quinta-feira, 5 de julho de 2012

Uruguai vai liquidar companhia aérea Pluna

O governo uruguaio decidiu nesta quinta-feira liquidar a companhia aérea Pluna por conta dos sérios problemas financeiros que a empresa enfrenta, disse uma fonte do governo com conhecimento do caso. A Pluna, que tem uma frota de 13 aviões Bombardier CRJ900 Nextgen e que conecta Montevidéu a cidades da Argentina, Brasil e Chile, suspenderá seus vôos nesta sexta-feira ao meio-dia, no horário de Brasília.

Justiça manda prefeitura de Porto Alegre retirar do Portal de Transparência informações sobre salários dos servidores

Por decisão da juíza Rosana Broglio Garbin, da 4ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, o prefeito José Fortunati conta com o prazo de 24 horas para retirar do portal de transparência da gestão municipal a relação de nomes e remunerações dos servidores públicos. A liminar concedida na tarde desta quinta-feira pela magistrada atende a recurso impetrado pelo Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (SIMPA). No entendimento da juíza, a prefeitura violou o princípio constitucional da privacidade dos servidores ao divulgar nomes e salários. Ao colocar as informações no ar, o prefeito Fortunati cumpria determinação da Lei de Acesso à Informação e do Supremo Tribunal Federal. Liminar semelhante já havia sido concedida dias atrás em tribunal de primeira instância em Brasília, mas depois, em decisão de colegiado, prevaleceu o entendimento de que a publicação das informações é legal.

Computadores infectados sairão do ar no dia 9 de julho

Computadores em todo o mundo infectados pelo cavalo de troia DNSChanger terão problemas para acessar a internet a partir do dia 9 de julho. O malware foi criado por uma organização criminosa para redirecionar o tráfego da web para sites com propagandas. Os servidores que conduziam os computadores para os sites mal intencionados foram identificados e estão temporariamente sob controle do FBI, mas serão desligados no dia 9 de julho. O Domain Name System ou DNS converte nomes de sites em números de protocolo de Internet (IP) que os computadores usam para conversar entre si. Quando os usuários digitam o nome de um site em seus navegadores, os computadores entram em contato com os servidores DNS. Caso os equipamentos tenham configurações incorretas de DNS para os servidores, ação esta causada pelo malware, não poderão acessar sites, enviar e-mails ou usar serviços de Internet quando os servidores controlados pelo FBI forem desligados. Há ferramentas que identificam e removem o vírus. Em www.mcafee.com/dnscheck, a empresa de segurança McAfee disponibiliza um teste para identificar computadores contaminados. No site, há instruções para remover o vírus. Organizações ainda infectadas poderiam sofrer grande impacto pela interrupção, já que os funcionários que utilizam roteadores e computadores infectados podem, literalmente, ficar "no escuro" na Internet. Além disso, com o DNSChanger ativo no ambiente corporativo, as organizações correm riscos com a vulnerabilidade de terem dados e informações de propriedade roubados.

Com presença da presidente da Petrobras, convés da P-55 é içado em Rio Grande

Com direito a visita da presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, foi realizada nesta quinta-feira uma das etapas mais importantes do processo de mating (a união do casco com o convés) da plataforma P-55. O deckbox da petrolífera foi içado a 47 metros de altura no Estaleiro Rio Grande (ERG), no sul do Estado. Nesta sexta-feira, o casco será posicionado abaixo da estrutura. Maria das Graças conseguiu assistir ao processo de içamento da estrutura de 17 mil toneladas. "Tenho vindo com alguma frequência aqui e me encanta ver que, algum tempo atrás, isso tudo era areia, e hoje vocês conseguem realizar uma operação deste porte", dissse ela. O içamento durou praticamente todo o dia. Durante as primeiras horas da manhã foram feitos os últimos ajustes e testes. Também foram medidas as condições climáticas, já que era necessário ter pouco vento e baixa força de correnteza para realizar a operação. À tarde, a paisagem mudou no pólo naval gaúcho. De vários pontos da cidade e do canal era possível ver o convés elevado, posicionado exatamente abaixo do pórtico do estaleiro. A próxima etapa será levar o casco até a posição perfeita abaixo do convés. A previsão é fazer a transição nas primeiras horas desta sexta-feira. A estrutura de 8,8 mil metros quadrados será conduzida por rebocadores, dentro do dique. Após a colocação na posição de enxaixe, o convés será abaixado até ser acoplado ao casco. A operação é considerada a mais complexa da indústria naval brasileira e é o maior içamento de peso offshore do mundo. Segundo a presidente da Petrobras, ao realizar operações como o "mating", Rio Grande credencia-se como um dos principais pólos navais do País. Em sua visão, o Estado poderá ser, em pouco tempo, uma referência mundial na indústria offshore. A P-55 deverá ficar pronta no final do ano e começar a operar no primeiro semestre de 2013, no Campo de Roncador, na Bacia de Campos-RJ. Ao todo, o investimento gira em torno de R$ 3,4 bilhões.

Soja tem maior valor em quatro anos

O preço da soja alcançou nesta quinta-feira o mais elevado nível em quatro anos no mercado mundial. Equivalente a 27,2 quilos, o bushel fechou cotado em US$ 16,26 na Bolsa de Mercadorias de Chicago em decorrência da quebra na produção no Brasil e na Argentina por causa da seca, mas também pela estiagem na área produtora do Meio-Oeste dos Estados Unidos, especialmente nos Estados de Illinois e Wisconsin. No Rio Grande do Sul, a soja supera R$ 70,00 por saca de 60 quilos.

Justiça suspende operação de trens da ALL na região de Bauru

A Justiça Federal de Bauru determinou que a ALL (América Latina Logística) e outras companhias do grupo estão proibidas de operar trens na malha ferroviária de Bauru e região. O juiz Roberto Lemos dos Santos Filho, da 1ª Vara Federal do município, decidiu contra a empresa por considerar que a ALL descumpriu normais legais e um acordo homologado na justiça. Caso a decisão seja obedecida, o juiz estipulou multa diária de R$ 100 mil. A ALL disse, em nota, que "que cumpre as decisões judiciais". A empresa disse que "os termos estabelecidos no acordo judicial foram cumpridos e que eventuais divergências poderão ser corrigidas". Segundo o Ministério Público Federal, em junho do ano passado, durante audiência de conciliação em ação civil pública proposta pelo Ministério Público, a ALL se comprometeu a realizar obras de manutenção e serviços na superestrutura dos trechos abrangidos pela ação. A empresa também se prontificou a substituir dormentes inservíveis, elaborar um projeto para identificação das intervenções necessárias em todas as passagens de nível e a executar um programa de manutenção e conservação continuada que garanta condições de segurança da linha férrea. Após vistoria feita por um perito da Procuradoria, entre 17 a 19 de abril deste ano, o Ministério Público decidiu entrar na Justiça contra a empresa por considerar que a ALL não cumpriu parte do acordo. A Justiça decidiu pela suspensão das operações da empresa na região após receber o laudo da Procuradoria.

Justiça suspende passaporte especial do filho de Lula

A Justiça Federal do Distrito Federal suspendeu o passaporte especial concedido a Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula. O documento foi renovado no final do mandato de Lula em dezembro de 2010. Em janeiro do ano seguinte, o jornal Folha de S. Paulo revelou a concessão de sete passaportes para a família do ex-presidente. Entre 2006 a 2010, 328 passaportes diplomáticos foram concedidos sob a alegação de "interesse do País". Apenas os da família Lula foram considerados ilegais para o Ministério Público Federal. Em junho deste ano, a Procuradoria entrou com a ação após o Itamaraty confirmar que somente Luís Cláudio não havia devolvido o documento. Na quarta-feira, o juiz Jamil Rosa de Jesus Oliveira, da 14ª Vara Federal do Distrito FederaF, suspendeu o passaporte e deu prazo de cinco dias para que o Itamaraty publique a suspensão no Diário Oficial da União. Ele também determinou que a Polícia Federal recolha o documento caso necessário. "É absolutamente necessária a concessão da liminar, porque a imoralidade é flagrante e o passaporte não pode surtir efeito algum nas mãos de quem não porta os interesses do País´", afirma o juiz, na decisão.

Ceará atinge marca de 100% de municípios com Cartão BNDES

O Ceará é o primeiro Estado das regiões Norte e Nordeste a ter Cartões BNDES, que oferece juros mais baixos que o mercado, em todos os seus municípios. A marca foi atingida na última quarta-feira, com a entrega do cartão para um estabelecimento em Abaiara. No primeiro semestre deste ano, o Cartão BNDES cresceu 49% em volume de recursos desembolsados na comparação com igual período de 2011. De janeiro a junho, foram realizadas mais de 320 mil operações com o cartão, totalizando R$ 4,5 bilhões em financiamentos aprovados. "A importância desse marco está no fato de alcançarmos, com o cartão, localidades onde o BNDES ainda não tinha chegado. O cartão tem se tornado cada vez mais uma ferramenta de democratização do crédito e contribui para a redução das desigualdades regionais", avaliou o chefe do Departamento de Operações de Internet do BNDES, Ricardo Albano. Mais de 95% dos municípios brasileiros já possuem micro, pequenas e médias empresas com crédito pré-aprovado pelo Cartão BNDES.

ONS aponta que carga de energia cresceu 4,2% em junho

A carga de energia do Sistema Interligado Nacional (SIN) cresceu 4,2% em junho ante o mesmo mês do ano passado, para 58.279 MW médios, segundo o Boletim de Carga Mensal do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Na comparação com maio deste ano, houve queda de 1,1% na carga de energia. No acumulado dos últimos 12 meses, o SIN apresentou uma variação positiva de 3,8% em relação ao período de 12 meses imediatamente anterior. Segundo o ONS, o comportamento da carga durante o mês de junho foi influenciado pela ocorrência de temperaturas superiores às verificadas no mesmo mês de 2011, principalmente na região Sudeste, o que levou a um aumento do uso de equipamentos de refrigeração, refletindo diretamente no comportamento da carga. "Ressalta-se que, embora importantes segmentos industriais voltados para a exportação tenham apresentado desaceleração no consumo de energia elétrica, em decorrência das incertezas existentes no cenário econômico internacional, a carga do SIN apresentou crescimento de 4,2% em relação ao mesmo mês do ano anterior", diz o ONS, no boletim. Para o Subsistema Sudeste/Centro-Oeste, os valores preliminares de carga de energia verificados em junho deste ano pelo ONS indicam crescimento de 4,7% em relação ao mesmo mês do ano anterior, para 35.938 MW médios. Com relação ao mês de maio de 2012, houve variação negativa de 0,1%. No acumulado dos últimos 12 meses, o Sudeste/Centro-Oeste apresentou alta de 3,2% na carga de energia em relação ao período anterior. No Subsistema Sul, houve variação positiva de 2,4% em relação aos valores do mesmo mês de 2011, para 9.618 MW médios. Ante maio de 2012, houve queda de 1,8% na carga de energia. No acumulado dos últimos 12 meses, o Sul apresentou um crescimento de 4,4%. Já no Subsistema Nordeste, houve aumento de 7,8% na carga de energia ante junho de 2011, para 8.729 MW médios. Na comparação com o mês imediatamente anterior, houve queda de 2,8%. No acumulado dos últimos 12 meses o Nordeste apresentou um crescimento de 5,6% na carga de energia. No Subsistema Norte, a carga de energia caiu 2,3% em junho deste ano ante igual mês do ano passado, para 3.994 MW médios. Com relação a maio de 2012, a queda foi de 4,5%. No acumulado dos últimos 12 meses, a carga de energia no Norte apresentou uma variação positiva de 4,1%.

International Board aprova uso de chip na bola

A International Board, responsável pelo regulamento do futebol, deu nesta quinta-feira um passo decisivo na modernização do esporte ao aprovar de forma unânime em reunião realizada na sede da Fifa, em Zurique, o uso da tecnologia na linha do gol. A aprovação, no entanto, depende ainda de um teste final de instalação em cada estádio antes que os sistemas possam ser utilizados em partidas oficiais, segundo a Fifa. A International Board destacou que a tecnologia será utilizada apenas para definir se a bola ultrapassou completamente ou não a linha do gol e não em outras áreas do campo. O organismo também definiu que recorrerá a duas empresas que vêm fazendo testes há nove meses. A GoalRef detém o chip que será colocado dentro da bola, e Hawk-Eye fornecerá a câmera chamada de Olho de Falcão. Caso tudo corra bem no último teste, o chip na bola já será usado no Mundial de Clubes, no fim deste ano em Tóquio, na Copa das Confederações de 2013 e na Copa do Mundo de 2014, ambas no Brasil. A Fifa se tornou em uma entidade comercial supranacional. Esse sistema vai permitir corrupção. A International Board é integrada pelas quatro federações de futebol britânicas (Inglaterra, Escócia, Irlanda e País Gales), que têm um voto cada, e a Fifa, que possui quatro votos em nome de todas as associações filiadas.

Senado paraguaio rejeita incorporação da Venezuela ao Mercosul

O Senado do Paraguai rejeitou nesta quinta-feira todas as resoluções adotadas na última cúpula do Mercosul, que aprovou a suspensão do país até 2013 e a adesão iminente da Venezuela ao bloco. A câmara alta do Parlamento paraguaio expressou essa postura mediante um projeto de declaração que foi aprovado em sua sessão semanal e por meio do qual estabeleceu uma postura similar à adotada pelo governo do novo presidente, Federico Franco. Os legisladores pediram formalmente ao Executivo a retirada do embaixador paraguaio credenciado na Venezuela e a expulsão dos adidos militares venezuelanos em Assunção, medidas que, no entanto, já foram tramitadas pela Chancelaria na quarta-feira. Na declaração, os senadores consideraram que a decisão de suspender o Paraguai do Mercosul, do qual é membro fundador, é "ilegal, ilegítima e violadora do devido processo legal". Além disso, rejeitaram a incorporação da Venezuela como membro pleno do bloco sem contar com a unanimidade de todos os Estados-membros. Essa postura surgiu no mesmo dia em que a Câmara dos Deputados paraguaia aprovou um pedido ao governo para ter acesso às cópias do Protocolo de Ushuaia II e aos documentos que credenciam a entrada da Venezuela ao Mercosul com o objetivo de rechaçá-los. O Protocolo de Ushuaia II é como se conhece o Protocolo de Montevidéu sobre Compromisso com a Democracia no Mercosul, que foi aprovado pelos governos do bloco em 20 de dezembro de 2011, mas que segue pendente de análise no Parlamento paraguaio. O texto prevê intervenção externa caso uma democracia do Mercosul esteja em perigo.

Ex-ditador argentino é condenado a 50 anos por rapto de bebês

A justiça argentina condenou nesta quinta-feira o ex-ditador Jorge Rafael Videla a 50 anos de prisão pelo rapto de bebês como parte de um plano sistemático de extermínio de esquerdistas executado durante o último governo militar na Argentina (1976-1983). Considerado um processo emblemático, o julgamento começou por uma denúncia das Avós de Praça de Maio por "subtração, retenção, ocultação e substituição de identidade de menores de dez anos" e abrange cerca de 30 casos. A uruguaia Sara Mendez foi uma das sequestradas pela regime militar e que teve seu filho roubado pelos repressores militares. Ele viajou a Buenos Aires para estar presente no julgamento. Sara Méndez, que pertencia ao grupo esquerdista Partido pela Vitória do Povo (PVP, os tupamaros) do Uruguai, foi detida em Buenos Aires em 13 de julho de 1976, quando um comando invadiu sua casa no bairro Belgrano e raptou seu filho, Simón Riquelo, quando estava com apenas 20 dias de vida. Posteriormente, Sara foi transferida ilegalmente para Montevidéu e processada pela Justiça militar, tendo ficado presa por quatro anos e meio. Ao recuperar a liberdade, iniciou a busca pelo filho, que finalmente foi encontrado em 2002. Ele tinha sido adotado por um ex-policial argentino.

WikiLeaks divulgará 2,4 milhões de emails sobre a Síria

O WikiLeaks anunciou nesta quinta-feira o início da publicação de 2,4 milhões de emails que envolvem políticos, empresas e ministros do governo sírio. Chamadas de "Arquivo Síria", as mensagens abarcam correspondências provenientes de 680 entidades sírias enviados durante o período de agosto de 2006 até março deste ano, incluindo emails pessoais de políticos do alto escalão do partido Baath, de Bashar al Assad, e registros de transferências financeiras da Síria a outros países. Os correios eletrônicos serão divulgadas em diversos idiomas, incluindo arábico e russo, e contêm informações concedidas por ministros relacionados com a presidência e com o mercado financeiro. De acordo com o WikiLeaks, "os emails vão jogar uma luz sobre o funcionamento interno do governo e da economia na Síria, mas também revelam como as companhias ocidentais dizem uma coisa e fazem outra". Ao longo dos próximos meses, reportagens com base nestes documentos serão publicadas por diversos meios de comunicação, como o jornal libanês Al Akhbar, o egípcio Al Masry Al Youm, a agência norte-americana Associated Press, a revista italiana L'Espresso e o jornal espanhol Publico.es. "Este material é constrangedor para a Síria, mas também para os opositores sírios", disse o fundador da organização, o australiano Julian Assange. Um dos emails sugere o envolvimento de uma empresa italiana no fornecimento de equipamentos utilizados na repressão na Síria. Filial do complexo militar industrial italiano Finmeccanica, a Selex e a multinacional Intracom Telecom, de capital russo e grego, assinaram contrato de 40 milhões de euros com o governo de Assad no início de 2008 para implementar o sistema de comunicações sem fio TETRA (Terrestrial Trunked Radio) no país. Segundo estes dados, os italianos não só venderam e sintonizavam os equipamentos, como também ensinaram os especialistas locais a trabalharem com eles. Antes, não havia qualquer prova sobre a cooperação técnico-militar de países-membros da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) com o regime de Assad depois do início da guerra civil na Síria.

Nem ameaça de "suicídio" convence juízes a soltar Cachoeira

Há 128 dias preso, Carlinhos Cachoeira sofreu mais uma derrota nos tribunais na tarde desta quarta-feira. A 2ª Turma Criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal decidiu, por unanimidade, manter a prisão do contraventor pela Operação Saint-Michel. Há quinze dias, a mesma corte também optou pela manutenção da prisão. Cachoeira tinha conseguido a liberação pela Operação Monte Carlo, que foi suspensa no mesmo dia 21 de junho. Para o habeas corpus julgado hoje, a defesa alegou que o contraventor está deprimido e corre risco de cometer suicídio. Para tentar convencer os magistrados, foi apresentado um relatório médico afirmando que o bicheiro apresenta "humor deprimido, ansisoso, irritabilidade, anedonia (falta de interesse por praticar atividades), abulia (incapacidade de tomar decisões), rebaixamento do apetite, insônia inicial e terminal, dificuldade de concentração, acentuada ideação persecutória, presença de hostilidade, mágoas e insatisfação nas relações interpessoais mais próximas, além de perceptível alteração comportamental no que se refere às relações dentro da instituição". Para o relator do habeas corpus, desembargados Souza e Ávila, se Cachoeira está deprimido pode fazer tratamento psicológico na Papuda. Para o Ministério Público, o estado é comum a quase todos os presos, tanto da Papuda quanto de outras penitenciárias. Cachoeira está preso por dois pedidos. O primeiro diz respeito a Operação Monte Carlo, deflagrada no dia 29 de fevereiro. O outro pedido é da Justiça do Distrito Federa e está relacionado à Operação Saint-Michel.

Governo petista de Dilma já está admitindo um PIB inferior a 2% em 2012

O governo Dilma adiou mais uma vez a previsão de recuperação da economia brasileira e já trabalha com um crescimento neste ano de apenas 2%, menos do que a última projeção oficial do Banco Central, de 2,5%. Na avaliação de assessores presidenciais, o tombo da indústria em maio mostra que a retomada da economia está demorando mais do que o previsto por conta de endividamento, comprometimento da renda familiar e baixa competitividade da indústria. O governo espera agora que apenas em junho ou julho a economia comece a dar sinais mais significativos de aquecimento, o que antes era previsto pela equipe econômica para maio. Isso aponta para um crescimento de 2% nas avaliações técnicas. O mercado já trabalha com esse dado. “Os números da indústria mostram que o crescimento está mais para 2% do que 2,5%”, disse um assessor presidencial que pediu para não ser identificado, já que publicamente o governo não quer jogar a toalha.

Pilotos do Airbus A330 da AirFrance nunca entenderam que o avião estava caindo, diz perito

O relatório final sobre o vôo AF-447 foi apresentado a familiares nesta quinta-feira, pelo BEA, Escritório de Investigações e Análises para a Aviação Civil da França. De acordo com o documento, resultado de uma segunda perícia sobre o acidente que deixou 228 mortos em 2009, uma combinação de fatores humanos e técnicos é responsável pela tragédia. O investigador chefe Alain Bouillard disse que os dois pilotos que estavam no controle nunca entenderam que o avião estava caindo. Ele afirmou que a tripulação não teve controle nenhum da situação durante a emergência. A perícia mostra que a tragédia foi ocasionada por erro de pilotagem, problemas técnicos, treinamento inadequado e supervisão fraca. Em função disso, a BEA fez 25 recomendações sobre segurança, incluindo um treinamento melhor para os pilotos, com base nas falhas cometidas no vôo 447, e alterações no design do cockpit. Com o documento, a BEA confirma as descobertas anteriores, de que a tripulação lidou erroneamente com a perda de leitura de velocidade, ocasionada por sensores defeituosos que ficaram congelados com a turbulência sobre o sul do Atlântico. A aeronave mergulhou na escuridão por quatro minutos em uma parada aerodinâmica enquanto suas asas buscavam ar, e os pilotos não conseguiram reagir aos repetidos alarmes de paralisação, de acordo com registros do vôo recuperados dois anos após o acidente. "O acidente resultou de um avião ter sido retirado de seu ambiente operacional normal por uma equipe que não tinha entendido a situação", disse o diretor do BEA, Jean-Paul Troadec. O relatório também descobriu que os sensores de velocidade dos A330, chamados de sondas pitot e desenhados pela francesa Thales, só foram atualizados após o desastre. O relatório instou a Airbus a rever o sistema de alerta de paralisação da aeronave após críticas ao comportamento do alarme quando o avião estava em mergulho de 38.000 pés. Também pediu uma revisão na maneira como a indústria da aviação e as companhias aéreas da França são supervisionadas. O Airbus A330 que fazia o vôo AF-447 caiu sobre o Atlântico após decolar do Rio de Janeiro, na noite de 31 de maio de 2009, com 228 pessoas a bordo. Barbara Crolow, uma alemã que perdeu o filho no acidente, disse que está "desapontada", pois acha que o relatório foca demais no erro humano. O piloto Gerard Arnoux defendeu as ações dos comandantes do Airbus A330 da Air France: "Um piloto normal, em uma companhia aérea normal, segue os sinais do sistema, que diz para ir para esquerda, direita, para cima ou para baixo".

União deve retirar salários dos servidores da internet

A Justiça Federal do Distrito Federal decidiu estender a liminar concedida na terça-feira, que proibia a União de divulgar os rendimentos individualizados dos servidores federais dos três Poderes. A medida passa a valer também para os trabalhadores que já tiveram seus salários publicados, o que força o governo a remover tais dados de seu Portal de Transparência. “Considero plausível o pleito em apreço, máxime se considerada a magnitude do número de servidores não amparados ao pálio da cautela deferida – setecentos mil – os quais, segundo alegado, todos vinculados ao Poder Executivo da União”, afirmou o juiz Francisco Neves. O autor da ação é a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil. O entendimento, segundo ele, atende ao princípio da isonomia entre os servidores públicos. Além disso, a extensão em nada infirmaria seu caráter cautelar, pois não antecipa efeitos do mérito e pode vir a ser revogada. Dessa forma, a liminar anterior, também concedida por Neves, teve sua redação alterada. Em vez de orientar somente que a União “abstenha-se de realizar novas divulgações dos rendimentos dos servidores públicos federais”, determina também que ela “adote as medidas que se façam necessárias” para retirar do Portal os dados referente aos seus salários. A Advocacia-Geral da União vai apresentar recurso e informou que já está trabalhando na sua elaboração. Um dos argumentos é o de que há precedente no Supremo Tribunal Federal, no sentido de que prevalece o princípio da pluralidade administrativa quando informações relativas a agentes públicos são envolvidas.

