sábado, 24 de maio de 2014

CSN MANTÉM PROCESSO DE RECOMPRA DE AÇÕES COM NOVO PROGRAMA

O Conselho de Administração da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) aprovou na sexta-feira a abertura de novo programa de recompra de ações, o terceiro anunciado neste ano. O novo programa foi aprovado no mesmo dia em que o segundo processo de recompra foi encerrado. Desta vez, a empresa se propõe a adquirir até 58.326.161 ações, ou 8,3% do total de cerca de 702 milhões de papéis em circulação no mercado Em meados de março, o conselho da CSN aprovou recompra de até 70,2 milhões de ações, e, em 15 de abril, continuou o processo com novo programa envolvendo cerca de até 67,86 milhões de papéis. A ação da CSN encerrou na sexta-feira em queda de 0,23%, a 8,68 reais, queda de 3% em relação à cotação de 15 de abril. O novo programa de recompra vai até 25 de junho.

GOVERNADOR DO RIO DE JANEIRO ANUNCIA 6 UPPs NO CONJUNTO DE FAVELAS DA MARÉ ATÉ O FIM DO ANO

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), afirmou que o complexo de favelas da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, que está ocupado desde 5 de abril por 2.700 homens do Exército, vai receber até o fim deste ano pelo menos seis Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). De acordo com o governador, a meta inicial era instalar 40 UPPs até o fim desta gestão, mas ele pretende que cheguem a 45. Pezão inaugurou na sexta-feira a 38ª UPP, na favela da Vila Kennedy. Essa foi a primeira unidade que ele inaugura desde que assumiu o cargo, em 4 de abril, substituindo Sérgio Cabral. A favela da Vila Kennedy foi ocupada em março pelas forças de segurança. A UPP inaugurada na sexta conta com 250 policiais militares e vai beneficiar 40 mil moradores. Apesar do clima de festa, alguns moradores criticaram a maneira como a polícia age "depois que o governador vai embora".

DILMA ESTARÁ PRESENTE EM TRÊS JOGOS DA COPA DO MUNDO, AS VAIAS JÁ PODER SER PROGRAMADAS

A presidente petista Dilma Rousseff vai acompanhar pessoalmente pelo menos três jogos da Copa do Mundo. Ela estará  presente na abertura do Mundial, no Itaquerão, em São Paulo, quando terá a companhia de Zoran Milanovic, presidente da Croácia, adversário do Brasil na partida inaugural. Depois de ser vaiada ao lado de Joseph Blatter na Copa das Confederações, Dilma não discursará na abertura. Após a presidente irá assistir ao primeiro jogo do Grupo G, entre Alemanha e Portugal, em 16 de junho, na Fonte Nova, em Salvador. Ela estará ao lado da chanceler alemã Angela Merkel e do primeiro-ministro português Pedro Passos, que virão ao Brasil prestigiar a estréia de suas seleções. Por fim, Dilma também vai acompanhar a final do Mundial, em 13 de julho no Maracanã. A partida deverá contar com a presença de diversos chefes de Estado, como o russo Vladimir Putin, o chinês Xi Jinping e o sul-africano Jacob Zuma. No dia seguinte à decisão, o trio seguirá para Fortaleza para uma reunião do BRICS.

ASSESSORA DO FILHO DO BANDIDO PETISTA MENSALEIRO JOSÉ DIRCEU É PRESA POR TENTATIVA DE GOLPE NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Lucy Mary Silvestre Esteves, assessora do deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR),  filho do bandido petista mensaleiro José Dirceu, foi presa em flagrante na sexta-feira ao usar um alvará com assinatura falsa do juiz Márcio Augusto Perroni, para sacar R$ 30 mil reais de um suposto pagamento de ordem judicial na Caixa Econômica Federal. Após a prisão, o petista Zeca Dirceu divulgou uma nota anunciando a exoneração da assessora. As investigações estão a cargo das polícias Civil e Federal, mas a a acusada está detida nas dependências da Polícia Civil de Umuarama, interior do Paraná. Ao ser presa, a assessora revelou ser contratada pela Câmara Federal, mas prestar serviços ao escritório de Zeca Dirceu de Umuarama.

ANA AMÉLIA ANUNCIA COLIGAÇÃO PP-PSDB-SDD NO RIO GRANDE DO SUL E CONFIRMA APOIO A AÉCIO NEVES

O senador Aécio Neves, candidato do PSDB a presidente, chegou com duas horas de atraso a Porto Alegre, mas foi recebido por 3 mil militantes e dirigentes do PP, PSDB e Solidariedade na Assembléia do Rio Grande do Sul, onde os três partidos anunciaram que estarão coligados para as eleições de outubro. Os atos públicos realizados no Teatro Dante Barone registraram de verdade uma espécie de pré-lançamento da candidatura de Aécio Neves e da senadora Ana Amélia no Rio Grande do Sul. Além do teatro, também o hall de entrada, a rampa de acesso e boa parte da Praça da Matriz estavam superlotados. Aécio Neves e Ana Amélia Lemos comandaram uma coletiva de imprensa e depois foram aos discursos no teatro. Junto com Aécio Neves, também veio ao Rio Grande do Sul o presidente do Solidariedade, o deputado federal Paulinho da Força. Também estiveram em Porto Alegre delegações de outros Estados, como de Santa Catarina, esta comandada por Espiridião e Ângela Amin. Os líderes locais do PP, PSDB e SDD compareceram em peso ao evento na Assembléia, inclusive a ex-governadora Yeda Crusius, PSDB.

FORTUNATI COLOCA NA PROCEMPA UM PETISTA XIITA

O novo presidente da Procempa, a estatal municipal de tecnologia da informação de Porto Alegre, o petista xiita Mário Teza, assumiu o cargo na sexta-feira. O prefeito José Fortunati resolveu entregar sua principal companhia ao controle de um dos líderes do partido que mais o hostiliza na Câmara de Vereadores, o PT. A cerimônia de posse foi tão sintomática que teve até a presença dos petistas Olívio Dutra e Sereno Chaise. Ou seja, fica evidente que José Fortunati, como uma gestão completamente desmoralizada, pela incompetência e falta de planejamento, pelo destroçamento das finanças públicas, acossado, fez um acordo com o PT e com os petistas. Ou seja, José Fortunati se rendeu ao PT. O que não é de estranhar, porque ele tem alma petista. Toda a inteligência da prefeitura, portanto também todos os dados e cadastros, estão agora colocados sob o comando de um dos mais importantes e xiitas líderes da área de Tecnologia da Informação do PT no Brasil. Vale dizer, o PT e o peremptório petista "grilo falante" dominam agora a Procergs e a Procempa, são controladores de todas as informações sobre os gaúchos no Estado do Rio Grande do Sul. Não é a primeira vez que Fortunati escolhe um líder do PT. Na EPTC , ele nomeu Vanderlei Capellari para o cargo de presidente. Teza é servidor do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), mas desde 1985 cumpre tarefas partidárias dentro do PT. Foi vice-presidente da Procergs e superintendente regional da Dataprev. Nos últimos três anos, foi o diretor geral da Campus Party no Brasil. Também é um dos fundadores do Fórum Internacional Software Livre e membro do Comitê Gestor da Internet no Brasil.

SECRETÁRIO DO PREFEITO HADDAD BANCOU UM TERÇO DA CAMPANHA DE DEPUTADO PETISTA QUE FOI ASSALTANTE

O PT de São Paulo ficou em maus lençóis com as denúncias de que seu deputado estadual Luiz Moura foi um assaltante condenado a 12 anos de cadeia. Mais do que isso, de que estava em reunião em cooperativa de transportes coletivos de São Paulo na qual a polícia civil deteve 13 membros do PCC. O secretário municipal de Transportes de São Paulo, o petista Jilmar Tatto, bancou quase um terço da campanha a deputado estadual do ex-assaltante Luiz Moura (PT), em 2010. O parlamentar, que explora o serviço de transporte na capital, foi flagrado pela polícia num encontro com integrantes da facção criminosa PCC na sede da cooperativa da qual faz parte, a Transcooper. Sozinho, o secretário de Fernando Haddad (PT) fez 23 doações à campanha de Moura, totalizando R$ 201 mil, ou 29% de tudo o que a sua candidatura arrecadou naquela campanha. O petista elegeu-se com 104.705 votos. Jilmar Tatto se limitou a dizer que sua resposta era a mesma enviada na quinta-feira pela Secretaria de Transportes. "A relação política que o secretário Jilmar Tatto tem com o deputado Luiz Moura ocorre no âmbito institucional e democrático, da mesma forma que com os demais parlamentares do PT e de outras legendas", diz a nota. O deputado participou de uma reunião, em março, em que estavam presentes ao menos 13 membros da facção criminosa PCC, segundo investigações da Polícia Civil. Esta família Tatto era bem suburbana na cidade de São Paulo, gente bem pobre. Cresceu através da militância nas famigeradas e petistas comunidades eclesiais de base, da Igreja Católica, as mesmas que geram aquela flor petista chamado Silvinho "Land Rover" Pereira, o bandido mensaleiro petista que fez acordo admitindo culpa e pagou umas cestas básicas.

TSE PUNE PT PELA TERCEIRA VEZ POR PROPAGANDA ILEGAL, PARTIDO POR SER PUNIDO POR CRIME ELEITORAL

A ministra Laurita Vaz tomou na sexta-feira a terceira decisão em menos de um mês contra propagandas do PT. As três atendem a ações apresentadas pelo PSDB. Na quarta-feira, a ministra do Tribunal Superior Eleitoral suspendeu o comercial do PT que fazia referência aos "fantasmas do passado" e agora, ela impediu que o filme seja reproduzido na inserção nacional que irá ao ar no dia 10 de junho. Os tucanos pedem ainda a cassação do programa partidário do PT no segundo semestre desse ano e multa ao diretório nacional do partido e à presidente Dilma Rousseff; ação ainda não foi julgada.

PREMIER TURCO CRITICA IMPRENSA DA ALEMANHA

O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, criticou os meios de comunicação alemães em um discurso para cerca de 15 mil pessoas no oeste da Alemanha neste sábado. Falando a uma multidão em uma arena esportiva em Colônia, Erdogan usou um tom duro ao dizer que jornalistas alemães haviam conspirado com publicações contra o governo da Turquia ao retratar uma imagem imprecisa do desastre na mina de Soma, que deixou mais de 300 mortos no início neste mês. "Alguns meios de comunicação na Alemanha começaram imediatamente a caluniar após o acidente em Soma, tentando se beneficiar dele", disse Erdogan. "Vale ressaltar que alguns meios de comunicação em nosso país estavam em coordenação com eles". Erdogan foi a Colônia para celebrar o 10º aniversário de uma organização com ligações ao partido governante AKP. Mas muitos dizem que ele estava no local para angariar apoio para o AKP antes das eleições presidenciais, previstas para agosto. Há expectativas de que o premiê concorrerá ao cargo, embora a candidatura não tenha sido oficializada. Uma mudança na lei em 2012 permite que turcos que vivem no Exterior votem pela primeira vez nas eleições nacionais. Com cerca de dois milhões de habitantes vindos da Turquia, a Alemanha é o lar de uma das maiores diáspora turcas do mundo. A visita de Erdogan aumentou as tensões entre a Alemanha e o governo da Turquia. Políticos alemães, incluindo o presidente Joachim Gauck, criticaram recentemente o que consideraram uma posição autoritária de Erdogan. O governo turco também tem sido alvo de críticas pesadas na mídia alemã devido à repressão das autoridades contra protestos ocorridos após o desastre na mina de Soma, em 13 de maio. Na semana passada, a revista semanal alemã Der Spiegel disse que foi forçada a retirar um correspondente da Turquia depois de receber ameaças de morte. Segundo o jornal, o jornalista era alvo de retaliação após publicar um artigo sobre o desastre de mineração na Turquia.

AÉCIO NEVES DIZ QUE ELEIÇÕES NÃO PODEM PRIORIZAR TROCA DE ATAQUES

O senador Aécio Neves (PSDB) disse, neste sábado, esperar que a eleição presidencial não se caracterize em troca de ataques entre situação e oposição. "Não é o caminho que queremos. Se eles (PT) querem oferecer o medo, nós vamos oferecer esperança", disse, lembrando indiretamente o vídeo sobre "fantasmas do passado" divulgado pelo PT recentemente na internet. O candidato viajou a Porto Alegre para a cerimônia que oficializou a aliança do PSDB e do Solidariedade com o PP no Rio Grande do Sul e também lançou a pré-candidatura da senadora Ana Amélia Lemos, do PP, ao governo gaúcho. Aécio Neves foi questionado durante a entrevista coletiva no evento por jornalistas esquerdistas sobre as calúnias do esgoto petista na Internet de que seria usuário de drogas, quando o petismo é o grande defensor da droga, da drogadição e do tráfico de drogas. Segundo Aécio Neves, isso faz parte da "estratégia de guerrilha na internet" que pretende fazer o assunto repercutir na grande imprensa. É o "submundo da política nas redes sociais", afirmou. O senador mineiro disse que tem uma história de vida digna e honrada da qual se orgulha e que, mesmo sendo acusado pelo PT há muito tempo, se tornou "especialista" em derrotar o partido nas eleições.

MARCOS VALÉRIO CONCLUI CURSOS NA PENITENCIÁRIA DA PAPUDA E ABATE 23 DIAS DE PRISÃO

Condenado a 37 anos e 5 meses e 6 dias de cadeia no julgamento do Mensalãodo PT, o publicitário mioneiro Marcos Valério obteve redução de 23 dias na pena por ter completado dois cursos enquanto esteve preso no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Marcos Valério assistiu a aulas à distância de "inglês para iniciantes" e de "direito constitucional" do Centro de Educação Profissional (Cened), que possui convênio com o governo do Distrito Federal. Ele foi aprovado após fazer testes de conhecimento na Papuda. A Vara de Execuções Penais do Distrito Federal comunicou sobre o abatimento da pena de Marcos Valério em ofício enviado ao Supremo Tribunal Federal. Em abril, o bandido mensaleiro teve quinze dias de prisão descontados por causa das 180 horas de aula de direito constitucional. Ele estudou a disciplina entre janeiro e março deste ano. Marcos Valério já havia conseguido abater oito dias do tempo de cadeia a que foi condenado em função de 100 horas de aulas de inglês para iniciantes. Ele obteve o diploma entre novembro e dezembro do ano passado. Operador do mensalão, Marcos Valério foi condenado por corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Ele deve ser transferido para a Penitenciária Nelson Hungria, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a pedido da defesa.

DILMA ENVIA PROPOSTA AO CONGRESSO DE PARTICIPAÇÃO POPULAR NA REFORMA POLÍTICA

A presidenta petista Dilma Rousseff anunciou neste sábado, em Brasília, que encaminhou ao Congresso Nacional uma proposta de participação popular no processo de reforma política. “Encaminhei ao Congresso uma proposta de participação popular para que todos possam participar do processo de reforma política. Estou convencida que sem a força da participação popular não teremos a reforma política que o Brasil exige e necessita”, disse ela discurso no 17º Congresso da União da Juventude Socialista (UJS). Ela ressaltou a importância da educação no processo de desenvolvimento do País, e fez questão de mencionar vários programas do governo na área, como o Programa Universidade para Todos (ProUni), o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), além de citar os números do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), divulgados na manhã deste, quando foram registrados 9,5 milhões de inscritos.

CORREGEDORIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO MATO GROSO AFASTA PROMOTOR DE JUSTIÇA CITADO NA OPERAÇÃO ARARATH DA POLÍCIA FEDERAL

A Corregedoria-Geral do Ministério Público de Mato Grosso afastou “temporariamente” o promotor Marcos Regenold das funções que exercia no Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) após ele ter sido citado no inquérito do Ministério Público Federal por ligações com o ex-secretário de Estado, Eder de Moraes, investigado pela Operação Ararath e preso em Brasília. Segundo nota do Ministério Público do Estado, “a medida visa assegurar imparcialidade, transparência e impessoalidade na apuração dos fatos”. A casa do promotor e seu gabinete no Gaeco foram vasculhados pela Polícia Federal na terça-feira. Segundo os autos, na fase anterior da Operação Ararath, Eder Moraes ligou para Regenold enquanto agentes federais faziam busca em sua casa.

ENEM BATE RECORDE DE INSCRITOS; MARCA ULTRAPASSA 9,5 MILHÕES

O número de inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) chegou ao recorde de 9,519 milhões este ano, com crescimento de 21,8% em relação a 2013 (7,834 milhões). Somente na sexta-feira, último dia de inscrições, foi 1,8 milhão de inscritos. Os dados divulgados no sábado são preliminares e dependem da confirmação do pagamentos da taxa de inscrição até a próxima quarta-feira. No Sudeste, foram 3,407 milhões de inscritos; no Nordeste, 3,062 milhões; no Sul, 1,159 milhão; no Norte, 1,033 milhão, e no Centro-Oeste, 857,195 mil. O ministro da Educação, Henrique Paim, destacou o crescimento das inscrições em Estados da Região Nordeste. O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), José Francisco Soares, alertou para o prazo de pagamento da taxa de inscrição de R$ 35,00 que vai até a próxima quarta-feira.

MAIS AUTORIDADES SÃO ALVOS DA OPERAÇÃO ARARATH

A decisão do ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, de determinar sigilo da Operação Ararath, da Polícia Federal, foi para não prejudicar as investigações. Segundo fontes da Polícia Federal, este é um dos mais importantes casos de corrupção dos últimos tempos, que tem como alvos várias autoridades dos três poderes. Foram presos o deputado José Riva (PSD) e o secretário da Fazenda do Mato Grosso, Éder Moraes, e o governador Silval Barbosa (PMDB) teve a casa revistada. Há anos José Riva se reveza na presidência da Assembleia Legislativa, autêntica central da corrupção, em parceria com Silval Barbosa. Outro figurão citado nas investigações é o senador Blairo Maggi (PR-MT), bilionário que já foi considerado maior produtor de soja do mundo. O esquema de corrupção no Mato Grosso seria ligado ao “comendador Arcanjo”, bandido hoje na prisão de segurança máxima de Porto Velho (RO). Ararath é sequência da Operação Arca de Noé, de 2002, contra o crime organizado, com 13 presos, que resultou na condenação de Arcanjo.

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL ACUSA GOVERNO DO PT DE SUPERFATURAR ESTÁDIO MANÉ GARRINCHA EM R$ 431 MILHÕES

Agnelo Queiroz, governador petista do Distrito Federal, o maior responsável pelo superfaturamento de R$ 431 milhões no estádio Mané Garrincha. Como se pode ver, um dos mais chegados companheiros de Dilma Rousseff. Considerado exemplo de legado pelo secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, o Estádio Mané Garrincha, em Brasília, foi superfaturado desde as primeiras planilhas orçamentárias, como detectou uma investigação que acabou abortada. Orçado inicialmente em R$ 745 milhões, o estádio custou R$ 1,6 bilhão no fim das contas. Há dois meses, relatório preliminar do Tribunal de Contas do Distrito Federal apontou superfaturamento de R$ 431 milhões nas obras da arena. A reforma do Mané Garrincha começou a ser posta em prática em julho de 2010 e, pouco tempo depois, a Controladoria Geral da União deu início à auditoria nas primeiras planilhas do projeto. De cara, a CGU encontrou preços unitários contratados com valor acima de mercado. De uma amostra de R$ 383,1 milhões, os auditores constataram um sobrepreço de R$ 43 milhões — 11,2% do montante. Como o Mané Garrincha acabou não tendo financiamento do BNDES, a Controlador Geral da União foi excluída do monitoramento das obras. Autoridades que atuaram na fiscalização relatam uma “pressão política” para o afastamento do órgão de controle. A CGU diz oficialmente ter sobrestado os trabalhos quando considerou haver “ausência de competência” para analisar uma obra que não contaria com recursos federais. Inicialmente, estava previsto um empréstimo de R$ 400 milhões do BNDES. Em maio de 2011, diante da constatação da inexistência da operação de crédito, a CGU se afastou das investigações. O estádio contou integralmente com recursos do governo do Distrito, uma situação exclusiva dentre as arenas das 12 cidades-sedes, e se mostrou o estádio mais caro da Copa. Recursos exclusivos do governo do Distrito Federal é um eufemismo. Brasília não tem receita, vive do que recebe da União, que paga seus gastos. Os auditores da CGU fizeram outros três apontamentos nos primórdios das obras, além do sobrepreço de R$ 43 milhões. O fato de o estádio ter sido licitado como ampliação e reforma permitiria “aditamentos contratuais em até 50% do valor originalmente previsto”. A investigação detectou “alocação excessiva de mão de obra” na instalação de equipamentos, como o ar-condicionado multi-sistem. Seriam necessárias 455 horas de trabalho para a instalação, mas o preço unitário da empresa contratada considerou 3.048 horas.  Além disso, existiam “discrepâncias” entre a especificação de serviços no memorial descritivo e na planilha licitatória.

