sábado, 16 de agosto de 2014

ESTADO DO MISSOURI DECLARA EMERGÊNCIA EM FERGUSON

O governador do Missouri, Jay Nixon, declarou estado de emergência e anunciou um toque de recolher no subúrbio de St. Louis onde um adolescente negro foi morto por um policial branco na semana passada. Nixon disse neste sábado que o estado não irá permitir que um pequeno grupo de saqueadores coloque em risco a comunidade e que deve haver calma para que a justiça seja feita. O toque de recolher vigorará entre meia-noite e as 5h (horário local). O governador ainda informou que o Departamento de Justiça dos EUA está incrementando a investigação e que dezenas de agentes do FBI estão trabalhando no caso. A cidade de Ferguson, no subúrbio de St. Louis, tem enfrentado uma onda de protestos desde 9 de agosto, quando o adolescente de 18 anos Michael Brown foi morto por um policial. As autoridades identificaram Darren Wilson como o responsável pela morte de Brown. O chefe da polícia de Ferguson, Thomas Jackson, apresentou evidências para acusar Brown de roubar uma caixa de cigarros no valor de US$ 48,99 e agredir um homem durante a fuga. Segundo o chefe da polícia, o policial abordou Brown porque ele estava andando no meio da rua e bloqueando o trânsito, e somente então descobriu os itens roubados da loja. Testemunhas disseram ter visto o adolescente levantar as mãos para o alto em sinal de rendição antes de o policial atirar. Os protestos voltaram a ganhar força na madrugada de sexta-feira para sábado. Um pequeno grupo chegou a invadir e saquear a loja de conveniência onde Brown foi acusado de roubar.

A FRASE DE EDUARDO CAMPOS - "NÃO VAMOS DESISTIR DO BRASIL" - SERÁ LEMA DO PSB

O novo presidente Nacional do PSB, Roberto Amaral, disse que pretende transformar a frase do presidenciável Eduardo Campos  - "Não vamos desistir do Brasil" - em lema do partido. Na terça-feira, quando começa o horário eleitoral gratuito em rádio e TV, os dois minutos e três segundos que a coligação terá para apresentar o seu primeiro programa será utilizado para fazer uma homenagem ao candidato morto na última quarta-feira. De acordo com Amaral, ainda não foi discutido o roteiro do programa, mas ele deve focar em imagens e frases de Eduardo Campos. "Será um programa visualmente mais plástico", disse. Amaral fez o pedido para que o programa fosse alterado na última quinta-feira, um dia após a tragédia que vitimou o candidato e sua equipe.

EMOÇÃO MARCOU ENCONTRO ENTRE MARINA SILVA E RENATA CAMPOS NA NOITE DESTE SÁBADO NO RECIFE

Relatos de amigos que estiveram na casa da família Campos, no Recife, disseram que o encontro entre Marina Silva e a viúva Renata Campos, ocorrido na noite deste sábado (16), foi "intenso e emocionante". "Elas se abraçaram muito intensamente", narrou o deputado federal Miro Teixeira (PROS-RJ). Marina Silva era vice de Eduardo Campos na candidatura à presidência da República e deve ter seu nome apontado como cabeça da chapa no decorrer da próxima semana. Segundo as testemunhas, Marina Silva chorou e a viúva se mostrou forte mais uma vez, e procurou consolar a companheira de chapa de seu marido. Marina vai acompanhar a família na recepção dos restos mortais das vítimas da tragédia que ocorreu na última quarta-feira, em Santos (SP).

DUNGA AFIRMA QUE NEYMAR NÃO É CRAQUE, NÃO DECIDE JOGOS COMO PELÉ

O técnico Dunga avaliou que o atacante Neymar é o melhor jogador em atividade no futebol brasileiro, mas rejeitou apontar o jogador do Barcelona como uma craque. Para o novo técnico da seleção brasileira, Neymar só atingirá tal condição no momento em que for campeão mundial. "Ele é o melhor jogador brasileiro. Para ter carimbo de craque, tem de ter o carimbo de campeão do mundo nas costas. Mas vamos trabalhar, na Seleção, para ele jogar acima da média que define um craque", afirmou o treinador. Dunga ressaltou que um excesso de badalação sobre os jogadores jovens, que seriam chamados de craques pela imprensa apenas por aplicarem um drible. "Mas, se tiver uma equipe sólida, ele pode fazer isso. Temos essa questão de que o cara faz um gol e já é craque. Temos tanto essa necessidade, que o cara de 15 anos, deu um drible, já é craque. O jogador novo oscila. Até ele ter uma afirmação emocional, psicológica, física, técnica, ele vai oscilar. Só que a gente já põe uma responsabilidade no menino, com 16, 17 anos - ''é craque, é craque, é craque'' -, aí começa a pressão. Dali a dois anos, mesmo ele tendo 19 anos, não o consideramos mais jovem. E aí começam as críticas. Aí ele fala: ''Com 17, eu era um craque, hoje com 19 só me dão pancada...''. Então o emocional, a autoestima, aquela confiança que ele tinha, de dar o drible, de fazer aquela jogada, já começa a se resguardar um pouco mais", completou. Para Dunga, que definiu como craque o jogador que é decisivo em quase todas as partidas, o futebol brasileiro não possui esse tipo de atleta nesse momento. "Isso não somos nós que temos de comprovar, são eles. Mas é uma constatação. Vamos ver. O Pelé, de dez partidas, resolvia seis, sete. O Garrincha resolvia seis, sete. Lógico, quanto mais passa o tempo, fica mais difícil, os espaços são mais reduzidos, a marcação é mais apertada, o adversário põe dois jogadores em cima... Mas hoje, no futebol moderno, o cara, para ser diferenciado, tem de decidir, em dez partidas, pelo menos cinco, seis, tem de ser acima da média", afirmou. Dunga também comentou a sua primeira convocação no comando da seleção brasileira, marcada para a terça-feira, para os amistosos contra a Colômbia, em 5 de setembro, e o Equador, no dia 9, em amistosos marcados para os Estados Unidos. O treinador deu a entender que vai chamar uma equipe mesclada entre jovens e experientes, mas avisou que ninguém terá lugar cativo no time. "Vou botar uma mescla entre jovens e veteranos, buscar sangue novo, aguçar a competitividade entre eles, não deixar ninguém pensar que é o dono, ninguém se acomodar".

JUÍZES FEDERAIS APRESENTAM SUGESTÃO DE NOMES PARA A VAGA DE JOAQUIM BARBOSA NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

Os juízes federais elegeram uma lista tríplice de olho na vaga do ministro Joaquim Barbosa, no Supremo Tribunal Federal. Por meio de consulta interna, a Associação dos Juízes Federais (Ajufe) escolheu três nomes que serão levados à presidente Dilma Rousseff (PT), a título de sugestão. A Constituição prevê que cabe ao presidente da República fazer a escolha de ministro para a mais alta Corte. Na eleição da Ajufe votaram 362 magistrados. Cada um pode votar em até três nomes, chegando a 949 votos. Sérgio Fernando Moro, juiz federal em Curitiba, ficou em primeiro lugar, com 141 votos. Em segundo, o desembargador Fausto Martin De Sanctis, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (jurisdição em São Paulo e Mato Grosso do Sul), com 134 votos. Em terceiro, o desembargador Leandro Paulsen, do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (Porto Alegre), com 123 votos.

