sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Google Street View flagra poluição produzido por queima de lixo hospitalar em Cachoeirinha ao lado de grande condomínio da Bolognesi

Google Street View em Cachoeirinha
Add caption
Rua Frederico Augusto Ritter 
Condomínio horizontal da Bolognesi
O Google Street View está se tornando o maior facilitador do trabalho do Ministério Público do Rio Rio Grande do Sul na área ambiental. Os carros do Google Street View flagraram a produção de poluição no próprio momento em que ela estava sendo produzida, na incineração de lixo hospitalar em Cachoeirinha, no Rio Grande do Sul (cidade colada a Porto Alegre). Cachoeirinha localiza-se junto ao rio Gravataí. A cidade fica situada em um ponto estratégico na Região Metropolitana da capital gaúcha, com acesso facilitado aos municípios de Porto Alegre, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, Gravataí e Alvorada. Em julho do ano passado, o veículo da Google Street View mapeou as ruas e avenidas do município de Cachoeirinha. As fotos coletadas na cidade foram incluídas no Street View permitindo ao usuário da internet fazer um passeio pelas artérias públicas do município gaúcho. O internauta, ao usar o Google Street View, consegue fazer um passeio pelas ruas de Cachoeirinha tendo uma visão de 360 graus. Se desejar, poderá utilizar a ferramenta “zoom”, para ver detalhadamente a fachada de uma empresa, ou qualquer ponto escolhido na imagem coletada pelo veículo da Google Street View. Em Cachoeirinha, o Google Street View percorreu a rua Frederico Augusto Ritter até chegar ao cruzamento com as ruas Salseiro e Euclides Gomes de Oliveira, onde coletou uma imagem impressionante. Uma chaminé de um incinerador de lixo hospitalar expelindo uma fumaça preta e cinza. As instalações são da empresa Ambientus Tecnologia Ambiental Ltda, e fica localizado na rua Euclides Gomes de Oliveira, nº 60. A fumaça preta que é vista saindo da chaminé é proveniente de queima lixo hospitalar. Essa fumação pode ser tóxica, até cancerígena, e prejudicial à saúde de moradores do condomínio horizontal da empreiteira Bolognesi, vizinha do empreendimento, e do restante entorno da Ambientus. O incinerador de lixo hospitalar está situado a menos de 100 metros da rua Frederico Augusto Ritter, onde está instalado um condomínio de casas da empresa Bolognesi Engenharia. De um lado da rua Frederico Augusto Ritter é área integrante do Distrito Industrial de Cachoeirinha, onde existe o incinerador de lixo hospitalar. Do outro lado dessa rua, a Prefeitura de Cachoeirinha trata como residencial. E quem sofre com isso provavelmente são as famílias que moram no condomínio da Bolognesi. Certamente as famílias que compram a “casa tão sonhada” na rua Frederico Augusto Ritter, em Cachoeirinha, desconhecem que a frente do imóvel há um incinerador de lixo hospitalar, cuja chaminé expele fumaça preta e cinza dia e noite. O caso requer a inspeção da “Força Tarefa” da Promotoria do Meio Ambiente do Rio Grande do Sul, que é coordenação pelo promotor Daniel Martini. A Força Tarefa é integrada também pela Delegacia do Meio Ambiente da Polícia Civil, pelo Batalhão Ambiental, da Brigada Militar, entre outros órgãos públicos.

Condenado fiscal do Ibama que recebia propina para beneficiar a empresa Ambitec Ltda, do grupo Brasil Ambiental

Denunciado pelo Ministério Público Federal no Espírito Santo em setembro de 2008, o fiscal Miguel Dalarmelina, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), foi condenado pela Justiça Federal a nove anos e seis meses de prisão pela prática dos crimes de corrupção passiva, violação de sigilo funcional e tráfico de influência. Ele também terá que pagar uma multa de R$ 6,65 mil. Na condição de fiscal do Ibama, Dalarmelina recebia propina para multar e embargar lixões municipais, o que resultava na ampliação de mercado para a atuação de determinadas empresas, o que configura corrupção passiva. Quanto à violação do sigilo funcional, ele repassou a um representante da Aracruz Celulose informações sobre uma futura fiscalização da autarquia em uma área de preservação permanente que estava sendo desmatada pela empresa. Além disso, o fiscal solicitou vantagem indevida, um estágio para sua filha, à empresa Flexibrás Tubo Flexíveis S/A, a pretexto de influenciar em pareceres prestados por outro servidor do Ibama, o que caracteriza a prática do crime de tráfico de influência. Também foram condenados o responsável pelo grupo Brasil Ambiental, Tércio Borlenghi Júnior; Leônidas Farias, funcionário do grupo; e Valdir Damo e Telmyr Benício da Silva, respectivamente sócio-administrador e funcionário da Central de Tratamento de Resíduos de Vila Velha (CTRVV). Os quatro foram condenados por corrupção ativa, que consiste em oferecer ou prometer vantagem indevida a funcionário público para que ele pratique, omita ou retarde ato sob sua responsabilidade. Telmyr foi condenado também por crime contra a fauna por envolvimento no comércio ilegal de animais silvestres. Miguel Dalarmelina recebeu vantagem indevida para autuar lixões municipais em Ibiraçu, Jaguaré, São Mateus, Mantenópolis e Barra de São Francisco. A autuação desses lixões resultou na ampliação do mercado para a empresa Ambitec Ltda., do grupo Brasil Ambiental. O esquema era intermediado por Leônidas Farias, amigo de longa data de Miguel Dalarmelina. Leônidas, aliás, chegou a acompanhar o fiscal do Ibama na inspeção ao lixão de Ibiraçu. Após o embargo desse lixão, a prefeitura firmou contrato de prestação de serviços com a Ambitec, do grupo controlado por Tércio. A mesma empresa também foi beneficiada em relação ao lixão de São Mateus. Valdir Damo e Telmyr Benício da Silva também se associaram a Miguel Dalarmelina para afastar concorrentes e aumentar a participação no mercado da empresa que representavam. Em troca, a CTRVV pagaria a faculdade do filho do fiscal do Ibama. A denúncia foi ajuizada pelo Ministério Público Federal no dia 30 de setembro e recebida pela Justiça Federal no dia 1º de outubro. A sentença é do último dia 31 de agosto. O número da ação para acompanhamento processual no sítio da Justiça Federal (www.jfes.jus.br) é 2005.50.01.009037-4. Essa empresa Ambitec é aquela mesma que apareceu recentemente em duas licitações para contratação de serviços de coleta de lixo, em Canoas e Porto Alegre, ambas dirigidas para serem entregues à Revita, do Grupo Solvi (leia-se Vega Ambiental). A Ambitec se inscreveu entre os disputantes embora não atendesse às exigências dos editais, apenas para fazer "parede" e dar aparência de existência de concorrência em licitações das prefeituras de Canoas e Porto Alegre.

Coordenador de segurança da Rio-2016 acusado de desviar R$ 18 milhões no Pan-2007

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016 nomeou para o cargo de diretor de segurança do órgão o delegado Luiz Fernando Corrêa, ex-diretor geral da Polícia Federal e réu em um processo que tramita na Justiça Federal por desvio de dinheiro público. Segundo o Ministério Público Federal, ele teria lesado os cofres nacionais em pelo menos R$ 18 milhões, por meio de contratos superfaturados, quando coordenava os serviços de segurança dos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro. À época, Corrêa era secretário Nacional de Segurança Pública, no Ministério da Justiça. A secretaria dirigida por ele foi a responsável pela coordenação da segurança no Pan e também pela contração de serviços e compra de equipamentos usados na proteção de atletas e autoridades. Em fevereiro de 2007, o delegado assinou um contrato para a aquisição de equipamentos de inteligência com o Consórcio Integração Pan, formado por um grupo de empresas, entre elas a Motorola. A compra dos equipamentos custou R$ 174 milhões e foi feita sem licitação, sob a alegação de que o contrato tratava de assunto ligado à segurança nacional. A aquisição foi feita, inclusive, sem pesquisa de preços no mercado, contrariando o que determina a legislação de compras públicas. A ausência dessa pesquisa chamou a atenção do Ministério Público Federal, que abriu uma investigação sobre o contrato ainda em 2007. O órgão solicitou uma perícia ao INC (Instituto Nacional de Criminalística, da Polícia Federal) para verificar se as compras foram feitas com preço justo. Os peritos escolheram os produtos de mais fácil comparação de preços. Cerca de R$ 40 milhões em compras foram analisados. Resultado: 80% de superfaturamento. Ou seja, de acordo com o INC, os produtos que foram comprados pelo governo por R$ 40 milhões poderiam ter sido comprados por R$ 22 milhões. Isto é, R$ 18 milhões a menos. Usando como prova essa perícia, o Ministério Público Federal abriu em junho de 2011 uma ação civil pública pedindo a condenação de Corrêa por improbidade administrativa. Vinte volumes de documentos que sustentam a tese de superfaturamento foram encaminhados para a 8ª Vara Federal de Brasília, onde o processo tramita em segredo de Justiça. Entre os documentos, estão pareceres dos consultores jurídicos do próprio Ministério da Justiça, os quais informaram o delegado, ainda em 2007, que a pesquisa de mercado era necessária para a contratação dos serviços do Consórcio Integração Pan, mesmo que sem licitação. Esses pareceres, no entanto, foram ignorados por Corrêa e, agora, tornaram-se provas contra ele. No mesmo processo no qual Corrêa é réu, também estão sendo processadas as empresas que formam o Consórcio Integração Pan e Odécio Carneiro, que é delegado da PF e que foi coordenador do Grupo de Trabalho de Tecnologia da Informação do Pan de 2007. Mesmo processado pela Procuradoria da República, Carneiro era, até a última quarta-feira, diretor da Secretaria de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça. O órgão cuidará dos esquemas de segurança da Copa do Mundo de 2014, da Conferência da ONU Rio+20 e da Olimpíada de 2016. Os promotores que ajuizaram o processo solicitaram à Justiça o bloqueio imediato dos bens de todos os envolvidos para tentar garantir que os réus devolvam à União o dinheiro gasto indevidamente. O juiz responsável pelo caso, contudo, decidiu ouvir os envolvidos antes de decidir sobre o bloqueio. Portanto, Corrêa e Carneiro seguem com seus bens disponíveis. Corrêa prossegue no comando da segurança dos Jogos Olímpicos de 2016, e entre suas responsabilidades está a assinatura de contratos de aquisição de serviços e produtos de segurança para o evento.

Suspeito de vazar dados para o WikiLeaks será julgado em corte militar

Um tribunal militar recomendou nesta quinta-feira que Bradley Manning, analista do Exército, seja julgado em uma corte marcial. Ele é suspeito de vazar documentos secretos para o site WikiLeaks e, se for condenado, pode pegar prisão perpétua. Visto como herói por ativistas antiguerra e traidor por quem alega que o vazamento colocou vidas em risco, Manning passou de um desconhecido a uma pedra no sapato do governo americano. Ele enfrenta mais de 20 acusações, incluindo uma de "colaborar com o inimigo", já que teria transmitido ao site centenas de milhares de documentos oficiais relacionados às guerras do Iraque e do Afeganistão, vídeos comprometedores e milhares de telegramas do Departamento de Estado americano. Manning está preso desde 2010 no Estado da Virgínia. O Exército americano afirmou que o tribunal militar concluiu que há provas suficientes de que o acusado cometeu os delitos dos quais é acusado. A recomendação desta quinta-feira agora será analisada por uma comissão de líderes militares e o comandante do distrito militar de Washington, o general Michael Linnington, vai tomar a decisão final. A promotoria alega que Manning se comunicou diretamente com o fundador do WikiLeaks, Julian Assange. Os documentos publicados pelo site foram o maior vazamento de dados secretos da história americana. Entre eles estava um vídeo de 2007 mostrando o ataque de um helicóptero americano, no qual um jornalista e um civil foram mortos, além de 250 mil comunicados diplomáticos secretos. Após ser preso, Manning foi levado para uma prisão militar em Quântico, no Estado da Virgínia.

Governo petista do Distrito Federal tem mais de 13 mil comissionados (CCs)

O governo petista do Distrito Federal (GDF) possui 13.499 cargos comissionados divididos em administrações regionais, secretarias e a Procuradoria Geral, segundo dados fornecidos pela Administração de Brasília. Atualmente, a Secretaria de Saúde lidera com 2.541 cargos de confiança, seguida pela Secretaria de Estado de Governo, com 749 cargos, e a Secretaria de Educação, com 638 CCs. Nas administrações regionais, Ceilândia apresenta o maior número, com 180 cargos comissionados (CCs). Na sequência, as administrações de Brasília, Gama, Taguatinga e Planaltina possuem 150 funcionários comissionados cada. A assessoria do GDF explica que o "governo cumpre a recomendação de compor seus quadros em comissão com, pelo menos, 50% de servidores efetivos". Para o deputado federal Ronaldo Fonseca (PR/DF), o índice de cargos comissionados é muito alto, prejudicando assim “a qualidade do serviço público”. Antes do recesso ele apresentou uma proposta no Congresso que pretende “limitar” para 2% o número de comissionados. “Minha proposta é que em oito anos vá se gerando uma contagem regressiva, ou seja, em dois mandatos o número de cargos comissionados terá que reduzir a 2%”, explica. A proposta prevê ainda o limite no gasto de contratação, que não poderá exceder 5%.

PM do Amapá prende ex-senador Gilvam Borges por crime ambiental

O ex-senador Gilvam Borges (PMDB) foi detido por volta das 17 horas desta quinta-feira pelo batalhão ambiental da Polícia Militar do Amapá. O fato ocorreu na rodovia Duca Serra, após denúncia de populares de que o ex-senador, com o uso de um trator, aterrava uma área de ressaca com o objetivo de colocar barras de concreto às margens da rodovia, sem a devida licença dos órgãos ambientais. Gilvam Borges, que é adversário político do atual governador, Camilo Capiberibe (PSB), identificou-se como o responsável pela obra e acabou detido por crime ambiental. Ele foi conduzido ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), no bairro Pacoval.

Brossard passa por intervenção cirúrgica cardíaca e recebe dois stents

Paulo Brossard de Souza Pinto, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, passou por uma intervenção cirúrgica na quarta-feira, no Complexo da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, sob o comando do médico Valter Lima, no Hospital São Francisco. Ocorreu tudo normalmente, e Brossard já é novo portador de dois stents que devem melhorar substancialmente suas condições. Brossard tinha duas grandes obstruções nas coronárias. Nesta quinta-feira, o ex-ministro Brossard já estava no quarto. E nesta sexta-feira deverá ir para casa, conforme prognósticos. O cirurgião que realizou a intervenção, Valter Lima, é um médico mineiro, que fez especialização em cateterismo em São Paulo, e pós-especialização em Toronto (Canadá). Paulo Brossard baixou ao hospital para fazer uma cineangiocoronariografia, para avaliar várias questões cardíacas. Seu coração não tinha contratividade. O exame encontrou duas grandes obstruções coronárias. Então foi resolvida a adoção do procedimento para colocação dos stents. O ex-ministro Paulo Brossard está com 87 anos.

