quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Justiça uruguaia condena ex-ditador a 25 anos de prisão

A Justiça uruguaia condenou nesta quinta-feira o ex-ditador Gregorio "Goyo" Álvarez a 25 anos de prisão pelo "homicídio especialmente agravado" de 37 opositores e por um crime de "lesa-humanidade". Álvarez está na prisão desde dezembro de 2007, quando foi acusado de uma série de "desaparecimentos forçados" e de transferências clandestinas de detidos da Argentina para o Uruguai quando, entre 1977 e 1978, em plena ditadura uruguaia (1973-1985), chefiava o Exército do país. O juiz Luis Charles foi o encarregado de comunicar a sentença ao ex-ditador. Ele recebeu a pena máxima prevista para seus crimes, que foi pedida pela procuradora Mirtha Guianze. O ex-ditador foi comandante-em-chefe do Exército uruguaio entre 1978 e 1979, e presidente de fato de 1981 até o final da ditadura, em 1985. A Procuradoria determinou que Álvarez estava a par das transferências clandestinas de militantes do Grupo de Ação Unificadora (GAU) e do Partido Comunista Revolucionário (PCR) ocorridas entre Buenos Aires e Montevidéu nessa época. Charles também anunciou hoje a pena de 20 anos de prisão para o militar aposentado Juan Carlos Larcebeau, também acusado de "homicídio especialmente agravado" de 29 pessoas. No domingo, os uruguaios decidirão em plebiscito sobre a anulação da chamada Lei de Caducidade, que, após ser aprovada em 1986 e ratificada em 1989, garantiu a impunidade de militares e policiais responsáveis por crimes e violações dos direitos humanos durante a ditadura uruguaia. O governo uruguaio declarou a causa aberta contra Álvarez à margem do amparo da Lei de Caducidade no referente a seu processo do crime de "desaparecimento forçado", relacionado às ações da Operação Condor, plano de repressão que uniu os esforços de diferentes ditaduras latino-americanas nos anos 70, entre elas a brasileira.

Senado aprova projeto que proíbe saída de jogadores menores de 18 anos para o Exterior

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal aprovou nesta quinta-feira o projeto que proíbe a transferência para o Exterior de jogadores menores de 18 anos. A proposta ainda terá de passar por outras duas comissões no Senado antes de ir para a Câmara dos Deputados. Atualmente, a Fifa já proíbe transferências internacionais envolvendo menores de 18 anos. Mas, empresários e clubes aproveitam brechas na legislação para dar emprego aos pais dos jogadores. Uma das mais utilizadas é oferecer empregos aos pais dos jogadores.

Operação da Receita intima 10 mil donos de mansões

A Receita Federal intimou nesta quinta-feira 10 mil proprietários de casas de alto padrão no Estado de São Paulo a recolher as contribuições sociais que incidem sobre o salário dos trabalhadores empregados na construção desses imóveis. A ação, integrante da "Operação Mansões", envolveu 25 delegacias e se concentrou em obras em condomínios fechados de áreas metropolitanas, balneários e regiões serranas em todo o Estado. A Receita constatou as irregularidades ao cruzar as matrículas das construções, repassadas ao órgão federal, com as informações sobre o alvará e o habite-se, encaminhadas às prefeituras. Durante as investigações, a Receita encontrou milhares de residências de alto padrão, com centenas de metros quadrados de área construída, que nunca haviam recolhido contribuição previdenciária. Segundo o secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, a deflagração da "Operação Mansões" em São Paulo servirá como base para a realização de ações semelhantes em todo o País. Quando a Receita Federal iniciar a operação em Porto Alegre, já poderá começar a realizar as autuações no prédio ao lado, na sala da presidência.

Governadora Yeda Crusius oficializa entrega do Novo Detran Público

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), entregou nesta quinta-feira o Novo Departamento Estadual de Trânsito, o Detran Público. A principal mudança é o processo de aplicação de exames teóricos e práticos de direção, assumidos integralmente pela autarquia. A partir de agora, a emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) passa a ser de inteira competência do Estado. Desde o último dia 16, o Detran passou a administrar, toda semana, 7 mil exames teóricos e 9,5 mil exames práticos em 274 Centros de Formação de Condutores, localizados em 151 municípios do Estado. Anteriormente, os exames eram aplicados por uma fundação de direito privado, a Fundae (que deveria ser fiscalizada pelo Ministério Público Estadual), que se envolveu em violento esquema de corrupção iniciado em governo anterior.

Governo bolivariano de Lula vai aceitar de volta as estradas concedidas do Rio Grande do Sul

O governo bolivariano de Lula viu que não tem mesmo o que fazer no caso da entrega pelo governo gaúcho das estradas federais plagiadas que estavam concedidas para o Estado. O Ministério dos Transportes e o Dnit não têm saída, precisarão receber as estradas. Mas, também concorreu para a adoção dessa decisão, pelo governo Lula, a defenestração do deputado federal petista Henrique Fontana da liderança do governo na Câmara dos Deputados. Henrique Fontana é um xiita que trabalha deliberadamente contra o Rio Grande do Sul junto ao governo federal para atingir o governo de Yeda Crusius (PSDB).

Usinas siderúrgicas voltaram a operar a pleno vapor

O grande aquecimento do mercado de imóveis provocou a colocação em funcionamento dos altos fornos das siderúrgicas brasileiras. Em face da demanda da área de construção civil, a Associação do Aço admitiu que o consumo de aços planos será igual ao do melhor ano da série (2008), atingindo 24,5 milhões de toneladas, 10% mais do que o total previsto para este ano. Todas as usinas retomaram operações totais, inclusive também seus projetos de expansão. Por causa dessa demanda, o preço do aço subiu, razão pela qual o governo bolivariano de Lula abriu as importações na área.

Empresa agropecuária diz que MST usa técnicas de guerrilha em fazendas ocupadas no Pará

A Agropecuária Santa Bárbara, um dos braços do grupo Opportunity, do banqueiro Daniel Dantas, acusou a organização terrorista clandestina MST de usar técnicas de guerrilha nas fazendas que invade no Pará. Segundo a agropecuária, que administra pelo menos oito fazendas invadidas pelos terroristas do MST, a organização terrorista criou um clima de pânico na região ao saquear, ameaçar de morte e expulsar os funcionários das áreas, atear fogo em pastagens e áreas de florestas e matar bois para fazer churrasco. "O MST se especializou em espalhar medo, causar pesados prejuízos materiais às propriedades, provocar danos ambientais irreparáveis, ameaçar de morte funcionários e saquear casas e expulsar as famílias que trabalham nas fazendas", afirma a agropecuária em nota. Levantamento feito agropecuária revela que foram 18 focos de incêndio nos últimos três meses, 654 bois mortos, "vários quilômetros de cercas, estacas e barragens" destruídas, diversas máquinas roubadas e equipamentos de trabalho destruídos. A agropecuária informa na nota que toda a ação dos sem-terra foi registrada em boletins de ocorrência e em 12 ofícios enviados ao secretário de Segurança do Pará, Geraldo José Araújo. As fazendas da agropecuária ocupadas pelo MST são: Espírito Santo, Maria Bonita, Cedro, Castanhais, Ceita-Corê/Baixa da Égua, Fortaleza, Cristalino e Porto Rico. Os bandidos do MST agem livremente no País, sob o beneplácito do governo bolivariano de Lula.

