segunda-feira, 24 de março de 2014

STANDARD & POOR'S REBAIXA NOTA DE CRÉDITO DO BRASIL PARA BBB-

A agência de classificação de risco Standard and Poor's cortou a nota da dívida soberana brasileira, de BBB para BBB-. O Brasil está agora  a um degrau para ser considerado país de alto risco de não pagamento dos seus compromissos. Segundo a nota divulgada pela agência, "as ações contraditórias do governo, com implicações negativas para as contas públicas e a credibilidade da política econômica, somada às estimativas de desaceleração nos próximos dois anos, continuam a limitar a alternativas e o desempenho da economia brasileira". A agência havia alterado para "negativa" a perspectiva da nota brasileira em junho do ano passado — e, desde então, o mercado especulava sobre o rebaixamento. Na prática, a redução da nota de um país pelas agências de classificação de risco significa que seu acesso a crédito será menor e que os juros que paga serão maiores. O mercado, contudo, não espera que o Brasil tenha portas fechadas no curto prazo. "A nota do Brasil continua sendo a mais alta entre as de todas as grandes economias emergentes. No atual cenário global, é um país que ainda vale o risco para os investidores. O que a S&P fez hoje não mudará essa situação, na nossa avaliação", afirma Tony Volpon, economista-chefe da área de mercados emergentes do banco Nomura. A S&P reduziu a nota de crédito em moeda estrangeira de BBB para BBB-, enquanto a nota em moeda local caiu de A- para BBB+. Após o rebaixamento, a agência mudou a perspectiva de nota para "estável", o que significa que um novo rebaixamento não deve ser feito no curto prazo. A queda da nota do Brasil ainda não implica a perda do grau de investimento, contudo, coloca o País a apenas um passo de distância da categoria especulativa. A nota da S&P estava em BBB+ desde novembro de 2011. O rebaixamento se deve, sobretudo, à combinação de "derrapagem fiscal, perspectiva de execução fiscal fraca nos próximos anos, capacidade limitada de ajustes devido às eleições de outubro e certa piora das contas externas". Tais fatores, ligados essencialmente aos gastos públicos, são exacerbados pelas fracas perspectivas de crescimento econômico, diz a S&P.

POPULAÇÃO CARCERÁRIA NO BRASIL AUMENTOU MAIS DE 400% EM 20 ANOS

As cenas de prisões superlotadas, cercadas de violência e maus-tratos, que foram vistas recentemente no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão, refletem os problemas de todo o sistema carcerário brasileiro. Dados do Ministério da Justiça mostram o ritmo crescente da população carcerária no Brasil. Entre janeiro de 1992 e junho de 2013, enquanto a população cresceu 36%, o número de pessoas presas aumentou 403,5%. De acordo com o Centro Internacional de Estudos Penitenciários, ligado à Universidade de Essex, no Reino Unido, a média mundial de encarceramento é 144 presos para cada 100 mil habitantes. No Brasil, o número de presos sobe para 300. Isso tudo se chama manipulação de informação. O Ministério da Justiça deixa de dizer que, para cada preso na cadeia no Brasil, há outro criminoso já condenado que estão solto. E que o Brasil não constrói o número de cadeias necessário. O diretor-geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça, Augusto Eduardo Rossini, explica que o aumento de esforços de segurança pública é um dos fatores determinantes para o grande número de presos no Brasil. É mentira...... é claro que não, porque nunca a criminalidade foi tão alta no País, e isso só acontece porque a criminalidade está solta. Aliás, por que esse pessoal do Ministério da Justiça, controlado pelo PT, não diz quanto aumentou a massa carcerária durante o regime petista, nos últimos 10 anos?

ECONOMISTA ADMITE QUE REBAIXAMENTO PODE REDUZIR INVESTIMENTO ESTRANGEIRO NO BRASIL

O rebaixamento na nota para a economia do Brasil, anunciado nesta segunda-feira pela agência de classificação de risco Standard & Poor's, pode levar a uma redução de investimentos estrangeiros no País, apesar de o Brasil ainda manter o grau de investimento, também conhecido pelo termo em inglês "investment grade", mas agora com viés negativo. A avaliação é do economista Gilberto Braga, professor do Instituto Brasileiro de Mercados de Capitais (Ibmec-Rio). A agência de classificação de risco Standard & Poor's diminuiu a nota para a economia brasileira, de BBB para BBB-, a nota de risco em moeda estrangeira de longo prazo do país com perspectiva neutra, o que indica que a classificação não será rebaixada nos próximos meses. “Significa menos investimento estrangeiro para o País, na medida em que uma série de investidores internacionais têm regras para decisão de investimento e algumas dessas exigem que se tenha o investment grade ou investimento pleno. É um rebaixamento dentro do grau, que em vez de neutro, passa a ser um grau a menos. Isso certamente poderá afastar alguns investidores estrangeiros. Alguns fundos de pensão americanos exigem BBB pleno para cima”, disse Braga. Para o economista Fernando de Holanda Barbosa Filho, pesquisador da área de Economia Aplicada da Fundação Getulio Vargas (FGV), o rebaixamento da nota de crédito do Brasil “é fruto da política adotada pelo governo nos últimos anos”. Segundo ele, o governo não está cumprindo as metas de superávit primário desde 2009. Além disso, afrouxou a política fiscal, o que aumentou o risco do País. Ao mesmo tempo, a taxa de crescimento da economia não retomou o ritmo esperado.

RACISMO CONTRA O JOGADOR TINGA RENDEU APENAS UMA MULTINHA DE R$ 27.890,00 AO TIME PERUANO

Mais de um mês depois das ofensas racistas sofridas pelo jogador Tinga, do Cruzeiro, na Copa Libertadores, a Conmebol anunciou nesta segunda-feira uma graciosa multinha ao Real Garcilaso, do Peru, de 12.000 dólares (cerca de 27.890 reais) e uma advertência pelo episódio. O meia do Cruzeiro ouviu os torcedores peruanos imitarem sons de macaco antes de entrar no segundo tempo da derrota para o Garcilaso por 2 a 1, no dia 12 de fevereiro. Toda vez que Tinga tocava na bola, os insultos eram repetidos. A entidade também afirmou que, em caso de reincidência, o Real Garcilaso pode ter seu estádio fechado. Não diga.....Em nota, a Conmebol condenou o ato: “A Conmebol reitera seu compromisso de combater qualquer forma de discriminação e atos racistas em suas competições. Com esta prioridade, reforçamos a vigilância de todos os árbitros e dos delegados das partidas para advertir e denunciar este tipo de infração". Na súmula da partida, o árbitro José Argote não relatou nenhum tipo de atitude racista da torcida peruana. Pelo Regulamento Disciplinar da Conmebol, casos de discriminação durante jogos organizados pela entidade podem levar a perda de pontos e até a eliminação da competição. Essa Conmebol é uma grande inutilidade.

STANDARD & POOR'S TAMBÉM REDUZ NOTA DA PETROBRAS E DA ELETROBRAS

O rebaixamento do governo brasileiro, pela agência de classificação de risco Standard & Poor’s, teve reflexos na avaliação de empresas do País. As estatais Petrobras e Eletrobras também tiveram a nota reduzida de BBB para BBB-, com perspectiva estável, sem indicação de mudança nos próximos meses. As notas acompanharam a classificação do governo brasileiro, que também teve a nota reduzida de BBB para BBB-. Além da Petrobras e da Eletrobras, a mineradora Samarco, controlada pela Vale e pela mineradora anglo-australiana BHP, também foi rebaixada para BBB-. Mais cedo, a agência havia anunciado a redução da nota da dívida do governo brasileiro, com base no baixo crescimento econômico e na falta de clareza da política fiscal em ano de eleições. A Standard & Poor’s ressaltou ainda que o grau de endividamento das famílias fará o consumo crescer menos e que a confiança dos empresários está caindo, com reflexos na moderação dos investimentos privados.

REBAIXAMENTO DO BRASIL REFLETA PESSIMISMO DOS AGENTES ECONÔMICOS; LOBBY DO GOVERNO PETISTA PARA EVITAR REBAIXAMENTO DÁ ERRADO

A agência de classificação de riscos Standard & Poor’s rebaixou a nota do Brasil de BBB para BBB-. A decisão reflete o pessimismo dos agentes econômicos. Eu explico. Entre os dias 10 e 13 de março, Lisa Schineller, diretora da S&P, esteve no Brasil com a sua equipe, conversando com representantes do setor privado. Uma agência de rating, que avalia a capacidade de pagamento de governos e empresas, analisa os números, os dados técnicos, mas pesa também os fatores, digamos, humanos, políticos. Se há uma crença generalizada de que o governo vai fazer tudo certo, ainda que os números não estejam muito bons, a tendência é adiar o rebaixamento na expectativa de uma melhora. Se, ao contrário, a maioria aposta que o governo vai fazer tudo errado, então os números negativos apressam o rebaixamento. Foi o que aconteceu. Lisa e sua equipe colheram dos agentes econômicos do setor privado as piores impressões. Pouca gente confia no governo, e esse é um problema grave. O que é a chamada “classificação de risco”? As agências avaliam se há a possibilidade de o país em questão dar calote na sua dívida. Quando conclui que não há, o país passa para a categoria de “grau de investimento”. Ocorre que, dentro dessa categoria positiva, há 10 níveis: o menor bom nível da S&P é BBB- e o maior é AAA. Quanto mais alto estiver o país, menos juros ele paga para financiar suas operações no mercado internacional. O Brasil estava, segundo a classificação da S&P, no penúltimo dos bons degraus: BBB. Agora, passou para BBB-. Qual é o risco? Abaixo do BBB-, já se entra no grupo dos maus pagadores, que é chamado “Grau especulativo”. Também nesse grupo há degraus: no caso, são 11. O melhor dos piores é “BB+”. O pior dos piores é “C”. Segundo a Standard&Poor’s, o governo brasileiro está perdendo margem de manobra e está mais exposto a choques externos. Escreve a S&P: “A perspectiva de baixo crescimento reflete fatores cíclicos e estruturais, incluindo o nível de 18% de investimentos em relação ao PIB e a desaceleração no mercado de trabalho. Combinados, esses fatores configuram a capacidade reduzida de manobra do governo no caso de choques externos”. As agências de classificação de risco caíram em certo descrédito depois de 2008, com a crise das hipotecas nos Estados Unidos. Não sem razão. Por isso mesmo, elas têm sido mais rigorosas em suas avaliações. O governo tem recorrido a uma verdadeira guerra de propaganda para tentar evitar rebaixamentos da agências. Até o ex-ministro Delfim Netto, que já foi um saco de pancada do petismo no passado, entrou em campo. Delfim chegou a afirmar na semana retrasada, logo depois da passagem de Lisa pelo Brasil, que estava convicto de que a Standard & Poor’s não rebaixaria o Brasil porque o país faria o superávit de 1,9% do PIB e porque, segundo disse, a presidente Dilma teria mudado, estando disposta a corrigir os preços dos combustíveis e da energia elétrica, o que levaria a uma redução do consumo, afastando o risco de apagão. Parece que os representantes da S&P que andaram por aqui, a exemplo dos representantes do setor privado, estavam bem menos otimistas do que Delfim. No ranking da S&P, agora, o Brasil está a um nível do grau especulativo. A gente pode fazer uma de duas coisas: xingar as agências ou torcer para o governo arrumar as contas. Prefiro a segunda opção. Por Reinaldo Azevedo

PT DE SANTA CATARINA CONFIRMA A PRÉ-CANDIDATURA DE VIGNATTI AO GOVERNO ESTADUAL

O PT de Santa Catarina confirmou durante encontro no fim de semana a pré-candidatura de Claudio Vignatti ao governo do Estado. Também foram aprovados os nomes da ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, do deputado federal Décio Lima e do deputado estadual Jailson Lima para disputar a indicação do partido na corrida por uma cadeira no Senado. O ex-deputado federal Vignatti, que é presidente do partido no Estado, agradeceu o apoio dos filiados e outras lideranças e pediu unidade na construção de um projeto alternativo ao governo do PSD em Santa Catarina. "Vamos construir uma proposta de mudança para o Estado, vamos ganhar os catarinenses com um projeto de desenvolvimento", afirmou. É.... os brasileiros estão vendo qual é o projeto de desenvolvimento do petismo.

CHAVISTA DA ASSEMBLÉIA NACIONAL ANUNCIA CASSAÇÃO DE MANDATO DE DEPUTADA OPOSICIONISTA E A AMEAÇA COM A CADEIA. É A DITADURA, APOIADA POR NOSSO POLÍTICA EXTERNA DE CHANCHADA

Com a ajuda ativa do Brasil, ou com seu silêncio, o governo ditatorial da Venezuela segue a sua sanha literalmente assassina contra a população e contra os oposicionistas. Desde o dia 12 de fevereiro, quando tiveram início os protestos de rua, já são 36 os mortos. Nesta segunda, Diosdado Cabello, o presidente da Assembleia Nacional, um chavista ainda mais truculento do que Nicolás Maduro, anunciou que a deputada Maria Corina Machado, a mais dura voz contra o regime ditatorial, perdeu o seu mandato e a imunidade parlamentar. Cheio de orgulho, ele anunciou: “Ela pode ser presa a qualquer momento, sem aviso prévio”. Pois é! Qualquer um pode.