Estados Unidos punem empresas de China, Cingapura e Emirados por laços com Irã

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, impôs nesta quinta-feira sanções a três empresas estrangeiras, com base na China, Cingapura e Emirados Árabes Unidos, por "fazer negócios com o setor energético do Irã". As empresas foram sancionadas por exportar petróleo refinado para o Irã, em violação da lei americana, segundo indicou o Departamento de Estado em comunicado. A ação afeta a firma chinesa Zhuhai Zhenrong, que Washington considera "o maior fornecedor de produtos de petróleo refinado ao Irã", além da cingapuriana Kuo Oil Pte Ltd e a árabe FAL Oil Company Limited. "Sob as sanções impostas, as três companhias estão proibidas de receber licenças de exportação, financiamento do Banco de Importações e Exportações dos Estados Unidos, além de empréstimos de mais de US$ 10 milhões de instituições financeiras americanas", assinala o comunicado. As sanções são as primeiras contra empresas estrangeiras desde agosto de 2011, e estão previstas na Lei Integral de Sanções, Responsabilidade e Desinvestimento (Cisada, na sigla em inglês), aprovada em julho de 2010 e que pune quem investir no setor energético do Irã. Os Estados Unidos consideram que a Zhuhai Zhenrong violou a lei ao entregar "mais de US$ 500 milhões em gasolina ao Irã entre julho de 2010 e janeiro de 2011", incluindo transações que superavam o máximo estabelecido pela legislação. Já a Kuo proporcionou "mais de US$ 25 milhões em petróleo refinado ao Irã entre o final de 2010 e o início de 2011", com transações que também ultrapassavam os limites impostos pela lei americana. Por último, a FAL destinou "mais de US$ 70 milhões em petróleo refinado ao Irã através de múltiplos envios no final de 2010".

Brasil quis evitar deportação em massa de haitianos, diz Cardozo

Apesar de o governo ter anunciado que deportará haitianos que cheguem ao Brasil sem visto, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que procura evitar, com as medidas recém-anunciadas, que haja deportação em massa dos imigrantes do país caribenho em situação irregular. Segundo ele, criou-se um impasse depois que o Conare (Conselho Nacional de Refugiados) decidiu que não tinha procedência o pedido feito pelos haitianos de refúgio político e remeteu o caso ao Ministério do Trabalho, para que a situação dos imigrados fosse regularizada. "Estávamos com um problema legal porque o cara pisava no Brasil e falava 'refúgio' o que, pela lei, garante a permanência do estrangeiro até que seu pedido seja examinado. O Conare então colocou o problema. Se não tomássemos nenhuma medida, a Polícia Federal seria obrigada a impedir a entrada de haitianos pela legislação brasileira. Se não fizesse isso, estaria prevaricando", disse Cardozo. "Temos solidariedade com o Haiti, mas temos que controlar nossa fronteira. Sem fechá-la, para que não tenhamos uma política igual à de outros países. Nunca fizemos a deportação em massa", completou.

