sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Quebrou o pau na Maçonaria gaúcha, grupo opositor invade a sede para depor o Grão Mestre na marra, ele está refém na sede há quatro dias


A Maçonaria do Rio Grande do Sul está em pé de guerra. A eleição para o Grande Oriente do Rio Grande do Sul - GORGS - foi contestada na Justiça estadual. Mas, os opositores não esperaram por uma decisão judicial e invadiram a sede da entidade na rua Jerônimo Coelho, no centro de Porto Alegre. O Grão Mestre Tadeu Pedro Drago resiste dentro do prédio há quatro dias, onde é mantido como refém, porque não pode entrar em contato com ninguém, nem com o advogado do Grande Oriente do Rio Grande do Sul. Enquanto isso, "irmãos" se enfrentam na porta de entrada, com trocas de pontapés, socos, chutes e muita gritaria em um espetáculo nunca antes imaginado. Veja os vídeos de cenas do enfrentamento na Maçonaria. 


 

Leia a íntegra da carta aos maçons gaúchos escrita pelo Grão Mestre que está sendo mantido refém da oposição dentro da sede do Grande Oriente do Rio Grande do Sul, na sede da entidade, na rua Jerônimo Coelho, no centro de Porto Alegre. Até a Brigada Militar já foi chamada para intervir no conflito.





Nenhum comentário: