terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Chávez diz que passará por nova cirurgia por lesão na pélvis

O ditador venezuelano, Hugo Chávez, disse nesta terça-feira que terá que se submeter a outra operação após médicos encontrarem uma lesão de dois centímetros em sua pélvis, durante exames em Cuba. O ditador caribenho de 57 anos passou por duas operações em Havana no ano passado para remover um tumor cancerígeno da mesma área. Sua condição exata permanece um segredo. "Não há metástase. Apenas essa pequena lesão na mesma área onde eles removeram o tumor", disse Chávez durante uma visita a seu Estado natal, Barinas. O jornalista Nelson Bocaranda escreveu na segunda-feira que Chávez, que passou por uma cirurgia em Havana em junho passado para retirar um tumor da pélvis, havia retornado a Cuba e que alguns de seus parentes também estariam indo para lá. Mas o governo negou tudo, e o ministro da Informação, Andrés Izarra, disse que o rumor foi espalhado como parte de uma "guerra suja da escória", enquanto o líder do Congresso, Diosdado Cabello, afirmou que Chávez está saudável e pode surpreender seus detratores nesta terça-feira. "Bocaranda está doente na alma. Todo dia deseja a morte do comandante, ou alguém está pagando para ele escrever suas mentiras?", publicou Cabello no Twitter. Os boatos se disseminaram rapidamente durante o final de semana prolongado do Carnaval, quando os negócios praticamente param. No ano passado, Bocaranda deu um furo jornalístico sobre o tratamento do câncer de Chávez na ilha comunista caribenha. A saúde de Chávez é o coringa da eleição de 7 de outubro, na qual ele busca mais um mandato de seis anos. A oposição está unida novamente em torno de um candidato, Henrique Capriles, governador do Estado de Miranda, e vê o pleito como sua melhor chance de encerrar os 13 anos de Chávez no poder.

Grêmio contrata Luxemburgo para o lugar de Caio Júnior

Demitido do Flamengo no dia 2 de fevereiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo foi contratado pelo Grêmio. O anúncio foi feito nesta terça-feira e o treinador será apresentado na quinta-feira. O contrato é até 31 de dezembro deste ano. Nesta quarta-feira, o Grêmio enfrentará o Internacional, às 22 horas, em partida eliminatória pelas quartas de final do primeiro turno do Campeonato Estadual. O auxiliar técnico e ex-lateral da equipe Roger Machado é quem comandará a equipe interinamente. O Grêmio, que contratou jogadores badalados como os atacantes Kleber e Marcelo Moreno, terminou o primeiro turno da competição somente na quarta posição de sua chave, isto porque viu o Cruzeiro perder seis pontos por ter escalado um jogador de forma irregular. A saída do Flamengo significou a segunda demissão seguida do Luxemburgo, que passou pela mesma situação no Atlético-MG. Antes de treinar o Atlético ele tinha saído do Santos ao final da gestão do presidente Marcelo Teixeira. A passagem anterior de Luxemburgo foi no Palmeiras, onde também foi demitido. Esta será a primeira vez que Luxemburgo comandará um clube do Rio Grande do Sul na carreira. Antes ele passou também por Paraná, Bragantino e Real Madrid, entre outros.

"O Grito", de Munch, vai a leilão; obra pode superar US$ 80 milhões

A casa de leilões Sotheby's vai oferecer a única versão pertencente a um colecionador privado de "O Grito", de Edvard Munch. O leilão está previsto para 2 de maio em Nova York, e a expectativa é arrecadar mais de US$ 80 milhões. O dono da obra de arte pintada em 1895 é o empresário norueguês Petter Olsen, cujo pai Thomas era amigo, vizinho e patrocinador de Munch. Existem quatro versões da famosa pintura de um personagem em desespero com as mãos no rosto gritando. As outras três estão em coleções de museus norugueses. Simon Shaw, vice-presidente-sênior e chefe do departamento de Arte Moderna e Impressionista da Sotheby's em Nova York, classificou a obra "como uma das mais importantes nas mãos de um colecionador privado". "Como são raros leilões de ícones de arte desse tipo, é difícil prever o valor de 'O Grito'", acrescentou: "Mas o sucesso recente de obras de arte na Sotheby's sugere que o preço possa exceder 80 milhões de dólares".