NÚMERO DE MORTOS PELO VÍRUS EBOLA SOBE PARA 1.145

O surto de Ebola na África Ocidental causou nos dois últimos dias que se tem registro, terça e quarta-feiras, 76 novas mortes, 58 delas na Libéria. A Organização Mundial de Saúde (OMS) confirmou na sexta-feira também que há 152 novos casos de pessoas que contraíram o vírus no grupo de países afetados: Libéria, Serra Leona, Guiné e, em menor medida, Nigéria. No  total, o número de pessoas mortas sobe para 1.145 e o número de casos chega a 2.127. A OMS destacou, na sexta-feira, que sua aprovação, de caráter ético, para utilizar terapias experimentais em infectados por Ebola não deve alimentar falsas esperanças de que esta é a solução à crise sanitária. A OMS também indicou que as amostras de remédios que estão sendo desenvolvidas ou se esgotaram ou são escassas e que mesmo realizando esforços para produzir um número maior isso demoraria vários meses. O vírus mortal Ebola tem desequilibrado o fluxo de mercadorias, forçando a ONU a planejar comboios de alimentos para até um milhão de pessoas ameaçadas pela fome nas regiões mais pobres. O impacto é evidente na capital de Guiné, Conacri, onde já não chegam frutas ou legumes do campo. Na Serra Leoa e na Libéria, vários mercados fecharam. O preço do arroz e de outros alimentos básicos é crescente em áreas sob quarentena do Ebola. Cerca de 1 milhão de pessoas em áreas isoladas podem precisar de assistência alimentar nos próximos meses.

MÃE DO PILOTO DO JATINHO DE EDUARDO CAMPOS DIZ: "MEU FILHO FOI UM HERÓI"

"Carinhoso, educado e dedicado à profissão". É como Maria Eliza Martins descreve o filho, Marcos Martins, de 42 anos, piloto da aeronave que caiu em Santos na quarta-feira, 13. Além dele, seis pessoas morreram no acidente aéreo, incluindo o candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos. Para Maria, que tem outro filho piloto, Marcos teve um ato de heroísmo e evitou mais mortes na queda do avião. "Ele foi um herói e salvou muita gente ao desviar de dois prédios".  Após arremeter, conforme testemunhas, o piloto teria desviado dos edifícios até cair num terreno vazio no bairro do Boqueirão, em Santos. "Se ele não fosse profissional, tinha morrido muita gente ali. Na hora do sufoco ele desviou dos prédios", complementa Maria. Ela nega que o filho estivesse estafado. Segundo Maria, que tinha contato diário com o filho, os comentários postados por ele no Facebook (num dos posts, ele disse que estava "cansadaço") poderiam ser feitos por qualquer pessoa que trabalha. "Ele dizia que estava cansado, mas era um cansaço normal, que qualquer pessoa que trabalha sente. Ele não estava estafado, não, não estava! Ele gostava muito da sua profissão. Estava muito feliz, amava muito o que fazia". Um dia antes do acidente, Marcos postou no Facebook uma imagem dele brincando com um drone numa praia do Rio de Janeiro. "Assim fica fácil", escreveu. Não é possível saber se a imagem foi gravada no mesmo dia da postagem. O vôo para Santos partiu do Rio de Janeiro. Para a mãe do piloto, não há hipótese de erro. "Meu filho tinha 20 anos de profissão. Eu penso que foi algum pássaro que entrou na turbina do avião, porque ele é um profissional excelente".  Maria soube da notícia da morte do filho pela televisão. Ela estava em casa e disse que mesmo sem confirmação sobre as vítimas já pressentia a morte do filho: "Na hora eu já tive aquela intuição de mãe. Eu sabia que ele estava no Rio de Janeiro e que iria viajar para Santos. Estamos muito tristes". A mulher do piloto, Flávia Martins, medicada, não tem condições de se manifestar. O casal tem dois filhos pequenos: "Ainda não consigo falar sobre o acidente". Religiosa, 11 dias antes do acidente ela postou no Facebook uma mensagem: "Quando Deus mudar o itinerário, não se fruste, ele sabe o que há depois da curva".

