sexta-feira, 21 de maio de 2010

Outra multa ameaça Lula, Dilma e seis sindicatos petistas

A vice-procuradora-geral eleitoral, Sandra Cureau, é a favor de multar em 25 000 reais Lula, Dilma Rousseff, outras nove autoridades e seis entidades sindicais por terem feito campanha antecipada para Dilma em evento na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. O PSDB havia entrado com representação contra os participantes do ato realizado dia 10 de abril por propaganda eleitoral fora de prazo. Para os tucanos, o “Encontro de Defesa do Trabalho Decente” foi só um pretexto para os adversários políticos fazerem campanha em favor da pré-candidata do PT à Presidência. No parecer de 17 páginas enviado nesta quinta-feira ao Tribunal Superior Eleitoral, Sandra Cureau concorda com o PSDB. Ela disse que é “irrecusável” constatar que “a finalidade precípua do evento passou ao largo de temas alusivos” ao encontro. Além disso, ponderou, não existe imunidade absoluta da entidade sindical. Ou seja, existem limites para manifestação de opiniões em atos dentro dela. Em seu discurso, Lula pediu aos presentes que quem estivesse “convencido a votar em Dilma” levantasse a mão. Esse foi um dos principais pontos abordados pela vice-procuradora-geral eleitoral para ser a favor da multa a onze autoridades e seis entidades sindicais. Certamente os petistas não estão se importando, porque nenhum tostão das multas sairá dos bolsos deles, mas das verbas de campanha.

Veto a exibição de video dos prefeitos em nome de Dilma partiu da petista Clara Ant

Agora já está esclarecido. Partiu direto de gente da intimidade do Palácio do Planalto a ordem para que a Confederação Nacional dos Municípios não exibisse o famoso video que mostra a saga de um prefeito em Brasília para conseguir recursos para sua cidade. Quem vetou a exibição do vídeo dos prefeitos em nome de Dilma Rousseff foi Clara Ant, assessora especial de Lula, hoje lotada na campanha de Dilma Rousseff. Foi ela quem disse ao presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Ziulkoski, que não seria tolerada a exibição, durante participação da candidata em evento da entidade na quarta-feira, do vídeo sobre o malsucedido périplo de um prefeito por gabinetes de Brasília em busca de verbas para sua cidade. Esta senhora sabe dar ordens. Durante a ditadura militar ela participou daquelas célebres organizações terroristas, assim como Dilma Rousseff. O espírito totalitário fica entranhado nas pessoas.

Advogada que deu golpe no INSS é condenada a devolver R$ 200 milhões

A advogada Jorgina de Freitas, conhecida por causar um rombo sem precedentes ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na década de 90, foi condenada a devolver R$ 200 milhões aos cofres públicos. A decisão é da 27ª Vara Federal do Rio de Janeiro, que também condenou o contador Carlos Alberto Mello e manteve o bloqueio de todos os bens dos envolvidos na fraude para leilão. Até agora, mais de R$ 69 milhões subtraídos pelo golpe já foram devolvidos. O valor total do desvio seria da ordem de R$ 500 milhões, mais de 50% de toda a arrecadação do INSS à época. Jorgina foi condenada a 14 anos de prisão em 1992, mas fugiu para a Costa Rica, onde ficou até 1997. Ele foi recapturada pela Justiça brasileira em 2008 e está presa desde então.

Proporção de pobres cai para 23% no Brasil

O percentual de pobres caiu de maneira sustentável no Brasil entre 2004 e 2008 e, mesmo com a crise financeira internacional, o movimento provavelmente não foi interrompido em 2009, de acordo com a economista Sonia Rocha, do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade. Ela apresentou no 22º Fórum Nacional um estudo com base em dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, do IBGE, que mostra que a proporção de pobres no País caiu de 33,2% para 22,9% no período pesquisado. O movimento contribuiu para a redução da desigualdade, mas teve impactos diferentes nas regiões brasileiras. No Sudeste, por exemplo, a queda no número de pobres foi de 35%, enquanto no Nordeste esse percentual foi de 27%. A economista explica que o Sudeste, particularmente São Paulo, beneficiou-se mais do crescimento da renda no período, pois o principal fator que motivou isso foi a melhoria do mercado de trabalho e o aumento do salário mínimo. Ela destaca que esse era um fato esperado, pois os grandes centros tendem a se beneficiar mais rápido do crescimento econômico, mas que contribui para aumentar a desigualdade entre regiões. O trabalho mostra também que as famílias mais pobres foram as mais beneficiadas pelo crescimento.

Prefeito e vice de Laguna têm os mandatos cassados

O prefeito e o vice da cidade de Laguna, no litoral sul de Santa Catarina, tiveram seus mandatos cassados pela Justiça Eleitoral por "captação ilícita" de votos. Célio Atônio (PT) e seu vice, Luís Fernando Shiefler Lopes (PP), foram acusados de trocarem votos por empregos temporários na prefeitura, além de distribuirem remédios e prestarem serviços jurídicos para possíveis eleitores. O juiz eleitoral de Laguna (20ª Zona), Mauricio Fabiano Mortari, determinou a cassação do diploma do petista e do progressista e salientou, na sentença, que a "demonstração de captação ilícita de votos" está comprovada nos autos. Além de perder o mandato, o petista Célio Atônio foi multado em R$ 30 mil de acordo com a lei eleitoral. Com a perda dos mandatos, a coligação adversária, formada por Mauro Vargas Candemil (PMDB) e o vice Aderbal Zapeline Mendes (PSDB), deve assumir assim que ocorrerem as citações.