Kassab diz que não faz alianças a qualquer custo e que Lula tenta justificar as suas

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), disse nesta quinta-feira que não faz aliança a qualquer preço para garantir sua governabilidade. A declaração foi uma resposta sobre a entrevista do presidente bolivariano Lula para o jornal Folha de S. Paulo. "Na verdade, o presidente quis justificar suas alianças. Não quero questionar as alianças que ele faz. Quero dizer que não faço aliança a qualquer custo", disse Kassab.

Governistas serão maioria na CPI do MST

Partidos da base aliada do governo bolivariano de Lula vão indicar 23 dos 36 integrantes da CPI do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), criada nesta quarta-feira. Apesar de o governo ter trabalhado contra a criação da CPI, o regimento do Congresso prevê a divisão das cadeiras na comissão de acordo com os tamanhos das bancadas no Legislativo. Como a base aliada tem ampla maioria na Câmara e no Senado, os partidos subordinados ao governo bolivariano de Lula vão indicar 11 senadores e 12 deputados para a CPI, das 36 cadeiras de titulares da comissão. A oposição (DEM, PSDB e PPS) ficou com seis vagas de senadores e cinco de deputados, enquanto o PSOL e o PSC também poderão indicar membros para a comissão, seguindo o rodízio estabelecido entre os partidos com menores bancadas. Ou seja, é uma CPI que será totalmente obstruída pelos bolivarianos, porque Lula e o PT não querem que seja investigada a organização terrorista clandestina MST, braço armado do próprio PT.

CNBB diz que Cristo não fez alianças com fariseus e ironiza declaração de Lula

O secretário-geral da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), dom Dimas Lara Barbosa, rebateu a declaração do presidente bolivariano Lula sobre a necessidade de fazer alianças. Dom Dimas disse que, apesar de Judas ser um dos discípulos de Cristo, Jesus não fazia alianças com "fariseus". O representante da CNBB ainda ironizou a declaração do presidente: "Para governar o Brasil? Estamos tão mal assim? Queria dizer que, sem dúvida Judas foi discípulo de Cristo, mas Cristo conhece o coração das pessoas e reconhece a liberdade de cada um. Cristo não fez alianças com fariseus. Pelo contrário, teve palavras duras para com eles. Deus conhece o coração das pessoas".

Petrobras e YPF vencem licitação para explorar blocos no Uruguai

A Petrobras e a YPF venceram uma licitação para a exploração e produção de hidrocarbonetos na plataforma marítima do Uruguai, disse na quinta-feira a estatal de combustíveis Ancap. A empresa enviou uma recomendação sobre a concessão que ainda precisa ser aprovada em um decreto pelo Poder Executivo para completar o processo, explicou o presidente da Ancap, Germán Riet. "Se o Poder Executivo aprovar a recomendação, os contratos serão firmados em aproximadamente um mês", disse Riet. A Ancap lançou uma licitação inicialmente composta por 11 blocos entre 4 mil e 8 mil quilômetros quadrados de extensão, em uma região ao leste do país, mas foram apresentadas também ofertas por dois blocos com melhores possibilidades. A empresa argentina e a brasileira formaram um consórcio para apresentar a proposta, e cada uma trabalhará sobre um dos blocos concedidos. O Uruguai não conta com reservas próprias de gás ou petróleo, e tem que importar um milhão de barris de petróleo a cada 25 dias. Segundo as condições da Ancap, as empresas assumirão todos os riscos e custos da exploração, que será dividida em três etapas. Na primeira etapa, de quatro anos, serão realizados estudos. Na segunda, de dois anos, será exigida a realização de duas perfurações, assim como outras duas na fase seguinte, de dois anos.

Membros do PT se reúnem sábado no Alvorada para cantar parabéns a Lula

Membros PT vão se reunir no sábado, às 9 horas, em frente ao Palácio da Alvorada, para cantar parabéns ao presidente bolivariano Lula. A informação foi postada pelo pré-candidato petista ao governo do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, em seu Twitter. Segundo o secretário de comunicação do PT-DF, Vilmar Lacerda, o ato será simples, apenas com um bolo para o presidente e os amigos mais próximos. Lacerda disse que quatro tendas serão montadas no local pata abrigar os militantes presentes. O aniversário do presidente bolivariano Lula, no entanto, é só na terça-feira. Ele nasceu em 27 de outubro de 1945, na cidade de Garanhuns, interior de Pernambuco, e vai completar 64 anos.

STJ aumenta para R$ 570 mil indenização a família de vítima do acidente da Gol

O Superior Tribunal de Justiça aumentou de R$ 240 mil para R$ 570 mil o valor da indenização que deverá ser paga pela empresa aérea Gol à família de Quézia Gonçalves Moreira, uma das 154 vítimas do desastre com o vôo 1907, ocorrido em setembro de 2006. A Corte atendeu a um recurso dos familiares da vítima, que apelaram após o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro reduzir o valor pago a cada integrante da família para R$ 80 mil. Para a relatora do recurso, ministra Nancy Andrighi, o valor estabelecido pela Justiça carioca "destoa daquilo que vem sendo decidido pelo Superior Tribunal de Justiça". Em primeira instância, a Gol havia sido condenada a pagar R$ 380 mil aos pais e ao irmão de Quézia, além de pensão mensal. A empresa, porém, recorreu da decisão, e o valor caiu para R$ 80 mil para cada membro da família.

Servidores federais pedem audiência com Lula

Servidores públicos federais fecharam nesta quinta-feira a entrada do CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), sede provisória do governo, para pedir ao presidente bolivariano Lula a reabertura das negociações sobre reajuste salarial. A principal reivindicação dos servidores é o cumprimento de acordos para aumentar os salários em 2010. Cerca de 400 funcionários de ministérios e fundações públicas aguardaram a chegada do presidente ao CCBB na tentativa de agendar uma audiência para o próximo dia 28, Dia do Servidor. De acordo com o secretário-geral do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no DF (Sindsep-DF), Oton Pereira Neves, as negociações com o Ministério do Planejamento "já se esgotaram".

Senador Marconi Perillo diz que Lula é rancoroso e perde chance de ser um estadista

O vice-presidente do Senado Federal, senador Marconi Perillo (PSDB-GO), reagiu nesta quinta-feira às declarações do presidente bolivariano Lula em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. Segundo Perillo, Lula é rancoroso e perde a chance de ser um estadista: "Ele é uma pessoa rancorosa que não se enquadra na figura de um estadista. Ele está desesperado para eleger a sucessora petista Dilma Rousseff“. Na entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, ao ser questionado sobre o motivo pelo qual não abandonou o presidente do Senado Federal, senador José Sarney (PMDB-AP), durante a crise na Casa, o presidente bolivariano Lula disse que Perillo não era uma pessoa que dava mais garantia ao Estado brasileiro do que o peemedebista. Perillo disse que não recebeu a afirmação como uma crítica, mas como um elogio, porque o presidente é "acostumado a lidar com políticos cooptáveis, de personalidade fraca": "Eu não sou ludibriado. Não caio no canto da sereia. Esse tipo de entrevista, para um presidente, é infeliz. Ele mostra o desejo de comandar todos os Poderes. Ele critica a imprensa, o Judiciário, o Tribunal de Contas da União, a igreja e até o Ministério Público, sem respeitar os direitos constitucionais. O presidente tem que ter cuidado com o que ele fala. Ele é chefe de um Poder mas está perdendo a liturgia do cargo".

Advocacia Geral da União confirma Luis Inácio Adams como novo ministro do órgão

O presidente bolivariano Lula convidou o procurador-geral da Fazenda, Luís Inácio Lucena Adams, nesta quinta-feira, para assumir o comando da Advocacia Geral da União. Ele será o novo ministro do órgão e a posse está marcada para ETA sexta-feira. Para chegar ao cargo, Luis Inácio Adams contou com o apoio dos ministros Guido Mantega (Fazenda) e Paulo Bernardo (Planejamento). Ele trabalhou como assessor de gabinete da Câmara Municipal de Florianópolis e como professor universitário antes de ser aprovado em concurso para Procurador da Fazenda Nacional, em 1993.

Dívida pública cai 1,39% e fecha setembro em R$ 1,48 trilhão

A dívida pública federal caiu 1,39% em setembro em relação a agosto, chegando a R$ 1,48 trilhão, de acordo com dados divulgados pelo Tesouro Nacional. A valorização do real frente ao dólar ajudou a encolher o endividamento público. Outro fator foi a menor emissão de títulos por parte do Tesouro Nacional, por conta do aumento nos juros pedidos pelos investidores. De acordo com o coordenador-geral de Operações da Dívida Pública, Fernando Garrido, a menor oferta de títulos da dívida em setembro faz parte da estratégia do Tesouro de não alimentar a volatilidade do mercado. As emissões de título no mês passado somaram R$ 18,93 bilhões, contra emissões de R$ 66,06 bilhões em agosto. Naquele mês, porém, foram emitidos R$ 36 bilhões em favor do BNDES, completando um repasse de R$ 100 bilhões ao banco. A dívida interna teve seu estoque reduzido em 1,08%, para R$ 1,38 trilhão em setembro. A emissão de novos títulos superou os resgates em R$ 26,14 bilhões. Além disso, houve um impacto de R$ 11,05 bilhões por causa dos juros. A dívida pública federal externa, que representa 6,29% da dívida total, registrou redução de 5,44%, encerrando setembro em R$ 103,04 bilhões (US$ 57,95 bilhões).

Governo federal libera R$ 1 bilhão para obras em rodovias e ferrovias

O presidente bolivariano Lula assinou decreto que destina R$1,1 bilhão do orçamento da União de 2009 para o Ministério dos Transportes investir em manutenção de trechos rodoviários e expansão ferroviária. O decreto foi publicado nesta quinta-feira no Diário Oficial da União. Desse valor, R$ 486,6 milhões serão dedicados à construção da ferrovia Norte-Sul, um dos principais empreendimentos ferroviários do País. O trecho que liga Palmas (TO) a Uruaçu (GO) ganhará R$ 456,6 milhões, e o trecho de Uruaçu a Anápolis (GO) levará R$ 30 milhões.

Sudão condena duas mulheres a 20 chicotadas por usar calça comprida

Duas mulheres detidas em julho passado em um bar de Cartum ao lado da jornalista Lubna Ahmed al Hussein foram condenadas nesta quinta-feira a receber 20 chicotadas cada uma por usar roupas consideradas indecentes. As duas foram condenadas por violar a ordem pública ao vestir calças compridas, e por não usar o véu islâmico. Além das chicotadas, elas deverão pagar uma multa de 250 libras sudanesas, caso contrário terão de passar um mês na prisão. As duas condenadas, cuja identidade não foi revelada, foram detidas em julho em um bar de Cartum ao lado de Lubna Ahmed al Hussein, a jornalista condenada em setembro pelo mesmo delito. Lubna Ahmed Al Hussein não foi chicoteada e sim presa por ter se negado a pagar a multa decidida pelo tribunal. A Associação de Jornalistas do Sudão pagou a multa no dia seguinte ao veredicto, Lubna Al Hussein foi libertada. Outras dez mulheres detidas na mesma ocasião também foram condenadas e receberam dez chicotadas. O artigo 152 do código penal sudanês prevê uma pena máxima de 40 chicotadas para qualquer pessoa que "cometer um ato indecente, contrário à moral, ou utilizar vestimenta indecente". Esse é regime democrático e progressista, humanitário, que respeita os direitos humanos, o qual é apoiado pelo governo do bolivariano Lula, enquanto condena o estado democrático de Israel no terrorista Conselho de Direitos Humanos da ONU por se defender dos terroristas islâmicos do Hamas. Êta governicho, sô....

Oposição critica Lula e diz que presidente se une até com traidor para fazer sucessor

A oposição reagiu nesta quinta-feira à declaração do presidente bolivariano Lula que, em defesa da governabilidade, disse que era preciso fazer alianças para ter apoio no Congresso. "Se Jesus Cristo viesse para cá, e Judas tivesse a votação num partido qualquer, Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão", disse Lula em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. Ora, Lula se colocou no mesmo patamar de Jesus Cristo, o que para ele é pouco. O presidente do DEM, deputado federal Rodrigo Maia (RJ), criticou as declarações de Lula e disse que o petista decidiu verbalizar práticas veladas do governo federal: "Infelizmente, o presidente apenas vocaliza o que no passado não vocalizava. É um governo pragmático que, para garantir sua sustentação, faz aliança até com o pior traidor". Segundo Rodrigo Maia, Lula está disposto a se aliar com o que há de "pior na política" para conseguir eleger a candidata petista, ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), à Presidência da República em 2010. O presidente do PPS, Roberto Freire (PE), disse que Lula mostra que tem como prática se aliar a pessoas envolvidas em irregularidades: "A comparação com Jesus Cristo e Judas para quem é católico como ele e cristão, como boa parte da população brasileira, é uma violência para justificar todas as bandalheiras, traições que permitiu que se fizesse em seu governo. Com essa frase ele deixou claro porque ocorreu o mensalão, os aloprados. A popularidade permitiu ao presidente dizer tudo que lhe vem à cabeça, sem razoabilidade. Em toda entrevista, ele mostra que está completamente perdido. Estamos com um presidente que se julga acima de qualquer outro mortal. Ele tem falado besteiras imensas sem se preocupar com limites éticos e morais“. Para o senador Álvaro Dias (PSDB-PR), a entrevista de Lula mostra que o presidente não tem limites para tentar eleger a candidata petista Dilma Rousseff: "Há uma relação de promiscuidade entre o presidente e os partidos que o apóiam. Já não há cuidado com a questão ética que o presidente agora considera irrelevante". O líder do DEM no Senado Federal, senador José Agripino Maia (RN), afirmou que Lula "perdeu a serenidade": “Essa história de se comparar a Jesus Cristo e Judas mostra que ele se sente acima dos mortais. O presidente precisa aterrissar. O presidente fala uma coisa e pratica outra. Ao invés de tentar uma convivência democrática com a oposição ele agride e ao mesmo tempo estimula o convívio com os mensaleiros e aloprados“.

Sarney diz que vai demitir funcionários-fantasma do Senado após fracasso de censo

O presidente do Senado Federal, senador José Sarney (PMDB-AP), afirmou nesta quinta-feira que a Casa vai adotar todas as medidas necessárias para exonerar funcionários-fantasma. Sarney disse ainda que recomendou a suspensão do pagamento dos funcionários que não participarem do censo. O Senado realiza desde agosto um recadastramento dos 6.277 servidores efetivos e comissionados. Desses, 828 ainda não responderam, sendo que 165 ignoraram todo processo. A Diretoria informou nesta quinta-feira que prorrogou, pela segunda vez, até a meia-noite de segunda-feira, o prazo para quem não participou do levantamento.

