sexta-feira, 15 de julho de 2011

STF nega recurso para Jader Barbalho assumir cadeira no Senado

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Cezar Peluso, negou nesta sexta-feira recurso impetrado pelos advogados de Jader Barbalho (PMDB-PA) para que ele possa tomar posse no Senado Federal. Jader Barbalho foi o segundo candidato mais votado no Pará, nas eleições do ano passado, mas teve o registro negado com base na Lei da Ficha Limpa. No entanto, em março deste ano, a Corte julgou que a lei só vale para eleições a partir de 2012. Com o recurso negado, o caso voltará a ser apreciado em agosto, pelo relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, após o fim do recesso do Supremo Tribunal Federal.

Lula estréia site para falar 'bem e mal' dos outros

Seis meses e 14 dias após deixar a Presidência, o ex-presidente Lula criou um espaço na internet para conversar diretamente com os internautas. "Quase desencarnado" da cadeira presidencial, Lula disse que pretende usar a internet para trocar idéias. "Acho que vamos ter muita coisa para comentar juntos, falar muito, falar bem e falar mal dos outros", ironiza em um vídeo publicado no site. "Não sou nada mais do que um contador de casos de um governo bem sucedido", disse ele, em um excesso de modéstia característico. No vídeo de quase quatro minutos, o ex-presidente admite que ainda não desligou por inteiro de seu governo: "Ainda não desencarnei totalmente porque eu tenho viajado muito e em todas as viagens eu tenho que contar o que as pessoas querem saber sobre meu governo". Imitando Adolf Hitler, que previu "um Reich de mil anos", ele afirmou: "Esse projeto é vencedor não apenas porque venceu as eleições, é porque tem o que fazer neste País até 2014, até 2018 e até dois mil e não sei quanto". Como a história costuma ser trágica com os farsantes, só se espera que Lula não termine queimando sob um galão de gasolina nos escombros do seu Reich.

Justiça abre processo contra três acusados por desastre do Airbus A320 da TAM em Congonhas

A Justiça Federal recebeu denúncia e instaurou processo criminal, nesta sexta-feira, contra Marco Aurélio dos Santos de Miranda e Castro, ex-diretor de segurança de vôo da TAM, Alberto Fajerman, ex-vice-presidente de operações da TAM, e Denise Maria Ayres Abreu, ex-diretora da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), acusados pela Procuradoria da República pela tragédia no Aeroporto de Congonhas, que neste sábado completa 4 anos e que resultou na morte de 199 pessoas. Foi a maior tragédia da aviação comercial brasileira, quando o Airbus A320 da TAM, com o reverso de uma das turbinas "pinado", não conseguiu parar e foi se estatelar contra um edifício do outro lado do aerporto de Congonhas. "Constato que a peça acusatória obedece aos requisitos previstos no artigo 41 do Código de Processo Penal, porquanto contém a descrição circunstanciada dos fatos, a qualificação dos acusados e a classificação do crime", anotou o juiz Marcio Assad Guardia, substituto da 8ª Vara Criminal Federal em São Paulo. Na denúncia, o Ministério Público Federal imputou aos réus a prática do crime de atentado contra a segurança de transporte aéreo (art. 261 do Código Penal). Marco Aurélio de Miranda e Alberto Fajerman foram acusados de colocar em risco aeronaves alheias mediante negligência. Denise Abreu, na qualidade de diretora da ANAC, foi acusada de imprudência. Os réus deverão ser citados pessoalmente para apresentarem resposta escrita à acusação no prazo de dez dias.

Tesouro dos Estados Unidos suspende reinvestimentos de fundo cambial

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos anunciou que vai suspender os reinvestimentos do Fundo de Estabilização Cambial, no último dos quatro passos anunciados anteriormente para manter a dívida do país abaixo do limite definido por lei. A dívida do governo dos Estados Unidos alcançou o teto de US$ 14,29 trilhões em meados de maio, mas o Tesouro tem aplicado uma série de medidas para estender sua capacidade de honrar suas obrigações, o que deverá se esgotar em 2 de agosto. Essas medidas incluem a suspensão das emissões de títulos municipais e estaduais e do Fundo de Aposentadoria do Serviço Civil e a suspensão do reinvestimento dos títulos do Tesouro mantidos como investimento pelo Fundo de Títulos do Governo para os planos de poupança do funcionalismo público. Os reinvestimentos diários do Fundo de Estabilização Cambial já haviam sido suspensos temporariamente em outras situações de impasse político em torno do limite da dívida dos EUA em 1996, em2003, em 2004 e em 2006. Ao anunciar a suspensão, o subsecretário do Tesouro para Finanças Domésticas, Jeffrey Goldstein, disse que "de modo a evitar um default sobre as obrigações do país, o Congresso precisa aprovar no prazo oportuno a elevação do teto da dívida".

Estados Unidos se comprometem em pagar ao Brasil compensação por algodão até 2012

Representantes do governo dos Estados Unidos se comprometeram a continuar pagando a compensação pelos subsídios do algodão ao Brasil até o fim de 2012, e pediram este prazo para negociar mudanças na política de incentivos agrícolas no Congresso americano sem enfrentar uma retaliação brasileira. O acordo foi firmado nesta sexta-feira, em reunião com representantes dos dois governos no Rio de Janeiro. Segundo o Itamaraty, o governo reafirmou seu compromisso de não aplicar a retaliação autorizada pela Organização Mundial do Comércio (OMC) em 2009. No mês passado, o Brasil disse que retaliaria os Estados Unidos caso o pagamento da compensação fosse suspensa. Para evitar que Brasil aplicasse a retaliação de US$ 829 milhões permitida pela OMC há dois anos, os Estados Unidos acertaram, no ano passado, o pagamento de uma compensação de US$ 147,3 milhões anuais para compensar o Brasil pelos subsídios que paga aos produtores de algodão americanos. Em junho, porém, a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou uma lei para suspender o pagamento da compensação. O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, afirmou que o Brasil retaliaria os Estados Unidos comercialmente caso a lei fosse sancionada. Na reunião, o governo brasileiro informou os representantes americanos sobre as ações do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), criado para gerir os recursos transferidos pelos Estados Unidos nesta compensação temporária, aplicados para promover o setor do algodão no Brasil. Além disso, foram discutidos detalhes técnicos para um programa para garantir crédito americano às exportações brasileiras, e os dois países avançaram nas negociações para que o Brasil possa exportar carne bovina proveniente de 14 Estados para os americanos.

Sérvia manda prender mulher suspeita de genocídio na 2ª Guerra

Nada Sakic
A Justiça sérvia emitiu nesta sexta-feira uma ordem de captura internacional contra uma croata, Nada Sakic, acusada de genocídio e crimes de guerra cometidos na Segunda Guerra Mundial, no campo de Jasenovac (Croácia). Nada Sakic é símbolo dos abusos cometidos pelos "ustachis", os nazistas croatas, durante a Segunda Guerra mundial, e acusada de ter participado do extermínio de milhares de prisioneiros do campo de concentração de Jasenovac, situado a 120 quilômetros a sudeste de Zagreb. Nada Sakic, irmã de Max Luburic, ex-comandante de todos os campos de concentração "ustachis" na Croácia e na Bósnia, fazia parte da direção da seção de mulheres no campo de concentração de Stara Gradiska, perto de Jasenovac, sob o regime "ustachi" croata, aliado ao III Reich. Ela tinha 16 anos na época. Dinko Sakic, marido de Nada Sakic, que comandava o campo de Jasenovac, é considerado o símbolo do terror do regime. Foi condenado à pena máxima de 20 anos em 1999 e morreu na prisão, em 2008. A justiça sérvia investigava o casal desde 1998. O balanço das vítimas do campo de Jasenovac é controverso. A Sérvia calcula que foram 700 mil os mortos, em maioria sérvios, enquanto o Centro Simon Wiesenthal fala de 500 mil e a Croácia os calcula em 85 mil.

Ministério adia decisão sobre novo diretor interino do Dnit

O Ministério dos Transportes recuou, na noite desta sexta-feira, da decisão de anunciar um novo diretor-geral interino para o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). No início da tarde, o ministro Paulo Sérgio Passos havia afirmado que tomaria a decisão após reunir-se com a presidente Dilma Rousseff. O afastamento temporário de José Henrique Sadok de Sá (que era diretor-executivo do Dnit e, com as férias de Luiz Antonio Pagot, acumulou o cargo de diretor-geral do órgão) só passa a valer após a publicação da decisão no Diário Oficial da União, na segunda-feira. Sadok foi afastado depois que uma reportagem do jornal O Estado de S. Paulo revelou que sua mulher, Ana Paula Batista Araújo, dona da Construtora Araújo Ltda, assinou contrato no valor de R$ 18 milhões entre 2006 e 2011, para a realização de obras nas rodovias BR-174, BR-432 e BR-433. Segundo informou o ministério, será aberto processo administrativo disciplinar contra Sadok.