ESPECULAÇÕES ELEITORAL FEZ AÇÃO DA PETROBRAS DISPARAR QUASE 8% NA BOLSA DE VALORES

A Bovespa ignorou a fraqueza das bolsas norte-americanas e subiu mais de 2% nesta sexta-feira, sustentada, sobretudo, pela disparada de quase 8% das ações da Petrobrás. Além do exercício de opções sobre ações, nesta segunda-feira, as especulações em torno do quadro eleitoral, após a morte de Eduardo Campos (PSB), fizeram os investidores irem às compras. O mercado trabalha com a possibilidade de que Marina Silva assuma a vaga, o que ajudaria a garantir a realização de um segundo turno. Além disso, surgiram vários rumores a respeito de quem seria escolhido para ser vice em uma chapa liderada pela ex-senadora. O Ibovespa terminou a sessão em alta de 2,12%, aos 56.963,65 pontos - maior nível desde 29 de julho. Na mínima, registrou 55.817 pontos (estável) e, na máxima, 56.965 pontos (+2,12%). Na semana, registrou elevação de 2,50%. No mês, acumula ganho de 2,03% e, no ano, de 10,59%. A pesquisa Sensus coletada antes do falecimento de Campos também trouxe uma informação que estimulou a compra de ações pelos investidores: a avaliação positiva de Dilma caiu de 32,4% para 28,5%, em agosto, enquanto a avaliação negativa cresceu de 28,5% para 34,6%. Nesse ambiente, Petrobrás ON avançou 7,78% e Petrobrás PN, 7,85%, as maiores altas do Ibovespa.

BETO ALBUQUERQUE PEDE AO MINISTRO PETISTA CELSO AMORIM EXPLICAÇÕES CONVINCENTES SOBRE A CAIXA DE GRAVAÇÃO DE VOZ DO JATINHO DE EDUARDO CAMPOS

A notícia de que o gravador de voz da aeronave que levava o então candidato à presidência Eduardo Campos (PSB) não registrou os instantes finais dos diálogos da cabine de comando causou incrédula a cúpula do PSB, que estava em São Paulo para acompanhar o processo de liberação dos corpos das vítimas no acidente. O líder do PSB na Câmara  e candidato ao Senado, Beto Albuquerque (RS), telefonou na sexta-feira, 15, para o ministro da Defesa, o petista Celso Amorim, disse que não considera usual esse tipo de falha e manifestou preocupação com a sequência das investigações. Beto Albuquerque também disse a Amorim que ligaria para o comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, para pedir explicações sobre o caso.

REFINARIA DE PASADENA FOI A ÚNICA QUE OBTEVE LUCRO NO GRUPO PETROBRAS

Pivô de investigações no Tribunal de Contas da União e no Congresso, a refinaria texana de Pasadena foi a única a registrar lucro no primeiro semestre deste ano dentro do grupo Petrobras. O lucro da unidade foi de cerca de US$ 130 milhões, motivado, principalmente, pelo benefício do uso do petróleo não convencional produzido nos Estados Unidos. A informação sobre o bom desempenho da refinaria será utilizada por alguns ex-diretores da Petrobras em suas defesas no Tribunal de Contas da União (TCU), que responsabilizou os executivos que estavam no cargo em 2006, data da decisão de compra de Pasadena, por um prejuízo de US$ 792,3 milhões com o fechamento do negócio. Assim, esperam comprovar que o negócio não poderia ser classificado como sendo ruim. O argumento que será usado por esses ex-diretores é que os prejuízos decorrem do não cumprimento de arbitragem da Corte Americana, que repercutiu no pagamento de multas em uma segunda fase do processo de aquisição, e da utilização de avaliações técnicas depreciadas, tanto internas quanto de auditorias externas, para determinar o preço de compra da refinaria. Ao todo, a Petrobras contava com 27 cenários, mas, segundo a defesa desses diretores, a apresentação à diretoria na época foi apenas do pior cenário, o mesmo considerado na negociação com a Astra Oil, antiga proprietária de Pasadena.

ANAC DIZ QUE GRAVADOR DO JATINHO DEVERIA TER SIDO CHECADO

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou na sexta-feira, 15, que as condições do gravador de voz (caixa preta) instalado no jatinho que levava o ex-governador Eduardo Campos (PSB-PE) deveriam ter sido avaliadas pelo piloto antes da decolagem. "O equipamento, embora não seja um item de segurança, deve ser obrigatoriamente checado pelo comandante antes do início do taxiamento, conforme manual de operação do fabricante da aeronave", disse o órgão em nota. Segundo a Anac, pela regulamentação brasileira, o avião não pode decolar se o CVR (cockpit voice recorder - gravador de voz da cabinesigla em inglês) não estiver funcionando. Além disso, o manual do fabricante estabelece uma vistoria do CVR a cada 150 horas de vôo, ou 24 meses - o que ocorrer primeiro. As autoridades brasileiras que investigam o acidente não informaram se as regras de manutenção do equipamento estavam sendo seguidas. O manual do jatinho, um Cessna Aircraft 560XL, diz que o CVR grava as últimas duas horas do vôo mais recente do avião. No entanto, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Aeronáutica, concluiu que os sons armazenados no equipamento não eram da viagem feita por Eduardo Campos no dia do acidente. "As razões pelas quais o áudio obtido não corresponde ao vôo serão apuradas durante o processo de investigação", acrescentou, em nota, a Força Aérea Brasileira. A Anac reiterou na sexta-feira que o avião estava com a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) e o Certificado de Aeronavegabilidade válidos. A última verificação anual completa das manutenções foi executada em fevereiro deste ano.

PETROBRAS RECEBE NOVA MULTA DA ANP E AS AUTUAÇÕES JÁ ALCANÇAM R$ 67,7 MILHÕES EM UM MÊS

A Petrobras levou cinco multas do órgão regulador em menos de um mês que somam mais de 67 milhões de reais, todas devido a irregularidades ligadas a medição da produção de petróleo e gás de plataformas. A mais recente delas, a quinta autuação, foi informada na sexta-feira pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), no valor de 47,25 milhões de reais. A multa, a mais alta entre as recentes, foi aplicada devido a divergências em informações da produção de gás da plataforma P-50, no período de abril de 2006 a julho de 2011. A P-50 opera no campo de Albacora Leste, na Bacia de Campos. Essa multa foi definida em reunião de diretoria de 6 de agosto, cuja ata foi publicada na quinta-feira no site da autarquia. Na reunião, a estatal teve recurso negado pela ANP. "Não há mais possibilidade de recurso administrativo", afirmou a agência nesta sexta-feira, em nota. Outras quatro multas, definidas desde meados de julho, somaram 20,5 milhões de reais. Na semana passada, a agência reguladora afirmou, em nota, que a fiscalização dos sistemas de medição da produção é uma "atribuição legal e atividade rotineira" da ANP. Desde 2011 até a semana passada, a agência reguladora havia aplicado mais de 39 multas a nove diferentes empresas.

ANAC PEDE AJUDA À POLÍCIA FEDERAL PARA LOCALIZAR OPERADOR DO AVIÃO

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) acionou a Polícia Federal para localizar o operador do jatinho que levava o ex-governador Eduardo Campos (PSB-PE) e sua equipe de campanha. Segundo o órgão, o objetivo é verificar informações publicadas pela imprensa de que o avião, um Cessna Aircraft 560XL, foi vendido sem que a transação fosse comunicada às autoridades. Segundo os registros da agência reguladora, a aeronave pertencia à Cessna Finance Export Corporation, mas era operada pelo grupo usineiro AF Andrade Empreendimentos e Participações, que firmou contrato de arrendamento com a proprietária. A AF Andrade,, contudo, teria repassado o avião a um novo operador, possivelmente a coordenação de campanha de Eduardo Campos, devido a dificuldades financeiras. "A Anac informa que solicitou apoio da Polícia Federal para localização do operador a fim de verificar informações veiculadas pela imprensa sobre eventual venda da aeronave, ainda não comunicada à agência", informou, em nota, a Anac.

BIC BANCO TEM PREJUÍZO DE R$ 150,8 MILHÕES NO SEGUNDO TRIMESTRE

O BicBanco registrou prejuízo líquido ajustado de R$ 150,8 milhões no segundo trimestre de 2014, ante lucro de R$ 3,8 milhões no primeiro trimestre deste ano e de R$ 28,5 milhões no segundo trimestre de 2013. Segundo a companhia, o resultado foi impactado principalmente pela constituição de Provisões para Devedores Duvidosos (PDDs) no valor de R$ 244,9 milhões, em sua maior parte alocadas à ampliação do provisionamento de créditos vincendos. As operações de crédito acrescidas por avais e fianças totalizaram R$ 12,966 bilhões, crescimento de 1,4% nos últimos três meses e recuo de 4,9% em 12 meses. Já os ativos totais somaram R$ 15,021 bilhões, recuo de 1,6% na comparação trimestral e de 10,7% na anual. O patrimônio líquido da instituição ao final de junho somava R$ 1,815 bilhão, queda de 6,9% em relação a março e de 5,5% ante junho do ano passado. A margem financeira ajustada ficou em 5,5% no segundo trimestre, recuo de 0,3 ponto porcentual sobre o primeiro trimestre e alta de 0,4 ponto porcentual sobre o segundo trimestre do ano passado. O índice de Basileia terminou o segundo trimestre em 16,7%, ante 17,5% no primeiro trimestre e 18,5% no segundo trimestre de 2013.

SECRETÁRIO DE SÃO PAULO DESMENTE PEZÃO E DIS QUE DO JAGUARI NÃO AUMENTOU

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), chegou a divulgar na sexta-feira, 15, que o governo do Estado de São Paulo havia recuado em sua posição e a Companhia Energética de São Paulo (Cesp) teria aumentado a vazão do reservatório do Rio Jaguari de 10 metros cúbicos por segundo para 30 m³/s, como determinou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). O recuo acabou posteriormente negado por Cesp. “Hoje, a Cesp liberou a vazão que foi acordada com as agências reguladoras, o sistema elétrico e a (concessionária de energia do Rio) Light. Ninguém quer prejudicar São Paulo, mas os interesses do Rio de Janeiro e de Minas têm de ser colocados na mesa para discussão, para dialogar”, afirmou ele à tarde. Ele acrescentou que o complexo de represas de Ribeirão das Lajes, que inclui a usina hidrelétrica de Santa Cecília, não oferece apenas energia elétrica, mas integra o sistema de abastecimento de água da Região Metropolitana do Rio de Janeiro e da capital. “É fundamental manter a vazão acordada (30 m³/s no reservatório de Jaguari)". Após a notícia ganhar repercussão, acabou desmentida pelo governo de São Paulo. “Esclarecemos que não houve alteração na operação da Usina Jaguari, cuja vazão permanece em 10 m³/s, conforme determinação do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) e atendendo à Lei Federal 9.433/97 (que dá prioridade à água para consumo humano). O conjunto Jaguari-Paraibuna está atendendo os 90 m³/s necessários”, afirmou a Cesp, em nota oficial. Antes, Pezão havia destacado que tem conversado constantemente com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e com diretores dos órgãos federais e da Agência Nacional de Águas (ANA). A ANA prorrogou até 30 de setembro a vazão mínima da barragem de Santa Cecília, no Rio Paraíba do Sul, em 165 m³/s. Em 17 de julho, a agência reguladora havia autorizado a redução da vazão, que estava em 190 m³/s. A prorrogação foi publicada na sexta-feira no Diário Oficial da União. Segundo a agência, o objetivo é preservar os estoques de água nos reservatórios da bacia do Paraíba do Sul, incluindo as barragens de Paraibuna, Santa Branca, Jaguari e Funil.

CAI A TOMADA DE EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS, É A ECONOMIA PARANDO

Na primeira quinzena de agosto, os bancos registraram uma queda de 12% nas operações de crédito consignado, em comparação com o mesmo período de julho. Todo mundo já sabe o que isso significa, é a economia parando.

CONSUMO DE ENERGIA EM QUEDA, É A ECONOMIA PARANDO

Na primeira quinzena de agosto, o consumo médio diário de energia caiu 1 578 megawatts em comparação com o mesmo período do ano passado. Parece pouco, mas não é. É megawatt suficiente para abastecer 5 milhões de residências durante um mês.

DATAFOLHA APONTA QUE, EM UM DA HIPÓTESES, CESAR MAIA JÁ EMPATA COM ROMÁRIO PARA O SENADO NO RIO DE JANEIRO

Pesquisa Datafolha diz que numa das hipóteses, Cesar Maia já empata com Romário
Romário, PSB, 29%
Cesar Maia, DEM, 23%
Como a margem de erro é de 3%, dependendo como a equação é montada pelo leitor, o resultado pode ser empate técnico. Cesar Maia avançou espetacularmente sobre Romário nas últimas semanas. E isso é um indicativo de que pode ganhar a eleição para o Senado Federal no Rio de Janeiro.