sexta-feira, 2 de abril de 2010

Dilma Rousseff se reúne com assessores já na nova mansão em Brasília

A candidata petista Dilma Rousseff já desocupou o imóvel funcional que ocupava na Península dos Ministros, em Brasília, para morar na nova mansão alugada pelo PT que servirá como residência dela durante o período de campanha eleitoral à Presidência da República. O PT vai pagar cerca de R$ 12 mil mensais pelo aluguel da mansão. Na nova residência, Dilma se reuniu na quinta-feira com assessores. A mansão ocupada por Dilma Rousseff é térrea, tem três quartos e não fica de frente para o lago. Ela recomendou cuidado com os livros e pediu boas instalações para seu cachorro da raça labrador, de nome "Nego". O cachorro foi herdado de seu antecessor na Casa Civil, o mensaleiro José Dirceu. Hipertensa, Dilma Rousseff mantém a rotina de caminhadas matinais diárias por prescrição médica, já que fumou e bebeu muito durante um longo período da vida.

Lula ironiza multas e diz que irá se conter para não ficar endividado o resto da vida

O presidente Lula disse na quinta-feira que vai se "conter" em discursos para não pagar novas multas à Justiça Eleitoral. Lula disse que vai ter que "trabalhar o resto da vida" para pagar multa se mantiver sua rotina de falar de improviso nas cerimônias do governo federal. "Hoje eu vou ler o meu discurso. Hoje eu vou ler porque estou sendo multado todo dia, e daqui a pouco eu vou ter que trabalhar o resto da vida para pagar multa. Eu vou me conter aqui, depois vou dar um improvisozinho rápido para falar para vocês", disse Lula ao encerrar a Conferência Nacional de Educação. Que engraçadinho..... E o pessoal da "educação" achou bonitinho. É por isso que tem tanta professora apanhando de aluno e aluno todos os dias nas escolas brasileiras. Os exemplos que as "criancinhas" recebem são bem educativos....

Azul prevê forte expansão do mercado, mas descarta antecipar novos aviões

Apesar da previsão de aquecimento do mercado de aviação em 2010, a Azul Linhas Aéreas não irá elevar o número de aeronaves que serão incorporadas à frota ao longo deste ano, mantendo a previsão inicial de mais sete aviões. Ao final de 2010, serão 21 aeronaves. O presidente da companhia, Pedro Janot, descartou na quinta-feira a possibilidade de acelerar o processo de incorporação de novos aviões. "O mercado está aquecido, mas crescemos muito rápido, e vamos consolidar nossa posição", afirmou, em evento na sede da Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro). Atualmente, a Azul opera em 17 localidades, e em maio, fará vôos para Cuiabá (MT). Para 2010, Janot estima que o mercado de aviação tenha uma expansão entre 17% e 20%. Sobre a Azul, disse que a expectativa é que a companhia dobre de tamanho, com a chegada de novos aviões. O executivo declarou ainda que haverá "grandes movimentos" nos próximos seis meses, no mercado de aviação. Explicou que isso se dará na busca pelo público da chamada classe média, que segue em ascensão e consome cada vez mais pacotes turísticos.

Venda de veículos tem melhor primeiro trimestre da história com IPI reduzido

A venda de veículos novos no País cresceu 17,9% no primeiro trimestre, no confronto com o mesmo intervalo no ano passado, batendo o recorde para o período, que pertencia a 2009, com o emplacamento de 788,1 mil unidades. Março, isoladamente, também apresentou a melhor marca mensal, com o impulso aos licenciamentos dado pelo último mês de IPI reduzido, atingindo 353,8 mil veículos, o que engloba automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões. O montante é 14,6% superior ao recorde anterior, que havia sido batido em setembro passado (308,7 mil unidades). Naquele mês também houve corrida dos consumidores às concessionárias por causa do tributo, cuja alíquota voltou a subir gradualmente em outubro. A partir de hoje, os carros a álcool ou flex de mil cilindradas terão a alíquota elevada de 3% para 5%. Já nos de até 2.000 cilindradas, o percentual passará de 7,5% para 11%. Para caminhões, a isenção do tributo permanece até junho, quando a alíquota retorna a 5%.

Sarney recebe alta em São Paulo de cirurgia para retirar tumor benigno

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), recebeu alta médica na quinta-feira após passar por uma cirurgia para a retirada de um sinal no lábio superior, uma espécie de tumor benigno. A cirurgia foi realizada na terça-feira, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, considerado a Daslu da medicina brasileira. Sarney passa bem e sua primeira providência, ao acordar, foi ler os jornais. O senador ficará em São Paulo aguardando a retirada dos pontos. Depois da Páscoa, Sarney deve retornar a Brasília, onde participará, na terça-feira, da campanha que o Senado lança para incentivar a adesão de empresas brasileiras à concessão da licença-maternidade de seis meses a suas empregadas parturientes. Sarney completa 80 anos no dia 24 de abril.

PAC 2 eleva previsão de investimentos na construção civil a nível recorde

O anúncio da segunda fase do programa Minha Casa, Minha Vida e do PAC elevou o otimismo dos empresários, de acordo com a Abramat (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção). A sondagem de março, divulgada na quinta-feira, apontou que 70% dos fabricantes pretendem investir nos proximos 12 meses, o maior nível desde a criação da pesquisa, iniciada em junho de 2006. Em fevereiro, eram 67%, patamar que já havia sido superior ao registrado em janeiro (59%). Já o índice de otimismo sobre as ações do governo voltadas para o setor nos próximos 12 meses passou de 70% para 77%. "A continuidade da desoneração do IPI e o estímulo aos pequenos consumidores são fatores determinantes para essa recuperação", afirma Melvyn Fox, presidente da entidade.