Alguns detalhes importantes sobre o Projeto Ficha Limpa e sobre o seu coordenador

O coordenador do "Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral - Ficha Limpa", Chico Whitaker, é Francisco "Chico" Whitaker Ferreira. Seu perfil na Wikipedia informa que é um arquiteto, político e ativista social. Católico devoto e que se inspira na Teologia da Libertação (ah.... tá...) e que mantém laços estreitos com a Comissão Brasileira de Justiça e Paz, organismo ligado à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (braço religioso do PT). Mas o que se destaca dessa biografia é que Chico Whitaker é um dos fundadores do PT. Foi vereador petista em São Paulo e atuou como líder do governo da então petista Luiza Erundina, como prefeita da capital paulista. Em 2006, desligou-se do PT. Atualmente faz parte do conselho consultivo do Wikileaks, além de ser sócio-fundador da ONG Transparência Brasil (aí está, a Transparência Brasil, que exibe na sua chefia um membro do clã petista Abramo, é outro brasço do PT). Perguntinha interessante: onde andava Chico Whitaker quando explodiu o escândalo do Mensalão do PT? Não há nenhum registro de manifestação sua de repúdio a esta que foi a maior agressão ao Estado Democrático de Direito em toda a história da República no Brasil, e que foi orquestrada pela alta direção nacional do PT, com os mensaleiro José Dirceu, José Genoíno, Silvinho "Land Rover" Pereira e Marcelo Sereno à frente. Ninguém viu, até agora, qualquer ação de Chico Whitaker denunciando o turbilhão de escândalos originados pelo PT, incluindo, além do Mensalão, dossiês dos Aloprados, dólares na cueca, Correios, cartões corporativos, Bancoop, etc..., ou seja, toda a sordidez que já manchou a história do Brasil e enoja os brasileiros de bem. Whitaker já anunciou a realização de uma caravana para festejar a promulgação da lei Ficha Limpa. E antecipa: "Uma caravana para apresentar o ato de promulgação do presidente, que precisa ser bastante festejado. Depois disso vamos começar a reunir elementos para os próximos passos que queremos da reforma política". Mas quem esse petista pensa que é? Acha que vai conduzir a reforma partidária, tudo na base de iniciativas populares de leis, para pressionar o Congresso, como se fossem versões de plebiscitos? A instauração da "democracia direta" para implantar o bolivariaismo no Brasil? Caravana, é? Para festejar Lula, em ano de campanha eleitoral? Ora, isso cheira a vigarice eleitoral, a campanha eleitoral ilegal mascarada de iniciativa da "sociedade civil". Só otário para cair neste conto de petista. Dado ao fato de Whitaker ser fundador do PT e ligado à CNBB, deve-se levar em consideração que o PT foi gestado com apoio da Igreja Católica através do movimento denominado Teologia da Libertação que, por sua vez, gerou o MST, comunidades eclesiais de base e outras organizações esquerdistas cujo objetivo não é outro senão criar uma sociedade socialista no Brasil e servir de suporte para o PT. A CNBB é o suporte religioso do PT. Dai se originam os sub-suportes religiosos para o PT, como as organizações católicas que defendem índios e terroristas do MST. Por isso é que quando o "petista" Whitaker (pode ter saído do PT, mas conserva alma petista) fala em "reforma política", já deve abrir as narinas para sentir o mau cheiro. Não há como não associar a sua idéia e intenção à Venezuela do ditador Hugo Chávez, que fez uma ampla reforma política que culminou com o fechamento do Senado e a instauração de uma Assembléia controlada pelo próprio Chávez. Seria importante, igualmente, saber se Chico Whitaker firmou o abaixo assinado em favor da libertação dos presos políticos cubanos, cujos líderes estão morrendo em sucessivas greves de fome sob o jugo da ditadura da dinastia Castro, os coma(andantes) Fidel e Raul Castro. Como Chico Whitaker ficou durante a questão de Honduras, quando o lacaio do bolivarianismo Manuel Zelaya pretendeu dar um golpe de Estado e foi apeado do poder por ordem da Suprema Corte do país? Qual a posição de Chico Whitaker diante do totalitário Plano Nacional de Direitos Humanos? Se Whitaker combate a corrupção eleitoral, tiinha de ter incluído em sua pauta, sem dúvida, a apuração do caso do dossiê dos aloprados, quando um grupo de petistas de primeiro escalão, todos integrantes da área de espionagem (inteligência) da campanha de Lula, com a participação do segurança de Lula, foi pilhado carregando uma montanha de dinheiro para promover exatamente a corrupção eleitoral. O portador da pasta com dinheiro petista da corrupção era Hamilton Lacerda, assessor e um dos chefes da campanha do senador petista Aloizio Mercadante ao governo de São Paulo. Foi um crime eleitoral inaudito na história do Brasil. Era dinheiro vivo, R$ 1,750 milhão em reais e dólares. Até hoje ninguém foi punido e parece que os envolvidos vivem tranquilos com suas "fichas limpas", sem que apareça um só Whitaker para exigir que sejam apuradas as suas responsabilidade. Qualquer um é a favor de ficha limpa, não só para os políticos, mas para todos os brasileiros. Cidadão que se preza é cumpridor de suas obrigações e se conduz pela boa ética e pela moral vigente, respeita as leis, e tem por obrigação legal manter a ficha limpa. Chico Whitaker, que ficou calado tantas vezes quando deveria ter gritado sua indignação para todo o País, não tem qualificação nem história para comandar qualquer projeto de reforma política. Idéia de convocação de constituinte específica para esse objetivo não passa de uma tentativa de golpe de Estado para a implantação de uma ditadura no Brasil nos moldes da Venezuela.