"LARANJA" DE PAULO ROBERTO COSTA DIZ QUE TROUXE PARA O BRASIL EMPRESA QUE ESTÁ NO PAÍS HÁ 100 ANOS, E QUE POR ISSO RECEBIA GORDAS COMISSÕES

A revista Época está nas bancas com mais uma denúncia demolidora contra a Petrobras, fruto da apreensão de 36 pen drives no apartamento do ex-diretor de Abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa, recentemente libertado pelo ministro Teori Zavascky. Este ministro do Supremo foi indicado por Dilma que, como todos sabem, era presidente do Conselho de Administração da companhia quando lá aconteceram os maiores escândalos. Época, em matéria de Diego Escosteguy, analisou apenas um dos casos em que Paulo Roberto Costa, através de "laranjas", recebia propina para fechar contratos. A empresa envolvida é uma gigante da logística global, a Maersk. O "laranja" neste contrato, segundo a revista, era Wanderley Gandra. E não era apenas um parceiro de negócios. Gandra jogava buraco em mesas organizadas por Paulo Roberto Costa. Eram amigos. Pelo contrato, uma empresa ligada à Maersk se comprometia a pagar a comissão de 1,25% a Gandra, por carga transportada no navio DS Performer. Outros 1,25% deveriam ser pagos à Maersk do Brasil, subsidiária da empresa dinamarquesa. Nos anos seguintes, contratos semelhantes foram fechados. Como justificativa para o recebimento de comissões, Gandra declarou à revista que a intermediação de contratos da Petrobras com a Maersk é uma “coisa perfeita, absolutamente normal”. “O que tem de errado? A empresa paga todos os impostos". Ele disse ter sido o responsável por trazer a Maersk para o Brasil. “Expliquei que o Brasil tinha potencial muito grande". Segundo reportagem publicada na Revista Exame em abril de 2013, a Maersk completou 100 anos de atividades no Brasil. Lá está que a empresa investiu U$ 2,2 bilhões para construir 16 navios. Justamente os navios que a Petrobras contrata, pagando propina para mais um "laranja" do ex-diretor da Petrobras.

DILMA GASTA R$ 1,9 BILHÃO EM SEGURANÇA PARA A COPA DO MUNDO, ESSE É O CUSTO PARA CONSTRUIR 50 PRESÍDIOS DE SEGURANÇA MÁXIMA

Com R$ 1,9 bilhão poderiam ser construídos 50 presídios de segurança máxima - o Brasil só tem quatro! - com capacidade para manter presos mais de 10 mil bandidos da mais alta periculosidade. Traficantes. Membros de facções criminosas. Pedófilos. Simon Kuper, um inglês especializado em analisar os impactos da Copa do Mundo nos países, afirma: "Todos os economistas acadêmicos concordam que sediar uma Copa não ajuda sua economia. Você gasta muito dinheiro – no caso do Brasil, quase R$ 30 bilhões – e constrói coisas que você não precisa: os estádios e as estradas para chegar a eles. Relativo ao total do governo, o gasto com a Copa não é enorme. Não é uma catástrofe, mas também não é um impulso econômico – o que o governo brasileiro disse sobre isso nos últimos anos não é verdade. O povo brasileiro entende de economia como nenhum outro. Por isso, está nas ruas protestando não contra a Seleção Brasileira e o futebol, que a grande maioria ama. Contra um governo que deixa de fazer obras para criar palcos marqueteiros para um projeto de poder".

BLAIRO MAGGI AVISA: "VOU DEIXAR A POLÍTICA"

O senador Blairo Maggi (PR-MT) não será mais candidato ao governo do Mato Grosso em 2014. Quem avisa é o próprio parlamentar, que foi alvejado pela Operação Ararath da Polícia Federal. "Assim que terminar meu mandato de senador, encerro minha carreira", disse Maggi ao jornalista Hugo Marques, da revista Veja. "É muito complicado. Para você se enrolar, basta um descuido. Vou voltar para minha casa e vou ser feliz. Já dei minha participação nesse processo todo". Governador do Mato Grosso entre 2003 e 2010, Maggi vinha sendo pressionado a concorrer novamente em 2014. Um dos entusiastas de sua candidatura era o ex-presidente Lula, que prometia apoio do PT e engajamento em sua campanha. Recentemente, os dois estiveram juntos em Cuba, quando trataram do tema. No entanto, Maggi afirma que não disputará mais qualquer eleição. Segundo a Operação Ararath, o senador seria destinatário de empréstimos fraudulentos – o que ele nega. "Eu jamais fiz operação alguma com o intuito de receber recursos. Um amigo meu pediu um aval no banco. Fiz um favor, ele não conseguiu pagar e me cobra a dívida", afirma. Maggi diz também que não teria qualquer necessidade de simular empréstimos para receber US$ 380 mil. "Nosso grupo fatura uns US$ 5 bilhões por ano". Conhecido como "rei da soja", ele controla o grupo André Maggi, que é um dos maiores produtores e processadores de grãos do mundo. Com sua desistência, a eleição se torna menos previsível no Mato Grosso.

AÉCIO NEVES AFIRMA, "TEMOS PALANQUES MAIS SÓLIDOS DO QUE O PT"

O senador Aécio Neves (PSDB) afirmou que está consolidando, às vésperas das eleições, "um conjunto de alianças extraordinário Brasil afora". "Diria que 90% dos planos que tínhamos em relação a alianças conquistamos, consolidamos, como na Bahia, no Rio Grande do Sul. Acho que vamos largar, no momento efetivo que começa a campanha após a Copa do Mundo, muito bem. Os nossos palanques são mais sólidos que o conjunto dos palanques que o próprio PT tem hoje para disputar as eleições. No somatório, na média, temos palanques muito mais sólidos do que o nosso principal adversário, que é o PT", afirmou durante coletiva de imprensa na sexta-feira, em Niterói. Segundo Aécio Neves, no dia 5 de junho será realizado "um grande evento" no Rio de Janeiro, com a participação do PMDB, do PP, do PPS, do PSDB, do Solidariedade, do PSD, de apoio à candidatura tucana, "que representa grande parte dos parlamentares, a grande maioria dos prefeitos do estado do Rio, e ex-prefeitos". "A coisa vai tomando uma consistência com muita naturalidade e é isso que me agrada. As coisas naturais na política são aquelas que acabam dando certo, afinal", ressaltou. Segundo ele, o PMDB, é o grande organizador do ato. Questionado sobre as dificuldades na relação com o PSB, de Eduardo Campos, Aécio Neves minimizou, empurrando a responsabilidade de possíveis "rompimentos" para o agrupamento do ex-governador de Pernambuco. "No caso de Minas Gerais, o PSB não veio fazer uma aliança conosco na véspera da eleição. O PSB participa da nossa obra de governo há 12 anos, inclusive hoje, participa em áreas importantes do governo. Não é nem um acordo de troca de apoio, o que chegamos a conversar foi ‘vamos deixar que as coisas caminhem com naturalidade’. E o natural é que estejamos juntos. Se houver uma mudança de caminho, eu não fui comunicado ainda em relação a isso, será uma decisão exclusiva deles", afirmou.

RANKING DA PUBLICIDADE NO BRASIL

Certamente por uma mudança de estratégia por parte do novo controlador, o Casino, a Casas Bahia perdeu a posição de maior anunciante do Brasil, após onze anos. O dado é do ranking Agências & Anunciantes, que o Meio & Mensagem tornará público na segunda-feira. O novo líder é a Unilever, que investiu 1,546 bilhão de reais em propaganda em 2013. Outra surpresa do levantamento é o ainda desconhecido laboratório mexicano Genoma, que desembarcou no Brasil há apenas quatro anos. Já é o terceiro maior anunciante, com 989 milhões de reais em investimentos, uma cifra 279% maior que a do ano anterior, quando ocupava um modesto 24º lugar entre os maiores. Entre as agências, a Y&R confirmou sua liderança pelo 12ª ano consecutivo, seguida pela Borghi Lowe, que pulou do quinto para o segundo lugar. O maior salto do ranking, quem deu, entretanto, foi a paranaense Heads, que aumentou 241% o volume de compra de mídia em 2013 em comparação com 2012 (passou de 75 milhões de reais para 255 milhões de reais). As dez empresas que mais anunciaram em 2013: 1) Unilever - 1, 546 bilhão de reais; 2) Casas Bahia - 1,145 bilhão de reais; 3) Genomma - 989 milhões de reais; 4) Caixa Econômica Federal - 584,7 milhões de reais; 5) Ambev: 563,8 milhões de reais; 6) Petrobras - 498 milhões de reais; 7) Hypermarcas - 454,6 milhões de reais; 8) Volkswagen - 376,2 milhões de reais; 9) Reckitt -Benckiser - 367,1 milhões de reais; 10) Telefonica - 365 milhões de reais. As dez agências de publicidade que mais investiram em compra de mídia em 2013: 1) Y&R - 2,4 bilhões de reais; 2) Borghi Lowe - 1,2 bilhão de reais; 3) Ogilvy e Mather Brasil - 1,1 bilhão de reais; 4) Almap BBDO - 1 bilhão de reais; 5) WMcCann - 908,4 milhões de reais; 6) Publicis PBC Comunicação - 731 milhões de reais; 7) NBS - 730,1 milhões de reais; 8) F/Nazca S&S - 667,7 milhões de reais; 9)    JWT - 665 milhões de reais; 10) Africa - 622 milhões de reais.

CONTA ESTRATOSFÉRICA NO SETOR ELÉTRICO

Novos estudos, baseados em simulações que consideram o déficit atual de geração hídrica e o custo da energia do mercado livre, mostram que o vermelho das geradoras de energia em 2014 pode ser de 20 bilhões de reais. Somados ao déficit de 22 bilhões de reais das distribuidoras chega-se a estratosféricos 42 bilhões de reais. De onde virá tanta grana para ressarci-las? (Por Lauro Jardim)

ALBERTO YOUSSEF ERA MUITO MAIS DO QUE UM SIMPLES DOLEIRO, ELE TAMBÉM INDICAVA NOMES PARA CARGOS NO GOVERNO DA PETISTA DILMA ROUSSEFF

Alberto Youssef não era apenas (apenas?) o doleiro da turma da pesada de certos políticos e certas empresas. Também indicava afilhados a cargos públicos. Dentro do PP até a faxineira do partido sabe que Youssef indicou o atual presidente da CBTU, Francisco Colombo. Oficialmente, no entanto, passou a ser uma indicação do senador Benedito de Lira (PP-AL). (Por Lauro Jardim)

COMUNISTA RENATO RABELO DIZ QUE OPOSIÇÃO PREGA O "QUANTO PIOR, MELHOR"

Em discurso realizado neste sábado, em Brasília, o presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, acusou integrantes da oposição de fazerem uma campanha "do quanto pior, melhor". O discurso do dirigente foi feito ao lado da presidente Dilma Rousseff, no 17º Congresso da União da Juventude Socialista (UJS). "Hoje a tática deles é tentar atingir a presidente da República porque não apresentam projetos, não apresentam saídas. Esse é o objetivo deles, do quanto pior, melhor. Não podemos acreditar em gente desse tipo", disse Renato Rabelo. O dirigente também adotou o discurso do PT de que o projeto da oposição seria um retrocesso nas conquistas sociais. "Estamos diante de dois projetos, o de continuar as significativas mudanças e o risco de retrocesso. Por isso temos de ir adiante. O projeto da oposição é o projeto de voltar aos anos 90, projeto que nós chamamos de neoliberalismo. Não é o projeto que tem em conta o crescimento com distribuição de renda".

AÉCIO NEVES PROMETE COLOCAR A INFLAÇÃO NO CENTRO DA META SE FOR ELEITO

Em evento em Porto Alegre, neste sábado, o senador mineiro Aécio Neves, pré-candidato do PSDB à Presidência da República, criticou a política econômica do governo Dilma Rousseff. Segundo ele, um de seus objetivos, como presidente, seria manter a inflação no centro da meta, e não no teto. "Para nós, do PSDB, a tolerância com a inflação é zero", disse. Aécio Neves também revelou a intenção de reduzir a banda da meta de inflação dos atuais dois pontos porcentuais (para cima e para baixo) para um ponto porcentual. Ele também defendeu transparência na política fiscal e mais investimentos em infraestrutura. "O governo focou no consumo e se esqueceu de investir na oferta", disse. "O Brasil hoje tem muitas obras de infraestrutura paradas, e a intervenção do Estado criou muita insegurança jurídica". Sobre o Bolsa Família, Aécio Neves voltou a dizer que não pretende encerrar o programa, criado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. "O que faremos é qualificá-lo, porque entendemos as medidas de assistencialismo de uma maneira diferente. Para nós, do PSDB, o Bolsa Família é o ponto de partida, e para o PT é o ponto de chegada". Perguntado sobre as obras de preparação da Copa do Mundo, o senador afirmou que menos de 40% do que foi prometido aos brasileiros será entregue: "O legado será muito menor".

AÉCIO NEVES AFIRMA QUE QUER O HOMEM DO CAMPO COMO PARCEIRO, SE FOR ELEITO

O senador mineiro Aécio Neves, candidato à Presidência da República pelo PSDB, disse neste sábado que pretende fazer uma "grande parceria com o homem do campo", mapeando os grandes gargalos do País para garantir maior produtividade ao produtor. "O agronegócio será sem dúvida no nosso governo a grande alavanca do desenvolvimento econômico e social do Brasil". Ele fez as declarações em Porto Alegre, durante coletiva após participar de evento para oficializar a coligação do PSDB e do Solidariedade com o PP no Estado, e para lançar a pré-candidatura da Senadora Ana Amélia Lemos, do PP, ao governo gaúcho. "Sempre digo que o Brasil da fronteira para dentro é o país mais produtivo do mundo, o problema começa da fronteira para fora. Tenho certeza de que a senadora Ana Amélia vai avançar nisso", afirmou. "Vamos primeiro desmistificar a idéia de que o agronegócio é predador". Segundo ele, não fosse o resultado do agronegócio nos últimos anos o crescimento do Brasil teria sido ainda menor.

A PETISTA DILMA FICA SURPRESA COM CRÍTICAS DE RONALDO FENÔMENO AOS ATRASOS DO BRASIL PARA A COPA DO MUNDO

A presidente petista Dilma Rousseff ficou "chateada" e "surpresa" com as críticas do ex-jogador Ronaldo Fenômeno aos atrasos das obras para a Copa do Mundo que se inicia no próximo dia 12 de junho. A pessoas próximas, Dilma demonstrou "contrariedade" com as declarações consideradas "despropositadas" do ex-atacante, que ocupa posto de destaque no Comitê Organizador da Copa (COL) desde 2011. Mesmo com o mal estar causado, a ordem no Palácio do Planalto, neste primeiro momento, é não polemizar nem rebater publicamente as críticas de Ronaldo, considerado "fora de moda", mas com uma história no universo do futebol. "Ele que fale o que quiser", disse um auxiliar presidencial. As críticas de Ronaldo ocorrem após o ex-jogador ter postado, em abril, foto em uma rede social na qual chamou de "futuro presidente do Brasil" o candidato presidencial tucano e senador Aécio Neves (MG). Na avaliação interna do governo, se fosse para ter alguma resposta, deveria partir do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, considerado "pai da criatura" e apontado como padrinho da indicação do ex-atacante ao COL, à época comandado pelo então presidente da CBF, Ricardo Teixeira.

ALDO REBELO DIZ QUE RONALDO DEU "CHUTE CONTRA O PRÓPRIO GOL" AO CRITICAR A COPA

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, afirmou neste sábado que o ex-atacante da seleção brasileira Ronaldo, que é membro do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo, deu um "chute contra o próprio gol" ao afirmar que se sentia envergonhado com os atrasos nos preparativos para o Mundial. "A frase dita pelo Ronaldo, tomada de forma isolada, é um chute contra o próprio gol, já que ele foi parte do grande esforço para construir a Copa do Mundo", afirmou o ministro. "Esse grande evento não será motivo de constrangimento para o País que construiu a sétima economia do mundo e é o maior vencedor de todos os Mundiais. Estou seguro de que não só o Ronaldo, mas todos os brasileiros e turistas estrangeiros que vierem nos visitar terão orgulho, e não vergonha", acrescentou o ministro. Em entrevista à Reuters na sexta-feira, Ronaldo afirmou que sentia-se envergonhado com os atrasos e dificuldades do País nos preparativos para o torneio, mas defendeu que o Mundial não seja alvo de protestos e culpou os governos pelos problemas. "E de repente chega aqui é essa burocracia toda, uma confusão, um disse me disse, são os atrasos. É uma pena. Eu me sinto envergonhado, porque é o meu país, o país que eu amo, e a gente não podia estar passando essa imagem para fora", afirmou o ex-jogador.

PT E PCC ALGEMADOS PARA SEMPRE

Quem esquece os atentados de 2006, em plena campanha eleitoral em São Paulo, promovidos pelo PCC?  Tudo começa a fazer sentido.

O secretário municipal de Transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, bancou quase um terço da campanha a deputado estadual de Luiz Moura (PT) em 2010. O parlamentar, que explora o serviço de transporte na capital, foi flagrado pela polícia num encontro com integrantes da facção criminosa PCC na sede da cooperativa da qual faz parte, a Transcooper. Sozinho, o secretário de Fernando Haddad (PT) fez 23 doações à campanha de Moura, totalizando R$ 201 mil --ou 29% de tudo o que a candidatura arrecadou. O petista elegeu-se com 104.705 votos. Procurado na sexta-feira, Tatto se limitou a dizer que sua resposta era a mesma enviada na quinta-feira pela Secretaria de Transportes. "A relação política que o secretário Jilmar Tatto tem com o deputado Luiz Moura ocorre no âmbito institucional e democrático, da mesma forma que com os demais parlamentares do PT e de outras legendas", diz a nota. O deputado participou de uma reunião, em março, em que estavam presentes ao menos 13 membros da facção criminosa PCC, segundo investigações da Polícia Civil. Moura negou à TV Band que soubesse da presença de criminosos. "Graças a Deus, eu nunca tive ligação com nenhuma facção criminosa. Isso eu posso falar com a maior tranquilidade do mundo." A polícia investigava a série de atentados a ônibus ocorridos na cidade. O petista disse que o encontro tinha o objetivo de impedir uma greve: "Estava prestando um serviço à população [...] O que estão tentando atribuir à mim é perseguição política". A operação policial foi revelada pelo subsecretário estadual de Comunicação, Márcio Aith, durante o programa de José Luiz Datena, na TV Band, na quarta-feira. Entre os suspeitos do PCC no encontro, estava um dos ladrões do Banco Central no Ceará, em 2005, solto por ordem da Justiça. Desses 13 integrantes da facção, 11 não tinham ônibus ou ligação formal com a cooperativa e, assim, para a polícia, não tinham razões para estarem em reunião que, em tese, discutiria interesses da categoria. O deputado faz parte do conselho administrativo da cooperativa, segundo dados da Junta Comercial de São Paulo, embora sua assessoria diga que ele está afastado. A entidade tem três permissões de transporte na capital.
PASSADO
Na década de 1990, Moura foi preso por assalto a mão armada no Paraná. Após um ano e meio, ele escapou da prisão e ficou foragido por cerca de dez anos. Em 2006, conseguiu na Justiça sua reabilitação (ou seja, teve suas dívidas com a lei consideradas quitadas), e se filiou ao PT. Na gestão Marta Suplicy (2001-2004), atuou na organização do transporte coletivo, quando havia uma série de conflitos da prefeitura com perueiros clandestinos. Em 2012, a socialite Marta Suplicy, então candidata ao Senado, fez uma doação de R$ 35 mil a Moura. (Folha de São Paulo)