Saldo positivo da balança comercial encolhe 70% no trimestre

O Ministério do Desenvolvimento registrou um superávit comercial de US$ 668 milhões para o mês de março, ante um saldo positivo de US$ 394 milhões em fevereiro. O desempenho da balança ficou bem abaixo do registrado em março do ano passado. Na época, o saldo ficou positivo em US$ 1,756 bilhão. No trimestre, a balança está com saldo positivo de US$ 895 milhões. O número é 70% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado (US$ 2,988 bilhões). Em março, as exportações somaram US$ 15,727 bilhões, com média diária de US$ 683,8 milhões. O valor total das importações foi de US$ 15,059 bilhões com registro diário de US$ 654,7 milhões. Na comparação para o resultado em 12 meses, de abril de 2009 a março 2010, também houve queda no superavit. Em março do ano passado, a conta acumulada durante os 12 meses anteriores havia ficado positiva em US$ 25,188 bilhões. Neste ano, o acumulado foi de US$ 23,202 bilhões, o que representa uma variação negativa de 6,8%. Os dados ainda mostram maior aquecimento no volume total do comércio exterior em relação a 2009. A conta corrente de comércio subiu 30,7% na comparação trimestral, saltando de US$ 973, 2 milhões no período do ano passado para US$ 1,271 bilhão em 2010.

Evangélico diz que cristãos devem apoiar Marina Silva

Saudada como "nossa irmã Marina", a senadora Marina Silva (PV-AC) selou na quinta-feira o primeiro apoio de uma igreja evangélica na corrida presidencial. Em visita a Garanhuns (PE), ela foi recebida com festa em um colégio presbiteriano, onde se reuniu com 20 pastores e fez um discurso de forte teor religioso. Após o evento, o reverendo Silas Menezes, número dois da hierarquia da igreja, disse que os "cristãos sérios" devem apoiar sua candidatura ao Planalto. "Ela é a candidata mais indicada para nos representar. A parte séria dos cristãos vai se inclinar para Marina", afirmou Menezes, vice-presidente do Supremo Concílio presbiteriano. "Ela terá mais votos do que as pesquisas dizem. Só precisa se tornar mais conhecida. Não devemos declarar apoio oficial, mas recomendamos que nossos fiéis olhem para os domésticos da fé", disse o pastor Marcos André Marques. Marina Silva será convidada para um encontro com a cúpula da igreja nas próximas semanas. Em 2002, a denominação sustentou a candidatura presidencial do ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, que é presbiteriano. A igreja contabiliza 1 milhão de fiéis no País e exerce forte influência sobre outros ramos evangélicos. Marina Silva se converteu à Assembleia de Deus há 13 anos e é a única evangélica na disputa para suceder o presidente Lula.

Grupo português compra jornal “O Dia”

Foi fechada na quinta-feira, no Rio de Janeiro, a compra do jornal carioca O Dia pelo grupo português Ongoing, que desembarcou no Brasil no ano passado, quando lançou o diário Brasil Econômico. O Ongoing pagou 75 milhões de reais pelo jornal da família Carvalho (de Ari de Carvalho, que começou em Porto Alegre, como dono de Zero Horas, logo depois do golpe militar de 1964). Com o negócio, os portugueses tornam-se também donos do Meia Hora, tablóide ultrapopular que hoje é o terceiro diário mais vendido, e do jornal esportivo O Campeão.

Novo escândalo em Brasília chega perto do PT e do PCdoB

A Polícia Civil do Distrito Federal deflagrou na quinta-feria uma operação com potencial para desarrumar ainda mais o já complicado tabuleiro político de Brasília. A Operação Shaolin, que levou à prisão cinco pessoas, teve como alvo duas organizações não-governamentais que receberam R$ 2,9 milhões do Programa Segundo Tempo, do Ministério dos Esportes. Até 2006, a pasta era comandada por Agnelo Queiroz, pré-candidato do PT ao governo do Distrito Federal. Dirigente das duas ONGs investigadas, o policial militar João Dias Ferreira, um dos presos, foi candidato a deputado em 2006 pelo PCdoB, partido ao qual Agnelo era filiado à época. Um dos delegados encarregados do caso, Giancarlos Zuliani, admitiu que investiga a suspeita de que o esquema tenha servido para financiar campanhas eleitorais. Com a operação deflagrada a Polícia Civil afirma ter descoberto fortes indícios da existência de uma rede de ONGs, quase todas com ligações partidárias, criadas para desviar dinheiro de convênios com o governo federal. Contratos de pelo menos quatro dessas entidades já foram mapeados pelos investigadores. Uma delas possui convênio também com o Ministério da Ciência e Tecnologia. Do valor repassado pelo Ministério às ONGs, a Polícia Civil diz ter detectado o desvio de R$ 1,9 milhão. O delegado Giancarlos Zuliani disse que a investigação começou em julho de 2008, após ação de busca e apreensão em uma empresa de Brasília investigada exatamente por vender notas fiscais frias a entidades não-governamentais. Na operação foram presos ainda um assessor e um “laranja” do policial João Dias, o administrador de suas ONGs e o responsável pela empresa que fornecia as notas frias incluídas na prestação de contas apresentada ao Ministério dos Esportes. Bens de João Dias, dentre eles um carro de luxo, a casa e uma das academias supostamente construídas com o dinheiro desviado, foram sequestrados por ordem judicial.