José Dirceu chega ao Foro de São Paulo, em Caracas

Às vésperas de enfrentar o julgamento do Mensalão do PT, o petista Jose Dirceu chegou na manhã desta quinta-feira ao Foro de São Paulo, o encontro anual de partidos de esquerda de todo o mundo. Realizado no hotel Alba, em Caracas, o Foro de São Paulo, criado por Lula e Fidel Castro, se transformou em um evento da campanha chavista para as eleições presidenciais, marcadas para outubro. O PT já deu apoio total à candidatura do caudilho. Nos corredores do foro, corre o rumor de que Dirceu vai aproveitar o ambiente amigável para falar de sua defesa no caso do Mensalão do PT, cujo julgamento no Supremo começa em 2 de agosto. Quase todos os jornais, sites e canais de televisão que cobrem o Foro de São Paulo, em Caracas, são estatais e favoráveis ao presidente Hugo Chávez. Na sala dedicada aos jornalistas que fica no hotel Alba Caracas, uma das três mesas foi reservada ao pessoal do Ministério Popular para a Comunicação e Informação. Há treze televisores de tela plana distribuídos pelo local, todos sintonizados em um mesmo canal estatal, o ANTV. Durante a transmissão ao vivo de uma sessão parlamentar na Assembleia Nacional, na quarta-feira, um deputado gritou ao final de sua fala: “Viva Chávez!”. Alguns jornalistas da sala do hotel aplaudiram e responderam alto: “Viva!”. Para cobrir o encontro, é preciso inscrever-se no tal Ministério do Poder Popular. Não importa que se trate de um evento partidário, o pedido deve ser endereçado diretamente ao governo. A credencial deve ser retirada em uma sala recém-montada no centro da cidade, perto da Praça Bolívar, e que pertence ao estado.

Mais um general sírio deserta para a oposição

Fontes sírias disseram na quarta-feira que o general Manaf Tlas, muito ligado ao presidente Bashar al Assad, fugiu para a Turquia, no que seria a mais destacada deserção do regime até agora. Tlas é um dos poucos membros da maioria sunita na elite político-militar da Síria, que é dominada pela seita alauita. Seu rompimento com o amigo Assad pode refletir uma erosão no apoio ao presidente entre os sunitas mais ricos, que relutaram em aderir à rebelião promovida por seus correligionários mais pobres. O site Syriasteps confirmou a fuga de Tlas, mas também ouviu um funcionário do governo que disse que a "deserção dele não significa nada": "Se a inteligência síria quisesse prendê-lo teria prendido". A deserção de Tlas, por si só, não afeta muito a capacidade do Exército sírio, mas terá um impacto moral. "Sua deserção é uma grande notícia, porque mostra que o círculo íntimo de Assad está se desintegrando", disse um diplomata ocidental que conheceu Tlas em Damasco, onde o general e sua esposa tinham uma vida social glamorosa, com interesse nas artes. Amigos dizem que Tlas, que foi colega de Assad na academia militar, estava descontente com a repressão militar dos últimos 16 meses, e que estava praticamente sob prisão domiciliar.

Demóstenes critica "açodamento" de processo de cassação de seu mandato

Pela terceira vez na semana, o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) apareceu em plenário para fazer um discurso na tentativa de evitar a cassação do seu mandato. Em um pronunciamento de 27 minutos para uma platéia de apenas quatro senadores, Demóstenes criticou o "açodamento" no processo a que responde por suspeita de usar seu mandato na defesa dos interesses do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. O senador goiano foi contra a decisão da Comissão de Constituição e Justiça que, por unanimidade, deu aval para levar o processo para a votação secreta em plenário, previsto para ocorrer na próxima quarta-feira. Segundo ele, a decisão do CCJ "pode ser tudo, menos constitucional". O parlamentar disse que não está sendo assegurado a ele o direito à "ampla defesa, ao contraditório e ao devido processo legal". "Se o meu pescoço não servir de abrigo com a espada da mídia, vai se voltar contra a instituição", afirmou ele, para quem não se trata de "má fé, mas da mistura explosiva da pressa com seu aumentativo, a pressão". Mais uma vez, o senador reclamou do fato de não ter sido permitido a ele fazer perícias nas conversas telefônicas em que ele foi flagrado conversando com Cachoeira. Demóstenes pretende comprovar, com as perícias, que houve edição ilegal dos diálogos. Ele repetiu ter sido investigado ilegalmente pela primeira instância durante as investigações contra o grupo de Cachoeira. O parlamentar disse que o relator do Conselho de Ética, Humberto Costa (PT-PE), se esforçou para colocá-lo como "protagonista da CPI dos Bingos", que investigou em 2005 as relações de Cachoeira. Ao contrário do que descreveu Costa no seu relatório, Demóstenes disse que só compareceu a 10% dos encontros daquela comissão parlamentar.

Produção de petróleo do Brasil cai 1,2% em maio

A produção de petróleo do Brasil em maio foi 1,2% menor que no mesmo mês de 2011, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O volume extraído no mês foi de 2,048 milhões de barris/dia. Na comparação com abril de 2012, houve aumento de 1,3%. A produção de gás natural foi de aproximadamente 68 milhões de metros cúbicos/dia, volume 2,6% maior na comparação com o mesmo mês do ano passado e de 4,7% superior ao mês anterior. O campo de Marlim Sul foi o maior produtor, com vazão média de 341,1 mil barris de óleo equivalente por dia. A plataforma P-56, localizada em Marlim Sul, produziu, por meio de sete poços a ela interligados, cerca de 136,3 mil barris dia de óleo equivalente e foi a plataforma com maior produção. A Petrobras respondeu por 94,4% da produção total de óleo e gás do País. Os campos marítimos foram responsáveis por 91,1% da produção de petróleo e 75,4% da produção de gás natural. O grau API médio do petróleo produzido em maio foi de 23,8 graus. Deste total, 8% da produção é considerada óleo leve (superior ou igual a 31o API), 56% de óleo médio (entre 22o e 31o API) e 36% de óleo pesado (inferior a 22o API). A produção do pré-sal em maio representou 7% de toda a extração de óleo brasileira, segundo a ANP. O volume total de petróleo e gás extraído na camada do pré-sal em maio foi 4,8% maior do que em abril, chegando a 171,3 mil barris de óleo equivalente por dia. Deste total, foram 142,3 mil barris diários de petróleo e 4,6 milhões de metros cúbicos/dia de gás natural. A produção foi oriunda de dez poços nos campos de Jubarte, Tupi, Marlim Leste, Marlim Voador, Caratinga e Barracuda.

Entrada da Venezuela no Mercosul divide governo do Uruguai

A entrada da Venezuela no Mercosul dividiu a base do governo do presidente do Uruguai, José Mujica. O mandatário disse nesta quinta-feira que seu vice-presidente, Danilo Astori, está "equivocado" ao criticar a entrada da Venezuela no bloco enquanto o Paraguai está suspenso desta integração. "Danilo Astori se equivoca ao dizer que o ingresso da Venezuela no Mercosul foi uma ferida letal. Não é nada letal. Letal é como estávamos antes", disse Mujica. Segundo ele, o Mecosul estava "paralisado" e é preferível criticá-lo a deixá-lo estagnado. Astori havia afirmado que a forma como a Venezuela entrou no Mercosul, com o Paraguai suspenso, "é a pior ferida institucional" do bloco desde sua criação em 1991. O ministro das Relações Exteriores do Uruguai, Luis Almagro, também disse que discordava da maneira como foi definida esta adesão. Segundo ele, na reunião do Mercosul, semana passada, em Mendoza, a presidente Dilma Rousseff teria pedido que os chanceleres deixassem os presidentes sozinhos. No encontro a portas fechadas, disse, Dilma, Mujica e Cristina Kirchner, da Argentina, teriam resolvido a entrada da Venezuela e marcado uma reunião no dia 31 deste mês a fim de formalizar esta integração. Mujica, Astori e Almagro fazem parte da coalizão de centro-esquerda Frente Ampla que governa o Uruguai desde 2005. Mujica é da ala mais à esquerda da legenda, o Movimento de Participação Popular (MPP), os Tupamaros. Astori, ex-ministro da Economia, é definido como social-democrata, ou uma "esquerda mais moderada", segundo especialistas.

Ditador Hugo Chávez retira do Paraguai adidos militares venezuelanos

A Venezuela anunciou nesta quinta-feira a retirada de todo pessoal militar de sua embaixada em Assunção, afirmando que os funcionários estavam sendo perseguidos e “até mesmo ameaçados de morte”. No Paraguai, crescia a pressão no Congresso para que o novo governo de Federico Franco expulsasse os adidos militares da Venezuela e do Equador. O anúncio foi feito pelo próprio presidente Hugo Chávez na Assembléia Nacional, em Caracas. “Já retiraram nossos companheiros militares que estavam cumprindo funções na aditância militar no Paraguai”, afirmou Chávez. O Paraguai afirma que o chanceler da Venezuela, Nicolás Maduro, incitou uma sublevação entre militares paraguaios horas antes da deposição do presidente Fernando Lugo, no dia 22. O embaixador do Equador no Paraguai também teria participado da reunião com a cúpula militar paraguaia. Chávez rebateu as acusações paraguaias. “Estão acusando Nicolás Maduro de fomentar um golpe no Paraguai ou de ter feito uma reunião com generais paraguaios. Claro que os generais estavam lá e o chanceler estava com os demais ministros da Unasul, que realizava uma missão ao Paraguai".

