quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Petrobras confirma petróleo leve no pré-sal

A Petrobras informou nesta quinta-feira que comprovou a ocorrência de petróleo leve em águas ultraprofundas da Bacia de Santos, no bloco BM-S-9, nos reservatórios do pré-sal. O novo poço, 3-BRSA-1023 (3-SPS-85), denominado Carioca Sela, localiza-se na área de avaliação do 1-SPS-50 (Carioca), a 4,5 quilômetros do poço descobridor. Nesse novo poço, distante cerca de 270 quilômetros da costa do Estado de São Paulo, foi recuperado um óleo de 27 graus API, em lâmina d´água de 2.149 metros. A descoberta foi comprovada por amostragem de petróleo em teste, nos reservatórios localizados na profundidade aproximada de 5.250 metros. O consórcio é formado pela Petrobras (45% - operadora), BG Group (30%) e Repsol Sinopec Brasil (25%).

Emergência do Hospital de Clínicas em Porto Alegre, superlotada, prioriza casos com risco de morte

A emergência do Hospital de Clínicas de Porto Alegre estava superlotada nesta quinta-feira, o que já não é mais nenhuma novidade na capital gaúcha há muitos meses, sem que as autoridades tomem qualquer providência concreta para resolver este problema. Com 49 leitos, o setor estava com 156 pacientes internados. Outros 26 aguardavam atendimento na sala de espera. De acordo com a unidade, com a capacidade esgotada, a emergência prioriza quadro de pacientes muito graves, com risco de morte. Para casos mais simples, não há previsão do tempo de espera para o atendimento. Em nota, a administração do hospital pediu a colaboração da população para que, em casos simples, procure os pronto-atendimentos ou os postos de saúde de suas cidades. Esta é a segunda vez que a emergência do Clínicas restringe o atendimento por causa da superlotação nos últimos 20 dias. Na terça-feira-feira da semana, a administração também orientava a população para que evitasse de ir até a unidade. Na ocasião, o número de pacientes adultos chegou a 160, e outros 21 aguardavam atendimento. Há no mínimo um ano e meio é evidente que Porto Alegre exige a instalação de dois hospitais de campanha, tarefa que poderia ser cumprida pela Forças Armadas, até que a rede hospitalar existente fosse ampliada, e reaberto os hospitais que foram fechados nos últimos anos. Mas, ninguém quer tratar deste assunto. O fato é que Porto Alegre está igual a Port Prince, no Haiti.

Assembléia do Ceará aprova anistia para policiais civis grevistas

A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou nesta quinta-feira o projeto de lei que concede anistia aos policiais civis que participaram de greves no Estado desde o ano passado. A última greve da Polícia Civil do Ceará ocorreu em janeiro, logo após a greve dos policiais militares. Também houve greves de policiais civis em julho e outubro do ano passado. Segundo a Assembléia, o projeto de lei aprovado autoriza os órgãos de segurança pública e sistema penitenciário a não instaurar e a extinguir sindicâncias ou processos administrativos disciplinares decorrentes de movimentos ocorridos a partir de julho. Ainda de acordo com a Assembléia, o projeto de lei, originado por mensagem do governo, estabelece o subsídio das carreiras de escrivão e inspetor da Polícia Civil e dos cargos de operador de telecomunicações e técnico de comunicações. O projeto também estende o pagamento de auxílio alimentação a operadores e técnicos de comunicação.

Bunge vai investir mais R$ 1 bilhão no Brasil

O presidente da Bunge Brasil, Pedro Parente, anunciou nesta quinta-feira que a empresa, uma das maiores processadoras de alimentos do País, vai investir R$ 1 bilhão em novos setores. Ele citou como possibilidade o cultivo da palma, de onde é extraído óleo usado tanto em alimentos como em cosméticos. "Ele só mostra a confiança que a empresa tem no setor agrícola brasileiro, ou agroindustrial. A gente vê que o Brasil tem uma demanda que será crescente de alimentos", afirmou Parente. Ainda não há um prazo definido para a aplicação desse investimento. O valor se soma ao investimento de US$ 2,5 bilhões anunciado em agosto do ano passado pelo presidente da companhia, Alberto Weisser, para o período de 2012 a 2016. Segundo o presidente nacional da Bunge, US$ 400 milhões já foram investidos neste ano: metade deles na expansão da usina de Moema, no Estado de São Paulo, e outra metade no plantio de cana. Ainda segundo Parente, a presidente Dilma Rousseff, com quem se reuniu na tarde desta quinta-feira, demonstrou "preocupação grande" com a recuperação do setor de cana-de-açúcar no País. "Tivemos uma produção de cana-de-açúcar no ano passado que foi abaixo daquela que se esperava e a gente tem uma capacidade não utilizada dentro da nossa indústria no País hoje muito grande", afirmou.

