sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Governadora Yeda Crusius apresenta 3.800 novos policiais militares

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), apresentou nesta quinta-feira mais uma das notáveis realizações administrativas de seu governo. De uma só tacada, ela apresentou 3.800 novos policiais militares, que estão sendo incorporados à Brigada Militar, e que estarão em tarefas de policiamento até o final do ano. Ao dar as boas-vindas aos novos alunos, aprovados em concurso público, a governadora prometeu zerar até o final do ano que vem o déficit de pessoal na corporação militar. A Brigada Militar, em um só dia, registrou a maior incorporação de pessoal de uma só vez em duas décadas, e atingiu o seu maior contingente em 15 anos. Contratados por meio de concurso que atraiu 21,1 mil candidatos, os novos soldados começarão curso de formação de seis meses, o equivalente a 1.200 horas/aula. O treinamento compreende conhecimento de disciplinas como sociologia, antropologia, psicologia e vitimologia, além de técnicas teóricas e práticas da polícia militar e legislação. A expectativa é de que esses novos policiais militares comecem a atuar gradativamente no policiamento ostensivo a partir do Natal, elevando o efetivo gaúcho para 27.494 policiais militares. A governadora Yeda Crusius prometeu zerar a defasagem policial até o fim do próximo ano. Disse ela: “Sei que há defasagem, teremos de fazer um novo concurso. Até o final do nosso governo, não teremos defasagem. Ainda no meu exercício, quero aprovar mudanças na carreira da Brigada, com salário inicial mais digno”. Os novos integrantes da corporação já dispõem de matrícula funcional, uniforme e equipamentos, o que permitirá ao Estado ganhar tempo na incorporação deles ao policiamento. Além do aumento do quadro da Brigada Militar, o governo está incorporando novos policiais civis. Estão em andamento cursos de formação para 157 novos delegados, 250 escrivães e 250 inspetores. O contingente deve entrar em atividade no início de 2010.

Deputado petista Raul Pont ataca deputada estadual Zilá Breitenbach








O deputado estadual Raul Pont, do PT gaúcho, nunca se notabilizou por ser um primor de gentileza e alguém que preza as boas maneiras. Sempre foi um trotskista. Como estudante já trabalhava da maneira mais ortodoxa com os conceitos do marxismo-leninismo e tratorava companheiros de militância do antigo POC (Partido Operário Comunista, uma organização derivada da união da Política Operária com a dissidência do Partido Comunista Brasileiro) que não exibissem uma total e absoluta submissão à crença na superioridade da classe operária e da inevitabilidade da revolução socialista, com a implantação da ditadura do proletariado. Em São Paulo, no início da década de 70, ele recebeu avisos para que não “cobrisse pontos”, porque os repressores da Operação Bandeirantes (DOI-Codi) estavam na sua caça. Pois Raul Pont foi cobrir ponto na região dos Jardins e “caiu” (foi preso). Ao sair da prisão, retomou a antiga militância, ligou-se novamente a grupos trotskistas, e acabou desaguando no PT. Ele faz parte, até hoje, de uma seita trotskista, a DS – Democracia Socialista, grupelho que se hospeda no PT. Essa seita tem particular importância no PT gaúcho. Dela fazem parte, além de Raul Pont, também o deputado estadual petista Ronaldo Zulke. Este já não tem a inflexibilidade de Raul Pont. Tornou-se um latifundiário plantador de “desertos verdes” em Encruzilhada do Sul, com financiamentos retirados na Caixa RS, em linha de financiamento do BNDES para programa de reflorestamento. Apesar de novo “latifundiário”, Ronaldo Zulke não perde a oportunidade para se exibir junto a terroristas do MST e da Via Campesina. Isso comprova que MST e Via Campesina são seletivos na escolha dos “latifundiários” que irão discriminar. Pois bem, nenhum dos dois despreza as atitutes belicosas. Mas, Raul Pont, que cultiva com intensidade a carranca, talvez achando que assim intimida todo mundo, não teve dúvida, nesta quinta-feira, de exibir sua valentia contra uma colega, a deputada estadual Zilá Breitenbach (PSDB), relatora da comissão especial para exame do pedido de impeachment da governadora Yeda Crusius, apresentado por uma fieira de sindicatos e associações corporativistas de funcionários públicos petistas. E mais, contra uma idosa. Ele se aproximou pela frente do balcão e investiu belicosa e raivosamente contra o relatório que estava sendo lido pela deputada, e tentou arrancar o microfone que ela estava usando. O deputado não terá como negar a sua agressão, que foi documentada, por fotografia, pela jornalista Camila Ferro, assessora da deputada estadual Zilá Breitenbach. Confira nas fotos a valentia do petista trotskista Raul Pont, que já foi secretário nacional do PT. O valente deputado trotskista petista é o que está à esquerda nas fotos, de óculos. Ao lado da deputada estadual Zila Breitenbach, um assessor ajuda a segurar o microfone, para que ele não fosse arrancado pelo trotskista Raul Pont. Petistas são assim: quando não têm possibilidade de controlar uma situação, partem para a violência, aquela bem primitiva. O golpismo petista levou uma surra, o pedido de impeachment foi enterrado, e os petistas não viram outra alternativa senão a partida para a violência explícita. Como seria de esperar, este ato de valentia do deputado estadual trotskista petista Raul Pont não será exibido por ninguém na grande mídia regional, toda ela dominada pelo petismo. Você só encontra a série de imagens em Videversus. O petismo é uma espécie de doença crônica, daquelas que se apossa de um organismo e não larga. No site da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, está publicada a seguinte matéria: "Oposição sai do plenário para não legitimar farsa - Luciane Fagundes - MTB 6167 | PT 21:11 - 08/10/2009 Publicação: NULL - Uma hora e meia depois do início da sessão para analisar a admissibilidade do pedido de impeachment da governadora, os representantes do PT, PDT, PSB, PCdoB e DEM se retiraram da sessão em protesto contra a forma com que o deputado Pedro Westphalen (PP) conduziu os trabalhos. Conforme a oposição, o presidente da comissão especial desrespeitou a lei e agiu de forma autoritária. “Há um conjunto de fatos que conferem caráter de irregularidade ao processo, que culminou com o arquivamento do pedido de afastamento da governadora”, justificou o vice-líder da bancada do PT na Assembleia Legislativa, Raul Pont. O petista citou, como exemplos, o não reconhecimento por Westphalen das audiências convocadas por um terço dos integrantes da comissão, a recusa da base aliada em analisar o material referente à quebra de sigilo da governadora e o desrespeito à lei que determina a observância da proporcionalidade na composição das instâncias legislativas (1079) e a Lei Orgânica dos Partidos (9096). “Tudo isso culminou na aprovação de um relatório chapa branca, comprometido unicamente em esconder a verdade”, assinalou Pont. A situação do deputado Carlos Gomes (PRB) precipitou a decisão dos oposicionistas. Quando a comissão foi instalada, o parlamentar era do PPS e, posteriormente, passou para o PRB, que não tinha representação no parlamento gaúcho. A oposição alega que a mudança de sigla alterou a proporcionalidade da comissão, ferindo a legislação. “O parecer da Procuradoria da Assembleia sustenta que o deputado Carlos Gomes não tem voto nesta comissão. Mesmo assim, o presidente Pedro Westphalen, do PP, manteve sua vaga. Esta votação já começa sob o signo da fraude e do autoritarismo”, criticou a deputada Marisa Formolo (PT). Outro fato considerado irregular foi a forma de convocação da sessão para votar o relatório. Segundo o deputado Raul Carrion (PCdoB), a convocação, publicada em edição extraordinária do Diário Oficial da Assembleia, não obedeceu ao disposto na legislação. Para ser considerada regular, a edição extraordinária teria que ter sido aprovada em reunião da mesa diretora do Legislativo, o que, conforme o parlamentar, não ocorreu. “Onde está a ata que registra esta reunião?”, cobrou Carrion, sem obter resposta do presidente da comissão especial". Inacreditavelmente não aparece ninguém para ensinar a esses "valentes" que a Assembléia Legislativa é de todos os gaúchos, e não dos petistas. Assim, é inaceitável a matéria com o título "Oposição sai do plenário para não legitimar farsa", editada como se fosse essa a opinião da Assembléia Legislativa na sua integralidade. Não, quando muito, essa é a opinião da bancada petista, amplamente minoritária. E, se os petistas querem divulgar sua opinião, que usem o site do partido, mas não o site da Assembléia Legislativa. Uma jornalista a serviço do PT expõe a opinião dos petistas, da bancada minoritária, como se essa fosse a opinião de todo o Poder Legislativo. É uma petulância e agressão inaceitável que petistas usem a Assembleía Legislativa para acusar a própria Assembléia Legislativa de armação de uma farsa. Mas.... eles não seriam petistas, se não ostentasse a síndrome de escorpião. O PT foi sempre assim. Eles se negaram a assinar a Constituição Brasileira. Petista é revolucionário, petista não é democrata, nem tem a democracia como um objetivo permanente, petista luta pela revolução comunista, pela ditadura do proletariado.

Comissão aprova relatório que pede arquivamento do pedido de impeachment de Yeda Crusius

Com 16 votos a favor e zero contra, a comissão especial da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou nesta quinta-feira o relatório da deputada estadual Zilá Breitenbach (PSDB) que recomenda o arquivamento do pedido de impeachment contra a governadora Yeda Crusius (PSDB), apresentado por sindicatos e associações corporativas de funcionários públicos petistas. Os 12 deputados da oposição (PT, PC doB, DEM e PDT) que integram a comissão, retiraram-se do plenário quando viram que suas manobras infantis não teriam sucesso. Agiram como o menino ruim de bola que recolhe a bola quando não consegue jogar. O processo vai agora para o plenário da Assembléia, onde deverá ser discutido e votado por todos os 55 deputados da Casa. E também deverá ser sepultada esta iniciativa golpista do PT, que deseja derrubar o governo Yeda Crusius de qualquer maneira. "Por todos os fatos examinados, a natureza do pedido e o exame autorizado dos mesmos, conclui-se que não está presente justa causa a autorizar a admissibilidade do pedido de instauração de processo por crime de responsabilidade contra a Governadora do Estado. Daí porque concluo, submetendo a esta comissão especial este entendimento, sobre a ausência das condições de admissibilidade do pedido formulado no processo, razão pela qual seja deliberada sua remessa ao arquivo deste Poder Legislativo", disse a deputada estadual Zilá Breitenbach no seu relatório. Os desesperados petistas ultrapassaram todos os limites. O deputado estadual petista trotskista Raul Pont ameaçou dar um soco em colega do PMDB, e agrediu a deputada estadual Zilá Breitenbreich, retirando o microfone de suas mãos à força e jogando para todos os lados folhas do relatório que ela estava lendo. Raul Pont é um sujeito ligado a atividades violentas, como quando estava no POC (Partido Operário Comunista, de extração trotskista, que aderiu à luta armada). Os integrantes rábicos do PT gaúcho querem derrubar Yeda Crusius de qualquer forma. A estratégia deles é simples: se ela ficar no governo, e concorrer à reeleição, naturalmente todos os canhões estarão apontados para ela. Assim, o candidato do PMDB nas eleições do próximo ano, José Fogaça (prefeito de Porto Alegre) ou Germano Rigotto (ex-governador), ficará livre da artilharia pesada, ao menos no começo da campanha. Livrando-se de Yeda Crusius desde agora, os rábicos petistas poderiam despejar todos os seus mísseis sobre o candidato do PMDB desde o começo da campanha. O desespero do PT é total para ganhar a eleição com o peremptório ministro da Justiça, Tarso Genro, o qual vem manobrando com a sua Polícia Federal (a KGB do PT) há dois anos para criar o cenário favorável a ele nas eleições. Perguntem se em algum outro Estado a Polícia Federal fez uma tão intensa e constante investigação como no Rio Grande do Sul? Não, não fez, em nenhum. Só fez no Rio Grande do Sul, porque o comissário Tarso Genro queria e continua querendo.

Lula reúne ministros para discutir projeto de “consolidação das leis sociais”

O presidente bolivariano Lula reuniu nesta quinta-feira 17 ministros ligados à área social para discutir um projeto que será encaminhado ao Congresso com a “consolidação das leis sociais”, seguindo o modelo da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), lançada no governo Getúlio Vargas, na década de 40. O texto está sendo rascunhado pelo peremptório ministro da Justiça, Tarso Genro (claro, só podia ser ele) e deve incluir programas que já receberam aval de deputados e senadores ou que foram lançados por decretos presidenciais. A expectativa é que estejam na consolidação Bolsa Família, Saúde da Família e Merenda Escolar, além da manutenção do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social. O conselho é um fórum que reúne integrantes de entidades civis para discussão de temas de relevância nacional. A idéia do presidente bolivariano Lula de instituir a consolidação social é evitar que o sucessor possa desfazer as medidas criadas em seu governo. Ou seja, Lula pode sair do governo, entregá-lo por força da Constituição e das urnas para um opositor, mas quer continuar no governo por meio de programas que inventou. Ou seja, quer governar no governo dos outros. Esse projeto também é mais uma desbragada utilização do Poder para dar uma força na campanha da petista Dilma Rousseff, na tentativa de transformá-la em uma “Evita Perón macunaímica”. No mês passado, o presidente Lula comentou sobre a consolidação das leis sociais, afirmando que sua proposta era transformar os projetos em políticas de Estado. "Vou fazer a consolidação das políticas sociais que criamos nesse País para transformar em política de Estado. A quantidade de políticas que fizemos demonstra parte do sucesso desse momento que estamos vivendo. Tem que se andar daqui para frente, não pode andar pra trás", disse ele. Ou seja, “o cara” quer mandar no Brasil (”neste país”) pelos próximos 20 ou 30 anos. O principal programa social do governo Lula é o Bolsa Família, que atende cerca de 12 milhões de famílias com renda de até R$ 140,00 por pessoa. No mês passado, o benefício sofreu um reajuste de cerca de 10%. Lula recebeu nesta quinta-feira aval da Advocacia-Geral da União para realizar a consolidação das lei sociais. Técnicos da AGU participaram da reunião promovida pelo presidente para discutir o tema e afirmaram que há respaldo legal para a medida, como ocorreu no governo do ex-presidente Getúlio Vargas com as leis trabalhistas. No encontro que durou quase quatro horas e contou com a participação de mais de 18 ministros ligados a área social, o economista do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), Ricardo Paes de Barros, fez uma apresentação da evolução dos indicadores sociais do governo Lula. Segundo interlocutores do presidente que participaram da reunião, Barros afirmou que os avanços são extraordinários e que chama atenção o fato de que a velocidade do crescimento da renda dos 10% mais pobres da população é cinco vezes maior do que o do 1% dos mais ricos.

Câmara adia votação da escandalosa PEC dos Cartórios

Os líderes partidários da Câmara dos Deputados decidiram adiar a votação da escandalosa e imoralissima PEC dos Cartórios. A proposta tem a intenção de efetivar titulares de cartórios não concursados. O líder do DEM na Câmara dos Deputados, o deputado federal Ronaldo Caiado (GO), afirmou que não há consenso em torno do texto. Segundo o líder, as consultorias da Câmara e dos partidos ficaram de avaliar medidas jurídicas para tentar fechar um acordo. A proposta tem que ser votada em dois turnos pelo plenário da Câmara antes de seguir para o Senado, onde também precisa ser analisada em duas votações. “Este País” perdeu toda a vergonha na era petista.

Aquisição da brasileira GVT pela Telefônica traz desconfiança sobre ações

A Telefônica, subsidiária de telefonia fixa do grupo espanhol em São Paulo, Telesp, apresentou na quarta-feira uma oferta de aquisição da GVT ao preço de R$ 48,00 por ação, 15% acima da oferta anunciada pelo grupo francês Vivendi um mês atrás. "Uma aquisição como essa poderia decepcionar os investidores que antecipam fortes retornos de caixa via dividendo e recompra de ações no dia do investidor da Telefônica", afirmaram analistas do Deutsche Bank em notificação a clientes. A expectativa era de que a Telefônica oferecesse um generoso dividendo e uma possível oferta de recompra de ações no valor de até três bilhões de euros na reunião desta sexta-feira. Há, no entanto, analistas que pensam o oposto: "Não acreditamos que uma oferta de 2,6 bilhões de euros ameace o dividendo da Telefônica, qualquer recompra planejada ou sua classificação de crédito; na verdade, é possível que a empresa faça uma oferta melhorada de recompra para compensar os investidores”, afirmaram analistas do Citigroup em nota a clientes. Um anúncio de recompra propiciaria mais combustível às ações se os investidores o virem como gesto de confiança, e não como extravagância em um período de problemas econômicos mundiais.

Grupo Clarín denuncia funcionário do governo argentino por tentar expropriação

A forte disputa entre o governo argentino e os principais meios de comunicação do país se agravou nesta quinta-feira depois que um funcionário do governo foi denunciado na Justiça por ter ameaçado intervir na maior empresa provedora de papel aos jornais. Segundo o Grupo Clarín, principal conglomerado de comunicação da Argentina, o secretário de Comércio Interior, Guillermo Moreno, alertou os acionistas da empresa Papel Prensa que pode emitir um decreto para que o Estado assuma a companhia por não estar de acordo com sua administração. A Papel Prensa é controlada pelo Clarín, que poderia se ver obrigado a vender rapidamente alguns de seus veículos se o Congresso aprovar na sexta-feira um projeto de lei de radiodifusão que busca reduzir a concentração no setor. Segundo o governo, a norma pretende “democratizar a propriedade dos meios de comunicação”. Já as empresas jornalísticas garantem que o governo procura cercear a liberdade de imprensa deixando nas mãos de empresários próximos ao governo os principais meios de comunicação do país, na maioria críticos da gestão da presidente peronista populista Cristina Kirchner, que conduz uma administração muito incompetente.

PSDB diz que PT de São Paulo faz propaganda fantasiosa sobre PAC na TV

O presidente do Diretório Estadual do PSDB de São Paulo, deputado federal Mendes Thame, criticou nesta quinta-feira a propaganda que o PT paulista fez na TV sobre o PAC. Segundo ele, o partido faz uma publicidade "fantasiosa" ao afirmar que o governo federal investirá R$ 100 bilhões no Estado até 2010. Em nota, Thame diz que o total divulgado na propaganda não inclui apenas os gastos do governo federal, mas também "despesas de empresas públicas federais, empréstimos de bancos federais e investimentos do Estado e dos municípios". Mendes Thame citou como exemplo a construção do trecho sul do Rodoanel Mário Covas, orçado em R$ 3,6 bilhões. Desse total, o governo federal repassou R$ 1,2 bilhão e o restante está sob a responsabilidade do governo do Estado. "O PT apresenta o total, de R$ 3,6 bilhões, como investimento do governo Lula", diz Thame na nota.

Marinha encomenda quatro novos navios-patrulha

A Marinha de Guerra do Brasil informou nesta quinta-feira que encomendou a construção de quatro novos navios-patrulha de 500 toneladas para reforçar a vigilância das águas territoriais do País. Os navios foram encomendados ao Estaleiro Ilha S.A. por meio de um contrato assinado em 25 de setembro. O estaleiro contratado tem sede no Rio de Janeiro e se comprometeu a entregar o primeiro navio em março de 2012, e o último, em setembro de 2013. As embarcações fazem parte de um total de 27 com as quais o Brasil pretende reforçar sua frota marinha. Outras duas já foram encomendadas ao estaleiro Inace (Indústria Naval do Ceará S.A.) e estão em construção. Os navios-patrulha serão construídos com base em um projeto desenvolvido pela empresa francesa Constructions Mécaniques de Normandie e terão 54,2 metros de comprimento, uma velocidade máxima de 21 nós náuticos e capacidade para 35 tripulantes. As embarcações serão equipadas com um canhão de 40 milímetros e duas metralhadoras de 20 milímetros. De acordo com a Marinha, os navios serão usados para diversas tarefas, como "patrulha para vigilância e defesa do litoral, das áreas marítimas litorâneas e das plataformas de exploração de petróleo no mar em situações de conflito".A incorporação dos novos navios-patrulha faz parte do plano de estratégia militar aprovado em agosto pelo presidente Lula e que tem como objetivo garantir a defesa da floresta Amazônica e das reservas petrolíferas marítimas. O plano também prevê a construção de cinco submarinos, entre eles um a propulsão nuclear, e de 50 helicópteros, que já foram contratados junto a empresas francesas.

Supremo acata denúncia contra deputado federal Sérgio Petecão por peculato

O Supremo Tribunal Federal acatou nesta quinta-feira a denúncia do Ministério Público Federal contra o deputado federal Sérgio Petecão (PMN-AC) por crime de peculato. Com a decisão unânime dos ministros, o inquérito com a denúncia se transforma em ação penal e Petecão passa a ser réu. Segundo o Ministério Público, Petecão se apropriou de dinheiro público destinado ao pagamento de passagens aéreas e correspondência entre os aos de 1995 e 1998, quando exercia o mandato de deputado estadual na Assembléia Legislativa do Acre.

Polícia vai pedir prisão de terroristas do MST envolvidos em destruição de fazenda em São Paulo

O delegado de Borebi (SP), Jader Biazon, disse nesta quinta-feira que está colhendo provas para pedir a prisão preventiva dos terroristas responsáveis pela destruição e atos de vandalismo realizados na fazenda Santo Henrique, localizada na divisa dos municípios de Iaras e Lençóis Paulista, em São Paulo. A fazenda pertence à empresa de sucos de laranja Cutrale. "Foi um ato de vandalismo sem precedentes. O que eles não conseguiram furtar, danificaram. Fora a sujeira", disse Biazon. Milicianos da organização terrorista clandestina MST invadiram o local no último dia 28 e deixaram a área na manhã de quarta-feira. Biazon disse que os responsáveis serão indiciados por formação de quadrilha, esbulho possessório, furto e dano. Segundo ele, seis terroristas já foram identificadas. O delegado afirmou que, além de destruir 12 mil pés de laranja da fazenda, os terroristas furtaram peças de tratores, adubos, produtos agrícolas, objetos de funcionários que trabalham na área e ainda jogaram areia nos motores dos tratores, entre outras coisas. Pelos seus cálculos, os prejuízos na fazenda podem chegar a R$ 3 milhões. "Não sou advogado da empresa, nem conheço a empresa. Mas o que foi feito lá é um atentado à sociedade”, disse ele.

Muçulmanos passam de 1,5 bilhão e são quase 25% da população mundial

Um relatório do instituto norte-americano Pew Forum on Religion & Public Life divulgado nesta quinta-feira aponta que 22,9%, quase um quarto da população mundial, de 6,8 bilhões, são muçulmanos. Com dados de 232 países, o instituto mapeou por três anos o mundo muçulmano, e mostra que eles são a maioria na Ásia e que, ao contrário do que os Estados Unidos e a Europa temem com a imigração, ainda representam uma porcentagem pequena nestas regiões. "Mapping the Global Muslim Population" ("Mapeando a População Muçulmana Global"), descrito como estudo único na área, aponta que há um total de 1.571.198.000 muçulmanos em todo o mundo. Comparativamente, segundo projeções de 2005 do World Religions Database, há cerca de 2,25 bilhões de cristãos no mundo.

ETH, da Odebrecht, e Brenco, assinam memorando para avaliar fusão

As companhias do setor sucroalcooleiro ETH e Brenco assinaram um memorando de entendimentos para avaliar, em regime de exclusividade, a eventual combinação das suas operações, informaram as empresas em comunicado nesta quinta-feira. As empresas teriam uma capacidade combinada de processamento de 37 milhões de toneladas de cana por ano, ficando entre as maiores do setor no Brasil. A ETH, fundada em 2007, é o braço do conglomerado Odebrecht para o setor de bioenergia e açúcar. Chefiada por José Carlos Grubisich, ex-presidente da petroquímica Braskem, ela planejou investimento de R$ 6 bilhões no desenvolvimento de três pólos de produção em São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul. A trading japonesa Sojitz possui 33% do capital da ETH. A Brenco, comandada por Philippe Reichstul, ex-presidente da Petrobras, possui entre seus investidores Vinod Khosla, um dos criadores da Sun, e Steve Case, que participou do advento da AOL nos EUA. A Brenco tem projeto de investir R$ 5,5 bilhões até 2015, para construir até 12 unidades industriais, que seriam reunidas também em três pólos de produção.

Grupo terrorista Hamas proíbe mulheres de andar de moto na faixa de Gaza

O grupo terrorista islâmico Hamas, que controla a faixa de Gaza, decidiu nesta quinta-feira proibir mulheres de andar de moto por preocupações com segurança e tradições. Gente progressista, não é mesmo? "Nós decidimos proibir as mulheres de subir nas motos para preservar a estabilidade e as tradições de nossa sociedade", anunciou em comunicado o “ministério do Interior” do Hamas. Grupos de “direitos humanos” disseram que a organização terrorista Hamas está gradualmente impondo um rígido código islâmico aos 1,5 milhão de palestinos que vivem em Gaza.

MEC devolverá valor da inscrição ao candidato que desistir do Enem

O presidente do Inep, órgão ligado ao Ministério da Educação responsável pelo Enem, Reynaldo Fernandes, afirmou na tarde desta quinta-feira que a taxa de inscrição será devolvida aos alunos que desistirem de fazer o exame, marcado para os dias 5 e 6 de dezembro. O reembolso, contudo, deve ocorrer apenas após a aplicação da prova. Ou seja, calotão de novo, e mais uma gratificação para a incompetência do governo, que tratou a prova como uma coisinha qualquer, e permitiu um esquema de segurança que nem bailão da periferia monta.

FGV diz que Petrobras emitiu 51 milhões de toneladas de gás estufa em 2008

A Petrobras emitiu 60% dos gases do efeito estufa do grupo de 27 empresas nacionais participantes do programa GHG Protocol, da Fundação Getulio Vargas (FGV), em seu primeiro ano, 2008. GHG é a sigla em inglês para gás do efeito estufa. O total das empresas brasileiras medidas pelo programa emitiu, ano passado, 85,2 milhões de toneladas de gás carbônico equivalente, medida utilizada para indicar o potencial de aquecimento global do gás. A Petrobras emitiu 51 milhões de toneladas do gás em 2008; a Votorantim, com 18 milhões do gás estufa emitidos, ficou em segundo lugar, seguida pela Alcoa, com 2 milhões. As emissões representam 3,8% daquilo que o Brasil emitiu no ano de 2005 ou 8,5% do que foi emitido no mesmo período, excetuando os gases estufa vindos do desmatamento e mudanças no uso do solo.

Eduardo Suplicy oferece seu nome ao PT para disputar governo de São Paulo

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) disse nesta quinta-feira que colocou o seu nome à disposição do PT para disputar o governo de São Paulo em 2010. Como o partido decidiu construir uma candidatura própria ao governo estadual ouvindo os principais cotados para a disputa, Suplicy disse que vai esperar que a própria legenda decida quem será o candidato. "Isso deve ser comunicado ao PT até novembro. Vou me colocar à disposição do partido e do Estado de São Paulo", disse o senador. Além do seu nome, Suplicy disse que o PT discute a possibilidade de outros cinco petistas disputarem o governo estadual: a ex-prefeita Marta Suplicy, o ex-ministro da Fazenda, Antônio Palocci, o ministro Fernando Haddad (Educação), o ex-presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, e o prefeito de Osasco, Emidio de Souza. Desde junho, Suplicy vem demonstrando a disposição em lançar-se candidato ao governo de São Paulo. Isso não é de surpreender ninguém, Suplicy sempre se apresentou como candidato a qualquer coisa, inclusive a presidente.

