terça-feira, 21 de julho de 2009

Populista Fujimori é condenado a sete anos e meio de prisão por corrupção

O ex-presidente peruano, o populista Alberto Fujimori, foi condenado nesta segunda-feira a sete anos e seis meses de prisão, pelo pagamento de US$ 15 milhões a seu antigo assessor e homem de confiança, Vladimiro Montesinos, em 2000, com fundos públicos. Fujimori também foi sentenciado a dois anos e dez meses de inabilitação para exercer um cargo público e a pagar 3 milhões de sóis (US$ 1 milhão) em reparação ao Estado peruano. Os crimes pelos quais foi condenado são "peculato doloso, apropriação de fundos e falsidade ideológica", e farão com que fique na prisão até 11 de agosto de 2014, segundo a sentença. No entanto, o ex-presidente (1990-2000) deve ficar ainda mais tempo preso, pois já cumpre penas anteriores, uma de seis e outra de 25 anos. Esta última foi por crimes contra a humanidade, embora ainda precise ser confirmada em apelação. E dizer que os peruanos elegeram esta figura lastimável, quando tinham a oportunidade de ter escolhido um homem do perfil e da estatura do escritor Mario Vargas Llosa (autor de Conversaciones em la catedral).

Oposição pede afastamento de Tarso Genro do Ministério da Justiça

Os dois maiores partidos de oposição, PSDB e o DEM, começaram uma campanha pedindo afastamento do ministro da Justiça, o peremptório Tarso Genro, depois que ele oficializou a pré-candidatura ao governo do Estado, no último sábado. O presidente do DEM, deputado federal Rodrigo Maia, afirma ser incompatível a permanência do ministro, uma vez que a Polícia Federal, sua subordinada, investiga irregularidades denunciadas no governo do Estado. O peremptório Tarso Genro é apontado como comandante de uma KGB particular, a Polícia Federal, que teria se transformado em uma polícia política durante sua gestão. O senador Sérgio Guerra (PSDB) afirma que Tarso Genro pode usar o cargo para obter informações privilegiadas de investigações da Polícia Federal no Estado para usar na campanha eleitoral: “É claro que pode. Sendo ministro e candidato, com interesses explícitos na eleição local, vai ser muito difícil para ele conduzir com neutralidade”.

Polícia civil gaúcha está perto de anunciar autores do assassinato do médico Becker

Armas e munição apreendidas no bairro Partenon, em Porto Alegre, estão sendo monitoradas por agentes policiais que investigam a morte do vice-presidente do Cremers (Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul), Marco Antonio Becker. O objetivo é confrontar com a pistola e balas usadas no assassinato (execução) de Becker. A munição era da Força Nacional de Segurança, utilizada em treinamento no Estado e doada à Brigada Militar. Dois policiais militares são investigados como tendo sido os executores. Um deles é soldado, o outro é tenente. Ambos são donos de motos de 450 HP. Uma testemunha flagrou no bairro Partenon dois homens fazendo reparos em uma moto e comentando sobre o caso Becker logo após o homicídio. A Polícia Civil tem quase certeza de que o médico Marco Antonio Becker, que nos últimos tempos de vida exercia junto ao Cremers mais intensamente o papel de advogado (também era formado) angariou a inimizade de um médico gaúcho que teve cassado o seu título por barbarismos praticados contra pacientes, e este médico teria encomendado o seu assassinato aos dois policiais militares.

Dilma Rousseff vai se encontrar com Barack Hussein nesta terça-feira

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, terá encontro reservado nesta terça-feira com o presidente dos Estados Unidos, Barack Hussein, em Washington, acompanhada da delegação brasileira, que participa da 4ª Reunião do Fórum Brasil-Estados Unidos de Altos Dirigentes Empresariais. O fórum será encerrado por Barack Hussein. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, também integra a delegação. De acordo com nota da Casa Civil, eficiência energética e estímulos aos investimentos são alguns dos temas do evento. Criado em 2007, o fórum é composto por dez empresários de cada país. Do lado brasileiro estão os dirigentes da Gerdau, Vale, Embraer, Coteminas, Odebrecht, Votorantim Participações, Sucocítrico Cutrale, Camargo Côrrea, Stefanini IT Solutions e do Banco Safra.

Governo interino de Honduras anuncia que estuda tirar país de bloco chavista

Um dia depois do fracasso nas negociações na Costa Rica entre o governo interino de Honduras e representantes do presidente deposto, o golpista populista Manuel Zelaya, a vice-chanceler do governo interino hondurenho, Marta Alvarado, disse nesta segunda-feira que a crise política no país após a destituição do golpista é um reflexo da luta contra a "avalanche" da Alba (Alternativa Bolivariana para as Américas), na região. "Em Honduras está sendo jogado um papel importante na medida em que depende de Honduras se continua a avalanche de países da Alba, e também de Honduras depende que despertem os povos que estão submetidos a essas pressões dos países da Alba", disse Marta Alvarado. O presidente deposto fez Honduras ingressar em 2008 na Alba, uma organização controlada pelo Hitler caribenho, o clown venezuelano Hugo Chávez. Nessa coisa chamada Alba também se reúnem aqueles exemplos notáveis de democracias intitulados Cuba, Nicarágua, Bolívia, Equador e vários países do Caribe.

Venezuela cassa juíza que denunciou pressão em caso contra dono de TV

O Tribunal Supremo de Justiça da Venezuela determinou a destituição da juíza Alicia Torres, informou a própria magistrada nesta segunda-feira, afirmando ter sido "pressionada" pelo governo no processo que estava sob sua responsabilidade contra o presidente da emissora de TV crítica do governo Globovisión, Guillermo Zuloaga. A juíza disse que recebeu a notificação do tribunal de sua nomeação como juíza provisória tinha sido revogada. Ela não forneceu detalhes, mas classificou sua remoção de ilegal e disse que iria recorrer contra a decisão. "Não sou política, sou independente, não sou da oposição nem conheço ninguém", disse Alicia Torres. A cargo de um dos casos judiciais com maiores implicações políticas do país, Alicia Torres disse na semana passada que estava sofrendo pressão da presidente do Circuito Penal de Caracas para proibir o proprietário da Globovisión, de sair do país. Os promotores de justiça acusam Zuloaga de usura e de conspiração para cometer crime, acusações ligadas à apreensão recente de 24 veículos novos de propriedade do empresário. Zuloaga nega qualquer ilegalidade e diz que as acusações têm fundo político. E os esquerdopatas de toda a América Latina ainda defendem o regime desse ditador tresloucado chamado Hugo Chávez, que demite juízes que lhe desagradam. Essa é a democracia bolivariana, o sonho dos esquerdopatas totalitários.

Justiça do Maranhão manda retirar nome do ministro Edison Lobão de avenida

O Tribunal de Justiça do Maranhão determinou a retirada do nome do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, de uma avenida e de um colégio público em São Luís. A mesma decisão determinou que o nome do vice-governador do Maranhão, João Alberto de Sousa (PMDB), deixe de batizar o Centro de Processamento de Dados do Estado. A governadora Roseana Sarney (PMDB) estava incluída no processo, mas não sofreu sanção. Ela era acusada de utilizar a letra "R" estilizada no nome "Maranhão" no material publicitário do Estado em 1995, quando a ação foi proposta pelos advogados Josemar Pinheiro e Gilmar Santos. Segundo eles, a letra era uma referência direta à governadora. Para os desembargadores Marcelo Carvalho Silva e Maria das Graças Castro Duarte Mendes, dar nome de pessoas vivas a bens públicos fere o artigo 37 da Constituição Federal, que trata da impessoalidade da administração pública. A decisão é de morrer de rir. Então teriam que mandar tirar o nome de José Sarney de todos os lugares que ele aparece. E quase todos os lugares do Maranhão ficariam sem nome.

Lula defende expansão do Banco do Brasil na América Latina, China e África

O presidente Lula defendeu nesta segunda-feira, em reunião com mais de 350 superintendentes regionais e estaduais do Banco do Brasil, a expansão do banco na América Latina, China e África. O encontro foi realizado no Centro Cultural Banco do Brasil, onde o presidente despacha desde março, devido às reformas que estão sendo feitas no Palácio do Planalto. Atualmente, o banco tem escritórios em Angola, China, México, Uruguai, Venezuela e nos Estados Unidos, na capital Washington. A previsão é de que os escritórios no Uruguai e no México sejam transformados em agências bancárias no segundo semestre deste ano, conforme o vice-presidente de atacado e negócios internacionais da instituição, Allan Simões. O custo mínimo para instalação de uma agência fora do País é de R$ 1 milhão.

Brasil tem queda de 26% na venda de celulares no semestre

A base de celulares no Brasil cresceu 1,34% em relação ao mês de maio, com a adição de cerca de 2,1 milhões de usuários. O número agora totaliza 159,6 milhões, informou nesta segunda-feira a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). A expansão em 12 meses foi de quase 20%. A Vivo, controlada por Telefônica e Portugal Telecom, permaneceu na liderança, com participação de 29,33% do mercado no final de junho, abaixo dos 29,38% em maio. O Brasil teve, em junho, um acréscimo de 2,1 milhões de habilitações de telefonia móvel, crescimento de 1,34% no número de assinantes em relação a maio. Na comparação do primeiro semestre, no entanto, o setor registrou queda de 26,39%, 8,9 milhões neste ano contra 12,1 milhões em 2008. Agora, são 159,613 milhões aparelhos celulares, 81,82% pré-pagos e 18,18% pós-pagos. A Vivo segue líder com 29,33% da participação no mercado. Na segunda posição vem a Claro (25,36%) e, na terceira, a TIM (23,71%). A Oi tem 21,22 e as demais empresas, CTBC, Sercomtel e Unicel, detêm menos de 1% de participação. Entre as tecnologias mais utilizadas pelas empresas estão a GSM, que domina o mercado, com 89,81%, a CDMA (6,24%) e a 3G (WCDMA, 1,19%). No Brasil, a teledensidade (índice usado no mundo todo para demonstrar o número de telefones em cada grupo de 100 habitantes) é de 83,47, aumento de 1,25% em junho ante maio. Comparado a junho do ano passado, o crescimento foi de 20,07%.

Paraguai não poderá vender energia de Itaipu para outros países

O presidente da EPE (Empresa de Pesquisa Energética), Maurício Tolmasquim, disse nesta segunda-feira que ainda não há uma decisão sobre a proposta que será apresentada pelo governo brasileiro ao Paraguai sobre a questão de Itaipu. Ele adiantou, no entanto, que o único consenso é que a energia não poderá ser vendida para outros países. "A energia não sai do Brasil. De maneira alguma a gente aceita que a energia seja vendida para um terceiro país", disse. O Itamaraty confirmou oficialmente que o Brasil negocia com o Paraguai a venda da energia excedente pelo governo do país vizinho a indústrias e grandes consumidores brasileiros, e não diretamente à Eletrobrás por um preço fixo, como ocorre atualmente. De acordo com Tolmasquim, essa é uma das várias hipóteses em discussão no governo brasileiro.

Felipe Calderón diz que PIB do México caiu 9% no 1º semestre

O presidente do México, Felipe Calderón, afirmou nesta segunda-feira que os últimos dados disponíveis apontam que a economia do México teve uma contração de 9% durante o primeiro semestre de 2009, em comparação com o mesmo período do ano passado. "Se estima que no primeiro semestre do ano a queda da economia pode ter sido de 9% ou mais", afirmou Calderón, durante a inauguração de uma nova fábrica no complexo industrial da Volkswagen, na cidade central de Puebla. No entanto, ele afirmou que entre janeiro e junho o desemprego cresceu somente três pontos percentuais. "Pudemos conter os impactos recessivos até certo limite, o que era esperado, e estamos trabalhando arduamente, não só para superar a crise econômica, mas para poder seguir adiante com mais rigor e mais força", afirmou Calderon.

Vereador de São Paulo questiona suposta propaganda de Lula em favor de Dilma

Gilberto Natalini (PSDB), vereador de São Paulo, protocolou nesta segunda-feira uma representação na Procuradoria Geral da República contra o presidente Lula por propaganda eleitoral antecipada em favor da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), pré-candidata à Presidência pelo PT. Segundo o vereador, Lula usou a cerimônia oficial para inauguração de uma obra do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) em Palmeira dos Índios (AL), na última terça-feira, para defender a candidatura de Dilma Rousseff. Em seu discurso, Lula disse que vai ajudar a eleger sua sucessora ou sucessor. "Está chegando o ano eleitoral e eu não posso falar de eleição. Mas eu só vou dizer uma coisa para vocês. Podem escrever: eu vou fazer, eu vou ajudar a eleger a minha sucessora neste País. Ou sucessor", disse o presidente. Para Gilberto Natalini houve uso da máquina pública em favor de Dilma Rousseff, uma vez que o presidente estava na cerimônia de inauguração de uma obra financiada pelo governo federal.

Vale do Rio Doce recebe licença para construir píer no Maranhão

As obras para construção do Píer IV do Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, em São Luis (MA), devem começar em outubro, depois que a Vale do Rio Doce recebeu, na última sexta-feira, a Licença de Instalação para o empreendimento, informou a mineradora nesta segunda-feira. O Píer IV faz parte do programa de capacitação do sistema logístico da Vale na região Norte do País, um investimento total de R$ 2 bilhões. Com o novo píer, a capacidade do Terminal Marítimo de Ponta da Madeira será ampliada em 100 milhões de toneladas por ano. "O píer IV é fundamental para garantir a produção e transporte dos minerais no médio e longo prazos", avaliou o diretor do Programa de Expansão Logística Norte da Vale, Sergio Aranha. O Terminal Marítimo de Ponta da Madeira é o segundo maior em movimentação no País e considerado um dos maiores portos do mundo. É utilizado para embarcar minérios, ferro gusa e soja, com capacidade atual de 130 milhões de toneladas/ano. Com profundidade mínima de 25 metros, o Píer IV terá dois berços de atracação e capacidade para receber navios de até 400 mil toneladas de porte bruto (TPB). Com uma ponte de acesso de 1.620 metros, terá capacidade de carregamento de dois navios simultaneamente em um total de 53 navios por mês.

Comissão do Senado pede demissão imediata de 218 nomeados por atos secretos

A comissão criada para analisar o impacto da anulação dos 663 atos secretos editados nos últimos 14 anos no Senado recomendou a demissão imediata de 218 servidores. Apesar do parecer, o diretor-geral, Haroldo Tajra, segurou as exonerações até que os trabalhos da comissão sejam concluídos. Tajra pediu avaliações individuais dos casos. Há suspeita de servidores fantasmas e indefinições sobre quem foi contratado por nomeação sigilosa e exonerado legalmente. Segundo interlocutores de Tajra, esses servidores não precisarão ressarcir os cofres públicos se for comprovado que eles prestaram serviço. A verificação vai ser realizada de gabinete em gabinete para apontar quem realmente trabalhou e quem não aparecia no local em que estava lotado. Mesmo que sejam demitidos, esses servidores poderão retornar imediatamente aos quadros do Senado. Os senadores não estão impedidos de solicitar uma nova contratação desses funcionários que não tiveram suas contratações publicadas oficialmente.

Justiça acata denúncia contra Daniel Dantas e mais 13 por financiamento do "valerioduto"

A Justiça Federal acatou a denúncia do Ministério Público Federal em São Paulo contra o banqueiro Daniel Dantas, do grupo Opportunity, e mais 13 pessoas, por financiamento do "valerioduto", esquema montado pelo publicitário mineiro Marcos Valério e investigado no caso do Mensalão. Segundo a Procuradoria, o financiamento teria ocorrido quando o grupo estava no comando da Brasil Telecom. Daniel Dantas foi denunciado pelos crimes de lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta de instituição financeira, evasão de divisas e crime de quadrilha e organização criminosa. A decisão é do juiz Fausto de Sanctis, da 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo, que na última quinta-feira acolheu todas as acusações feita pelos procuradores, inclusive o pedido para a abertura de três novos inquéritos. Um dos inquéritos seria para aprofundar a participação de pessoas investigadas inicialmente e não denunciadas agora, como o ex-deputado federal petista Luiz Eduardo Greenhalgh e Carlos Rodenburg (presidente do braço agropecuário do grupo). Outro iria apurar especificamente crimes financeiros na aquisição do controle acionário da BrT pela Oi. O terceiro investigaria evasões de divisas praticadas por cotistas brasileiros do Opportunity Fund, com sede nas Ilhas Cayman, no Caribe. De acordo com a denúncia, o banqueiro, sua irmã, Verônica Dantas, e o presidente do Opportunity, Dório Ferman, teriam cometido fraudes no comando do Opportunity Fund e do banco Opportunity, como a presença de cotistas brasileiros no fundo, quando a prática era proibida; desvio de recursos da Brasil Telecom para autofinanciamento do Opportunity; e utilização da Brasil Telecom para repassar recursos às empresas de publicidade de Marcos Valério, com as quais teriam sido firmados dois contratos, superiores a R$ 50 milhões. A Procuradoria ainda arrolou 20 testemunhas no caso, entre as quais o presidente da Santos-Brasil, Wady Jasmim, e o ex-ministro Mangabeira Unger, que foi consultor do Opportunity nos Estados Unidos.

