 pontos prioritários do plano, o tema é citado apenas três vezes, segundo a associação. "Não há investimento para estancar a perda do dinheiro público. Isso vai evitar que as metas do governo sejam cumpridas. Podem até poupar, mas, se há vazamento, o dinheiro vai embora. Também não adianta tirar ministro se a máquina está comprometida. Vai-se perder o dinheiro ou na má gestão ou na corrupção. Desenvolvimento sustentável e justiça social é impossível com desvio de dinheiro público e fraude", disse o diretor de comunicação da ADPF, Carlos Leôncio. Os delegados da Polícia Federal estimam que, anualmente, entre R$ 50 e R$ 84 bilhões sejam perdidos em desvio de verbas, o que corresponde a 1,4% a 2,3% do PIB, segundo dados da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). Com o anúncio da ampliação de programas sociais, como o "Minha Casa, Minha Vida" e o "Brasil sem Miséria", e a proximidade de grandes eventos, como a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, a Polícia Federal estima que o desvio de verba pública deverá aumentar. "Megaeventos são megaoportunidades para o desvio público, pois há aumento considerável do aporte financeiro. Com uma aparelho de fiscalização debilitado, há vazamento", declarou Carlos Leôncio.