Justiça do Rio de Janeiro reduz pena de prisão do ex-banqueiro Salvatore Cacciola

A Justiça do Rio de Janeiro concedeu decisão favorável a Salvatore Cacciola e reduziu em um quarto a pena de prisão que o ex-banqueiro cumpre. Cacciola está preso desde 2007, quando foi localizado no Principado de Mônaco após fugir do Brasil. Atualmente ele cumpre pena no instituto penal Plácido Sá Carvalho, na zona oeste do Rio de Janeiro. O pedido de redução do tempo de prisão foi baseado em decreto presidencial que trata do indulto de Natal e da comutação de penas às pessoas condenadas. De acordo com decisão da juíza Roberta Barrouin de Souza, Cacciola se encaixa nos casos previstos no decreto e, por isso, tem direito à redução da pena. Pedido semelhante feito pela defesa do ex-banqueiro foi negado em março deste ano. No ano passado, em outra decisão favorável, Cacciola conseguiu o direito à progressão para o regime semiaberto. O advogado de Cacciola, Manuel de Jesus Soares, vai esperar que a pena de Cacciola seja recalculada para que possa entrar com um pedido para que seu cliente seja solto. Soares disse que agora vai tentar "todos os recursos", até chegar à absolvição de seu cliente. Ex-dono do banco Marka, Cacciola foi condenado a 13 anos de prisão pela Justiça brasileira, em primeira e segunda instâncias, sob a acusação de ter cometido crime de gestão fraudulenta de instituição financeira, após escândalos dos bancos Marka e FonteCindam, em 1999. Por conta disso, Cacciola foi preso provisoriamente, mas em 2000 conseguiu um habeas corpus do ministro do Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, e fugiu para a Itália, onde tem cidadania. Logo depois, o plenário do Supremo revogou a liminar concedida, determinando uma nova prisão, mas Cacciola não retornou ao Brasil e passou a ser considerado foragido. Um pedido de extradição do ex-banqueiro foi negado pela Itália, sob o argumento de que ele possui a cidadania italiana. Depois de ser localizado pela Interpol no Principado de Mônaco, em setembro de 2007, Cacciola foi preso e extraditado ao Brasil em julho do ano seguinte. Desde então, está no preso no Rio de Janeiro. Ao cabo e ao fim, ele não cumprirá nem um terço da pena à qual foi condenado.

Estátua de Stalin é inaugurada na Rússia

Militantes comunistas inauguraram nesta sexta-feira um busto do facínora genocida Josef Stalin na região central da Rússia, apesar de o Kremlin tentar impedir homenagens que tratem o ditador como herói. Cerca de 60 idosos participaram da inauguração do busto dourado, que fontes do Partido Comunista disseram ter custado cerca de 200 mil rublos (R$ 11,2 mil), bancados com centenas de doações. A obra está em frente à sede partidária de Penza, localidade a 550 quilômetros a sudeste de Moscou. Com o peito coberto de medalhas, veteranos da Segunda Guerra Mundial depositaram flores no busto, e louvaram Stalin por seu papel na vitória sobre a Alemanha nazista. "Muitos veteranos nos procuraram dizendo, 'Enquanto estivermos vivos queremos depositar flores na estátua do generalíssimo", disse o porta-voz regional do partido, Vladimir Simadin. Ele disse que esse é o primeiro monumento a Stalin em Penza desde que as estátuas antes onipresentes do assassino genocida foram retiradas, na década de 1950, época em que os crimes da sua ditadura foram denunciados pelo sucessor Nikita Krushchev. Stalin morreu em 1953. Nos últimos anos, militantes comunistas ergueram várias estátuas em homenagem ao ditador na Rússia. Metade dos russos considera que a liderança de Stalin foi positiva para a Rússia, segundo uma recente pesquisa feita pelo Centro Levada, uma entidade independente de Moscou. Mas, em geral, os russos ficam indignados com homenagens a um dirigente que matou milhões de pessoas na década de 1930 por causa dos expurgos, dos campos de trabalhos forçados e dos programas de coletivização.