Polícia do Rio de Janeiro prende novamente tenente-coronel Djalma Beltrami

O tenente-coronel Djalma Beltrami, ex-juiz de futebol, foi preso novamente esta tarde pela Corregedoria Geral Unificada. A decisão da Justiça aconteceu a partir da denúncia feita por seis promotores do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), do Ministério Público estadual. Em dezembro, ele já havia sido detido na operação Dezembro Negro, que investigou homicídios praticados por traficantes em São Gonçalo e que baseou esta denúncia. Beltrami foi preso em casa e levado para a 64ª DP (Vilar dos Teles). As investigações que levaram Beltrami de volta à prisão foram conduzidas pela Delegacia de Homicídios de Niterói com o apoio do Gaeco. Elas identificaram um esquema de distribuição de drogas na Região dos Lagos do Rio de Janeiro que tem origem no Complexo da Maré, no Rio, passando por entrepostos nos municípios de São Gonçalo e de Niterói. De acordo com a denúncia, os homicídios relacionados ao tráfico em São Pedro da Aldeia se intensificaram após a tomada do Complexo do Alemão pelo Estado. Para a manutenção do esquema, os promotores e o delegado Alan Luxardo concluíram que seria necessário o auxílio de policiais militares. Foram identificados policiais do 7º BPM (São Gonçalo). Além do tenente-coronel Beltrami, outros 12 policiais militares foram denunciados. Ao longo da investigação, escutas telefônicas autorizadas pela Justiça, revelaram que os policiais militares negociavam propinas com traficantes para não coibir o tráfico de drogas. Sargentos, cabos e soldados, que integravam o Grupo de Ações Táticas (GAT), combinavam com o denunciado Maico dos Santos "Gaguinho" o pagamento de propina semanal no valor de R$ 20 mil, dos quais R$ 10 mil eram, de acordo com a denúncia, repassados ao então comandante da unidade, Djalma Beltrami. O tenente-coronel chegou a ser preso no dia 20 de dezembro após a decretação de sua prisão temporária, porém, obteve o benefício do habeas corpus, concedido durante o plantão judiciário, no dia 21 de dezembro Na ocasião, o Tribunal de Justiça considerou que não havia elementos para manter Beltrami preso. Na denúncia, os promotores afirmam que um policial informa que repassará a propina ao "01", ao "comandante", que seria Beltrami. Para os promotores está claro que se trata do policial. Em seu relatório, o delegado Alan Luxardo se utiliza da gravação na íntegra, além de notícias crimes baseadas em disque-denúncia que tratam da época em que o tenente-coronel comandava o 14º BPM (Bangu). As informações para informar que o esquema de corrupção não aconteceria sem a participação do tenente-coronel Beltrami. Luxardo também explica em seu relatório que ele "não produziria provas contra si" e que os PMs não reprimiram o tráfico no morro da Coruja de onde todos receberiam propinas. A seguir trechos de interceptações telefônicas, autorizadas pela Justiça, que basearam o mandado de prisão contra o tenente-coronel: Primeiro, uma conversa entre o traficante Gaguinho e um policial militar: GAGUINHO: ALÔ! PM: FALA AÍ, TÁ PODENDO FALAR AÍ PARCEIRO? GAGUINHO: OI? PM: TÁ OUVINDO AÍ? GAGUINHO: TÔ PM: ENTÃO AQUELA HORA EU TIVE QUE INTERROMPER QUE TAVA COM UM PROBLEMINHA PARA RESOLVER AQUI. GAGUINHO: HÃ! PM: ENTÃO! É EU FALEI COM O MAIS ALTO (Comandante do Batalhão) AQUI ENTENDEU DESENROLEI COM ELE MAIS OU MENOS O QUÊ A GENTE FALOU AQUELA HORA AQUI, É VOCÊ TINHA FALADO QUE CONSEGUE CHEGAR ATÉ UNS "DEZ" (dez mil reais) NO NOSSO DIA PARA MANTER O DO COMANDO (Comando do Batalhão) E O NOSSO? ALVO: NÃO RAPÁ NÃO TEM COMO NÃO MANDAR "10 MIL" (dez mil reais) NÃO, TÔ FALANDO PARCEIRO QUE TEM COMO EU AUMENTAR O DE VOCÊS "MIL" (mil reais) A MAIS E DAR "DEZ" (dez mil reais) POR SEMANA PARA O "NÚMERO 1" (Comandante do batalhão), COMANDANTE ENTENDEU? ARREGAR ELE TAMBÉM ISSO QUE EU QUERO FAZER ENTENDEU? PM: O NOSSO É DA SEGUINTE FORMA; O QUE VOCÊ MANDAR PRA MIM EU VOU TIRAR UM PEDAÇO DO MEU PRA MANDAR PRO MEU COMANDO (Comandante do Batalhão), PRA MANDAR PRO "01" (Comandante do Batalhão), ENTENDEU? POR ISSO QUE EU QUERO FECHAR UM VALOR SÓ JUNTO, MEU E DO COMANDO (Comandante do Batalhão), PORQUE O QUE VOCÊ TIRAR PRA MIM, A PARTE DO COMANDO (Comandante do Batalhão) EU VOU TIRAR DAQUI PRA MANDAR, PORQUE CADA DIA É INDIVIDUAL, CADA DIA O CARA VAI PERDER UM PEDAÇO PRA LÁ, ENTENDEU? GAGUINHO: ENTÃO! E EU TAMBÉM, VOCÊ VAI PERDER UM PEDAÇO E ELE VAI FICAR TRANQUILÃO, QUE EU VOU MANDAR "DEZ" (dez mil reais) PRA ELE PRA ELE FICAR TRANQUILO, POR SEMANA, ENTENDEU? IGUAL AQUI ONDE EU TÔ, OS CARAS PAGA AS QUE RODA, ENTENDEU? E MANDA "DEZ" (dez mil reais) PRO "NÚMERO 1" (Comandante do Batalhão) ENTENDEU? PM: TÔ ENTENDENDO. GAGUINHO: O QUE ERA PRA ESSE QUE ASSUMIU AGORA QUE TAVA AÍ, MANDADÃO MANÉ, PORRA, TE FALAR HEIM! AQUILO ALI É UMA MULA. PM: EU VOU PASSAR A SITUAÇÃO PRO "01" (Comandante do Batalhão) AQUI E PRA GENTE VOCÊ MANDARIA "QUATRO" (quatro mil reais)? GAGUINHO: É! PÔ! MAS AÍ, E O QUE EU TÔ TE FALANDO, SE O OUTRO ENTRAR NUM ACORDO TAMBÉM, O COMANDANTE MAIOR (Comandante do Batalhão) TEM QUE ENTRAR NUM ACORDO. PM: POIS É! É O QUE EU VOU TENTAR FAZER AQUI. SÓ QUE POXA, O NOSSO PODE DAR UMA MELHORADINHA, SÓ O NOSSO, INDEPENDENTE DOS OUTROS DOIS DIAS, NÃO PODE? PRA FICAR LEGAL PRA TODO MUNDO. GAGUINHO: É O QUE EU TÔ FALANDO, POR CAUSA DE QUE EU VOU PODER TRABALHAR TRANQUILO E MELHORAR O DE VOCÊS, ENTENDEU? O DO CARA JÁ TÁ INDO, NÃO VAI ENTRAR MAIS NINGUÉM. PM: JUSTAMENTE ISSO, A INTENÇÃO É ESSA E QUEM TÁ ARTICULANDO TUDO É A GENTE, PORQUE A PRIMEIRA QUE FORMOU ESSE PAPO DE ACABAR COM ISSO TUDO E FICAR SÓ GENTE, FOI COM O NOSSO DIA, FOI COM O PLANTÃO DE HOJE. GAGUINHO: ENTÃO! VOCÊ VÊ AÍ SE CONSEGUE ENTRAR EM CONTATO COM O "01" (Comandante do Batalhão) DE VOCÊS, AÍ VOCÊ ME FALA O DIA, ME LIGA E MANDA ELE VIR AQUI AGORA E MARCA COM ELE ANTES, ME FALA UM DIA ANTES PRA EU MANDAR IR AÍ ENTENDEU? PM: TÁ! ENTÃO VAI MANDAR O NOSSO E "DEZ" (dez mil reais) POR SEMANA DO "01" (Comandante do Batalhão), É ISSO? GAGUINHO: É! PM: INDEPENDENTE DAS OUTRAS ALAS, AS OUTRAS ALAS É IGUAL AO NOSSO. GAGUINHO: AS OUTRAS EU DESENROLO. PM: BELEZA! EU VOU FALAR COM ELE AQUI. VAMOS FAZER O SEGUINTE, VOCÊ TEM COMO FAZER O NOSSO EM "CINCO" (cinco mil reais). GAGUINHO: ENTÃO! VAMOS VER, DEIXA EU VER COMO VAI FICAR ESSE DESENROLADO AÍ, PRA PODER O CARA, ELE ATÉ CONHECE O GRAVATA (advogado), O GRAVATA CONHECE ELE, MANDO O GRAVATA NA DIREÇÃO DELE E CONVERSA COM ELE, AÍ O GRAVATA VAI CONVERSAR COM ELE O QUE EU QUERO TAMBÉM, ENTENDEU? PM: JÁ É! TÁ FECHADO. VOU PASSAR PRA ELE AQUI E DAQUI A POUCO EU TE RETORNO. No dia 07 de outubro de 2011, às 20:03 hs, o traficante "Gaguinho" trava conversa com policial militar sobre a liberação de bailes funks na comunidade, destacando-se o trecho abaixo: Interlocutor: Ué, mas o bagulho da questão não é parar o arrego, não, o bagulho é vai lombrar o baile e se lombrar amanhã não enche" Gaguinho: Tá bom, pô, isso aí que tem que segurar é o Comandante, é com eles mesmo, muito dinheiro que eles estão levando, tá maluco" Interlocutor: Tem que ver Erick (presidente da Associação de Moradores do Morro da Coruja) para ver essa parada" Gaguinho: Só mandar ir lá pra ver, ué. Manda ele ligar lá pro Maior dele lá, fala pro Maior dele lá que esses caras do DPO quiser os R$ 500,00 vai parar o arrego se eles zoar, manda falar, assim mesmo a gente está dando o maior dinheirão, então ele tem que segurar esses caras aí" Interlocutor: Tá tranqüilo, vou ligar pra ele aqui agora" E, noutra ocasião, dentre tantas, no dia 10 de outubro de 2011, às 17:39 hs, há mais: Gaguinho: Fala aí, parceiro. O que que houve aí, cara. Tá quebrando o arrego (descumprindo o acordo para não reprimir o tráfico) PM: Não, eu não quebrei não. Gaguinho: Escuta! Olha só, deixa eu falar contigo. Eu anotei o número da sua viatura, vou mandar lá pro seu comandante maior, que ele leva 40 mil aí. Vai acabar o arrego por causa de tu e aí tu desenrola com ele. PM: Parceiro, olha só. O trato que temos contigo é não entrar no seu negócio. Nós pegamos o cara aqui na pista (fora da favela). Não entrei não. Não tenho trato com você na pista, não. O trato é não zoar (reprimir o tráfico) aí dentro. Agora tu vai me ameaçar? Então, tu liga pra quem tu quiser, parceiro".

TAM pode ser multada em até R$ 2,23 milhões por cancelamento de vôo

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) informou nesta quinta-feira que a TAM deverá ser multada em até R$ 2,23 milhões após o cancelamento na terça-feira (10) do voo JJ 8078, que ia do Rio de Janeiro para Nova York. A agência realizou uma reunião hoje com representantes da empresa para obter explicações sobre a assistência prestada aos passageiros na data. A TAM foi notificada na quarta-feira e deverá ser multada em até R$ 2,23 milhões após conclusão do processo administrativo para apuração dos fatos. Até o fim deste mês, a Anac afirma que será instalado um novo posto de serviço no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), na Ilha do Governador, zona norte do Rio de Janeiro. O vôo da TAM para Nova York, que deveria decolar às 23h05 de terça-feira, foi cancelado e só partiu às 11 horas de quarta-feira. Os passageiros reclamaram que não receberam comida e hospedagem da TAM. Eles disseram que funcionários da companhia aérea afirmaram que o vôo atrasaria porque a empresa responsável pela entrega dos alimentos não tinha providenciado as refeições que seriam servidas durante a viagem.

