segunda-feira, 28 de maio de 2018

Caminhoneiros elogiam acordo e dizem que "assunto está resolvido"

Uma das principais lideranças do movimento dos caminhoneiros, o presidente da Abcam (Associação Brasileira dos Caminhoneiros), José da Fonseca Lopes, afirmou que, com o acordo firmado neste domingo (27), o "assunto está resolvido". "Eu acho que o assunto está definido. O caminhoneiro está antenado, ele também quer sair desse movimento agora, porque já faz sete ou oito dias", disse.



"O caminhoneiro agora só tem que agradecer isso aí, no bom sentido, e continuar a vida dele." Fonseca afirmou que a desmobilização dos caminhoneiros começaria tão logo fossem publicadas as medidas provisórias prometidas pelo governo. "Os caminhoneiros só vão aceitar após saírem publicadas no Diário Oficial as medidas que foram negociadas", disse. "Pelo que a gente viu, já estão começando a trabalhar imediatamente para amanhã de manhã a gente já entrar no Diário Oficial e já achar essas medidas provisórias para a gente se precisar convocar". O governo publicou edição extra do Diário Oficial com as medidas, pouco antes da meia-noite deste domingo (27). Se cumprida a orientação das lideranças, ainda serão necessários de oito a dez dias para o abastecimento voltar ao normal, segundo os caminhoneiros.

Nenhum comentário: