sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Tesouro Direto negociou R$ 153,75 milhões em setembro

O total de títulos vendidos em setembro pelo programa Tesouro Direto chegou a R$ 153,75 milhões, de acordo com balanço divulgado nesta sexta-feira pelo Tesouro Nacional. Os papéis mais negociados no mês foram os indexados ao IPCA (NTN-B e NTN-B Principal), cuja participação alcançou 45,66% do total. Já os títulos prefixados (LTN e NTN-F) vieram em segundo lugar, com 42,93%. Segundo o balanço, os papéis atrelados à taxa Selic (LFT) representaram 11,41% do total vendido. De acordo com o Tesouro, as vendas de títulos com vencimento entre um e cinco anos representaram 70,83% do total, enquanto os títulos com prazo acima de cinco anos corresponderam a 22,48%. Com 3.950 novas adesões ao programa em setembro, o número total de cadastrados ao fim do mês atingiu a marca de 204.598 investidores, com crescimento de 22,57% nos últimos doze meses.

PDT denuncia fraude no primeiro turno das eleições em Alagoas

O PDT, que tem como candidato ao governo de Alagoas o ex-governador Ronaldo Lessa, entrou esta semana com uma denúncia de fraude junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado. A denúncia foi protocolada na última terça-feira e assinada pela advogada do PDT, Aparecida Rocha Cortiz. No documento o partido alega que teriam ocorrido irregularidades durante a coleta dos votos no primeiro turno das eleições deste ano, em Maceió e no interior do Estado. Segundo a denúncia feita pelo PDT, teria ocorrido fraude em 1.065 seções eleitorais, onde foi registrado, segundo a legenda, o "crescimento acentuado de votos rápidos no final da votação". Com a denúncia, os advogados do PDT buscam fazer com que a Justiça Eleitoral abra investigação sobre o tema, de modo a comprovar ou não se houve algum tipo de irregularidade por parte dos mesários e presidentes de mesas nas referidas seções. O partido justifica o pedido de investigação mostrando que a inserção dos votos nessas seções aconteceu muito rapidamente e que a interferência dos mesários seria capaz de alterar o resultado da eleição. No documento, a advogada solicita ainda que o Tribunal Regional Eleitoral impeça a votação pelos mesários nas seções descritas, e que convoque os presidentes dessas mesas para esclarecimentos.

Ministério Público Federal em São Paulo pede condenação do delegado Protógenes Queiroz

O Ministério Público Federal em São Paulo apresentou nesta sexta-feira, à 7ª Vara Federal de São Paulo, as alegações finais em processo aberto sobre a conduta do delegado Protógenes Queiroz, da Polícia Federal, na condução da operação Satiagraha. Os procuradores Fábio Elizeu Gaspar, Roberto Antonio Dassié Diana, Ana Carolina Previtalli e Cristiane Bacha Canzian Casagrande pediram a condenação do delegado por três crimes: dois vazamentos de informações para a Rede Globo e fraude processual. Recentemente, o Ministério Público Federal ingressou com mandado de segurança e obteve a suspensão liminar do processo perante o Tribunal Regional Federal da 3ª Região, pois o juiz federal Ali Mazloum havia aberto a fase de alegações finais sem que fossem juntadas aos autos cópias de um inquérito que tramita na 3ª Vara Federal de São Paulo, requeridas em agosto pela assistência de acusação, prestada pelos advogados de Humberto Braz. Para o Ministério Pùblico Federal, o processo provou que o delegado Protógenes Queiroz e o escrivão Amadeu Bellomusto vazaram informações sigilosas do inquérito da Satiagraha ao convidarem os produtores Robinson Cerântula e William Santos, da Rede Globo, a gravarem a ação controlada autorizada judicialmente pela 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo. Para variar, este processo não vai andar, porque o delegado federal cinematográfico acaba de se eleger deputado federal pelo PCdoB, essa jóia de partido da probidade nacional, com o apoio dos votos de Tiririca. Bem adequado, se elegeu com os votos do palhaço.

CNJ encontra presos em contêineres no Pará

As péssimas condições encontradas em quatro unidades carcerárias da região da Grande Belém visitadas na quinta-feira, por uma comissão de representantes do Conselho Nacional de Justiça, tornam o Pará, governado pela incompetente petista Ana Julia Carepa, passível de denúncia à ONU por violação de direitos humanos. Podiam denunciar também para a OEA e o Vaticano.... Esquecidos pela Justiça, os presos reclamam da demora na solução de seus processos, superlotação das celas, convivência com ratos e baratas, além da péssima comida. No Presídio Estadual Metropolitano Unidade 1, os juízes encontraram presos vivendo em celas dentro de contêineres, o que o conselheiro Walter Nunes classificou como "inadmissível". Um juiz disse que a temperatura nesse local se assemelha a de um forno. "O Brasil já assumiu compromissos internacionais, alguns no âmbito da ONU, de condições mínimas de tratamento da população penitenciária", lembrou Nunes, que esteve na inspeção acompanhado pelos juízes Marcio Fraga e Reinaldo Cintra, do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário, e pelo juiz Vinicius Paz Leão, coordenador do mutirão no Pará. Segundo Nunes, o uso de contêineres como cela no Estado do Espírito Santo já havia sido denunciado à ONU. As celas-contêineres foram desativadas naquele Estado. Ele disse que a solução, além de se construir presídios adequados, passa por políticas sociais que evitem que as pessoas entrem no mundo do crime, além de dar um atendimento correto e que ressocialize os presos e abra as portas para eles, "com oportunidades para uma nova vida" após sair da cadeia. Essa gente é sonhadora.... A operação do Conselho Nacional de Justiça no Pará do petismo vazou dias antes de sua realização. Na unidade feminina conhecida como "Primavera", por exemplo, as celas dentro de contêineres foram esvaziadas dias antes da visita dos juízes. O mesmo ocorreu na delegacia do município de Marituba, onde 37 presos superlotavam o local. Todos foram transferidos para outras unidades do sistema penitenciário dois dias antes da inspeção. Administração petista é assim...

Agora cólera do tipo mais perigoso ameaça o Haiti

O cólera no Haiti é do tipo mais perigoso, afirmou nesta sexta-feira o ministro da Saúde, Alex Larsen, após reunião de crise mantida com o presidente René Préval, para adotar medidas para enfrentar a propagação da doença, que já causou 135 mortes. Larsen precisou que se trata de uma cepa "01" de cólera, que, segundo a OMS, está na origem da maioria das epidemias desta doença no mundo. "É alerta máximo, devemos nos manter mobilizados as 24 horas do dia para ajudar o governo a fazer frente a esta situação", disse o presidente da Associação Médica Haitiana, Claude Surena. As autoridades estão preocupadas ante a possibilidade de que a epidemia se propague em consequência da mobilização da população nos acampamentos improvisados depois do terremoto de 12 de janeiro e onde moram milhares de pessoas. Surena informou na véspera que a epidemia de cólera que atinge o norte do Haiti já matou 135 pessoas e deixou mais de 1.500 infectadas nos últimos dias. "Constatamos 135 óbitos por cólera e 1.498 casos de pacientes com diarréia e segundo análises de laboratório, trata-se de cólera", disse Surena. Números anteriores divulgados pelas autoridades sanitárias mostravam que pelo menos 50 pessoas morreram por diarréia aguda e centenas eram tratadas em hospitais locais enquanto testes de laboratórios estavam sendo realizados para determinar a causa da doença. Segundo rádios locais, a situação mais grave ocorre em Saint Marc, 100 quilômetros ao norte de Porto Príncipe, onde há 26 óbitos e mais de 400 hospitalizados. Em Verette, na mesma zona, a cólera matou 18 pessoas, e outras três faleceram em Mirebalais, no centro do país. A cólera é transmitida pela água, mas também pela comida que esteve em contato com água contaminada pela bactéria. A cólera causa muita diarréia e vômitos, seguidos de desidratação. Com um período de incubação pequeno, pode ser fatal se não for tratada a tempo. A Organização Mundial de Saúde afirma em seu site que a doença "atinge tanto crianças como adultos e pode matar em algumas horas".

