quarta-feira, 11 de julho de 2012

Demóstenes diz no Twitter que vai recuperar o mandato no Supremo

O senador cassado Demóstenes Torres (GO) disse em seu perfil no Twitter na noite desta quarta-feira, após a votação no plenário do Senado definiu a perda de seu mandato, que pretende recorrer ao Supremo Tribunal Federal para reverter a cassação. "Vou recuperar no Supremo o mandato que o povo de Goiás me concedeu", escreveu. Ele afirmou que há "motivos suficientes" para tentar recuperar o mandato. "Fui cassado sem provas, sem direito a ampla defesa e sem ter quebrado o decoro". Demóstenes também respondeu a uma mensagem postada pelo senador Humberto Costa (PT-PE), relator do processo de cassação, que dizia que "certos comportamentos não são aceitos na atividade política". "Demóstenes Torres tinha um discurso de austeridade, mas relações promíscuas", escreveu Costa. O senador cassado rebateu: "Onde estão as provas dessas relações promíscuas? São as mesmas que o sr. sofreu no escândalo dos sanguessugas?", questionou, referindo-se ao escândalo de corrupção que envolveu desvios de recursos na compra de ambulâncias em 2006, quando Humberto Costa era ministro da Saúde. Desde que vieram à tona os indícios de seu envolvimento com Carlinhos Cachoeira, Demóstenes parou de usar o Twitter. Agora disse que pretende voltar a postar mensagens: "Vamos voltar a conversar aqui. Falar de música, literatura, política. A esquerda me tirou o mandato, mas não a coragem". Demóstenes quebrou muito mais do que o decoro parlamentar, quebrou a confiança de significativa parte do eleitorado brasileiro que acreditava nele, e isso é imperdoável. E mais imperdoável aínda por cair pelas mãos de alguém como o petista Humberto Costa.....

Ações da Embraer despencam 7,42% após carteira de pedidos diminuir

A diminuição da carteira de pedidos da Embraer, que atingiu o menor nível em mais de seis anos, fez as ações ordinárias da empresa desabarem 7,42% na Bovespa nesta quarta-feira. Foi a maior baixa diária da empresa desde 8 de agosto de 2011, quando o papel caiu 12,4%, enquanto a Bolsa teve leve queda de 0,25%. A informação trouxe receios seus os resultados futuros da companhia, apesar de um comunicado divulgado na terça-feira projetar a venda de 6,8 mil jatos comerciais, com um valor estimado em US$ 315 bilhões, até 2031. Também na terça-feira, a Embraer divulgou que suas encomendas a entregar caíram, em junho, a US$ 12,9 bilhões, redução de US$ 1,8 bilhão ante março e patamar mais baixo desde o segundo trimestre de 2006. A carteira de pedidos é um indicativo de receita futura das empresas empresas de aviação. O resultado ruim atesta a fraqueza da demanda por aviões comerciais na Europa em crise e o ainda paralisado mercado americano. Durante o salão aeronáutico de Farnborough, no Reino Unido, tampouco a fabricante brasileira divulgou novas vendas na aviação comercial, frustrando investidores que ansiavam pela divulgação de contratos. A Embraer terminou junho com 200 aviões comerciais para entregar a clientes. Isso representa cerca de dois anos de produção, abaixo da média histórica recente de três anos.

Tesoureiro de Eduardo Paes é alvo de ação da promotoria do Rio de Janeiro

Antônio Pedro Figueira de Mello, tesoureiro da campanha do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), é alvo de ação civil pública proposta pelo Ministério Público. A promotoria apontou como ilegal patrocínio dado pela Secretaria Municipal de Turismo, comandada até o mês passado pelo membro da coordenação do comitê do peemedebista. Também são alvo da ação dois diretores da Riotur, o empresário Luis Calainho, sua empresa, L21 Participações e a cervejaria Schincariol. A promotoria questiona o uso de verbas públicas para a realização de bailes de carnaval. A prefeitura repassou sem licitação R$ 2,2 milhões para a L21, organizadora dos seis bailes em 2011, ano ao qual se refere a ação. Na análise da promotoria, não há interesse público na realização do evento, e por isso afirma que os preços cobrados pelos ingressos - de R$ 130,00 a R$ 4.500,00 - foram "consideravelmente altos, revertidos a favor de particulares". Foram gastos mais de R$ 2 milhões do erário municipal, após inexigibilidade de licitação, em série de eventos restritos a particulares, pagantes, na qual obteve-se lucro estimado acima de R$ 3 milhões. A Schincariol é acusada na ação porque um dos bailes recebeu o nome de "Baile Devassa", em referência à marca de cerveja produzida pela empresa. Ela era uma das patrocinadoras do evento. Antônio Pedro faz parte da coordenação de campanha de Paes. Entre outras funções, é responsável pelo setor financeiro do comitê.

