terça-feira, 5 de agosto de 2008

População queima delegacia e Forum após morte de jovem no Pará, e juiz foge pela janela

Revoltada com a morte de um adolescente de 16 anos por um policial militar, a população de Viseu, município paraense localizado na divisa com o Maranhão, foi para as ruas, invadiu e incendiou o fórum e a delegacia de polícia, depois de libertar todos os presos. O juiz da comarca, César Augusto Rodrigues, teve que pular o muro da casa onde mora, ao lado do fórum, para fugir do local. A casa dele foi saqueada. Todos os processos que estavam no local foram queimados, inclusive os eleitorais. Outros prédios públicos foram apedrejados e veículos destruídos pela multidão. Três militares envolvidos no crime foram afastados das funções e retirados da cidade. Foi preciso um reforço de 70 homens do Comando de Missões Especiais, de Belém, para restabelecer a ordem na cidade. O juiz precisou fugir da cidade de helicóptero, junto com outros funcionários. A morte do jovem ocorreu na noite de segunda-feira, quando policiais receberam denúncia anônima de que um grupo de jovens fumava maconha em uma rua do bairro Piçarreira, na periferia da cidade. Os militares foram para o local, mas ao dar voz de prisão ao rapaz, os agentes alegaram terem sido hostilizados pelo adolescente, que estaria empunhando uma faca. Um cabo disse que houve luta corporal com o jovem, e daí o tiro que matou o rapaz.

César Asfor Rocha é eleito presidente do Superior Tribunal de Justiça

O ministro César Asfor Rocha foi eleito, nesta terça-feira, o novo presidente do Superior Tribunal de Justiça, em substituição a Humberto Gomes de Barros, que se aposentou no último dia 21 de julho, após completar 70 anos. O ministro Ari Pargendler será o vice e Gilson Dipp foi o escolhido para o cargo de corregedor Nacional de Justiça. Dos 30 ministros do Superior Tribunal de Justiça, 29 compareceram a sessão do Pleno, que elegeu por unanimidade o novo presidente. César Asfor Rocha é mestre em Direito e já atuou como corregedor Nacional de Justiça e diretor da Revista do Superior Tribunal de Justiça. Ele ingressou no tribunal em 22 de maio de 1992, indicado pelo Conselho Federal da OAB. O novo presidente já passou pelos cargos de coordenador-geral do Conselho da Justiça Federal, de ministro e corregedor-geral eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral e de diretor da Escola Judiciária Eleitoral.

Exposição no Shopping Iguatemi vai mostrar oito carros do Museu da Tecnologia da ULBRA

Oito carros do Museu da Tecnologia da ULBRA serão expostos na Old Car Collection, no shopping Iguatemi, em Porto Alegre, a partir desta quarta-feira e até o dia 20 de agosto. Alguns dos mais notáveis modelos que poderão ser vistos é o Ford T 1919, considerado o carro do século XX e responsável pela introdução do processo de linha de montagem em grande escala por Henry Ford, símbolo do capitalismo moderno. Outro destaque é o modelo Austin Seven, de 1929, considerado um carro potente, que utilizava o motor de quatro cilindros em linha. Quem visitar a exposição também verá carros mais novos, como o Mercury Monterey, de 1954, pertencente à primeira geração, que durou de 1950 até 1956. Outro modelo que chama a atenção é o Triumph Stag, de 1973, que nasceu para concorrer diretamente com a Mercedes-Benz SL. As pessoas que desejarem podem procurar também o Museu da Tecnologia da Ulbras, em Canos, de terças-feiras a domingos, entre 10 e 17 horas, para ver in loco a maior coleção no Brasil de modelos de carros.

Bolívia à beira do conflito, já morreram dois

Pelo menos duas pessoas morreram e 33 ficaram feridas nesta terça-feira na Bolívia depois que a polícia tentou liberar uma estrada bloqueada por mineiros que protestavam contra o governo do cocaleiro trotskista Evo Morales. As mortes ocorreram em meio a um clima de crescente tensão entre seguidores de Evo Morales e seus opositores e a cinco dias da realização do referendo revogatório que decidirá a permanência ou não no poder de Morales e de oito governadores. As mortes ocorreram durante enfrentamentos entre os mineiros e os policiais na estrada que liga o Departamento de Cochabamba (no centro do país) aos Departamentos de La Paz e Oruro. O vice-ministro de governo, Rubén Gamarra, disse que os mineiros queimaram um ônibus e dinamitaram uma ponte. Os mineiros querem mudanças nos benefícios concedidos à categoria e contam com o apoio da central sindical COB (Central Operária Boliviana), a maior da Bolívia, nos protestos nas estradas. Também nesta terça-feira, o chamado Comitê Cívico (órgão que reúne desde políticos a empresários e trabalhadores) do Departamento de Tarija anunciou uma greve por tempo indeterminado, além de manifestações nas ruas. O protesto foi um dos motivos que levou Morales a pedir aos colegas da Venezuela, Hugo Chávez, e da Argentina, Cristina Kirchner, a desistissem da viagem que fariam, nesta terça-feira, a Tarija. O pedido foi feito minutos antes do embarque de Chávez e Cristina em Buenos Aires.

Senado Federal decide não entrar em recesso antes das eleições

O Senado Federal decidiu nesta terça-feira manter as atividades e evitar o "recesso branco" em parte dos dois meses que antecedem as eleições municipais. Os líderes partidários e presidentes de comissões permanentes, reunidos com o presidente do Senado Federal, senador Garibaldi Alves (PMDB-RN), comprometeram-se a dar presença e quórum nas sessões até o final de setembro. O Regimento Interno da Casa registra como facultativa a participação dos parlamentares na campanha eleitoral entre agosto e outubro, em seus Estados. Por um acordo feito na reunião a pauta do Senado Federal foi destrancada, passando a ser votadas três Medidas Provisórias que a estavam travando: a que cria uma tarifa social de energia elétrica; a que permite que sejam adicionados até 10% de farinha de mandioca na farinha de trigo dos estoques públicos, em uma tentativa do governo de baratear o custo do produto e de seus derivados, como pães e biscoitos; e a que cria a obrigatoriedade das concessionárias públicas de publicar balanço a cada dois meses.

Governadora Yeda Crusius tenta em Brasília mudar lei do piso para professores

A governadora Yeda Crusius foi a Brasília nesta terça-feira, para tentar mudar a lei do piso nacional para professores da rede pública. Ela contesta principalmente a reserva de 33% da carga horária para atividades extraclasse. Atualmente, esse percentual é de 20%. Caso a lei seja mantida como está, o Rio Grande do Sul será obrigado a contratar 27 mil novos professores. Segundo Yeda Cruisius, isso seria impossível. Depois de encontro com líderes do PSDB, a governadora se reuniu com senadores. O novo piso nacional para os educadores será de R$ 950,00 a partir de 2010.

Comissão de Ética pode paralisar processo contra Dilma Rousseff sobre venda da Varig

A Comissão de Ética Pública do governo Lula deve paralisar a análise do processo que investiga a conduta da ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, na operação de venda da Varig. O presidente da comissão, Sepúlveda Pertence (ex-ministro do Supremo), se declarou impedido de votar no processo contra Dilma Rousseff, o que na prática impede que o tema seja analisado pela comissão devido à falta de quórum qualificado para a análise do caso. Atualmente, a comissão é formada por apenas quatro integrantes dos sete originalmente indicados para o órgão. Três cadeiras estão em aberto sem ocupantes há mais de um ano. O esvaziamento é provocado, entre outros motivos, pelo fato do trabalho na comissão de ética ser "voluntário", sem qualquer remuneração para as funções. As únicas despesas pagas pelo governo para os integrantes da comissão são de locomoção e alimentação. As regras da comissão permitem que os seus integrantes se declarem impedidos nos casos em que não estão confortáveis para a análise. Não é mesmo uma maravilha? É uma comissão de faz-de-conta. No processo contra Dilma Rousseff relacionado à Varig, Pertence disse que foi motivado por razões de "foro íntimo" a não proferir o seu voto. Dilma Rousseff já encaminhou ao relator do processo, o padre José Ernanne Pinheiro, as suas explicações sobre o processo de venda da Varig. Aquela criancinha do maternal já sabe antecipadamente qual será o resultado. Êta teatrinho barato....

Comissão vai investigar chefe-de-gabinete de Lula por conversar sobre operação da Polícia Federal

A Comissão de Ética Pública do governo Lula vai investigar a conduta do chefe-de-gabinete do presidente Lula, Gilberto Carvalho, acusado de repassar informações privilegiadas ao ex-deputado federal petista Luiz Eduardo Greenhalgh durante a Operação Satiagraha, da Polícia Federal. O advogado Roberto Caldas, integrante da comissão, foi designado relator para analisar se Gilberto Carvalho descumpriu o Código de Conduta da Alta Administração Federal no episódio. Caldas disse que ainda não tem elementos para adiantar se Gilberto Carvalho fugiu à conduta esperada para o cargo. O relator afirmou que vai analisar, inicialmente, todo o material reunido sobre o tema, principalmente matérias jornalísticas. Em seguida, vai verificar a necessidade de pedir explicações ao chefe de gabinete ou mesmo convocá-lo para prestar esclarecimentos à comissão. Não se sabe por que o governo Lula tem tanto fervor por essas encenações. Stalin também gostava de levar o joguinho até o último ato. De qualquer forma, até uma criança do maternal sabe antecipadamente qual o resultado dessa patética investigação.

Polícia acha explosivos em sindicato na Grande São Paulo

Policiais do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) de Guarulhos (Grande São Paulo) encontraram na tarde desta segunda-feira explosivos e armas caseiras dentro da sede do Sincoverg (Sindicato dos Condutores de Guarulhos). Três diretores do sindicato foram indiciados e estão presos por manter artefatos explosivos sem autorização. Na sede do sindicato os policiais encontraram e apreenderam 35 rojões, quatro bombas caseiras, 16 recipientes (seis deles com pavios, utilizados como coquetéis molotov), 105 porretes, um revólver calibre 38 e um facão. "O Garra apurava alguns crimes ocorridos recentemente na região e, após investigações, fomos até lá com um mandado de busca e apreensão", afirmou o delegado-titular do Garra Douglas Dias Torres.