Prefeito cassado de Campinas é barrado ao viajar para Uruguai

O prefeito cassado de Campinas (SP) Demétrio Vilagra (PT) foi barrado pela Polícia Federal na tarde desta quinta-feira quando tentava embarcar no aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos. Ele iria viajar para Punta del Este, no Uruguai. Segundo o advogado de Vilagra, Ralph Tórtima, ao consultar o passaporte do ex-prefeito antes do embarque, a Polícia Federal constatou que uma medida cautelar em vigor restringia seu uso em viagens internacionais. De acordo com Tórtima, ele não sabia da medida e viajava a passeio. É impressionante como se aburguesaram em seus hábitos esses petistas. "Nem eu fui informado da medida. Se soubesse, teria aconselhado ele a não viajar", disse o advogado. O passaporte do prefeito cassado foi bloqueado em junho do ano passado, por determinação do juiz Nelson Augusto Bernardes de Souza, que à época também estendeu a medida para outros quatro suspeitos de envolvimento no escândalo de corrupção que atingiu a Prefeitura de Campinas.

Nasa manobra jipe que está a caminho de Marte

A Nasa (agência espacial americana) fez nesta quinta-feira uma grande e delicada manobra para colocar o jipe Curiosity no caminho certo para uma cratera de Marte, onde ele deverá pousar em agosto. Maior explorador já enviado ao planeta vermelho, o artefato pesa aproximadamente quatro toneladas. Para conseguir girá-lo e colocá-lo precisamente no caminho certo, os cientistas dos Estados Unidos levaram quase três horas. Essa foi a maior e mais importante alteração na rota do jipe em sua viagem de quase 600 milhões de quilômetros até Marte. Lançado no fim de novembro, o jipe (cujo nome inteiro é Mars Science Laboratory Curiosity) decolou em um foguete Atlas 5 para uma viagem de cerca de nove meses até a superfície marciana. Em 2004, dois jipes-robôs menores, o Spirit e o Opportunity, pousaram em pontos opostos do planeta para procurar água. Deveriam funcionar por três meses, mas a missão acabou durando vários anos. O Spirit sucumbiu no ano retrasado, devido ao rigoroso inverno local, e o Opportunity agora começou a explorar uma nova área, com argilas formadas por água. Ambas as sondas descobriram sinais de que a água teria se misturado às rochas de Marte no passado. O novo jipe-robô buscará elementos essenciais para a vida, especialmente as substâncias orgânicas. O equipamento foi projetado para durar dois anos. Ele trabalhará em um local particularmente "sedutor" do planeta, a cratera Gale. Dentro dela há uma montanha com depósitos em camadas, erguendo-se a 4.800 metros, o dobro da altura das camadas que formam o Grand Canyon, nos Estados Unidos.

Gianecchini se recupera de autotransplante

O hospital Sírio-Libanês divulgou na tarde desta quinta-feira boletim médico com o estado de saúde do ator Reynaldo Gianecchini. De acordo com o comunicado, ele "recebeu a infusão de células tronco de sangue periférico, como parte do autotransplante de medula óssea, para tratamento de linfoma T Angioimunoblástico". Segundo o hospital, o procedimento transcorreu bem. Agora, Gianecchini deve permanecer internado em São Paulo para se recuperar. Ele recebeu no ano passado o diagnóstico de linfoma não-Hodgkin e, desde então, vem passando por sessões de quimioterapia.

Chico Anysio respira sem aparelhos em alguns momentos

O humorista Chico Anysio está respondendo bem à traqueostomia a que foi submetido na última sexta-feira e já respira sem aparelhos em alguns momentos do dia, de acordo com boletim médico divulgado nesta quinta-feira. Ele está internado no CTI do Hospital Samaritano, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro, desde o último dia 22. Segundo o médico Luiz Alfredo Lamy, o quadro clínico de Chico Anysio é estável e ele precisa cada vez menos do respirador. A sedação está sendo reduzida diariamente e o processo de retirada do respirador continua. No entanto, o estado clínico do humorista ainda inspira cuidados. Não há previsão de alta.

Bezerra está sendo "vítima pelo fato de ser nordestino", diz líder petista

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), afirmou nesta quinta-feira que o ministro Fernando Bezerra (Integração Nacional) está sendo "vítima pelo fato de ser nordestino". Segundo Costa, se São Paulo tivesse concentrado a verba, não haveria polêmica: "Vossa Excelência está sendo vítima pelo fato de ser nordestino. Acho difícil que se tivesse havido liberação até maior para Estados como São Paulo tivesse essa celeuma. Isso só acontece quando se trata do Nordeste". Para o petista, Pernambuco recebeu o maior volume de recursos por ser "mais ágil".

Conselho aprova limite de vistos para entrada de haitianos no Brasil

O Conselho Nacional de Imigração, colegiado vinculado ao Ministério do Trabalho, aprovou nesta quinta-feira proposta do governo federal de limitar a uma centena o número de vistos a ser concedido mensalmente a haitianos que queiram trabalhar no Brasil. Esta é a primeira vez, nos últimos 20 anos, que o Brasil impõe um limite para a emissão de vistos a estrangeiros. O documento terá validade de cinco anos e para obtê-lo não será necessário comprovar qualificação ou vínculo com empresa. A limitação de emissão de vistos mensais vai vigorar nos próximos dois anos. A resolução prevê ainda a regularização de todos os haitianos que entraram de forma irregular no Brasil até sua data de publicação. O governo estima que 4.000 já tenham atravessado a fronteira. Desses, 2.400 ainda estão em situação irregular. Ao anunciar a decisão do governo, anteontem (10), o ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) afirmou que as medidas representam "uma forma de reconhecer a necessidade econômica" dos haitianos, mas ressaltou que o governo não pode aceitar uma "situação absolutamente sem controle" de entrada de estrangeiros.

Dilma e Lula se reúnem por três horas em São Paulo

A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula se reuniram nesta quinta-feira por cerca de três horas no escritório da Presidência em São Paulo. A Presidência não informou o assunto da conversa. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, esteve no local, mas não participou da reunião. Mais cedo, Dilma participou de um evento do programa Minha Casa, Minha Vida no Palácio dos Bandeirantes com o governador Geraldo Alckmin. Só em dezembro Dilma e Lula tiveram dois encontros em São Paulo, que foram chamados de "agenda privada" pela Presidência.

Coaf aponta operações atípicas de R$ 855 milhões de juízes e servidores

Um relatório do Coaf (órgão de inteligência financeira do Ministério da Fazenda) revela que 3.426 magistrados e servidores do Judiciário fizeram movimentações consideradas "atípicas" no valor de R$ 855 milhões entre 2000 e 2010. O documento ressaltou algumas situações consideradas suspeitas, como o fato de três pessoas, duas delas vinculadas ao Tribunal da Justiça Militar de São Paulo e uma do Tribunal de Justiça da Bahia, terem movimentado R$ 116,5 milhões em um único ano, 2008. Segundo o relatório, 81,7% das comunicações consideradas atípicas estão concentradas no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (Rio de Janeiro), Tribunal de Justiça da Bahia e o Tribunal de Justiça Militar de São Paulo. Sem apontar nomes ou separar entre servidores e juízes, os dados também mostram que ocorreram depósitos, em espécie, no total de R$ 77,1 milhões realizados nas contas dessas pessoas. O documento de 13 páginas foi encaminhado na tarde desta quinta-feira ao Supremo Tribunal Federal pela corregedora do Conselho Nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon.

Deputada dos Estados Unidos teme envio de urânio do Equador a usinas do Irã

A congressista americana Ileana Ros-Lehtinen, do partido Republicano, expressou nesta quinta-feira seu temor que o Irã obtenha acesso às reservas de urânio do Equador para abastecer seu programa nuclear, por ocasião da chegada a Quito do ditador nazista islâmico iraniano, Mahmoud Ahmadinejad. "Enquanto os Estados Unidos e os países responsáveis trabalham para forçar o Irã a cessar e desmantelar de forma verificável seu programa nuclear, estou preocupada que o presidente do Equador, Rafael Correa, esteja em posição de solapar esses esforços", afirmou a deputada em comunicado. A legisladora, que preside o Comitê de Relações Exteriores da Câmara de Representantes, considerou que "a crescente aliança do Irã com Correa facilita a capacidade de Teerã de acessar as reservas de urânio do Equador".