João Reis Santana Filho é o novo secretário-executivo da Integração Nacional

O ex-secretário de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração Nacional, João Reis Santana Filho, é o novo secretário-executivo da pasta. A nomeação, assinada na última sexta-feira, foi publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União. Santana Filho vai ocupar o lugar deixado por Luiz Antônio Eira, que pediu demissão no início de julho após conflitos com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. O funcionário teria sido destratado pela ministra durante uma reunião sobre as obras da Transnordestina, cena que foi presenciada por empresários e pelo governador Eduardo Campos (PSB-PE). O motivo do conflito foi a ponderação, feita por Eira, que, diante do novo cronograma acertado na reunião, seria necessário também reajustar os desembolsos do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste, hoje todo comprometido com a obra. No dia seguinte ao pedido de demissão, a ministra negou que tenha destratado o funcionário.

Estados Unidos anunciam que Exército terá 22 mil novos soldados

Os Estados Unidos vão expandir temporariamente o tamanho de seu Exército com a incorporação de 22 mil novos soldados, devido ao esforço das mobilizações no Iraque e no Afeganistão. O anúncio foi feito nesta segunda-feira pelo secretário da Defesa, Robert Gates. "Com o firme apoio do presidente Obama, anuncio hoje uma decisão de incrementar temporariamente a força ativa do Exército em 22 mil homens", disse Gates. O aumento será mantido pelos próximos três anos e as forças militares norte-americanas saltarão para um total de 569 mil soldados em serviço. O aumento nas tropas foi menor do que o plano apoiado pelo senador Joseph Liberman, que queria 30 mil novos soldados no Exército norte-americano.

Senado vai investigar contratação de 82 estagiários sem concurso público

A Primeira Secretaria do Senado vai apurar a denúncia de contratação de 82 estagiários do Centro Gráfico da Casa sem concurso público. O primeiro-secretário, o senador Heráclito Fortes (DEM-PI), afirmou que vai ouvir os envolvidos nesta terça-feira e decidir quais providências tomar. O senador evitou fazer críticas à nova denúncia contra o ex-diretor geral do Senado, o inefável Agaciel Maia, que era o diretor-executivo da gráfica na época da efetivação dos estagiários. "O pessoal da própria gráfica está trabalhando na apuração da denúncia. Amanhã, vou tomar conhecimento dos fatos e tomar as previdências cabíveis. Não posso tomar uma posição antes disso", disse ele. A decisão de transformar em cargos efetivos as vagas de estágio permaneceu escondida durante 17 anos. Ofício assinado em 1991 pelo então presidente do Senado, o atual deputado federal Mauro Benevides (PMDB-CE), autorizava o inefável Agaciel Maia a contratar os estagiários no ano seguinte, quatro anos depois da promulgação da Constituição, que proíbe, desde 1988, nomeações sem concurso público.

Justiça determina "desmatamento zero" em fazendas no Pará

A Justiça Federal de Marabá (PA) obrigou proprietários rurais da região a aderirem à política do desmatamento zero, proposta pelo Ministério Público Federal no Pará nas ações contra fazendeiros e frigoríficos que devastaram milhares de hectares de floresta no Estado. Além de não poderem derrubar novas áreas, os fazendeiros também deverão fazer a regularização ambiental e fundiária dos imóveis, em alguns casos em prazos mais rígidos que os sugeridos pelo Ministério Público na proposta geral encaminhada ao setor. De acordo com a Procuradoria Geral da República, a decisão, tomada pelo juiz federal Carlos Henrique Haddad na última quinta-feira, vale para as propriedades dos grupos Santa Bárbara (fazendas Maria Bonita, Cedro, Espírito Santo e Castanhais) e Agropastoril do Araguaia (fazenda Santa Fé). As empresas haviam pedido a suspensão de embargos propostos pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Haddad suspendeu os embargos, mas condicionou a manutenção da suspensão ao atendimento das propostas feitas pelo Ministério Público.

Produção da Petrobras no Exterior cresce 7,5% com novo campo na Nigéria

A entrada em operação de um novo campo na Nigéria fez com que a produção de petróleo da Petrobras em campos internacionais crescesse 7,5% em junho, na comparação com maio. O aumento da produção da estatal brasileira no continente africano vem sendo decisivo para a disparada na extração de óleo no Exterior, por parte da petrolífera. Desde janeiro, a produção internacional da Petrobras subiu 25,3%. Em junho, a produção em campos internacionais teve média de 146,2 mil barris/dia de petróleo, impulsionada pela entrada do campo de Akpo, na Nigéria. A produção média no país africano foi de 44,7 mil barris/dia, alta de 22,1% frente aos 36,6 mil barris diários observados em maio. A produção na Nigéria é a segunda maior da Petrobras no Exterior. Na Argentina são extraídos, diariamente, 53 mil barris/dia de óleo. Nos demais seis países em que a Petrobras retira petróleo não foi constatada variação significativa de maio para junho.

PSDB ameaça ir à Justiça para que empresários devolvam CPMF aos cofres públicos

A oposição ameaça recorrer à Justiça para garantir que empresários devolvam o que receberam a mais do governo com a continuidade do pagamento da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) em contratos. A assessoria técnica do PSDB estuda ainda entrar com uma ação de improbidade administrativa contra a União por não ter identificado a manutenção do pagamento após o fim da cobrança da contribuição, em 2007. Segundo reportagem do jornal O Globo, 20 auditorias do Tribunal de Constas da União identificaram que empresas e órgãos do governo ainda repassam o equivalente ao valor da CPMF para fornecedores, que ficam com os recursos. Para o TCU, há indício de que a prática seja generalizada na administração pública, e o prejuízo para os cofres públicos deve ser de milhões de reais. Na tentativa de tirar o governo do foco das cobranças, o vice-líder do governo na Câmara, deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), disse que é preciso verificar se o mesmo não ocorreu em outras esferas, como os convênios fechados pelo governador de São Paulo, José Serra (PSDB) e o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM). "Antes de tomar qualquer medida, eles da oposição deviam perguntar para o Kassab e o Serra se a medida não vai atingi-los também. São muitos contratos longos, há possibilidade de também estarem pagando com CPMF embutida", afirmou o lastimável deputado que se nega a cumprir o seu papel de fiscalizador.

Banco Mundial não faz parte dos planos de Lula

Não faz parte dos planos do presidente Lula ser o novo presidente do Banco Mundial. A declaração foi feita pelo inefável clone de chanceler Marco Aurélio “Top Top” Garcia, o assessor especial da presidência da República, quando questionado sobre o possível convite feito pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Hussein. Segundo o assessor, Lula terá um papel importante nas questões internacionais e o presidente aconselhou Barack Hussein a "aproveitar o embalo de sua vitória para fazer mudanças e investir seu capital político de forma positiva”. Que grande homem.... que espanto....

Tribunal internacional condena sérvios que queimaram muçulmanos vivos

O Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII) condenou nesta segunda-feira o ex-paramilitar sérvio-bósnio Milan Lukic à prisão perpétua, e seu primo, Sredoje Lukic, a 30 anos de detenção, por terem queimado vivos ao menos 119 muçulmanos no leste da Bósnia, durante a guerra ocorrida entre 1992 e 1995. Eles foram condenados por crimes de guerra e lesa-humanidade. Segundo a Promotoria, Milan era o líder dos chamados "Águias Brancas", um grupo de paramilitares locais da cidade de Visegrad que agia em conjunto com a polícia local e unidades militares. Os juízes consideraram os crimes de Milan de "extraordinária brutalidade" e concluíram que as acusações apresentadas foram "provadas sem sombras de dúvida". Ambos os sérvio-bósnios foram condenados por terem participado pessoalmente do assassinato de ao menos 119 bósnios em dois incidentes separados em junho de 1992. O juiz Patrick Robinson afirmou que as mortes "exemplificam os piores atos contra a humanidade que uma pessoa pode infligir a outras". Eles também agrediram prisioneiros muçulmanos detidos no campo de detenção de Uzamnica, em Visegrad. O juiz disse que Milan Lukic foi o líder em ambos os incidentes, ajudando a levar as vítimas para dentro das casas, incendiando-as e atirando naqueles que tentavam sair das chamas. Testemunhas "relembraram vividamente os terríveis gritos das pessoas nas casas", disse Robinson.