Michel Temer e Lula marcam encontro para discutir aliança PT-PMDB em 2010

O presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Michel Temer (PMDB-SP), vai se reunir com o presidente bolivariano Lula em duas semanas para discutir a aliança entre o PT e o PMDB. Ele é porta-voz da ala governista do partido, favorável à aliança em torno da candidatura da ministra candidata petista Dilma Rousseff em 2010. Na terça-feira, o PMDB selou num jantar a decisão de lançar um peemedebista para concorrer à vice de Dilma Rousseff. O partido quer formalizar até o início de novembro a aliança com os petistas.

Petrobras estima que Brasil será dependente de gás por muito tempo

Vai demorar muito para o Brasil se tornar autossuficiente na produção de GLP (gás liquefeito de petróleo), o gás de cozinha, admitiu nesta quinta-feira o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli. "É uma questão físico-química. Não dá para a gente exigir do óleo mais do que ele pode dar. Então, não vejo a menor possibilidade de que nos tornemos autossuficientes na produção de GLP, mesmo em um horizonte longo", disse ele. As projeções do presidente da Petrobras foram feitas com base em uma estimativa de crescimento do consumo de GLP da ordem de 1,7% ao ano até 2020, enquanto o gás natural residencial crescerá cerca de 5,4%. "Haverá uma substituição natural do GLP pelo gás natural principalmente nas principais áreas urbanas do País, mas ainda assim não haverá como produzirmos o suficiente para o nosso próprio consumo", afirmou. Gabrielli ressaltou que a Petrobras está investindo US$ 50 bilhões na construção de cinco novas refinarias e que, exceto o Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro), todas produzirão GLP, mas ainda assim em volume insuficiente para atender ao mercado.

Transpetro estende prazo para navios gaseiros a pedido de estaleiros

A Transpetro, subsidiária da Petrobras na área de transportes e dutos, prorrogou para o próximo dia 29 o prazo para a entrega das propostas técnicas e financeiras relativas à licitação de oito navios gaseiros (para transporte de gás liquefeito de petróleo) do Promef (Programa de Modernização e Expansão da Frota). O prazo inicial terminaria no dia 15. A decisão atende a pedido de vários estaleiros que afirmavam precisar de um período maior para concluir o orçamento das embarcações. Nesta licitação serão reunidos em um único lote todos os gaseiros que compõem o programa. A construção dos navios terá que ser realizada em um estaleiro localizado no País e atingir um índice de nacionalização de 70% na compra de equipamentos e serviços. O programa prevê a construção de 26 navios na primeira fase e 23 na segunda, totalizando 49. Em suas duas etapas, o Promef vai gerar 40 mil empregos diretos.

Previ quer dobrar carteira imobiliária em cinco anos

A Previ, fundo de pensão dos empregados do Banco do Brasil, quer ampliar seus investimentos no setor imobiliário nos próximos anos para 5% do seu patrimônio, ante os pouco menos de 3%, ou R$ 3,4 bilhões, atualmente. O foco, no entanto, não serão companhias abertas, apesar do "boom" do setor na Bolsa, mas edifícios comerciais, shopping centers e galpões industriais, além de planos ainda incipientes em obras de infraestrutura voltados para a Copa do Mundo em 2014 e as Olimpíadas de 2016, informou o diretor de participações da Previ, Joilson Ferreira. Em 2008, a carteira da Previ com o setor imobiliário teve rendimento de 21,6%. "Vamos olhar muito para Copa e Olimpíadas pela Invepar", disse Ferreira. A Invepar é um consórcio para investimentos nesse segmento formado pela Previ, com 50%, e o restante dividido entre os fundos de pensão Petros (da Petrobras), Funcef (da Caixa Econômica Federal) e a construtora OAS. Ferreira explicou que a Previ não vai investir na construção de estádios de futebol, por exemplo, mas poderá participar dos edifícios comerciais que serão construídos junto a eles: "A maior parte desses prédios que serão construídos (estádios, ginásios, hotéis) tem edificações comerciais acopladas, e é isso que nos interessa”. A Previ também planeja investir na expansão do Metrô do Rio de Janeiro, controlado pela entidade, obra que será feita em parceria com o governo do Estado e que pela vontade de Ferreira se estenderá até a Barra da Tijuca por baixo da terra. Um consórcio liderado pela Queiroz Galvão, no entanto, possui a concessão do trecho adquirido em leilão na década de 1990, apesar de nunca ter iniciado as obras.

Petrobras refina primeira carga do pré-sal na Revap

A Petrobras informou nesta quinta-feira que a Revap (Refinaria Henrique Lage), em São José dos Campos (SP), começou a processar a sua primeira carga de petróleo extraída da camada pré-sal da área de Tupi, na bacia de Santos. De acordo com a estatal, foram recebidos 42 mil metros cúbicos (264 mil barris) de petróleo que serão processados em duas etapas. O petróleo de Tupi é classificado como parafínico, com grau API de 29,2 equivalente a uma densidade de 0,877. O reservatório de Tupi está a mais de 3.000 metros sob o fundo do mar, abaixo de 2.000 metros de sal, em águas onde a profundidade é de 2.140 metros e a uma distância de 300 quilômetros do litoral paulista. Os volumes recuperáveis da área de Tupi estão estimados entre 5 e 8 bilhões de barris de petróleo do tipo alta qualidade, ou seja petróleo leve, além de gás natural.

Inspeção veicular será obrigatória para todos os veículos fabricados antes de 2003 em São Paulo

A inspeção veicular ambiental será obrigatória a partir de 2010 para todos os veículos fabricados até 2008, independentemente do combustível utilizado, na cidade de São Paulo. Com isso, mais de 6 milhões de carros, motos, ônibus e caminhões produzidos antes de 2003, passam a ser vistoriados no próximo ano. A nova determinação foi fixada por uma portaria do secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Eduardo Jorge, publicada no Diário Oficial da cidade no dia 19 de setembro. Os carros de 2009 e de 2010 não precisam passar pela inspeção no próximo ano. Desde a sua criação, em maio de 2008, o programa de inspeção veicular ambiental já fiscalizou mais de um milhão de veículos fabricados entre 2003 e 2008, na cidade de São Paulo. O Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente), órgão do Ministério do Meio Ambiente, irá votar no dia 20 deste mês uma tabela que define o nível de emissão de monóxido de carbono permitido para os veículos antigos. Os valores propostos pelo Conama que já foram aprovados pela Câmara Técnica de Controle e Qualidade e pela assessoria jurídica do órgão, dizem que os veículos fabricados até 1979 devem emitir no máximo 6% de monóxido de carbono; 5% para os veículos de 1980 a 1988; em 1989 até 4%; entre 1990 e 1991 até 3,5%; de 1992 a 1996 até 3%; de 1997 a 2002 no máximo 1%; de 2003 a 2005 apenas 0,5% e até 0,3% para os veículos fabricados a partir de 2006. No entanto, o projeto deve ser aprovado para entrar em vigor.