Ministro nega irregularidades e diz que acusações são para atacar PSB

O ministro Fernando Bezerra (Integração Nacional) disse nesta quinta-feira (12) que as denúncias de irregularidades em sua gestão e as acusações de nepotismo têm o objetivo de "atacar" o PSB: "O que se quer nessa campanha é atacar não só minha imagem, mas do meu partido. Sei relevar os ataques, sei aceitar as críticas, isso faz parte da democracia, mas é preciso também não atacar e não denegrir a imagem das pessoas". E completou: "Tenho paixão pelo que faço e, às vezes, você se depara com adversários que tentam atacar sua honra e sua honestidade". Em um discurso de mais de meia hora, o ministro se esforçou para dividir a responsabilidade sobre a distribuição dos recursos de prevenção de desastres com outros ministérios e com o Palácio do Planalto. Apresentando números globais, ele tentou negar que tenha privilegiado Pernambuco, seu reduto eleitoral. Sobre as acusações de nepotismo na Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Paraíba), que teve seu irmão na direção da empresa interinamente por quase um ano, disse que pessoalmente nunca fez indicações. Ele fez questão de ressaltar que, em 30 anos de vida pública, não há nenhuma condenação contra ele em qualquer instância do Judiciário. O ministro disse ainda que não deixou um questionamento sem resposta. Segundo Bezerra, o sistema de prevenção de enchentes teve em 2011 R$ 2,2 bilhões empenhados (promessa de pagamento), sendo que 56% foi para o Sudeste, 24% para Nordeste, 11% para Sul, 5% para o Norte e 4% para Centro-Oeste. Na divisão estadual, São Paulo recebeu 26%, Rio de Janeiro 18%, Minas Gerais 11% e Pernambuco 9%. O ministro admitiu que dos recursos pagos por sua pasta 90% foram para Pernambuco, cerca de R$ 98 milhões, sendo que isso representa 45% do empenhado. Ao se defender de que teria privilegiado o filho, deputado Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), na liberação de emendas, ele sustentou que 54 deputados tiveram 100% dos valores empenhados. O filho do ministro, Fernando Coelho (PSB-PE), foi o deputado federal que teve o maior volume de recursos de emendas liberados em 2011 pela pasta do pai, superando 219 colegas.

OIT prevê taxa de desemprego em 6,8% na América Latina

Mesmo com a crise internacional, que fez com que alguns países da América Latina e Caribe crescessem a um ritmo mais lento no segundo semestre do ano passado, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) estima que a taxa de desemprego se manterá em 6,8%, em média, nos países da região em 2012. É o mesmo percentual registrado no ano passado, o menor desde os anos 90. O relatório "Panorama Laboral 2011", divulgado pela organização, alerta entretanto que o cenário externo é bastante incerto e volátil, o que pode determinar uma alta na taxa. O estudo aponta ainda que as previsões são de um crescimento regional médio de 4% neste ano, em média, para 4,5% em 2011. Como países da União Europeia estão em crise, e implementando políticas fiscais severas e flexibilização de regras trabalhistas, a OIT vê também risco de países da América Latina voltarem a seguir esse caminho. A entidade cita o "Pacto Mundial por Emprego", movimento que está organizando, para defender que, diante da crise, se dê prioridade à economia real, e não ao sistema financeiro. "O objetivo é que o sistema financeiro ofereça crédito para as micro e pequenas empresas, para contribuir para que sejam mais produtivas e sustentáveis". O Brasil é apontado como exemplo nesse sentido.

Aumento do mínimo no Brasil fica abaixo de vizinhos, aponta OIT

O aumento real (descontada a inflação) do salário mínimo no Brasil ficou bem abaixo da média de reajuste nos países da América Latina e Caribe. Segundo relatório da OIT (Organização Internacional do Trabalho), até outubro de 2011 a correção do mínimo brasileiro foi de 1,4% (na comparação com o mesmo período de 2010), enquanto o percentual verificado nos países vizinhos foi de 7,1%. Segundo o documento, a média da região foi puxada para cima pelo desempenho da Argentina, onde o salário mínimo real cresceu 22,4%. Tirando o país, o crescimento médio da região fica em 2,9%. O desempenho do poder de compra brasileiro só não foi pior do que o da Colômbia, onde o mínimo real aumentou 0,2% no mesmo período de comparação, e do que o do Panamá, que registrou queda de 5%. Em geral, se não se olha apenas para o salário mínimo, as remunerações médias reais cresceram bem menos, 1,5% na comparação com 2010. Apesar do resultado, a OIT elogia em seus relatórios a política de salário mínimo do Brasil, destacando que entre 2003 e 2010, período do governo Lula, o crescimento médio anual foi de 5,8%, ou quase 60% no acumulado.

Vinda de haitianos é maior onda imigratória ao país em cem anos

O terremoto que abalou o Haiti há exatos dois anos e deixou mais de 300 mil pessoas desabrigadas originou um fenômeno de imigração em massa ao Brasil que pode ser comparado aos êxodos do início do século 20. O Ministério da Justiça calcula que, nestes dois anos, cerca de 4.000 haitianos tenham cruzado a fronteira de países vizinhos ao Brasil e alcançado municípios dos Estados do Acre e do Amazonas. Segundo o Itamaraty, essa situação só é comparada historicamente à imigração de italianos e japoneses, que aportaram no país ainda no período imperial e nos primeiros anos da República.

Turismo quer desoneração para reduzir preço de passagem aérea

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, anunciou nesta quinta-feira que vai se reunir ainda este mês com os presidentes de companhias aéreas do País para discutir medidas capazes de reduzir os preços das passagens nos vôos nacionais e, com isso, aumentar o turismo interno que, às vezes, é mais caro do que o internacional. Uma das propostas é desonerar o setor, com a redução de impostos e outros custos, para que os preços das passagens possam diminuir.

Justiça de Israel mantém lei polêmica sobre palestinos

A Suprema Corte de Israel manteve nesta quinta-feira uma polêmica lei que proíbe que palestinos casados com israelenses tenham direito a cidadania e residência no país. A corte considerou a lei válida sob o argumento de que os palestinos poderiam significar um risco à segurança do país. Grupos de defesa dos direitos humanos haviam promovido uma campanha para tentar derrubar a lei, em vigor desde 2003. Eles classificaram a decisão da Justiça de "racista" e disseram que ela prejudica a proteção dos direitos humanos em Israel. Um juiz da Suprema Corte afirmou que os direitos humanos não poderiam ser "uma receita para o suicídio nacional".

Juiz dos Estados Unidos derruba processos contra firma da família Bin Laden

A construtora saudita fundada nos anos 1930 pelo pai do ex-líder da rede terrorista Al Qaeda Osama bin Laden não pode ser processada pelos danos causados pelos atentados de 11 de Setembro nos Estados Unidos, deliberou um juiz na quarta-feira. O juiz federal de Manhattan, George Daniels, rejeitou as queixas apresentadas contra a Saudi Binladin Group, uma das maiores construtoras da Arábia Saudita, em que se acusava a empresa de ajudar a financiar as atividades militantes de Osama bin Laden que levaram aos ataques em 2001. A decisão descarta as queixas contra a empresa em seis processos diferentes em que sobreviventes, parentes e outros envolvidos buscavam o pagamento de indenizações. O magistrado julgou que o "suposto apoio da Binladin Group a Osama bin Ladin antes de 1993 é muito distante temporalmente para estabelecer jurisdição". Qualquer atividade que uma subsidiária possa ter realizado nos Estado Unidos antes dos ataques de 11 de Setembro, que mataram quase 3.000 pessoas, também era muito frágil para justificar jurisdição sobre a ação, determinou o juiz. Bin Laden, que foi morto pelas forças americanas em maio de 2011 no Paquistão, foi retirado do quadro de acionistas da construtora da família em 1993, afirmou a corte. O ex-líder da Al Qaeda, que perdeu a cidadania saudita e foi deserdado pela família, nasceu na Arábia Saudita em 1957. Ele era um dos 50 filhos do milionário fundador do Binladin Group, Mohammed Binladin. A família enriqueceu graças ao boom da construção civil incentivado pela indústria do petróleo.

Ahmadinejad diz que conversou com Fidel sobre "muitos temas"

O ditador nazista islâmico Mahmoud Ahmadinejad confirmou nesta quinta-feira que se reuniu na quarta-feira com o ditador cubano Fidel Castro. O encontro aconteceu em meio à tensão pelo início da operação da segunda usina de enriquecimento de urânio, aumentando a tensão com os Estados Unidos e seus aliados. Ahmadinejad disse que conversou sobre "muitos temas" com Fidel e que o ex-ditador segue "com detalhes" todos os assuntos regionais e internacionais. Ele qualificou como "muito boas" as reuniões com o ex-ditador e com o atual presidente Raúl Castro, a quem chamou de "meu querido irmão". Que coisinha mais doce esse encontro entre ditadores facínoras....

Cruz Vermelha suspende ajuda humanitária à Somália

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha anunciou nesta quinta-feira a suspensão temporária da distribuição de alimentos para 1,1 milhão de pessoas e de sementes para 100 mil agricultores em situação de vulnerabilidade extrema no centro e sul da Somália. Esta medida é consequência do congelamento da distribuição de donativos desde dezembro, o que já afetou diretamente 240 mil pessoas nas regiões de Shabelle e Galgaduud, afirmou a organização. "A interrupção vai durar até que as autoridades que controlam essas áreas nos ofereçam garantias de que os mantimentos poderão chegar sem impedimentos até as pessoas mais necessitadas", disse o chefe do escritório do Cruz Vermelha na Somália, Patrick Vial.

Importadora terá de recolher prótese mamária Rofil em 30 dias

A importadora Pharmedic Pharmaceuticals terá 30 dias para recolher a prótese mamária da marca holandesa Rofil, que é vendida no Brasil e apresenta o mesmo problema de ruptura da PIP (Poly Implant Prothèse), fabricada com silicone industrial. Finalizado o prazo, a empresa terá de encaminhar à Anvisa um relatório indicando a quantidade importada, a comercialização e a distribuição do produto, assim como o recolhimento do produto. Na quarta-feira a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) anunciou que o governo vai permitir a troca de próteses mamárias rompidas da marca PIP e Rofil usando planos de saúde particulares ou o SUS (Sistema Único de Saúde). A medida vale também para as pacientes que colocaram o implante para fins estritamente estéticos.

Sinead O'Connor revela que tentou se matar semana passada

A cantora irlandesa Sinead O'Connor revelou ao jornal "The Sun" que tentou se matar na semana passada. A confissão foi feita depois que, na noite de quarta-feira, ela usou o Twitter para pedir ajuda aos fãs. O'Connor, de 45 anos, diz ter tomado uma overdose de remédios. "Deus obviamente me quer aqui, apesar de eu não conseguir entender por que", disse a cantora. Ela se casou com Barry Herridge em dezembro, mas se separou poucos dias depois. Na semana passada, Sinead O'Conor revelou pelo Twitter que estava "namorando" Herridge novamente. Na quarta-feira, ela postou uma mensagem no microblog pedindo ajuda. "Eu realmente não estou bem e estou em perigo. Alguém conhece um psiquiatra em Dublin ou Wicklow que poderia me ver com urgência hoje, por favor?", escreveu, publicando um endereço de e-mail em seguida para que os fãs enviassem sugestões: "Eu não quero abandonar meus filhos. Ou destruir meu trabalho. Me desculpem por preocupá-los". Sinead O'Connor começou a carreira nos anos 1980 e fez sucesso na década seguinte com uma versão para a balada "Nothing Compares 2 U", de Prince.

Irã está a um ano de ter material para bomba, diz ex-inspetor

Ao transferir a produção de urânio altamente enriquecido para uma nova instalação subterrânea, o Irã está agora a apenas um ano de ter material suficiente para uma bomba nuclear. A informação é de um ex-chefe das inspeções nucleares da ONU, em artigo publicado nesta quinta-feira. O finlandês Olli Heinonen escreveu que ter um estoque de cerca de 250 quilos de urânio enriquecido a 20% (uma forma que em poucas semanas pode ser purificada para o grau de armas, de 90%) não significava, no entanto, que o Irã possa fabricar uma bomba sem mais trabalho de engenharia. Heinonen foi vice-diretor-geral da AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica) até 2010 e agora está na Universidade de Harvard. Ele fez a previsão dias depois de o Irã ter confirmado o início do enriquecimento de urânio a 20% dentro da montanha Fordo. "Se o Irã decidir produzir urânio no grau das armas, a partir do urânio enriquecido a 20%, já terá realizado 90% do esforço de enriquecimento necessário", escreveu Heinonen em um artigo para a revista Foreign Policy.

Vendas mundiais de computadores têm queda de 1,4% no quarto trimestre

As vendas mundiais de computadores apresentaram queda no quarto trimestre de 2011, após dois trimestres de resultados positivos, informou a consultoria Gartner em relatório divulgado nesta quinta-feira. As vendas de PCs somaram 92,2 milhões de unidades no período, 1,4% menos do que o verificado no mesmo período do ano anterior. O desempenho ficou em linha com a estimativa da consultoria, que previa queda de 1% para o período. O menor interesse dos consumidores por PCs em detrimento de outros produtos, como os tablets, e as incertezas sobre a economia européia e americana provocaram uma redução da demanda nessas regiões. O aumento da demanda por PCs no mercado empresarial dos países emergentes cresceu, mas não o suficiente para compensar a queda de vendas na Europa e nos Estados Unidos, apontou o Gartner.

CNI diz que 96% rejeitam criação de novo imposto para saúde

A maioria da população é contra a criação de novos impostos para melhorar a saúde no Brasil. Segundo pesquisa da CNI (Confederação Nacional da Indústria), divulgada nesta quinta-feira, 96% dos entrevistados não querem um novo imposto para a área, apesar de 95% afirmarem acreditar que o setor precisa de investimentos. As informações são da pesquisa "Retratos da Sociedade Brasileira: Saúde Pública" e mostram ainda que 61% dos entrevistados reprovam o sistema público de saúde brasileiro. Para 82% dos entrevistados, o governo deve acabar com a corrupção para obter mais recursos para a área. Outra solução, defendida por 53% das pessoas, é a redução de desperdícios. Somente 18% da população diz acreditar que seja necessário transferir recursos de outras áreas para o setor. De acordo com o estudo, o principal problema do sistema de saúde é a demora no atendimento, apontado por 55% dos entrevistados. Em seguida, está a falta de equipamentos e de unidades de saúde, indicado por 10% das pessoas; e a falta de médicos, indicado por 9% da população. Segundo a pesquisa, esses problemas estão ligados, pois a demora no atendimento em hospitais e postos de saúde se deve, principalmente, à falta de equipamentos e de médicos. "Para a população, no entanto, é o resultado final (a demora para ser atendido) que aparece como o principal problema", explica o estudo. Para melhorar a situação, 57% dos entrevistados dizem que é preciso aumentar o número de médicos. Outros 54% afirmam que o governo deve equipar melhor os hospitais públicos e os postos de saúde. A terceira ação, assinalada por 30% dos pesquisados, é o aumento de salário para os médicos. O estudo da CNI aponta também que, nos últimos 12 meses, dos entrevistados que fizeram algum tratamento de saúde, 79% usaram a rede pública. O serviço público recebeu de seus usuários nota média de 5,7, em uma escala de 0 a 10. Conforme a pesquisa, quanto maior a nota, melhor o serviço. Na outra ponta, os hospitais particulares receberam nota média de 8,1 de seus usuários. Os hospitais públicos são os principais fornecedores de serviços de saúde para 68% da população, enquanto a rede privada é usada de forma exclusiva por apenas 10% dos brasileiros.