Região de Porto Alegre tem a primeira morte por gripe A no ano

Mais uma morte por gripe A (H1N1), a gripe suína, foi confirmada pelo governo do Rio Grande do Sul nesta sexta-feira. É a primeira registrada na região metropolitana de Porto Alegre neste ano. A vítima é um bebê da cidade de Guaíba, de três meses, que era portador de síndrome de Down e estava internado na capital gaúcha. O Estado já soma em 2011 oito mortes e 60 casos da doença. Outras 56 suspeitas estão sob investigação. A cidade mais afetada é Santa Cruz do Sul, com duas mortes e 15 casos confirmados. Na capital, são oito casos. Em junho, para combater o avanço da doença, o governo gaúcho pediu que outros Estados enviassem ao Rio Grande do Sul doses da vacina que sobraram da campanha contra a gripe. Alagoas e Pará remanejaram os estoques. A saúde pública no Rio Grande do Sul, durante o governo do peremptório petista Tarso Genro, está um caos total. As emergências dos hospitais têm o triplo de internações em relação a sua capacidade, pacientes passam por torturas esperando internação, dormindo no chão, em colchonetes, e o Hospital de Clínicas, nesta sexta-feira, precisou suspender todas as cirurgias eletivas. Mesmo assim, o peremptório Tarso Genro não se mexe para determinar a instalação de hospitais de campanha em Porto Alegre. Caxias do Sul também entrou no ritmo do caos, e precisa da instalação de um hospital de campanha.

Pentágono declara que internet também é zona de guerra

O Departamento da Defesa dos Estados Unidos revelou ter sido alvo de um ataque cibernético e lançou sua primeira estratégia para lidar com uma eventual guerra no espaço virtual. Com isso, a internet se torna um teatro militar de operações tanto quanto terras, céus, águas e o espaço. "Os ataques cibernéticos serão um componente significativo de qualquer conflito futuro, seja envolvendo grandes países, Estados párias ou grupos terroristas", declarou o subsecretário da Defesa, William Lynn, ao fazer o anúncio na última quinta-feira, em Washington. "O papel central que a tecnologia da informação assumiu em nossas operações e nossa sociedade praticamente garante que futuros adversários vão visar nossa dependência em relação a ela", disse ele. Ao fazer o anúncio, Lynn revelou que uma empresa ligada ao Departamento da Defesa dos Estados Unidos sofreu um ataque cibernético que culminou no roubo de 24 mil arquivos contendo informações do Pentágono. Os dados, listou a Defesa, incluíam desde especificações sobre peças de tanques e aviões até informações sobre tecnologia aeronáutica, satélites e protocolos de segurança. Lynn afirmou que, embora esses ataques algumas vezes sejam lançados por nações, "há grupos terroristas e Estados párias mais dedicados a esse tipo de combate". Apesar de a informação nos papéis não ser de interesse estratégico vital, ela expôs idéias correntes no Departamento de Estado e causou constrangimento, além do temor de que futuras comunicações sejam vigiadas. O alvo maior da estratégia, porém, é proteger sistemas ligados à infraestrutura. Ataques do gênero se tornaram relativamente comuns em países dos Bálcãs e do Cáucaso nos últimos anos. A nova estratégia militar também estabelece o cyberespaço como área de atuação do Departamento da Defesa e suas agências e redes associadas, o que aumenta seu escopo de ação e prevê mais e melhor treinamento na área. Ainda no campo de treinamento, novos conceitos operacionais serão introduzidos ao departamento, e a colaboração com o setor privado e o Departamento de Segurança Interna será estreitada sobretudo na proteção de infraestrutura crítica. O plano prevê o investimento de US$ 500 milhões em pesquisa e pede a construção de defesas coletivas com países aliados e educação para prevenir os ataques, além de fortalecer a segurança das redes em si.

Vale vai recomprar ações de sua empresa de fertilizantes

A Vale protocolou na Comissão de Valores Mobiliários o pedido para realizar a oferta pública de aquisição (OPA) da totalidade das ações em circulação de sua subsidiária na área de fertilizantes, a Vale Fertilizantes. A intenção da companhia com a operação é fechar o capital da Vale Fertilizantes, cancelando o registro de companhia aberta da empresa após a OPA. A oferta compreende o pagamento em dinheiro aos acionistas minoritários de R$ 25,00 por ação ordinária ou preferencial. O valor corresponde a um prêmio de 41% sobre o preço médio das ações preferenciais nos 20 pregões até a data da divulgaçao da proposta (22 de junho). O desembolso da Vale na oferta poderá chegar a R$ 2,22 bilhões, no caso de aquisição da totalidade das ações em circulação.

Ditador Chávez diz que retorna a Cuba para se tratar de câncer

O ditador venezuelano, Hugo Chávez, quer voltar a Cuba para dar prosseguimento ao tratamento contra o câncer. Ele pediu permissão à Assembléia Nacional para deixar o país rumo a Havana, onde informou que deseja seguir o tratamento quimioterápico para câncer a partir deste sábado. O anúncio contraria as expectativas de que ele viria agora ao Brasil para tratamento no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Chávez leu um comunicado dirigido ao presidente do Parlamento, Fernando Soto Rojas, às portas do palácio presidencial, o Miraflores, com transmissão ao vivo pela TV, após se despedir do presidente eleito peruano, Olanta Humalla, com quem havia se reunido mais cedo nesta sexta-feira. Pela Constitituição venezuelana, a maioria dos deputados deve autorizar viagens do presidente ao Exterior com duração maior que cinco dias. O chavismo domina completamente a Assembléia Nacional. No texto, lido ao lado das filhas mais velhas, o ditador Chávez afirmou que em Havana cumprirá o estrito cronograma médico traçado pelos "médicos da vida". Ao final, informou que "nos próximos dias" começará a quimioterapia. Chávez não informa que órgãos ou tecidos foram atingidos pelo câncer nem qual seu estágio.

Petrobras terá que importar mais gasolina com queda na safra de cana

A Petrobras terá que importar mais gasolina caso se confirme a quebra de safra de cana-de-açúcar, o que reduziria a oferta de etanol, segundo o diretor de Abastecimento da empresa, Paulo Roberto Costa. A última estimativa de safra da indústria veio abaixo da previsão inicial e, ao mesmo tempo, a demanda por gasolina no País continua muito forte. Uma menor produção de etanol significa maior consumo de gasolina no mercado brasileiro por conta da frota bicombustível, que pode rodar com etanol e/ou gasolina. "Havendo a quebra, e quase certa a necessidade da importação", admitiu o executivo. Caso a nova importação se confirme, seria a terceira remessa somente neste ano. A estatal já teve que importar este ano um volume total de 2,5 milhões de barris de gasolina, o equivalente a cerca de seis dias de consumo. Nesta semana, a Unica (União da Indústria de Cana-de-açúcar) reduziu a sua estimativa para a produção de etanol em 3 bilhões de litros, para 22,5 bilhões de litros, considerando problemas climáticos e também investimentos reduzidos na renovação dos canaviais. A Unica representa as usinas do centro-sul do Brasil, que respondem por cerca de 90% da safra nacional de cana.

Deputado defende CPI para investigar denúncias nos Transportes

O deputado federal Moreira Mendes (PPS-RO) defendeu nesta sexta-feira que o Congresso instale uma CPI para apurar as denúncias que há três semanas envolvem órgãos ligados ao Ministério dos Transportes. A crise na pasta já resultou na exoneração de dois assessores do ministério, no afastamento temporário de dois diretores do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e do presidente da Valec (estatal de obras ferroviárias), além da demissão do próprio ministro, Alfredo Nascimento, em 6 de julho. "Eu não tenho dúvidas de que é preciso um posicionamento firme por parte da Câmara e do Congresso Nacional, no sentido de investigar todo esse escândalo", afirmou Mendes, em nota. Mendes afirma que é preciso afastar todos os prováveis envolvidos e apurar suas responsabilidades. Para ele, a situação atual é consequência dos oito anos em que o governo Lula "agiu minimizando os processos de corrupção e dizendo que não havia nada". O resultado disso "é que todo mundo foi tomando gosto pelo malfeito, aprimorando a técnica, porque não acontecia nada", disse.