Não houve processo de cassação nem votação da Assembleia. Cabello decidiu, de forma pilantra, evocar dois artigos da Constituição venezuelana para anunciar a destituição. Explico.
Na sexta-feira passada, estava prevista uma intervenção de Maria Corina na assembléia da OEA, a Organização dos Estados Americanos. Manobras dos representantes de governos de esquerda, incluindo o Brasil, conseguiram retirar o tema Venezuela da pauta. O embaixador interino do Brasil na organização, o senhor Breno Dias da Costa, chegou a dizer: “O objetivo dessa reunião não é transformar-se num circo para uma plateia externa”. Breno é a prova mais contundentes de que a política externa brasileira virou uma palhaçada, sem nenhuma ofensa aos palhaços, é claro. Até porque não tenho dúvida de que, se vivo fosse, Arrelia faria melhor papel da OEA do que Breno. Arrelia tinha a cara pintada, mas não tinha cara de pau.
Volto a Corina. Como ela foi proibida de falar, a representação do Panamá, então, lhe cedeu a cadeira para que ela denunciasse as múltiplas violações aos direitos individuais e às liberdades públicas em seu país.
Dois artigos da Constituição venezuelana, o 149 e o 191, proíbem que deputados exerçam alguma outra função em caráter permanente ou que aceitem honrarias de governos estrangeiros sem prévia autorização da Assembleia. Ora, Maria Corina não fez nada disso. Um país ceder temporariamente a cadeira a um representante de outro é prática conhecida na OEA. A própria Venezuela já fez isso duas vezes: em 1989, muito antes do chavismo, permitiu que um panamenho denunciasse os crimes da ditadura do coronel Manuel Noriega. Em 2009, já com Chávez no poder, cedeu seu assento para Patricia Rodas, ex-chanceler de Honduras e porta-voz do maluco Manuel Zelaya.
Na Venezuela, já estão na cadeia Leopoldo López, líder do partido Vontade Popular, e os prefeitos Daniel Ceballos, de San Cristóbal, e Enzo Scarano, de San Diego. Agora Nicolás Maduro avisa, por intermédio de Cabello,  que Maria Corina será a próxima. Pelo Twitter, ela escreveu: “Senhor Cabello: eu sou deputada da Assembléia Nacional enquanto o povo da Venezuela assim o quiser”. Ela está no Peru para participar de uma seminário da Fundación Libertad, comandada pelo Nobel de Literatura Vargas Llosa, dedicada à defesa das liberdades individuais, tudo aquilo que não há mais na Venezuela. 

PETROBRAS BIOCOMBUSTÍVEIS, AQUELA QUE ERA DIRIGIDA PELO AGORA MINISTRO MIGUEL ROSSETTO, ESTÁ SENDO INVESTIGADA PELAS SUSPEITAS COMPRAS DE USINAS NO RIO GRANDE DO SUL E NO PARANÁ

A partir de um requerimento aprovado semana passada na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, o Tribunal de Contas da União deve abrir esta semana uma auditoria para analisar a associação do braço da estatal dedicado a biocombustíveis com a BSBios, de Passo Fundo. Principal voz da oposição no caso, o deputado federal gaúcho Luís Carlos Heinze (PP) avalia que houve superfaturamento em dois negócios envolvendo a Petrobras Biocombustíveis e a empresa gaúcha. A Petrobras Biocombustíveis era dirigida pelo agora ministro da Reforma Agrária, o petista Miguel Rossetto. No primeiro caso, as suspeitas se referem a uma usina de biodiesel em Marialva (PR). A BSBios comprou todo o empreendimento em maio de 2009 por R$ 37 milhões. Seis meses depois, a estatal gastou R$ 55 milhões para adquirir metade do negócio no Paraná. Em julho de 2011, a estatal voltou a desembolsar R$ 200 milhões para ficar com a metade das instalações da BSBios em Passo Fundo. Luis Carlos Heinze entende que as quantias pagas foram muito superiores aos valores de mercado. Amparado em consultas a empresas de grãos e fabricantes de equipamentos, sustenta que, com quantia entre R$ 180 milhões e R$ 190 milhões, seria possível construir duas usinas semelhantes à paranaense e à gaúcha. A Petrobras, no entanto, gastou R$ 255 milhões para ficar com metade dos dois empreendimentos. Na época, o investimento necessário para erguer uma usina semelhante as duas unidades envolvidas seria de cerca de R$ 60 milhões.

EXÉRCITO OCUPARÁ O COMPLEXO DA MARÉ, NO RIO DE JANEIRO. NA NOVILÍNGUA CABRALINA, O FRACASSO É UM SUCESSO! OU: NO ANO-SÍMBOLO DA DEMONIZAÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS, CHAMEM OS MILICOS, PELO AMOR DE DEUS!

Há certas realidades — PARALELAS! — que só se instauram com uma revolução também da linguagem. A sacada original, não há como, é de George Orwell, em “1984’, com a “novilíngua”, um sistema de comunicação em que as palavras passam a significar exatamente o contrário do seu sentido original. Vou falar sobre a ocupação do Complexo da Maré, no Rio, pelo Exército. Na sexta-feira,escrevi um post sobre as promessas da então candidata do PT à Presidência Dilma Rousseff, que, na campanha eleitoral de 2010, jurou transformar o Brasil inteiro num imenso Rio de Janeiro. Não! Dilma não poderia nos dar aquela paisagem de cartão-postal. Aí é só com Deus! Ela prometia era tomar a segurança pública do estado como modelo para o resto do País. Felizmente, essa foi mais uma promessa que ela não cumpriu. Posso imaginar o tom do noticiário se houvesse, por exemplo, um aumento de 100% dos homicídios em São Paulo… Ao dia.

Nesta segunda-feira, José Mariano Beltrame, secretário da Segurança do Rio e um dos dicionaristas da novilíngua que só se fala no Rio de Janeiro, anunciou que 1.500 homens do Exército vão se instalar no Complexo da Maré por tempo indeterminado. Em si, não vejo nada de errado. O meu primeiro texto defendendo que as Forças Armadas ponham pra correr o narcotráfico é de 1986 — há 28 anos, portanto. É que tentaram me convencer, ao longo desse tempo, de que isso é coisa de gente reacionária, conversadora, de direita, malvada, essas coisas, vocês sabem… Agora que vejo os progressistas do PT, em associação com os carnavalistas do cabralismo, mandando o Exército ocupar o morro, penso que ou eles todos se tornaram reacionários, conservadores, de direita e malvados, ou eu é que me fiz esquerdista e carnavalista… Como estou convicto de que isso não aconteceu…
Vamos ao dicionário de Baltrame:“Nós não estamos pensando na Copa do Mundo, estamos pensando no cidadão brasileiro. Estamos pensando nos policiais que estão morrendo covardemente em razão de o tráfico estar perdendo força. A prova de que nossa política está certa é essa. Eles estão de maneira covarde procurando fazer com que esse programa não siga em frente. Vamos mostrar a eles que o estado tem mais força.”
Também a lógica merece um entendimento alternativo no Rio de Janeiro. Se entendi direito, para Beltrame, o fato de haver policiais assassinados prova que a sua política de segurança púbica está dando resultado. Levado o juízo a termo, quanto mais policiais mortos, mais segura estaria a população do Rio de Janeiro. Pode-se dizer tudo dele, menos que seja um homem com um pensamento convencional. Outra evidência de que suas escolhas são, digamos, exóticas, é o fato de que a ocupação da região será feita não exatamente pelas UPPs, mas pelo Exército. Tudo isso a menos de quatro meses da Copa do Mundo.
É por causa da Copa? Ele assegura que não, mas Cabral assegura que é quase:“Pedimos ao governo federal GLO (Garantia de Lei e Ordem) para o Complexo da Maré, uma área estratégica do ponto de vista de segurança. Em breve, teremos o BRT Transcarioca, é próximo do Galeão. É uma área sensível”, disse o governador. Para quem não está familiarizado com a novilíngua cabralina, “BRT Transcarioca”, leio na Wikipédia e reproduzo entre aspas, “será um importante sistema de transporte público metropolitano de Bus Rapid Transit da cidade do Rio de Janeiro que ligará a Barra da Tijuca ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, fazendo parte do pacote de obras proposto pela prefeitura para melhorar o transporte público da cidade para os Jogos Olímpicos de 2016”. Entendi.
Mas por que esse tonzinho de ironia, Reinaldo Azevedo? Porque o Rio de Janeiro segue realizando um milagre na segurança pública. Beltrame continua a pacificar favelas (em novilíngua, adotada pela imprensa carioca e pelos artistas, deve-se dizer “comunidade”) sem prender a bandidagem, que ou foge ou continua a tiranizar a população, mas aí num novo contexto, entendem? Se as forças de segurança permitem que os donos dos morros continuem a exercer livremente o seu “comércio”, tudo bem; caso contrário, os policiais morrem.
Faz sentido. Afinal, se a polícia se chama “pacificadora”, ela pacifica forças legitimamente beligerantes entre si, certo? E, para que haja a paz, nessa relação, não pode haver a guerra. Assim, bandidos não devem se meter com policiais, e policiais não devem se meter com bandidos. Simples, não? É a pacificação!
Tudo foi meticulosamente pensado para que se chegasse a 2014 com o Rio vivendo em estado de graça na área de segurança pública — com as favelas pacificadas, os bandidos cooptados, todo mundo atuando do mesmo lado, sobrando como críticos os descontentes de sempre, vocês sabem… E, no entanto, no ano-símbolo da satanização das Forças Armadas, em especial do Exército, é preciso chamar os homens de verde para impor um mínimo de lei e de ordem.
Não vejo nada de errado nisso — até porque a Constituição assegura às Forças Armadas o papel de auxiliar na manutenção da ordem interna. Mas me diziam que eu só concordava com isso porque sou reacionário… Que país curioso! Alguns nefelibatas gostam de debater a chamada “desmilitarização” da polícia, seja lá o que isso signifique… Compreendo. Na impossibilidade de fazê-lo já, por que não, então, a “policialização” dos militares, né? Por Reinaldo Azevedo

PSICANALISTA ABRÃO SLAVUTZKY LANÇA LIVRO COM PESQUISA SOBRE IMPORTÂNCIA DO HUMOR NA HISTÓRIA DA CULTURA

O médico e psicanalista Abrão Slavutzki lança nesta terça-feira, na Livraria Cultura, no Shopping Bourbon, o livro "Humor é Coisa Séria", às 19 horas. A sessão de autógrafos será precedida por uma breve palestra no auditória da livraria, com Cíntia Moscovich e o também psicanalista Mário Corso. O livro, que sai pela Editora Arquipélago, tem 344 páginas e custa R$ 39,90. Abrão Slavutzki acredita que o humor é rebelde, e esse foi um dos motivos que o levaram a escrever o livro "Humor É Coisa Séria". É um ensaio voltado ao público amplo, com passagens autobiográficas, que procura traçar uma breve história cultural do humor. O autor recorda que sua atração pelo tema vem da infância, ao assistir aos filmes de Chaplin. O psicanalista aborda assuntos improváveis, como o humor dos judeus em campos de concentração, e também complexos, como o humor infantil, tema sobre o qual teve dificuldade de encontrar bibliografia. Diz Abrão Slavutzki: "O humor no Holocausto era um tabu, quase não tinha sido estudado. Nos últimos anos, surgiram livros sobre isso. Os sobreviventes relatam que, sem humor, teriam morrido imediatamente, pois tudo os conduzia para o extermínio. Criaram uma espécie de humor negro". A esperança de Abrão Slavutzki é de que o mundo da psicanálise passe a dar mais atenção ao tema do humor. "Historiadores e antropólogos têm se dedicado mais ao humor do que filósofos e psicanalistas. Os países que se destacam pelo estudo do tema são Estados Unidos, Canadá, Espanha e Israel. O humor nos faz duvidar das certezas. É por esse motivo que o fanatismo ou qualquer sistema autoritário não gosta disso".

REUNIÃO DA CPI DA CEEE NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA GAÚCHA - GOVERNO DO PETISTA "GRILO FALANTE" ORDENA RETIRADA DOS DEPUTADOS DO PT E DO PDT. E OS "CACHORRINHOS" DO PDT ACATAM...

PT e PDT retiraram seus deputados da reunião inauguras da CPI da CEEE nesta segunda-feira a tarde, na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul. A orientação foi do governo do peremptório petista "grilo falante" Tarso Genro, inconformado com a eleição de presidente e relator da oposição. Sem quorum, a CPI não pode reunir. Ou seja, está na cara qual é o objetivo do petismo: ele não quer ser investigado de jeito nenhum. E está na cara qual é a  do PDT, a de servir de capacho do petismo. E o PDT ainda quer concorrer ao governo. Deve ser brincadeira....

SINDICATO PETISTA DE PROFESSORES DEFENDE COM UNHAS E DENTES A PROGRESSÃO CONTINUADA NAS ESCOLAS, O SISTEMA QUE PASSA DE ANO ALUNOS QUE DEVERIAM REPETIR A SÉRIE

Apesar de os integrantes do corpo escolar terem manifestado, em pesquisa do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), forte rejeição ao modelo de progressão continuada, a entidade avalia que ele não deve ser descartado, mas, sim, revisto. É claro, quando alunos são aprovados de ano apesar de resultados que deveriam reprová-los, os professores deixam de ter analisada a sua (in)competência em saula de aula. O estudo, que avalia a qualidade da educação nas escolas do estado paulista, aponta que 94% dos pais, 75% dos alunos e 63% dos professores criticam o sistema pedagógico formado por ciclos, nos quais os estudantes passam automaticamente para a etapa seguinte. “Nós não temos como ser a favor desse modelo de progressão continuada que está aí. Ele vai ao encontro do que foi mostrado na pesquisa, quase 800 mil alunos passam sem saber da matéria”, apontou a presidenta da Apeoesp, a petista Maria Izabel Azevedo Noronha. Ela critica o foco desse modelo no ato de aprovar ou reprovar os alunos. “O modelo deve ser entendido como um conjunto de medidas que caminham para a progressão”, declarou. Lorota, pura lorota. Segundo o estudo, 46% dos alunos da rede estadual admitiu ter passado de ano sem aprender a matéria. A petista Izabel avalia que a mudança anunciada no ano passado pelo governo estadual, que ampliou os ciclos de dois para três, aumentando a possibilidade de reprovação, não são suficientes. “Junto com essas alterações tem que ter um conjunto de medidas para chegar a um desenvolvimento pleno desses jovens em cada ciclo”, apontou. É de morrer de rir.... Desde quando o petista, com suas teorias estruturalistas marxistas, estiveram interessados na educação dos jovens? Eles estão interessados apenas em doutrinação político-partidária.

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ESTÁ QUEBRADO, E É VÍTIMA DE UMA MONTANHA DE FRAUDES

O resultado de uma inspeção extraordinária realizada pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul chegou a uma conclusão, epidérmica, de total descontrole no uso do plano de saúde do Instituto de Previdência do Estado (IPE) e ocorrência de fraudes, como o atendimento de pessoas mortas e o caso de um médico que fez 193 consultas entre às 20 e 6 horas. O trabalho também mostrou descontrole em relação aos RGs de segurados — 39 mil aparecem com número de RG 0000000, por exemplo. O principal de tudo é que o governo do peremptório petista "grilo falante" Tarso Genro não faz os recolhimentos ao fundo que deveria fazer, e então há um monumental e bilionário rombo nas contas do Instituto de Previdência do Estado. Mesmo sabendo disso, o peremptório petista Tarso Genro enviou demagógico e criminoso projeto de lei à Assembléia Legislativa, que previa garantia de atendimento aos pais dos funcionários públicos.

GASTO DE BRASILEIROS NO EXTERIOR BATE RECORDE PARA FEVEREIRO

Os brasileiros gastaram 1,91 bilhão de dólares em fevereiro em viagens ao Exterior, segundo dados do Banco Central divulgados nesta segunda-feira. O valor é 10% inferior ao registrado no mês anterior (2,12 bilhões de dólares), mas 2,9% superior ao do mesmo mês do ano passado. Apesar do recuo mensal, o número é o maior da série histórica para meses de fevereiro, segundo o Banco Central.  Se o consumo de brasileiros no Exterior foi recorde, o de estrangeiros no País apresentou queda de 5,2%: 591 milhões de dólares gastos em fevereiro de 2014 ante 624 milhões no mesmo período do ano anterior. Logo, a conta de viagens internacionais apresentou déficit de 1,32 bilhão de dólares no mês passado - alta de 6,9% em relação ao mesmo período de 2013. No primeiro bimestre, os brasileiros já despenderam 4,03 bilhões de dólares em viagens internacionais, bem acima do que os turistas gastaram ao visitarem o Brasil (1,234 bilhão). Nos dois primeiros meses de 2013, porém, a conta de ambos haviam sido maior: 4,16 bilhões de dólares no caso dos brasileiros e 1,32 bilhão no de estrangeiros.

PETROBRAS PETISTA ABRE MÃO DE COBRAR DÍVIDA DA VENEZUELA

Documentos inéditos da Petrobras aos quais o jornal O Estado de S. Paulo teve acesso mostram que a empresa abriu mão de penalidades que exigiriam da Venezuela o pagamento de uma dívida feita pelo Brasil para o projeto e o começo das obras na refinaria Abreu Lima, em Pernambuco. O acordo "de camaradas", segundo fontes da estatal, feito entre o ex-presidente Lula (alcaguete que delatava companheiros para o Dops paulista durante a ditadura militar) e o ex-ditador da Venezuela, Hugo Chávez, deixou o Brasil com a missão de garantir, sozinho, investimentos de quase 20 bilhões de dólares. O acordo previa que a Petrobras teria 60% da Abreu e Lima e a Petróleos de Venezuela SA (PDVSA), 40%. Os aportes de recursos seriam feitos aos poucos e, caso a Venezuela não pagasse a sua parte, a Petrobras poderia fazer o investimento e cobrar a dívida com juros, ou receber em ações da empresa venezuelana, a preços de mercado. Essas penalidades, no entanto, só valeriam depois de assinado o contrato definitivo, de acionistas. Elas não chegaram a entrar em vigor, já que o contrato não foi assinado. Os documentos mostram que a sociedade entre a Petrobras e PDVSA para construção da refinaria nunca foi assinada. Existe hoje apenas um "contrato de associação", um documento provisório, que apenas prevê, no caso de formalização futura da sociedade, sanções pelo "calote" venezuelano. Desde 2005, quando esse termo de compromisso foi assinado pelos dois governos, até o ano passado, a Petrobras tentou receber o dinheiro devido pela PDVSA - sem sucesso. Em outubro do ano passado, quando o investimento na refinaria já chegava aos 18 bilhões de dólares, a estatal brasileira desistiu. Os venezuelanos não negam a dívida. No item 7 do "contrato de associação" a PDVSA admite sua condição de devedora. Antes desse documento, ao tratar do fechamento da operação, uma das condições era o depósito, pelas duas empresas, dos recursos equivalentes à sua participação acionária em uma conta no Banco do Brasil - o que o governo da Venezuela nunca fez. Em outro, a Petrobras afirma que estariam previstas penalidades para o "descumprimento de dispositivos contratuais". Como nos outros casos, essa previsão não levou a nada, porque as penalidades só seriam válidas quando a estatal venezuelana se tornasse sócia da Abreu e Lima - e isso não ocorreu. A idéia de construir a refinaria partiu de Hugo Chávez, em 2005. A Venezuela precisava de infraestrutura para refinar seu petróleo e distribuí-lo na América do Sul, mas não tinha recursos para bancar tudo sozinha. Lula decidiu bancar a idéia. Mas Caracas nunca apresentou nem os recursos nem as garantias para obter um empréstimo e quitar a dívida com a Petrobras. Em dezembro de 2011, em sua primeira visita oficial a Caracas, a presidente Dilma Rousseff tratou o assunto diretamente com Chávez, que prometeu, mais uma vez, uma solução. Nessa visita, o presidente da PDVSA, Rafael Ramírez, chegou a anunciar que "havia cumprido seus compromissos" com a empresa, entregue uma "mala de dinheiro em espécie" e negociado uma linha de crédito do Banco de Desenvolvimento da China. Esses recursos nunca se materializaram. O projeto inicial, que era de 2,5 bilhões de dólares, já chegava, em outubro do ano passado, aos 18 bilhões de dólares, quando a Petrobras apresentou ao seu Conselho de Administração a proposta de assumir integralmente a refinaria. A estimativa é que o custo total fique em torno de 20 bilhões de dólares. Para justificar os novos valores, a empresa cita ajustes cambiais e de contratos, gastos com adequação ambiental e o fato de ter ampliado a capacidade de produção de 200 mil para 230 mil barris por dia. Os novos itens e a ampliação da produção explicariam o custo oito vezes maior que o inicial.

MAIS DE 500 MILITANTES DA ORGANIZAÇÃO NAZISTA ISLÂMICA IRMANDADE MUÇULMANA SÃO CONDENADOS À MORTE NO EGITO

Um tribunal do Egito condenou à morte 529 militanres da organização nazista islâmica Irmandade Muçulmana, e apoiadores do presidente deposto Mohamed Mursi, nesta segunda-feira. A sentença teve como base a morte de um policial durante ataques a delegacias e prédios do governo, em agosto do ano passado. A mesma corte penal de Minia, no sul da capital, vai julgar outros 683 réus nesta terça-feira, incluindo o líder da Irmandade Muçulmana, Mohamed Badie, e o chefe do braço político do grupo, Saad al-Katatny. Desde a queda de Mursi, em julho do ano passado, milhares de membros do grupo radical islâmico que levou seu integrante ao poder, em 2012, foram detidos. Apenas 147 dos acusados estão presos. Os demais foram julgados à revelia. As detenções ocorreram em agosto do ano passado, quando as forças de segurança retiraram apoiadores do ex-presidente que haviam montado um acampamento em uma praça no Cairo. A ação deixou centenas de mortos. Dezesseis pessoas foram absolvidas depois que seus advogados alegaram que elas não tiveram direito a uma defesa apropriada antes do julgamento. Familiares e advogados reclamam de erro judicial nas condenações. “A sessão demorou cinco minutos e, nesse tempo, nenhum dos advogados foi ouvido – nem mesmo promotores”, criticou Waleed Sultan, pai de um dos condenados. “Esse veredicto é um desastre. Anunciá-lo na segunda sessão de um julgamento significa que o juiz não ouviu a defesa ou avaliou as provas. Isso vai contra os princípios básicos da criminologia”, afirmou Mohamed Zaree, chefe do Instituto para Estudos de Direitos Humanos do Cairo. Segundo as autoridades do país, pelo menos 16.000 militantes da organização nazista islâmica foram detidos desde a queda de Mursi.

CLAUSULA PETISTA DO "PUT IN" NO CONTRATO DA REFINARIA DE PASADENA APARECE NO BALANÇO DO GRUPO BELGA JÁ EM 2007

A famigerada cláusula petista "put option" está no balanço anual da NPM/CNP, holding que controla a Astra e tem ações na bolsa Euronext, em Bruxelas. A cláusula de "put option" permitiu que o o grupo belga Astra Oil vendesse sua participação na refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), para a Petrobras, resultando no aumento do valor do negócio. É fantástico. Ninguém faz negócios como o PT. O grupo belga Astra Oil já informava, em documento divulgado em 2007, que a sociedade com a Petrobras na refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), previa a cláusula de "put option", que permitiu que o grupo europeu vendesse sua participação para a estatal, resultando no aumento do valor do negócio. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira pelo jornal O Estado de S. Paulo. A "put option" está no balanço anual da NPM/CNP, holding que controla a Astra e tem ações na bolsa Euronext, em Bruxelas. O documento foi divulgado pela empresa. De acordo com o jornal, a presidente Dilma Rousseff disse que só soube dessa cláusula em março de 2008 e que o resumo executivo elaborado pelo então diretor da área internacional da Petrobras, Nestor Ceveró, omitia a "put option". Em nota encaminhada à reportagem do jornal, Dilma disse que, se tivesse conhecimento dessas condições à época em que o negócio foi fechado, "seguramente" o conselho não teria aprovado o negócio. A presidente esteve à frente do Conselho de Administração da Petrobras entre outubro de 2005 e março de 2010. Ela votou pela compra de 50% da refinaria de Pasadena em reunião do conselho da estatal realizada em 2006 com base no resumo. O balanço da controladora da Astra foi publicado no início de 2007, depois da reunião do conselho de administração que aprovou o negócio da refinaria. O documento é redigido em inglês, aberto para qualquer pessoa e configura informação de divulgação obrigatória a investidores.

GIGANTES DO AGRONEGÓCIO DECIDIRAM INVESTIR EM FERROVIAS PARA MELHORAR SUA LOGÍSTICA

Bunge, Cargill, Maggi e Dreyfus, quatro gigantes do agronegócio, mais a estruturadora de negócios Estação da Luz/Participações, negociam associação para criar uma empresa de logística e participar dos leilões de concessão de ferrovias. Juntas, elas respondem por 40% das exportações de grãos. O foco seria ferrovias em Mato Grosso, interligando com os portos do Norte, desafogando Santos. O investimento total chegaria a R$ 10 bilhões. O Programa de Investimentos em Logística foi lançado em agosto de 2012 e até agora não andou. Os leilões feitos até agora foram vazios.

EDUARDO CAMPOS AVANÇA E AGORA DEFENDE CPI PARA INVESTIGAR A PETROBRAS

Em meio a uma série de suspeitas envolvendo contratos feitos pela Petrobras, o virtual candidato à Presidência da República e governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), defendeu nesta segunda-feira a abertura de uma CPI para investigar a empresa caso o governo não dê os esclarecimentos necessários. ”Caso esses esclarecimentos não sejam suficientes, aí nós entendemos que vai ser o caso, efetivamente, de se pedir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI)“, afirmou o governador após participar de um evento pelo Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março. A afirmação expõe uma subida no tom das críticas de Eduardo Campos ao episódio. Na quinta passada, ele escreveu no Facebook: “Má gestão na Petrobras. Prejuízo do Brasil”. No mesmo dia, afirmou no Twitter: “O Brasil está perplexo diante das últimas notícias veiculadas sobre a Petrobras e a compra de uma refinaria em Pasadena, nos Estados Unidos. Uma negociação que teria lesado a maior empresa brasileira, o maior patrimônio do país, em mais de um bilhão de dólares”. No sábado, Eduardo Campos sugeriu em Salvador que o governo de Dilma Rousseff planeja desvalorizar a Petrobras para privatizá-la. “Em três anos, a Petrobras vale a metade do que valia e deve quatro vezes mais do que devia”, disse ele, em uma alusão aos anos de mandato da presidente. “Às vezes fico seriamente desconfiado se isso não faz parte de um jogo para desvalorizar a Petrobras e vender a Petrobras”, disse ele em evento.

STF MANDA PRENDER ASDRÚBAL BENTES

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, autorizou nesta segunda-feira a prisão do deputado federal Asdrúbal Bentes (PMDB-PA). Ele foi condenado em última instância a três anos, um mês e dez dias de cadeia por ter cometido o crime de esterilização cirúrgica irregular de mulheres. Desta forma, a expectativa é que a Câmara dos Deputados abra em breve um processo de cassação contra o deputado. Mesmo após condenação, o deputado garante que é inocente das acusações: ”Isso foi uma questão política aqui de Marabá”. O mandado de prisão assinado por Toffoli deve ser enviado à Polícia Federal. Asdrúbal Bentes é o sexto deputado federal em exercício que o STF manda prender desde 1988.

JORNAIS DIZEM QUE LUCIANO COUTINHO PERDEU PRESTÍGIO NA PRESIDÊNCIA NO BNDES

Os jornais do final de semana informam que o presidente do BNDES, o petista Luciano Coutinho, está com os dias contados no governo. Caso Dilma vencesse, ele não voltaria ao cargo. Luciano Coutinho vendeu para os governos do PT o projeto dos “campeões nacionais”, empresas de cada setor industrial e comercial que seriam lançados como grandes grupos globais. Este projeto acabou. O petista Luciano Coutinho gerou, por exemplo, esse tremendo sucesso chamado "Eike Batista", o "Império X", que terminou pateticamente. É claro, o capitalista de papel conseguiu enganar apenas os petistas no governo. Por que será?

VENEZUELA TEVE APAGÃO EM CINCO ESTADOS

A Venezuela sofreu um apagão em cinco estados após um incêndio florestal afetar linhas de transmissão, informou o ministro de Energia Elétrica, Jesse Chacón. Em declaração a uma rede de televisão estatal, o ministro disse que até a meia-noite do horário local (1h00 de Brasília) de domingo , o serviço elétrico devia ser restaurado completamente nos estados de Portuguesa, Barinas, Mérida, Trujillo e Táchira. Chacón explicou que o apagão ocorreu após um incêndio próximo a duas linhas de transmissão entre os estados de Barinas e Portuguesa, a 500 quilômetros de Caracas. O ministro descartou a hipótese de sabotagem e lembrou que a região costuma ser afetada por incêndios em períodos secos, como é o atual.

GOVERNO USA RECURSO CARIMBADO NO SUPERÁVIT

Cerca de R$ 16 bilhões usados pelo governo federal no ano passado para pagar o serviço da dívida pública, o chamado superávit primário, vieram de fundos e contribuições que têm recursos carimbados para projetos educacionais, culturais e tecnológicos. Dados compilados mostram que cerca de 20% dos R$ 75 bilhões apresentados pelo governo central como superávit vieram do represamento desses fundos. Isso não significa que o Executivo deixou de fazer os aportes nas áreas mas, segundo especialistas, é um indicativo do adiamento das despesas para o ano seguinte, o que, na prática, ajuda na meta fiscal. O governo efetivamente cumpriu as metas fiscais desde a chegada de Dilma Rousseff à Presidência. Economistas e investidores, no entanto, criticam os resultados, especialmente dos últimos dois anos, por não conter economia de recursos e sim manobras contábeis para atingir os resultados. “Os dados da contabilidade evidenciam que nem tudo que foi arrecadado foi aplicado. Ou seja, se depura que não foram destinados para os fins previstos na legislação”, argumentou o economista José Roberto Afonso, do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV/Ibre): “Na prática, parte do arrecadado ficou no caixa". Segundo números do Sistema de Acompanhamento Financeiro (Siafi), o banco de dados do orçamento federal, o governo engordou o superávit com verbas de ao menos sete fundos, contribuições ou receitas carimbados. A prática não é nova e, de acordo com especialistas, é utilizada desde antes dos governos petistas. Ele ressalta, no entanto, que a prática por si só não configura a chamada “contabilidade criativa” que abalou a credibilidade da equipe econômica no mercado nos últimos anos. Os números do Siafi revelam que o governo incluiu na conta do resultado primário cerca de R$ 1,3 bilhão do total arrecadado pela contribuição do salário educação, uma fonte adicional de financiamento do ensino fundamental público. Esse dinheiro vem da cobrança de 2,5% sobre a folha de salários do comércio e da indústria e, por lei, deve ser repartido entre os Estados e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Da mesma forma, não foram gastos R$ 609 milhões de receitas obtidas pelas loterias federais, cujo direcionamento é para o Fundo Penitenciário Nacional, Ministério do Esporte, e Fundo de Financiamento ao Estudante de Ensino Superior (Fies), entre outros. Também pelos dados, apenas R$ 131 milhões dos mais de R$ 800 milhões arrecadados pela Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional foram efetivamente para o custeio da Agência Nacional de Cinema (Ancine) e para o Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Cinema Nacional (Prodecine) em 2013, como previsto em lei. Pelo resultado da compilação, a maior contribuição de uma única fonte para o pagamento dos juros da dívida pública vem dos recursos de concessões e permissões (R$ 6,7 bilhões de R$ 19 bilhões arrecadados), o que inclui, por exemplo, o bônus originário do leilão do Campo de Libra, na área do pré-sal.

BANCO CENTRAL PROJETA ROMBO DE US$ 80 BILHÕES NAS CONTAS EXTERNAS DESTE ANO

O Banco Central aumentou de 78 bilhões para 80 bilhões de dólares a previsão de déficit nas transações correntes para 2014. O dado se refere ao resultado de todas as transações do Brasil com o Exterior, como importações e exportações de bens e serviços e as transações unilaterais do País com outras nações. A mudança de deveu principalmente à redução na projeção de superávit comercial, que caiu de 10 bilhões para 8 bilhões de dólares neste ano. Em fevereiro, o déficit nas transações correntes ficou em 7,445 bilhões de dólares. No acumulado de doze meses encerrados no mês passado, o déficit em conta corrente do País ficou em 3,69% do Produto Interno Bruto (PIB).  Entre os impactos negativos para o resultado de fevereiro estão os saldos da conta de serviços e da balança comercial, que somaram 3,480 bilhões de dólares e 2,125 bilhões de dólares, respectivamente, no mês passado. Os valores superam os 3,132 bilhões de dólares em serviços e o 1,279 bilhão de dólares na balança registrados em fevereiro de 2013. Em serviços, destacaram-se os gastos líquidos de brasileiros no exterior que atingiram 1,324 bilhão de dólares no mês passado. Também pesaram negativamente as remessas de lucros e dividendos, que alcançaram 1,286 bilhão de dólares em fevereiro, superior aos 2,174 bilhões de dólares do mesmo período do ano passado.  O Banco Central piorou sua projeção para o ano todo, passando-a de saldo negativo de 78 bilhões de dólares para 80 bilhões. A mudança de deveu principalmente à redução na projeção de superávit comercial, que caiu de 10 bilhões de dólares para 8 bilhões de dólares este ano. Já a estimativa para o saldo negativo na conta de serviços foi reduzida de 51,7 bilhões de dólares para 51,2 bilhões de dólares. Enquanto isso, os investimentos estrangeiros diretos (IED) somaram 4,132 bilhões de dólares, acima das projeções do mercado, de 3,8 bilhões de dólares. A projeção do BC para os IED  do ano todo de 2014 manteve-se em 63 bilhões de dólares. Na semana passada, durante audiência no Senado Federal, o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, buscou minimizar rombo nas contas externas ao dizer que parcela significativa do déficit vem sendo financiada pelo investimento externo produtivo. Ele também disse que a economia mundial atravessa um período de transição e que o Brasil não deve ser avaliado como uma economia vulnerável.

ACRE IMPORTARÁ COMIDA DO PERU PARA ENFRENTAR DESABASTECIMENTO

A Agência Nacional de Transportes Terrestres autorizou empresas brasileiras a fazer o transporte de mercadorias procedentes do Peru, pelo prazo de 90 dias, para evitar o desabastecimento de produtos essenciais aos moradores do Acre, isolados do restante do País por terra, devido à cheia do Rio Madeira. Resolução da agência publicada na sexta-feira no Diário Oficial da União autoriza viagens das empresas acreanas de transporte rodoviário de carga a fazer o transporte rodoviário internacional de mercadorias por meio de pontos habilitados de fiscalização aduaneira, entre o Brasil e o Peru.

COLÔMBIA DETERMINA MILITARIZAÇÃO DE CIDADE PORTUÁRIA APÓS CRIMES VIOLENTOS

O Ministério da Defesa da Colômbia determinou a militarização da cidade portuária de Buenaventura, costa pacífica colombiana, na tentativa de capturar integrantes de gangues criminosas que aterrorizam moradores com mutilações, esquartejamentos, assassinatos e desaparecimentos. É a segunda vez que o município é militarizado este mês. “Vamos enviar forças especiais para a captura de grupos criminosos que atuam na região”, declarou o ministro da Defesa colombiano, Juan Carlos Pinzón. A cidade tem população de quase meio milhão de pessoas e abriga uma significativa negra. Cerca de 80% da população é composta de negros. Na região também atuam gangues organizadas de bandidos, chamadas de bacrins (do termo espanhol bandas criminosas), como Los Urabeños, La Empresa e Los Rastrojos. Segundo analistas, ongs e a imprensa colombiana, o governo do país perdeu o controle da cidade que é comandada por essas gangues. A população vive em situação de extrema insegurança, com toque de recolher, comércio fechado e constante interrupção de aulas, por exemplo. Apesar dos problemas e violações constantes de direitos humanos, a cidade abriga o mais importante porto marítimo da Colômbia, responsável por 60% do escoamento e chegada de produtos ao país. É pelo porto de Buenaventura que a Colômbia escoa boa parte dos produtos que exporta e importa, provenientes de tratados de livre comércio com os Estados Unidos, a Ásia e com a Aliança do Pacífico (bloco econômico que reúne Chile, Colômbia, México e Peru). O governador do departamento Valle de Cauca, onde fica a cidade de Buenaventura, Weimar Delgado, solicitou a militarização do município há 15 dias, depois de denúncias de que integrantes das gangues esquartejavam e mutilavam pessoas da cidade. Alguns estudiosos consideram que os grupos que atuam na região tem características paramilitares, mas o governo recusa a denominação e prefere qualificá-los como “gangues criminosas comuns”, que praticam mineração ilegal, extorsão e narcotráfico.Há indícios e relatos de que alguns dos integrantes dessas gangues seriam das Autodefesas Colombianas (AUC), extinto grupo paramilitar, desmobilizado em 2006.

RIO MADEIRA CONTINUA SUBINDO EM RONDÔNIA

O Rio Madeira continua subindo em Porto Velho, Rondônia, e atingiu 19,38 metros na sexta-feira, segundo aferição da Agência Nacional de Águas (ANA). O recorde histórico havia sido registrado em 1997, quando subiu 17,52 metros acima do nível normal. Segundo a Defesa Civil estadual, mais de 3.100 famílias foram afetadas no Estado, principalmente em Porto Velho e na região metropolitana, com 1.752 famílias desalojadas e 873 desabrigadas. Outras cidades bastante afetadas são Guajará-Mirim e Nova Mamoré. “A previsão é que até o fim do mês o nível do rio chegue a 19,45 metros e depois se estabilize”, disse o coordenador de comunicação da Defesa Civil estadual, tenente-coronel bombeiro Demargli da Costa Farias. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) decidiu, por questões de segurança, suspender temporariamente o tráfego na BR-364, que liga o Acre a Rondônia, nos trechos entre os quilômetros 868 e 862 da rodovia, localizados em Rondônia. A interdição se dá devido ao aumento da lâmina d'água sobre a pista, que na quinta-feira chegou a 1,40 metro.

FIFA ARRECADA R$ 1,3 BILHÃO COM VENDA DE DIREITOS PARA A COPA DO MUNDO

Após a reunião de seu Comitê Executivo, em Zurique, na Suíça, na sexta-feira, a Fifa apresentou seu relatório financeiro anual. Graças, principalmente, à venda dos direitos de televisão da Copa do Mundo, com arrecadação de 601 milhões de dólares (1,3 bilhão de reais), e o marketing, com 404 milhões de dólares (938,8 milhões de reais), a entidade recebeu 1,3 bilhão de dólares (mais de 3 bilhões de reais) em 2013, com um lucro de 72 milhões de dólares (167,3 milhões de reais), o maior da história. As despesas da Fifa também foram altas: chegaram a 1,3 bilhão de dólares (mais de 3 bilhões de reais), incluídos os 1,7 bilhão de reais em gastos relacionados aos torneios realizados pela entidade, 425,2 milhões de reais para o financiamento de projetos de desenvolvimento do esporte e responsabilidade social, quase 502 milhões de reais relacionados a outros custos operacionais e 39,5 milhões de reais em impostos. O número de funcionários na Fifa cresceu de 412, em 2012, para 452, no ano passado.

MAIS DE 50 EMPRESAS SÃO MULTADAS EM R$ 11 MILHÕES NA ESCÂNDALO DA MÁFIA DO ISS EM SÃO PAULO

A prefeitura de São Paulo informou na sexta-feira que autuou 50 empreendimentos imobiliários por fraude no recolhimento do Imposto Sobre Serviço (ISS); 47 pagaram uma quantia menor do que o imposto previa e três não apresentaram a documentação necessária dentro do prazo estipulado. O valor total das multas chega a 11,4 milhões de reais. Ao todo, 489 empreendimentos foram chamados pelo município para prestar esclarecimentos sobre o pagamento devido do tributo. A Secretaria de Finanças e Desenvolvimento Econômico faz a auditoria das empresas investigadas, comparando as notas fiscais com os valores deduzidos do imposto, desde dezembro do ano passado. Dos 60 casos avaliados até agora, apenas dez não apresentaram nenhuma irregularidade. O Ministério Público do Estado de São Paulo está produzindo uma denúncia contra a chamada máfia do ISS, que recebia propina das empresas para reduzir o valor do imposto cobrado. A Controladoria Geral da União calcula que o esquema tenha desviado em torno de 500 milhões de reais dos cofres municipais. Na última semana, o Ministério Público Estadual afirmou que tem provas suficientes para enquadrar o grupo nos crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e corrupção. Uma planilha apreendida pelo Ministério Público Estadual com um dos fiscais presos no final do ano passado mostra que 410 empreendimentos imobiliários pagaram propina à quadrilha. Segundo o documento, o montante foi pago entre os meses de junho de 2010 e outubro de 2011. Só nesse intervalo de 16 meses, os fiscais embolsaram 29 milhões de reais em propinas.

POLÍCIA MILITAR PAULISTA RETIRA À FORÇA BARREIRA DE AGENTES PENITENCIÁRIOS EM GREVE EM PRESÍDIO, EM UMA GREVE ILEGAL E CRIMINOSA

A greve dos agentes penitenciários do Estado de São Paulo chegou ao 11º dia, na sexta-feira, com confronto entre a Tropa de Choque, acionada pelo governo de São Paulo na quinta-feira, e os servidores. Agentes penitenciários formaram um cordão humano em frente ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, na manhã de sexta-feira. Eles tentaram impedir a transferência de 45 detentos. Os agentes foram retirados à força pela tropa da Polícia Militar. Em seguida, os grevistas atearam fogo em pneus na frente da unidade. Mesmo com liminar da Justiça impedindo a paralisação e assegurando o direito de transferência, a função não tem sido cumprida pelos servidores. O Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária do Estado de São Paulo (Sindasp) alega que, com o impedimento da ação, a categoria visa atingir ao governo e não aos presos. Os que são diretamente afetados, no entanto, são os detentos, que chegam a passar até 10 horas dentro dos comboios esperando transferência. Segundo o governo do Estado, a greve afeta noventa dos 158 presídios. Essa justificativa dos agentes penitenciários é criminosa, bandida.

ACUSADO DE MATAR BICHEIRO USA CARTA PSICOGRAFA DA VÍTIMA E É ABSOLVIDO

Uma carta psicografada foi usada durante o julgamento de um processo de homicídio, em Uberaba (MG), na quinta-feira. Para provar sua inocência, a defesa do réu, Juarez Guide da Veiga, usou trechos do que teria dito a vítima, João Eurípedes Rosa, o "Joãozinho Bicheiro", como era conhecido, através de um médium. Na correspondência pós-morte, a vítima diz ter dado motivo para o crime ao agir com ódio e ignorância quando viu a ex-companheira junto de Juarez. O crime ocorreu há quase 22 anos e a mulher envolvida no triângulo amoroso também foi beneficiada com o veredicto, pois inicialmente, segundo o Ministério Público, teria tramado a morte do marido em companhia do réu para ficar com a herança. Na mensagem psicografada, o morto a defende de qualquer participação e pede que cuide dos dois filhos do casal. Em um dos trechos da carta ele diz: "Você tem uma vida inteira pela frente e muito o que fazer para criar e educar os nossos filhos". Em outro ponto, o bicheiro assume a culpa pela própria morte: "Eu estava dominado pelo ciúme e completamente à mercê do meu próprio despreparo espiritual". Uberaba, local dos fatos, é conhecida por ser a terra de Chico Xavier, médium mais famoso do País, o que fez com que o caso repercutisse muito durante todo esse tempo. As mensagens citadas no processo somam 17 páginas e foram psicografadas por Carlos Baccelli um ano após a morte do bicheiro. Baccelli é dentista por profissão, mas também é médium e autor de mais de 100 livros, alguns deles escritos em parceria com Chico Xavier. Durante o julgamento, o juiz Fabiano Garcia Veronez considerou desnecessária a exibição da psicografia. O advogado de defesa, Rondon Fernandes de Lima, considerou que somado a outras provas, o depoimento pós-morte teve importância na decisão. O promotor Raphael Soares Moreira Cesar Borba, representante da acusação, não comentou a sentença, mas assim que quatro dos sete jurados votaram a favor do réu, reconheceu a tese de legítima defesa e pediu a absolvição. O assassinato ocorreu quando João Eurípedes Rosa, que já vivia separado da mulher embora continuasse casado no papel, a flagrou chegando em sua residência dentro de um carro com Juarez Guide da Veiga. Houve troca de tiros. Rosa foi baleado e não resistiu.

NA TURQUIA, USUÁRIOS BURLAM A PROIBIÇÃO DE ACESSO AO TWITTER DETERMINADA PELO DITADOR RECEP ERDOGAN

A tentativa da Turquia de bloquear o acesso ao Twitter parece ter saído pela culatra na sexta-feira, com muitos usuários conhecedores de tecnologia contornando a proibição e suspeitas crescentes de que o primeiro-ministro do país, Recep Tayyip Erdogan, usou ordens judiciais para frear acusações de corrupção contra ele e seu governo. A autoridade de telecomunicações da Turquia informou ter bloqueado o acesso à rede social horas depois de Erdogan ameaçar "arrancar as raízes" do site. A Turquia já havia bloqueado o acesso ao Youtube, mas essa é a primeira proibição ao Twitter, que é muito popular no país, ao ponto de que hashtags turcas costumam aparecer nos assuntos mais comentados pelo mundo. A rede social foi usada como instrumento para organizar protestos contra o governo do país no ano passado. Ao meio-dia sexta-feira (horário local), os tweets seguiam inabaláveis porque usuários buscaram instruções online sobre como alterar as configurações para evitar o bloqueio. Um usuário empreendedor espalhou as instruções sobre como burlar os censores desfigurando cartazes sobre as eleições turcas. O presidente da Turquia, Abdullah Gul, estava entre os que contornaram a proibição, contestada por ele em uma série de tuítes. Gul, que já foi aliado político de Erdogan, se manifestou contra a censura à internet no passado, embora no mês passado tenha aprovado medidas do governo para aumentar o controle sobre a rede. "Eu espero que essa situação não dure muito", escreveu. Links para gravações vazadas têm aparecido em duas contas turcas no Twitter, incluindo um áudio no qual uma voz que parece a de Erdogan instrui alguém, que seria o filho do premiê, a tirar grandes quantidades de dinheiro de uma casa em meio a uma investigação policial de corrupção. Erdogan, que nega as acusações de corrupção, disse que as gravações foram fabricadas. Mais cedo, vários usuários da rede social que tentaram entrar em suas contas viram um aviso da autoridade de telecomunicações da Turquia, citando quatro ordens judiciais para impedir a o acesso. A associação de advogados da Turquia pediu a um tribunal para derrubar a suspensão, argumentando que era inconstitucional e violava as leis de direitos humanos turcas e européias. O principal partido de oposição também pediu o cancelamento da medida. "Estamos com nossos usuários na Turquia que contam com o Twitter como uma plataforma vital de comunicação. Esperamos ter pleno acesso restaurado em breve", disse a empresa na própria rede social.

COI CONFIA NA DESPOLUIÇÃO DA BAÍA DE GUANABARA A TEMPO DOS JOGO OLÍMPICOS; OU O COI É MUITO CRÉDULO OU....

Os membros da Comissão de Coordenação do Comitê Olímpico Internacional (COI) para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016 reiteraram na sexta-feira a confiança na despoluição da daía de Guanabara, sede das provas de vela, a tempo do evento. A presidente desta comissão, a marroquina Nawal El Moutawakel, afirmou que as autoridades brasileiras deram sua palavra que vão retirar todo o lixo das águas da baía, que apresenta altos índices de poluição. "Nos deram garantias de que a baía estará limpa e segura para os atletas. Não nos perdoaremos se deixarmos aos atletas competirem em um lugar inseguro", disse El Moutawakel. A comissão lembrou ainda que em agosto será realizada uma regata que servirá de evento-teste para os Jogos Olímpicos e que "mostrará a capacidade dos organizadores em receber o evento". O diretor-executivo do COI para os Jogos Olímpicos, Gilbert Felli, esclareceu que os responsáveis brasileiros trabalham em duas frentes: uma equipe recolhe o lixo que está flutuando e outra monitora a qualidade da água. Outro que quis tranquilizar a todos quanto à poluição da baía de Guanabara foi Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Organizador dos Jogos de 2016. Segundo ele, a área onde serão feitas as provas de vela não é "onde há os maiores problemas", e assegurou que houve reuniões com velejadores brasileiros, que se mostraram a favor das provas no local. O objetivo inicial dos responsáveis dos Jogos Olímpicos de 2016 era retirar 80% do lixo das águas da baía. Porém, apesar da melhora nos últimos anos, só está sendo tratada cerca de 40% da poluição vinda dos rios que desembocam na região, através de barreiras de contenção. Parece piada....

DILMA DIZ QUE "ENCOXAMENTO" NO TRANSPORTE PÚBLICA "ENVERGONHA O BRASIL"

Em meio às discussões sobre o crescente número de assédio sexual nos sistemas de transporte público, a presidente Dilma Rousseff condenou esse tipo de abuso em seu perfil no Twitter. Para a presidente, a prática, conhecida vulgarmente como "encoxar", é um tipo de violência comparada à agressão doméstica.

