sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Ameaçados pelo terrorismo islâmico, milhares de cristãos são obrigados a deixar o Oriente Médio

Os cristãos do Oriente Médio, alvo de um recente atentado da Al Qaeda contra uma igreja ortodoxa siríaca em Bagdá, estão divididos em inúmeras comunidade e sofrem uma crescente sensação de insegurança e de exclusão. De acordo com as Nações Unidas milhares estão deixando os países da região. Berço do cristianismo, esta parte do mundo conta com 20 milhões de cristãos, cinco milhões deles católicos, entre os 356 milhões de habitantes da zona. Conflitos, instabilidade política, dificuldades econômicas, discriminação, perseguição ou crescimento do islamismo fascista e terrorista são algumas das causas que fazem com que muitos deles decidam ir embora do país, principalmente do Iraque. Os coptas (cristãos do Egito), em sua maioria ortodoxos, constituem a maior comunidade cristã do Oriente Médio, e representam, segundo estimativas, entre 6 e 10% dos 80 milhões de egípcios. Apesar de sua comunidade ser muito diferente da dos siríacos católicos do Iraque, os coptas também estão, segundo o centro americano para a vigilância de sites islamitas, ameaçados pela facção iraquiana da terrorista Al Qaeda, que cometeu o atentado de Bagdá. No Iraque, a situação dos cristãos é especialmente preocupante. Em 17 de dezembro, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) denunciou o êxodo de milhares de cristãos do Iraque, desde 31 de outubro. O número de cristãos no Iraque é calculado entre 450 mil e 500 mil, sendo 300 mil deles católicos (contra os 378 mil em 1980). Entre os católicos, cerca de 80% são caldeus, e o resto siríacos católicos, armênios católicos e católicos latinos. Entre os não católicos, 80% são assírios e o resto siríacos ortodoxos ou armênios ortodoxos. Os países do golfo Pérsico contam com cerca de 3,5 milhões de cristãos das diferentes igrejas, em sua maioria imigrantes asiáticos ou católicos ocidentais. O direito de professar seu culto é reconhecido nestes países, exceto na Arábia Saudita, que proíbe qualquer prática religiosa que não seja o islã. No início de outubro, 12 filipinos e um sacerdote foram detidos no reino por proselitismo enquanto celebravam uma missa secreta. Na Síria, os analistas afirmam que os cristãos representam de 5% a 10% da população, de um total de 20 milhões de pessoas. No Líbano, os cristãos, com a importante comunidade maronita, constituem 34% da população, calculada em 4 milhões de pessoas. É a maior porcentagem de população cristã nos países do Oriente Médio. Israel conta com 143 mil cristãos, segundo dados oficiais publicados nesta sexta-feira. Nos territórios palestinos vivem mais 57 mil cristãos.

E porque é Natal..... Videversus deseja.....

Prezados assinantes e leitores de Videversus: é Natal novamente. E eu tomo esta oportunidade para desejar a todos que tenham uma noite de paz, de renovação de esperança, fé, determinação para prosseguir na vida de maneira digna, praticando a bondade e sempre buscando a verdade. Lembre-se: mesmo nas mais furiosas das guerras, há um momento em que os soldados depõem as armas, fazem um armistício e confraternizam, porque um valor maior se levanta. O que é isso? É a lembrança ancestral das palavras fundadora do que somos: "Eu sou YHWH, teu Deus, que te fiz sair da terra do Egito, da casa dos escravos. Não terás outros deuses em desafio a Mim. Não farás imagem esculpida, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não adora-las-á, nem prestar-lhes-á culto, por que eu, YHWH, teu Deus, sou Deus zeloso, e que puno o erro dos pais nos filhos até sobre a terceira geração e sobre a quarta geração dos que me odeiam, mas que uso de benevolência para com até a milésima geração dos que me amam e que guardam os meus mandamentos. Não tomarás o nome de YHWH, teu Deus, em vão, pois YHWH não considera impune aquele que tomar seu nome em vão. Lembra-te do dia do Sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho; mas o sétimo dia é o Sábado de YHWH, teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o estrangeiro que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez YHWH o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou; por isso YHWH abençoou o dia do Sábado, e o santificou. Honra a teu pai e a tua mãe, a fim de que os teus dias se prolonguem sobre o solo que YHWH, teu Deus, te dá. Não assassinarás. Não cometerás adultério. Não furtarás. Não levantarás falso testemunho contra teu próximo. Não cobiçarás a casa do teu próximo, nem a mulher do teu próximo, nem seu escravo, nem sua escrava, nem seu touro, nem seu jumento, nem qualquer coisa que pertença ao teu próximo". Por isso diz a Bíblia logo no começo: "No início era o verbo". O verbo é a lei, é o interdito, é o código de ética fundador, pelo qual os homens devem se reger, simplesmente para que sejam homens, e não bestas. No Natal, Deus mandou aos homens o seu filho, para que fossem relembradas as leis fundadoras. Não por acaso, o Natal é marcado pela imagem de uma criança. Significa o constante renascimento, de fé, esperança, crença na vida, certeza de que tudo valerá a pena se pautarmos nossa vida pela retidão, pela rejeição constante à peversão da corrupção, que tenta transformar tudo em uma Sodoma e Gomorra. Por isso, neste dia de Natal, refaçamos todos nossos votos de rememoraçãoda palavra que Jesus nos trouxe, o relembramento do Verbo, que é Lei. Boas festas.