Governo do Equador oferece míseros US$ 168 milhões por ativos da Petrobras

O Equador informou que ofereceu pagar míseros US$ 168 milhões pelos ativos da Petrobras no país andino, depois que a estatal brasileira se recusou, no ano passado, a aceitar o novo modelo de contrato proposto pelo governo equatoriano. Após a recusa da Petrobras, o governo do Equador assumiu o controle das operações da empresa, uma produção de cerca de 19,3 mil barris diários de petróleo por dia, em torno de 1% da produção total da Petrobras no Brasil. A Petrobras quer receber US$ 300 milhões pelos ativos. "Eles têm um outro número. Nós estivemos negociando por alguns meses. Não é uma questão fácil, mas esperamos chegar a um acordo razoável entre as partes", disse o ministro do petróleo, Wilson Pastor. A Petrobras foi a única grande operadora de petróleo que rejeitou as novas regras do setor de petróleo do Equador, que no ano passado adotou o sistema de prestação de serviços pelas petrolíferas.

PSDB escolhe PEC 300 como prioridade após recesso

O PSDB estabeleceu como prioridade para o segundo semestre de 2011 a votação de projetos considerados ruins pelo governo federal em termos fiscais. Os tucanos querem votar a PEC 300, que determina um piso salarial nacional para bombeiros e policiais militares, e a emenda 29, que estipula o montante a ser investido na saúde por municípios, Estados e União. Na volta do recesso, o PSDB também pretende seguir com a estratégia de cobrar esclarecimentos sobre as denúncias de corrupção envolvendo ministros do governo Dilma. Antonio Palocci (Casa Civil) e Alfredo Nascimento (Transportes) deixaram seus cargos depois de terem seus nomes envolvidos em irregularidades. Antes do recesso, o deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) apresentou requerimento de convocação na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle para o atual ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos. O tucano solicita esclarecimentos das denúncias contra a pasta, que culminaram na demissão do ex-ministro Alfredo Nascimento e de outros quatro funcionários do alto escalão. "Ele era secretário-executivo do órgão. Portanto, conhecia tudo o que acontecia", afirmou Macris. Já o líder do PSDB na Câmara, deputado Duarte Nogueira (SP), reprovou a administração do governo federal no primeiro semestre e prometeu impedir que Executivo retire a prerrogativa do Congresso Nacional de legislar por meio de medidas provisórias editadas pelo Palácio do Planalto.

Lula volta a defender Haddad como candidato do PT para a prefeitura de São Paulo

Depois de desfilar na quinta-feira com o ministro da Educação, Fernando Haddad, pelo congresso da pelegada da UNE, o ex-presidente Lula voltou a defender, na manhã de sexta-feira, o nome de Haddad para a disputa pela sucessão na prefeitura de São Paulo. "Acho que o companheiro Haddad é adequado e acho que ele está na disputa interna", afirmou. Lula tem defendido internamente que o ministro seja o candidato do PT à prefeitura paulistana. A movimentação do ex-presidente ganhou contornos públicos na quinta-feira, quando Lula defendeu a gestão de Haddad no Ministério no palanque da UNE. "Precisou de muito trabalho do ministro Fernando Haddad para garantir que o pobre chegasse à universidade", disse o ex-presidente. "Era impossível ver pobre na universidade, andando de avião ou de carro novo", afirmou Lula.

Obra de Gustav Klimt que foi roubada pelos nazistas será leiloada

A casa de leilões Sotheby's colocará à venda no próximo dia 2 de novembro em Nova York uma tela do pintor austríaco Gustav Klimt, avaliada em US$ 24,4 milhões, que foi roubada pelos nazistas e restituída recentemente aos herdeiros de sua proprietária. Trata-se da obra "Litzlberg am Attersee", pintada em 1915 e que foi roubada pelos nazistas depois que sua proprietária foi deportada e assassinada em 1941. Em 21 de abril, o Museu de Arte Moderna de Salzburgo anunciou a restituição do quadro aos herdeiros da proprietária original. O atual proprietário do valioso quadro é Georges Jorisch, neto de Amalie Redlich, que adquiriu a obra em 1938. Em 1941, ela foi enviada a um campo de concentração na Polônia, onde foi morta. A Gestapo se apropriou do quadro e o vendeu a um marchand de arte de Salzburgo. Depois disso ele foi parar no Museu de Arte Moderna. Jorisch anunciou que doará US$ 1,7 milhão ao museu austríaco onde o quadro ficou exposto até agora. Especialistas da Sotheby's avaliaram o quadro em US$ 24,4 milhões, mas se espera que o preço final de venda seja muito maior.