Rick Santorum lidera pesquisas das primárias de Michigan

O republicano Rick Santorum foi o destaque das pesquisas publicadas duas semanas antes das próximas primárias republicanas de Michigan. Rick Santorum surpreendeu ao vencer na semana passada nos estados de Missouri, Colorado e Minnesota, recomeçando, assim, a corrida pela indicação republicana para a eleição presidencial de 6 de novembro. Mitt Romney, ex-governador de Massachusetts, era até então o favorito, em particular graças a sua esmagadora vitória na Flórida. "Pensamos que agora esta é uma corrida entre dois candidatos e queremos deixar bem claro para as pessoas que somos a melhor alternativa a Barack Obama, com mais chance de derrotá-lo", disse Santorum no domingo. Segundo uma pesquisa realizada pela Public Policy Polling, Rick Santorum tem 39% das intenções de voto em Michigan, contra 24% para Romney, 12% para Ron Paul e 11% para Newt Gingrich. Em outra pesquisa, realizada pelo American Research Group, o ex-senador pela Pensilvânia, obstinado defensor dos valores conservadores, recebe 33% das intenções de voto, contra 27% para Romney, 21% para Gingrich e 12% para Paul. O crescimento de Santorum em Michigan foi atribuído ao excelente indicador de favorabilildade de 67% e o "crescente declínio de Gingrich" pelos eleitores republicanos, segundo o Public Policy Polling.

Dilma faz passeio em barco da Marinha em base naval na Bahia

A presidente Dilma Rousseff aproveitou a terça de Carnaval para fazer um passeio de barco na base naval de Aratu, na Bahia. Em uma embarcação da Marinha, ela saiu por volta das 6h15 e retornou ao meio-dia. Na segunda-feira, a presidente foi para a praia acompanhada de sua mãe, Dilma Jane Silva Rousseff, e da sua tia, Arildes. A presidente também divulgou um comunicado em que faz uma alerta para os motoristas que vão pegar a estrada no retorno do Carnaval e destacou que a maioria dos acidentes pode ser evitada com mais de cuidado e responsabilidade.

Brasil financiará compra de alimentos em países africanos

O Brasil contribuirá com US$ 2,37 milhões para um novo programa de compra de alimentos para a população mais pobre da Etiópia, Malauí, Moçambique, Níger e Senegal, informou nesta terça-feira um comunicado da FAO. O programa é uma parceria da FAO e do PMA (Programa Mundial de Alimentos) e se inspira no programa "Fome Zero", lançado em janeiro de 2003 pelo governo brasileiro. Por meio do acordo, assinado em Roma na sede da FAO, o Brasil financiará a compra da produção dos pequenos camponeses e sua distribuição a categorias de risco, como crianças e jovens, através de programas de merenda escolar, explicou a agência da ONU em comunicado. O acordo estabelece que a FAO receberá US$ 1,55 milhão para os aspectos relacionados à produção, fornecimento de sementes e fertilizantes e para encorajar a capacidade dos pequenos agricultores e das associações de camponeses. O PMA receberá US$ 800 mil para organizar as compras e distribuir os alimentos nas escolas e entre os grupos mais vulneráveis, destaca o comunicado. Desde janeiro deste ano, a FAO, fundada em 1945, é presidida pelo brasileiro José Graziano da Silva, que substituiu o senegalês Jacques Diouf para o mandado de 2012-2015.

China eleva importação de minério do Brasil em 16% em janeiro

A China importou 15,4 milhões de toneladas de minério de ferro do Brasil em janeiro, alta de 16% na comparação com o mês anterior, mostraram dados da alfândega chinesa nesta terça-feira. O Brasil é o segundo exportador de minério de ferro para a China. Ao todo, o maior importador global da commodity comprou 59,3 milhões de toneladas, queda de 7% ante dezembro, com as entregas do principal fornecedor, a Austrália, recuando 8,5%, para 26,8 milhões de toneladas. As importações do insumo da Índia caíram 5% ante dezembro, para 4,49 milhões de toneladas. Os três importantes produtores de minério forneceram 78,7% das importações totais da China no último mês, ante 74,7% durante o ano de 2011. As importações de fornecedores menores, como o Irã, caíram 25% ante o mês anterior, para 710,7 mil toneladas.

Ruy Castro sofreu fratura no ombro durante convulsão

O jornalista e escritor Ruy Castro, de 63 anos, sofreu uma fratura no ombro direito quando teve uma crise convulsiva, no último domingo. Segundo os médicos, a contração muscular causada pelo problema pode provocar a lesão. De acordo com o último boletim médico, o escritor vai deixar o Centro de Terapia Intensiva e ir para um quarto na próxima quinta-feira. A previsão é que ele permaneça em observação no CTI, portanto, somente por mais 48 horas. O escritor está internado no Hospital São Lucas, em Copacabana, na zona sul do Rio e Janeiro. Ele foi levado de emergência, inicialmente, para o hospital municipal Miguel Couto, na Gávea, e depois foi transferido para a unidade particular. O quadro clínico do escritor permanece estável. Ele encontra-se lúcido e respira sem ajuda de aparelhos. Durante esse período de internação o paciente realizou diversos exames de investigação diagnóstica. Segundo o hospital, as possíveis causas de maior gravidade já foram descartadas.