Presidente do Supremo nega habeas corpus para prefeito de Macapá

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Cezar Peluso, negou liminar em habeas corpus para o prefeito de Macapá (AP), Roberto Góes (PDT), preso desde o último dia 18 em mais uma etapa da Operação Mãos Limpas, da Polícia Federal. A operação investiga um esquema de desvio de verbas federais no Amapá por políticos, funcionários públicos e empresários do Estado. A prisão foi decretada pelo Superior Tribunal de Justiça com base no argumento de que o prefeito deve prevenir os desvios de seus subordinados. Para a defesa, a prisão não tem fundamento. De acordo com o ministro, a decisão do Superior Tribunal de Justiça aponta que os investigados estariam tentando impor obstáculos à investigação em curso.

Vice-presidente José Alencar volta a ter hemorragia e recebe transfusões de sangue

O vice-presidente José Alencar voltou a apresentar, nas últimas 12 horas, "sangramento intestinal, em moderada quantidade, mas mantém-se clinicamente estável", segundo boletim médico divulgado nesta sexta-feira. Ele permanece internado na UTI do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O boletim informa ainda que o paciente recebe suporte clínico, transfusões de sangue e está programado tratamento dialítico (hemodiálise). Ele deu entrada no local na quarta-feira, com quadro de hemorragia digestiva grave, seis dias após ter recebido alta. Na quarta-feira mesmo, depois de quase três horas de cirurgia, os médicos desistiram de retirar o tumor que provocava a hemorragia no vice-presidente. Antes da cirurgia, José Alencar passou por transfusões de sangue. Seu estado é muito crítico.

Ex-governador Orestes Quércia morre aos 72 anos em São Paulo

Orestes Quércia
O ex-governador de São Paulo, Orestes Quércia (PMDB), morreu às 7h40 desta sexta-feira, aos 72 anos, vítima de um câncer na próstata. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, desde o dia 18 de novembro. Quércia desistiu de concorrer ao Senado nas eleições de outubro por causa da doença. Durante o período eleitoral, passou 36 dias internado. Teve alta no dia 6 de outubro, um mês após renunciar à candidatura para senador. Ao desistir de concorrer a senador, Quércia beneficiou Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), tucano que começou mal nas pesquisas e acabou sendo eleito para a primeira vaga paulista. Com o peemedebista fora da disputa, Aloysio viu seu espaço na TV crescer para 5min29s, disparado o maior entre os candidatos. Em nota divulgada à imprensa, logo após a desistência, Quércia pediu votos ao tucano. Sua filha Andreia apareceu diversas vezes no horário eleitoral para declarar o apoio da família ao aliado. Ex-radialista, Quércia foi vereador e prefeito de Campinas, senador, deputado estadual, vice-governador e governador de São Paulo de 1987 a 1991.

Juízes alertam que projeto para repatriar até US$ 100 bilhões vai anistiar corruptos