Petista Dilma Rousseff deve deixar governo em fevereiro

A ministra-chefe da Casa Civil, a candidata petista Dilma Rousseff, deve se afastar do governo Lula em fevereiro para cuidar da campanha à sucessão presidencial, cerca de um mês antes do limite determinado em lei, disse o presidente nacional do PT, deputado federal Ricardo Berzoini. O anúncio será feito durante a realização do 4º congresso do partido, segundo afirmou Berzoini. O evento, a ser realizado entre os dias 18 e 21 de fevereiro, em Brasília, vai formalizar a candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República. A política de alianças e a discussão do programa de governo também serão foco do encontro.

Gazprom VAI abrirá filial no Brasil

A estatal russa Gazprom, do setor de energia, abrirá "em breve" uma filial no Brasil com os olhos em negócios com a Petrobras e em países como Argentina, Bolívia, Peru e Venezuela, disse Alexander Medvedev, diretor-geral da Gazprom Export e membro do conselho administrativo do grupo, nesta quinta-feira. Durante a 24ª Conferência Mundial do Gás, em Buenos Aires, Medvedev declarou que só resta concluir processos de autorização para abrir um escritório no Brasil, onde há "grandes oportunidades" de negócios, da mesma forma que "em seus vizinhos" Venezuela, Peru, Bolívia e Argentina. Em conversa com jornalistas, o diretor da Gazprom disse que a Petrobras deu "novos passos na cooperação" com a companhia russa no campo do GNL (gás natural liquefeito), assim como em outros setores energéticos.

Nelson Jobim questiona promessa francesa de transferência integral de tecnologia para caças

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, questionou nesta quinta-feira a promessa feita pelo presidente da França, Nicolas Sarkozy, de que a Dassault vai transferir 100% de tecnologia se vencer a licitação para fornecer caças para a FAB. Ele lembrou que a Dassault é uma empresa privada e o governo francês tem ações preferenciais, sem direito a voto. Jobim voltou a admitir a preferência do presidente bolivariano Lula pela proposta francesa. Segundo o ministro, isso ocorre em função da parceria estratégica firmada entre os dois governos. Ao lembrar que a Dassault não é uma empresa estatal, observou que somente a abertura das propostas vai permitir verificar se a promessa de Sarkozy será cumprida. Jobim reiterou que a Aeronáutica avaliará vários aspectos das propostas, mas que a parte referente à transferência tecnológica será fundamental para a escolha da vencedora.

Petista Dilma Rousseff vai se reunir com prefeitos e vice-prefeitos do PT em novembro

A ministra petista Dilma Rousseff vai se reunir com prefeitos e vice-prefeitos do PT em novembro. O encontro está marcado para os dias 6 e 7 de novembro em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo. De acordo com o PT, o encontro vai reunir 560 prefeitos e 423 vice-prefeitos petistas de todo o País. Segundo Romênio Pereira, da Secretaria Nacional de Assuntos Institucionais, o encontro será a grande atividade política do PT neste final de 2009. Entre os temas do encontro estão as eleições de 2010, os avanços do governo bolivariano do presidente Lula, além da atual conjuntura política. Perguntinha: quem vai pagar a viagem e a hospedagem e alimentação de 1.000 pessoas por dois dias em São Paulo?

EUA denunciam União Européia na OMC por veto a carne de aves

O governo norte-americano apresentou nesta quinta-feira uma denúncia formal à OMC (Organização Mundial do Comércio) contra a União Européia pela proibição de importar carne de aves desinfetadas com lixívia ou cloro, como ocorre com a que procede dos Estados Unidos. Por causa das restrições da União Européia sobre o tratamento com cloro, os Estados Unidos não podem enviar suas carnes de ave ao mercado comunitário, especialmente frango e peru, há mais de dez anos. Os Estados Unidos pediram formalmente à organização que crie um painel de resolução de disputas sobre a regulação européia sobre a importação de carne de ave. Os Estados Unidos pediram ao painel que revise se a proibição da União Européia de importar e distribuir carne de ave e derivados tratados com desinfetantes viola seus compromissos e obrigações com a OMC.

Colômbia oferece R$ 1,5 milhão de recompensa por captura de narcoterrorista

O governo da Colômbia ofereceu uma recompensa de US$ 895 mil (cerca de R$ 1,5 milhão) por informações que levem à captura de um chefe do ELN (Exército de Libertação Nacional, a segunda maior organização terrorista e traficante de cocaína do país) que teria fugido para a Venezuela depois de ter sido resgatado por um grupo de rebeldes na última quarta-feira. Gustavo Aníbal Giraldo, conhecido como Pablito, foi resgatado por um grupo de narcoterroristas na quarta-feira, enquanto era transferido de uma prisão no departamento (Estado) de Arauca, Colômbia. A transferência foi realizada a partir de um pedido de um juiz local. Durante o resgate, houve troca de tiros entre policiais e narcoterrorista. Um carcereiro foi morto e outro ficou ferido, de acordo com autoridades colombianas. Segundo o comandante da polícia de Arauca, coronel Luis Alberto Ortiz, "Pablito" fugiu para a Venezuela em uma lancha. De acordo com Ortiz, os carros e motos que foram utilizados no resgate do chefe narcoterroristas foram encontrados perto do rio Arauca, região da extensa fronteira de mais de 2.000 quilômetros entre os dois países.

Brasileiro Di Grassi pode assumir carro da Renault na F-1

Piloto reserva da equipe Renault, o brasileiro Luca di Grassi pode ganhar ainda neste ano sua primeira chance na F-1. De acordo com o jornal alemão "Auto Motor und Sport", Di Grassi pode assumir a vaga do francês Romain Grosjean, que corre risco de demissão. De acordo com a publicação, a equipe francesa está insatisfeita com o desempenho de Grosjean, que assumiu o posto de titular, ao lado do espanhol Fernando Alonso, após a demissão do brasileiro Nelsinho Piquet. Nelsinho havia sido demitido justamente por falta de bons resultados, não tendo pontuado em nenhuma das dez etapas disputadas neste ano. Nas cinco etapas em que pilotou pela Renault, Grosjean também não conseguiu pontuar.