Gol anuncia vôos diretos para Uruguai, Paraguai e Bolívia

A companhia aérea Gol anunciou nesta quarta-feira que ampliará suas rotas internacionais na América do Sul com vôos diretos entre São Paulo e as cidades de Montevidéu (Uruguai), Assunção (Paraguai) e Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), além de reforçar algumas conexões já existentes. Em comunicado, a empresa informou que as novas rotas entre o aeroporto internacional de São Paulo, situado em Guarulhos, e Montevidéu e Assunção, começarão a funcionar no dia 15 de agosto, enquanto a conexão direta com Santa Cruz de la Sierra começará a operar em setembro. A Gol avisou ainda que as rotas serão diárias. Anteriormente, a companhia aérea voava ao Uruguai desde Porto Alegre, enquanto os vôos a Assunção partiam de Curitiba. Além de abrir a nova rota para a Bolívia, a companhia aumentará a frequência de vôos, aos finais de semana, entre Santa Cruz de la Sierra e Campo Grande. A companhia também anunciou o aumento da frequência de seus vôos para Buenos Aires partindo de Porto Alegre e melhoras nos horários de saída dos vôos de Florianópolis. O grupo ainda comentou a criação de uma nova rota, que fará escala em Curitiba, entre o aeroporto de Campinas e o aeroporto de Buenos Aires.

Petrobras descobre acumulação de petróleo na Bacia do Espírito Santo

A Petrobras anunciou a descoberta de uma nova acumulação de petróleo (15°API) no pós-sal da Bacia do Espírito Santo, na Concessão BM-ES-24 (Bloco ES-M-661), localizada a 58 quilômetros da cidade de Vitória, no Estado do Espírito Santo. A descoberta ocorreu durante perfuração do poço denominado Grana Padano, a 64 quilômetros do Campo de Golfinho, em profundidade de água de 1208 metros. A descoberta foi confirmada a partir da resposta do detector de gás e da perfilagem realizada em reservatórios localizados em profundidade de 2008 metros. A Petrobras é a operadora do consórcio para a exploração da concessão (70%) em parceria com empresa IBV Brasil (30%). O consórcio dará continuidade às atividades no bloco e pretende submeter à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) uma proposta de Plano de Avaliação com a finalidade de delimitar a acumulação descoberta, bem como estimar volumes e produtividade do reservatório.

Caixa Econômica Federal anuncia nova redução das taxas de juros

A Caixa Econômica Federal promoveu nesta quarta-feira mais uma redução de taxas de juros de suas operações de crédito. A medida acompanha a queda da taxa Selic anunciada pelo Comitê de Política Monetária (Copom). O anúncio também dá continuidade ao Programa Caixa Melhor Crédito, que visa à democratização do acesso ao crédito para as famílias brasileiras e melhores condições de financiamento para as empresas. Para o segmento de crédito à Pessoa Física, foram reduzidas as taxas das operações de Financiamento de Veículos e Crédito Aporte Caixa, o chamado Refinanciamento de Imóveis ou home equity. Para empresas, a redução contempla as operações de Capital de Giro com garantia do Fundo Garantidor de Operações (FGO). O banco reduziu as taxas de juros de financiamento de veículos com o objetivo de reforçar o movimento de ampliação do crescimento da carteira de veículos da Caixa Econômica Federal, cujas contratações cresceram 55% de abril para junho deste ano. As taxas, que dependem do prazo, cota de financiamento e ano de fabricação do carro, foram reduzidas em todas as faixas. As taxas, que antes variavam de 0,75% a.m. a 1,75% a.m., passam a variar de 0,75% a.m. a 1,63% a.m, a partir da próxima segunda-feira. Para carros novos (0km), com cota de financiamento de até 70% do valor do veículo e prazo de até 60 meses, a taxa máxima foi reduzida de 1,65% a.m. para 1,36% a.m. (redução de 19% na taxa anualizada). Para uma cota de financiamento de 60%, a taxa, que antes era de 1,59% a.m., foi reduzida para 1,29% a.m. (redução de 20,2 % na taxa anualizada). Para veículos com até dois anos de fabricação, cota de financiamento de até 70% e prazo de até 60 meses, a taxa máxima caiu de 1,70% a.m. para 1,43% a.m. (redução de 17,1% na taxa anualizada). Além de reduzir as taxas, o banco reafirma seu posicionamento de não cobrar tarifas adicionais, tais como taxa de gravame, avaliação e registro de contrato.

Copom diminui taxa básica de juros para 8% ao ano

A taxa básica de juros (Selic), que já era a mais baixa da história em 8,5%, caiu mais um pouco nesta quarta-feira, para 8% ao ano, valendo pelos próximos 45 dias. A oitava diminuição seguida da taxa, que serve de parâmetro para os juros da economia, foi anunciada pelo Comitê de Política Monetária, ao fim da quinta reunião do colegiado de diretores do Banco Central no ano. A decisão era esperada pela maioria dos analistas financeiros que todas as semanas são consultados pela pesquisa Focus do Banco Central. Alguns torciam, inclusive, por uma redução mais ousada, para 7,75%, por entenderem que o cenário atual, de inflação em queda e atividade econômica fraca, cria condições favoráveis para o Banco Central afrouxar, tanto quanto possível, a política monetária. A taxa Selic caiu 4,5% nas oito reuniões que o Copom realizou do final de agosto de 2011 até hoje, o que resulta em uma queda de 36%. Essa redução, porém, não foi acompanhada na mesma proporção pelo sistema financeiro nacional, em que pese a determinação governamental, no último mês de abril, para que os bancos oficiais baixassem seus juros como forma de estimular os bancos privadas a fazerem o mesmo. Pesquisa da Fundação Procon de São Paulo mostra que, com base nos dados dos sete maiores bancos do País, mesmo considerando as reduções feitas pela Caixa Econômica Federal e pelo Banco do Brasil, os juros nos bancos caíram muito pouco nos últimos 12 meses: 6,30% na taxa média mensal do empréstimo pessoal, que estava em 5,50% no mês passado, e 12,55% na taxa média do cheque especial, que era 8,36%. Esta é mais alta, em um mês, do que a Selic anual.

Tarso Genro aprova gastos do seu governo e do próximo, ele aboliu a lei da Responsabilidade Fiscal

A Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, um Poder totalmente subordinado ao governador petista, o peremptório Tarso Genro, aprovou por unanimidade, nesta quarta-feira, os reajustes propostos pelo governo estadual aos servidores da Brigada Militar (BM) e Polícia Civil. Foram votados quatro projetos de lei que fixam os vencimentos de policiais civis e militares em curto, médio e longo prazos, no período de 2012 a 2018. Uma das matérias fixa os soldos básicos dos postos de capitão, major, tenente-coronel e coronel da Brigada Militar, entre 1º de agosto deste ano e novembro de 2018. No texto, são extintas as gratificações e parcelas autônomas, que acabaram incorporadas ao salário básico. Quanto aos agentes da Polícia Civil, os projetos de lei (PL) 142 e 143 fixam o subsídio mensal aos cargos de chefe de polícia, delegado e aqueles em provimento efetivo das carreiras, a partir de maio de 2013. Uns poucos deputado estaduais, que se dizem de oposição, salientaram que os projetos ferem a Lei de Responsabilidade Fiscal. Mas, mesmo assim, ignoraram a lei, igualando-se portanto ao peremptório petista Tarso Genro, e aprovaram os projetos de lei. Para que o povo precisa desses deputados?

O PATÉTICO FIM DE UMA CARREIRA POLÍTICA, DE XERIFE A BANDIDO

Governo americano estima safra de soja do Brasil 2012/13 estimada em 78 milhões de toneladas

A safra de soja do Brasil na temporada 2012/13 foi estimada nesta quarta-feira em 78 milhões de toneladas, estável ante previsão do mês passado, informou o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Já a safra de soja argentina 2012/13 foi projetada em 55 milhões de toneladas, também estável em relação ao relatório de junho do USDA.

Exportação de café verde do Brasil cai 33% em junho, diz Cecafé

As exportações de café verde do Brasil em junho somaram 1,63 milhão de sacas, ante as 2,44 milhões de sacas registradas no mesmo mês de 2011 (queda de 33%), segundo dados divulgados pela Cecafé nesta quarta-feira. No ano-safra 2011/12, foram exportadas 26,48 milhões de sacas de café verde, uma queda de 16,8% em relação à temporada anterior.

BNDES aprova empréstimo de R$ 400 milhões para o Itaquerão

O BNDES anunciou nesta quarta-feira a aprovação do empréstimo de R$ 400 milhões para a construção do Itaquerão, o novo estádio do Corinthians, que está sendo erguido no bairro de Itaquera, na zona leste de São Paulo. O recurso faz parte da linha de crédito especial criada pela instituição para as arenas da Copa do Mundo de 2014 e cobre 46% do valor total da obra, estimado em R$ 820 milhões. Todos os 12 estádios que estão sendo erguidos ou reformados para a Copa tinham direito à linha de crédito do BNDES, no valor máximo de R$ 400 milhões para cada. Antes do Itaquerão, o banco já tinha aprovado o empréstimo para Belo Horizonte (R$ 400 milhões), Cuiabá (R$ 393 milhões), Fortaleza (R$ 351,5 milhões), Manaus (R$ 400 milhões), Natal (R$ 396,5 milhões), Salvador (R$ 323,7 milhões), Recife (R$ 400 milhões) e Rio de Janeiro (R$ 400 milhões). Além do dinheiro do BNDES, a prefeitura de São Paulo concedeu incentivos fiscais no valor de R$ 420 milhões para que o Corinthians e a construtora Odebrecht pudessem construir o estádio. E o governo estadual deve investir mais cerca de R$ 70 milhões em arquibancadas temporárias, para que o Itaquerão tenha capacidade para 68 mil pessoas e possa receber a abertura da Copa. Depois do Mundial, será reduzido para 48 mil lugares. Escolhido como o estádio de São Paulo na Copa, o Itaquerão receberá a abertura e outros cinco jogos, incluindo uma semifinal. Com operários trabalhando em três turnos, a construção do estádio do Corinthians já atingiu um patamar de 40% de conclusão. E a previsão de entrega é em dezembro de 2013. Agora, com a aprovação do crédito para o Itaquerão, o BNDES ainda estuda o empréstimo para dois estádios da Copa, os únicos que são particulares: a Arena da Baixada, em Curitiba, e o Beira-Rio, em Porto Alegre. O Estádio Nacional, em Brasília, não irá utilizar recursos do banco.

Conselho rejeita processo contra Protógenes por elo com Cachoeira

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados rejeitou na tarde desta quarta-feira a abertura de processo contra o deputado Delegado Protógenes (PCdoB-SP) por ligação com um araponga do bicheiro Carlinhos Cachoeira. A decisão acontece no dia em que o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) teve o mandato cassado. Por 18 votos contrários, um a favor e uma abstenção, os parlamentares que integram o colegiado rejeitaram o parecer do relator, o deputado Amauri Teixeira (PT-BA), que pedia a investigação do político. A representação do PSDB pedia a abertura de processo para investigar as relações de Protógenes com Idalberto Matias Araújo, conhecido como Dadá, ex-sargento da Aeronáutica e acusado de ser o "araponga" da organização comandada pelo bicheiro Carlinhos Cachoeira. Escutas da Polícia Federal na Operação Monte Carlo flagraram Protógenes em 2011, quando já era deputado, dando orientações a Dadá sobre como proceder como testemunha de um processo aberto pela corregedoria do órgão que investigava a atuação dele como delegado. Em sua defesa, Protógenes lembrou que foi autor do pedido de instalação da CPMI do Cachoeira e que, portanto, seria incoerente atribuir a ele qualquer relação com o esquema. Ele argumentou que a aprovação do parecer do deputado Amauri Teixeira, a favor da abertura do processo, já seria sua condenação política. Delegado licenciado da Polícia Federal, Protógenes disse ter conhecido Dadá em 2007, durante um trabalho envolvendo os serviços de inteligência da Polícia Federal e da Aeronáutica. Segundo ele, na época não havia nada que desabonasse a conduta do ex-sargento. E não é que Lula tinha razão...... São 300 picaretas ou mais?

Votação do Marco Civil da Internet é adiada para agosto

A votação do projeto do Marco Civil da Internet, marcada para essa quarta-feira, foi cancelada por falta de quórum e deve ser votada somente depois do recesso parlamentar, em agosto. O tema seria discutido na comissão especial que debate o projeto. O texto final do Marco Civil foi divulgado na manhã desta quarta-feira pelo relator do projeto, deputado Alessandro Molon (PT-RJ), depois de audiências públicas em capitais do País e sugestões através do site e-Democracia, da Câmara dos Deputados. Segundo o parlamentar, entre quarta-feira e sexta-feira da semana passada, o portal recebeu mais de 14 mil visitas, com 109 contribuições ao projeto. O Marco Civil da Internet estabelece "princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil", segundo o próprio texto do projeto. A neutralidade na rede é um dos principais pontos da proposta. O marco civil quer impedir que provedores discriminem certos serviços em detrimento de outros. Isso quer dizer que um provedor não poderá diminuir a banda de serviços de voz por IP para banir o uso de Skype ou para prejudicar um serviço concorrente, por exemplo. O projeto prevê algumas exceções em que serviços podem ser discriminados, como a priorização de serviços de emergência, por exemplo. Nesses casos, o provedor deve informar de forma transparente ao usuário sobre essa prática. O projeto também obriga que os registros de navegação dos usuários de internet devem ser guardados pelo provedor pelo período de um ano. Essas informações devem ser mantidas em sigilo e só podem ser disponibilizadas mediante ordem judicial. Além disso, a proposta determina que os provedores só serão obrigados a informar os registros que ajudem a identificar o usuário ou o terminal determinado pela Justiça. O texto do Marco Civil também retira a responsabilidade dos provedores por conteúdo gerado por terceiros. Isso quer dizer que serviços como Google, Facebook ou Twitter, por exemplo, não podem ser punidos por uma postagem ofensiva feita por um usuário. Os provedores só podem ser responsabilizados se, após a Justiça determinar que um conteúdo é ofensivo, não tomarem providências para indisponibilizá-lo. Temas polêmicos como pirataria na internet ou crimes cibernéticos ficam de fora do projeto. Esses temas serão tratados em projetos específicos, que já estão sendo discutidos no Congresso.

Unicamp prorroga contrato com Delta, em meio às investigações sobre a empreiteira

Em meio às investigações da CPMI do Cachoeira e da Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) prorrogou um contrato de R$ 11,948 milhões com a Delta Construções para obras de infraestrutura e urbanização de novas áreas do seu campus na cidade paulista. A despeito de a empreiteira estar no epicentro do escândalo envolvendo o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso desde 29 de fevereiro, a Unicamp fez, em 30 de maio, um aditamento ao contrato e concedeu um prazo extra de 150 dias para a obra, a qual "encontra-se em andamento, dentro do prazo de execução", segundo a universidade. Para explicar a manutenção do contrato com a Delta, a universidade sustenta que "os serviços objeto da contratação realizada pela Unicamp estão sendo desenvolvidos a contento e a interrupção das obras causaria prejuízos à instituição". Para a Unicamp, "conforme notícias veiculadas pelo governo federal, a declaração de inidoneidade não cancela automaticamente os contratos em vigor executados pela Delta. Ai está.... qual é a esperança para o Brasil, se uma universidade faz uma declaração dessa ordem para justificar a prorrogação de um contrato? Se o contrato precisou ser prorrogado, é porque ele havia chegado ao fim. Se chegou ao fim, aplique-se a decisão da Controladoria Geral da União, que declarou a inidoneidade da Delta. E encerre-se o contrato, simplesmente. A Unicamp é aquela universidade que deu o título de doutor em economia para um panfleto político do ministro petista Aloizio Mercadante. Então......

CNI reduz previsão de alta do PIB de 3% a 2,1% em 2012, e vai cair mais

Diante dos sinais claros de que a economia brasileira não está conseguindo se recuperar, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) reduziu nesta quinta-feira a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do País de 3 para 2,1% neste ano. O principal efeito é o menor crescimento da indústria, cuja previsão de expansão também foi cortada, de 2 para 1,6% no período, segundo a CNI. Essa deterioração das perspectivas ocorre mesmo com os seguidos cortes na taxa básica de juros, com o câmbio mais favorável e os diversos pacotes do governo para tentar reativar o crescimento da economia. "A crise internacional se aprofundou no fim de 2011 para cá, com recessão na zona do euro, crescimento americano mais moderado e com os emergentes em desaceleração. Com isso, a demanda mundial se retrai e afeta o Brasil", afirmou o gerente-executivo de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco. O pior desempenho da indústria vem do setor de transformação, que tem crescimento previsto em 1% neste ano, queda de 0,5% em relação à estimativa anterior. Já a área de construção civil tem alta prevista de 3%, contra 3,3% antes. Para Castelo Branco, o efeito da política monetária tem se mostrado menos eficaz devido à maior cautela do setor industrial em aumentar os investimentos. Mesmo assim, a CNI aposta em mais cortes na Selic, cuja previsão é encerrar o ano a 7,50%, contra 9% previstos antes. O consumo está dando sinais de dificuldades. As vendas no varejo brasileiro caíram em maio 0,8% frente a abril, a maior queda desde novembro de 2008. Esse cenário é apimentado pelo aumento da inadimplência dos consumidores, chegando a 6% em maio, maior nível desde o início da série histórica do Banco Central. Com isso, a CNI prevê que o consumo das famílias terá crescimento de 3,5% neste ano, 0,5% a menos do que na estimativa anterior. "Medidas de estímulo ao consumo estão mostrando efeitos mais limitados porque as famílias estão com comprometimento de renda mais elevado e a inadimplência segue alta. Então, a resposta desses estímulos são mais limitadas", disse Castelo Branco. O governo tem estimulado o consumo através de redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para automóveis, linha branca, móveis e alguns artigos de decoração. A CNI também fez uma forte redução na previsão de expansão da Formação Bruta de Capital Fixo, uma medida de investimentos, de 5,6% para 2,5% neste ano. Para consumo das famílias, a perspectiva agora é de alta de 3,5%, contra 4,0% na projeção anterior. A CNI atualizou suas estimativas para deixá-las em linha com um cenário de agravamento do cenário mundial e com a lentidão da recuperação da economia brasileira. A entidade tem sustentado que a crise internacional é de longa duração por conta das dificuldades profundas na Europa e da recuperação econômica dos Estados Unidos ainda fraca. Com isso, a CNI passou a projetar que o dólar chegará no final de 2012 a 2 reais, contra 1,80 real na versão anterior. As contas para superávit comercial tiveram leve redução, de 20,8 bilhões de reais para 20,2 bilhões de reais, neste ano. Essa estimativa deve-se a uma piora nos dados esperados para o comércio exterior neste ano. As exportações foram rebaixadas de 275,4 bilhões para 263,2 bilhões de reais, enquanto que as importações, 254,6 bilhões para 243 bilhões de reais. Na semana passada, a CNI informou que a Utilização da Capacidade Instalada (UCI) na indústria brasileira caiu em maio para o pior nível desde setembro de 2009.

AS LIÇÕES DE ECONOMIA DO LULA PRECIPITAM O BRASIL NA CRISE

Na crise econômica de 2009, Lula achou que podia reinar também na economia. Sujeito sem qualquer educação formal, que sempre desprezou e desdenhou o estudo, ele optou por uma solução facílima para "superar" a crise. Ordenou que os bancos oficiais assumissem o papel de ofertantes de crédito abundante, e fez uma violenta campanha para que os brasileiros saíssem às compras. Foi o festival que se viu.... Mas tinha o outro lado da moeda, para o qual ele não quis olhar, em seu deslumbramento pela aparente opulência do País. E não era difícil de ver o enorme problema que estava sendo criado, mesmo por alguém iletrado e cultor da ignorância como ele. Esse lado era o do terrível endividamento da população. Agora a conta chegou para ser paga. Mais de dois terços dos brasileiros estão encalacrados com dívidas. E não são dívidas fáceis de serem pagas. A economia levou uma brecada furiosa, o navio fez um cavalo de pau. A indústria parou as máquinas, por falta de encomendas. Cai violentamente a produção industrial. O próximo passo será o desemprego, a queda da renda dos assalariados.... enfim..... crise. E o que faz o governo petista diante desse quadro? Absolutamente nada. O PT, Dilma, Lula, acham que podem resolver qualquer problema com suas mágicas baratas tiradas do bolso. Agora dão uma vantagem para um setor.... logo ali..... outra vantagem para outro setor.... E nada acontece.... Torraram centenas de bilhões de reais em porcarias. Todas as obras necessárias de infraestrutura, essenciais para a alavancagem do futuro do País, foram relegadas a um segundo plano. Incentivaram a corrupção como nunca, com o único objetivo de assegurar apoio político e permanecer no poder. Permanecer no poder por que? Para que? Os resultados estão aí, inegáveis, indesmentíveis, irrecusáveis de serem vistos. Basta passar na frente da gôndola dos iugortes.... O povo deixou de consumir o que não é essencial.... vai voltar ao feijão com arroz, e no máximo com um pedaço de linguiça, comprado no armazém da esquina, que é mais barato.

DEIXARAM LULA BANCAR O ECONOMISTA, AGORA O RESULTADO ESTÁ AÍ....

Sabe por que não caem os juros dos bancos, embora a Selic venha despencando? Porque os bancos estão atrolhados de carros em estacionamentos alugados às pressas, onde estão os "possantes" que foram retomados de consumidores que não conseguiram continuar com os pagamentos. Sabe o que os bancos mais fazem atualmente? Ligar para correntistas, para tentar renegociar os débitos nos cartões de crédito. A bolha estourou..... E o que os bancos farão com essas dezenas de milhares de carros apreendidos, esses seminovos sem mercado? É o subprime brasileiro, invenção maluca do genial economista Lula......

Pisos salariais tiveram aumento real em 92%, diz Dieese

Trabalhadores dos setores da indústria, do comércio, de serviços e rural conseguiram aumento real nos seus pisos salariais em 92% das negociações realizadas no aço passado, informou o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O reajuste médio acima do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ficou em 3%. Em 2010, o aumento real médio foi de quase 5%. O estudo analisou 671 unidades de negociação de todo o Brasil. A maior parte dos pisos salariais analisados (52%) obteve ganhos reais de até 3% no ano passado, enquanto 12,7% conseguiu reajuste 6% acima do INPC, apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados mostram ainda 1,2% das negociações empataram com a variação do INPC no período. No relatório anterior, relativo a 2010, o número de negociações que obtiveram reajuste acima do índice foi 2 pontos porcentuais maior do que de 2011 e aqueles que empataram com o INPC, 1 ponto porcentual maior do que o relatório anterior. Já cerca de 6,9% das unidades de negociação reajustaram os pisos abaixo da variação do índice de inflação, a maior parte com perdas de até 1%. Essa parcela de pisos que obteve reajuste abaixo da inflação era 3% menor no balanço anterior. O estudo de 2010 contava com menos unidades de negociação que a pesquisa divulgada hoje - 671 ante 660. De acordo com o Dieese, 75% dos pisos salariais analisados tinham, em 2011, valor até R$ 765,00.

Demóstenes Torres tem o mandato cassado no plenário do Senado

Por 56 votos a 19 (houve cinco abstenções), o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) teve o mandato cassado em sessão no plenário do Senado. A votação, secreta, ocorreu após mais de três horas de discursos. Participaram da sessão 80 dos 81 senadores. O processo de cassação por quebra de decoro parlamentar foi aberto a pedido do PSOL. Demóstenes é acusado de ser o braço político do contraventor Carlinhos Cachoeira. Durante a sessão que resultou no fim do seu mandato, Demóstenes fez um discurso de defesa de cerca de 35 minutos, em que se disse perseguido, apresentou elementos para rebater as acusações que sofreu e se definiu como bode expiatório. Tanto Demóstenes quanto seu advogado, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmaram que não há provas de envolvimento com esquemas criminosos e pediram que o caso fosse julgado pelo Judiciário.