Juízes federais que atuam em processos sobre crimes financeiros e desvios de recursos da União alertam para "efeitos nocivos" do projeto Cidadania Fiscal (354/09), que avança no Senado e contempla com anistia tributária e penal contribuintes brasileiros que repatriarem valores mantidos no Exterior e não declarados à Receita. O governo estima em US$ 100 bilhões a fortuna que circula fora do País. "O projeto é uma vergonha", classifica o juiz Sérgio Moro, titular da 2ª Vara Criminal Federal de Curitiba, especializada em processos contra réus por lavagem de dinheiro, evasão de divisas e fraudes: "Embora a anistia seja destinada a crimes fiscais, de descaminho e financeiros, incluindo a evasão de divisas, na prática vai favorecer todo tipo de criminoso". Na avaliação de Moro, o projeto poderá contemplar fraudadores do Tesouro e políticos que remeteram recursos públicos para paraísos fiscais: "Um corrupto não vai internar o dinheiro no País declarando ser ele produto de corrupção. Vai ser muito difícil investigar e discriminar a origem desse dinheiro". O projeto concede extinção da punibilidade dos respectivos crimes contra a ordem tributária e crimes contra a administração pública também relacionados com a retificação da declaração. Com relação aos bens e direitos declarados, serão mantidas a extinção da punibilidade ou a anistia penal ainda que a autoridade fiscal verifique que o patrimônio do contribuinte no Exterior não tenha sido declarado na sua integralidade. Os magistrados assinalam que o projeto não exige que seja comprovada a origem do dinheiro nem que se esclareça como ele foi parar no Exterior. Ao tratar da anistia, o projeto é taxativo: "Torna-se absolutamente imperioso dar ao contribuinte a segurança jurídica de que sua adesão afasta, inequivocamente, a aplicação de penalidades, principais ou acessórias de natureza tributária e, particularmente, de caráter penal". O projeto é de autoria do senador Delcídio Amaral (PT-MS).

EBX recebe licença ambiental para construir porto no Chile

A MPX e a MMX, empresas de energia e mineração do grupo EBX, de Eike Batista, anunciaram nesta quinta-feira a obtenção de licença ambiental para a construção de um porto no Chile, em um investimento estimado em US$ 300 milhões. O terminal deve entrar em operação em 2013, com três berços de atracação independentes e capacidade para movimentar 6 milhões de toneladas de carvão e 10 milhões de toneladas de minério de ferro por ano. O projeto tem características semelhantes aos empreendimentos do grupo no Brasil, como o Porto Sudeste, nos quais as empresas do grupo prestam serviços entre si. O porto chileno, operado pela empresa OMX, vai movimentar minério da mina da MMX em fase de implantação no País e carvão para uma térmica da MPX a ser instalada no local, em fase de licença ambiental, com capacidade de 2,1 mil MW. A área do porto está localizada a 80 quilômetros do município de Copiapó, 800 quilômetros ao norte de Santiago, onde está a mina da MMX. Segundo a empresa, a mina está em fase de exploração, o que deve levar dois anos. "Logística é o componente chave de qualquer sistema de minério de ferro", afirmou, em nota oficial, o presidente da MMX, Roger Downey. Além de minério e carvão, o porto terá instalações para armazenamento de grãos e cobre. "A implantação do porto garantirá custos logísticos competitivos e suprimento eficiente de carvão para a termelétrica Castilla. Com capacidade de até 2100 MW (megawatts), Castilla é uma dos maiores projetos em licenciamento atualmente no Chile e importante plataforma de crescimento para a MPX no país", declarou o presidente da MPX, Eduardo Karrer. Dependente do gás exportado pela Argentina, o Chile é um país que passa frequentemente por problemas de abastecimento de energia.

Morre cineasta Nico Papatakis aos 92 anos

O cineasta francês Nico Papatakis, de origem grega, que foi marido da atriz Anouk Aimée, faleceu no dia 17 de dezembro em Paris, aos 92 anos, mas sua morte só foi anunciada no obituário da imprensa na quarta-feira. Nascido no dia 19 de julho de 1918 em Addis-Abeba (Etiópia), onde combateu Mussolini, Nico Papatakis foi obrigado a se exilar e encontrou refúgio primeiro no Líbano e depois na Grécia. Em 1939, mudou-se para Paris. Lá, ele conviveu com a "intelligentsia" parisiense da época, junto dos escritores Jean-Paul Sartre e Jean Genet e dos poetas André Breton, Jacques Prévert e Robert Desnos. Em 1947 criou o cabaré "La Rose Rouge", trampolim para inúmeros artistas, depois se casou com a atriz Anouk Aimée, com quem teve uma filha, Manuela. Em 1950, ele produziu e financiou o filme de Jean Genet, "Un Chant d'Amour", com fotografia assinada por Jean Cocteau, mas a única obra cinematográfica do cáustico escritor foi censurada e estreou apenas em 1975. Em 1957, deixou a França e partiu para os Estados Unidos, mudando-se para Nova York, onde conheceu a modelo alemã Christa Päffgen, que pegou emprestado seu nome, tornando-se a lendária Nico, musa de Andy Warhol e do Velvet Underground. De volta a Paris, ele realizou em 1962 seu primeiro filme, "Les Abysses", sobre a peça de Genet, "Les Bonnes", inspirada na história real das irmãs Papin. O filme foi apresentado no festival de Cannes no mesmo ano e escandalizou. Em 1967, ele rodou "Os Pastores da Desordem" que denunciou o regime dos coronéis gregos. Mas o filme, que estreou em 1968, foi um fracasso. Papatakis, nesta época marido da atriz grega Olga Karlatos, estreou na política, ao se opor à ditadura dos coronéis na Grécia. Em 1975, seu filme explosivo "Gloria Mundi", que falava da tortura na Argélia, foi retirado de cartaz após um atentado a bomba ao cinema Marbeuf. Com "Les Equilibristes", em 1991, um retrato amargo de Jean Genet, vivido por Michel Piccoli, ele enfureceu os admiradores do autor. "Papatakis era um homem universal. Ele construiu sem cessar pontes entre a África e a Europa, entre a Grécia e a França, entre a França e os Estados Unidos", declarou o ex-ministro francês da Cultura, Jack Lang.