Ameaçado de perder mandato, Gabriel Chalita agora diz que Serra não gosta de professores

O vereador Gabriel Chalita (PSB) usou o Twitter para criticar a política educacional do governador de São Paulo, José Serra (PSDB). A crítica acontece depois de o PSDB anunciar que entrará na Justiça para cobrar o mandato de Chalita, que trocou o PSDB pelo PSB. "Projeto do governo de São Paulo mostra que Serra não gosta de professor. Nada de aumento agora. Projeção de aumento mediante prova em alguns anos", escreveu ele no Twitter. O Diretório Municipal do PSDB entrou na quarta-feira no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo com pedido para tirar o mandato de Chalita. Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou na madrugada de quarta-feira um projeto de lei do governo Serra que é absolutamente revolucionário e arrojado. Ou seja, prevê reajuste salarial de 25% aos professores da rede estadual mais bem avaliados em uma prova de conhecimentos. Além da prova, também contará o número de faltas dos docentes e o tempo de permanência na mesma escola. Receberão o aumento os mais bem avaliados nos exames. É isso aí, professores devem ser avaliados, rigorosamente, para então ganharem o reajuste. Não se pode premiar quem não merece, professor que vive faltando a aula. Os deputados estaduais paulistas mostraram que são “machos“, ao contrário dos gaúchos, que acocam para qualquer arreganho do sindicato xiita petista Cpers. Por covardia da classe política gaúcha, vergonhosa covardia, a educação pública no Rio Grande do Sul vem sendo sistematicamente destruída pelo sindicato petista nos últimos 25 anos.

Aloizio Mercadante defende apoio do PT à candidatura de Ciro Gomes ao governo de São Paulo

O líder do PT no Senado Federal, o senador “irrevogável” Aloizio Mercadante (SP), defendeu nesta quinta-feira que seu partido apóie a candidatura do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) ao governo de São Paulo. A declaração de Mercadante mostra a tentativa de enquadrar o grupo da ex-ministra Marta Suplicy (PT), que criticou essa possibilidade e defendeu o lançamento da candidatura própria do partido. Ciro Gomes afirma que pretende disputar a Presidência. Mas, o bolivariano Lula já disse publicamente que prefere que a “base” tenha apenas um candidato para que a eleição presidencial de 2010 seja plebiscitária ao estilo "nós contra eles". Para isso acontecer, Ciro teria que desistir do Palácio do Planalto para apoiar a candidata petista Dilma Rousseff (Casa Civil).

Prova do Enem vai custar mais de R$ 131 milhões ao MEC

A nova prova do Enem, adiada para os dias 5 e 6 de dezembro após denúncia de fraude, vai custar mais de R$ 131 milhões ao Ministério da Educação. Segundo publicação do Diário Oficial da União desta quinta-feira, a aplicação da prova custará R$ 99,9 milhões. O contrato foi assinado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) e pelo consórcio formado pela FUB/ Cespe e Cesgranrio. Apenas no contrato fechado com a gráfica RR Donnelley Moore serão pagos mais R$ 31,9 milhões. A empresa será responsável pela impressão, manuseio, embalagem, rotulagem e entrega dos cadernos das provas para os Correios. A contratação da empresa aconteceu sem licitação.Reformulado neste ano, o Enem será a única forma de seleção em parte das 55 universidades federais. O exame é usado por federais também para substituir a primeira fase do vestibular, para compor a nota e nas vagas que sobrarem.

Desembolsos do BNDES ultrapassam R$ 100 bilhões no ano pela primeira vez

O BNDES registrou desembolsos de cerca de R$ 105 bilhões neste ano até os dez primeiros dias de outubro. É a primeira vez em que o banco libera mais de R$ 100 bilhões dentro de um ano. Para o ano, a projeção de Luciano Coutinho, presidente do BNDES, é de alcançar entre R$ 120 bilhões e R$ 130 bilhões de desembolsos. Do total até agora, a indústria consumiu R$ 50,2 bilhões. Já os projetos de infraestrutura absorveram R$ 33 bilhões. Segundo o banco, a Petrobras respondeu por R$ 25 bilhões desse montante. Somente de janeiro a setembro, os desembolsos do banco totalizaram R$ 96,9 bilhões, o que representa alta de 58% frente aos nove primeiros meses de 2008. Cerca de R$ 49 bilhões foram liberados para a indústria, quase o dobro (97%) do contabilizado no mesmo período do ano passado. Já os empréstimos para os projetos de infraestrutura somaram R$ 31,5 bilhões, com alta de 32% no mesmo confronto.

Vice-presidente José Alencar realiza sessão de quimioterapia em hospital de São Paulo

O vice-presidente da República, José Alencar (PRB), realizou nesta quinta-feira sessão de quimioterapia no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. José Alencar trata um câncer na região abdominal. Ele luta contra a doença há 12 anos e já passou por 15 cirurgias. Na quarta-feira o vice-presidente passou por exames no hospital. Ele retomou as sessões de quimioterapia no início do mês passado, pouco depois de exames terem demonstrado que os tumores abdominais voltaram a crescer. No mês passado, o vice-presidente ficou internado por três dias após apresentar níveis baixos de hemoglobina, leucócitos e plaquetas.

Senado prorroga prazo para que servidores respondam ao censo da Casa

A Diretoria Geral do Senado prorrogou até a meia-noite da próxima segunda-feira o prazo para que os 828 servidores da Casa que não responderam ao recadastramento participem do censo. Essa é a segunda vez que a instituição estende o período para o preenchimento dos formulários que podem levar à descoberta de funcionários fantasmas. Segundo a Diretoria Geral, dos 828 servidores que não participaram do levantamento, 663 não realizaram a impressão do recibo do recadastramento, o que inviabilizou todo processo. Outros 165 funcionários ignoraram o censo. Dos 6.277 servidores efetivos e comissionados, 5.399 responderam. A diretoria espera concluir o relatório com o resultado do censo na próxima terça-feira. Os funcionários que ignoraram o levantamento passam a responder automaticamente a processo administrativo e terão os salários suspensos.

Natura quer dobrar participação internacional nas receitas em 5 anos

A Natura quer dobrar a participação das receitas obtidas no mercado internacional em seu balanço nos próximos cinco anos, afirmou nesta quinta-feira o vice-presidente de Finanças e Jurídico da companhia, Roberto Pedote. Além disso, a companhia pretende investir, até o fim de 2010, quase R$ 400 milhões em marketing. Na divulgação de resultados do terceiro trimestre, a Natura informa que a receita líquida no Exterior avançou 46,5% em moeda local no período, representando 7,2% da receita líquida consolidada. "Ainda não divulgamos nenhuma meta, mas temos uma missão bastante grande de ter essas operações com uma representatividade bem maior. Se continuarmos neste ritmo, nós imaginamos dobrar a participação em quatro, cinco anos", afirmou Pedote. A companhia, ligada ao PT, tem consultoras na Argentina, Peru, Chile, México, Colômbia e França, e também opera na Bolívia, por meio de distribuidores. Os investimentos adicionais da Natura em marketing no Brasil somaram R$ 183,0 milhões até o fim de setembro.

Interpol prende na Itália vigário que participou do genocídio em Ruanda

A Interpol prendeu na Itália um vigário acusado de participar do genocídio de 1994 em Ruanda. A Interpol disse que Emmanuel Uwayezu trabalhava como vigário perto de Florença e usava um disfarce quando foi preso. Uwayezu chegou à Itália em 1997. Ele é suspeito de conspirar e cometer genocídio ao incitar hutus a matar os tutsis quando dirigia um colégio em Kibeho. Ele é acusado de ser cúmplice do massacre de 80 estudantes. Uwayezu tinha um alerta vermelho emitido contra ele, o que equivale a estar na lista dos mais procurados da Interpol. O genocídio em Ruanda começou após o avião do presidente Juvenal Habyarimana ter sido derrubado em abril de 1994. Nos cem dias seguintes, cerca de 800 mil pessoas, a maioria integrantes da etnia tutsi, além de hutus moderados, foram mortos por milícias da etnia hutu. Civis eram incentivados a participar das atrocidades com promessas de que poderiam ficar com as terras dos tutsis mortos. O genocídio terminou quando rebeldes tutsis assumiram controle do país. Cerca de dois milhões de hutus se refugiaram no vizinho Congo desde então. A Igreja Católica acoberta crimes inomináveis.

STJ decide que Wilma de Faria praticou ato de improbidade ao utilizar Procuradoria em eleições

O Superior Tribunal de Justiça concluiu que a então prefeita de Natal (RN) e hoje governadora do Rio Grande do Norte, Wilma de Faria (PSB), praticou ato de improbidade administrativa ao utilizar a Procuradoria municipal para representá-la judicialmente na Justiça Eleitoral durante as eleições. Com isso, o tribunal determinou o retorno dos autos ao tribunal de origem para aplicação de sanções cabíveis. O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte entendeu que o fato não configura ato de improbidade administrativa, e o Ministério Público Estadual então recorreu ao Superior Tribunal de Justiça. Em voto-vista, o ministro Mauro Campbell concordou com o voto do relator, ministro Humberto Martins, de que, "para constatar se o uso de procuradores municipais na defesa de agente político candidato à reeleição perante a Justiça Eleitoral configura improbidade administrativa, é necessário perquirir se, no caso concreto, há ou não interesse público que justifique a atuação desses servidores".

PMs que liberaram assassinos de coordenador do AfroReggae cumprem prisão disciplinar

Dois policiais militares flagrados por câmeras após o assassinato de Evandro João da Silva, de 42 anos, coordenador social do grupo cultural AfroReggae, cumprem prisão disciplinar no Rio de Janeiro. As imagens captadas pelo circuito de segurança de um banco mostram que dois homens foram detidos e em seguida liberados pelos PMs, após assaltar e balear mortalmente Evandro João da Silva. O crime ocorreu na madrugada do último domingo. Essa é a segurança da cidade que quer ser sede da Copa do Mundo e das Olimpíadas. Um dos policiais estava de folga e o outro, de serviço. Mas, o que estava de folga encontrava-se na ronda.

MST reafirma que CPI é "represália" por luta na revisão dos índices de produtividade

A organização terrorista clandestina MST reafirmou nesta quinta-feira que a criação da CPI mista no Congresso para investigar repasses do governo bolivariano de Lula para ONGs ligadas ao grupo é uma "represália" às lutas e à bandeira da revisão dos índices de produtividade. "A CPI contra o MST é uma represália às nossas lutas e à bandeira da revisão dos índices de produtividade. Para isso, foi criado um instrumento político e ideológico para os setores mais conservadores do país contra o nosso movimento", diz uma fonte terrorista não identificada. Até a meia-noite da quarta-feira, governo bolivariano petista e oposição travaram uma batalha em torno da CPI. Enquanto os bolivarianos petistas tentavam garantir a retirada de assinaturas, os oposicionistas ampliaram o número de parlamentares que apoiaram a investigação. O requerimento, que tinha recebido o aval de 182 deputados quando foi lido em plenário, passou a ter a assinatura de 233 deputados favoráveis à CPI. O documento também ganhou o apoio de dois novos senadores. Os governistas conseguiram a retirada de 23 assinaturas. Pelo regimento do Congresso, após a leitura do requerimento em plenário, os parlamentares têm até a meia-noite para retirarem assinaturas. A oposição tem forte desconfiança de que os bolivarianos petistas passaram ao menos R$ 115 milhões para a organização terrorista MST. Uma das linhas de investigação será em cima do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) de São Paulo. Três coordenadores dos núcleos de apoio do órgão no Pontal do Paranapanema exerceram funções na Cocamp, uma cooperativa criada pela organização terrorista MST que é alvo de investigação da polícia por mau uso de recursos públicos.

Aviões de Israel destroem prédio em Gaza após ataque de foguetes

Aviões de Israel lançaram nesta quinta-feira um ataque contra dois túneis clandestinos e um prédio que servia de fábrica de armas na faixa de Gaza, como retaliação a um ataque terrorista palestino realizado na véspera com foguetes. Na noite de quarta-feira, terroristas palestinos em Gaza, do grupo terrorista islâmico Hamas, atiraram foguetes contra o sul de Israel. O foguete caiu em uma área deserta e não deixou danos ou feridos. Um comunicado das Forças Armadas israelenses diz que os terroristas islâmicos palestinos atiraram mais de 250 foguetes e morteiros desde o fim da ofensiva da operação defensiva israelense na faixa de Gaza, no começo do ano. Mas, isto, os terroristas do Conselho de Direitos Humanos da ONU não investigam.

Pré-datado responde por quase 90% das compras com cheques no vestuário

O número de cheques pré-datados totalizou 79,5% do total em setembro, apresentando um recuo de 0,34% em relação a agosto e 1,23% ante o mesmo período do ano anterior, de acordo com pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela TeleCheque, empresa especializada em verificação de crédito. No ranking por segmento, o setor de vestuário, líder da lista, subiu quatro posições e totalizou 89,6%, seguido por móveis e artigos para o lar (87,1%), calçados (86,4%) e supermercados (85,1%). Na análise por região, a liderança ficou com o Norte (84,3%), à frente de Nordeste (83,4%), Centro-Oeste (81,0%), Sudeste (80,2%) e Sul (73,6%). "O cheque pré-datado é uma criação do varejo brasileiro e hoje se destaca como uma das principais ferramentas de crédito do País", afirma José Antônio Praxedes Neto, vice-presidente da TeleCheque, completando que "especialmente durante a crise, com a baixa oferta de crédito, o pré-datado foi a solução para os consumidores manterem suas compras".

Governadores resistem a parceria entre PT e PMDB para 2010

Um dia depois de anunciado acordo entre PT e PMDB para a disputa à Presidência, ao menos 3 governadores dos 14 Estados sob o comando de alguma das duas siglas disseram achar difícil a repetição da parceria em âmbito regional. No Paraná, o peemedebista Roberto Requião afirmou que não reconhece o compromisso. O petista Jaques Wagner, da Bahia, disse que uma aliança não deve ocorrer em seu Estado. Em Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira (PMDB) rechaçou qualquer hipótese de acordo, enquanto seu colega de sigla André Puccinelli, de Mato Grosso do Sul, reafirmou sua posição de "monogâmico". Requião afirmou que um partido "fala pela sua convenção nacional". "O que houve em Brasília foi um entendimento pessoal, entre dirigentes. Acordos, só se forem em cima de plano de governo, de propostas, de idéias", disse ele, por meio de sua assessoria. "Do contrário é acerto, troca de favores futuros“.

Ala petista declara apoio a prefeito de Osasco em São Paulo contra candidatura de Ciro Gomes

Em reação à possibilidade de candidatura do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) ao governo de São Paulo, uma ala do PT no Estado divulgará uma carta deixando explícita a pré-candidatura do prefeito de Osasco, Emidio de Souza. O documento tem adesão do líder do PT na Câmara dos Deputados, o deputado federal Cândido Vaccarezza, e dos deputados federais mensageiros petistas João Paulo Cunha e José Genoino, entre outros. O PT paulista defende a candidatura própria ao governo, mas sofre intensa pressão do Palácio do Planalto para apoiar Ciro Gomes.

Governo quer dar “banho“ nos consumidores pelo erro na conta de luz paga a mais

Os ministérios de Minas e Energia e da Fazenda tentaram nesta quinta-feira achar uma solução com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) sobre o caso de erro nas contas de luz. Na quarta-feira, técnicos do governo e da agência passaram o dia buscando uma solução na sede do Ministério de Minas e Energia, em Brasília. A solução posta à mesa tenta resolver a falha de agora em diante e dar como perdido o dinheiro pago indevidamente pelos consumidores ao longo dos últimos anos. Uma falha na metodologia de cálculo do reajuste tarifário leva os consumidores brasileiros a pagar, pelo menos desde 2002, mais do que deveriam pela tarifa de energia elétrica. Segundo o Tribunal de Contas da União, o erro faz com que os consumidores paguem R$ 1 bilhão a mais por ano nas contas de luz. A estimativa é que em sete anos a conta já tenha alcançado R$ 7 bilhões. A situação beneficia as 63 concessionárias de energia do País. Em nota, elas afirmam que não há o que ser devolvido. A Aneel pede ao governo, desde novembro de 2008, a revisão da portaria interministerial nº 25, publicada em 24 de janeiro de 2002, instrumento cuja finalidade é averiguar, no ato da revisão tarifária, se os custos não gerenciados pelas distribuidoras (como a compra de energia dolarizada de Itaipu, o custo da transmissão do ponto de geração ao consumidor e o repasse ao governo dos tributos e dos 11 encargos embutidos na tarifa) estão zerados. Pelo modelo vigente do setor elétrico, a parcela da tarifa que banca essas contas não pode gerar prejuízos para as concessionárias, tampouco lucro. A remuneração das companhias se dá noutra parte da tarifa, nos chamados custos gerenciáveis (custo de operação e manutenção, gerenciamento de pessoal e remuneração do capital). A falha detectada pelo Tribunal de Contas da União em 2008 e pela própria Aneel, em 2007, ocorre porque o modelo aplicado para a definição da tarifa ignora o crescimento do mercado brasileiro. No Brasil o consumo só se expande. A agência diz que a mudança da tal portaria permitiria, a partir de agora, a compensação na data-base dos contratos de concessão. A Aneel alega que a mudança daria condições de observar se a distribuidora arrecadou mais do que o necessário para pagar os chamados custos não gerenciáveis. Se houvesse excedentes, estes seriam revertidos em benefício dos consumidores, a partir do abatimento do índice de reajuste tarifário a ser aplicado nas contas de luz para os 12 meses seguintes. Hoje, isso não acontece.

Polícia prende universitária em Brasília que forjou seu próprio sequestro

Uma aluna do curso de Direito, de classe média, forjou o próprio sequestro para tirar R$ 8.000,00 da mãe, mas acabou presa em flagrante por extorsão e mandada para a prisão feminina. Antonia Evangelista, de 18 anos, saiu de casa na segunda-feira pela manhã para ir ao UniCEUB (Centro Universitário de Brasília) e, menos de uma hora depois, a mãe da moça, Vanusa Evangelista, recebeu uma ligação de número restrito anunciando o sequestro e pedindo o resgate. Um novo telefonema foi feito, pedindo que o dinheiro fosse depositado na conta da filha. Durante o dia, a mãe recebeu mensagens com ameaças, cobrando o dinheiro. Em uma das ligações, Vanusa falou com a própria filha, com a voz disfarçada. A universitária foi localizada às 4 horas da terça-feira, após busca em pousadas da cidade. Antonia estava registrada em uma pousada sob seu nome e dormia no quarto, disse a polícia. Antonia responderá a processo por extorsão, cuja pena prevista é de quatro a dez anos de reclusão. Perguntinha: para que serve a educação?

Pesquisa indica que confiança na Justiça caiu 5% no terceiro trimestre

Pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela Escola de Direito de São Paulo da FGV (Fundação Getúlio Vargas) indica que o índice de confiança na Justiça caiu 5% no terceiro trimestre de 2009, em relação ao segundo, registrando 5,6 pontos, em uma escala de 0 a 10. No segundo trimestre, o índice foi de 5,9 pontos. Ele foi calculado a partir de dois subíndices: percepção, que avaliou a qualidade do serviço prestado pela Justiça; e comportamento, que avaliou se a população recorre ao Judiciário para solucionar determinados problemas, e atingiu 80 pontos. No levantamento anterior, o índice era o resultado da média entre os subíndices de comportamento e de percepção. Agora, foram atribuídos pesos distintos aos dois subíndices: o de percepção leva peso 7 e o comportamento peso 3. Segundo a pesquisa, a queda foi puxada pelo subíndice de percepção, que registrou uma retração de 6% no mesmo período, passando de 5 para 4,7 pontos, em uma escala de 0 a 10. Já o subíndice de comportamento passou de 8 para 7,8 pontos no período (uma retração de 2,5%). "Com o objetivo de ter resultados mais consistentes foram necessários alguns ajustes, que por serem feitos logo no início das sondagens não prejudicam a construção da série histórica", disse Luciana Gross Cunha, professora de Direito da FGV e idealizadora da pesquisa. A pesquisa ouviu 1.616 pessoas de sete regiões metropolitanas do Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Salvador, Brasília e Porto Alegre). A FGV não precisaria ter tantos cuidados para fazer a pesquisa. Bastava mandar os pesquisadores ficarem na porta dos foros, e ouvir pessoas recém saídas de audiências. A qualidade das decisões dos juízes, por exemplo, nas varas de família, é deplorável. Eles emitem decisões precárias, que nunca dão satisfação a todas as questões que estão sendo apresentadas pelas partes. O resultado disso é a enorme quantidade de agravos que sobem para a instância superior. Mas, para evitar esse recurso desnecessários à instância superior, bastava que os desembargadores puxassem as orelhas de juízes de primeira instância. Outra coisa que precisa é terminar a famigerada semana TQQ (terça, quarta e quinta-feiras).

Yeda Crusius anuncia o começo de uma nova etapa do seu governo, livre da conspiração petista

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), convocou uma entrevista coletiva de imprensa nesta quarta-feira para comentar os últimos eventos no Estado, que sofria um ataque conspiratório do PT, o qual pretendia derrubar a governadora t tomar de assalto o Palácio Piratini. Yeda Crusius não responde mais a pedido de impeachment apresentado por sindicatos e associações corporativas petistas, a Justiça Federal determinou a sua retirada do rol de réus do processo de improbidade administrativa ajuizado pelo Ministério Público Federal na 3ª Vara Federal de Santa Maria. E a CPI petista na Assembléia Legislativa, comandada por uma deputada petista que é ré em enorme processo de improbidade administrativa na comarca de Alvorada, Stella Farias, agoniza completamente. Yeda Crusius expôs para os gaúchos a sua condição de vítima de uma conspiração petista, orquestrada para favorecer a candidatura do grão-comissário petista, o peremptório ministro da Justiça, Tarso Genro, que comanda a KGB petista, a Polícia Federal. Durante a entrevista coletiva, a governadora Yeda Crusius até admitiu que comprou a sua casa em Porto Alegre, seu único bem, em um momento inadequado: "Se errei, e acho que errei, foi em relação à hora política dessa troca pessoal. A casa é meu único patrimônio físico. Decidi que não vou vendê-la. A casa própria é o sonho de todo o brasileiro, e eu sou brasileira". Agora Yeda Crusius terá a oportunidade de completar a sua excelente performance como administradora. Ela poderá concluir as negociações com o Banco Mundial e assegurar a atração de investimentos de quase 20 bilhões de dólares para o Estado. Tudo isso estava sendo atrapalhado violentamente pelo PT.