Tribunal Superior da Suíça aponta que Teixeira e Havelange receberam suborno nos anos 1990

Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF, e João Havelange, atual presidente de honra da Fifa, são dois dos dirigentes que receberam propina da empresa de marketing esportivo ISL, na comercialização feita pela Fifa dos direitos de transmissão televisiva das Copas do Mundo nos anos 1990, segundo informações divulgadas pelo Tribunal Superior da Suíça. A decisão da corte suíça detalha as transferências de subornos para as contas de Teixeira e Havelange — o volume chega a US$ 1 milhão em determinada transferência. A corte suíça já havia, em 2010, condenado cartolas por terem recebido subornos da ISL, mas os nomes, à época, não foram divulgados. A partir daí, a Fifa foi pressionada a revelar os nomes que estavam envolvidos. A BBC e a imprensa suíça tentaram na Justiça ter acesso aos documentos. De tanto pressionarem, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, antes reticente, concordou publicamente que os documentos deveriam ser abertos.

Suplente que assumirá vaga no Senado é ex-marido da atual mulher de Carlinhos Cachoeira

O empresário Wilder Pedro de Morais, que assumirá a vaga de senador por Goiás, em substituição a Demóstenes Torres, é dono da Orca Construtora e de shopping centers em Anápolis e em Goiânia. De acordo com a Justiça Eleitoral, Wilder, primeiro suplente na coligação que elegeu Demóstenes, doou R$ 700 mil para a campanha do senador em 2010. Com tal valor, Wilder aparece como segundo maior doador de campanha de Demóstenes, que teve o mandato cassado nesta quarta por 56 votos a 19. Que tal, hein?

Copom inicia reunião sobre juro, e há expectativa de queda da taxa para 8%

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central iniciou nesta terça-feira a quinta reunião do ano com o objetivo aplicar mais uma redução da taxa básica de juro, também conhecida como taxa Selic, que remunera os títulos públicos depositados no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic). Mas, a queda da Selic "não é mais vista como o principal gargalo da economia", de acordo com Samy Dana, professor da Escola de Economia da Fundação Getulio Vargas de São Paulo (FGV-SP). A taxa está em 8,50% ao ano, a mais baixa da história do Copom, criado em junho de 1996 e, de acordo com expectativa da maioria dos analistas financeiros, deve cair para 8% ao final da segunda etapa da reunião do colegiado de diretores do Banco Centra, nesta quarta-feira à noite. Dana ressalta, porém, que a reativação econômica do País exige, antes de mais nada, uma reforma tributária e a promoção da indústria, somadas a investimentos em educação, inovação e infraestrutura em geral. Segundo o especialista, "o governo tem que agir mais do lado da oferta do que da demanda", uma vez que a capacidade de consumo das famílias hoje é bem pequena. Lembra também que, como a indústria apresenta números negativos desde o início do segundo semestre do ano passado, com redução da oferta de empregos há oito meses, e não existem pressões inflacionárias à vista, por causa da fragilidade do mercado consumidor no Brasil e no Exterior, há espaço para mais reduções da Selic em reuniões futuras do Copom. Além de apostar na queda de 0,5% nesta reunião, Dana arrisca palpite de 7,25% no fechamento de 2012. Ele ressalta que o governo não terá dificuldades em controlar a inflação, uma vez que o País cresce pouco, e o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve terminar o ano próximo do centro da meta de 4,5%, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Enquanto a Selic cedeu quatro pontos percentuais (de 12,50% para 8,50%) de agosto do ano passado para cá, com queda de 32%, o efeito nos juros ao consumidor foi pequeno. Pesquisa da Fundação Procon de São Paulo mostra que nos últimos 12 meses, até maio, a taxa média mensal do empréstimo pessoal caiu apenas 6,30% (de 5,87% para 5,50%), e a taxa média do cheque especial cedeu 12,55% (caiu de 9,56% para 8,36% no período analisado). Em geral, todos os setores abusam das margens de lucros, e é preciso atuação forte do Banco Central para controlar mais a competição do setor bancário.