EX-DIRETOR DA PETROBRAS SERÁ INTERROGADO PELA POLÍCIA FEDERAL NO PARANÁ

O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto da Costa - preso nesta sexta-feira no Rio de Janeiro por suspeitas de envolvimento com doleiros investigados por lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato, da Polícia Federal - deverá ser encaminhado ainda hoje à Superintendência da Polícia Federal (PF) no Paraná, onde será interrogado. O mandado de prisão teve por base indicações de que ele tentava "retirar e esconder" provas que poderiam ajudar a PF na investigação contra a organização criminosa que, segundo os investigadores, movimentou cerca de R$ 10 bilhões nos últimos três anos, Na segunda-feira, quando teve início a operação que resultou na prisão de 24 pessoas e do ex-diretor da estatal, a PF fez diversas buscas. Uma delas foi na casa de Paulo Roberto da Costa, onde foram encontrados montantes de R$ 751,4 mil e de US$ 181,45 mil em espécie. Agora, os investigadores querem ouvir as explicações dele também sobre isso. As suspeitas foram reforçadas depois que a PF constatou que Costa teria ganhado uma land rover do doleiro Alberto Youssef, alvo de outras investigações da PF - entre elas o caso Banestado. A Operação Lava Jato já apreendeu, além de dinheiro, documentos e carros de luxo, obras de arte e joias em seis Estados e no Distrito Federal. Na capital federal, três suspeitos foram presos. Um deles é o dono de um dos maiores postos de combustíveis da área central de Brasília, próximo à Torre de TV, onde também funciona uma lavanderia e uma casa de câmbio. Os doleiros investigados são responsáveis pela movimentação financeira e pela lavagem de ativos de diversas pessoas físicas e jurídicas envolvidas em crimes como corrupção de agentes públicos, sonegação fiscal, evasão de divisas, extração e contrabando de pedras preciosas e desvio de recursos públicos. A operação foi chamada Lava Jato porque o grupo usava uma rede de lavanderias e postos de combustíveis para movimentar os valores. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal no Paraná. São cumpridas também ordens de sequestro de imóveis, além da apreensão de patrimônio adquirido por meio de práticas criminosas, bloqueio de contas e aplicações bancárias.

BRASILEIROS SÃO OS MAIS FELIZES DO MUNDO NO INSTAGRAN

O aplicativo Jetpac City Guides contou os sorrisos de mais de 150 milhões de fotos no Instagram e classificou o Brasil como o país mais feliz do mundo. A empresa baseou seus cálculos no número de pixels dos sorrisos das pessoas nas fotos. Do total de cem pontos, o Brasil ficou com 60,8, ultrapassando os outros 123 países analisados. O app separou as fotos brasileiras em diversas categorias para saber onde os usuários sorriem mais. A categoria com mais fotos felizes foi a de bares e baladas, seguida da de música e restaurantes. Em segundo lugar na classificação dos países ficou a Nicarágua, com 59,4 pontos, seguida da Colômbia, com 49,8. O Japão ficou em último lugar, somando 4,1 pontos. No geral, a América Latina foi a região com os países mais felizes. No topo da lista também entraram Bolívia, Costa Rica, Venezuela e México. Os Estados Unidos e a Austrália ficaram em posições medianas, com 29,7 e 30 pontos, respectivamente. Nas últimas posições figuram lugares como Arábia Saudita, Cidade do Vaticano e Coréia do Sul.

MINISTÉRIO PÚBLICO DEVE OUVIR DILMA SOBRE COMPRA DA REFINARIA DE PASADENA POR UM PREÇO 30 VEZES MAIOR

O ex-procurador-geral da República, Roberto Gurgel, considera "extremamente grave" o caso em que a Petrobras teve um prejuízo bilionário na compra de uma refinaria nos Estados Unidos. Se houver indícios de responsabilidade da presidente Dilma Rousseff no caso, ela deverá ser ouvida em Brasília pelo Ministério Público. "A partir do momento em que surjam indícios do envolvimento de pessoa com prerrogativa de foro, a investigação tem que ser deslocada para o procurador-geral da República", afirmou Gurgel. Com tais indícios, segundo o ex-procurador-geral, cabe ao responsável do Ministério Público que já atua no caso no Rio de Janeiro remeter a apuração para Brasília. Os dados disponíveis dão conta de que a presidente Dilma Rousseff teve acesso a informações sobre a operação suspeita da Petrobras. Tecnicamente, ela poderia dar mais informações? "É possível que sim", responde Gurgel. Ele afirma, porém, não estar fazendo juízo a respeito da investigação. Se for necessário, Dilma terá a prerrogativa de prestar depoimento por escrito.

FAB QUER NOVA REGRA PARA ABATE DE AERONAVES DURANTE A COPA DO MUNDO

A Força Aérea Brasileira (FAB) pediu ao Ministério da Defesa que o decreto que permite o abate de aeronaves em rotas de narcotráfico seja modificado para permitir que essa ação de defesa aérea possa ser aplicada durante a Copa do Mundo nas sedes da competição. A mudança faz parte do planejamento do governo brasileiro para a realização do Mundial e está sendo estudada pelo Ministério da Defesa, disse o major brigadeiro do ar Antônio Carlos Egito na sexta-feira. Segundo ele, o pedido da FAB é para que sejam alterados três trechos do decreto presidencial. Há incisos que "limitam o tiro de detenção", disse Egito. "(O tiro) não pode ser feito em áreas densamente povoadas, ele pressupõe que a aeronave está sendo utilizada em rotas de tráfico de entorpecentes, drogas e afins e a outra limitação é a que especifica que o tiro de detenção deva ser realizado por piloto devidamente capacitado, o que exclui a artilharia antiaérea", listou o brigadeiro. A regra atual é de 2004 e foi aprovada para reforçar o controle do espaço aéreo na fronteira e ampliar o combate ao tráfico de drogas. Além dessa mudança legal, o Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (Comdabra) apresentou na sexta-feira o planejamento para o controle do espaço aéreo durante a Copa do Mundo, que limitará a operação de pelo menos oito aeroportos nos dias de jogos. Os aeroportos da Pampulha (MG), Curitiba (PR), Cuiabá (MT), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Recife (PE), Santos Dumont (RJ) e Salvador (BA) não terão pousos durante os dias de jogos por um período que varia entre 4 horas e 5 horas durante a primeira e a segunda fases da Copa do Mundo. Nesses aeroportos não haverá restrições para decolagens. No dia do encerramento da competição, no Rio de Janeiro, a restrição será maior, no total de sete horas. Em Natal (RN), caso o novo aeroporto de São Gonçalo do Amarante esteja em operação, haverá restrições para decolagens nos dias dos jogos. Nos demais terminais do País não haverá restrições, que foram determinadas com base na distância entre os terminais e os estádios. Apesar das limitações, a FAB e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) garantiram que não haverá transtornos para os usuários, porque durante a Copa do Mundo estará em operação uma nova malha aérea, que já leva em conta essas restrições de tráfego aéreo. O diretor-presidente da Anac, Marcelo Guaranys, afirmou que os passageiros que compraram bilhetes para o período da Copa com voos da antiga malha aérea, que não levava em conta essas restrições, têm o direito de trocar o horário do voo sem custos adicionais. Mas ele calcula que são poucas pessoas que serão afetadas pela mudança. "A associação das companhias aéreas estima que cerca de 3 mil pessoas possam ser afetadas com mudanças no horário dos voos", disse Guaranys. Mas esse número ainda não está fechado, porque a nova malha aérea elaborada pelas empresas ainda está sendo analisada pela Anac e há pelos menos 800 voos que podem sofrer mudanças de horário e que podem ter bilhetes comercializados. Guaranys informou, porém, que a média de ocupação das aeronaves para o período da Copa do Mundo ainda é baixo. "O que nós verificamos até agora é que a taxa média de ocupação dos voos com origem e destino nas sedes da Copa é de 10 por cento", disse. "Algumas cidades se despontam, entre elas Fortaleza e Natal que têm taxa de ocupação que já chega a 40 por cento", acrescentou o diretor da Anac. Segundo ele, a agência também está monitorando os preços dos voos e verificou que eles estão em queda desde o final do ano passado para o período da Copa. O planejamento do governo prevê ainda que algumas delegações, convidados vips e chefes de Estado poderão pousar em bases aéreas militares, quando estiverem contíguas aos aeroportos, para desafogar o pátio dos terminais e facilitar o desembarque desses passageiros que requerem tratamento especial de segurança. Não foram informadas, porém, quais seleções ou chefes de Estado pediram essa prerrogativa, apesar de já terem sido feitas consultas. Os passageiros que optarem pelo pouso nas bases aéreas terão que arcar com os custos de desembarque e oferecer equipamentos para a operação, segundo as autoridades.

MARINA SILVA DIZ QUE FALTA DE INFORMAÇÃO NÃO JUSTIFICA O QUE ACONTECEU NA PETROBRAS

A ex-senadora Marina Silva (PSB) classificou como "lamentável" a situação atual da Petrobras e disse ser "inacreditável" que a decisão da compra de uma refinaria tenha sido feita com informações incompletas, justificativa dada pela presidente Dilma Rousseff (PT) para explicar por que votou pela compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, em 2006. Na época, era ministra da Casa Civil e fazia parte do conselho de administração da estatal. "O que está acontecendo com a Petrobras é lamentável. É inacreditável que se tenha tomado uma decisão com base em informações incompletas e que se use a incompletude das informações para justificar um prejuízo dessa magnitude", disse a ex-senadora na sexta-feira, em evento em Campos do Jordão (SP). Marina Silva não se posicionou em relação à abertura de uma CPI para investigar o caso
da refinaria Pasadena, mas disse que é preciso que o Congresso "tenha maturidade" para tratar o problema. A ex-senadora aproveitou a questão para fazer críticas à atual política econômica adotada pelo governo federal. "Nós estamos vendo acontecer todos esses retrocessos não é só com a Petrobras, é em relação à política econômica. Hoje a gente vive todo o tempo ameaçado pelo baixo crescimento e pelos altos juros", disse: "Novamente, nós estamos vivendo situações que não precisaríamos viver se não tivéssemos uma visão política que dá conta da realidade política que o Brasil e o mundo está atravessando".

PERPLEXO, PT ATACA OPOSIÇÃO E DEFENDE PETROBRAS; É A ÚNICA COISA QUE O PT SABE FAZER

A forma como a presidente Dilma Rousseff tem conduzido o episódio sobre a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, pela Petrobrás causou perplexidade e mal-estar no PT, segundo integrantes da direção do partido. O ex-presidente Lula (o alcaguete que entregava companheiros para o Dops paulista na ditadura militar, conforme Romeu Tuma Jr.) também manifestou descontentamento com a reação da presidente ao episódio. Reunida na sexta-feira, em Brasília, a cúpula petista teve dificuldades de encontrar um modelo de resolução para tratar do assunto. No fim, prevaleceu a tentativa de minimizar o impacto dos desgastes do Planalto. A idéia, a princípio, é concentrar a crise apenas na Petrobrás, com ataques à oposição, e excluindo Dilma do debate. "Mais uma vez estamos presenciando a oposição e os setores conservadores da nossa sociedade fazer ataques para atingir a imagem da Petrobrás. É importante relembrarmos que a nossa maior empresa pública foi alvo da política de privatizações no governo liderado pelo PSDB, apoiado pela elite nacional, representado por Fernando Henrique Cardoso", diz trecho do documento divulgado na sexta-feira. "O partido não vai fazer um jogo do PSDB que quer colocar a presidente Dilma no centro do palco. O PT não vai entrar nesse jogo. O povo brasileiro quer discutir política no sentido mais amplo da palavra. Eles insistem no mesmo erro de 2006 e 2010, que é acreditar que essa via denuncista faz o partido crescer", afirmou o ex-presidente do PT, deputado federal Ricardo Berzoini (SP), aquele que presidiu essa flor de negócio chamado Bancoop, e que foi patrão de Rosemary Noronha (a amiguinha íntima de Lula) no sindicato dos bancários de São Paulo. Nos bastidores, os líderes petistas críticos ao estilo de Dilma classificaram a resposta da presidente, dada na terça-feira, como mais um episódio no "conjunto da obra" de supostas inabilidades políticas da presidente, ao lado da crise com o PMDB na Câmara e a reforma ministerial. Em conversas reservadas, os críticos de Dilma usaram termos como "sincericídio" e "desastre".

VOLUME DOS RESERVATÓRIOS DA CANTAREIRA CAI E BATE NOVO RECORDE NEGATIVO

O volume de água armazenado no Sistema Cantareira permanece em queda. Na sexta-feira o nível dos reservatórios recuou 0,1 ponto porcentual, para 14,5%, novo recorde negativo de capacidade, segundo dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Há exatamente um ano, o sistema, responsável pelo abastecimento de água de 47% da Grande São Paulo, contava com 60,4% das suas reservas. Na última quarta-feira, o governador Geraldo Alckmin classificou a atual crise hídrica do Cantareira como "algo excepcional", resultado de ciclos climáticos "totalmente irregulares". A região do manancial, na divisa entre os Estados de São Paulo e Minas Gerais, enfrentou o verão mais seco dos últimos anos. Em janeiro e fevereiro, por exemplo, choveu apenas 33,8% e 36,0% da média histórica mensal, respectivamente. Em março, o volume de chuvas aumentou, mas ainda é insuficiente para garantir uma recuperação do sistema. Até hoje, as chuvas acumuladas do mês correspondem a 65% do previsto.