O peremptório Tarso Genro é convocado para falar sobre violência no Rio de Janeiro

A CPI da Violência Urbana da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira requerimento de convocação do ministro da Justiça, o peremptório Tarso Genro, conhecido no Rio Grande do Sul como “garoto de ouro”, para falar sobre a onda de violência que atinge o Rio de Janeiro desde o último fim de semana. O requerimento, de autoria do deputado federal José Aníbal (PSDB-SP), requer que o peremptório Tarso Genro explique as ações do governo bolivariano de Lula de combate à violência no Estado. O depoimento será realizado na próxima quarta-feira. A oposição quer detalhes sobre a política de controle de fiscalização da Polícia Federal sobre a entrada ilegal armas no País, utilizadas por traficantes para derrubar um helicóptero da Polícia Militar do Rio. O alto comissário da KGB petista, Tarso Genro, terá que dar explicações sobre os presídios federais e a situação do Estado do Rio de Janeiro no Plano Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça. A Polícia Federal do comissariado petista, autêntica KGB petista, é muito boa para fazer dossiês políticos e cimentar o caminho da candidatura de Tarso Genro ao governo gaúcho, mas é péssima para impedir a entrada de drogas, armas e munições na cidade do Rio de Janeiro, a cidade que o petismo escolheu para favorecer com um Copa do Mundo e Olimpíadas, para investimentos multibilionários, para servir de outdoor planetário das excelências do petismo bolivariano.

Brasil supera 166 milhões de celulares em setembro

Dados divulgados nesta quarta-feira pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) mostram que o Brasil alcançou em setembro 166,1 milhões de celulares, o que representa densidade de 86,67 de celulares a cada cem habitantes. Setembro teve 1,6 milhões de novos acessos à rede móvel de telefonia, contra 2,6 milhões em agosto. De janeiro a setembro de 2009, o País teve um número menor de acessos na comparação com o mesmo período do ano passado. Do total de celulares no Brasil, 82,2% são celulares pré-pagos. GSM é a tecnologia mais popular no Brasil, usada em 90,5 % dos celulares. A Vivo continua a ser a operadora com maior número de habilitações, com 29,4% do total. Em seguida vem a Claro, com 25,5% e TIM, com 23,9%.

Senadores cobram explicações de Sarney sobre contratação de servidores sem concurso

Parlamentares de diversos partidos pediram explicações nesta quarta-feira ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), sobre proposta em discussão na Mesa Diretora da Casa que permite a contratação de novos servidores para a Casa sem concurso público. Apesar de Sarney negar que o Senado esteja disposto a contratar servidores sem concurso, parlamentares consideraram estranho o fato estar em discussão na Mesa. A polêmica teve início depois que o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) questionou Sarney sobre a informação de que o Conselho de Administração da Casa havia elaborado uma minuta de projeto com mudanças nos gabinetes dos parlamentares, o que incluiria contratar novos servidores ou chefes de gabinetes sem concurso. Suplicy pediu explicações publicamente a Sarney, o que foi seguido por outros parlamentares.

Alemanha levará a júri o carrasco nazista John Demjanjuk no próximo mês

Uma decisão da Corte Constitucional da Alemanha abriu caminho nesta quarta-feira para que comece já no próximo mês o julgamento de John Demjanjuk, de 89 anos, acusado de ter se envolvido nos assassinatos de quase 28 mil judeus quando trabalhava como guarda do campo de extermínio nazista de Sobibor, na Polônia ocupada, durante a Segunda Guerra (1939-1945). Para a Justiça alemã, o julgamento de Demjanjuk deverá ter 35 audiências. Salvo imprevistos, a sentença do nazista será anunciada em 6 de maio do próximo ano. O julgamento de Demjanjuk deverá começar dia 30 de novembro, em Munique, e deverá ser o último grande júri de crimes de guerra da era nazista. Demjanjuk vivia nos Estados Unidos desde os anos 50, mas foi extraditado em 11 de maio para a cidade, após uma batalha judicial centrada em seu estado de saúde. O Centro Wiesenthal afirma que Demjanjuk levou homens, mulheres e crianças para dentro de câmaras de gás no campo de extermínio de Sobibor.

PSDB pede na Justiça Eleitoral mandato de Gabriel Chalita

O PSDB entrou na terça-feira no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo com pedido para tirar o mandato do vereador paulistano Gabriel Chalita, que deixou o partido para ingressar no PSB. Vereador mais votado de São Paulo, Chalita trocou o PSDB pelo PSB alegando falta de espaço no antigo partido. Na ação, são arrolados como testemunhas de defesa do partido o presidente estadual, Mendes Thame, e o secretário estadual da Educação, Paulo Renato Souza. Chalita havia adiantado que iria recorrer caso o PSDB cumprisse a ameaça de tentar retirar-lhe o mandato.

Ministro Paulo Bernardo afirma que crescimento do PIB em 2010 será de 5% ou mais

O ministro do Planejamento, o petista Paulo Bernardo, afirmou nesta quarta-feira que sua estimativa para o índice de crescimento do PIB em 2010 é de 5% ou mais. Ele esteve na Comissão Mista de Orçamento para discutir o Projeto de Lei Orçamentária de 2010. Questionado se não considera contraditória a estimativa, tendo em vista queda de R$ 64 bilhões na receita do governo, o ministro afirmou que a economia já reagiu e que o fim de ano será bom: "No ano que vem, as estatísticas mostram que vamos crescer 5%, até um pouco mais. Isso vai puxar a receita para um patamar maior. Acho que não tem nenhum tipo de contradição”. A receita de 2009, segundo o ministro, caiu porque a economia teve desempenho mais fraco, com crescimento do PIB de apenas 1% e desonerações na ordem de R$ 15 bilhões. Paulo Bernardo é um contumaz produtor de erros de estimativa.

PMDB pró-Serra critica acordo com PT e ameaça romper com dissidência nos Estados

A ala do PMDB contrária à aliança do partido com o PT em torno da candidatura da petista Dilma Rousseff (Casa Civil) ao Palácio do Planalto vai trabalhar nos bastidores para que o acordo entre os dois partidos formalizado na noite de terça-feira não saia do papel. Ao classificar o acordo com o PT de "precipitado", os dissidentes prometem cobrar da cúpula do partido a liberação dos seus filiados para que escolham quem apoiar na corrida à Presidência da República. "Esse acordo é de um amadorismo incompreensível. Foi uma coisa precipitada que não respeitou a natureza do PMDB. A direção do PMDB não levou em conta o que foi adotado nas duas últimas eleições de Fernando Henrique e do Lula. Acho que o melhor seria liberar o partido até pela tendência que a legenda sempre adotou", disse o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE). Os dissidentes defendem que o PMDB apóie o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), ao Palácio do Planalto. "Acho que o tempo nos é favorável. O eleitor vai perceber que o Lula está exagerando se achando o dono da verdade e antecipando campanha. Isso não pode dar certo. Não acredito no crescimento da Dilma, mesmo com toda exposição ela não vai avançar", disse Jarbas Vasconcelos.

