quinta-feira, 31 de maio de 2012

29% dos brasileiros conectados à internet faz compras virtuais

Menos de um terço dos brasileiros realizaram e-commerce em 2011, segundo pesquisa do CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil). Apesar do crescimento de dez pontos percentuais entre 2010 e 2011, de 19% para 29%, a questão cultural é um empecilho para o comércio virtual na internet. "Ainda há uma grande questão cultural no Brasil, de pesquisar na internet, mas comprar pessoalmente", diz Juliano Cappi, do CETIC.br (Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação). "O cartão de crédito é um limitador das compras na internet", diz Alexandre Barbosa, gerente do CETIC.br (Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação). "Ainda é um problema." Mais da metade dos brasileiros com acesso à web fez pesquisas de preços virtuais nos últimos 12 meses, segundo a pesquisa TIC Domicílios 2011, do CGI.br: 59%. Mas, metade desses usuários ainda prefere fazer a compra física. A proporção de usuários que fizeram pesquisa subiu de 50% para 59% entre 2010 e 2011. Se considerados apenas os que fazem pesquisa por produtos e serviços na internet, metade deles realiza compras virtuais. A pesquisa TIC Domicílios 2011, realizada anualmente pelo CGI.br, foi realizada em 25 mil domicílios de 317 municípios brasileiros em 2011. Este é o 7º ano em que ela é realizada, e a coleta das informações foi feita pelo Ibope Inteligência entre outubro de 2011 e janeiro de 2012.

Senado vai divulgar salários seguindo modelos da Câmara e do TCU

O Senado vai esperar a Câmara e o Tribunal de Contas da União definirem o modelo de divulgação dos salários dos servidores antes de decidir se vai tornar públicos os nomes dos servidores e os salários que cada um recebe. Em reunião nesta quinta-feira, a Mesa Diretora do Senado sinalizou que pretende divulgar os nomes, valores e gratificações dos servidores, mas vai seguir o modelo que for adotado pela Câmara e o TCU. O Senado promete ter o modelo definido até o dia 31 de julho, prazo determinado pelo governo para o início da divulgação dos salários dos funcionários do Executivo. A decisão do governo de ampliar a transparência sobre os salários pagos na administração pública foi há duas semanas, quando a nova Lei de Acesso à Informação entrou em vigor. Na reunião, a maioria dos integrantes da Mesa decidiu divulgar tudo - salários brutos e líquidos, nomes dos servidores e gratificações (inclusive as que superam o teto do funcionalismo). A cúpula do Senado, porém, optou por esperar Câmara e TCU para seguir um modelo em comum, temendo ser a única instituição do Legislativo a abrir todas as informações.

Governo eleva IPI de moto, micro-ondas, ar-condicionado e bebidas

O governo aumentou o IPI para motos, micro-ondas e aparelhos de ar-condicionado. A alíquota passou de 20% a 30% para 35%. A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira. O objetivo é encarecer os importados. De acordo com a Receita Federal, a alíquota de IPI foi elevada para todos os produtos, mas aqueles provenientes da Zona Franca de Manaus - a maior parte dos produtos - continuou livre da tributação. Na semana passada, o governo anunciou a redução do IPI para veículos, entre outras medidas, para estimular o consumo. A redução dos impostos para carros vale até 31 de agosto deste ano. O objetivo é diminuir os estoques de carros e equilibrar a produção. Após o anúncio da redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para veículos, as montadoras reduziram os preços em até 11,5%. Os novos preços dos carros já estão valendo nas concessionárias.

Líderes do PSDB não concordam com data de convocação de Perillo

Líderes do PSDB acusaram hoje o presidente da CPI do Cachoeira, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), de ter dado uma "bola nas costas" do partido ao marcar depoimento do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), para o dia 12 de junho. Os tucanos querem que Perillo fale à CPI na próxima terça-feira, mas a data acabou definida pelo presidente da comissão. O senador Álvaro Dias (PR), líder do PSDB no Senado, disse que o senador marcou o depoimento à revelia dos líderes dos partidos. Segundo Dias, Vital do Rêgo afirmou que negociou a data com os líderes do PSDB - mas tanto o senador quando o deputado Bruno Araújo (PSDB-PE) negam que tenham sido procurados pelo peemedebista. "Nós não fomos informados de nada. Fiquei decepcionado com a atitude do presidente hoje. Não há como aceitar bola nas costas. Qual a razão deste adiamento?", questionou Alvaro Dias. Líder do PSDB na Câmara, Araújo confirmou que não houve acordo com os líderes e prometeu insistir com o presidente da CPI para que Perillo seja convocado a depor na terça-feira.

Após bate-boca, senador diz que vai avaliar comportamento de colega

Alvo de xingamentos por parte do deputado Silvio Costa (PTB-PE) na sessão da CPI nesta quinta-feira, o senador Pedro Taques (PDT-MT) disse que vai avaliar o comportamento do deputado, mas que a princípio não pretende entrar com uma representação por quebra de decoro no Conselho de Ética da Câmara. "Vou analisar o que será feito, mas você não pode representar contra a ofensa ao decoro com quem não tem decoro", afirmou Taques após a sessão da CPI do Cachoeira que terminou em bate-boca com o deputado. "É muita basófia. Eu não faço parte da súcia desse deputado, da chacrinha desse deputado. Não faço parte da entourage desse deputado, do séquito desse deputado. Portanto, não tenho que bater-boca", afirmou Taques.

Após bate-boca, Pedro Taques recebe apoio de parlamentares

Após bate-boca com o deputado Silvio Costa (PTB-PE) na CPI do Cachoeira, o senador Pedro Taques (PDT-MT) recebeu no plenário do Senado apoio de diversos colegas de diferentes partidos. Da tribuna, a senadora Ana Amélia (PP-RS) foi a primeira a falar sobre episódio do desentendimento entre Costa e Taques ocorrido horas antes na CPI. "Não podemos aceitar agressões de baixo calão, baixo nível de quem quer que seja especialmente partido da representação popular. Me solidarizo com o senador Pedro Taques", afirmou a senadora. Em seguida o senador Randolfe Rodrigues (Psol-AP) tomou a palavra e também veio em defesa do senador Pedro Taques. "É um dever moral nosso nessa tarde externar um sentimento que, tenho certeza da ampla maioria, se não de todos os membros do Senado, nossa total solidariedade e desagravo ao senador Pedro Taques". Os discursos a favor de Taques também foram feitos pelos senador Eduardo Suplicy (PT-SP) e pelo líder do PSDB, Álvaro Dias (PR), que considerou as agressões de Silvio Costa como "despropositadas".

Brasil e Japão trocam tecnologia naval para exploração do pré-sal

Os governos do Brasil e do Japão assinaram acordo para a transferência de tecnologia entre os dois países na área naval. Segundo informou o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, a medida trará benefícios para a exploração de petróleo na camada pré-sal. O acordo tem validade de cinco anos e é parte do esforço brasileiro para importar e desenvolver tecnologia para um setor que deverá passar por grandes transformações , disse o ministro Fernando Pimentel. A estimativa do ministério é de que o Brasil precisará de aproximadamente 5.000 embarcações, desde sondas de extração de alta complexidade a barcos de apoio, para explorar o petróleo em águas profundas. Um segundo memorando de entendimento, assinado entre Pimentel e o ministro japonês da Terra, Infraestrutura, Transportes e Turismo, Takeshi Maedatrata, trata da associação entre as empresas SOG Óleo e Gás S/A, do Brasil, e Toyo Engineering Corporation, do Japão. Elas formarão duas empresas que atuarão na área de construção e integração de plataformas marítimas no País . O inicio das operações está previsto para junho de 2012, informou o ministério.