Senado tenta recuperar recursos repassados irregularmente à Polícia Militar do Distrito

O presidente do Senado Federal, senador José Sarney (PMDB-AP), sinalizou nesta quinta-feira que a Casa vai tentar resgatar os recursos da instituição repassados irregularmente à Polícia Militar do Distrito Federal por meio de contrato firmado com a corporação em 2004, que acabou rompido em 2007. Sarney disse que a área jurídica do Senado vai analisar se há possibilidade de resgatar o dinheiro transferido à Polícia Militar. "O que for de excesso, se o Senado tiver tido prejuízo, é a hora da gente recuperar. Não pedi à Polícia Militar que devolva o dinheiro. Pedi que, juridicamente, a gente possa examinar o que foi destinado, recursos gastos em relação ao Senado", afirmou. Segundo Sarney, o contrato com a Polícia Militar foi firmado em meio à Constituinte de 1988 para criar uma espécie de "batalhão" que daria garantias ao Legislativo, e esse contrato vigorou até 2007.

Oposição precisa da assinatura de 19 deputados federais para pedir a criação de nova CPI do MST

Na tentativa de reunir o número de assinaturas necessárias para instalar a CPI do MST no Congresso, a oposição precisa conquistar o apoio de mais 19 deputados federais antes de pedir oficialmente a sua criação no Congresso. Das 171 assinaturas necessárias para a criação da CPI, DEM e PSDB reuniram 152 na Câmara dos Deputados. No Senado Federal já foram alcançadas 32 assinaturas, cinco a mais que o mínimo necessário para a instalação da CPI mista. Os oposicionistas acreditam que vão alcançar o número de assinaturas até a próxima semana, quando pretendem apresentar o pedido de instalação da CPI. O líder do DEM, deputado federal Ronaldo Caiado (GO), disse que a coleta de assinaturas vem sendo feita de forma "seletiva" para evitar que parlamentares retirem o seu apoio à comissão depois de pressionados pelo governo, como ocorreu no pedido da primeira CPI do MST apresentado pela oposição. "Estamos fazendo triagem, exposição ao colega no momento de assinar o apoio à CPI, esclarecendo que ele sofrerá pressão por parte do governo, será talvez ameaçado para não ter emendas liberadas ou retaliação que possa sofrer nos próximos dias até que possamos ter a instalação da CPI. A coleta tem sido mais lenta e difícil. Preferimos agir com essa cautela e cuidado para não sofrermos o golpe que sofremos na semana passada", afirmou.

Dilma Rousseff diz que governo Lula pode criar PAC para Copa e Olimpíada

A ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse nesta quinta-feira que o governo já pode falar de um PAC exclusivo para a Copa de 2014 e para a Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro. O objetivo é dar tratamento especial às obras dos dois eventos que acontecerão no Brasil. A questão mais estratégica para a infraestrutura dos jogos será o investimento em aeroportos. Segundo a ministra, o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, terá prioridade dupla. Portos e rodovias também deverão receber uma política especial de investimentos. O trem de alta velocidade, que ligará Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas, também foi citado pela ministra como investimento essencial para a realização dos jogos, pois desafogaria o fluxo do Galeão. O balanço do PAC prevê conclusão do trem para 2015.

Guido Mantega admite, na maior cara de pau, que arrecadação menor faz governo segurar devolução do IR

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, admitiu com a maior cara de pau, nesta quinta-feira, que a Receita Federal está demorando mais a pagar a restituição do Imposto de Renda de 2009 aos contribuintes que têm direito devido à queda na arrecadação do governo. Segundo o ministro petista, o ajuste que foi feito é normal e não prejudica o contribuinte, já que o valor é corrigido pela Selic. Ou seja, o governo petista surrupia o dinheiro do contribuinte, assim como fez o governo Collor, e acha isso muito natural. De aproximadamente R$ 15 bilhões que seriam inicialmente devolvidos até dezembro, cerca de R$ 3 bilhões só deverão ser liberados no primeiro trimestre do próximo ano. "Neste ano, existe um ajuste para que a restituição demore mais a ser feita, mas sempre o nosso critério é fazer o mais rápido possível. No ano passado, nós tínhamos uma folga orçamentária e foi feito mais rapidamente, mas este ano temos mais dificuldade", afirmou ele. Mas o governo petista de Mantega e de Lula não teve a menor dificuldade em aumentar desbragadamente os gastos públicos. E agora o contribuinte paga o preço.

Dilma Rousseff nega plano para neutralizar fiscalização do TCU sobre obras da Copa e Olimpíada

A ministra da Casa Civil, a candidata petista Dilma Rousseff, negou nesta quinta-feira que o governo trabalhe nos bastidores para flexibilizar as auditorias do Tribunal de Contas da União e liberar projetos do pré-sal, da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíada de 2016. "Eu queria esclarecer que na reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social um conjunto de empresários fez o uso da palavra e reclamou das obras que estão fazendo e estão suspensas. O que ocorreu foi que eles pediram que se criasse dentro do CDES um grupo de trabalho para discutir o procedimento que levava a paralisação de obras. Não se falou em suspensão de auditorias, eu vi essa discussão e não há nada de flexibilizar regras de auditorias, não estamos falando em mexer na lei. Não estou falando em flexibilização de auditoria, não se falou isso", disse ela. A ministra voltou a minimizar o relatório de fiscalização do Tribunal de Contas da União que recomendou a paralisação de 41 obras do governo, sendo que 15 empreendimentos do PAC por causa de indícios de irregularidades graves. Segundo a ministra, esses "indícios" são extremamente frágeis. Dilma Rousseff questionou os números do tribunal e sustentou que o governo verificou que, desta lista, oito obras não apresentam os pontos questionados pelos técnicos do Tribunal de Contas da União. "O indício de irregularidade é uma coisa frágil, extremamente frágil. Quando chegam e falam para parar, nós paramos, mas há o caminho do meio. Nós temos o nosso princípio de fiscalizar e se fiscalizamos e achamos, nós paramos. Agora, é preciso discutir essa questão da paralisação. O que estou mostrando é que das 15 obras da lista do TCU, oito não tem base. Tem que ter cuidado com isso. Só estou alertando, não tô querendo polemizar a função fiscalizadora do Tribunal de Contas da União”. Dilma Rousseff está querendo, sim, mudar as atribuições do Tribunal de Contas da União. Aliás, ela quer mudar a Constituição na marra, como é do estilo dela.

Guido Mantega contraria mercado e descarta necessidade de elevar taxa de juros

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta quinta-feira que não há necessidade de elevação na taxa de juros no próximo ano, como prevêem analistas. De acordo com o ministro, o País está preparado para crescer 5% em 2010 sem gerar pressões inflacionárias que justifiquem o aumento dos juros. No último boletim Focus, divulgado segunda-feira pelo Banco Central, o mercado aumentou suas previsões para a taxa de juros (Selic) para 2010 pela segunda semana seguida, passando de 9,50% ao ano para 9,75%. Para 2009, continuou nos atuais 8,75%. "A economia está preparada para crescer 5% no ano que vem sem gerar nenhuma pressão adicional, portanto não vejo necessidade de alguma elevação da taxa de juros", afirmou Mantega, durante cerimônia do 8º balanço do PAC. Mantega rebateu ainda as críticas feitas ao aumento nos gastos públicos, dizendo que o governo está cumprindo a meta de superávit fiscal para este ano e cumprirá também a do próximo ano.

Fibria vende fábrica de Guaíba para chilena CMPC por US$ 1,43 bilhão

A Aracruz e a VCP, que juntas constituem a Fibria, anunciaram nesta quinta-feira a assinatura de contrato para venda da unidade Guaíba para a chilena CMPC, por US$ 1,43 bilhão. As companhias revelaram o negócio ao mercado em 23 de setembro. Em fato relevante encaminhado à Comissão de Valores Mobiliários, a Aracruz informa que está "reestruturando seus passivos com o objetivo de adequar os vencimentos futuros à sua geração de caixa". Com isso, a companhia acredita que retomará condições para crescimento por meio de projetos com retornos elevados e reconquista do grau de investimento. Conforme VCP e Aracruz, o pagamento pela fábrica de Guaíba será efetuado em duas parcelas, a primeira delas de US$ 1 bilhão desembolsada quando da conclusão da negociação, o que deve ocorrer em 15 de dezembro. A segunda parcela será paga 45 dias após a primeira, corrigida a uma taxa de 7,5% ao ano. O contrato celebrado com a CMPC envolve instalações industriais, terras e florestas que formam a unidade Guaíba, localizada no município de Guaíba, no Rio Grande do Sul. A unidade engloba uma fábrica de celulose com capacidade de produção de 450 mil toneladas anuais, uma fábrica de papel com capacidade produtiva de 60 mil toneladas/ano, terrenos com área aproximada de 212 mil hectares e "licenças e autorizações para a execução de um projeto de expansão da fábrica de celulose, de modo a elevar sua capacidade de produção anual para cerca de 1,750 milhão de toneladas".

Governo diz que trem de alta velocidade começa a operar em 2015

O trem de alta velocidade (TAV), que ligará Rio de Janeiro, Campinas e São Paulo, não ficará pronto para a Copa de 2014, afirma o 8º balanço do PAC divulgado nesta quinta-feira pelo governo Lula. A estimativa do governo é que a obra esteja concluída em 2015, suficiente, portanto, para atender a população nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. De acordo com os dados do PAC, serão investidos R$ 1,8 bilhão de 2007 a 2010, e R$ 32,8 bilhões depois de 2010. O leilão para o TAV, que estava previsto para este semestre no balanço anterior do PAC, foi prorrogado para o primeiro semestre do próximo ano. Segundo o governo, já foi concluído o mapeamento das tecnologias e das empresas e centros de pesquisa que irão atuar no projeto. O governo também adiou em dois meses a data de conclusão do trecho sul do Rodoanel, em São Paulo. A data prevista de conclusão é 30 de janeiro de 2010. No balanço anterior, divulgado em maio, a previsão era para 1º de dezembro.

Piquet quer comprar vaga para filho em equipe estreante

Com dificuldades para retornar à F-1 após ter assumido que forjou um acidente durante o GP de Cingapura do ano passado, para beneficiar seu companheiro de equipe, o brasileiro Nelsinho Piquet pode voltar à categoria em um carro da equipe Campos. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal espanhol "Marca", o ex-piloto Nelson Piquet quer comprar para seu filho uma das vagas da escuderia que irá estrear na próxima temporada. O diário afirma que Piquet pretende investir na equipe comandada por Adrián Campos em troca de ações do time espanhol e da certeza de que a escuderia terá Nelsinho em um dos seus cockpits em 2010. O jornal diz ainda que esta é a única chance de o brasileiro alinhar no grid no próximo ano e diz que o piloto está na "lista negra do automobilismo".

Pedido de vista adia sabatina de Wilson Trezza no Senado Federal

A Comissão de Relações Exteriores do Senado Federal adiou nesta quinta-feira a sabatina de Wilson Trezza, indicado pelo presidente bolivariano Lula para a diretoria-geral da Abin (Agência Brasileira de Inteligência). Trezza foi indicado para o cargo depois do afastamento do delegado federal aposentado Paulo Lacerda, que deixou o comando da agência em meio à crise que atingiu o órgão durante a Operação Satiagraha, da Polícia Federal. Trezza chegou a comparecer à comissão para ser sabatinado, mas o senador Heráclito Fortes (DEM-PI) pediu vista ao relatório com a sua indicação para a Abin, o que automaticamente adiou a sabatina e a votação do texto. Na frente de Trezza, o senador Heráclito Fortes fez duras críticas ao atual modelo da Abin, sem responsabilizar diretamente o futuro novo diretor: "Nada contra o doutor Trezza, mas tivemos os aloprados, o Mensalão. Esse órgão, que é estratégico, de auxílio, transformou-se num antro de arapongas a bisbilhotar a vida das pessoas, inclusive de parlamentares. Vários senadores, entre os quais me incluo, também o senador Demóstenes Torres, tiveram suas vidas bisbilhotadas de maneira ilegal por arapongas da Abin". O senador Heráclito Fortes disse que decidiu adiar a sessão para que os parlamentares reflitam sobre a necessidade de reformulação da Abin depois da Operação Satiagraha: "A minha proposta é uma reformulação nesse projeto da Abin. Talvez se, reformulado, o doutor Trezza tenha o perfil ideal. Ele não é parte na questão, pelo contrário. Foi o melhor momento que a Abin viveu no atual governo. O primeiro diretor, Mauro Marcelo, foi afastado da Abin em situação nebulosa. O segundo, Paulo Lacerda, está em asilo dourado em Portugal, tomando vinho da terra e rindo do que aconteceu aqui. É um antro de arapongas". Desde setembro do ano passado, Trezza substitui interinamente Paulo Lacerda, que foi afastado após denúncias de que autoridades dos três Poderes haviam sido alvo de escutas telefônicas ilegais, entre elas o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) e o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes.

Tribunais aprovam reajuste de 15% para servidores do Judiciário Federal

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, e os presidentes dos Tribunais Superiores e do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios aprovaram nesta quinta-feira reajuste de 15% da remuneração dos servidores federais e das tabelas de cargos em comissão e funções comissionadas. Eles se reuniram na quarta-feira para discutir a proposta de revisão do Plano de Carreira dos Servidores do Poder Judiciário da União, já que o último reajuste da categoria foi aprovado em 2006. Os presidentes das Cortes aprovaram ainda a fixação da GAJ (Gratificação Judiciária) em 135% do vencimento básico. A proposta aprovada pelos tribunais terá de ser referendada pelos ministros do Supremo, em sessão administrativa. Em setembro, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal aprovou o projeto que aumenta em duas etapas os salários dos ministros do Supremo. A partir de 1º setembro, os salários passaram de R$ 24,5 mil para R$ 25.725,00. E para R$ 26.723,13 a partir de fevereiro de 2010.