Petróleo sobe quase 3% e renova recorde de preço no ano

O preço do barril de petróleo no mercado norte-americano voltou a subir nesta quarta-feira, renovando o recorde deste ano, em meio à uma nova desvalorização do dólar ante outras moedas fortes e um aumento menor que o esperado para as reservas semanais da commodity nos Estados Unidos. Na Nymex (Bolsa Mercantil de Nova York), o barril de petróleo bruto tipo WTI para entrega em dezembro teve avanço de 2,88%, atingindo R$ 81,37. Durante a sessão, o barril de petróleo chegou a ser negociado a R$ 82,00. O aumento está diretamente ligado ao recuo da cotação da moeda norte-americana ante outras moedas, como o euro, que nesta quarta-feira passou da casa dos US$ 1,50 pela primeira vez desde agosto do ano passado.

Vice-presidente José Alencar volta a passar por exames médicos em hospital

O vice-presidente da República, José Alencar (PRB), realizou exames médicos nesta quarta-feira no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. José Alencar faz tratamento de um câncer na região abdominal. Ele luta contra o câncer há 12 anos e já passou por 15 cirurgias. De acordo com nota divulgada pelo hospital, José Alencar retornará nesta quinta-feira para dar continuidade ao tratamento quimioterápico. O vice retomou as sessões de quimioterapia no início do mês passado, pouco depois de exames terem demonstrado que os tumores abdominais voltaram a crescer.

Morre ator que interpretou o Dr. No nos filmes de James Bond

O ator canadense Joseph Wiseman, conhecido por ter vivido o malvado “Dr. No” contra James Bond, morreu aos 91 anos, informou sua filha nesta quarta-feira. Ele morreu na segunda-feira em sua casa em Manhattan, Nova York, segundo a filha Martha. Nascido em Montréal em 1918, Joseph Wiseman foi para os Estados Unidos quando criança. Brilhou nos palcos da Broadway antes de começar a gravar em Hollywood. Atuou junto a Marlon Brando em "Viva Zapata!" en 1952, e a Burt Lancaster em "The Unforgiven" em 1960. Mas o nome de Wiseman sempre ficará vinculado ao personagem do doutor Julius No, o homem sinistro com garras de ferro dos famosos "O Satânico Dr. No" de 1962. O agente é encarnado por Sean Connery e a Bond Girl por Ursula Andress. Wiseman atuou pela última vez na Broadway em 2001, numa adaptação da peça "Julgamento em Nuremberg".

PTB reclama mandato do deputado federal Pastor Jefferson por infidelidade partidária

O PTB pediu ao Tribunal Superior Eleitoral a decretação da perda do mandato do deputado federal Jefferson Campos (SP), o Pastor Jefferson, por infidelidade partidária. Na ação, protocolada pelo advogado Luiz Francisco Correa Barbosa, o partido afirma que o parlamentar comunicou a sua saída do partido, mas não comprovou justa causa para deixar a agremiação. Pastor Jefferson trocou o PTB pelo PSB. De acordo com o PTB, não há fundamentos para que o Pastor Jefferson deixe o partido, pois a legenda sempre o convidou a participar dos movimentos partidários, "inclusive visando estratégias e diretrizes para o pleito de 2010". Além disso, o partido argumenta que manteve o deputado em evidência divulgando seu trabalho na Câmara por meio da página do PTB na internet. Pastor Jefferson foi eleito suplente do PTB em 2006, mas tomou posse como titular com a morte do deputado federal Ricardo Izar.

Ministro Miguel Jorge contraria Guido Mantega e diz que IOF não melhora exportação

O ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, disse nesta quarta-feira que a cobrança de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) sobre capital estrangeiro não resolverá os problemas do exportador brasileiro. De acordo com ele, o aumento de quase 2% no dólar na terça-feira não é suficiente para melhorar as condições do comércio exterior. "Não vejo que essa taxação possa ter muito efeito para melhorar a condição do exportador. Ganhos em inovação e competitividade são permanentes", disse o ministro ao chegar para reunião do Grupo de Acompanhamento da Crise, no Ministério da Fazenda. Ele cobrou mais medidas de desoneração, melhoria de eficiência e de estímulo à inovação para as empresas brasileiras. Miguel Jorge disse ainda que a cotação moeda norte-americana deverá voltará aos patamares anteriores à medida em prazo menor do que os seis meses previstos por alguns analistas.

PDT sinaliza apoio à candidatura da petista Dilma Rousseff

O PDT deve dar sustentação à candidatura da petista Dilma Rousseff ao Palácio do Planalto. O líder do PDT na Câmara dos Deputados, o deputado federal Dagoberto (MS), afirmou nesta quarta-feira que a tendência do partido é apoiar a petista Dilma Rousseff e desistir de uma candidatura própria, que seria lançada pelo senador Cristovam Buarque (DF). O líder afirmou que pesa na decisão do partido questões regionais, que seriam favorecidas com a formação de um palanque com o PT. E dizer que o falecido Leonel Brizola criou essa massa disforme.... A bancada do PDT ofereceu nesta quarta-feira um almoço ao ministro Alexandre Padilha (das Relações Institucionais – alguém sabe quem é esse personagem, e qual a sua contribuição para a história política brasileira?) para discutir a sucessão do presidente bolivariano Lula. Padilha disse recentemente que uma de suas prioridades é conseguir eleger a petista Dilma Rousseff. Imagina, ele transformou em política de Estado, do seu ministério, a tarefa política de eleger a petista Dilma Rousseff. Ou seja, o PT privatizou o poder.

Relator propõe uso do FGTS por minoritários na capitalização da Petrobras

O deputado federal João Maia (PTB-RN), relator do projeto de capitalização da Petrobras, afirmou nesta quarta-feira que vai propor em seu relatório o uso do FGTS, por parte dos acionistas minoritários, no processo de capitalização fechada da Petrobras. João Maia avisou que a votação do relatório será feita apenas nos dias 3 e 4 de novembro. A discussão do relatório será feita nos dias 27 e 28. O deputado encaminha o relatório por e-mail, nesta quarta-feira, aos deputados membros da comissão, que poderão fazer sugestões. Não é possível fazer emenda ao relatório.

Procon paulista diz que juro no empréstimo pessoal é o menor desde 2004

A pesquisa de taxas de juros e cheque especial feita pelo Procon-SP apontou nova queda na taxa média de juros do empréstimo pessoal em outubro, em relação à setembro, de 0,06%. A taxa média do empréstimo pessoal ficou em 5,21% ao mês, a menor desde outubro de 2004, quando registrou 5,19%. Em relação ao cheque especial não houve alterações em relação ao mês passado, se mantendo a mesma, 8,79% ao mês, desde agosto, após oito meses de queda. O levantamento envolveu dez instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Nossa Caixa, Real, Safra, Santander e Unibanco. Dos dez bancos pesquisados, apenas três instituições alteraram suas taxas de empréstimo pessoal: Santander e Bradesco reduziram e Real aumentou.

OMS diz que uma em cada cinco crianças não recebe vacinas

A Organização Mundial da Saúde (OMS) revelou nesta quarta-feira que nunca antes houve um registro maior de crianças vacinadas no mundo, mas, mesmo assim, uma criança em cada cinco, a maioria em países pobres, ainda não recebe vacinas. No ano passado, 106 milhões de crianças foram vacinadas contra doenças como sarampo, tétano e difteria. Trata-se do maior número já registrado pela entidade, segundo um novo relatório. Porém, 24 milhões de crianças ainda não têm acesso à imunização. Países da África e da Ásia são os que mais sofrem com a falta de vacinas, sobretudo em áreas de conflito onde não há serviços médicos. A OMS pediu que mais dinheiro, cerca de US$ 1 bilhão por ano, seja investido para garantir a imunização das crianças.