Governo propõe desonerar PLR até R$ 5.000,00, mas as centrais sindicais recusam

Em reunião com representantes dos trabalhadores nesta quinta-feira, o governo Dilma se propôs desonerar da cobrança de IR (Imposto de Renda) a PLR (Participações sobre Lucros e Resultados) recebida anualmente pelos empregados no valor de até R$ 5.000,00. A proposta desagradou os sindicalistas, que querem a desoneração total de pagamentos de até R$ 10 mil e um escalonamento do imposto cobrado a partir desse valor, que seria de 7,5% até 27,5%. "Se o governo quer ser sério com a política de aquecer o mercado interno, não pode ser só no interesse das empresas. O governo precisa demonstrar que os trabalhadores também serão privilegiados", afirmou o tesoureiro da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Wagner Freitas.

Governo reúne líderes no Planalto para discutir MP do Código Florestal

A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, reuniu-se nesta quinta-feira com os líderes da base aliada para discutir a Medida Provisória enviada ao Congresso que recompõe o texto do novo Código Florestal. O encontro, que ocorreu no Palácio do Planalto, também contou com a presença dos ministros ligados ao tema: Izabella Teixeira (Meio Ambiente), Mendes Ribeiro (Agricultura) e Pepe Vargas (Desenvolvimento Agrário). De acordo com o governo, durante a reunião, os ministros apresentaram a deputados e senadores a justificativa para os trechos vetados pela presidente Dilma Rousseff. Na conversa, a ministra Ideli Salvatti defendeu as mudanças propostas e enfatizou a importância da "diferenciação" entre pequenos e grandes produtores, estabelecida no novo Código Florestal. Na MP enviada ao Congresso, o governo estabeleceu a chamada "escadinha", ou seja, a determinação de que a recomposição das APPs (áreas de proteção ambiental) será proporcional à largura do rio e à área da propriedade.

Washington rejeita controle da internet pela ONU

Representantes eleitos e funcionários do governo dos Estados Unidos manifestaram nesta quinta-feira sua firme oposição ao controle das Nações Unidas sobre a internet, como é exigido por vários países. "Em todas as reuniões e encontros bilaterais de que participamos, nós nos opomos vigorosamente a qualquer tentativa de estender o controle do governo sobre a internet", insistiu Philip Verveer, um funcionário do Departamento de Estado, encarregado da coordenação de tecnologia da informação, em uma audiência no Congresso. Agir desta forma "sufocaria fatalmente o dinamismo da internet", acrescentou. Em nota, o Comitê de Energia e Comércio da Câmara de Deputados considera que passar o controle da internet para a ONU "poderia comprometer a sua rapidez, além dos benefícios econômicos e sociais que beneficiam o planeta". Principalmente, comprometeria a independência, porque a ONU, atualmente, tornou-se um antro da esquerdopatia mundial, onde abundam também terroristas e totalitários de todos os tipos.

Jaguar Land Rover congela plano de instalar fábrica no Brasil

A marca de carros de luxo Jaguar Land Rover suspendeu os planos de instalar uma fábrica no Brasil, de acordo com informações do jornal "Wall Street Journal". Segundo o presidente da Jaguar Land Rover, Ralf Speth, "não há clareza sobre a situação no Brasil neste momento". O declínio da atividade industrial por causa da queda da demanda internacional e a desvalorização do real foram fatores que pesaram para o adiamento. Apesar disso, Speth sustenta que o Brasil é um "ponto-chave" para a expansão da empresa. "Sabemos exatamente onde queremos construir a fábrica", disse ao jornal. Em janeiro, a empresa anunciara que estudava a instalação de uma fábrica no Brasil como parte de uma plano de expansão em mercados emergentes. A medida se segue à da fabricante alemã de carros de luxo BMW, que adiou a decisão sobre a instalação de uma nova fábrica no País para junho, após o governo elevar a tributação sobre veículos importados no fim do ano passado.

Cemig estuda compra de participação na Celpa

O presidente da Cemig, Djalma Morais, afirmou que a empresa está estudando a compra de participação na Celpa, distribuidora paraense controlada pelo grupo Rede que está em processo de recuperação judicial. "Estamos estudando. Temos interesse sempre que agregar valor", disse Morais. A Cemig tem 49% do empreendimento, enquanto sua controlada Light tem 51%. Em evento no Rio de Janeiro na semana passada, o diretor financeiro da Cemig, Luiz Fernando Rolla, disse que a compra da Celpa não traria valor para a companhia. Morais reafirmou que a Cemig tem interesse nos ativos da Iberdrola na Neoenergia.

Para Marta Suplicy, atitude de Gilmar Mendes é incompreensível

A senadora Marta Suplicy (PT-SP) afirmou nesta quinta-feira que considera a atitude do ministro Gilmar Mendes "incompreensível". "Se o diálogo ocorreu ou não, existem versões. Eu acho que ficou um ponto de interrogação mais para o lado do ministro do que para o presidente Lula", disse a senadora. Segundo a revista "Veja", Mendes afirmou que o ex-presidente Lula teria tentado adiar o julgamento do mensalão em reunião que aconteceu em abril no ex-escritório do ex-ministro Nelson Jobim. Em troca, o ex-presidente teria sugerido blindar o ministro das investigações da CPI do Cachoeira. Lula e Jobim confirmaram o encontro, mas negaram o conteúdo da conversa, que foi reafirmada por Mendes. Marta também afirmou que "fez muito mal para o Brasil" a questão ter sido tratada pelo ministro do STF da forma como foi. Questionada sobre a motivação do ministro, ela primeiro disse que não tinha ideia, mas depois completou: "se a gente ler bem Maquiavel talvez encontre algumas explicações". Ela poderia indicar em qual obra e página Maquiavel falou sobre o assunto?

Famílias das vítimas do voo da Air France AF 447 aguardam relatório final desconfiadas

Três anos após o desastre com o Airbus da Air France que fazia o vôo AF 447, na rota Rio de Janeiro-Paris, e caiu no Oceano Atlântico, em 31 de maio de 2009, matando todas as 228 pessoas a bordo, os familiares das vítimas aguardam as conclusões finais sobre as causas da tragédia com um sentimento de desconfiança em relação às investigações. O BEA (Escritório de Investigações e Análises), ligado ao Ministério dos Transportes da França, informou que irá divulgar em 5 de julho o relatório final das investigações técnicas sobre o acidente. "O BEA tem apontado, em suas últimas declarações, a ação dos pilotos para tentar explicar a queda do avião. Essa posição é favorável à Airbus. Temos grandes suspeitas em relação às conclusões finais que serão divulgadas", disse Robert Soulas, presidente da associação francesa Ajuda Mútua e Solidariedade, que reúne familiares das vítimas. "Queremos a verdade. Esperamos que eles não culpem os pilotos. Os aviões da Airbus já tinham enfrentado inúmeros problemas antes desse acidente e continuara m apresentando falhas e registrando vários incidentes depois", afirma Nelson Marinho, presidente da associação brasileira AFVV447. "Temos desconfianças porque o governo francês é acionista da Airbus e da Air France e o BEA é ligado ao governo. Não há isenção para realizar as investigações", diz Marinho. Em um relatório preliminar divulgado em julho do ano passado, dois meses após as duas caixas pretas do Airbus A330 terem chegado à França para serem analisadas, o BEA deu destaque aos erros dos pilotos na tragédia. Segundo o órgão, os pilotos cometeram uma série de erros e o acidente poderia ter sido evitado se eles tivessem tomado as medidas adequadas. Mas, ao mesmo tempo, o BEA negou que falhas humanas tenham sido a única causa do acidente. O diretor do BEA, Jean-Paul Troadec, havia declarado na época desse relatório intermediário que o órgão tentava entender os motivos que levaram os copilotos (que estavam no comando) a levantar o nariz da aeronave para tentar ganhar altitude no momento em que o Airbus despencava. O procedimento normal teria sido o inverso, ou seja, baixar o nariz do avião para que ele recuperasse sua sustentação. A análise das duas caixas pretas também permitiu descobrir que o avião da Air France despencou de uma altura de 11 mil metros em apenas três minutos e meio.

Ministro Luiz Fux afirma que não se encontrou com Lula

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, disse nesta quinta-feira que não esteve com o ex-presidente Lula e nem foi procurado para tratar sobre o julgamento do Mensalão do PT. Cinco dos 11 ministros estiveram com o ex-presidente este ano, mas apenas Gilmar Mendes afirma que foi pressionado na questão do julgamento do Mensalão do PT.

Prefeito de Recife reafirma pré-candidatura à reeleição

O prefeito de Recife, João da Costa (PT), anunciou nesta quinta-feira que mantém sua pré-candidatura à reeleição, mesmo após a desistência do seu adversário, Maurício Rands, comunicada na quarta-feira. Costa afirmou que já havia vencido uma prévia do partido, anulada pela executiva nacional, e que o regimento do PT prevê a homologação do candidato no caso da desistência do seu adversário. "A nossa posição é manter a pré-candidatura. Cabe à executiva homologar ou não essa candidatura", disse o prefeito. O regimento interno do PT autoriza a cúpula do partido definir seu candidato em cidades com mais de 200 mil habitantes. Costa negou qualquer acordo envolvendo sua desistência e a de Rands em disputar uma nova prévia em favor de um terceiro nome, o do senador Humberto Costa.
"Comparam tantas fantasias e criou-se uma confusão", afirmou o prefeito. "O Rui [Falcão, presidente nacional do PT] pediu para que analisássemos essa possibilidade", declarou. "Não sei se a sugestão é uma decisão da direção nacional, mas não vejo argumento, circunstância, razões suficientes para que a gente não mantenha a nossa candidatura", disse Costa.

BNDES libera R$ 29,7 milhões para 43 salas de cinema

O BNDES aprovou o financiamento para a construção de 43 salas de cinema no País, no valor de R$ 29,7 milhões. O crédito faz parte do programa Cinema Perto de Você, que utiliza recursos do Fundo Setorial do Audiovisual para construção de cinemas em lugares onde não existiam salas. A maior parte do dinheiro será destinada à empresa Circuito Espaço de Cinema, do grupo Adhemar Oliveira, que vai receber R$ 14,9 milhões para quatro complexos, totalizando 26 novas salas, nos Estados de Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. De acordo com o BNDES, em Florianópolis (SC) serão instaladas cinco novas salas, sendo duas 3D; em São Gonçalo (RJ) serão seis salas --uma 3D; em Porto Alegre (RS) oito salas (uma IMAX e duas 3D), e Cotia (SP) terá sete salas, uma IMAX (maiores em tamanho e resolução) e duas 3D. Os complexos cinematográficos terão que desenvolver o projeto "Ações Populares no Cinema", que prevê distribuição de ingressos e venda a preços populares.

Ronaldinho entra na Justiça contra o Flamengo e está livre para negociar com outro clube

O casamento entre Ronaldinho e Flamengo chegou ao fim. O jogador entrou na Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro no fim da manhã desta quinta-feira, cobrando R$ 40.177.140,00 referentes a 12 meses de previdência, fundo de garantia e mais cinco meses de salários que dizem respeito aos direitos de imagem. A liminar expedida pela 9ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho foi protocolada na CBF na tarde desta quinta-feira e, a partir de então, o jogador está livre para assinar com outro clube. O Flamengo estava, até então, seguro de que o caso não poderia ir para a Justiça pelo fato de o clube considerar que devia a Ronaldinho apenas direitos de imagem equivalentes a R$ 750 mil mensais. Segundo um dos advogados do jogador, Aldo Giovani Kurle, o contrato de imagem é apenas uma maneira de o clube burlar a lei. Ele, portanto, considera que os vencimentos previstos neste acordo fazem parte do salário total do jogador. E, no contrato assinado, havia uma cláusula que previa a rescisão no caso de dois meses de atraso. Uma notificação foi enviada ao clube há cerca de 20 dias. O Flamengo teria 10 dias para quitar o débito. Aos 32 anos, Ronaldinho chegou ao Flamengo no início do ano passado, após uma turbulenta negociação que quase culminou em seu retorno ao Estádio Olímpico. Revelado pelo Grêmio no final dos anos 1990, ele se transferiu para o Paris Saint-German em 2001 e depois, viveu sua melhor fase no Barcelona, da Espanha, onde permaneceu entre 2003 e 2008. Jogou no Milan, da Itália, até 2010, antes de se transferir para o Flamengo. A advogada do atacante Ronaldinho Gaúcho, Gislaine Nunes falou sobre a liminar conquistada na manhã desta quinta, na qual o atacante Ronaldinho deixa o Flamengo. Segundo a advogada, o documento é dedicado a Paulo Cesar Coutinho, vice de futebol do clube, que em um vídeo falou que o Ronaldinho estava afastado. "Eu dedico essa liminar a Coutinho, que falou que meu cliente não joga nada. Os valores que ele tem que receber são milhoes". O juiz André Luiz Amorim Franco citou o atraso nos salários e ainda o não recolhimento do FGTS para conceder a liminar para o meia-atacante Ronaldinho rescindir com o Flamengo. Segundo a decisão, a ação movida por Ronaldinho é contra o Flamengo, mas a Traffic é citada como empresa que também não paga o atleta. Pelo acordo que viabilizou a contratação de Ronaldinho, a Traffic era responsável pelo pagamento de 75% dos vencimentos do atleta (cerca de R$ 1 milhão por mês), mas não cumpriu o prometido. "Sempre tratamos os assuntos relacionados ao Ronaldinho em alto nível e internamente. Não esperávamos uma atitude como essa", afirmou Patricia Amorim, presidente do Flamengo.

Mercadante volta a dizer que MIT terá unidade no Brasil

O ministro Aloizio Mercadante (Educação) voltou a afirmar que o MIT (Massachusetts Institute of Technology) terá uma unidade no Brasil. A abertura desse centro foi anunciada durante viagem da presidente Dilma Rousseff aos Estados Unidos, em abril, mas foi desmentida pela assessoria da instituição americana em seguida. "O MIT não abre campus no Exterior", disse a assessoria. O ministro divulgou nesta quarta-feira email enviado pelo futuro presidente da instituição, Rafael Reif, em que ele demonstra interesse em firmar a parceria. "Como futuro presidente do MIT, eu estou muito interessado em alcançar novas formas de colaboração com o Brasil, o que inclui o estabelecimento de um centro de pesquisa", afirma Reif em mensagem encaminhada também ao ministro de Ciência e Tecnologia, Marco Antonio Raupp. Reif assumirá a presidência do MIT em julho, sucedendo Susan Hockfield. Segundo Mercadante, um representante do MIT deve vir ao Brasil após a Rio+20 (conferência ambiental das Nações Unidas) para tratar do assunto. Em abril, Dilma e a atual reitora da universidade, Susan Hockfield, assinaram um acordo de cooperação entre o ITA (Instituto Tecnológico da Aeronáutica) e o MIT. A carta de intenção prevê intercâmbio de professores e alunos, desenvolvimento de programas educacionais e colaboração na implementação de um centro de inovação em São José dos Campos, cidade que sedia o instituto brasileiro.