Justiça italiana rejeita plebiscito sobre lei eleitoral

O Tribunal Constitucional italiano rejeitou nesta quinta-feira a realização de um plebiscito sobre a mudança do sistema eleitoral italiano. O conselho da corte disse "não" às duas perguntas da consulta apresentadas pelo comitê organizador sobre a lei eleitoral. No comunicado, o tribunal considerou "inadmissíveis" as questões apresentadas para um possível referendo para a escolha dos deputados e dos senadores. A consulta para alterar o sistema eleitoral italiano recebeu em 2 de dezembro sua primeira autorização pelo Tribunal Supremo, que recebeu 1,2 milhão de assinaturas, e estava à espera da decisão do Constitucional. As reações à decisão do Tribunal Constitucional não demoraram e o líder da Itália dos Valores (IDV), o ex-magistrado Antonio Di Pietro, declarou que "a Itália está caminhando lentamente para uma perigosa deriva antidemocrática". Por sua vez, o presidente do comitê que promovia o plebiscito, Andrea Morrone, afirmou que "esta não é a primeira nem será a última iniciativa de plebiscito que acaba com a suspensão da consulta, mas a batalha por um sistema majoritário e pela democracia na Itália continuará". O sistema eleitoral vigente é resultado de uma lei aprovada em 2005 pelo Executivo de Berlusconi. A norma, que foi aprovada em tempo recorde (a menos de seis meses das eleições de abril de 2006) e esteve imersa em muitas polêmicas, foi posteriormente qualificada pelo membro da Liga Norte e então ministro Roberto Calderoli como "uma porcaria".

União e São Paulo destinam R$ 8 bilhões a projeto do Minha Casa, Minha Vida

Os governos federal e de São Paulo anunciaram nesta quinta-feira investimento de R$ 8,05 bilhões para a construção de 97 mil moradias populares do programa Minha Casa, Minha Vida até 2015. A presidente Dilma Rousseff se encontrou com o governador Geraldo Alckmin (PSDB), no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, para firmar o convênio. As casas beneficiarão famílias do Estado que tenham renda mensal de até R$ 1.600,00. Dilma afirmou durante o evento que o governo irá arredondar o número de casas para 100 mil: "Não vamos fazer 97.000 porque é conta quebrada". A presidente e Alckmin trocaram elogios e voltaram a exaltar a parceria entre os governos. Para a construção das unidades, o governo federal investirá R$ 6,15 bilhões com recursos do FAR (Fundo de Arrendamento Residencial), do FDS (Fundo de Desenvolvimento Social) e do Programa Nacional de Habitação Rural do Minha Casa Minha Vida. O governo de São Paulo, por sua vez, por meio do FPHIS (Fundo Paulista de Habitação de Interesse Social), investirá mais R$ 1,9 bilhão.

Operação na zona norte do Rio de Janeiro recolhe 49 usuários de crack

A Secretaria Municipal de Assistência Social do Rio recolheu nesta quinta-feira 49 usuários de crack das ruas de Madureira, na zona norte da cidade. Segundo o órgão, todos eram adultos. A ação, que teve o apoio do 9º Batalhão da Polícia Militar, começou por volta das 7 horass. As equipes fizeram buscas na área do Mercadão de Madureira e na favela do Cajueiro e seu entorno. Com os usuários foram apreendidos canivetes e facas. Desde março de 2011, a secretaria realiza ações de combate ao crack na cidade. No total, foram feitos 3.332 acolhimentos (2.849 de adultos e 489 de crianças e adolescentes). Os adultos são encaminhados para abrigo, mas podem deixar o local quando quiserem. Já as crianças e adolescentes passam por avaliação e, nos casos considerados graves, são internados compulsoriamente.

Vale estima perda de 2 milhões de toneladas nas exportações de minério

Diante das fortes chuvas que afetam os Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, a Vale estima, até agora, uma perda de 2 milhões de toneladas de minério de ferro que deixaram de ser embarcados para o Exterior. O volume representa menos de três dias de produção de minério de ferro da companhia. Mas a empresa não descarta novas perdas. Por causa do problema, a Vale declarou na quarta-feira "força maior em uma série" de contratos de fornecimentos de minério de ferro, cujos clientes podem deixar de receber o volume contratado temporariamente. Tal prerrogativa consta dos contratos. A Vale não especificou os problemas nem se as ferrovias pelas quais escoa o minério de ferro produzidos em (Vitória-Minas e MRS) sofreram interrupção.

Tribunal de Justiça do Mato Grosso pede que magistrados entreguem declarações de renda

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso pediu oficialmente aos magistrados do Estado que entreguem suas declarações anuais de bens e rendimentos referentes aos últimos cinco anos. A medida decorre de uma inspeção do Conselho Nacional de Justiça, realizada entre janeiro e fevereiro de 2011, que apontou que os juízes e desembargadores locais não estavam entregando as informações, como manda a legislação. A irregularidade foi revelada no mês passado pela ministra Eliana Calmon, corregedora nacional de Justiça. "Em Mato Grosso nenhum juiz entregou informações sobre a renda. É o local que mais me preocupa", disse ela à época. O Conselho Nacional de Justiça afirma que, além de falhar na cobrança e no controle da entrega das informações, o Tribunal de Justiça também não aplica as punições previstas em lei, que incluem demissão do cargo, exoneração do emprego ou destituição da função. "Todos os servidores públicos têm que apresentar suas declarações de bens e de renda de acordo com a lei e isso deve ser examinado pelos órgãos de controle, como a corregedoria e o Tribunal de Contas da União", disse Eliana Calmon em dezembro. Para a corregedora, as declarações de bens são instrumentos de fiscalização que não podem "ficar dentro do arquivo": "É para examinar se tem transação ilícita".

Venda de papelão ondulado sobe 1,71% em 2011 ante 2010

As vendas de papelão ondulado no Brasil totalizaram 3,216 milhões de toneladas em 2011, o que significa um avanço de 1,71% em relação ao ano anterior, informou nesta quinta-feira a abpo (Associação Brasileira do Papelão Ondulado). A média mensal das vendas do produto foi de 268 mil toneladas contra 263,5 mil em 2010, informou a entidade. Em dezembro, as vendas foram de 253,2 mil toneladas de papelão ondulado, crescimento de 1,74% em relação ao mesmo mês de 2010 e queda de 10,4% em relação a novembro, disse a ABPO.

Diário Oficial publica exoneração do irmão do ministro da Integração

O Diário Oficial da União publicou em sua edição desta quinta-feira a exoneração "a pedido" do irmão do ministro Fernando Bezerra (Integração Nacional), Clementino de Souza Coelho, do cargo de diretor da Área de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba). Na última terça-feira, ele saiu do comando da estatal e foi substituído por Guilherme Almeida Gonçalves de Oliveira, que ocupa o cargo interinamente. A troca foi feita após acusações de que Bezerra teria ignorado o decreto antinepotismo ao manter o irmão na Codevasf durante quase um ano. Em nota, a Casa Civil afirmou que Coelho ocupava o cargo "por ser membro mais antigo da diretoria da Codevasf", como prevê o estatuto da empresa e orientação da Controladoria-Geral da União.