Confrontos entre tribos na Líbia deixam mais de 100 mortos

Mais de 100 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em combates que ocorrem há dez dias entre tribos do sudeste da Líbia, informaram nesta terça-feira fontes tribais. Desde o início dos combates, "113 pessoas morreram e 241 ficaram feridas", afirmou o chefe da tribo dos Tubus, Isa Abdelmajid, enquanto o dos Zuwaya informou sobre 20 mortos e 40 feridos entre seus membros. Os confrontos entre as duas tribos eclodiram no dia 12 de fevereiro na cidade de Kufra, a sudeste da Líbia, na fronteira com Chade, Sudão e Egito. Segundo Abdelmajid, antigo opositor do antigo regime de Muamar Kadhafi, seis crianças de sua tribo estão entre os mortos nos combates. Abdelmajid denunciou um "plano de extermínio" contra sua tribo, e convocou a comunidade internacional a intervir para pôr fim aos confrontos.

AGU pede volta da investigação contra tribunais pelo CNJ

A Advocacia-Geral da União se manifestou na semana passada favorável à retomada da investigação sobre movimentações financeiras suspeitas de magistrados e servidores do Judiciário. A posição foi encaminhada ao Supremo Tribunal Federal. Em decisão do ministro Ricardo Lewandowski, o Supremo havia congelado no ano passado a investigação do Conselho Nacional de Justiça, a pedido de associações de magistrados que alegaram ter havido quebra de sigilo. A investigação do CNJ foi baseada em informações fornecidas pelo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras). O órgão de inteligência levantou 3.426 magistrados e servidores do Judiciário que fizeram movimentações consideradas "atípicas", no valor de R$ 855 milhões entre 2000 e 2010. O ápice ocorreu em 2002, quando um servidor do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, no Rio de Janeiro, movimentou R$ 282,9 milhões. Ele é alvo também de investigação da Polícia Federal. Em sua manifestação, a AGU lembra que o Supremo já garantiu os poderes de investigação da corregedoria do conselho. Além disso, a AGU disse que não houve a quebra de sigilo. A argumentação da Advocacia-Geral é coincidente com a da corregedora do CNJ, Eliana Calmon. Segundo a corregedora, os magistrados já são obrigados a apresentar a declaração do imposto de renda: "Não é para ficarem guardados num arquivo, mas para que os órgãos de controle examinem quando houver suspeita de transações ilícitas".

Promotoria investiga elo entre TV de Netinho e desvios no Ceará

O Ministério Público do Ceará abriu inquérito para investigar a TV da Gente, criada pelo vereador paulistano Netinho de Paula (PCdoB), suspeita de ter sido usada em um esquema de desvio de recursos da prefeitura de Pacajus (50 km de Fortaleza). A investigação, revelada pela revista "Veja", começou em dezembro e tem como alvo a Fundação Educativa Eduardo Sá, detentora da concessão da TV, comandada pelo empresário Levi de Paula, filho do vereador. A TV da Gente foi criada em 2005 por Netinho, destinada a produzir conteúdo direcionado ao público negro. Funcionou em alguns Estados, incluindo São Paulo, mas naufragou nos anos seguintes por falta de recursos. Em 2007, entretanto, o canal começou a operar na cidade de Pacajus, região metropolitana de Fortaleza, onde era administrada por auxiliares do ex-prefeito Pedro José Philomeno (PSDB).

União Européia pede que Irã revise sentença de blogueiro condenado à morte

A chefe da diplomacia da União Européia, Catherine Ashton, pediu às autoridades da república nazista islâmica do Irã nesta terça-feira que revisem a sentença a morte do blogueiro Said Malekpour, além de interromper todos os procedimentos de execuções que estão pendentes. "Estou extremamente aflita e preocupada com os relatórios que apontam que a execução do blogueiro Said Malekpour pode ser iminente", declarou a Chefe de diplomacia da União Européia em comunicado. Malekpour, um cidadão iraniano com nacionalidade canadense, foi acusado em dezembro de 2010 de desenvolver um programa em persa para publicar pornografia na internet. Catherine também lembrou que já pediu ao governo iraniano para revisar a sentença de Malekpour, assim como a de outros blogueiros, Ahmadreza Hashempour e Vahid Asghari. "Reitero meu pedido ao Irã para revisar suas sentenças e, particularmente, peço ao Irã que detenha a execução de Said Malekpour", ressaltou a alta representante européia. Catherine ressaltou que essa sentença de morte transgride as obrigações internacionais do Irã sob a convenção internacional dos direitos civis e políticos.

Strauss-Kahn é detido na França em investigação sobre prostituição

Dominique Strauss-Kahn, ex-diretor do FMI, foi detido para interrogatório em Lille, no norte da França, nesta terça-feira, como parte de uma investigação sobre um esquema de prostituição. Strauss-Kahn pode ficar detido por até 48 horas sem acusação formal e deve ser colocado sob investigação por "cumplicidade com a prostituição" e "ocultamento de abuso de bens sociais", no chamado "caso do hotel Carlton", informou a promotoria local. No novo escândalo, ele estaria envolvido na realização de orgias em hotéis de luxo em Lille. Durante vários meses, jornais franceses relataram a suposta ligação entre o ex-diretor do FMI e fornecimento de garotas de programa, em um caso apelidado de "Carlton" devido ao nome do hotel onde clientes receberiam prostitutas. De acordo com as investigações, ele teria usado bens corporativos da empresa de construção Eiffage para o pagamento de festas sexuais em hotéis, das quais participavam prostitutas. Oito pessoas (entre elas dois empresários de Lille próximos a Strauss-Kahn) foram detidas em conexão com o caso. A Eiffage também demitiu um executivo suspeito de usar fundos da companhia para bancar encontros com profissionais do sexo. Usar os serviços de prostitutas não é ilegal na França, mas Strauss-Kahn pode ser indiciado se investigadores concluírem que ele sabia que as mulheres que participavam das festas eram prostitutas, e que eram pagas com dinheiro da empresa. Strauss-Kahn renunciou ao comando do FMI em maio de 2011, depois de ser acusado de estuprar a camareira Nafissatou Diallo em um hotel de Nova York. Ele foi inocentado pela Justiça, mas o caso acabou suas chances de concorrer à Presidência da França.

Jornalista aponta que Lula estaria preocupado com saúde do ditador Chavez

Após rumores de que a saúde de Hugo Chávez teria piorado, especulações sobre o câncer do presidente venezuelano não param de crescer. Na madrugada desta terça-feira, o jornalista Nelson Bocaranda disse que o ex-presidente brasileiro Lula está muito preocupado com o colega. Na segunda-feira, Bocaranda revelou que Chávez teria sido atendido de emergência no Palácio de Miraflores no sábado e voado para Cuba no domingo para reiniciar o tratamento. Em sua conta no Twitter, Bocaranda contou na madrugada desta terça-feira que Lula estaria muito aflito com a situação de Chávez após o jornalista Merval Pereira anunciar que o câncer do governante venezuelano estaria em fase de metástase, se alastrando em direção ao fígado e deixando pouca margem para cura. Sem poder falar, por recomendação médica, o ex-presidente brasileiro teria pedido que Dilma Rousseff ligasse para Caracas para sugerir que Chávez retomasse o tratamento. Em Cuba, Fidel Castro também estaria pressionando o venezuelano a continuar na ilha. O avião presidencial, no entanto, estaria pronto para voltar para Caracas, diz Bocaranda. Chávez teria viajado a Cuba para avaliar se seria possível fazer uma nova operação. Seus filhos também estariam na ilha. O ministro venezuelano de Comunicação, Andrés Izarra, classificou de "guerra suja dos canalhas" os rumores de que Chávez teria viajado para Cuba no fim de semana por um suposto problema de saúde. A junta médica responsável por acompanhar a saúde de Chávez seria composta por nove médicos de Cuba, um da Venezuela, três do Brasil e dois da Espanha. Segundo Bocaranda, mesmo que o estado de Chávez seja delicado, o presidente quer retomar o ataque contra Henrique Capriles Radonski, o candidato da oposição nas eleições presidenciais de 7 de outubro.

Brasil anuncia em maio compra de caças Rafale

Pista livre para os caças franceses Rafale: o Brasil se prepara para anunciar em maio a compra de 36 unidades desses aviões de combate, suspensa no início do governo Dilma. A alegação será “transferência de tecnologia”. A negociação ignora a concorrência internacional que a lei exige e segue à risca o acordo entre França e Índia, primeiro país a adquirir o modelo, ajudando a tirar o fabricante Dassault do buraco. Então presidente, Lula anunciou a opção pelos Rafale durante visita do colega francês Nicolas Sarkozy, em setembro de 2009. Depois, recuou. O problema é que Lula anunciou a opção pelos Rafale antes mesmo de solicitar parecer técnico da FAB, que apita muito pouco nesse negócio. Após a última visita a Paris como presidente, Lula garantiu a Sarkozy de novo a opção pelos Rafale. O francês vazou a notícia para o Figaro. Além dos franceses, disputam a venda de US$ 10 bilhões em aviões de combate os caças F-18 da Boeing (EUA) e os Gripen da Saab (Suécia). (Claudio Humberto)