Anatel autoriza George Soros a assumir TV paga em São Paulo

O Conselho Diretor da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) aprovou nesta quinta-feira a transferência do controle societário da Sunrise Telecomunicações Ltda. O novo gestor da companhia passa a ser o bilionário húngaro George Soros. De acordo com o relator do processo, conselheiro Jarbas Valente, o novo comando da empresa, que será liderado por George Soros e seu filho Robert Soros, trará benefícios ao setor. "Atrai mais interessados a investir no Brasil, empresas com capitais robustos, e aumenta a competição", afirmou durante votação do conselho. A procuradoria da Agência esclareceu que o processo deve voltar agora para a área técnica do órgão, que vai avaliar se a troca de gestão deve ser avaliada também pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

MMX, de Eike Batista, planeja quintuplicar produção até 2020

A MMX, empresa de mineração do empresário Eike Batista, planeja ter uma capacidade produtiva de pelo menos 58 milhões de toneladas de minério de ferro ao final desta década, um aumento de mais de cinco vezes em relação à situação atual. O aumento virá, além dos projetos já previstos Serra Azul e Pau Vinho, em Minas Gerais, de recursos em avaliação no Chile e em outra reserva em Minas Gerais, afirmou o presidente da MMX, Guilherme Escalhão. A capacidade de produção da empresa é de cerca 10,8 milhões de toneladas no momento. A exploração das novas jazidas de Copiapó, no Chile, e Bom Sucesso, até 2020, deverá se somar aos 29 milhões de toneladas anuais de extração projetada para Serra Azul, a partir de 2014, e aos 7 milhões de Pau de Vinho em 2016.

Com nova diretoria, Banco Central terá oito votos no Copom

O Banco Central informou na noite desta quinta-feira que uma nova diretoria, a de Assuntos Especiais, será criada na instituição. O hoje secretário executivo da instituição, Luiz Edson Feltrim, foi indicado para o cargo pelo presidente do Banco Central, Alexandre Tombini. O nome ainda precisa ser aprovado pela presidente Dilma Rousseff e pelo Senado. Segundo a autoridade monetária, a nova diretoria cuidará da interação da instituição com a sociedade e também terá direito a voto no Copom (Comitê de Política Monetária), que decide os rumos da taxa básica de juros da economia. Até então havia oito diretorias, mas somente sete votos, já que um dos diretores acumula duas cadeiras. Com a mudança anunciada, serão oito votos. Em caso de empate, o "voto de minerva" fica por conta de Tombini.

PTB retira pleito pela vice de Fortunatti e sela acordo com PDT e PMDB

Ao retirar sua postulação pela vice, o PTB selou nesta quinta-feira o acordo PDT-PMDB-PTB pela candidatura do prefeito José Fortunatti à reeleição em Porto Alegre. O vice será indicado pelo PMDB. Assim o cenário eleitoral em Porto Alegre fica praticamente completo.

Ministério Público ingressa com ação por descumprimento do TAC do Hospital Centenário pelo prefeito petista Ari Vanazzi

O Ministério Público de São Leopoldo, no Vale do Sinos, ingressou na Justiça contra a administração do Hospital Centenário por descumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado para melhorias no hospital. A ação é movida pela promotora Débora Rezende Cardoso com base em uma inspeção realizada pelo Conselho Regional de Medicina (Cremers). A execução do TAC se deve ao descumprimento de 20 das 36 cláusulas com as quais o prefeito petista Ary Vanazzi, o vice-presidente administrativo do hospital, Alexandre Andara, e o secretário de Saúde do município, Valmor Ruaro, haviam se comprometido. O documento foi assinado no dia 2 de maio, e parte das melhorias tinham prazos curtos para resolução. "As cláusulas tinham prazo de execução imediata ou de sete dias para cumprimento, mas as melhorias não foram implementadas", afirma a promotora. Entre os descumprimentos, a promotora cita o não preenchimento completo dos formulários dos pacientes, a falta de médicos nas escalas de plantão, de médicos-auxiliares em cirurgias e a não entrega da inscrição no Cremers das empresas terceirizadas. Além disso, foram compradas macas com proteção lateral, mas as proteções não estão sendo utilizadas. O Cremers já pediu o fechamento do hospital, que continua funcionando por insistência do Ministério Público Estadual e da Justiça, mas ele continua administrado em perfeita desordem administrativa. O ex-diretor Clínico do Centenário, Carlos Arpini, entregou dossiê sobre assombrosas malfeitorias no hospital, que é objeto de investigações por parte da Polícia Civil. Arpini foi ameaçado, esfaqueado e vive sob proteção policial. O TAC prevê multa de R$ 500,00 por dia para cada cláusula não cumprida. O clima político e social em São Leopoldo é de medo, apreensão e desordem, já que o prefeito Ari Vannazi, do PT, controla 11 dos 13 vereadores, detém o comando político local e a mídia mal cobre as investigações da Operação Cosa Nostra. Apesar disto, o prefeito acaba de se eleger presidente da Famurs, porque seus colegas prefeitos desconsideraram as acusações que pesam contra ele.

PSDB ordena candidatura própria e convenção para resolver disputa em Porto Alegre

Por ordem da direção nacional, o PSDB terá candidato próprio em Porto Alegre e a disputa entre Marchezan Júnior e Wambert De Lorenzo será na convenção do dia 24. Na quinta-feira, missão tucana local esteve em Brasília. Wambert di Lorenzo foi recebido pelo presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, o qual proibiu qualquer possibilidade de entendimento com outro partido, especialmente com o PDT. Sérgio Guerra acentuou que o partido precisa ter um candidato, e que esse candidato terá todo apoio da direção nacional do PSDB. No caso, como Wambert Di Lorenzo tem a maioria dos delegados para a convenção do diretório municipal, muito provavelmente ele será o candidato do partido. Wambert Di Lorenzo é um professor de Direito Constitucional e Ambiental, e tem mais de 20 anos de exclusiva filiação ao PSDB, sem ter passado antes por qualquer outro partido. Sérgio Guerra pretende dar forte apoio também às candidaturas do partido em Canoas e outras cidades da região metropolitana, inclusive com divisão do programa de rádio e televisão.

Candidatos a MBAs no Exterior correm contra o tempo

Candidatos às melhores escolas de negócios do mundo estão correndo contra o tempo. Isso porque a partir do dia 5 junho, o GMAT, exame utilizado nos processos de admissão dos programas de MBA internacionais, será reformato. A mudança tem promovido um certo frenesi entre entre os estudantes, que anteciparam a realização da prova para evitar a tal reformulação. O GMAT continua com as seções quantitativa, verbal e de escrita analítica - esta última, que antes era composta por duas redações, passará a ter uma apenas. A maior diferença ficará por conta da inclusão da seção de raciocínio integrado. O tempo de duração da prova, no entanto, permanece o mesmo: os candidatos terão 3 horas e meia para completar o teste. A nova parte da prova será composta por 12 questões divididas em: interpretação de gráficos, raciocínio em múltiplas fontes, análise de tabelas e análise de dados integrados. A seção terá nota de 1 a 8 e não integrará a pontuação final utilizada pela maior parte das escolas de negócios nos processo de admissão.

PT processa revista gratuita por "festival de difamações"

O diretório estadual do PT em São Paulo comunicou nesta quinta-feira que entrará com uma representação contra a revista Free São Paulo por suposta difamação e calúnia veiculadas na matéria de capa da última edição, cujo título é "Muito além da morte". A reportagem trata a morte do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel (PT), assassinado em 2002, como pano de fundo para encobrir esquemas de corrupção que, segundo a revista, manteriam o PT no poder até os dias de hoje. Em nota, o PT reitera que "denúncias envolvendo o nome do Partido são infundadas e todas as medidas cabíveis já estão sendo adotadas para que os responsáveis respondam pelo festival de calúnias e difamações". A revista semanal, com tiragem de 100 mil exemplares, é distribuída gratuitamente nas linhas do metrô de São Paulo. O diretor de redação da Free São Paulo, Ernesto Zanon, negou às acusações feitas sobre o material, por "se basearem em fatos, em depoimentos", dentre eles até o do promotor de justiça, Márcio Friggi, titular do caso Celso Daniel. Ele também negou qualquer vínculo partidário com o PSDB.

USP dá o primeiro passo para adoção de cotas raciais

A Universidade de São Paulo acaba de dar o primeiro passo para a adoção de cotas raciais na seleção de seus alunos. Por aclamação, a Congregação da Faculdade de Direito do Largo São Francisco aprovou, em reunião realizada na tarde desta quinta-feira, uma recomendação ao Conselho Universitário da USP para que adote as cotas raciais. “Foi um momento histórico. A congregação entendeu que ainda persiste na USP uma exclusão racial profunda”, disse o professor Marcus Orione, um dos principais defensores da proposta na congregação. A reunião contou com a participação de representantes do movimento negro, que expuseram os problemas decorrentes da exclusão racial. “Ficou claro que este debate está maduro e não dá para esperar mais”, observou o representante da organização Uneafro, Cleyton Borges. “O sistema de inclusão adotado na USP não foi suficiente para alterar a profunda desigualdade entre brancos e negros no acesso aos seus cursos.” A maior parte das escolas públicas de nível superior do País já adota algum tipo de cota para grupos indígenas e afrodescendentes. Mas as universidade paulistas (USP, Unesp, Unicamp e Fatec) preferem outros sistemas.

Governo boliviano diz que senador que pediu asilo ao Brasil quer constranger o ditador Evo Morales

O governo da Bolívia declarou nesta quinta-feira que o senador Roger Pinto, que é da oposição e buscou refúgio na Embaixada do Brasil, onde pediu asilo, tem como objetivo constranger o presidente boliviano Evo Morales, às vésperas da reunião da Organização dos Estados Americanos (OEA), que acontecerá na próxima semana. O embaixador da Bolívia na OEA, Diego Pari, disse que o gesto do senador Roger Pinto faz parte de uma "campanha de difamação" lançada pela oposição boliviana antes da reunião da OEA que começará no próximo domingo na cidade de Cochabamba, na Bolívia central. O senador Roger Pinto, do Estado de Pando, afirma que sofre perseguição política do governo de Evo Morales e que corre risco de vida. O senador afirma que ele e sua família já foram ameaçados. Ele também afirma que possui provas de corrupção no governo de Evo Morales e de ligação com o narcotráfico.

Ministério Público Federal denuncia ex-chefe do Incra no Mato Grosso do Sul por desmate

O Ministério Público Federal do Mato Grosso do Sul denunciou nesta quinta-feira o ex-superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Estado, Luiz Carlos Bonelli, e 66 assentados do Assentamento Teijin, localizado em Nova Andradina, por crime ambiental. Eles são acusados de desmatar e queimar mata nativa sem autorização dos órgãos ambientais, além de instalar inúmeros fornos para a produção do carvão. A ação do Ministério Público Federal baseou-se em reportagens publicadas em 2007 e 2009 pelo jornal O Estado de S.Paulo. O jornal mostrou que, sem condições de produzir por falta de infraestrutura, os assentados sobreviviam da venda do carvão obtido com a derrubada da reserva ambiental do assentamento. De acordo com o Ministério Público Federal, o então superintendente Luiz Carlos Bonelli teria sido conivente com as condutas ilegais por não ter tomado nenhuma medida para conter a devastação. O inquérito apurou que muitas famílias agiam com autorização de funcionários do Incra. Bonelli teria autorizado verbalmente o ingresso de cerca de 800 famílias ligadas ao Movimento dos Sem-Terra (MST) e à Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetagri) no assentamento sem o cadastramento prévio, o que contribuiu para a falta de controle sobre os assentados. Foram identificados 348 lotes onde houve desmatamento. Desses, 116 estavam em áreas de reserva legal. Nessas áreas, foram desmatados 405 hectares e instalados 166 fornos para a produção de carvão vegetal. O desmatamento variava de 20% a 100% de cada lote. Laudos confirmam a derrubada total de 1.018 hectares de cerrado, dos quais 730 hectares (71,7 do total) em áreas de reserva.

Comandante da Brigada Militar considera que recomendação da ONU não condiz com a realidade do Brasil

O comandante-geral da Brigada Militar, coronel Sérgio Roberto de Abreu, define como "muito incipiente" a parte do relatório de 170 recomendações do Conselho de Direitos Humanos da ONU ao Brasil, que sugere eliminação da Polícia Militar no País. A sugestão da Dinamarca aponta a necessidade de acabar com as execuções extrajudiciais e a violência policial. Para Roberto de Abreu, não se pode pegar a prática de alguns grupos e generalizá-la para determinar o fim do serviço da polícia no Brasil. "Não vejo fundamento nesta recomendação, não condiz com a realidade do País e com o trabalho que é realizado pela Polícia Militar. Os casos que ocorrerem são identificados e as pessoas punidas", afirma. Divulgadas na quarta-feira, as recomendações elaboradas pelo Grupo de Trabalho sobre o Exame Periódico Universal propõe também, por sugestão da Austrália, que outros Estados da Federação considerem implementar programas similares às UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora).

Posse do novo presidente do TRE gaúcho acontece nesta sexta-feira

O desembargador Gaspar Marques Batista toma posse como presidente do TRE gaúcho nesta sexta-feira, às 15 horas. A cerimônia ocorre no plenário do prédio-sede (Rua Duque de Caxias, 350). Na mesma ocasião, será empossada a nova vice-presidente e corregedora regional eleitoral, desembargadora Elaine Harzheim Macedo. O novo presidente da Justiça Eleitoral gaúcha é natural de São Luiz Gonzaga (RS). Formou-se em Direito pela Universidade de Santo Ângelo, em 1971. Como juiz, atuou nas comarcas de Alegrete, Santa Maria, Cerro Largo, Itaqui e Porto Alegre. Foi promovido a juiz do Tribunal de Alçada em novembro de 1992 e a desembargador do Tribunal de Justiça do Estado em abril de 1998. Por mais de uma década exerceu o magistério na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Há um ano, atua como vice-presidente e corregedor do TRE gaúcho. Além disso, integra a 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Elaine Harzheim Macedo ingressou na magistratura em 1982, tendo atuado nas comarcas de Sapiranga, Guaíba, Viamão e Porto Alegre. Foi juíza-corregedora e foi promovida ao Tribunal de Alçada em dezembro de 1997 e à desembargadora desde maio de 1998.

Vereadores e prefeitura de Porto Alegre estudam tornar pública a área do Instituto Ronaldinho

Uma idéia passou a ganhar corpo na manhã desta quinta-feira em Porto Alegre, na CPI do Ronaldinho: que a área do instituto seja revertida para uso social. Quer dizer, volte a atender crianças e adolescentes em atividades esportivas, de lazer e cultural. Antes de a sessão terminar, vereadores já discutiam formas de a área de 11,7 hectares, situada no bairro Hípica, em Porto Alegre, voltar a ser usada: por decretação de utilidade pública, desapropiação ou até por meio de trabalho de outra entidade que pudesse assumir a gestão de eventual novo convênio com a prefeitura. O vereador João Antônio Dib (PP) reiterou a importância de que a comissão discuta e decrete a área do Instituto Ronaldinho Gaúcho como de utilidade pública. O vereador Carlos Todeschini (PT) também se manifestou sobre o espaço ser revertido para uso social, sugerindo que entrassem na negociação os valores que o instituto deve ao município. Ao final da sessão, foi confirmado que o depoimento do empresário e irmão do jogador Ronaldinho Gaúcho, Roberto de Assis Moreira, será no dia 21 de junho.

Alta do ouro reativa produção em minas históricas brasileiras

Maior produtor mundial de ouro entre 1700 e 1850, o Brasil está recebendo investimentos bilionários para voltar à lista dos principais exploradores do minério. O governo está intensificando o combate ao garimpo ilegal de ouro na Amazônia, foco de atritos em regiões de fronteira, em um esforço que também visa formalizar o setor para tirar proveito dos altos preços do minério. Hoje na 11ª posição do ranking dos produtores, segundo o Serviço Geológico Americano (USGS), o País pode subir ao sétimo posto caso os planos do governo de dobrar a extração de ouro até 2017 se concretizem. Para cumprir a meta, espera-se que o setor receba US$ 2,4 bilhões em investimentos entre 2011 e 2015. A meta do governo, expressa no último Plano Nacional de Mineração, se sustenta nos preços do minério, que dobraram desde o início da crise econômica mundial, em 2008. Considerado um investimento seguro em tempos de instabilidade nas bolsas e forte oscilação de moedas, o ouro valia cerca de US$ 800,00 a onça (31 gramas) no fim de 2007. Hoje está cotado em US$ 1.600,00. A valorização tornou rentáveis minas com baixo teor de ouro e outras já exploradas, antes tidas como esgotadas. Entre as minas que serão reabertas está a de Serra Pelada, no sudeste do Pará. A mina atraiu milhares de migrantes nos anos 80 e fechou em 1992, em meio ao declínio da produção. Celebrizada pelas fotografias do "formigueiro humano" que abrigava, foi considerada o maior garimpo a céu aberto do mundo. Outras minas que serão reabertas estão a de Riacho dos Machados, em Minas Gerais, e a de Pilar de Goiás. Em 2011, segundo o USGS, o Brasil produziu 65 toneladas de ouro. A maior produtora mundial é a China, com 345 toneladas. Na América Latina, a produção brasileira é superada apenas pela do Peru, com 170 toneladas. Responsável por 26 das 65 toneladas de ouro extraídas anualmente no Brasil (17% do total), a mineradora canadense Yamana espera aumentar em 11 toneladas (40%) sua produção até 2014. O incremento virá de três novas minas na Bahia, Mato Grosso e Goiás. Com o início da operação da última delas, em Pilar de Goiás, a exploração do minério será retomada num município fundado em 1741, durante a primeira corrida ao ouro no Brasil. Desta vez, porém, a mina será explorada com alta tecnologia, em túneis subterrâneos que ultrapassam 5 quilômetros de extensão. Segundo a Yamana, a mina terá porte médio, com produção média de 3,7 toneladas de ouro ao ano. Estima-se que cada tonelada de rocha na mina contenha 2 gramas de ouro. O metal será extraído por explosivos e separado por um longo processo de refino. Em 2011, o ouro foi o segundo minério que mais gerou receitas para o Brasil em exportações. Segundo a Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), a atividade rendeu US$ 2,2 bilhões ao País. Os ganhos só foram superados (ainda que com larga folga) pelos da exportação de minério de ferro, que alcançaram US$ 41,8 bilhões.

Fernando Henrique Cardoso avisa, "é preciso não exagerar nos ajustes"

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse nesta quinta-feira que os ajustes na economia brasileira têm de ser feitos sem mudar o rumo. Ele defendeu que não é bom abaixar as taxas de juros "a qualquer custo". "É preciso não exagerar nos ajustes. Ao ajustar, não mudar o rumo. Mas, não estou dizendo que tenham mudado de rumo". O tucano, que participa de um seminário de investimento em Pequim patrocinado pelo Itaú, disse que falta uma "visão estratégica" ao País, principalmente em educação, infraestrutura e energia. Ele também defendeu reformas para aumentar a competitividade do setor industrial.

Músico Nelson Jacobina morre aos 58 anos

O músico carioca Nelson Jacobina, de 58, morreu às 6h40 desta quinta-feira. Ele estava internado desde domingo na UTI do hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo (RJ). Segundo o hospital, a morte foi em decorrência do câncer disseminado. Jacobina reclamou de falta de ar depois de voltar de uma viagem de trabalho, já no Rio de Janeiro. Foi levado imediatamente ao hospital e internado com quadro de metástase. Há 15 anos, o músico descobriu um tumor abaixo do queixo e, depois da operação, foi dado como curado. A doença voltou há cinco anos e foi se alastrando e comprometeu todos os órgãos vitais, principalmente o pulmão. Desde que a doença começou a complicar, amigos do músico se juntavam para ajudar nas altas despesas com os remédios. Compositor e violonista, Jacobina era parceiro de Jorge Mautner desde os anos 1970. Compuseram juntos, entre muitas, as canções "Lágrimas Negras", gravada por Gal Costa, e "Maracatu Atômico", que ganhou registros famosos de Gilberto Gil e Chico Science & Nação Zumbi. Desde o começo dos anos 2000, Jacobina atuava como músico na Orquestra Imperial. Mesmo muito doente, gravou, há cerca de um mês, o segundo álbum de estúdio da big band carioca.

IBGE aponta que, com consumo menor, indústria aprofunda queda no ano

Diante de fatores como menor consumo doméstico e estoques elevados, a indústria aprofundou seu ritmo de queda nos primeiros quatro meses deste ano, quando registrou uma perda de 2,8%. No último quadrimestre de 2011, a redução havia sido de 1,8%, segundo o IBGE. Para André Macedo, gerente da Pesquisa Industrial Mensal, a indústria vive "um momento de menor dinamismo" desde o segundo trimestre do ano passado, mas que se intensificou neste ano. "Há claramente uma trajetória de declínio da produção interna. É um movimento que se dá de forma bastante disseminada entre os setores." A queda de 2,9% da indústria em abril na comparação com o mesmo mês de 2011 foi a oitava taxa negativa consecutiva. Dos 27 setores pesquisados, 13 tiveram retração. Os motivos das perdas mais intensas neste ano, diz, são o menor ritmo do consumo interno provocado pela inadimplência crescente, forte concorrência com importados e redução das exportações por conta da desaceleração do mercado externo diante da crise. A recente alta do dólar, afirma, não rebateu positivamente ainda na indústria. Além disso, diz, muitos setores acumularam estoques excessivos, o que impede uma retomada da indústria. É o caso de automóveis, cuja produção caiu 14,9% no acumulado deste ano até abril na comparação com o mesmo período de 2011. Os estoques de veículos estão 16% superiores neste ano, segundo a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automores).

Computadores de mesa estão perdendo espaço para portáteis no Brasil

Os desktops, presentes em 79% dos domicílios brasileiros com computador em 2011, estão cada vez mais perdendo espaço para os portáteis, que já chegaram a 39% dos lares. Em 2008, os computadores de mesa estavam em 95% destas residências, enquanto os notebooks alcançavam apenas 10%. Os dados, da pesquisa anual realizada pelo CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil), mostram que a inclusão digital tem chegado a mais brasileiros. A proporção total de domicílios brasileiros com computador passou de 35% para 45% entre 2010 e 2011. No mesmo período, os lares com internet passaram de 27% para 38%. A pesquisa foi realizada em 25 mil domicílios brasileiros no ano passado, e pela primeira vez passou a medir também o número de tablets no Brasil. Apenas 1% dos lares com computador possuem o dispositivo, enquanto, na classe A, essa proporção chega a 10%. Os celulares são a segunda tecnologia mais presente nos domicílios, perdendo apenas para a televisão: está em 87% dos lares brasileiros (a TV chega a 98% deles).

Perillo e Agnelo vão depor na CPI do Cachoeira em 12 e 13 de junho

O presidente da CPI do Cachoeira, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), anunciou nesta quinta-feira que o depoimento do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) será realizado no próximo dia 12 de junho. No dia seguinte, dia 13, será a vez do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT) prestar esclarecimentos no colegiado. A convocação dos dois governadores foi aprovada na sessão de ontem da CPI. Na ocasião, o pedido para ouvir Sérgio Cabral (PMDB-RJ) foi rejeitado. A convocação de Perillo e Agnelo ocorreu em meio a um racha na base aliada. O PMDB, aliado do PT, articulou os 16 votos pela convocação de Agnelo, com o apoio de PP, PR PSC, PSB, PDT e da oposição. Doze parlamentares votaram contra. O depoimento de Perillo foi aprovado por unanimidade.

Dívida líquida do setor público cai ao menor patamar da história do Banco Central

A dívida líquida do setor público encerrou o mês de maio no menor patamar desde 2001, início da série histórica realizada pelo Banco Central, em um montante equivalente a 35,7% do PIB, informou a instituição nesta quinta-feira. Isso ocorreu devido a três razões: o dólar mais caro, já que quando se considera as reservas internacionais o Brasil é credor em moeda americana, os juros básicos em menor patamar e a inflação mais controlada (muitos títulos da dívida são atrelados à taxa Selic, assim como a índices de preços). Quando o dólar fica 1% mais caro em relação ao real, automaticamente a dívida se reduz em 0,14 ponto percentual ante o PIB, ou R$ 5,9 bilhões. Isso porque as reservas internacionais (que são ativos do Brasil) são transformadas em reais e deduzidas dos débitos da União, Estados, municípios e estatais. É depois desse abatimento que se chega à dívida líquida. No caso de cortes na taxa básica e inflação mais baixa, o efeito só é notado após um ano. Em abril, a desvalorização cambial foi de 3,8%, de acordo com o Banco Central. Nos primeiros quatro meses do ano, o governo cumpriu 43% da meta do ano para o superavit primário (economia para o pagamento de parte dos juros da dívida pública) do setor público. O montante inclui os saldos registrados pela União, governos municipais, municipais e estatais (com exceção da Petrobras e da Eletrobras). No mês passado, o superavit foi de R$ 14,2 bilhões, e no acumulado do ano, de R$ 60,2 bilhões. A meta para o ano é de R$ 139,8 bilhões. O pagamento de juros aos credores totalizou R$ 17,2 bilhões no mês passado. No acumulado do ano, o pagamento de juros nominais aos credores foi de R$ 76,2 bilhões, ou 5,49% do PIB, uma redução de 0,59 ponto percentual do PIB na comparação com o primeiro quadrimestre de 2011. A redução, no caso dessa comparação em relação ao PIB, ocorreu por causa dos cortes na taxa básica de juros da economia, a Selic, e pelo maior controle da inflação neste ano.

Dos 520 mil novos casos de câncer, 37% serão por causa do fumo

Dados obtidos pelo Inca (Instituto Nacional do Câncer) indicam que o percentual de mortalidade por tumor de pulmão é de 37% no Sul contra 30% nas demais regiões do Brasil. Dos 520 mil novos casos de câncer estimados para 2012 em todo o País, 37% serão provocados pelo vício do fumo. O estudo do Inca mostra ainda que, diante de uma expectativa média de vida de 80 anos, os homens viveriam até seis anos menos e as mulheres, cinco anos menos, por conta de tumores malignos ligados ao fumo.

Brasil cai para 46º em ranking mundial de competitividade

O Brasil está menos competitivo no cenário internacional, de acordo com o Índice de Competitividade Mundial 2012. O País caiu duas posições no ranking e ocupa agora o 46º lugar entre as 59 economias pesquisadas. O índice é desenvolvido pelo IMD (International Institute for Management Development) e analisa dados estatísticos internacionais e nacionais - como PIB, taxa de juros e inflação - e uma pesquisa com executivos. É calculado em pontos, de 0 a 100, e considera competitividade um campo de conhecimento econômico que analisa a capacidade de uma nação de criar mais valor para suas empresas e mais prosperidade para seu povo. Para avaliá-la, são considerados quatro critérios: performance econômica -- onde o Brasil mais caiu nesta edição --, eficiência do governo, eficiência dos negócios e infraestrutura. Segundo o professor de finanças do IMD Nuno Fernandes, as maiores quedas do País ocorreram em itens ligados à atividade econômica, como fluxo de capitais, finanças públicas, inflação, taxa de câmbio, exportações com valor agregado e custo de vida. Fernandes cita ainda problemas como burocracia, corrupção e o protecionismo, mas afirma que houve melhorias em temas como coleta de impostos, desemprego dos jovens e reservas cambiais.

Banda larga móvel supera o acesso discado no País

Pela primeira vez na história, o Brasil tem mais conexões 3G via modem (o que exclui o 3G de smartphones e tablets) do que conexões discadas à internet. Enquanto a tecnologia de banda larga móvel já está presente em 18% dos lares do país, alta de oito pontos percentuais em relação à 2010, o acesso discado perde cada vez mais importância para os brasileiros, conectando apenas 10% das residências à internet. Seguindo a tendência mundial de crescimento da tecnologia de banda larga (acima de 256 kbps de velocidade), essas conexões representam 87% de todos os lares conectados. A banda larga fixa, apesar de permanecer estável entre 2010 e 2011, representa a maioria das conexões do Brasil: 68%. A pesquisa TIC Domicílios 2011 foi realizada em 25 mil domicílios de 317 municípios brasileiros em 2011, e este é o 7o ano em que ela é realizada. O erro amostral é de 1,5 ponto percentual, para mais ou para menos. A coleta foi feita entre outubro de 2011 e janeiro de 2012, realizada pelo Ibope Inteligência.

Em 2012, Lula se reuniu com 5 dos 11 ministros do Supremo

Pelo menos 5 dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal se encontraram com o ex-presidente Lula neste ano, mas apenas Gilmar Mendes afirma ter sido pressionado sobre o julgamento do Mensalão do PT. Os outros quatro ministros que encontraram o ex-presidente, todos indicados ao STF por Lula, são: José Antonio Dias Toffoli, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski e Carlos Ayres Britto. No polêmico encontro com Gilmar Mendes, Lula chantageou o ministro para tentar adiar o julgamento do Mensalão.

Após infarto e internação, Adib Jatene recebe alta em São Paulo

O ex-ministro da Saúde e médico cardiologista Adib Jatene, de 82 anos, recebeu alta na noite de quarta-feira do HCor (Hospital do Coração), na zona sul da capital paulista. Ele foi internado após ter sofrido um pequeno infarto quando realizava um cateterismo. O médico passou por exames e esteve em observação na Unidade Coronariana do hospital por uma semana, segundo o boletim médico. No último dia 23, Jatene passou mal e sentiu dores no peito. E então foi submetido ao cateterismo e, em seguida, foi colocado um stent (prótese metálica para desobstrução de artérias). Jatene é diretor-geral do hospital.

Demóstenes se cala em CPI e parlamentares batem boca

Convocado para depor nesta quinta-feira na CPI do Cachoeira, o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) adotou a estratégia de permanecer em silêncio no colegiado. Em breves palavras, Demóstenes disse na comissão que todas as explicações já tinham sido dadas na última terça-feira, quando foi inquirido por cerca de cinco horas no Conselho de Ética do Senado, onde responde processo de quebra de decoro. "Comunicamos, até por uma questão de lealdade com essa comissão, que permaneceríamos calados, conforme faculdade prevista na Constituição, uma vez que nosso advogado está solicitando ao Conselho de Ética a degravação, bem como as notas taquigráficas para que sejam encaminhadas para a CPI", afirmou Demóstenes. Logo após a declaração, o presidente da CPI, Vital do Rêgo (PMDB-PB), anunciou que o pedido de Demóstenes seria respeitado, assim como feito com outros depoentes que recorreram ao preceito constitucional de permanecerem calados na comissão. Logo após o anúncio de Vital do Rêgo, o deputado Silvio Costa (PTB-PE) pediu para falar e proferiu uma série de ofensas contra Demóstenes: "Vossa Excelência passou cinco horas e não conseguiu se explicar ao País. O seu silêncio é a mais perfeita tradução da sua culpa. Ele escreve em letras garrafais: eu, Demóstenes Torres, sou sim membro da quadrilha do senhor Cachoeira, sou sim o braço legislativo da quadrilha do senhor Cachoeira". Silvio Costa também comentou o discurso de Demóstenes no Conselho de Ética que citou em alguns momentos Deus: "Se o céu existe, o senhor não vai para o céu porque o céu não é lugar de mentirosos, de pessoa hipócrita". Em meio às acusações de Silvio Costa, o senador Pedro Taques (PDT-MT) apresentou questão de ordem para que a sessão fosse imediatamente cancelada. "Não cabe a qualquer parlamentar expor o outro mesmo se tratando de uma CPI", disse Taques. A questão de ordem foi acatada pelo presidente Vital do Rêgo. "Passaram da conta", disse Rêgo. "Vossa excelência não me meça pela sua régua", disse Taques em meio à revolta de Silvo Costa com o encerramento da sessão. Em seguida o deputado se dirigiu a Pedro Taques e com o dedo em riste disse: "Você é um merda. Filho da puta. Você é um merda."

Após queda na Selic, Bradesco e Caixa Econômica Federal anunciam novas reduções de juros

A decisão do Copom (Comitê de Política Monetária) de reduzir a Selic (taxa básica de juros), em 0,50 ponto percentual, de 9% para 8,5%, levou a Caixa Econômica Federal e o Bradesco a anunciarem novas rodadas de redução de juros. A Caixa reduziu a taxa máxima do crédito consignado para funcionários públicos e empregados de empresas que possuem convênio com o banco de 1,95% ao mês para 1,67%, queda de 15,69 % na taxa anual. As novas taxas para os cartões de crédito passam a valer a partir desta sexta-feira. As demais taxas para pessoa física começarão a vigorar a partir da próxima segunda-feira (4), segundo a Caixa. Para os aposentados e pensionistas do INSS, a taxa máxima foi reduzida de 1,77% ao mês para 1,67%. A taxa mínima mensal caiu para 0,75%. No caso do INSS, a taxa máxima permitida pelo órgão é de 2,14% ao mês. Para clientes que recebem salário pela Caixa, a taxa do cartão azul foi reduzida de 1,99% para 0,89%.

A pornográfica disputa no PT de Recife

Do jornalista Reinaldo Azevedo - Escrevi um post na sexta passada sobre o confronto no PT de Recife. A direção nacional e estadual do partido e o governador Eduardo Campos, que é do PSB, querem o atual prefeito, João da Costa, fora da disputa. Ele venceu as prévias disputadas contra Maurício Rands, mas a Executiva Nacional do PT anulou o processo, embora tenha negado ter havido fraude. Anulou, então, por quê? João começou a se indispor com o establishment petista de Pernambuco por causa do contrato milionário de coleta de lixo. O primeiro a puxar o seu tapete foi o antecessor, João Paulo, que o fez candidato. Observei, então, que não é raro que os confrontos nesse partido comecem no lixo - e quase sempre acabam lá também. Muito bem! Ao anular as prévias, é claro que João foi vítima de um golpe, desfechado pela direção nacional, com o endosso de Lula — curiosamente, a coisa tem franjas até em São Paulo, já digo como. Mas o imbróglio ainda não estava completo. Depois de um encontro com o Babalorixá de Banânia, Rands decidiu renunciar à pré-candidatura. O pressuposto era que o prefeito fizesse o mesmo — e tal intenção chegou a ser anunciada à sua revelia — em benefício de outro Costa, o Humberto. O golpe completo, então, é este: os dois postulantes caem fora em benefício do senador Humberto Costa, que surgiria como um tertius — um estranho tertius, já que sempre esteve ao lado de Rands. O senador é um que sempre atuou contra o prefeito de seu próprio partido. Como é bastante influente no Estado e tem “contatos” na imprensa local, a vida do prefeito, que já não faz uma administração brilhante, virou um inferno. Isso é o que o PT faz com aliados incômodos. Dá uma medida de como costuma tratar adversários. Não tenho a menor simpatia pelo atual prefeito. Embora seja certamente uma falha, confesso saber pouco da política recifense em particular. Mas entendo que um prefeito, no exercício do mandato, havendo reeleição, tem a prerrogativa de disputar o cargo novamente, a menos que pese contra ele uma séria acusação ou de desvio de conduta ou de desvio dos objetivos partidários. O PT não acusa o atual prefeito nem de uma coisa nem de outra. A sua gestão, diga-se, é uma das financiadoras de uma página que abre seus comentários para os ataques mais abjetos contra mim — é o chorume do lixo. Não estou nessa atividade para praticar vinganças pessoais. Interessam-me os procedimentos institucionais. O PT está associado ao PSB do governador Eduardo Campos (PSB) em Pernambuco e em muitos outros estados e cidades. Campos não aceita apoiar o atual prefeito. Queria Rands, que foi seu secretário e com quem tem alguns laços familiares. A intervenção em Recife era uma das exigências para o PSB apoiar Fernando Haddad em São Paulo. Lula entrou na parada com a delicadeza habitual, com aquela mesma com que esmagou a pré-candidatura de Marta, que agora, pelo menos, vai ter tempo de ler Maquiavel… Faz algum tempo, ironizei alguns “politicólogos” supostamente independentes, mas que, na verdade, são petistas. Sustentavam esses valentes que o PT é mais moderno que os outros partidos porque aposta na renovação e na novidade. O método empregado em São Paulo e em Recife, na base do dedaço, indica bem que modernidade é essa. A direção nacional do PT, saibam, tem a prerrogativa de referendar ou vetar as candidaturas em cidades com mais de 200 mil habitantes. É uma herança, ainda, do “Centralismo Democrático” leninista, esse delicioso oximoro, dos antigos partidos comunistas. Segundo o centralismo, “a base” pode decidir o que bem entender, desde que o Comitê Central do partido concorde. Convenham: não dá para ser sério e esquerdista ao mesmo tempo. O que não quer dizer, é claro, que todos os direitistas liberais sejam sérios. Quer dizer apenas que eles têm, ao menos, alguma chance!

Polícia do Maranhão divulga só agora retrato de assassino de jornalista

Assassino do jornalista
A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão divulgou nesta quinta o retrato falado do suspeito de assassinar o jornalista Décio Sá com cinco tiros, em 23 de abril. Ele tem presumíveis 28 anos de idade, 1,70m de altura, cabelos escuros e liso e olhos também escuros. O secretário de Segurança, Aluísio Mendes, não explicou por que demorou tanto a divulgar o retrato falado, 38 dias após o crime. Ele atribuiu o atraso ao cuidado que a polícia teve de ser precisa, reinquirindo testemunhas. O jornalista Décio Sá foi morto a tiros em um bar da Avenida Litorânea. Um homem entrou no bar, e efetuou cinco disparos contra Décio, que morreu no local. O suspeito fugiu com a ajuda de uma motociclista.