Contra crise, Banco Central europeu reduz juro ao menor nível histórico

O Banco Central Europeu reduziu sua taxa de juros de 1% para 0,75% (o patamar mais baixo já atingido pela zona do euro), a fim de estimular a economia. O BCE também eliminou a taxa paga aos depósitos, que era de 0,25%. Os cortes coincidem com medidas tomadas por outros bancos centrais majoritários. Entre elas estão a liberação de 50 bilhões de libras do Banco da Inglaterra para estímulo da economia e um corte da taxa de juros do Banco da China. O corte na taxa de depósito tem o objetivo de estimular empréstimos entre bancos, uma vez que fundos colocados em bancos comerciais durante a noite estão atualmente recebendo 0,3% de juros. Pesquisas divulgadas nesta semana indicaram que o setor de serviços da zona do euro continuou a afundar em junho e a confiança empresarial caiu. O presidente do BCE, Mario Draghi, afirmou que a zona do euro possivelmente terá uma crescimento pequeno ou nulo no segundo trimestre de 2012. Porém, ela deve se recuperar até o fim do ano. Draghi disse que a economia da zona do euro enfrenta riscos, mas a inflação não parece ser uma ameaça: "A pressão da taxa de inflação foi reduzida. Ao mesmo tempo, o crescimento econômico na zona do euro continua a ser fraco".

Dilma enfrenta manifestação de grevistas em São Paulo

Dias depois do anúncio da popularidade recorde sua e de seu governo, a presidente Dilma Rouseff enfrentou nesta quinta-feira uma manifestação de estudantes e servidores da Universidade Federal do ABC durante a inauguração de uma unidade de saúde em São Bernardo do Campo, ao lado do ex-presidente Lula. Antes mesmo do discurso de Dilma, cerca de 30 manifestantes com cartazes e megafones, protestaram contra o que consideram falta de vontade do governo de negociar o fim da greve em universidades federais de todo o País, iniciada em maio. "Dilma, a culpa é sua, a minha aula é na rua", gritavam os manifestantes que também pediam "negocia, negocia" a presidente. Os coros de protesto também diziam "dinheiro para a Copa tem, para a educação tem que ter também" e "queremos plano, carreira, meu dinheiro não é para o Cachoeira". Dilma passou a maior parte do tempo aparentemente alheia aos manifestantes e usou quase todo o seu discurso para elencar os programas de seu governo na área de saúde e elogiar ações do prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho (PT), no setor. Marinho, candidato à reeleição, foi o primeiro a comentar as manifestações ao discursar na inauguração simultânea de Unidades de Pronto Atendimento (UPA) em Porto Seguro (BA) e Brasília, além da cidade paulista. "Temos ai uma situação grevista. Mas tudo se acerta com o tempo", disse ele ao elogiar a UFABC pelas parcerias que fez com seu governo. Durante boa parte do discurso do prefeito, no qual ele citou realizações de sua gestão em várias áreas, os manifestantes gritaram "greve geral em toda a federal".

Pesquisadores encontram cerca de 100 obras inéditas de Caravaggio em Milão

Um grupo de historiadores encontrou nesta quinta-feira uma centena de desenhos e algumas pinturas inéditas do pintor barroco italiano Michelangelo Merisi, conhecido como Caravaggio (1571-1610), em Milão, no norte da Itália. O valor estimado das obras é de 700 milhões de euros. Os estudiosos acreditam que o artista tenha realizado estes trabalhos na juventude, quando era discípulo no ateliê do maneirista Simone Peterzano. Além das obras, os historiadores encontraram uma nota, assinada por Caravaggio, com uma série de queixas. Durante dois anos, os pesquisadores Maurizio Bernardelli Curuzu e Adriana Conconi Fedrigolli fizeram inspeções em igrejas de Milão e examinaram o fundo Peterzano, que possuía 1378 obras do pintor. "Era impossível que Caravaggio não tivesse deixado nenhum testemunho de seu trabalho entre 1584 e 1588", comentou Bernardelli. As investigações se basearam em uma metodologia que permitiu distinguir o traço geométrico que é característico do primeiro período romano de Caravaggio, a partir de rostos de jovens apresentados por ele em "O menino mordido por um lagarto" (1596). "Cada pintor tem uma obra que seria uma fonte de seu estilo", disseram os pesquisadores. Depois deste primeiro passo, eles buscaram obras com as mesmas proporções nos estúdios dos mestres do pintor. Cerca de 80 desenhos descobertos no fundo Peterzano foram reproduzidos em diversas ocasiões ao longo da trajetória de Caravaggio, garantiram os pesquisadores.

Telebrás faz acordo para centro de dados de R$ 60 milhões em Fortaleza

A Telebrás assinou um acordo com a prefeitura de Fortaleza para a construção de um centro de dados internacional, com investimentos de 60 milhões de reais, informou a estatal. No centro serão ancorados quatro dos cinco cabos ópticos submarinos, interligando Brasil, Estados Unidos, Europa, Mercosul e África Subsaariana. "O objetivo é baratear os custos de internet para os usuários de todo o País, ao diminuir o tráfego internacional de dados", informou a Telebrás em nota publicada em seu website nesta quinta-feira. A capital cearense é considerada um local estratégico devido à sua posição geográfica, distante cerca de 6.500 quilômetros dos principais centros de dados do Atlântico, segundo a operadora do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL).

Polícia Federal prende ex-presidente da Valec, esposa e seu filho

O ex-presidente da Valec, José Francisco das Neves, a mulher dele, Marivone Ferreira das Neves, e o filho, Jader Ferreira, foram presos nesta quinta-feira, em Goiânia, pela Polícia Federal, na operação Trem Pagador deflagrada em conjunto com o Ministério Público Federal. Além das ordens de prisão foram apreendidos cerca de R$ 60 milhões em bens. Assim como o Dnit, a Valec é uma estatal ligada ao Ministério dos Transportes e está sob investigação por corrupção. Quando revelado, o esquema acabou com a demissão do então ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento (PR). As primeiras investigações eram sobre a suspeita de superfaturamento das obras da Ferrovia Norte-Sul, sob responsabilidade da Valec, motivo pelo qual José Francisco foi afastado da presidência da empresa, no ano passado. Durante o processo foi identificado o aumento do patrimônio imobiliário de José Francisco, incompatível com a sua atividade de empregado público. Foi então que, em agosto do ano passado, foram iniciadas as investigações para apurar crimes de lavagem de dinheiro, atribuídos a Jose Francisco à mulher e aos filhos Jader e Karen. As suspeitas eram de que José Francisco estaria usando a mulher e os filhos como laranjas para proteger e ocultar o patrimônio "possivelmente obtido com o produto de crimes de peculato e de licitação que praticou no exercício do cargo de presidente da Valec", afirma o Ministério Público Federal. Esses indícios, segundo o Ministério Público Federal, foram reforçados com o resultado de pesquisas em bancos de dados e com informações encaminhadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Dilma, Lula e Luiz Marinho inauguram unidade de saúde em São Bernardo do Campo

A presidente da República, Dilma Rousseff (PT), inaugurou nesta quinta-feira, 5, a Unidade de Pronto Atendimento Alves Dias no bairro Assunção, em São Bernardo do Campo, ao lado do prefeito e candidato à reeleição na cidade Luiz Marinho e do ex-presidente Lula. Simultaneamente, ocorreu a inauguração de UPAs no Recanto das Emas, em Brasília, e Porto Seguro, sul da Bahia. Houve transmissão pela TV ao vivo das cerimônias em dois telões de LED instalados na rua em São Bernardo e nas cidades. Com isso, Dilma se fez presente em três inaugurações ao lado de prefeitos ao mesmo tempo. A abertura dos equipamentos de saúde com Dilma e Marinho ocorreu na véspera do início oficial da campanha eleitoral, e dois dias antes de a Justiça Eleitoral proibir que candidatos subam ao palanque em obras publicas. Dilma destacou as ações federais em parceria com governos estaduais e municipais para a saúde. Ela fez questão de ressaltar que o programa "De bem com a vida", que oferece saúde mesclado com esportes nas UBS de São Bernardo, "é tocado por mulheres". A conotação do evento se tornou mais eleitoral ainda após a Prefeitura espalhar faixas nas principais avenidas da cidade, convocando moradores para a inauguração. Ao lado delas, havia banners com fotos de Marinho e outros políticos de São Bernardo.

Dilma afirma, "temos um processo de melhoria na saúde pública"

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira que o País está em um processo de melhoria da saúde pública, que teve início na administração de seu antecessor Lula. Deve ser por isso que ela e ele se tratam no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. A afirmação foi feita durante discurso proferido em cerimônia de inauguração de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas, em São Bernardo Campo (SP). "Meu legado é fazer avançar este processo", disse a presidente, destacando que o Brasil tem um serviço de saúde diferenciado por conta dos mais de 100 milhões de brasileiros. Por essa razão, o atendimento tem de ser universal, gratuito e de qualidade, o que no seu entendimento é suprido pelas UPAs: "Essas unidades dão conta de atender com qualidade. Estamos num grande esforço porque reconhecemos que há falhas no serviço de saúde e só uma parceria pode resolver isso".

CPI quebra sigilo de quatro pessoas ligadas a Marconi Perillo

A CPI do Cachoeira aprovou na manhã desta quinta-feira a quebra de sigilos de quatro pessoas ligadas ao governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB). A iniciativa, com o apoio unânime de 24 parlamentares da comissão, tem por objetivo fechar o cerco contra o tucano. Perillo é suspeito de ter tido uma casa comprada e despesas de campanha pagas pelo esquema comandado pelo contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Foram quebrados os sigilos bancário e fiscal de Jayme Rincon, ex-tesoureiro da campanha de Perillo e atual presidente da Agência Goiânia de Transportes e Obras Públicas (Agetop). Convocado para depor na CPI, Rincon ainda não depôs porque apresentou atestados médicos. Ele terá de explicar suspeitas de caixa dois na campanha de Perillo e a negociação da venda da casa do governador de Goiás, local onde Cachoeira foi preso em fevereiro. A CPI quebrou também o sigilo de mensagens de celular e telefônico de Lúcio Fiúza Gouthier, ex-assessor especial de Perillo. Assim como Rincon, ele teria feito pagamento via caixa dois para quitar dívidas da campanha do governador goiano. A comissão quebrou ainda os sigilos telefônico e de mensagens de celular de Eliane Pinheiro, ex-chefe de gabinete do governador. Eliane, que ficou em silêncio quando compareceu à CPI no final do mês passado, é acusada de ter repassado informações sigilosas ao grupo do contraventor. O ex-presidente do Departamento de Trânsito (Detran) de Goiás Edivaldo Cardoso de Paula, que não foi localizado pela CPI para depor na última terça-feira, também teve seus sigilos bancário, fiscal, telefônico, de SMS quebrados na sessão desta manhã. Ele teria sido indicado para o cargo por Cachoeira. A comissão já havia quebrado os sigilos bancário, fiscal, telefônico e de SMS de Perillo desde janeiro de 2002. A comissão decidiu agora pedir cópia dos relatórios das Estações de Rádio Base (ERB) do governador de Goiás, nos quais é possível saber por onde ele passou. Esse mesmo pedido foi aprovado para o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT).

À revelia da direção nacional, PSD apoia Lacerda em Belo Horizonte

A direção do PSD em Belo Horizonte protocolou documento na Justiça Eleitoral mineira nesta quinta-feira, confirmando a decisão do partido no Estado de apoiar a candidatura à reeleição do prefeito Marcio Lacerda (PSB). O ato é contrário à orientação da direção nacional da legenda comandada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, de o partido aderir à campanha do ex-ministro petista Patrus Ananias. Em Minas Gerais, o PSD é ligado ao senador Aécio Neves (PSDB) e ocupa cargos inclusive de primeiro escalão no governo do tucano Antonio Anastasia, e corre o risco de sofrer uma intervenção de sua executiva nacional para o cumprimento da decisão tomada na noite de quarta-feira. "Rechaçamos veementemente qualquer interferência de outros Estados nas decisões de Minas", afirmou o secretário de Estado Extraordinário de Gestão Metropolitana, o deputado federal Alexandre Silveira, secretário-geral dos diretórios mineiro e municipal de Belo Horizonte do PSD. Segundo Silveira, a "decisão tomada em Brasília" de apoiar Patrus foi uma "tentativa de ingerência forte" e uma "agressão à democracia interna" do partido, que já havia decidido, em convenção no último dia 23, aderir à candidatura de Lacerda, que passou a ser comandada por Aécio após a saída do PT da aliança. O presidente da legenda em Minas, Paulo Simão Safady, no entanto, afirmou que "com absoluta certeza" haverá uma intervenção para que o PSD na capital acate o que foi decidido pela direção nacional. "Isso é uma insubordinação. A decisão do partido não pode ser contestada por alguns de seus integrantes", afirmou o empresário, que estava em Brasília e chegou a Belo Horizonte no fim desta manhã para tentar resolver a questão.

Submarino do Irã pode alimentar temores nucleares do Ocidente

O anúncio do Irã de que planeja construir seu primeiro submarino abastecido por energia nuclear alimentou especulações de que isso poderia servir de pretexto para o Estado islâmico produzir urânio altamente enriquecido e se aproximar do material potencial para bomba atômica. Especialistas ocidentais duvidam que o Irã -que está sob um embargo de armas da ONU - tem a capacidade para a qualquer momento em breve fazer o tipo de embarcação subaquática sofisticada que somente as potências mais poderosas do mundo têm atualmente. Mas eles dizem que o Irã poderia usar o plano para justificar mais atividade atômica, porque os submarinos nucleares podem ser alimentados por urânio refinado a um nível que também seria adequado para o núcleo explosivo de uma ogiva nuclear. "Tais submarinos usam frequentemente UAE (urânio altamente enriquecido)", disse o ex-inspetor-chefe nuclear da ONU, Olli Heinonen, acrescentando que era pouco provável que o Irã fosse buscar o combustível no exterior por causa da disputa internacional sobre seu programa nuclear. O país poderia, então, "citar a falta de fornecedores de combustíveis estrangeiros como justificativa para continuar em seu caminho de enriquecimento de urânio", afirmou Heinonen, atualmente no Centro Belfer para Ciência e Assuntos Internacionais da Universidade de Harvard. Qualquer movimento por parte do Irã para enriquecer o urânio a um grau maior de pureza iria alarmar os Estados Unidos e seus aliados, que suspeitam que o país esteja tentando desenvolver a capacidade para fazer bombas nucleares e querem que ele interrompa seu programa nuclear. Teerã nega qualquer ambição de armas atômicas.

CPI barra convocação de ex-tesoureiro de Dilma

A CPI do Cachoeira rejeitou nesta quinta-feira a convocação do deputado federal José de Fillipi (PT-AP), ex-tesoureiro da campanha presidencial de Dilma Rousseff. Numa tentativa de reagir à vinda do ex-diretor da estatal que cuida das rodovias no Estado de São Paulo (Dersa), o engenheiro Paulo Vieira dos Santos, o Paulo Preto, a oposição tentou, sem sucesso, convocá-lo. No primeiro momento, os tucanos buscaram aprovar a vinda de José de Fillipi no mesmo bloco de sete pessoas convocadas um pouco antes pela CPI. Nesse pacote, estavam Paulo Preto e o ex-diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit), Luiz Antonio Pagot. A comissão, contudo, não aprovou a sugestão de votar o pedido no bloco. Na votação em separado, o pedido foi negado por 17 votos a 10. O relator da CPI, Odair Cunha (PT-MG), disse que a comissão não está investigando caixa dois de campanhas políticas, mas uma "organização criminosa que tem tentáculos em várias partes do País, e precisamos entender estes tentáculos". "Não há suspeitas de fraudes contra o deputado José Filippi", afirmou. Em entrevista, o ex-tesoureiro da campanha de Dilma foi acusado pelo ex-diretor do Dnit de ter feito pressão para que Pagot pedisse contribuições de campanha para o PT de empreiteiras que têm contratos com o órgão. Durante os debates, o líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR), defendeu a convocação do ex-tesoureiro petista. "Desconhecer que Zé Fillippi é citado por Pagot é absurdo", disse. "Não ouvir o senhor de Fillippi é dar dois pesos, duas medidas", criticou.

Ideli pede cuidado com reajuste para os servidores

A ministra da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse na manhã desta quinta-feira que o governo federal precisa "tratar com cuidado qualquer tipo de reajuste". A declaração foi feita durante entrevista concedida ao programa "Bom Dia, Ministro". "O Brasil vai bem, continuamos crescendo, distribuindo renda, gerando emprego, mas a crise na Europa e nos Estados Unidos, está muito pesada. Temos de tratar com cuidado qualquer tipo de reajuste, porque, quando você (o) concede, significa que aquele gasto é permanente, para o resto da vida. Então precisa ser avaliado permanentemente conforme a condição daquele momento e da perspectiva futura", afirmou a ministra. O relator do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), atendeu ao governo e rejeitou em seu parecer a proposta que garante autonomia aos poderes Judiciário e Legislativo de incluir no Orçamento da União recursos para pagar despesas de pessoal, sem o aval do Executivo. Valadares propôs uma saída política ao impasse entre o Judiciário e o governo por causa do reajuste dos servidores, incluindo uma autorização para que os recursos sejam inseridos na proposta de Orçamento.

CPI convoca ex-donos da Sigma Engenharia para depor

A CPI do Cachoeira aprovou nesta quinta-feira a convocação dos empresário José Augusto Quintella e Romênio Marcelino Machado, ex-donos da Sigma Engenharia. Em conversa gravada com os dois, o principal acionista da Delta Construções, Fernando Cavendish, disse que comprava com "R$ 6 milhões um senador". A Sigma foi comprada pela Delta. A ida dos dois à CPI foi aprovada por 15 votos a favor e 12 contra. O deputado Silvio Costa (PTB-PE) defendeu a convocação da dupla. "É impressionante como a CPI convoca o Cavendish e não convoca os donos da Sigma que denunciaram o Cavendish", disse.

CPI do Cachoeira convoca dono da Delta e ex-diretor do Dnit

Após intenso debate e acusações de direcionamento de investigações pelo PSDB, a CPI do Cachoeira aprovou nesta quinta-feira a convocação do principal acionista da Delta Construções, Fernando Cavendish; do ex-diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antonio Pagot, e do prefeito de Palmas, Raul Filho (PT). Sob protestos do PSDB, também foi aprovada a convocação do ex-diretor da Dersa, Paulo Vieira dos Santos, o Paulo Preto. Em uma votação em bloco com o apoio unânime de 26 integrantes, a comissão aceitou chamar sete pessoas, seguindo o roteiro traçado pelo relator da CPI, deputado Odair Cunha (PT-MG). A oposição acusou o relator de não convocar no mesmo bloco o deputado federal José de Fillipi (PT-SP), que foi tesoureiro da campanha de Dilma Rousseff. Com 11 pedidos para comparecer à CPI, o dono da Delta foi convocado porque a empreiteira é suspeita de ser usada no desvio de recursos e pagamento de propinas a autoridades pelo esquema do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. A Delta é a principal empreiteira do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC. A comissão aprovou a convocação do prefeito petista de Palmas, flagrado em um vídeo no qual negocia apoio de Cachoeira para as eleições de 2004. Existiam seis pedidos para trazê-lo à comissão. O ex-diretor do Dnit foi convocado para falar sobre as acusações de que petistas e tucanos teriam exercido pressão para arrecadações de campanha presidenciais de Dilma Rousseff e José Serra. O Dnit também tem contratos com a Delta, investigada pela CPI. O motivo de maior protesto durante a sessão foi a convocação do ex-diretor da estatal que cuida das rodovias do Estado de São Paulo (Dersa), Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto. A Dersa firmou contratos com a Delta e o ex-diretor do Dnit acusou Paulo Preto de ter feito caixa dois em campanhas tucanas. A comissão convocou a ex-mulher de Cachoeira, Andréa Aprígio, apontada pelas investigações da CPI e pela Polícia Federal como laranja do esquema de corrupção do contraventor. Outro convocado foi o empresário paulista Adir Assad, cujas empresas receberam R$ 50 milhões da Delta. A suspeita é que seja laranja do contraventor. No bloco, a CPI aprovou o convite para que o juiz federal Paulo Augusto de Moreira Lima vá à comissão. Responsável por decretar a prisão de Cachoeira e seu grupo, o juiz federal deixou o caso porque disse ter sido ameaçado de morte.

Produção de veículos no Brasil em junho cai 2,6% sobre maio

A produção brasileira de veículos em junho recuou 2,6% na comparação com maio, para 273,6 mil unidades, informou a associação de montadoras, Anfavea, nesta quinta-feira. Na comparação com junho de 2011, a produção do mês passado apurou uma queda de 7,6%. No semestre, o setor produziu 1,55 milhão de veículos, 9,4 por cento menos que nos primeiros seis meses do ano passado.

Conab mantém safra de soja 2011/12 do Brasil e eleva a do milho

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estimou nesta quinta-feira a safra de soja do Brasil na temporada 2011/12 em 66,37 milhões de toneladas, previsão estável na comparação com o levantamento divulgado em junho. A colheita 11/12 de soja do Brasil, o segundo produtor global após os Estados Unidos, já está encerrada. A safra de soja 11/12 foi severamente afetada por uma seca, que atingiu especialmente as lavouras do Sul do País. No ano passado, o Brasil produziu um volume recorde da oleaginosa (75,3 milhões de toneladas). Por outro lado, a Conab elevou a previsão de safra de milho do Brasil 11/12 para um recorde de 69,48 milhões de toneladas, ante projeção de 67,79 milhões de toneladas em junho. Na temporada passada, o Brasil produziu 57,4 milhões de toneladas de milho. A colheita da segunda safra de milho do Brasil, que deverá atingir um recorde, está em andamento.

ONG de Goiás dá R$ 23 milhões a faculdade investigada

Sigilos bancários obtidos pela CPI do Cachoeira revelam que a Faculdade Padrão, do empresário Walter Paulo Santiago, recebeu R$ 22,9 milhões da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), entidade comandada hoje pela primeira-dama do Estado, Valéria Perillo. Segundo dados repassados aos parlamentares pelo Banco Industrial e Comercial (BIC Banco), os valores foram transferidos entre os anos de 2007 e 2012 como parte do programa Bolsa Universitária. Em 2012, a instituição de ensino já recebeu R$ 2,4 milhões das Voluntárias de Goiás. Em 2010, por exemplo, o repasse da entidade foi de R$ 3,35 milhões. Naquele ano, a Faculdade Padrão declarou à Receita Federal ter movimentado R$ 7 milhões em créditos e receita bruta de R$ 16,1 milhões. Um ano depois, o repasse da OVG à instituição de ensino subiu para R$ 4,4 milhões. Valéria Perillo está pela segunda vez à frente da OVG. Entre 1999 e 2006, ela foi responsável por instituir o programa de bolsas para alunos carentes, do qual participa a Sociedade de Educação e Cultura Goiana Ltda. (razão social da Faculdade Padrão). Em 2004, a instituição de ensino ganhou benefício fiscal pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), do governo federal. A isenção vai até 2014. Walter Paulo é uma das peças do quebra-cabeça em que se transformou a venda da casa do governador Marconi Perillo (PSDB), em Goiânia. O contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, foi preso no local pela Operação Monte Carlo, da Polícia Federal. Perillo diz ter vendido o imóvel para Walter Paulo.

Tunísia convoca reunião árabe para discutir morte de Arafat

A Tunísia convocou ministros árabes para discutirem a morte do ex-presidente palestino Yasser Arafat, após novas suspeitas de que ele teria sido assassinado, disse um dirigente da Liga Árabe nesta quinta-feira. A Autoridade Palestina aceitou na quarta-feira exumar o corpo de Yasser Arafat após novas alegações de que ele teria sido envenenado em 2004 pelo elemento radiativo polônio-210, o mesmo que matou um espião russo em Londres em 2006. "“O secretariado-geral recebeu uma solicitação hoje do representante tunisiano para estudar as circunstâncias da morte do líder palestino Yasser Arafat", disse Ahmed ben Helli, subsecretário-geral da Liga Árabe. Ele afirmou que o objetivo do encontro é determinar como os países árabes desejam lidar com a questão, em coordenação com os palestinos.

CNI alerta que capacidade instalada da indústria caiu a 80,7% em maio

A Utilização da Capacidade Instalada (UCI) na indústria brasileira caiu para 80,7% em maio, contra 81,0% em abril, atingindo o pior patamar desde setembro de 2009, quando ficou em 80,6%, informou a Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta quinta-feira, conforme dados dessazonalizados. Em maio do ano passado, a UCI estava em 82,5%. A queda de maio é a quarta consecutiva, indicando que o setor opera com níveis de estoque acima do desejado por conta, entre outros, pela atividade econômica fraca. A variável de faturamento real compilada pelos Indicadores Industriais da CNI caiu 0,4% em maio sobre abril, para 124,9 pontos, o pior nível o desde fevereiro quando estava em 123,7 pontos. As horas trabalhadas na produção recuaram 1,4%, para 106,6 pontos. O indicador de emprego ficou na contramão da tendência teve uma leve alta de 0,1%, para 112,5 pontos. Por meio de nota, a CNI argumentou que a "atividade industrial brasileira encontra-se cada vez mais fraca". O desempenho do setor industrial tem impedido a retomada mais vigorosa do crescimento econômico, afetado pela crise internacional. Em maio, a produção industrial registrou o terceiro mês consecutivo de retração, ao cair 0,9% frente a abril, pior do que o esperado pelo mercado. Na comparação com maio de 2011, a produção diminuiu 4,3%. O governo tem lançado mão de uma série de medidas para tentar reativar a indústria. Reduziu impostos para consumo, ampliou programa de compras governamentais e até liberou compulsório de bancos -parcela dos recursos depositados nas instituições financeiras que fica presa no Banco Central.

Anfavea avisa que venda de máquina agrícola no Brasil caiu 3,9% no semestre

As vendas de máquinas agrícolas no Brasil tiveram queda de 3,9 por cento no primeiro semestre de 2012 na comparação com o mesmo período do ano anterior, informou nesta quinta-feira a Anfavea, a associação que representa as montadoras no País. No semestre, as vendas somaram 31.310 unidades. As vendas de máquinas cresceram 4,6% em junho sobre maio e 2% na comparação com o mesmo período do ano passado, para 5.745 unidades. A produção em junho somou 6.348 unidades, queda de 6,5% sobre maio e baixa de 4,5% sobre junho de 2011. No semestre, a produção somou 41.764 unidades, alta de 3,5% sobre o mesmo do ano passado. Em junho, o Brasil exportou 1.225 unidades, alta de 4% sobre maio e queda de 20,3% sobre junho de 2011. No semestre, as exportações somaram 8.607 unidades, queda de 0,5% na comparação anual. Em valores em junho, as exportações do setor renderam divisas de 227,3 milhões de dólares, queda de 9,2% sobre maio e de 8% sobre o mesmo mês de 2011. As exportações fecharam o semestre com vendas em 1,61 bilhão de dólares, alta de 5,3%.

Dilma é protagonista do episódio mais vergonhoso da política externa brasileira em quase 10 anos de governo petista: incitamento a um golpe militar! Ou: Venezuela de Chávez no Mercosul traz o narcotráfico para o bloco

Do jornalista Reinaldo Azevedo - Na política externa, Dilma Rousseff chegou a emitir alguns sinais benignos na relação com o Irã. Chegou-se a imaginar que o país pudesse ter se reconciliado com a racionalidade e com os fundamentos universais da democracia. Que nada! Oito anos do megalonaniquismo de Celso Amorim no Itamaraty não levaram o país a um papel tão vergonhoso quanto o desempenhado na crise paraguaia. Sim, senhores! Dona Dilma Rousseff, aquela que deu posse à Comissão da Verdade, aquela que não perde a chance de exaltar seus “camaradas” de luta — todos eles, como ela própria, empenhados então em instalar no Brasil uma ditadura comunista, aquela que tentou punir militares da reserva porque expressaram um descontentamento (e o fizeram dentro da lei), esta mesma Dilma Rousseff pôs as suas digitais no que foi nada mais, nada menos do que o incitamento a um golpe militar no Paraguai. A safra de esquerdistas latino-americanos no poder não descarta, então, apelar às forças uniformizadas, não é? Desde que os tanques estejam a favor da “boa causa”: a deles! As revelações feitas agora pela cúpula do governo uruguaio não deixam a menor dúvida: Dilma não foi apenas uma das articuladoras da suspensão do Paraguai do Mercosul. Ela também foi a principal artífice do golpe — este na esfera diplomática — que aprovou o ingresso da Venezuela no grupo. A presidente brasileira atuou para acolher um governo que, dias antes, havia se reunido com a cúpula militar paraguaia para incitar uma quartelada. Se os generais do Paraguai tivessem feito o que lhes recomendou Chávez, a Constituição do país teria sido rasgada. Fernando Lugo teria sido mantido no poder pelos tanques, e a nossa presidenta certamente estaria chamando a solução, agora, de “democrática”. VEJA Online havia revelado em primeira mão a tentativa de quartelada chavista. Os filmes que vieram a público não deixam a menor dúvida. O Apedeuta e seu Megalonanico tentaram desestabilizar Honduras também. Naquele caso, no entanto, tentou-se criar um levante popular em favor de Manuel Zelaya. Ocorre que o povo hondurenho não queria o malucão de volta, como o paraguaio não quer o retorno do bispo “pegador”. Desta feita, a coisa chega a ser mais asquerosa porque se tentou uma solução que já foi, digamos assim, um clássico na América Latina: a quartelada! Narcotráfico A cúpula do governo de Hugo Chávez está infiltrada pelo narcotráfico, e muitos de seus generais são parceiros da Farc. Não se esqueçam de que armamento pesado das forças venezuelanas já foram encontrados com os narcoguerrilheiros. No dia 5 de maio, José Casado informava no Globo: Desde a última quarta-feira, o nome do venezuelano Eladio Ramón Aponte Aponte reluz na lista “vermelha” da Interpol, a pedido do governo de seu país. (…) A vida de Aponte, de 63 anos, mudou seis semanas atrás. Era um homem da lei. Virou foragido da Justiça. Era um dos pilares do governo Hugo Chávez. Tornou-se o “inimigo número um” caçado pelos chavistas. Era presidente do Tribunal Superior de Justiça - a Suprema Corte venezuelana. Agora é um delator da DEA, a agência antidrogas dos Estados Unidos. Ele confessou cumplicidade com uma rede sul-americana de narcotráfico. E admitiu ter manipulado processos judiciais para favorecer traficantes cujos negócios — contou — eram partilhados com alguns dos mais graduados funcionários civis e militares do governo Chávez. Citou especificamente: o ministro da Defesa, general de brigada Henry de Jesús Rangel Silva; o presidente da Assembleia Nacional, deputado Diosdado Cabello; o vice-ministro de Segurança Interna e diretor do Escritório Nacional Antidrogas, Néstor Luis Reverol; o comandante da IVa Divisão Blindada do Exército, Clíver Alcalá; e o ex-diretor da seção de Inteligência Militar, Hugo Carvajal. O juiz Aponte Aponte conheceu a desgraça em março, quando seu nome foi descoberto na folha de pagamentos de um narcotraficante civil, Walid Makled. Convocado para uma audiência na Assembleia Nacional, desconfiou. Na tarde de 2 de abril, ajeitou papéis em uma caixa, deixou o tribunal e entrou em um táxi. Rodou 500 quilômetros até um aeroporto do interior, alugou um avião e aterrissou na Costa Rica. Ali, pediu para entrar no sistema de proteção que a agência antidrogas dos EUA oferece aos delatores considerados importantes. Três semanas atrás, o juiz-delator reapareceu em uma entrevista ao canal Soi TV, da Costa Rica, contando em detalhes como é feita a manipulação de processos judiciais para livrar da prisão traficantes vinculados a personalidades do governo. Deu como exemplo um caso no qual está envolvido um ex-adido militar venezuelano no Brasil, o tenente-coronel Pedro José Maggino Belicchi. Segundo o juiz-delator, Maggino Belicchi integra a rede militar que há anos utiliza quartéis da IVª Divisão Blindada do Exército da Venezuela como bases logísticas para transporte de pasta-base e de cocaína exportadas por facções da Farc, a narcoguerrilha colombiana. O tenente-coronel foi preso em flagrante no dia 16 de novembro de 2005, com outros militares, transportando 2,2 toneladas de cocaína em um caminhão do Exército (placa EJ-746). Na presidência da Suprema Corte, Aponte Aponte diz ter recebido e atendido aos apelos da Presidência da República, do Ministério da Defesa e do organismo venezuelano de repressão a drogas para liberar Magino Belicchi e os demais militares envolvidos. Faz parte da rotina judicial venezuelana, ele contou na entrevista à televisão da Costa Rica. O general Henry de Jesus Rangel Silva, citado pelo juiz-delator, comandou a Quarta Divisão Blindada, uma das unidades mais importantes do Exército venezuelano. Desde 2008, ele figura na lista oficial de narcotraficantes vinculados às Farc colombianas e cujos bens e contas bancárias estão interditados pelo governo dos Estados Unidos. Em janeiro, o presidente Hugo Chávez decidiu condecorá-lo em público e promovê-lo ao cargo de ministro da Defesa. “Rangel Silva é atacado”, justificou Chávez em discurso. (…) Encerro - É essa gente que Dilma Rousseff e Cristina Kirchner estão levando para o Mercosul.