MPF processa ex-prefeito de Cachoeira do Sul, Taufik Badui Germano Neto

O Ministério Público Federal ingressou na Justiça Federal de Cachoeira do Sul com ação de improbidade administrativa contra o ex-prefeito do município, Taufik Baduí Germanos Neto. Ele é tio do deputado federal José Otávio Germano e de uma juíza federal, irmã do deputado. De acordo com o Ministério Público Federal durante sua gestão, entre 2001 e 2004, o ex-prefeito aplicou verbas públicas, destinadas pelo Ministério da Saúde para a implementação da CAPS/SAÚDE Mental, em outras finalidades que não estavam previstas no convênio. A petição inicial, após manifestação escrita do ex-prefeito, foi recebida na íntegra pela Justiça Federal. O Ministério Público Federal pede que, ao final do processo, Taufik Baduí Germanos Neto seja condenado ao ressarcimento integral do dano, a suspensão dos direitos políticos por oito anos, pagamento de multa, além da proibição de contratar com o poder público por cinco anos. O ex-prefeito descumpriu as cláusulas previstas no Convênio 2.967 de 2001, que visava a aquisição de equipamento e material permanente para a implementação de CAPS/SAÚDE Mental em Cachoeira do Sul. Durante visita de inspeção foi constatado que houve a aquisição de material não previsto no Plano de Trabalho aprovado, como televisão de 29 polegadas com recursos de contrapartida; despesas de material de consumo com recursos transferidos pelo Fundo Nacional de Saúde do Ministério da Saúde (FNS/MS); não instalação da totalidade dos equipamentos e materiais adquiridos; além da homologação dos processos licitatórios sem o número mínimo de licitantes, contrariando o disposto na Lei de Licitações. Em função desses fatos, a inicial do MPF afirma que o ex-prefeito aplicou indevidamente verbas públicas e empregou recursos voltados à aquisição de equipamentos e materiais permanentes para a implementação do Centro de Atenção Psicossocial, em desacordo com o plano de trabalho”. O processo na Justiça Federal tem o número 2008.71.19.001130-3.

Ex-guias localizam campo de execução de guerrilheiros comunistas do PCdoB

O mais simbólico dos campos de execução de guerrilheiros comunistas do Araguaia, a Clareira do Cabo Rosa foi localizada na tarde da última sexta-feira por dois ex-guias do Exército. Depois de um silêncio de mais de três décadas, José Francisco Pinto, o Zé da Rita, e José Maria Alves Pereira, o Zé Catingueiro, voltaram às matas onde militares teriam fuzilado uma boa parte dos 41 prisioneiros comunistas. A história da terceira campanha militar contra a guerrilha do PCdoB, entre outubro de 1973 e o final de 1974, começa a ser contada pela ótica dos principais mateiros do Exército. Liberados do pacto de silêncio feito com oficiais, os dois mateiros percorreram durante três dias os campos de execução. Uma parte da floresta ainda está de pé e fica nas áreas das fazendas Rainha do Araguaia e Cabocla, a 28 quilômetros de estrada de terra do centro de Brejo Grande do Araguaia, uma cidade de dez mil habitantes no sul do Pará. A chegada à mata da Rainha do Araguaia exigiu um esforço de memória dos ex-guias. Nos anos 1980, os castanhais deram lugar aos bois. Há, porém, outros pontos de referência. “A floresta acaba. Mas os córregos e os grotões, mesmo com pouca água, e as montanhas, continuam”, disse Catingueiro, de 72 anos. Foi por essas referências que ele e Zé da Rita, de 70 anos, chegaram a um morro onde possivelmente foram executados os guerrilheiros Antônio Teodoro de Castro (o Raul), Cilon Cunha Brum (o Simão) e Vandick Coqueiro (o João Goiano).

Aliados de Lula recebem mais verbas em São Paulo

Dois prefeitos pré-candidatos ao Palácio dos Bandeirantes com o apoio do Palácio do Planalto foram os que mais receberam verbas voluntárias da União neste ano no Estado de São Paulo, conforme revela levantamento feito pelo jornal Folha de S. Paulo, levando-se em conta a população das cidades paulistas. As cidades administradas por eles, Campinas e Osasco, duas das mais populosas de São Paulo, são estrategicamente apontadas pelo PT como potenciais palanques da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), pré-candidata do partido à Presidência, dentro do território de José Serra, governador do Estado, também possível candidato à presidência pelo PSDB. Campinas, de Doutor Hélio dos Santos (PDT) com um vice do PT, e Osasco, do petista Emidio de Souza, ocupam, respectivamente, o primeiro e o segundo lugares no ranking per capita da distribuição de verbas não obrigatórias de janeiro a 19 de junho deste ano. Dr. Hélio é uma das opções do PT para liderar uma coligação antitucanos na eleição do governo paulista. Emidio já anunciou sua disposição de disputar a sucessão de Serra. Juntas, as cidades receberam R$ 154 milhões do dinheiro que o governo federal repassa diretamente, mais de um terço do total recebido pela capital paulista (R$ 564 milhões). Em termos populacionais, no entanto, Campinas e Osasco têm 1,7 milhão de habitantes, contra 11 milhões de São Paulo.

