domingo, 2 de setembro de 2012

Número de baleias jubarte na costa brasileira é triplicado na última década

A população de baleias jubartes, que migram da Antárdida à costa brasileira para se reproduzir, se triplicou em uma década no Brasil e, atualmente, conta com cerca de 10 mil, informou o Instituto Baleia Jubarte. O instituto calcula que 7 mil baleias a mais que as 3 mil registradas em 2002 chegaram à costa brasileira. Cerca de 90% das baleias desta espécie se concentram nos arredores do arquipélago de Abrolhos, situado entre o litoral dos estados da Bahia e do Espírito Santo. Em um comunicado divulgado nesta semana, o diretor de pesquisa do Instituto, Milton Marcondes, disse que a população de jubartes registrada nessa atual temporada é três vezes maior do que há dez anos. Em 1966, quando a caça ilegal foi proibida, somente 1 mil baleias eram encontradas na costa brasileira. No século XIX e no início do século XX, a gordura das baleias era usada para a iluminação pública e como argamassa na construção de casas. As baleias jubartes se alimentam no verão na Antártida e, durante o inverno austral, viajam até a costa brasileira para se reproduzir e amamentar.

Utilização da capacidade de abate dos frigoríficos do Mato Grosso é de 40%

A utilização da capacidade frigorífica instalada em Mato Grosso aumentou para 40% nos seis primeiros meses deste ano. O avanço, em comparação ao primeiro semestre de 2011, foi de cinco pontos percentuais, de acordo com dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). “O grande motivo é o aumento do rebanho abatido, principalmente, pela oferta no abate de fêmeas, observado a partir do ano passado e que se intensificou a partir deste ano ”, explicou o analista Carlos Ivan Garcia. O boletim aponta que os frigoríficos do Estado abateram 2,559 milhões de cabeças de janeiro a junho deste ano contra as 2,183 milhões de 2011. O aumento, neste caso, foi de 17%. O maior avanço do uso da capacidade foi observado na região nordeste, onde a utilização passou de 15,7% para 28,7%, obtendo uma ampliação no período de 13 pontos percentuais. No entanto, apesar desse maior avanço do uso da capacidade na região, o nordeste é onde ainda se observa a menor taxa de utilização, em razão do grande número de frigoríficos com as atividades paralisadas. Outra região que registrou um aumento da utilização foi a norte, que obteve incremento de 7,6 pontos percentuais, com a terceira maior taxa de utilização do Estado, de 42,3%.

Morre reverendo Moon aos 92 anos, fundador da Igreja da Unificação

O empresário e fundador da Igreja da Unificação, Sun Myung Moon, conhecido por reverendo Moon, morreu neste domingo em Seul, Coréia do Sul, de acordo com autoridades da igreja. O reverendo Moon tinha 92 anos e sofria de complicações decorrentes de uma pneumonia. Mesmo com os problemas de saúde, o coreano manteve vida pública ativa até recentemente. Famoso por organizar casamentos coletivos, em março deste ano realizou cerimônia de matrimônio para 2,5 mil pessoas. O reverendo Moon já havia deixado o comando diário da operações da igreja, que tem a sua sede em Seul, para um de seus filhos, e a gerência do Tongil Group, com atividades nas áreas de construção, resorts, agências de viagens e um jornal, para um outro filho.

Bahia terá de pagar R$ 10 milhões por "repressão"

O Ministério Público Federal na Bahia divulgou na sexta-feira decisão da Justiça Federal em Eunápolis a qual condenou o Estado a pagar uma indenização de R$ 10 milhões por ter impedido uma manifestação nas comemorações pelos 500 anos do Brasil em 22 de abril de 2000. O protesto de diversos grupos (incluindo índios, integrantes do movimento negro e estudantes) aconteceu em Porto Seguro e foi considerado pacífico pela Justiça. Os manifestantes seguiam da enseada de Coroa Vermelha, a cerca de 20 quilômetros de Porto Seguro, para o centro histórico da cidade. A indenização deve ser paga com juros e correção monetária e revertida ao Fundo de Defesa dos Direitos Difusos, conforme prevê o art. 13 da Lei nº 7347/85. Na interpretação da Justiça, a manifestação tinha objetivo de "conferir pluralidade" ao evento, por isso, cabia ao Estado adotar providências para que os protestantes exercitassem esse direito integralmente. "Não se justifica a atuação repressiva da Polícia Militar em relação aos manifestantes, não sendo possível reconhecer que os agentes estatais agiram no estrito cumprimento do dever legal", afirma a sentença. Apesar de não portarem armas e carregarem apenas faixas, bandeiras e panfletos, os manifestantes foram surpreendidos por uma barreira policial que impediu o prosseguimento da marcha com uso de bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha. O episódio, à época, teve repercussão internacional e marcou as comemorações dos 500 anos do Brasil. Para comemorar a data, o governo e a Presidência da República prepararam uma superprodução em Porto Seguro com direito a missa e a uma réplica da nau que Cabral usou para chegar ao Brasil.

Tomografia computadorizada é mais eficaz que cateterismo para o diagnóstico de doença coronária

Um estudo internacional, que conta com a participação do Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, e de instituições de outros sete países, apontou que o exame em tomografia computadorizada de 320 cortes (TC 320) pode diagnosticar com mais precisão quais as pessoas que apresentam um quadro de dor torácica, sem diagnóstico de infarto, que vão necessitar de tratamento invasivo tal como uma angioplastia cardíaca ou uma cirurgia, procedimentos utilizados para restaurar o fluxo normal de sangue para o coração comprometido por uma obstrução nas artérias do órgão. Atualmente, segundo o Incor, esse diagnóstico é feito com a utilização de dois exames: o cateterismo, que serve para identificar a existência e grau de obstrução das artérias do coração e a cintilografia com stress, que avalia se a obstrução está impedindo a chegada de sangue ao músculo cardíaco. No entanto, esses dois exames expõe o paciente a um maior nível de exposição à radiação e a risco de complicações. A utilização da TC 320 reduz até a metade a radiação a que ele é exposto em comparação aos outros dois exames. O coordenador da pesquisa no Incor e especialista em diagnóstico por imagem do hospital, Carlos Rochitte, disse que há outras vantagens na utilização da TC 320. “Com essa técnica, é um único exame, não invasivo, de 20 minutos”, falou. Além disso, o custo do exame feito com a TC 320 é menor. De acordo com o Incor, o custo do cateterismo gira em torno de R$ 8 mil (R$ 6 mil pelo exame e mais R$ 2 mil de honorários médicos) e, da cintilografia com estresse, R$ 1,9 mil. O custo da tomografia computadorizada de 320 cortes fica em torno de R$ 3,3 mil. Pessoas com dor no peito, mas não estão sofrendo um ataque cardíaco, formam o perfil do paciente que poderá se beneficiar do exame com a TC 320. “O paciente (indicado para o exame), basicamente, é aquele que tem suspeita forte de doença coronária, de meia idade, com colesterol alto, que fuma”, falou. O estudo, que teve início no final de 2009, foi realizado em 16 hospitais de oito países e tem a coordenação da Universidade John Hopkins, nos Estados Unidos.

Um exemplo da política de insegurança de Tarso Genro, bandidos explodem a 15ª agência bancária em 2012

Uma quadrilha explodiu um caixa eletrônico do Banco do Brasil na cidade de Tio Hugo, na região Norte do Rio Grande do Sul, na madrugada deste domingo. Conforme a Brigada Militar, pelo menos seis homens participaram da ação na agência da rua Rio de Janeiro, no centro da cidade. O grupo roubou uma quantia não divulgada e fugiu em três carros. A polícia ainda não tem informações sobre os suspeitos do crime. A polícia acredita que três bandos sejam os responsáveis pelas 15 explosões em 2012. São quadrilhas formadas por gaúchos, que aprenderam a manusear as bananas de C3, explosivo utilizado geralmente por mineradoras. Os ataques proliferam no Rio Grande do Sul comandado pelo peremptório petista Tarso Genro devido a uma combinação de cinco falhas: a) agências bancárias com pouca segurança; b) efetivo policial insuficiente; c) plano de ação desarticulado; d) sem alarme direto na Brigada Militar; e) falta de controle sobre os estoques e movimentações de explosivos. No governo do peremptório petista Tarso Genro também houve um forte incremento no número de assassinatos no Rio Grande do Sul.

Jornalistas bolivianos pedem ao indio cocaleiro Evo Morales o fim de processos contra imprensa

Dez jornalistas premiados saíram neste domingo em defesa de três veículos de comunicação bolivianos processados penalmente pelo governo, que os acusa de "racismo e discriminação" por terem supostamente distorcido um discurso presidencial. Os jornalistas e outros quatro ex-jornalistas pediram em carta pública que o governo "retire as ações penais" contra a católica Agência de Notícias Fides (ANF) e contra os jornais El Diario e Página Siete, por terem reproduzido um discurso do ditador indio cocaleiro Evo Morales de forma distorcida, segundo o Executivo. Os profissionais da comunicação que assinaram o documento, vários deles também ex-presidentes da Associação de Jornalistas de La Paz, manifestaram que são "agora testemunhas de um cerco permanente contra o exercício do jornalismo". Além disso, denunciaram que Evo Morales, seus ministros e congressistas, "mantêm uma agressão verbal permanente contra os trabalhadores da imprensa, a ponto de considerarem os meios de comunicação o principal inimigo". Essa é uma das táticas do Foro de São Paulo, fundado por Lula.

Russomanno é acusado de falsidade ideológica pelo Ministério Público

Uma conta de luz pode complicar a vida do líder isolado nas pesquisas de intenção de voto na corrida pela prefeitura de São Paulo. Celso Russomanno (PRB) é acusado pelo Ministério Público de mentir sobre seu domicílio eleitoral e simular o aluguel de um imóvel em Santo André com o objetivo de disputar a vaga de prefeito da cidade do ABC paulista em 2000. Uma série de testemunhas e, principalmente, a falta de consumo de energia do apartamento onde ele dizia morar naquela época põem em xeque a versão apresentada por ele no caso. As informações constam de uma ação penal na qual Russomanno é réu desde junho, quando o Supremo Tribunal Federal recebeu a denúncia contra ele. Após o recebimento, o processo voltou para a primeira instância porque o hoje candidato do PRB já não tinha mais foro privilegiado. Ele deixou de ser deputado federal no ano passado. Russomanno tem depoimento marcado para dar explicações à Justiça no dia 29 de janeiro de 2013. Para o Ministério Público, embora tenha afirmado em documento que morava no apartamento da região central de Santo André, ele nunca residiu no imóvel. A legislação exige que o candidato more na cidade onde se vai disputar um cargo pelo menos três meses antes de pedir a transferência do domicílio eleitoral. Instado a se explicar nos autos, o candidato apresentou, via seus advogados, um contrato de locação e o recibo dos pagamentos dos aluguéis de julho, agosto e setembro de 1999, como forma de comprovar o domicílio. O Ministério Público, porém, chamou várias testemunhas para depor. Na ação penal, o porteiro do prédio e o vizinho de porta afirmam nunca ter visto Russomanno por lá. Para rebater as acusações, o candidato em São Paulo apresentou quatro testemunhas que disseram tê-lo visto no prédio. A promotoria as desqualificou, justificando que uma era locador do imóvel, outra filiada ao partido de Russomanno e as duas últimas disseram tê-lo visto apenas uma vez. A pena máxima para o crime de falsidade ideológica é de cinco anos de detenção. Pelo fato de o caso ter ocorrido há mais de uma década, a pena em uma numa eventual condenação poderá estar prescrita. O técnico de futebol Wanderley Luxemburgo também já foi condenado por este motivo, em Goiânia.

PT racha sobre prorrogação da CPI do Cachoeira

O relator da CPI do Cachoeira, deputado federal petista Odair Cunha (MG), teve de apelar aos tucanos para tentar garantir a conclusão dos trabalhos no final de outubro. Na última semana, o petista procurou o coordenador da bancada tucana na comissão, deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), em busca de apoio para colocar um ponto final na investigação. Como o PT está rachado, Odair Cunha teve de se socorrer dos adversários. De um lado, o presidente da CPI, senador Vital do Rêgo Filho (PMDB-PB), o vice-presidente Paulo Teixeira (PT-SP) e o relator querem concluir os trabalhos na data programada. Os petistas se dão por satisfeitos com o desgaste imposto ao governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB). E Vital quer se livrar do incômodo de conduzir uma investigação encomendada pelos petistas. O PT se transformou em ferrenho adversário de Vital em seu reduto eleitoral, Campina Grande (PB), após o rompimento de uma aliança de mais de dez anos para apoiarem um candidato do PP para a prefeitura. Em contrapartida, o deputado Candido Vaccarezza (SP), do PT, é um dos que se empenha em dar prosseguimento à investigação. “Os dados estão chegando agora, sou favorável à prorrogação”, pondera, lembrando que ainda não chegaram todas as informações bancárias e fiscais sobre a empreiteira Delta. O problema é o temor do governo de que os desdobramentos da investigação, que implicam a quebra de sigilo das empresas de fachada que receberam repasses da Delta, esbarrem no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A Delta é a maior executora de obras do PAC.

Cerca de 10 mil pessoas correm risco de ter contraído vírus mortal nos Estados Unidos

Cerca de dez mil pessoas que se alojaram recentemente em cabanas do Parque Nacional de Yosemite correm risco de ter contraído um vírus mortal, informaram na sexta-feira os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos. "As pessoas que se hospedaram nas Signature Tent Cabins (no acampamento Curry Village), entre os dias 10 de junho e 24 de agosto, poderiam estar em risco de desenvolver o hantavírus nas próximas seis semanas", explicou o CDC em comunicado. Nas últimas horas foram detectados pelo menos mais dois casos da doença que até agora provocou a morte de duas pessoas, elevando assim o número confirmado de infectados para seis, segundo as autoridades. Outros supostos casos estão sendo atualmente investigados. O CDC pediu a qualquer pessoa nessa situação para fazer exames médicos em caso de experimentar algum sintoma associado à síndrome pulmonar por hantavírus (HPS), uma infecção pouco frequente, mas que pode chegar a ser fatal, sendo disseminada por ratos. Os sintomas são fadiga, febre, dores musculares (especialmente em coxas, quadris e costas), dor de cabeça, calafrios, enjoos, náuseas, vômitos, diarréia, dores abdominais e dificuldades para respirar. Os roedores expulsam o vírus através da urina, dos excrementos e da saliva. Segundo a portal Medline Plus, pequenas gotas com o vírus podem flutuar no ar e os humanos podem contrair a doença se respiram esse ar infectado ou entram em contato com os roedores ou seus excrementos. O portal acrescenta que as pessoas não contagiam a doença. Estima-se que a maioria das vítimas contraiu o vírus enquanto permaneceu em uma das 91 cabanas de Curry Village, que posteriormente foram fechadas ao público. No entanto, uma das vítimas pode tê-lo contraído em outra área do parque. Embora não exista cura contra o hantavírus, o tratamento após uma pronta detecção pode salvar vidas. Em 2011, metade dos casos detectados de hantavírus nos EUA acabou em óbito. Desde 1993, quando o vírus foi identificado, a média de mortes em casos detectados é de 36%, segundo o CDC.

Maioria dos argentinos é contra outra reeleição da peronista populista Cristina Kirchner

Cerca de dois terços dos eleitores argentinos são contra a realização de alterações na Constituição do país para permitir a reeleição da presidente Cristina Kirchner para um terceiro mandato em 2015, segundo pesquisa realizada pela Poliarquia Consultores. A aprovação da presidente atingiu 51%, enquanto 47% desaprovam seu governo, de acordo com os resultados, publicados neste domingo no jornal La Nación. Dos que aprovam Cristina Kirchner, 39% disseram que não apoiariam uma emenda constitucional para permitir a segunda reeleição, enquanto 57% apoiariam. Entre os descontentes com o governo, 95% se posicionaram contra a reeleição. A Argentina só terá solução para seu enorme fracasso quando desaparelhar o Estado, ocupado pelo valhacouto de peronistas.