Capacidade de geração de energia do País em 2011 foi 4% maior que a do ano anterior

No ano passado, a capacidade instalada de geração de energia no Brasil chegou a 117.134,72 megawatts (MW), o que representa um crescimento de 4% em relação à de 2010. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a energia proveniente das usinas hidrelétricas predomina e responde por 66,91% da capacidade instalada do País. A energia gerada pelas termelétricas corresponde a 26,67% do total, e as pequenas centrais hidrelétricas tiveram participação de 3,3%. Compõem ainda a matriz 1,71% de potência de usinas nucleares, 1,22% de eólicas e 0,18% das centrais geradoras. Os dados constam de relatório de fiscalização da Aneel, que apresenta a atualização do parque gerador do Brasil até o dia 31 de dezembro do ano passado.

Chávez anuncia que viajará sexta a Cuba para cirurgia

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou nesta quinta-feira que viajará nesta sexta-feira a Havana para se submeter a uma cirurgia na mesma região de onde foi retirado um tumor em junho de 2011, que deverá acontecer segunda ou terça-feira. "Parto para lá [Cuba] amanhã à tarde para outra batalha que vem na qual também, guerrilheiros do tempo que somos, venceremos", afirmou em pronunciamento em cadeia de rádio e televisão, após uma reunião do conselho de ministros. Chávez também afirmou que ficará em Cuba "por vários dias", sem determinar quantos seriam, e disse que continuará em contato com seu gabinete. As declarações acontecem após a Assembleia Nacional venezuelana ter aprovado por unanimidade a viagem de Chávez, a segunda em que o presidente se afasta para tratamento médico. Na terça-feira, o presidente venezuelano disse que teria que passar por outra operação após médicos encontrarem uma lesão de dois centímetros em sua pélvis, durante exames em Cuba. O líder socialista de 57 anos passou por duas operações em Havana no ano passado para remover um tumor cancerígeno da mesma área. Sua condição exata permanece um segredo. "Não há metástase. Apenas essa pequena lesão na mesma área onde eles removeram o tumor", disse Chávez durante uma visita a seu Estado natal, Barinas.

Gol prevê desaceleração da demanda doméstica em 2012

O mercado doméstico de aviação deverá mostrar desaceleração em 2012 em relação ao ano passado, segundo previsão divulgada nesta quinta-feira pela Gol Linhas Aéreas. A taxa de ocupação, por outro lado, deve apresentar avanço em comparação com 2011 diante de uma oferta mais contida de assentos. A Gol espera que a demanda doméstica cresça de 7% a 10% neste ano, contra aumento de 16% em 2011 em relação ao ano anterior, segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). De acordo com a companhia aérea, a estimativa é "reflexo do crescimento da economia e da demanda por viagens aéreas nacionais". No final de janeiro, a TAM divulgou previsão de avanço de 8% a 11% na demanda doméstica para 2012, pouco acima da estimativa da sua principal concorrente. Já a taxa de ocupação, prevê a Gol, deve ficar entre 71% e 75%, acima dos 69% registrados pela empresa no ano passado. A previsão de taxa de ocupação da Gol se baseia em uma estimativa de alta de 0% a 2% na sua oferta doméstica de assentos, algo que já havia sido divulgado pela companhia no início de fevereiro.

Justiça condena pirata a 34 anos de prisão no Pará

A Justiça Estadual do Pará condenou a 34 anos de prisão um homem acusado de ter participado de um assalto a uma embarcação na Ilha de Marajó (norte do Estado), no ano passado, quando um tripulante foi morto a tiros. Os assaltantes de barcos e navios são conhecidos na região como piratas. A decisão, de 14 de fevereiro, foi divulgada nesta quinta-feira. O juiz Emanoel Jorge Mouta considerou que Marcelo de Souza Castro, conhecido como Boca Nua, foi um dos cinco homens que entraram armados em embarcação que seguia de Melgaço a Breves, com cerca de 30 passageiros, em junho de 2011. Segundo a Justiça, o acusado de matar o tripulante está foragido. Três adolescentes que participaram do crime já cumprem medidas socioeducativas em Belém.

Justiça arquiva investigação contra ex-chefe da segurança do Rio-2016

A Justiça Federal em Brasília arquivou nesta quinta-feira investigação contra o delegado Luiz Fernando Corrêa, que pediu demissão da diretoria de segurança do comitê organizador do Rio-2016. Corrêa, ex-chefe da Polícia Federal, pediu demissão na semana passada, em comum acordo com o comitê, por conta do pedido de abertura de uma ação de improbidade do Ministério Público Federal. Na decisão desta quinta-feira, o juiz Antonio Cláudio Macedo Silva, da 8ª Vara Federal de Brasília, criticou o pedido do Ministério Público e afirmou que não houve prejuízos aos cofres públicos na atuação de Corrêa em contratos dos jogos Pan-Americanos de 2007. "A análise dos documentos revela não existir qualquer dado concreto, ou mesmo prova indiciária, que permitam inferir sobre a efetiva existência das supostas fraudes relacionadas à execução do contrato", escreveu o juiz na sentença. Segundo o juiz, os indícios levantados pela procuradoria são "meras afirmações genéricas". O juiz criticou ainda o pedido de abertura da ação civil pública por parte do MP, que queria a devolução de R$ 17 milhões do contrato para compra de equipamentos de segurança.

Feridos em acidente de trem em Buenos Aires passam de 700

Ao menos 703 pessoas ficaram feridas (das quais 46 continuam hospitalizadas) após o choque de um trem urbano contra uma estação terminal em Buenos Aires, segundo o mais recente balanço oficial. Outras 50 pessoas morreram no acidente, 11 delas ainda não identificadas. "Houve 703 feridos, segundo o último registro dos hospitais", revelou o chefe do serviço de emergências SAME, Alberto Crescenti, em declarações a rádios no dia seguinte à terceira maior catástrofe ferroviária da Argentina, na colisão de um trem de passageiros contra uma plataforma da estação terminal de Once, no centro de Buenos Aires. O registro de mortos chegou a 50, de acordo com o subsecretário de Direitos Humanos do governo comunal, Claudio Avruj, e o diretor da Defesa Civil, Daniel Russo. Quase todas as pessoas mortas e gravemente feridas foram encontradas no primeiro e no segundo vagões da composição, que ficaram um sobre o outro. Não se sabe ainda por que o trem não freou ao chegar à plataforma.

Brasil estuda ampliar incentivo fiscal bilionário do petróleo

O governo está revendo o regime tributário especial para a área de petróleo e gás (Repetro) e deve anunciar ainda neste ano a extensão dessa política bilionária de incentivos fiscais para todos os elos da cadeia produtiva, revelou à Reuters o presidente da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), Mauro Borges Lemos. Hoje, o Repetro atende apenas ao primeiro elo da cadeia produtiva, principalmente as operadoras dos campos de petróleo e gás. Desde sua criação, em 1999, ele resultou em uma renúncia fiscal de aproximadamente R$ 46 bilhões, beneficiando principalmente a Petrobras. "É um regime de grande importância para o setor de petróleo e gás e, particularmente, para a Petrobras. Ele opera no Brasil há muitos anos e nós estamos implementando uma revisão do Repetro", disse o presidente da ABDI. A Petrobras, que opera mais de 90% das concessões de exploração do País, é a principal beneficiada pelo regime, que concede isenções de impostos de importação (II), sobre produtos industrializados (IPI), PIS, Cofins, além da taxa para renovação da marinha mercante. A ampliação do Repetro ajudaria a estatal a cumprir seus ambiciosos objetivos de produção de petróleo no pré-sal e a atingir os índices de nacionalização de peças e equipamentos exigidos em suas encomendas de plataformas e sondas. Como atende apenas o primeiro nível da cadeia produtiva, a maior parte da desoneração feita até agora foi sobre as encomendas de plataformas e embarcações, cerca de R$ 40 bilhões deixaram de ser arrecadados pelo governo, segundo dados da Receita Federal fornecidos pela ABDI. Em 2010, a renúncia fiscal atingiu quase R$ 10 bilhões.

Bradesco busca segunda captação externa em 2012

O Bradesco, por meio de sua unidade nas Ilhas Cayman, deu mandato a instituições financeiras para uma captação externa com bônus de dez anos de pelo menos US$ 500 milhões. Para levantar recursos, com os papéis não securitizados que devem ser listados na Bolsa de Luxemburgo, o emissor sugere pagar uma taxa de 6% aos investidores. A transação é coordenada pelos bancos BB Securities, BNP Paribas, BofA Merill Lynch, Bradesco BBI, JPMorgan e Standard Chartered Bank. A expectativa é de que a emissão receba nota "Baa1" (Positiva) da Moody's e "BBB" (estável) da Fitch. No mês passado, o Bradesco aproveitou uma janela criada com uma emissão bem-sucedida do governo brasileiro e levantou US$ 750 milhões em notas seniores de cinco anos.

General Motors anuncia construção de fábrica de transmissões em Santa Catarina

A GM (General Motors do Brasil) anunciou nesta quinta-feira que irá investir R$ 710 milhões na construção de uma nova fábrica de transmissões de veículos em Joinville (cidade localizada a 170 quilômetros de Florianópolis). A nova fábrica vai iniciar operações em 2014 e a capacidade de produção será de 150 mil caixas de transmissões por ano na primeira fase de instalação, segundo a GM. O empreendimento vai funcionar no complexo onde hoje são finalizadas as obras civis da fábrica de motores, em uma área construída de 50 mil metros quadrados. De acordo com a GM, "trata-se de uma transmissão 'state of art' de seis marchas, com alta eficiência e maior capacidade de torque, para cobrir uma gama de aplicações". Metade da produção terá como destino o mercado local, substituindo importações, e a outra metade será exportada para a Europa. A GM espera um faturamento anual de R$ 200 milhões.

Avião da Azul retorna a Viracopos após falha em trem de pouso

Um avião da Azul precisou retornar para o aeroporto de Viracopos, em Campinas, após a decolagem, devido a um problema no trem de pouso. Os passageiros tiveram que mudar de aeronave para prosseguir a viagem. O vôo 4086 havia decolado em direção a Vitória (ES) por volta das 6 horas. De acordo com a Azul, foi constatado o não recolhimento do trem de pouso, o que fez com que a aeronave, que tinha 95 pessoas a bordo, retornasse ao aeroporto de Viracopos. Após serem reacomodados, os passageiros decolaram novamente às 7h50 em direção a Vitória, onde pousaram por volta das 9h10. Não houve registro de outros problemas na aeronave, segundo a companhia.

Senadores do PT e do PSDB discutem em audiência sobre Pinheirinho

Exaltados, os senadores Eduardo Suplicy (PT-SP) e Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) trocaram provocações nesta quinta-feira em uma audiência pública da Comissão de Direitos Humanos do Senado que discute a desocupação de Pinheirinho, em São José dos Campos. A ação ocorreu em janeiro, quando a Polícia Militar retirou as famílias que viviam na área desde 2004 depois de uma decisão judicial. O terreno pertence à massa falida do grupo Selecta, do investidor Naji Nahas. A reintegração desalojou do local 1.600 famílias, num total de 6.000 pessoas. O tucano acusou Suplicy e o presidente da comissão, Paulo Paim (PT-RS), de usarem a desocupação para promover interesses eleitorais do partido. Aloysio Nunes Ferreira disse que era uma "operação política do PT para atacar o governo de São Paulo". Ele questionou o fato de ainda não ter sido marcada uma audiência para discutir desocupações ocorridas em governos do PT, como no Distrito Federal e na Bahia: "É um procedimento unilateral que visa instrumentalizar a comissão por partidos políticos, no caso o PT e outros grupos, como o PSTU". O tucano atacou os líderes comunitários do movimentos, chamando alguns de "parasitas", afirmando que a radicalização foi promovida por eles. Segundo o tucano, foi armado um "circo" dias antes da reintegração e a Polícia Militar agiu com todo cuidado para "causar o menor trauma possível": "Tinha gente querendo brincar de insurreição, pseudos-revolucionários, prontos para radicalizar". Ele ainda afirmou que o governador Geraldo Alckmin não mandou representante para a reunião por considerar que a ideia seria explorar politicamente o debate sobre a desocupação. Suplicy reagiu irritado e aos berros negou que tivesse interesse de usar eleitoralmente o caso. O tucano disse que não ficaria intimidado com gritos: "Pode gritar a vontade que não me impressiona".