Governo colombiano informa que as Farc planejaram sequestros no Exterior

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc, organização terrorista e traficante de cocaína) planejaram desde 2003 sequestros no Paraguai, Peru e Venezuela para reforçar seus cofres, no momento em que o grupo começava a enfrentar uma ofensiva militar sem precedentes por parte do governo, disse o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, na quinta-feira. Santos divulgou emails datados de 2003 a 2009, encontrados em computadores que pertenciam ao chefe terrorista Jorge Briceño, o "Mono Jojoy," morto em setembro em um bombardeio. "Organizar o trabalho de tal forma que não haja possibilidades de vincular às Farc", sugere uma das mensagens citadas em um documento distribuído por Santos. "Aí está claríssimo como fazem as coisas e depois se escondem para que não os culpem", afirmou o presidente Juan Manuel Santos. Um dos emails cita a possibilidade de sequestrar o dono de um banco de Aruba e Curaçao, que seria recebido perto da cidade venezuelana de Maracaibo. Outra mensagem, remetida pelo terrorista e traficante de cocaína Raúl Reyes, revela o pagamento de um resgate de 300 mil dólares, em 2003, pela família de um refém no Paraguai. O documento sugere uma relação entre as Farc e o Partido Pátria Livre, do Paraguai, acusado de cometer no final de 2004 o sequestro de Cecília Cubas, filha do ex-presidente paraguaio Raúl Cubas. A mulher apareceu morta meses depois, e já havia suspeitas de ligação dos terroristas das Farc com o caso. "No Paraguai existem boas condições para os trabalhos financeiros conjuntos, compra de armas e organização de redes de apoio. Os controles na fronteira para se mover do Paraguai para o Brasil ou a Argentina são mínimos," disse o mesmo email. Outra comunicação, de maio de 2009, revelava o plano de sequestrar um empresário no Peru e exigir um resgate de 4 milhões de dólares. Segundo Santos, os documentos mostram também vínculos e apoio às Farc por parte do chamado Movimento Continental Bolivariano, criado na Venezuela. "Tudo isso significa que as Farc estão desesperadas para voltar a ganhar credibilidade e espaço internacional, inclusive para promover todos os protestos sociais, participar dos protestos sociais, estruturar uma rede de inteligência que chamaram de Continental Bolivariana. Querem jogar em nível internacional," disse Santos. Estados Unidos e União Européia qualificam o grupo como terrorista, mas a imprensa brasileira trata estes terroristas em suas matérias como se fossem românticos rebeldes, românticos guerrilheiros, a la Che, o ícone da esquerdopatia.

Protesto em Buenos Aires deixa ao menos 8 feridos e vários detidos

Um protesto liderado pelo Partido Operário (trotskista) provocou pancadaria nesta quinta-feira em uma estação de trens de Buenos Aires, deixando oito feridos e vários detidos. Os incidentes começaram após o Partido Operário bloquear a ferrovia, deixando centenas de passageiros à espera na estação Constitución, onde jovens militantes da ultra-esquerda passaram a atacar a polícia com pedras e a saquear lojas. A polícia reagiu e o confronto se tornou uma verdadeira batalha campal, de quase uma hora. Agentes da tropa de choque utilizaram jatos d'água para dispersar os manifestantes e detiveram vários jovens. "Há oito feridos, incluindo três policiais. Ainda não temos o número de detidos", disse à imprensa um funcionário do serviço municipal de emergências. O governo apresentará uma denúncia penal contra o Partido Operário (esquerda trotskista) por ter bloqueado a ferrovia durante sete horas, revelou o secretário dos Transportes, Juan Pablo Schiavi. O protesto exigia a integração de trabalhadores temporários no quadro permanente de empregados da ferrovia.