Líderes da zona do euro terão conferência na 5ª feira para abordar crise da dívida

Os líderes dos países da zona do euro realizarão uma conferência extraordinária na próxima quinta-feira para discutir o recrudescimento da crise da dívida no continente, anunciou nesta sexta-feira o presidente do Conselho Europeu, Herman van Rompuy. "Nossa agenda será a estabilidade financeira da zona do euro em seu conjunto e o futuro financiamento do programa da Grécia", destacou Van Rompuy ao fazer o anúncio no microblog Twitter. Ele afirmou ainda ter solicitado aos ministros das Finanças europeus que "antecipem o trabalho preparatório" da conferência. O anúncio de Van Rompuy coloca fim a uma semana de discussões e especulações sobre a necessidade de realizar uma reunião reivindicada por muitos dos países do euro, mas bloqueada pela Alemanha.

Chávez deve vir ao Brasil nos próximos dias para tratar câncer

O ditador da Venezuela, Hugo Chávez, deve chegar ao Brasil nos próximos dias para fazer um tratamento contra o câncer. A data exata ainda não foi definida. O mais provável é que o presidente seja encaminhado ao hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. A diretoria do hospital, onde o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, também tratou um câncer, já foi contatada. Na quarta-feira, Chávez admitiu a possibilidade de ser submetido à radioterapia ou quimioterapia para combater o câncer. Ao contrário de versões publicadas na imprensa internacional, ele nega que a doença tenha afetado o cólon ou o estômago. Dilma Roussef fez a oferta de tratamento no Brasil ao saber que o colega venezuelano realizou uma cirurgia em Havana, no mês passado, para retirada de um tumor. Chávez diz ter extraído um tumor na região pélvica em 20 de junho. A cirurgia ocorreu em Havana sob segredo, mas, diante da especulação crescente, acabou tendo de admitir a doença. Ao Brasil, a diplomacia venezuelana informou que o tumor está "encapsulado" (controlado) e reafirmou que o câncer não está instalado no intestino. No poder desde 1999, Chávez deixou Cuba em 4 de julho. Ele alertou, ainda, que necessita seguir um tratamento médico rigoroso que o obriga a limitar suas aparições públicas e sua agenda de trabalho.

Lula anuncia, "Eu vou voltar a andar pelo País"

O ex-presidente Lula disse nesta sexta-feira que vai voltar "a andar pelo País". Com a declaração, Lula insinuou que vai voltar a fazer política. "Faz meses que eu deixei a Presidência, e disse que ia entrar num processo de desencarnação, mas agora eu vou voltar a viajar pelo Brasil", afirmou ele, durante discurso no congresso da União Geral dos Trabalhadores, em São Paulo. Durante sua fala, que durou 25 minutos, ele fez uma defesa da política econômica e social adotada nos oitos anos de seu governo, entre 2002 e 2010. Lula afirmou que foi a combinação da política de abertura de crédito e dos programas sociais com medidas macroeconômicas que fizeram "com que 39 milhões de pessoas saíssem da pobreza". "Os ricos não sabem o que significa "100 real nas mãos de uma mulher pobre", disse o ex-presidente, que criticou ainda as classes mais abastadas que ficaram descontentes com suas políticas. "Tem gente incomodada porque tem pobre andando de avião. Fui agora para a Argentina e estava cheio de pobre no avião indo pra Buenos Aires", afirmou. Lula lançou, nesta sexta-feira, um site oficial para divulgar suas atividades políticas. O endereço é o mesmo do Instituto Cidadania, criado por ele em 2002 para discutir suas propostas eleitorais para a Presidência da República.

ANP quer firmar em agosto contratos de longo prazo para álcool

A ANP (Agência Nacional do Petróleo) quer firmar já no próximo mês os primeiros contratos de longo prazo para o fornecimento de álcool. O diretor geral da Agência, Haroldo Lima, disse nesta sexta-feira que as usinas terão até que importar o produto caso a produção não atenda a demanda. A ANP passou a regular o abastecimento de álcool no início do ano por determinação do governo. "Estamos preocupados com o abastecimento do produto. Uma das armas que temos é firmar contrato de longo prazo", disse Haroldo Lima. Ele explicou que as bases dos modelos dos contratos ainda estão sendo fechadas. A idéia é que a duração varie de um a dois anos.

Câmara apoia pacote de austeridade de 79 bilhões de euros na Itália

A Câmara dos Deputados da Itália aprovou nesta sexta-feira o pacote de medidas de austeridade do governo, que prevê cortes de 48 bilhões de euros no Orçamento e pode chegar, com arrecadação de impostos, a 79 bilhões de euros. O objetivo do plano é trazer o déficit público para perto de zero até 2014, alvo que foi estipulado pela União Européia. Já o FMI cobra que o rombo nas contas públicas, que foi de 4,5% no ano passado, baixe para 3% até o ano que vem. Diante da pressão dos mercados e do FMI, o governo italiano anunciou na quarta-feira um reforço no pacote de ajustes fiscais para evitar que a crise chegue ao país. O novo pacote ampliou para 79 bilhões de euros, que permitirão ao governo economizar 32 bilhões de euros adicionais. As mudanças no pacote vão incluir privatizações de empresas estatais e redução de benefícios fiscais, além de cortes de gastos, anunciou o ministro de Finanças da Itália, Giulio Tremonti.

Marcelo Guaranys comandará Anac pelos próximos dois anos

O novo diretor-presidente da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), Marcelo Pacheco dos Guaranys, tomou posse para um mandato de dois anos. Marcelo assumiu na quinta-feira no lugar de Carlos Eduardo Pellegrino, que ocupava o cargo interinamente desde saída de Solange Paiva Vieira, em março. Marcelo Pacheco dos Guaranys, de 34 anos, é servidor público da Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda, com formação em economia e Direito e mestrado em Direito público. Durante a carreira, atuou nas áreas de regulação de infraestrutura e de serviços públicos no Ministério da Fazenda e na Casa Civil da Presidência da República, além de já ter ocupado o cargo de Diretor de Regulação Econômica da Anac de 2007 a 2010.

Preço do leite deve subir de 5% a 10% até o fim do mês

O preço do litro do leite já está mais alto na indústria, e o aumento deve chegar ao consumidor até o final do mês, de acordo com a ABLV (Associação Brasileira da Indústria de Leite Longa Vida). A expectativa é que os preços tenham alta de 5% a 10%, conforme a marca e o tipo de leite, segundo a associação. Três fatores pressionam os números além do previsto para esta época do ano. São a produção mais baixa no Sul do País, a alta dos custos impulsionada pelas commodities e a entressafra nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, de acordo com a pesquisadora Aline Barrozo, do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da USP. O aumento médio no valor pago ao produtor em junho foi de 3,36%, em comparação com maio. Já a produção do País foi 2% inferior em maio, em comparação com o mesmo mês do ano passado. Entre os Estados, o preço pago bruto ao produtor variou de R$ 0,8996, em São Paulo, a R$ 0,7291, na Bahia. A expectativa era que o Sul produzisse 15% mais leite em maio na comparação com 2010, mas a alta na captação atingiu só 5% e não foi suficiente para suprir a lacuna do período de pouca produção no Sudeste e no Centro-Oeste, segundo o Cepea. Só no Rio Grande do Sul, o maior produtor do Sul e o segundo maior do País, a expectativa de captar 8 milhões de litros de leite ao dia fechou com quebra de 500 mil litros por dia, segundo Darlan Palharini, diretor-executivo do Sindilat (Sindicato das Indústrias de Laticínios no Rio Grande do Sul). Já os preços das commodities, como milho e soja, aumentaram os custos de produção em 10%, de acordo com o Cepea. Os itens são usados na suplementação alimentar do gado no período em que os pastos estão queimados com as geadas.

BHP Billiton vai comprar produtora de gás dos Estados Unidos por US$ 12 bilhões

A mineradora global BHP Billiton (australiana) vai comprar a produtora norte-americana de gás Petrohawk Energy Corp por US$ 12,1 bilhões, ampliando suas apostas na crescente indústria do gás de xisto. A oferta envolve um ágio de 65% em relação ao preço do fechamento da ação da Petrohawk e acontece depois da compra de participação na Chesapeake Energy pela BHP por US$ 4,75 bilhões, em fevereiro. A BHP e outras empresas estão focando em gás de xisto, no momento em que este mineral emerge como uma importante fonte do combustível de queima mais limpa em um mundo que busca cada vez mais fontes alternativas ao carvão. A BHP informou que a aquisição pode mais que dobrar as reservas existentes de sua divisão de energia. Os ativos da Petrohawk cobrem cerca de 4 mil quilômetros quadrados no Texas e Louisiana, com uma produção líquida em 2011 de cerca de 27 milhões de metros cúbicos equivalentes por dia, ou 158 mil barris diários de óleo equivalente.