Capacidade de geração do Brasil chega a 117 mil MW em 2011

A capacidade instalada para geração de energia elétrica no Brasil chegou a 117.134 megawatts (MW) em 2011, informou a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) nesta quinta-feira. O volume é proveniente de 2.608 usinas hidrelétricas, termelétricas, eólicas, nucleares, pequenas centrais hidrelétricas e centrais geradoras hidrelétricas e resultante de um acréscimo de 4.200 MW de novos empreendimentos em operação. Atualmente, a energia das hidrelétricas corresponde a 66,91% da capacidade instalada do País. As termelétricas representam 26,67% e as PCHs (pequenas centrais hidrelétricas) são responsáveis por 3,3% da capacidade. As usinas nucleares, em Angra (RJ), representam 1,71% da potência instalada, enquanto as eólicas são 1,22%. Do total de capacidade instalada que entrou em operação comercial em 2011, 1.143 MW são hidrelétricas, 432 MW são PCHs e 498 MW são eólicas. As novas termelétricas somam 2.125 MW, das quais 1.206 MW são movidas a combustível fóssil e 919 MW à biomassa.

Brasil gerou 118 mil vagas de empregos formais em janeiro, aponta Caged

O Brasil registrou a criação de 118.895 vagas com carteira assinada em janeiro, segundo os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados nesta quinta-feira pelo Ministério do Trabalho. Este é o pior resultado para o primeiro mês do ano desde 2009, quando foram fechados 101.748 postos de trabalho. Na comparação com janeiro de 2011, o resultado foi 21,82% menor, quando foram gerados 152.091 postos de trabalho. Em dezembro de 2011, houve o fechamento de 408.172 vagas, ante a geração de 42.735 em novembro de 2011. O setor de serviços foi o que mais criou empregos formais em janeiro, com a abertura de 61 mil postos com carteira assinada. Em segundo lugar está o setor de construção civil, que criou 42 mil vagas. A indústria de transformação abriu 37 mil vagas e a agropecuária foi responsável pela criação de 12 mil empregos com carteira assinada. Já o comércio, fechou 36 mil vagas em janeiro de 2012. O resultado veio em linha com a estimativa de mercado de criação de 100 mil vagas. Desde janeiro de 2011, registrou-se a criação de 2.085.344 postos de trabalho, uma expansão de 5,8% no contingente de assalariados com carteira assinada do País. O saldo de janeiro é resultado de 1.711.490 admissões e 1.592.595 desligamentos, ambos os maiores números para o mês.

Gastos dos brasileiros no Exterior foi de US$ 2 bilhões em janeiro

Com as férias escolares e o dólar mais baixo, turistas brasileiros deixaram no Exterior US$ 1,996 bilhão no mês de janeiro, segundo dados do Banco Central. Em janeiro do ano passado, o valor havia sido de US$ 1,777 bilhão. No mesmo período, os turistas estrangeiros deixaram no Brasil US$ 661 milhões, contra US$ 600 milhões. Em janeiro, o saldo entre os gastos de brasileiros e estrangeiros ficou negativo de US$ 1,335 bilhão. Em todo o ano passado, as despesas de brasileiros no exterior somaram US$ 21,234 bilhões.

Brasil tem déficit de US$ 7 bilhões na conta corrente de janeiro

As transações do Brasil com o Exterior (como compras e vendas de bens, e serviços e transferências de rendas) registraram déficit de US$ 7,086 bilhões no mês de janeiro, o maior desde 1947, quando o Banco Central começou a divulgar esse dado. No mesmo período em 2011, o resultado também havia sido negativo em US$ 5,584 bilhões. O desempenho negativo das transações correntes foi influenciado pelo déficit na balança comercial no mês, quando as importações de produtos superou as exportações brasileiras em US$ 1,292 bilhão. Além disso, a conta de serviços, onde são computadas viagens internacionais, por exemplo, também foi negativa em US$ 3,397 bilhões e o envio de rendas para o Exterior (como os lucros de investimentos) também superou a entrada desses recursos no País em US$ 2,575 bilhões. As transações correntes foram negativas em US$ 7,1 bilhões o que leva ao déficit de US$ 54,1 bilhões no acumulado dos últimos doze meses. A dívida é equivalente a 2,17% do PIB. Em dezembro, o país registrou deficit em transações correntes de US$ 6,04 bilhões. No ano, o déficit atingiu US$ 52,61 bilhões, ante US$ 47,323 bilhões em 2010. A conta que registra a entrada e saída de investimentos, porém, teve saldo positivo em janeiro, compensando o desempenho ruim das transações correntes. O investimento estrangeiro no setor produtivo brasileiro somou US$ 5,433 bilhões em janeiro, contra US$ 2,953 bilhões no mesmo mês em 2011. Já os investimentos em carteira (em ações e títulos de renda fixa, por exemplo)- somaram US$ 4,932 bilhões, ante US$ 3,33 bilhões em janeiro do ano passado. As reservas internacionais atingiram US$ 355,1 bilhões em janeiro de 2012, aumento de US$ 3,1 bilhões em relação ao montante do mês anterior. A receita de remuneração das reservas totalizou US$ 410 milhões, enquanto as demais operações externas, relacionadas principalmente a variações de preços e de paridades, elevaram o estoque em US$ 2,7 bilhões.

Japão negocia a redução de 11% do petróleo comprado do Irã

O Japão negocia com os Estados Unidos a redução de até 11% de suas importações de petróleo do Irã em troca de que suas instituições financeiras fiquem isentas das sanções propostas por Washington, informou nesta quinta-feira o governo japonês. Os dois países poderiam alcançar um acordo final sobre as isenções ao país asiático dentro do conjunto de sanções de Washington contra o programa nuclear de Teerã no final deste mês, detalhou o Executivo japonês. Representantes diplomáticos dos Estados Unidos e Japão mantiveram diversas reuniões sobre as condições da adesão do Japão ao programa para punir o Irã por seu programa nuclear. O primeiro-ministro japonês, Yoshihiko Noda, solicitou a Washington que as instituições financeiras de seu país não sejam afetadas pelas sanções ao Irã já que, devido a uma lei aprovada no final de 2011, as entidades que mantêm negócios com o banco central iraniano estão proibidas de operar nos Estados Unidos. No entanto, a norma, ratificada por Barack Obama em 31 de dezembro, dispensa os países que tiverem reduzido significativamente seu volume de compra de petróleo do Irã. O petróleo iraniano representa 10% do total importado pelo Japão e 17% do que produz o país liderado pelo nazista islâmico Mahmoud Ahmadinejad anualmente.

Custo da construção desacelera em fevereiro, aponta FGV

O custo da construção civil desacelerou em fevereiro na comparação com janeiro. O INCC (Índice Nacional de Custo da Construção - M) teve variação de 0,42%, enquanto no mês anterior foi de 0,67%. As informações foram divulgadas pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) nesta quinta-feira. Nos últimos 12 meses, a taxa registrada é de 7,93%. O grupo mão de obra foi o que registrou maior variação em fevereiro, de 0,43%. No mês passado, a taxa havia sido de 0,98%. Já o índice relativo a materiais, equipamentos e serviços ficou com variação de 0,40%. Em janeiro, a taxa havia sido de 0,35%. Das seis capitais pesquisadas pela FGV, Belo Horizonte foi a que apresentou a maior redução no índice de mão de obra: de 8,38% para 2,52%. Recife também registrou desaceleração, segundo a FGV. Em Salvador, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo foram detectadas discretas variações salariais. O INCC-M é calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.

Ricardo Teixeira vê tio como "indutor de rebelião" contra ele

O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, identificava na quarta-feira ao lado de aliados o próprio tio, Marco Antonio Teixeira, demitido no início do mês da secretaria-geral da entidade, como pólo indutor da rebelião de algumas federações estaduais, nos últimos dias, contra ele. O adiamento do anúncio da renúncia de Teixeira à presidência da CBF, na semana passada, foi exatamente para tentar controlar esse movimento, que exigia eleição para a escolha de seu sucessor. Ele não queria o pleito para não correr o risco de perder o controle, ainda que indireto, da confederação. Sem poder na CBF já há mais de cinco anos, Marco Antonio Teixeira ganhava cerca de R$ 1 milhão por ano da entidade. Ele recebia R$ 88.070,04 mensais. Ele passou a ser figura decorativa na CBF depois da Copa-2006. Teixeira descobriu que Marco Antonio estava articulando nos bastidores para tentar ficar em seu lugar. O presidente da CBF não aprovou também a escolha de Weggis, na Suíça, para a seleção se preparar para o Mundial da Alemanha. O time fez seus treinos lá por opção do ex-secretário-geral, onde estava desde 1989, desde o início da gestão do sobrinho.

Minoritários vão à Justiça contra o Grupo Pão de Açúcar

Duas entidades que representam grupo de acionistas minoritários do GPA (Grupo Pão de Açúcar) entraram com ação na Justiça de São Paulo contra a empresa, contra a rede francesa Casino e contra a família Diniz. Sob o argumento de que foram lesados pelo fracasso na tentativa de fusão de Pão de Açúcar e Carrefour, encerrada em julho passado, querem ser reparados pelo prejuízo. No ano passado, Abilio Diniz e Casino travaram uma disputa sobre a união com o Carrefour. O Casino era contra, e o negócio fracassou. O caso vem à tona quatro meses antes de o Casino assumir o controle do Grupo Pão de Açúcar, segundo acordo realizado em 2006. No processo movido na Justiça paulista, os minoritários são representados pela Apampa (associação de proteção coletiva dos acionistas minoritários e investidores do Pão de Açúcar), fundada em janeiro, e pela Abrac (associação brasileira de defesa dos direitos e garantias fundamentais do cidadão), criada em 2009. Os advogados do escritório Minelli & Bosco, que representam os investidores minoritários e são fundadores das entidades que propuseram a ação, não detalham o total de minoritários representados. A Apampa foi criada por nove pessoas, e uma é acionista minoritária do GPA. Trata-se de Hamilton Prado Jr., investidor e ex-marido de Vera Diniz, irmã de Abilio Diniz. Os demais são advogados do escritório que defende os minoritários, parentes ou clientes. Há dois meses, quando tentou na Justiça ter acesso a estudos encomendados por Abilio Diniz para defender a união com o Carrefour, Prado Jr. declarou que era dono de cem ações do Grupo Pão de Açúcar, compradas em novembro de 2011, por R$ 4.344,00.

Mitsui compra brasileira Veloce Logística por US$ 58,5 milhões

A trading japonesa Mitsui comprou a Veloce Logística por 4,7 bilhões de ienes (US$ 58,5 milhões) para se expandir no mercado brasileiro de distribuição de peças de automóveis, segundo o jornal "Nikkei". A Veloce administra o transporte de peças, opera centros de distribuição e cuida das entregas no Brasil e na Argentina para as fábricas locais da General Motors e outras montadoras. A Mitsui comprou a Veloce, terceira maior do setor brasileiro, de um grupo de private equity e outros investidores. A companhia japonesa distribui peças de automóveis nos Estados Unidos, Europa e Ásia para a Toyota. No Brasil, a Mitsui espera atender à demanda de montadoras japonesas como a Honda e de européias como Renault e Volkswagen. A Mitsui também quer aumentar a eficiência no transporte para as unidades locais da Unilever, Nestlé e outras companhias fora do mercado de peças de automóveis, segundo o Nikkei.

Apenas 3% dos inquéritos acham culpados para assassinatos

Mutirão nacional para retomar investigações de assassinatos ou tentativas de assassinatos que estavam abandonadas teve pouco efeito prático. Pouco mais de 3% dos casos foram remetidos para o Ministério Público para que uma denúncia formal fosse oferecida à Justiça. O número de casos considerados concluídos chega a 20%, o que corresponde a 28 mil dos 143 mil inquéritos abertos antes de dezembro de 2007 e que estavam sem solução. A maioria, no entanto, só foi concluída porque os casos foram arquivados, sem qualquer solução. O Estado que mais arquivou inquéritos foi o Rio de Janeiro: cerca de 96% das investigações foram encerradas sem a descoberta do criminoso. A promotora fluminense Renata Bressan nega que tenha havido arquivamento em massa de casos no Estado.

Paulo Henrique Amorim pagará R$ 30 mil por ofensa a apresentador da Globo

Paulo Henrique Amorim, da Record, terá de pagar uma indenização de R$ 30 mil por conta de ofensas proferidas em seu blog contra o colega Heraldo Pereira, da Globo. Os dois apresentadores chegaram a um acordo na conciliação promovida pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e acabaram com o imbróglio, que se arrastava desde 2010. Pelo combinado, Paulo Henrique terá de publicar nos próximos dias uma nota de retratação nos jornais Folha de S.Paulo e "Correio Braziliense". Ele também terá de fazer uma doação de R$ 30 mil a uma instituição de caridade indicada por Heraldo. O pagamento será dividido em seis parcelas de R$ 5 mil e começa a ser pago no próximo dia 15. Por fim, o apresentador do "Domingo Espetacular" terá de retirar a publicação de seu blog e publicar a mesma retratação dos jornais com destaque e por pelo menos 21 meses. A audiência de conciliação ocorreu no último dia 15. No texto publicado em seu blog, Paulo Henrique Amorim dizia que Heraldo Pereira fazia bico na Globo e era um "negro de alma branca", além de questionar sua ética e dizer que ele trabalhava para o então presidente do STF Gilmar Mendes. Leia a íntegra do texto que deverá ser publicado por Paulo Henrique Amorim nos jornais: "RETRATAÇÃO DE PAULO HENRIQUE AMORIM CONCERNENTE À AÇÃO 2010.01.1.043464-9, que reconhece Heraldo Pereira como jornalista de mérito e ético; que Heraldo Pereira nunca foi empregado de Gilmar Mendes; que apesar de convidado pelo Supremo Tribunal Federal, Heraldo Pereira não aceitou participar do Conselho Estratégico da TV Justiça; que, como repórter, Heraldo Pereira não é e nunca foi submisso a quaisquer autoridades; que o jornalista Heraldo Pereira não faz bico na Globo, mas é empregado de destaque da Rede Globo; que a expressão 'negro de alma branca' foi dita num momento de infelicidade, do qual se retrata, e não quis ofender a moral do jornalista Heraldo Pereira ou atingir a conotação de 'racismo'."

CNJ mira contracheques excepcionais de magistrados para pedir devoluções

O Conselho Nacional de Justiça quer saber quais índices de correção foram aplicados por Tribunais de Justiça estaduais e os períodos contemplados para calcular contracheques excepcionais concedidos a juízes e a desembargadores. Se identificar pagamentos irregulares, o CNJ poderá propor sanção com base no estatuto do servidor público, que prevê desconto em folha daquela quantia indevidamente creditada na conta dos magistrados. O artigo 46, parágrafo 1º, do estatuto, disciplina que reposições e indenizações serão previamente informadas ao servidor para pagamento no prazo máximo de 30 dias, podendo ser parceladas a pedido do interessado. O valor de cada parcela não poderá ser inferior a 10% da remuneração, provento ou pensão.

Dos 47 deputados federais do PSD, só um teve votação para se eleger por conta própria

Dos atuais 47 deputados federais do recém-criado PSD, 46 tiveram votos insuficientes para se eleger por conta própria. Eles só chegaram ao Congresso graças à votação de seus antigos partidos que, além de ter as bancadas reduzidas, ainda correm o risco de perder pelo menos R$ 13 milhões por ano para a legenda capitaneada pelo prefeito Gilberto Kassab. O fato de não ter uma bancada eleita com votos próprios fragiliza o argumento do PSD de que, como terceiro maior partido na Câmara, teria direito a fatias maiores dos recursos do Fundo Partidário e do horário de propaganda eleitoral. Atualmente, a legenda de Kassab é tratada como “nanica” pela Justiça Eleitoral: recebe menos de 0,2% do Fundo Partidário. Isso porque 95% dos recursos públicos destinados ao financiamento dos partidos são divididos de acordo com o número de votos para a Câmara dos Deputados, e o PSD não participou da última eleição. Pelo mesmo motivo, a bancada do partido não é contabilizada no rateio da propaganda eleitoral gratuita, proporcional ao número de deputados eleitos por cada legenda. A situação pode mudar se o Tribunal Superior Eleitoral acolher uma ação que pede a redivisão do Fundo Partidário.

Por Serra, DEM aceita “chapa pura” com tucanos

Líderes do PSDB favoráveis à candidatura do ex-governador José Serra à prefeitura de São Paulo fizeram chegar a integrantes do DEM que a chapa puro-sangue é uma das condições para o tucano entrar na disputa eleitoral deste ano. A cúpula do DEM queria a vaga de vice para apoiar o PSDB na eleição, em um cenário em que o candidato não é o ex-governador. Mas, com Serra na disputa, a tendência é que o aliado também abra mão da indicação. Na última terça-feira, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) disse que seu partido não pleiteará a candidatura de vice-prefeito, caso Serra concorra. Serra, que analisa o cenário para decidir, teria predileção pela chapa com um vice do PSDB. Em 2006, quando disputou o governo de São Paulo, lançou como vice o tucano Alberto Goldman. A indicação lhe deu segurança para renunciar e disputar a presidência da República em 2010. A formação de uma chapa puro-sangue também daria condições para costurar um acordo com o vencedor da prévia do PSDB, marcada para o dia 4 de março.