CONTAGEM REGRESSIVA PARA O INÍCIO DO JULGAMENTO DO MENSALÃO DO PT

Justiça francesa culpa Airbus e Air France por desastre do vôo AF 447

Após uma decepção generalizada dos familiares das vítimas com o relatório final dos investigadores da queda do Airbus A330, feito pelo BEA (Escritório de Investigações e Análises), nesta terça-feira a Justiça francesa indicou que, não somente a Air France e seus pilotos, mas também a fabricante da aeronave, Airbus, dividem a responsabilidade pela queda do avião. As conclusões constam no relatório judicial elaborado por peritos independentes das empresas envolvidas e que foi apresentado nesta terça-feira às associações de familiares, em Paris, na França. No documento, de 356 páginas e entregue somente às partes envolvidas, os especialistas afirmam o que os familiares sempre suspeitaram: que a queda ocorreu devido a uma falha técnica da aeronave (o congelamento das sondas de velocidade), seguida do despreparo da tripulação em contornar o problema. Na última quinta-feira, durante coletiva de imprensa de apresentação do relatório do BEA, uma reviravolta na apuração do acidente quase passou despercebida, não fosse a interferência de um piloto que assessora uma das associações de familiares e dos próprios parentes. Os investigadores recalcularam informações do computador de bordo do Airbus A330 e constataram que o diretor de vôo, instrumento eletrônico de navegação que recomenda manobras para estabilizar o avião, havia dado sugestões incorretas aos pilotos no momento em que as informações sobre a velocidade pararam de ser transmitidas, provocando o desligamento do piloto automático. Ao invés de descer, o diretor de vôo mandou empinar o bico do avião, o que posteriormente resultou na perda da sustentação do vôo. Essa informação, um elemento novo até então (e crucial na visão de pilotos e familiares, por aumentar as dúvidas sobre falhas técnicas), havia sido fornecida aos parentes em privado, mas minimizada pelo BEA na hora do diálogo com a imprensa internacional. "O avião não caiu por causa do diretor de vôo", argumentou Alain Bouillard, chefe da investigação. O órgão é subordinado ao governo francês, que, por sua vez, é acionista da Airbus e da Air France. Na ocasião, os familiares haviam ficado revoltados com a excessiva responsabilização dos pilotos e a isenção da Airbus. "Se não tivesse havido problemas técnicos, não teriam ocorrido problemas humanos", protestou Danièle Lamy, mãe de uma das vítimas. Ela está convencida de que "70% do acidente se deve a defeitos técnicos". Em março de 2011, a Justiça indiciou a Airbus e a Air France por homicídio involuntário. "Está aparecendo uma responsabilização cada vez maior da fabricante, Airbus, além da companhia Air France. Os poucos pontos que poderiam incriminar os pilotos são consequências disso, e não a causa", declarou Alain Jakubowicz, advogado da Associação Ajuda Mútua e Solidariedade, de familiares franceses, na saída da reunião. Conforme o defensor, o documento judicial atesta que o congelamento das sondas desencadeou a sucessão de falhas técnicas e humanas. Afirma que "a falta de informações da tripulação sobre o congelamento das sondas de velocidade contribuiu para o efeito surpresa" quando a pane se iniciou, no meio do oceano Atlântico. Os peritos avaliam ainda que os procedimentos de urgência em caso de acionamento do alarme de perda de sustentação de vôo são inadequados, e também criticam a formação dos pilotos, especialmente o que assumiu o posto de comandante quando este foi descansar. Pierre Cédric Bonin, 32 anos, era o mais jovem e inexperiente dos três pilotos. Conforme as investigações, ele adotou sistematicamente manobras equivocadas assim que os problemas técnicos se iniciaram e "não teve uma reação apropriada" quando os alarmes começaram a soar na cabine. O texto ainda lamenta a falta de acompanhamento, pelas autoridades competentes, dos incidentes técnicos semelhantes aos ocorridos com o AF 447 e registrados desde 2004. "Hoje, passamos para um estágio claro de processo judicial. Acabam de nos explicar claramente a escala de responsabilidades e, na linha de frente, está a concepção do aparelho", comemorou outro advogado da associação francesa, Sébastien Busi. Outro ponto que interessou as famílias foi um relatório médico entregue junto ao de apuração do acidente, segundo o qual "os passageiros provavelmente não tiveram consciência da situação" e perderam a vida imediatamente após o impacto com o oceano. "Não houve chamados por aeromoças, não houve despressurização do avião, as máscaras de oxigênio não caíram e não havia sensações físicas que permitissem saber que a aeronave estava caindo", relatou Busi. O vôo AF 447 da Air France saiu do Rio de Janeiro com 228 pessoas a bordo no dia 31 de maio de 2009, às 19 h (horário de Brasília), e deveria chegar ao aeroporto Roissy - Charles de Gaulle de Paris no dia 1º às 11h10 locais (6h10 de Brasília). Às 22h33 (horário de Brasília) o vôo fez o último contato via rádio. A Air France informou que o Airbus entrou em uma zona de tempestade às 2h GMT (23h de Brasília) e enviou uma mensagem automática de falha no circuito elétrico às 2h14 GMT (23h14 de Brasília). Depois disso, não houve mais qualquer tipo de contato e o avião desapareceu em meio ao oceano.

Supremo manda publicar salários de servidores, em todos os Poderes da União e esferas

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Carlos Ayres Britto, determinou na noite desta terça-feira a divulgação dos salários de todos os funcionários públicos dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, conforme determina a Lei de Acesso à Informação. A decisão de Ayres foi tomada a pedido da Advocacia-Geral da União. A AGU protocolou no Supremo pedido de Suspensão de Liminar (SL 623) contra decisão cautelar da 22ª Vara Federal do Distrito Federal que determinou à União que deixasse de divulgar os rendimentos dos servidores públicos federais dos Três Poderes de forma individualizada em seus portais da Internet. Segundo a AGU, a decisão, mantida pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que indeferiu pedido semelhante formulado pela União, causa “grave lesão à ordem pública” e impede que a Administração cumpra a Constituição Federal e a Lei 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação).