quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Juri popular de Estância Velha condena pistoleiro contratado por quadrilha petista para matar Mauri Martinelli

O juri popular realizado em Estância Velha, condenou nesta quinta-feira o pistoleiro Alexandre Ribeiro, por 7 votos a 0,, a pena de 17 anos de cadeia. Ele foi contratado por quadrilha petista da cidade, para matar o colunista Mauri Martinelli e o então vereador Duduzinha (João Godoy, do PMDB). Martinelli chegou a sofrer o atentado, na noite do dia 17 de agosto de 2006, quando chegava em sua casa após um jantar de campanha eleitoral do falecido deputado federal Julio Redecker (PSDB). Na época, Mauri Martinelli era secretário geral do PSDB na cidade. Além disso, mantinha coluna jornalística em jornal local, no qual fazia constantes denúncias contra a administração petista corrupta do prefeito petista Elivir Desiam,vulgo "Toco". Duduzinho era o único vereador de oposição na Câmara Municipal, investigava e denunciava atos corruptos da administração petista. O pistoleiro Alexandre Ribeiro atirou contra Mauri Martinelli com uma pistola austríaca Glock, calibre 3,8, com pente de 15 tiros. Ele esvaziou o pente e sete balas perfuraram o corpo de Mauri Martinelli, que não morreu por sorte.