Governador de São Paulo vê “leviandade e irresponsabilidade” em falas de Lula e Dilma

O governador de São Paulo, Alberto Goldman (PSDB), chamou o presidente da República de leviano e irresponsável. Goldman disse que Lula e a candidata Dilma Rousseff (PT) mereciam “uma ação judicial pesada” por terem acusado José Serra (PSDB) de ter feito uma farsa no caso da “bolinha de papel”. “Quem acabou dizendo que foi uma farsa e acabou incentivando a idéia da farsa foram duas pessoas neste País, e duas pessoas que deveriam ter mais responsabilidade, mas infelizmente são extremamente levianas. Uma chama-se Luiz Inácio Lula de Silva, que foi de uma leviandade que não se pode admitir num presidente da República, e a própria candidata Dilma, que repetiu as palavras do seu progenitor Lula”, afirmou Goldman. Na tarde de quinta-feira, Lula chamou de “farsa” e “mentira descarada” a alegação de agressão contra Serra e afirmou que o presidenciável tucano deve pedir desculpas ao povo se tiver “um minuto de bom senso”. Dilma Rousseff ironizou o adversário e deu a entender que ele fez “firula” e tentou criar um “factóide”. Assim como havia feito o presidente Lula, Dilma comparou o caso com o episódio do goleiro chileno Roberto Rojas, que em 1989, em jogo contra o Brasil, fingiu ser atingido por um sinalizador. Para Goldman, as declarações de Lula e Dilma foram “leviandade e irresponsabilidade inadmissíveis num país civilizado. Num país civilizado, que tivesse Justiça, essas duas pessoas teriam de responder pesadamente diante dos tribunais”.

Sequestradores de Washington Olivetto fogem durante saída temporária em São Paulo

Os terroristas chilenos Marco Rodolfo Rodrigues Ortega e Willian Gaona Becerra, condenados pela participação no sequestro do publicitário Washington Olivetto, estão foragidos da Justiça. De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo, os dois saíram temporariamente da prisão no dia 8 de outubro, devido ao Dia das Crianças, e não retornaram. Condenados a 30 anos de prisão, Ortega e Becerra cumpriam a pena em regime semiaberto, benefício que devem perder ao serem recapturados, devido a fuga. Segundo a secretaria, o retorno deles para a penitenciária de Itaí (a 287 quilômetros de São Paulo) deveria ter acontecido até o dia 13 de outubro. Os condenados que cumprem pena em regime semiaberto, de bom comportamento, podem obter autorização para saída temporária, por prazo não superior a sete dias, durante cinco vezes ao ano. Ao todo, 21.099 presos foram beneficiados com a saída temporária no Dia das Crianças no Estado de São Paulo. Desses, 1.193 não retornaram. Olivetto foi sequestrado em 11 de dezembro de 2001, após sair de sua agência de publicidade, a W/Brasil. O publicitário permaneceu em um cativeiro no Brooklin (zona sul de São Paulo) até 2 de fevereiro de 2002. Ele foi solto após uma vizinha ouvir os seus gritos. No dia anterior, seis membros da quadrilha haviam sido presos em Serra Negra (150 quilômetros de São Paulo). Além de Ortega e Becerra, também foram condenados pelo sequestro de Olivetto, os estrangeiros Maurício Norambuena, Alfredo Augusto Corrales Moreno, Marta Ligia Urrego Mejia e Carina Dana Lopez. No mês passado, presidente chileno, Sebastián Piñera, afirmou que fará "o necessário" pela extradição de Norambuena, condenado naquele país pelo assassinato do senador Jaime Guzmán, em 1991.

Pesquisa Datafolha desta madrugada aponta Dilma com 12 pontos de vantagem

A pesquisa do Datafolha divulgada na madrugada desta sexta-feira aponta a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, com 56% das intenções de voto e 12 pontos de vantagem sobre José Serra, do PSDB, que está com 44%. Na pesquisa do dia 3, a simulação feita na ultima pesquisa apontava a candidata petista com 57%, e o tucano com 43%. Portanto, ela caiu e ele subiu. Na soma dos votos totais, Dilma Rousseff tem 50% (47% no último levantamento). José Serra tem 40% (antes tinha 41%). Em relação aos votos em branco, nulo ou nenhum, são 4%. Os eleitores indecisos somam 6%. O levantamento mostrou que os eleitores de Marina Silva (PV) têm preferência por Dilma Rousseff. A candidata do PT teve crescimento de oito pontos e de 23% subiu para 31%. Porém, apesar de Serra ter a preferência dos eleitores, ele teve uma queda de cinco pontos, passando de 51% para 46%. O instituto ainda apontou que 88% dos brasileiros já estão decididos em quem vão votar no 2º turno e 10% poderiam mudar o voto. Os dados dos eleitores por sexo mostram que Dilma tem a preferência dos eleitores homens, com 55%, contra 38% de Serra. Já entre as mulheres a disputa está mais apertada, 45% votarão em Dilma e 41% vão votar em Serra. A audiência do horário político também aumentou: 63% dos eleitores afirmaram que assistiram pelo menos uma vez a propaganda nesta semana. Na semana anterior o índice era de 52%. A região Sul foi a que mais assitiu o horario eleitoral, com 71%; já no Nordeste, 61% dos eleitores disseram acompanharam a propaganda política. O Datafolha fez o levantamento por segmento de regiões. José Serra lidera apenas na região Sul, com 50%, contra 39% de Dilma Rousseff. No Sudeste, Dilma está a frente por um ponto de diferença, com 44%, e Serra tem 43%. Nas regiões Norte e Centro-Oeste, a petista tem 49% e o tucano 42%. No Nordeste, a candidata do PT tem 37 pontos de vantagem, com 65%, contra 28% do candidato do PSDB. Dilma e Serra mostram divisão entre os eleitores do ensino fundamental e do ensino superior. Entre os eleitores do ensino superior, Serra tem 50% da preferência, 11 pontos de vantagem, contra 39% de Dilma. Já entre os eleitores do ensino fundamental, a candidata do PT segue com 53% dos votos, com 17 pontos de vantagem, contra 36% do candidato do PSDB. E por último, entre os eleitores do ensino médio Dilma está à frente de Serra, 49% contra 40%. O resultado do levantamento por renda mostra que os eleitores com mais de 10 salários mínimos (mais de R$ 5.101,00), 54% votam em José Serra, contra 38% em Dilma. Para os eleitores com renda de 5 a 10 salários mínimos (de R$ 2.551,00 a R$ 5.100,00), 48% declararam o voto na Dilma e 43% no Serra. Entre os eleitores que tem renda de 2 a 5 salários mínimos, 46% votariam em Dilma e 43% em Serra. Por fim, para quem ganha até dois salários mínimos (que ganha até R$ 1.020,00), a petista tem 55% e o tucano 34%.

Atenção para a armação! Fontes informam que "tucano" vai "agredir" Lula ou Dilma

Do bem informado blog Coturno Noturno: "Está sendo planejado, dentro da Campanha de Dilma Rousseff, uma "agressão" à candidata ou ao presidente da República. A armação é gravíssima. É importante que o PSDB e os veículos de comunicação sérios estejam atentos. Há um plano em andamento para gerar um factóide que decida a eleição. Chegou a hora de chamar observadores internacionais e de fazer uma denúncia pública antes que isto venha a acontecer.Com a PF aparelhada e o TSE dormindo em berço esplêndido, com 90% da imprensa vendida, chamem o New York Times, chamem logo uma coletiva com veículos internacionais! Chamem organizações de direitos humanos! Chamem Jimmy Carter! Chamem Mário Vargas Llosa! É hora de Fernando Henrique Cardoso fazer um chamamento internacional".

Rede Globo desmonta farsa difundida por Lula sobre agressão a Serra

Veja abaixo, na reprodução do Jornal Nacional da Rede Globo, como é desmontada a farsa petralha, endossada pelo presidente Lula, pela candidata petista Dilma, e por todo o comando da sua campanha e do seu partido, de que o candidato José Serra, do PSDB, havia sido atingido apenas por uma bolinha de papel na sua caminhada no Rio de Janeiro, na quarta-feira, obstada por uma horda nazista da SA petista. Lula se revelou o Ernst Rohm do PT. Na verdade, a petralhada quis dizer que Lula havia inventado uma história. Quem inventou foi o alto comando da campanha de Dilma, a começar de Lula. O comando petista fraudou as imagens, querendo crer que a "bolinha de papel" foi a "agressão". Nada disso, cerca de 20 minutos mais tarde é que ele foi atingido por uma bobina de adesivo lançada sobre sua cabeça. A farsa petralha foi desmontada por perito contratado pela Rede Globo. A petralhada usou imagem do SBT para montar a sua farsa. Não foi o Silvio Santos que recebeu chamado de Lula para comparecer ao Palácio do Planalto há poucos dias? Para que Silvio Santos foi chamado lá? A versão petralha, e dos principais personagens do petismo, também foi divulgada pela rede do petismo, a Record, do bispo Edir Macedo, esse grande defensor do aborto.