Receita Videversus – aprenda a fazer uma torta de maça irresistível com a chef de cuisine Simone Nejar

A maçã, ingrediente por excelência da boa confeitaria, sempre ocupou um papel de destaque no imaginário coletivo. A Bíblia fala em fruto proibido, aquele que a serpente deu a Eva para que fizesse Adão provar, mas não especifica que fruto seria esse. As suspeitas recaem sobre o figo, a uva e a maçã, é claro. Entre as populações de origem céltica, a maçã representa o conhecimento, a revelação e a magia. Para os gregos, ela é o elemento desagregador, o pomo da discórdia atirado pela deusa Éris, com a inscrição “à mais bela”, que semeou a briga entre as deusas e acabou dando início à Guerra de Tróia. Um dos doze trabalhos de Hércules foi, justamente, colher algumas maçãs do jardim dos deuses. Para os povos antigos, portanto, a maçã representava a imortalidade, ou mesmo um atributo dos deuses, como a sabedoria. Zeus e Hera receberam maçãs como presente de casamento. Para os povos germânicos, a maçã também significa a imortalidade. A deusa Idun presenteava os demais deuses com suas maçãs de ouro, guardadas num cesto, assegurando-lhes a juventude eterna. Todavia, quando a deusa foi seqüestrada por um gigante, os deuses começaram a envelhecer. A sugestão de hoje é fazer rapidamente uma tentadora torta de maçã com creme. Vamos descascar umas quatro maçãs ácidas, cortá-las ao meio, retirar as sementes e fatiá-las. Deixamos alguns minutos macerando com quatro colheres rasas de açúcar, suco de meio limão e uma boa dose de licor de amêndoas (Amaretto). Vamos fazer a massa em menos de cinco minutos, misturando 180g de farinha de trigo, 120 g de manteiga à temperatura ambiente, 60 g de açúcar e uma gema. Misturamos sem sovar. A massa ficará ainda farelenta. Forramos o fundo de uma forma de aro removível (não é preciso untar), furamos com um garfo e guardamos na geladeira enquanto preparamos o creme. Batemos no liquidificador meio litro de leite, seis gemas, um quarto de xícara de farinha de trigo e três quartos de xícara de açúcar. Levamos ao fogo numa panelinha sempre mexendo com a colher de pau. Quando engrossar, desligamos e juntamos duas colheres de sopa bem cheias de manteiga, uma colher de sopa de essência de baunilha e batemos bem. Deixamos esfriar. Para a montagem da torta, colocamos o creme sobre a massa da torta ainda crua e ajeitamos as maçãs por cima. Polvilhamos com canela e levamos ao forno médio preaquecido por mais ou menos 25 a 30 minutos. Servimos ainda morna, como sobremesa, ou geladinha, na hora do chá. Esta torta é muito simples, rápida para fazer e instantânea para devorar. Como variação, podemos usar outras frutas, como figos, morangos, cerejas, mirtilos, pêssegos ou ainda uma combinação de todas elas. O único cuidado é não cozinhar os morangos, cerejas e mirtilos, que devem ser colocados crus em cima do creme. Se gostar, prepare uma geléia de brilho levando ao fogo água, açúcar, licor e um pouquinho de amido de milho, até engrossar, e vire sobre a torta, dando aquela aparência brilhante e apetitosa. (PS – o editor de Videversus, jornalista Vitor Vieira, foi o convidado de Simone Nejar para degustar essa maravilhosa torta no último sábado, em Porto Alegre, no elegante e acolhedor apartamento da tradutora juramentada Hedy Hoffman; o prato principal do almoço foi feito pelo consultor Ralph Hoffman, uma vitela sensacional que fez aparecer arrebóis sobre o rio Guaíba vislumbrado pelo janelão do apartamento; foi uma dessas tardes que devem ser apreciadas pelos leitores de Videversus).