JUIZ DEIXA PARA O MINISTRO JOAQUIM BARBOSA A DECISÃO SOBRE O TRABALHO DO BANDIDO PETISTA MENSALEIRO JOSÉ DIRCEU

O juiz Bruno Ribeiro, da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, remeteu na sexta-feira, para o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, o inquérito administrativo que apurou suspeita de uso de celular pelo ex-ministro José Dirceu dentro do complexo penitenciário da Papuda, em Brasília. Com isso, caberá a Joaquim Barbosa decidir se José Dirceu cometeu falta disciplinar ou não e se deve ser punido. O ex-ministro nega que tenha utilizado o aparelho telefônico na cadeia. José  Dirceu começou a ser investigado em janeiro, após a imprensa ter veiculado uma declaração do secretário da Indústria, Comércio e Mineração da Bahia, James Correia, em que ele afirmava ter falado por telefone com o ex-ministro no início do ano, quando o petista teria recebido visita na prisão. As apurações realizadas concluíram que não ficou comprovado o uso do celular. Um preso que comete falta disciplinar grave pode ser impedido de receber benefícios. Um deles é o direito ao trabalho externo.

PETISTA GILBERTO CARVALHO RECEBE BOQUINHA DO SESC NACIONAL

Agarrado há 33 anos à presidência da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Antonio Oliveira Santos mantém-se no poder atraindo figurões para compor colegiados da entidade, mediante generosos jetons. Gilberto Carvalho, chefe da Secretaria Geral da Presidência, por exemplo, recebe jeton de R$ 20 mil mensais para integrar o conselho fiscal do Sesc Nacional, considerado o braço operacional da CNC.

MAIS DE 500 PROJETOS ESTÃO INSCRITOS PARA LEILÃO DE ENERGIA EM JUNHO

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) informou na sexta-feira que 527 empreendimentos foram inscritos para participar do leilão de energia, o Leilão A-3/2014, que ocorrerá no dia 6 de junho. A energia contratada será entregue em 2017. Os projetos terão que passar pela fase de habilitação. De acordo com a EPE, a capacidade das usinas cadastradas somam 16,2 mil megawatts (MW). Dos projetos inscritos, 494 tratam de usinas eólicas, totalizando 12.286 MW – o equivalente a 75% do total. Os outros são 17 pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), totalizando 296 MW; oito termelétricas a gás natural (2.989 MW); sete térmicas a biomassa (270 MW); e um projeto hidrelétrico (418 MW), que se refere à expansão da Usina Santo Antônio, no Rio Madeira, em Rondônia. Na avaliação da EPE, a quantidade de projetos inscritos "indica que a demanda das distribuidoras de energia elétrica deve ser atendida a preços competitivos". Conforme os dados divulgados pela EPE, o Estado com maior número de projetos eólicos é a Bahia, com 187 empreendimentos e geração equivalente a 4,7 mil MW; seguido do Rio Grande do Sul, com 98 projetos e geração de 2,15 mil MW; e o Ceará, com 88 empreendimentos e capacidade total de 2,19 MW.

ANTT ADIA MAIS UMA VEZ LEILÃO DE LINHAS INTERESTADUAIS

O leilão das linhas de ônibus interestaduais foi adiado novamente pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e não há data para que o processo seja retomado. O leilão estava programado para ocorrer entre os dias 28 de maio e 6 de junho na BM&FBovespa, em São Paulo. Discussões na Justiça, no entanto, estão sistematicamente impedindo o governo de avançar nessa proposta. A nova paralisação do leilão foi anunciada na sexta-feira, com a publicação no Diário Oficial da União do Comunicado Relevante nº 15. Nesse comunicado, a ANTT informa que "a comissão de outorga do edital de licitação nº 1/2013 para permissão dos serviços regulares de transporte rodoviário coletivo interestadual de passageiros, sem caráter de exclusividade, operados com ônibus do tipo rodoviário, comunica que, em virtude de ações judiciais em andamento que impactam no referido edital, a licitação se encontra sobrestada". O edital para esse leilão chegou a ser divulgado pela ANTT, prevendo a redistribuição de 2.109 linhas divididas em 54 lotes, com previsão de investimentos da ordem de R$ 23 bilhões. Também chegou a ser anunciado cronograma da licitação. Para o final de janeiro, por exemplo, estava prevista a fase de recebimento dos envelopes com garantia da proposta, comprovação de frota, documentos de qualificação, proposta econômica escrita e plano de negócios, o que acabou não ocorrendo. Até pouco tempo atrás, o governo trabalhava com a ideia de promover essa licitação das linhas dos ônibus interestaduais entre maio e junho deste ano. Um dos atrasos foi causado por uma liminar concedida em Mandado de Segurança movido pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado de São Paulo (SETPESP). Esse sindicato argumentou, ao pedir a suspensão do leilão, que o edital da ANTT desrespeitou regras da Lei nº 8.666/1993, a "Lei das Licitações". A Advocacia-Geral da União (AGU), no entanto, conseguiu derrubar no dia 23 de janeiro a liminar que impedia que a proposta avançasse. Agora, no entanto, o leilão das linhas de ônibus interestaduais têm sido alvo de novas ações regionais.

SUBSIDIÁRIA DA RENOVA VENDE ENERGIA PARA CEMIG

A Renova Energia informou na sexta-feira que a Renova Comercializadora de Energia comercializou 295 MW médios de energia para fornecimento entre 2016 e 2031, conforme edital de venda de energia elétrica publicado em 7 de fevereiro. A Cemig Geração e Transmissão foi vencedora do leilão, após o processo de adesão, habilitação e classificação de melhor proposta. O edital tinha como objetivo a venda de energia elétrica e a busca de parceiros para o desenvolvimento de projeto eólico que atenderá ao contrato por meio da outorga de opção de participação de até 50% nesse projeto. Segundo a Renova, no primeiro ano do contrato, o montante comercializado será de 100 MW médios e nos demais anos de 308 MW médios. "O volume comercializado é referente à produção de energia no P90 e qualquer energia adicional a ser produzida pelo Projeto Eólico também será comercializada no âmbito do contrato", informa. A capacidade instalada total do Projeto Eólico é de 676,2 MW.

JUIZ DIZ QUE BRASIL VIVE HOLOCAUSTO EM PRESÍDIOS

O juiz coordenador do Mutirão Carcerário, João Marcos Buch, disse na sexta-feira que o País está vivenciando "praticamente um holocausto, depositando pessoas em calabouços", ao final de duas semanas de inspeção e análise dos processos dos encarcerados no Presídio Central de Porto Alegre, considerado um dos piores do Brasil. A equipe que participou do trabalho encontrou cerca de 4 mil presos em local com capacidade para abrigar no máximo 2 mil e considerou as condições do locais como insalubres. Durante 15 dias foram analisados cerca de 4 mil processos e concedida liberdade provisória a 140 detentos.

CESP SAI DO LUCRO PARA PREJUÍZO DE R$ 990,558 MILHÕES

A geradora paulista Cesp registrou um prejuízo de R$ 990,558 milhões no quarto trimestre de 2013, revertendo o lucro de R$ 59,705 milhões apurados em igual intervalo do ano anterior. A geração de caixa medida pelo Ebitda foi negativa em R$ 1,183 bilhão no último trimestre do ano passado, ante um Ebitda positivo de R$ 402,253 milhões no mesmo período de 2012. O Ebitda ajustado teve crescimento de 56,3%, para R$ 628,597 milhões. A receita líquida teve alta de 18,1% no período em questão, para R$ 951,192 milhões.

SUPREMO DECIDE ESTA SEMANA SE JULGA EDUARDO AZEREDO

O plenário do Supremo Tribunal Federal vai decidir nesta semana se o ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo (PSDB), será ou não julgado pela Corte por suspeita de envolvimento com um esquema que ficou conhecido como mensalão mineiro. Apesar de o processo estar praticamente pronto para julgamento, há chances de a ação ser transferida para a Justiça de Minas Gerais, porque Azeredo renunciou ao mandato de deputado federal em fevereiro. Como parlamentar, ele tinha direito ao chamado foro privilegiado. Ou seja, somente poderia ser investigado e processado perante o Supremo. Com a saída do Congresso, o político perde em tese essa prerrogativa. Na sessão da próxima quinta-feira, os ministros vão avaliar se é conveniente encaminhar agora para a Justiça de Minas Gerais o processo. A transferência poderá atrasar o julgamento de Eduardo Azeredo por supostas irregularidades cometidas em 1998. O presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, poderia decidir sozinho sobre o envio da ação penal para Minas Gerais ou não, mas preferiu levar o caso ao plenário do Supremo, que é integrado por ele e outros dez ministros. A decisão deverá colocar a Corte novamente em evidência.

CASO PASADENA EMPURRA A PETROBRAS PARA O ABISMO, DIZ LÍDER DO PSDB

O deputado federal Antonio Imbassahy, líder do PSDB na Câmara e autor de requerimentos que deram origem às investigações contra a Petrobras, afirmou na sexta-feira que as declarações da presidente Dilma Rousseff sobre a compra da refinaria de Pasadena "empurram a Petrobras para o abismo". Segundo o deputado, a pauta do Conselho de Administração da estatal é preparada pelo presidente do colegiado. À época da compra, Dilma era ministra de Minas e Energia e presidia o Conselho. "É uma covardia da presidente transferir a responsabilidade para a Petrobras. A declaração faz parecer que a empresa não é estruturada", completou Imbassahy. Ele também entrou com requerimentos no Tribunal de Contas da União e no Ministério Público Federal solicitando investigações sobre o contrato da estatal com a SBM Offshore, empresa holandesa suspeita de pagar propina no valor de US$ 139 milhões a funcionários da Petrobras.

OEA FAZ VERGONHOSA E DESONROSA REUNIÃO FECHADA PARA OUVIR A DEPUTADA OPOSITORA VENEZUELANA

O Conselho Permanente da Organização dos Estados Americanos (OEA), uma miserável entidade esquerdopata, decidiu não transmitir pela internet a sessão realizada na tarde de sexta-feira na sede da instituição, em Washington, nos Estados Unidos. A presença da imprensa também não foi permitida. Representantes dos países manifestaram posição contrária e favorável ao fato de a reunião ser fechada, devido à presença da deputada Maria Corina Machado, opositora da Venezuela, que foi convidada pelo Panamá. O objetivo do Panamá era ceder a palavra a María Corina, e foi cedida, para que ela pudesse relatar a situação na Venezuela, do ponto de vista dos movimentos opositores. Geralmente as reuniões ordinárias do Conselho da OEA são públicas, com presença de jornalistas e transmitidas pela internet. Diante da participação da opositora, a Nicarágua, uma republiquete bananera esquerdopata, pediu que a reunião fosse privada e o Panamá pediu que a sessão fosse pública. Na decisão, por votos, a Venezuela teve o respaldo de 21 países, a maior parte do Caribe, além da Argentina, Bolívia, do Brasil, da Bolívia e do Uruguai. Alguns países se abstiveram de votar. María Corina conversou com a imprensa antes da sessão e criticou o que considera “manobra” da diplomacia venezuelana para impedir que a sessão fosse transmitida, e disse: “Se algo está claro hoje é que o governo de Maduro tem medo de que se conheça a verdade". Ela também pediu uma reunião com chanceleres de países que fazem parte da OEA para que seja aprovada uma resolução que condene os ataque à liberdade de imprensa que, segundo ela, são frequentes. A deputada viajou a Washington a convite do embaixador do Panamá, Arturo Vallarino, com um grupo de venezuelanos, entre eles estudantes e parentes de pessoas mortas nos protestos das últimas semanas. María Corina é considerada pelo governo uma das responsáveis por um "miraculoso" plano de golpe de Estado, conhecido no país como “a saída”.

AMBEV INAUGURA LINHAS DE PRODUÇÃO DA BUDWEISER NO RIO DE JANEIRO

A Ambev inaugurou na sexta-feira as linhas de produção da marca Budweiser na unidade de Piraí, no Estado do Rio de Janeiro, com investimentos de R$ 165 milhões. A fábrica terá produção em duas linhas, sendo a primeira com capacidade de produzir 60 mil garrafas long neck por hora e a outra, 90 mil latas de 350 ml por hora. Trata-se da segunda fábrica da empresa no País a produzir a marca Budweiser, lançada no País em 2011. Anteriormente, era feita apenas na planta de Jacareí, no interior de São Paulo. A unidade de Piraí, a cerca de 80 quilômetros da capital carioca, recebeu nos últimos cinco anos cerca de R$ 455 milhões em investimentos, de acordo com a empresa.

RECUPERAÇÃO JUDICIAL DA OGX É REDISTRIBUÍDA PARA A 3ª VARA

A OSX Brasil informou que seu processo de recuperação judicial e de suas subsidiárias OSX Construção Naval e OSX Serviços Operacionais foi redistribuído para a 3ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Rio de Janeiro. "Conforme decisão do novo juízo responsável pelo processamento da recuperação judicial, foi ratificada a nomeação da empresa Deloitte Touche Tohmatsu, para atuar na qualidade de administrador judicial responsável pela condução deste processo", afirma a empresa em comunicado. Na mesma decisão, foi determinado o reinício da contagem do prazo de 60 dias para apresentação do Plano de Recuperação Judicial. Em fevereiro, a companhia comunicou que a 4ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Rio de Janeiro determinou que o prazo para apresentação do plano de recuperação judicial somente começaria após a nomeação do novo administrador judicial e após a redistribuição do processo, nos termos da decisão proferida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Também de acordo com essa decisão, a OSX deve aguardar a nomeação do administrador judicial para promover a publicação do seu quadro de credores.

UDR PEDE INVESTIGAÇÃO DE CONVÊNIO DE TERRAS NO PONTAL DO PARANAPANEMA

A União Democrática Ruralista (UDR) entrou com representação no Ministério Público Federal de Presidente Prudente pedindo que o convênio entre os governos estadual e federal que prevê a arrecadação de áreas para a reforma agrária no Pontal do Paranapanema seja investigado. De acordo com o presidente Luiz Antonio Nabhan Garcia, o Itesp propôs a aquisição das terras a fazendeiros que tiveram áreas invadidas durante o "Carnaval vermelho", a onda de invasões comandada pelo líder da organização terrorista clandestina MST da Base, José Rainha Júnior. Durante o Carnaval deste ano, 28 propriedades rurais foram invadidas no oeste do Estado de São Paulo, sendo 17 no Pontal e as demais na Alta Paulista. As ações foram atribuídas a movimentos ligados à Frente Nacional de Lutas, articulada por Rainha Júnior. De acordo com Nabhan, as invasões ocorreram logo depois que a Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), do governo paulista, e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), do governo federal, assinaram convênio para arrecadar 18 mil hectares de terras na região e destiná-las à reforma agrária, indenizando os possuidores pelas benfeitorias. Conforme o ruralista, a proposta de compra incluiu fazendas invadidas. "Entendemos que isso é premiar o criminoso, pois invasão é crime. Como está sendo usado recurso público, acredito que os agentes envolvidos podem ser responsabilizados por improbidade administrativa", disse. Segundo ele, a legislação proíbe a vistoria, avaliação ou desapropriação de imóvel invadido, justamente para não incentivar esse tipo de delito.

NATURA E BANCO DO BRASIL ESTÃO ENTRE EMPRESÁS MAIS ÉTICAS DO MUNDO; É ENGRAÇADO, O BANDIDO PETISTA MENSALEIRO FORAGIDO HUMBERTO PIZZOLATO FOI DIRETOR DO BANCO DO BRASIL....

A Natura e o Banco do Brasil são as únicas empresas brasileiras na lista das mais éticas do mundo, divulgado pelo Instituto Ethisphere. Além delas, duas outras companhias da América Latina aparecem na lista: a Autoridade do Canal do Panamá e a Cementos Progreso, da Guatemala. Dentre as 144 premiadas, a maioria é de norte-americanas, como a Ford Motors Company e o Google. O Instituto Ethisphere avalia se as empresas seguem padrões éticos na gestão de funcionários, clientes, fornecedores, órgãos reguladores e investidores. O Instituto Ethisphere não levou em conta que o Banco do Brasil teve um diretor, o bandido petista mensaleiro foragido Humberto Pizzolato, que hoje está preso na Itália. A avaliação considera pesos diferentes para avaliar aspectos como ética e programa de conformidade, reputação, liderança e inovação, governança, cidadania e responsabilidade corporativa e cultura de ética.

EDUARDO CAMPOS SE DIZ "PREOCUPADO" COM A PETROBRAS

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, pré-candidato do PSB à Presidência da República, disse na sexta-feira estar "muito preocupado" com a polêmica em torno da compra da usina de Pasadena, nos Estados Unidos, pela Petrobrás. "Uma empresa cinquentenária, uma das maiores petroleiras do mundo, a Petrobrás em três anos multiplicou a dívida por quatro, diminuiu o valor pela metade, vendeu um bocado de patrimônio e agora é questionada em operação como essa", observou. "Isso não me deixa feliz nem um minuto", disse. Na sexta, Campos visitou obras de ampliação do sistema de abastecimento de água do município de Petrolina, no sertão Pernambucano. Questionado sobre a última pesquisa Ibope, divulgada na quinta-feira pelo Estado, que o mantém com os mesmos 7% da preferência do eleitorado, Eduardo Campos disse estar "completamente tranquilo". "Sei no que vai dar nossa luta, sei o que a gente vai enfrentar até o dia da eleição, mas também sei que nós vamos vencer as eleições", afirmou. Para Eduardo Campos, o fundamental na pesquisa, no momento, não é perguntar o nome, porque quem é mais conhecido leva vantagem. "A pergunta que ninguém vai lá ver é se quer continuar ou se quer mudança", avaliou, ao comparar com a eleição de 2010, quando o candidato tucano José Serra aparecia na dianteira, no período pré-campanha, com 40% das intenções de voto, semelhante à preferência, hoje, da presidente Dilma - que tem 43%. Naquela época, frisou ele, 77% queriam a continuidade do governo do presidente Lula. "Quem lesse a pesquisa por dentro perceberia que Serra não ia lograr êxito", observou. "Coincidentemente, quatro anos depois, a esta altura, a pesquisa do Ibope diz que 67% da população quer mudança". "Essa é a pergunta, essa é a pegada, isso é o que vai dar nessa eleição, mudança", afirmou ele.

O BANDIDO PETISTA MENSALEIRO DELÚBIO SOARES VOLTA A "TRABALHAR" NA CUT, EM BRASÍLIA

O ex-tesoureiro do PT, o bandido petista mensaleiro Delúbio Soares, retornou ao "trabalho" na sexta-feira na Central Única dos Trabalhadores (CUT), em Brasília. Ele havia tido o benefício suspenso em  27 de fevereiro, após denúncias de que teria comido feijoada dentro da prisão e de que o carro da CUT, que buscava o petista para o trabalho, teria estacionado no pátio do Centro de Progressão Penitenciária (CPP), o que é proibido. A volta ao trabalho como assessor foi autorizada pela Vara de Execuções Penais do Distrito Federal na quarta-feira. Com isso, o petista retornou ao CPP, onde ficam os presos com autorização para o trabalho externo. Durante a suspensão, o ex-tesoureiro do PT havia sido transferido para o presídio da Papuda, onde ficou em uma cela com o ex-ministro José Dirceu e com o ex-deputado João Paulo Cunha (PT-SP), que também foram condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por envolvimento no Mensalão do PT.

HOLANDESA HYVA INVESTE R$ 16 MILHÕES EM NOVA FÁBRICA EM CAXIAS DO SUL

Hyva do Brasil, que tem matriz na Holanda, decidiu investir R$ 16 milhões em uma fábrica de guindastes veiculares articulados em Caxias do Sul. A  produção substitui equipamentos importados da Itália para atender o mercado nacional. O projeto, implantado junto à unidade de cilindros telescópicos que a Hyva tem em Caxias do Sul gerou cerca de 80 empregos. A Hyva estima uma produção em torno de 500 guindastes por ano até 2016, para atender aos mercados brasileiro e da América latina. Os principais clientes são montadoras de implementos veiculares, construção civil, mineração, locação de equipamentos, olarias e o agronegócio. Além dos implementos veiculares, a Hyva produz 41 mil unidades anuais de cilindros telescópicos e 10 mil kits hidráulicos em Caxias do Sul. A cidade reúne os principais fabricantes do setor, sendo responsável por 70% da produção de guindastes do Brasil.

MUSEU NORUEGUÊS DEVOLVE QUADRO DE US$ 20 MILHÕES PINTADO POR MATISSE E ROUBADO PELOS NAZISTAS

O museu norueguês Heni Onstad devolveu na sexta-feira um quadro do pintor francês Henri Matisse aos descendentes americanos do marchand de arte francês Paul Rosenberg, roubado pelos nazistas durante a II Guerra Mundial. "Perfil Azul Diante da Chaminé", um retrato pintado por Matisse (1869-1954) em 1937, foi entregue aos descendentes de Rosenberg nos Estados Unidos. O quadro, cujo valor é calculado em 20 milhões de dólares, foi reclamado pela família Rosenberg, que o localizou durante uma exposição no Centro Georges Pompidou de Paris, em 2012. Confiscado na França pelos nazistas em 1941, o quadro passou a fazer parte da coleção do comandante da Luftwaffe, Hermann Goering, antes de acabar nas mãos do marchand alemão Gustav Rochlitz, proprietário de uma galeria em Paris, e depois na galeria parisiense Pétridès. Em 1950, o armador norueguês Niels Onstad o comprou do corretor parisiense Henri Bénézit, sem saber direito a origem do quadro.

VALOR PAGO PELA PETROBRAS POR REFINARIA DE PASADENA PODE SER MAIOR QUE O DIVULGADO

O valor pago pela Petrobras pelos primeiros 50% da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, pode ter sido maior do que vem sendo divulgado pela empresa. Documento encaminhado pela estatal à Securities Exchanges Comission (SEC), órgão regulador do mercado financeiro americano, divulgado na noite da sexta-feira pelo "Jornal Nacional" aponta que a empresa pagou US$ 416 milhões em vez de US$ 360 milhões. O relatório teria sido enviado à SEC, ainda de acordo com o "Jornal Nacional", em 2007, um ano depois de a compra ter sido efetivada. A Petrobras alega que a companhia belga Astra pagou US$ 42 milhões por Pasadena e investiu na unidade mais US$ 84 milhões. A Petrobras então teria comprado metade da refinaria por US$ 190 milhões, e investido nela outros US$ 170 milhões. As empresas se desentenderam e a Astra tentou valer uma cláusula do contrato que previa que a Petrobras deveria comprar a outra metade do negócio. A estatal, inicialmente, se negou a cumprir a cláusula, mas após uma longa disputa judicial na corte federal do Texas, teve que aceitar o negócio em 2012, pagando mais US$ 820 milhões. Outro documento obtido pelo "Jornal Nacional" foi a ata de uma reunião realizada em 20 de junho de 2008, que afirma que "não constou do resumo executivo a informação sobre a cláusula Marlim" (qe garantia lucro de 6,9% ao ano à sócia Astra, independente das condições do mercado) e que "o teor da cláusula não foi objeto de aprovação do Conselho de Administração". Para justificar a compra, a presidente Dilma argumentou que a cláusulas Marlim e a que obrigava a estatal a comprar os 50% restantes (put option) em caso de divergências entre as empresas, não haviam sido mencionadas no resumo executivo preparado pela diretoria internacional da Petrobras, analisado na reunião de 3 de fevereiro de 2006, em que o negócio foi aprovado.

OAB PROCESSA ADVOGADO QUE QUER CASSAR REGISTRO DO BANDIDO PETISTA JOSÉ DIRCEU

O conselho nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu processar administrativamente o advogado Paulo Fernando Melo da Costa, que solicitou à ordem a cassação do registro profissional do ex-ministro petista e bandido mensaleiro José Dirceu, que está preso na Penitenciária da Papuda. A Ordem alega que Melo da Costa arranhou a imagem da instituição ao criticar a demora na apreciação de seu pedido. O advogado, que atua em Brasília, alega que está sendo perseguido pela OAB. Na última segunda-feira, o Conselho Federal da OAB decidiu que caberia à seccional paulista da instituição a decisão de cassar ou não o registro de Dirceu. A OAB nacional, que recebeu o pedido de cassação em novembro do ano passado, havia repassado o caso primeiramente para a seccional do Distrito Federal, que justificou que não caberia a ela. Na avaliação do Conselho, o pedido precisa ser analisado em São Paulo porque é o Estado que emitiu o registro do ex-ministro. O advogado alega, para a solicitação, que a idoneidade é um dos requisitos para a manutenção do registro e, como José Dirceu foi condenado no julgamento do processo do Mensalão do PT, não deveria ter direito a ele. Outro argumento é de que o advogado com direitos políticos suspensos não pode exercer a profissão. Ele afirmou ter feito considerações sobre a demora e que considerou a decisão de transferência do caso "protelatória". "Eu disse que achava que estava demorando, que achava protelatório ter enviado primeiro à seccional do Distrito Federal porque o registro dele é de São Paulo. O relator disse que feri o código de ética e mandou abrir processo contra mim. Sou filiado ao PSDB, e acham que fiz isso por motivação partidária. O José Dirceu torce para o Corinthians e eu sou Botafogo. Eu poderia ser filiado a qualquer partido ou não ser filiado a nenhum", disse ele. O presidente do Conselho Federal é petista, candidato a deputado federal pelo PT este ano, e amigo de José Dirceu. A OAB se tornou uma espécie de aparelhão do PT.