quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Protesto contra a corrupção reúne milhares de pessoas nas ruas

A Marcha Contra a Corrupção reuniu milhares de pessoas nesta quarta-feira, no mesmo momento do desfile de 7 de Setembro, em Brasilia. Os videos mostram que mais de 20 mil pessoas participaram da manrcha anti-corrupção no Distrito Federal. Veja as imagens no video abaixo.

A maioria dos participantes levou faixas sobre o caso da deputada federal Jaqueline Roriz (PMN-DF), que se livrou da cassação na Câmara dos Deputados. A passeata de protesto começou no Museu da República e foi até o Congresso Nacional. "Essa é uma forma de dizer que País queremos, com moralidade e justiça. É um grito que precisa ser ouvido” disse o presidente da OAB, Ophir Cavalcante. Muitas pessoas também usaram máscaras com a imagem do mensaleiro petista José Dirceu. Pela rede social Facebook, grupos que se dizem apartidários organizaram para esta quarta-feira, feriado de 7 de Setembro, manifestações contra corrupção em cerca de 50 cidades em 19 Estados e no Distrito Federal. Um dos organizadores da marcha em Brasília, o bancário Rodrigo Montezuma, foi procurado por entidades como a OAB, a petista CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e senadores da oposição, que queriam pegar carona nos atos. Porém, Montezuma e os demais grupos disseram que os protestos não têm relação com partidos políticos. Cerca de 700 pessoas participaram na tarde desta quarta-feira da segunda passeata do dia contra a corrupção na avenida Paulista, em São Paulo.
Veja as imagens do protesto paulistano no vídeo abaixo:

Para os organizadores, o público chegou a 3.000 no período da tarde. O protesto, que começou por volta das 14 horas, durou três horas e fechou duas pistas da Avenida Paulita. Partindo do vão livre do Masp, o grupo seguiu até a Rua da Consolação, de onde retornou pela Paulista até o cruzamento com a rua Brigadeiro Luis Antonio e voltou até o Masp. Os manifestantes pretendem fazer uma nova manifestação no dia 12 de outubro. O único incidente aconteceu quando o comissário aposentado Amauri Antunes Guedes, 77, resolveu queimar bandeiras do PT. Ele quase foi agredido confundido com um militante petista. Guedes protestava contra a administração do fundo de pensão Aerus. O ato protestou principalmente contra a classe política em geral. Um dos slogans mais cantados foi "acorda brasileiro, estão levando o seu dinheiro". Carros pedindo a CPI da Corrupção seguiram o protesto na sua parte final. Um carro de som foi contratado por um dos grupos organizadores.

Petistas dizem não ignorar protestos no 7 de Setembro

Máscara de José Dirceu
A presidente Dilma Rousseff e 32 ministros participaram na manhã desta quarta-feira do tradicional desfile de 7 de Setembro, Dia da Independência, em Brasília. Dilma chegou ao Palanque Oficial às 9 horas no Rolls Royce presidencial. Participaram também a filha, Paula, o genro Rafael, e o neto Gabriel, que completará um ano nesta sexta-feira. Além dos desfiles militares, houve apresentações de escolas do ensino fundamental e médio, grupos esportivos e culturais. Os nadadores Cesar Cielo e Ana Marcela Cunha desfilaram com a tocha do chamado Fogo Simbólico da Pátria. Foi o primeiro desfile de Sete de Setembro de Dilma no cargo. O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), afirmou que, mesmo sem ter ouvido a marcha contra a corrupção, as autoridades "não a ignoraram", porque "sabiam de sua existência". "É legítima e natural. Faz parte da democracia", disse ele. Já o ministro José Eduardo Cardozo (Justiça), afirmou que a marcha contra a corrupção não "está em contradição" com o evento de Sete de Setembro. "O governo tem sido o maior batalhador contra malfeitos", disse.

Montadora sueca Saab pede concordata

A montadora sueca Saab, afetada por dívidas que a obrigaram a suspender a produção em junho, recorreu à lei de falências, anunciou a proprietária holandesa da empresa, Swedish Automobile. "Concluímos que um processo de reestruturação voluntária nos dará o tempo necessário para pagar os salários, obter financiamento a médio prazo e preparar a retomada da produção", afirmou o presidente da Swedish Automobile e da Saab, Victor Muller. No início de 2010, a Saab foi salva da falência pela Swedish Automobile, que então tinha o nome de Spyker e que comprou a montadora sueca, já em grande dificuldade, da gigante americana General Motors. A reestruturação voluntária proposta acontecerá de acordo com a legislação sueca e será executada por um administrador independente designado por um tribunal, em colaboração estreita com a direção da Saab. O pedido de proteção contra a falência foi feito no tribunal de Vänersborg.

Otan endurece ataques a Sirte e destrói 20 alvos militares líbios

Os aviões da Otan, a aliança militar do Ocidente, atingiram com dureza a área de Sirte, cidade natal de Muammar Gaddafi e um dos últimos focos de resistência do regime líbio, destruindo cerca de 20 alvos militares nas últimas horas. A organização divulgou um comunicado informando que suas forças acabaram com seis tanques e dez veículos de combate durante a terça-feira. Também foram destruídas várias peças de artilharia e um paiol de munição. Sirte é uma das cidades que ainda se mantêm leais ao ditador e há dias sofre com o avanço das forças rebeldes. A Otan atacou ainda outro polo da resistência pró-Gaddafi, a cidade de Sebha, onde uma instalação de mísseis foi destruída. A organização informou que seus aviões deram fim a três radares e três baterias antiaéreas na cidade de Hun e outras oito em Waddan. O terceiro grande foco das forças pró-Gaddafi, a cidade de Bani Walid, não foi atacado, porque os rebeldes garantem estar perto de um acordo para a rendição da resistência. No total, as aeronaves da Otan fizeram 118 vôos, dos quais 40 foram de caráter ofensivo.

Governador do PT diz que nova CPMF será "taxa da solidariedade"

O governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), defendeu nesta quarta-feira a criação de um novo imposto sobre movimentação financeira para bancar os gastos com a saúde. Segundo ele, uma nova versão do imposto do cheque seria uma "taxa de solidariedade", que incidiria mais sobre ricos do que sobre pobres, para capitalizar o SUS (Sistema Único de Saúde). "Imposto justo é imposto direto na movimentação financeira. Em um valor abaixo dos 0,38% creio que a gente pode estabelecer", disse Wagner, em Salvador. "É uma taxa de solidariedade, quem tem uma condição melhor paga por quem tem uma condição pior", declarou. Com a iminência da votação da Emenda Constitucional 29, que deve elevar o valor das verbas para a saúde, foi deflagrado um movimento de governadores, principalmente os aliados do Planalto, para iniciar um debate de uma nova fonte de financiamento para o setor. Jaques Wagner disse que a saúde no Brasil sofre com o subfinanciamento que penaliza as prefeituras, que são responsáveis pela atenção básica, e Estados, que cuidam dos atendimentos de média e alta complexidade.

Senado espanhol aprova inclusão do limite do déficit na Constituição

O Senado espanhol aprovou nesta quarta-feira de forma definitiva uma regra que incluirá o limite do déficit público na Constituição, com o objetivo de tranquilizar os mercados. Os senadores adotaram o texto por 233 votos a favor e três contra após um acalorado debate, durante o qual o projeto recebeu duras críticas dos partidos nacionalistas. Vários legisladores decidiram não participar da votação e alguns abandonaram a sala. As principais críticas foram de "atropelo democrático", a "perda de consenso" e a velocidade da reforma foram os principais argumentos da oposição. A Espanha, quarta maior economia da zona do euro, está na corda bomba diante da crise da dívida européia. O país foi resgatado recentemente, junto à Itália, pelo Banco Central Europeu, que comprou títulos da dívida do país para evitar quebra.

Senado italiano aprova plano de austeridade do governo

Os senadores italianos aprovaram nesta quarta-feira o plano de austeridade do governo de Silvio Berlusconi, que foi reforçado na véspera para tranquilizar os mercados após diversas mudanças. Foram 165 votos a favor e 141 contra estas medidas de austeridade que totalizam 54,2 bilhões de euros até 2013. Agora, o plano deverá ser aprovado definitivamente pelos deputados nos próximos dias. A forma caótica como o governo de centro-direita de Berlusconi respondeu aos pedidos do Banco Central Europeu para ter planos claros e concretos para a dívida pública foi criticada internacionalmente. Na noite de terça-feira o governo italiano cedeu à pressão para que o pacote fosse mais sólido, aumentando o imposto sobre valor agregado, aumentando a idade de aposentadoria para mulheres do setor privado e introduzindo impostos sobre as grandes fortunas. A alíquota do imposto sobre valor agregado irá de 20 para 21% e um imposto especial de 3% será cobrado sobre rendas acima de 500 mil euros. Os ministros aprovarão a introdução de uma "regra dourada" de equilíbrio orçamentário e transferirão funções dos governos provinciais para os regionais, de modo a simplificar as administrações locais. Outras mudanças atrasarão a aposentadoria de mulheres empregadas no setor privado a partir de 2014.

Pedido de impeachment do ministro Gilmar Mendes volta à pauta do Supremo

O plenário do Supremo Tribunal Federal deve voltar a discutir nesta quinta-feira um pedido do advogado Alberto de Oliveira Piovesan a respeito do impeachment do ministro Gilmar Mendes. Ele recorreu à Corte contra a decisão do Senado, que arquivou o pedido de impedimento do ministro do Supremo em junho. Piovesan pede o impeachment de Gilmar Mendes dizendo que ele teria recebido benesses de advogados, colocando em dúvida sua "isenção". Gilmar Mendes foi presidente do Supremo entre 2008 e 2010. O mandado de segurança impetrado pelo advogado teve seguimento negado pelo relator do pedido no Supremo, ministro Ricardo Lewandowski, mas um agravo regimental questionando a decisão levou o recurso ao plenário. Na seção do último dia 17, o ministro Marco Aurélio Mello pediu vista do processo e prorrogou um desfecho para o caso. O pedido está na pauta desta quinta-feira e a discussão deve voltar com o voto de Marco Aurélio.

Ex-secretária aponta falta de "espaço e confiança" no Ministério da Cultura da ministra jabuti Ana de Holanda

Em uma declaração divulgada nesta quarta-feira em sua página pessoal na rede social Facebook, Marta Porto, ex-secretária de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura, criticou a falta de "espaço e confiança" para desenvolver os projetos do órgão. O texto não deixa claro o motivo do desligamento, mas aponta para a dificuldade de fazer avançar as políticas da pasta. Marta Porto, que havia assumido o posto em maio, entregou o cargo na última quinta-feira. Esta é a primeira vez que ela se manifesta publicamente sobre a saída. O carro-chefe da Secretaria é o programa Cultura Viva, que abriga os Pontos de Cultura, iniciativas independentes espalhadas pelo país e financiadas diretamente pelo Ministério para impulsionar a produção e a difusão cultural. Criados durante o governo Lula, os Pontos são tidos como prioritários nos discursos da atual gestão do MinC. Nos bastidores do órgão, fala-se que o afastamento teria sido motivado pela falta de diálogo entre ela e a ministra Ana de Hollanda, que a veria como rival.

Brasil descarta suspender crédito para estrada polêmica na Bolívia

O Brasil descarta suspender um crédito de US$ 332 milhões (cerca de R$ 550,2 milhões) para a construção de uma polêmica estrada na Bolívia, repudiada por indígenas amazônicos porque cruzará uma área de reserva, disse esta quarta-feira o clone de chanceler Marco Aurélio "Top Top" Garcia, em La Paz. "Nós não temos nenhuma razão para suspender este financiamento", disse "Top Top" Garcia, após reunião privada com o ditador boliviano, o índio cocaleiro Evo Morales, com quem analisou o nível da cooperação bilateral. Os índios bolivianos enviaram, em meados de agosto, uma carta à presidente brasileira, Dilma Rousseff, informando sobre os danos ambientais que a estrada de 300 quilômetros provocará ao cruzar o parque ecológico Tipnis, no centro do país, rico em fauna e flora. A construção da via terá custo total de US$ 415 milhões (cerca de R$ 687,75 milhões), dos quais 332 milhões são financiados pelo Brasil, com crédito do BNDES.

Medidor inteligente de energia é nova aposta de empresas elétricas para aumentar seus ganhos

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) está prestes a publicar as regras que definirão a troca dos atuais medidores de energia por outros "inteligentes". Serão trocados 68 milhões de aparelhos que, preparados para receber conexões de internet, permitirão às distribuidoras fazer leituras, cortes e ligações à distância. O ritmo de troca deve ser definido pela própria distribuidora, e não pelo governo, como estava previsto. Grandes centros consumidores terão preferência, uma forma de ampliar o volume de compra de equipamentos, principalmente dos "kits" (concentradores), que estabelecem a comunicação entre medidores e as centrais das distribuidoras. Estima-se que o gasto das distribuidoras nessa troca será de US$ 6 bilhões em até dez anos. As distribuidoras só estão concordando em fazer esse investimento porque haverá uma redução de custos operacionais com o "sistema inteligente". Além disso, em um primeiro momento, essa redução de custos não será repassada às tarifas. Ou seja, o consumidor não pagará pelos medidores inteligentes, conforme a regulamentação que será aprovada.

Partidos da base aliada não aceitam proposta do PT de discutir formas de regular a mídia

Dirigentes dos maiores partidos da base aliada, como PMDB, PP e PSB, rechaçam a moção aprovada no IV Congresso do partido, prevendo campanha popular em defesa da aprovação do marco regulatório das comunicações. O presidente do PP, senador Francisco Dornelles (RJ), disse que seu partido não admite qualquer proposta sobre controlar a mídia, o que seria uma intervenção do Estado nos direitos fundamentais do cidadão. "Sou completamente a favor da liberdade ampla, geral e irrestrita de imprensa. Não quero entrar no mérito das razões do PT para defender isso neste momento. Mas essa é uma proposta de natureza stalinista", reagiu ele. O PMDB está mais para a posição da presidente Dilma, de que a Constituição já prevê instrumentos para que Justiça corrija eventuais abusos. "Liberdade de imprensa não discutimos", disse o presidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO). O presidente do PSB, governador Eduardo Campos (PE), disse que cabe a cada cidadão fazer o seu controle de midia: "O grande controle da mídia vai ser feito pela cidadania. Se vejo uma mídia defender uma causa em que não acredito, simplesmente não consumo aquela mídia, falo mal dela e passo para outra". O líder do PTB no Senado, Gim Argelo (DF), também rejeitou a proposta.

Parlamentar paga para empresa da família da mulher com verba da Câmara dos Deputados

O deputado federal Gladson Cameli (PP-AC) destinou, desde abril de 2009, R$ 270 mil em recursos da Câmara dos Deputados a empresas de parentes da sua mulher, Ana Paula. Os pagamentos foram feitos por meio da Cota para Atividade Parlamentar, verba a que os deputados têm direito para ressarcir despesas relativas ao mandato. Cameli apresenta quase todos os meses notas das empresas Aerobran Taxi Aéreo e Aerobran Distribuidora, que atua no mercado de combustíveis, para pedir ressarcimento das despesas. Desde abril de 2009, quando a Câmara passou a divulgar o CNPJ das empresas, é possível verificar que o deputado destinou R$ 217,3 mil para a empresa de taxi aéreo e R$ 58,7 mil para o posto de combustível. As duas empresas têm como sócios Abrahão e Nicolau Candido Silva. Abrahão é tio de Ana Paula. Pelas regras da Câmara, o parlamentar não pode ser ressarcido por despesas em empresas próprias ou de parentes até terceiro grau. Neste caso, porém, o parentesco não consta nas vedações, que se aplicam somente até os sogros do deputado. Portanto, a brecha usada por Cameli tem respaldo da Câmara.

Governo petista prevê a criação de 141 mil cargos públicos

A proposta de orçamento enviada pelo governo ao Congresso esta semana prevê a criação de 141 mil cargos e funções e o preenchimento de outras 64 mil vagas no serviço público nos próximos anos. De acordo com o projeto de lei orçamentária, os setores com o maior número de oportunidades em 2012 serão a Justiça do Trabalho e o Ministério da Educação. Metade dos cargos previstos para todo o Judiciário será destinada aos Tribunais Regionais do Trabalho, em um total de 4.449 vagas. No Executivo, o MEC contará com o reforço de 33,5 mil novos postos em instituições federais de ensino. A previsão contraria as medidas adotadas pelo governo no início do ano, que incluíam a limitação de gastos com reajustes de servidores, o adiamento de nomeações e novos concursos. O número de servidores prestes a se aposentar e a chegada de grandes eventos como a Copa do Mundo de 2014, no entanto, exigiram o reforço do quadro do funcionalismo.

Lula mantém silêncio sobre seu "irmão e líder" Kadhafi

Lula e seu "líder, amigo, irmão"
O ex-presidente Lula mantém silêncio constrangido oito meses após o início do levante popular, na Líbia, que derrubou o tirano Muammar Kadhafi. Como presidente, Lula envergonhou os brasileiros ao saudar o ditador como "meu amigo, meu irmão, meu líder", durante um encontro. Esperava-se do petista ao menos palavras de solidariedade a essa figura que subjugou, perseguiu, roubou, torturou e matou milhares de líbios durante mais de 42 anos. O aspone para assuntos internacionais aleatórios de Lula, Marco Aurélio "Top Top" Garcia, que influenciou a política externa vexatória daquele governo, e o ex-chanceler Celso Amorim, que fez o Itamaraty se curvar a essa má influência, também permanecem caladinhos sobre o "ídolo" destronado.

Lula vai apoiar Manuela D'Ávila e Flávio Dino nas eleições de 2012

O ex-presidente Lula afirmou em conversa com o presidente do PCdoB, Renato Rabelo, que vai apoiar as candidaturas de Manuela D'Ávila (Porto Alegre) e Flávio Dino (São Luís) nas eleições de 2012. Lula vai tentar convencer os comunistas do País a rejeitar a candidatura de Netinho de Paula, em São Paulo, aumentando o tempo de TV do candidato petista.

Governo vai criar 51 varas da Justiça do Trabalho

Serão criadas 51 varas da Justiça do Trabalho em sete Estados brasileiros para facilitar o acesso dos cidadãos à Justiça. Ao todo, nove leis foram sancionadas pela presidenta Dilma Rousseff, para viabilizar a instalação das varas e ampliar o número de vagas para juízes nessas instâncias. A medida contempla os estados de Mato Grosso, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás, Alagoas e Sergipe. Os projetos de lei que dão origem à criação das novas instâncias e cargos foram propostos pelo Tribunal Superior do Trabalho e aprovados pelo Congresso Nacional.

Gaúcha Puras foi vendida por R$ 1,2 bilhão para a francesa Sodexo

A maior empresa gaúcha de refeições coletivas, a Puras, acaba de ser vendida para o grupo francês Sodexo por R$ 1,2 bilhão. O negócio foi fechado na terça-feira à noite, em Porto Alegre. Além de maior empresa da área no Rio Grande do Sul, a Puras é a segunda no ranking do Brasil, atendendo l milhão de pessoas por dia em 351 municípios. Ela tem 22 mil empregados. No ano passado, a Puras faturou R$ 1,3 bilhão. O dono da Puras é Hermes Gazzola.

Governo agora pensa no petróleo do pré-sal como fonte de recursos para a Saúde

Informado de que no momento não tem condições de aprovar no Congresso um novo imposto para a saúde, o governo estuda como alternativa para o financiamento do setor o uso de royalties do petróleo a ser extraído do pré-sal. A idéia é que uma determinada quantia do dinheiro dos royalties entre no fundo do pré-sal e depois seja devolvido aos governos dos Estados para o financiamento à saúde. O valor da parte dos royalties que será destinado à saúde dependerá de cálculos a serem feitos pela União e pelos Estados e da negociação a ser conduzida com os governadores. A previsão é de que serão necessários R$ 30 bilhões anuais a mais com a regulamentação dos recursos para a saúde por parte de União, Estados e municípios, que deverá ser votada pela Câmara no dia 28. Como o projeto já passou pelo Senado e sofreu modificações, deverá voltar à Casa de origem. Mas o Palácio do Planalto tem consciência de que não terá mais condição de impedir a votação do projeto, conhecido por Emenda 29. O jeito, então, é correr atrás de fontes de custeio.

Hebe Camargo perdeu jóias no roubo que o Itaú escondia

A apresentadora Hebe Camargo está entre as 170 vítimas com jóias, dinheiro e documentos roubados de cofres confiados a uma agência do banco Itaú na Avenida Paulista, centro financeiro de São Paulo. Os ladrões permaneceram na agência por mais de dez horas, entre 27 e 28 de agosto. O “banco mais sustentável do mundo”, incapaz de garantir sua própria segurança, tentava manter o assalto em segredo. O Itaú não comentou as acusações de vulnerabilidade no esquema de segurança de sua agência no principal centro financeiro do País. Os clientes que confiaram ao banco Itaú a guarda de jóias, dinheiro e documentos também não comentaram o prejuízo amargado.

Sócrates está em coma induzido e respira com ajuda de aparelho

É grave o estado de saúde do ex-jogador Sócrates, de 57 anos, internado depois de intensa hemorragia digestiva na madrugada da última segunda-feira. A hemorragia foi causada por um aumento de pressão sanguínea na veia porta, que drena sangue para o fígado. A crise ocorreu nove dias após Sócrates, ídolo corintiano e capitão da seleção na Copa de 1982, ter recebido alta de uma internação causada pelo mesmo problema. Um boletim médico divulgado na manhã de terça-feira informou que Sócrates foi submetido a tratamento com remédios e radiologia para estancar o sangramento. Ele passou o dia na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em coma induzido e respirando com ajuda de aparelhos. Foi medicado para manter a pressão arterial estável. Familiares e amigos compareceram ao Albert Einstein.

Deputados gaúchos aprovam reajustes de servidores do Judiciário, TCE, MP e da AL

Os deputados gaúchos aprovaram, em sessão extraordinária realizada na tarde de terça-feira, o reajuste de salarial de servidores do Judiciário, do Tribunal de Contas do Estado, da Procuradoria-Geral de Justiça e dos servidores da Assembléia Legislativa. Os servidores receberam aumento de 12%, que será dividido em três parcelas. O impacto financeiro aos cofres públicos gerado pelos reajustes deve ser de R$ 190 milhões por ano, a partir de 2012.

Após três meses de greve, servidores da UFRGS decidem voltar ao trabalho

Após três meses de greve, os servidores da UFRGS e UFCSPA decidiram voltar ao trabalho. As atividades voltarão ao normal nesta quinta-feira. Uma Assembléia Geral foi realizada na tarde de terça-feira, em Porto Alegre. No entanto, a categoria aprovou um calendário de mobilização para os próximos meses. De acordo com nota publicada no site da Assufrgs (Associação dos Servidores da UFRGS e UFCSPA), o comando de greve informa que o fim da mobilização ocorre "não por ausência de força, mas por falta de perspectiva", já que, segundo os servidores, as negociações não contemplaram suas exigências. Ainda de acordo com a associação, os servidores deverão buscar, a partir de agora, apoio de parlamentares e centrais sindicais para a obtenção do reajuste salarial ainda em 2012. Resumindo: a greve foi um fracasso total.

Dilma diz que inflação está sob controle e que Brasil tem plenas condições de enfrentar crise

Dilma diz que inflação está sob controle e que Brasil tem plenas condições de enfrentar crise
Na última terça-feira, a presidente Dilma Rousseff reiterou que a inflação está controlada e que o Brasil tem plenas condições de combater os efeitos da crise econômica que atinge o mundo. A presidente fez um pronunciamento em rede nacional, na noite desta terça-feira, o terceiro convocado por ela desde que começou a governar. "A crise atual é mais complexa do que aquela de 2008, da qual nós nos saímos muito bem. Nosso Brasil, por ter sido, nos últimos anos, um país que se transformou, está plenamente preparado para enfrentar mais este desafio", disse ela. A presidente enfatizou que é necessário que o conceito de independência seja "renovado" para que o País possa dar resposta à crise: "Temos uma grave crise econômica que cobra respostas novas para seus problemas". A crise, de acordo com a presidente, será uma oportunidade de ampliar o mercado interno. Segundo ela, o governo não vai permitir ataques à indústria nacional e aos empregos e a concorrência desleal de produtos estrangeiros: "No caso da atual crise internacional nossa principal arma é ampliar e defender nosso mercado interno, que já é um dos mais vigorosos do mundo, por isso quero deixar claro que meu governo não irá permitir ataques as nossas indústrias e aos nossos empregos. Não vai permitir que artigos estrangeiros venham concorrer de forma desleal com os nossos produtos".

Acessos às favelas do Complexo do Alemão são fechados

Com o tiroteio que teve início na noite desta terça-feira no Complexo do Alemão, zona norte do Rio de Janeiro, todos os acessos às favelas da região foram fechados. No quartel da Força de Pacificação, na parte baixa do morro, carros de combate do Exército, do tipo Urutu, foram preparados para entrar nas comunidades. Desde o último domingo, militares da Força de Ocupação e bandidos dos morros têm se enfrentado.

Crise pode adiar oferta de ações da Tigre

O grupo Tigre, fabricante brasileiro de tubos e conexões, está com toda a documentação pronta para iniciar o processo de oferta pública de ações, mas a crise financeira que abateu as Bolsas de Valores em todo o mundo, inclusive a BM&FBovespa, pode adiar os planos da companhia. A empresa estuda se deve protocolar até esta sexta-feira o pedido de registro de companhia aberta na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), o primeiro passo obrigatório para as empresas que querem lançar ações. Sexta-feira é a data limite para que a Tigre inicie o processo a tempo de fazer a emissão de ações até o dia 27 de outubro. Esse é o último dia para que as empresas determinem o preço da ação utilizando os dados financeiros relativos ao segundo trimestre de 2011. A CVM determina que empresas podem fazer abertura de capital até 17 dias antes do prazo para publicação do trimestre. Ou seja, se a companhia deseja fazer o fechamento do preço da ação com dados do segundo trimestre, então, têm que fazê-lo até 27 de outubro. Se a Tigre não apresentar a documentação até sexta-feira, perderá a oportunidade de sair com a operação entre outubro e novembro, deixando a emissão para meados de dezembro.

Policiais de UPP são presos com R$ 13 mil no Rio de Janeiro

Em meio à série de problemas em favelas do Rio ocupadas por militares e pela polícia, a Secretaria de Segurança anunciou na terça-feira a prisão em flagrante de três PMs de uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) que não conseguiram explicar a origem de R$ 13 mil que levavam no carro. De acordo com a secretaria, um sargento e dois soldados da UPP do morro da Coroa, em Santa Teresa (centro), foram presos na noite de segunda-feira depois de uma denúncia anônima à corregedoria interna da Coordenadoria de Polícia Pacificadora. Uma sindicância foi aberta pela corregedoria da PM. Isso comprova que as UPPs estão servindo para o sistema policial do Rio de Janeiro dar segurança para as atividades dos traficantes nos morros.

Ford deixará de produzir 30 mil carros com férias na Bahia

A Ford anunciou na terça-feira que a paralisação na unidade de Camaçari (BA), a partir da próxima segunda-feira, irá suspender a fabricação de cerca de 30 mil veículos dos modelos Fiesta e Eco Sport. A Ford produz 250 mil carros por ano na Bahia. A Ford irá conceder férias coletivas aos 11 mil trabalhadores da unidade. Eles voltarão ao trabalho apenas no dia 10 de outubro. Em nota, a montadora afirmou que a medida se deve a um ajuste de estoques à demanda do mercado. A paralisação em Camaçari segue uma tendência no País. A Ford já havia anunciado paralisação em suas fábricas de Taubaté e escalonamento das linhas de caminhões, carros e estamparia em São Bernardo, ambas em São Paulo. A Volkswagen, a GM e a Fiat também tomaram medidas para diminuir os estoques de veículos em unidades de São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul.

Coca-Cola negocia vinda de fabricante de PET reciclado ao País

A Coca-Cola Brasil está negociando com um fabricante de PET reciclado a instalação de uma fábrica no País. "Hoje, nossas garrafas recicladas são produzidas pela CPR, a única capacitada no País com essa tecnologia", disse Rino Abbondi, vice-presidente de Técnica e Logística da empresa. "Mas temos um fornecedor, que já é parceiro do grupo nos Estados Unidos e na Europa, e que pode vir a instalar uma fábrica no Brasil para atender a nossa demanda por PET reciclado", afirmou, referindo-se ao projeto da Coca-Cola Brasil que prevê a substituição gradativa, até 2020, de todas as garrafas PET da empresa por embalagens feitas a partir de resina reciclada. A primeira garrafa de PET reciclado do País voltada ao segmento de bebidas chegou na terça-feira às gôndolas de supermercados de São Paulo e do Paraná. Neste primeiro momento, a "Bottle to Bottle" envolveu apenas o volume de 2,5 litros (o segundo mais vendido da Coca-Cola no País, depois das garrafas de 2 litros), envasado pela Spaipa, que atua nos Estados do Paraná e São Paulo.

Ferroanel vai causar "revolução" em São Paulo, diz secretário

O Secretário de Logística e Transportes do governo de São Paulo, Saulo de Castro Abreu Filho, afirmou na quinta-feira que a construção do Ferroanel Norte, na área metropolitana de São Paulo, se juntará a outros projetos tocados em parceria entre os governos estadual e federal que vão causar uma "revolução" nos transportes do Estado. "Com as obras o custo do Estado de São Paulo cai muito, fora o ganho ambiental. Isso vai gerar uma grande revolução nos transportes", afirmou Saulo, lembrando também da retirada de caminhões que trafegam nas estradas. A construção do Ferroanel Norte foi acordada entre governo federal e governo estadual e deve ser anunciada nas próximas semanas. A intenção é entregar a obra pronta até 2014. Parte da linha vai correr em paralelo ao percurso do Rodoanel Norte. O custo estimado para a linha de 60 quilômetros exclusiva para cargas entre Itaquaquecetuba e Jundiaí é de R$ 1,2 bilhão. O Ferroanel busca agilizar e reduzir as despesas do transporte de mercadorias. Tende ainda a retirar caminhões de estradas e centros urbanos, pois parte das cargas deve migrar para o sistema ferroviário.

Rebeldes estão a menos de 80 quilômetros da cidade natal de Gaddafi

Os rebeldes líbios avançaram contra Sirte, a cidade natal do ditador Muammar Gaddafi na noite de terça-feira e já estão a menos de 80 quilômetros do local, informaram fontes militares dos oposicionistas. "Após um dia de enfrentamentos, avançamos aproximadamente 8 quilômetros rumo a Sirte", informou um comandante das autoridades líbias de transição, cujos combatentes estão agora a menos de 80 quilômetros da cidade. "Os combates foram violentos. Avançamos uma dezena de quilômetros", disse outro comandante, Mustafá Bendardaf. Um combatente dos rebeldes morreu e outros três ficaram feridos. Pelo menos um soldado gaddafista pereceu e seu corpo foi abandonado no campo de batalha. Vários outros ficaram feridos. "Cinco veículos foram neutralizados: três foram destruídos em bombardeios da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) e outros dois foram capturados por nossos homens", afirmou Bendardaf.

Casos de resistência diminuem em regiões com UPPs, diz instituto

Um levantamento do ISP (Instituto de Segurança Pública) do Rio de Janeiro mostra uma diminuição nos casos de "auto de resistência", registros de mortes em supostos confrontos com policiais militares, em regiões com UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), no primeiro semestre de 2011 em relação ao mesmo período de anos anteriores. No entanto, os números seguem altos nos locais sem a presença das unidades. Na área que corresponde à região central da cidade, onde foi implantada em maio a UPP São Carlos, não houve nenhum "auto de resistência" no primeiro semestre de 2011, contra seis casos registrados no primeiro semestre de 2010, 27 casos em 2009, e 24 casos em 2008. Na região da favela Cidade de Deus, na zona oeste, os números também caíram. No local foi implantada uma UPP em 2009. Lá foram dois casos de auto de resistência entre janeiro e junho de 2011, contra três no mesmo período em 2010 e oito em 2009.

Eleição para ministro do TCU é marcada para dia 21

O presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Marco Maia (PT-RS), marcou para o próximo dia 21 a sessão que vai escolher o novo ministro do Tribunal de Contas da União. A vaga decorre da aposentadoria do ex-presidente do órgão Ubiratan Aguiar. Até o momento, segundo a secretaria-geral da Câmara, seis deputados já registraram suas candidaturas. São eles Ana Arraes (PSB-PE), Jovair Arantes(PTB-GO), Átila Lins (PMDB-AM), Damião Feliciano (PDT-PB), Milton Monti (PR-SP) e Aldo Rebelo (PCdoB-SP). Além deles, o auditor Rosendo Severo também concorre, informou a Câmara. Seu nome foi lançado pela associação que representa os auditores do Tribunal de Contas da União, em um processo inédito do órgão. O deputado Sérgio Barradas Carneiro (PT-BA) também avisou que deve concorrer, mas ainda não registrou sua candidatura.

Ex-vice-presidente do Citigroup admite roubo de US$ 22 milhões

O ex-vice-presidente do Citigroup, Gary Foster, se declarou culpado na terça-feira de se apropriar ilicitamente de mais de US$ 22 milhões em fundos do banco que transferiu para sua conta privada entre 2003 e 2010, segundo confirmou sua advogada Isabelle Kirshner. Gary Foster, de 35 anos, admitiu perante o juiz federal Eric Vitaliano, do Tribunal do Distrito Leste de Nova York, que durante esse período retirou mais de US$ 22 milhões, uma quantia superior aos US$ 19 milhões pelos quais tinha sido acusado pela promotoria. A advogada também afirmou que seu cliente "reconhece a gravidade de suas ações e está preparado para assumir sua total responsabilidade por elas". Gary Foster foi posto em liberdade pagando uma fiança de US$ 800 mil até que o juiz decida a data de sua sentença. O ex-vice-presidente do Citigroup enfrenta uma condenação máxima de 30 anos de prisão, embora o promotor do caso, Michael Yaeger, deva pedir para ele uma pena de oito a 10 anos. Detido em junho no aeroporto internacional John F. Kennedy de Nova York, ao retornar de férias de Bangcoc, Gary Foster foi acusado de ter enriquecido por meio de transferências ilegais de contas do Citigroup e de sua conta privada no banco rival JPMorgan Chase. O FBI garante que o banqueiro desfalcou a entidade financeira do seu cargo na tesouraria, que supervisiona as transações interbancárias do grupo, e em uma ocasião transferiu para sua conta pessoal US$ 3,9 milhões procedentes de uma filial em Baltimore (Maryland). Segundo detalhou o jornal "New York Post", o dinheiro foi gasto em luxuosos imóveis, como uma mansão em Nova Jersey, estimada em US$ 6 milhões, e um apartamento de quase US$ 2 milhões em Nova York.

Equador declara estado de emergência no sistema judiciário

O presidente do Equador, Rafael Correa, decretou estado de emergência por 60 dias no sistema judiciário do país com o objetivo de "resolver a situação crítica pela qual o setor atravessa" e para "prevenir uma eminente comoção interna". O decreto estabelece a mobilização nacional, especialmente dos funcionários do sistema judiciário, para "garantir o acesso à justiça oportuna e integral aos equatorianos". Além disso, esclarece que o Ministério da Economia destinará os recursos para atender a emergência. O governo declarou que terá como ação prioritária a implementação dos projetos de mudança previstos no Plano de Transformação da Justiça. As razões pelas quais foi decretado o estado de emergência foram expostas em um documento pelo presidente do Conselho Transitório da Magistratura, Paulo Rodríguez. Segundo ele, além de não terem sido realizados processos de modernização, falta desenvolvimento tecnológico e coordenação entre as distintas instituições do Judiciário. Rodríguez ainda afirmou que, devido aos problemas no setor, existem cerca de 1,2 milhão de causas que ainda não foram julgadas.

Receita leiloa bimotor com lance de R$ 50 mil

Um leilão da Receita Federal no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (cidade localizada a 93 quilômetros de São Paulo), que teve início na última quinta-feira, disponibiliza a pessoas jurídicas 90 lotes com materiais apreendidos ou abandonados por importadores. Entre os lotes há até um com avião bimotor, GPS e fone de ouvido por lance mínimo de R$ 50 mil. Este é o segundo leilão do ano, mas não é o primeiro em que a aeronave fica à disposição. O bimotor ano 1974 foi apreendido na década de 1990 por transporte de mercadoria contrabandeada. Para retornar ao leilão, a aeronave passou por uma vistoria no aeroclube de Taubaté. A maior parte dos objetos leiloados foi abandonada por importadores que não cumpriam todas as exigências legais. Há também materiais apreendidos pela Polícia Federal e que podem ser comercializados no Brasil. A expectativa é arrecadar R$ 1,5 milhão.

Títulos americanos têm menor rendimento histórico

O rendimento dos títulos da dívida pública dos Estados Unidos a dez anos registrou na terça-feira o menor nível da história, a 1,929%, depois que os investidores correram para o mercado de bônus americanos em consequência do agravamento da crise na Europa. Em meio de uma nova onda de aversão ao risco nos mercados financeiros, os investidores se afastam dos ativos que consideram mais arriscados e sensíveis à atual conjuntura, como as ações, as matérias-primas ou os títulos públicos dos países mais frágeis da Zona Euro, em benefício de títulos mais seguros como a dívida pública dos Estados Unidos. O resultado é que o custo do endividamento cai para os Estados Unidos, apesar da agência Standard & Poor's ter retirado a nota AAA do país.

Israel acredita que batalha na ONU está perdida

Israel sabe que não conseguirá um amplo apoio contra uma resolução na Assembléia Geral da ONU pelo reconhecimento de um Estado palestino, mas espera pelo menos obter um voto favorável de peso dos Estados Unidos e da União Européia. Ao menos 140 países reconhecerão o Estado palestino independente nas Nações Unidas no final do mês, quando os palestinos solicitarem o apoio internacional a essa reivindicação, revelou o negociador palestino Nabil Shaath no último domingo. O embaixador israelense na ONU, Ron Prosor, considerado um dos diplomatas mais experientes do país, alertou recentemente à chancelaria israelense em uma mensagem sigilosa que Israel não tinha nenhuma opção para frear o reconhecimento do Estado palestino. Em um relatório Prosor previu um resultado pouco favorável para seu país e expôs uma visão pessimista sobre a capacidade do país em influir nos resultados de uma eventual votação. "O máximo que podemos aspirar em uma votação na ONU é que um grupo de Estados se abstenha ou esteja ausente na hora de votar", redigiu Prosor, acrescentando que seus comentários se baseiam em mais de 60 encontros que manteve nas últimas semanas com diplomatas em Nova York.

Sérgio Cabral atribui problemas em favelas a histórico de violência

O governador do Rio de Janeiro, o populista Sérgio Cabral Filho (PMDB), afirmou na manhã de terça-feira que os problemas enfrentados recentemente na Cidade de Deus e no Complexo do Alemão são resultado de "resquícios de um viés violento" de uma minoria de moradores das favelas e da própria polícia. Cidade de Deus conta com uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora), e o Alemão está ocupado pelo Exército. "Evidentemente, a pacificação é um processo de educação recíproca entre a força de pacificação e a comunidade. É um aprendizado diário. Há tanto na comunidade quanto na força de segurança, resquício de um viés violento, no caso da força de pacificação, e da cultura do poder paralelo, no caso das comunidades. Mas isso é minoria", disse Sérgio Cabral. "Há pelo menos 30 ou 40 anos, a polícia só entrava para atirar e depois deixava a população refém dos bandidos. É um processo que não tem fim, mas vai melhorar a cada dia", completou o governador. Isso é uma afirmação que ignora a realidade. A verdade é que essa política de "pacificação" tem sido construído por meio de um "acordo" entre o governo e a bandidagem. O governo entra nos morros mas não prende ninguém. Os bandidos recolhem as armas e continuam com seu negócio lucrativo do tráfico. Grande prova disso é que o custo da droga não aumentou no Rio de Janeiro, os drogados das classes média e alta continuam tendo acesso à cocaina pelo mesmo preço.

Desembolsos do BNDES caem 5% até julho

Os desembolsos do BNDES caíram 5% nos primeiros sete meses de 2011, frente ao mesmo período de 2010, atingindo R$ 69,4 bilhões. De janeiro a julho as consultas tiveram uma queda de 23% frente ao mesmo período do ano anterior, somando R$ 103,9 bilhões, e as aprovações de empréstimos recuaram 17% frente ao ano passado. Segundo o banco, o desempenho dos indicadores reflete a antecipação de investimentos ocorrida no ano passado, que gerou uma grande demanda por recursos do BNDES-PSI, com taxas de juros abaixo das praticadas no mercado. O programa tinha, inicialmente, data de vigência até junho de 2010. O PSI foi posteriormente prorrogado até dezembro do mesmo ano e, depois, para março de 2011. No entanto, em todos os períodos que antecederam as prorrogações, cresceram os pedidos de financiamento, uma vez que as empresas concentravam suas solicitações para aproveitar as taxas do programa, mais baixas. Assim, a base de comparação com 2011 ficou elevada. Com o lançamento do Plano Brasil Maior, no início deste mês, a vigência do PSI foi ampliada até o final de 2012. Segundo o BNDES, a expectativa é de estabilidade nos desembolsos neste ano, apesar da queda nos primeiros sete meses. Para o banco, os desembolsos deverão atingir, em 2011, o mesmo patamar de 2010, em torno de R$ 146 bilhões (excluindo a operação de capitalização da Petrobras, de R$ 24,8 bilhões, realizada em setembro do ano passado).

Quase metade de americanos acha que brancos são discriminados

Quarenta e seis por cento dos americanos acham que os brancos sofrem discriminação, como os negros e outras minorias, diante dos 51% que não acham isso, segundo pesquisa do centro de análises do Instituto Brookings de Pesquisa Pública sobre Religiões. Dez anos depois dos atentados terroristas de 11 de setembro, a maioria dos americanos (53%) se sente mais segura, mas tem a sensação de que suas liberdades individuais foram reduzidas, e que seu país é menos respeitado no mundo (69%), segundo as conclusões deste estudo realizado com 2.450 pessoas em agosto. A imigração é encarada como um fenômeno geralmente positivo, mas com reservas. Oitenta e sete por cento acham que os imigrantes trabalham duro, e 80% acreditam que eles têm valores familiares claros. Mas sete em cada dez americanos acham que os recém-chegados não se integram com facilidade. Os pesquisados se mostram praticamente divididos sobre se os valores do Islã são incompatíveis com o estilo de vida americano: 47% acham que esta afirmação é certa e 48% não. A maioria dos americanos alvos acredita que é discriminada, e essa opinião atinge quase 60% entre os republicanos e os que se identificam com o movimento ultraconservador Tea Party. Somente três em cada dez hispânicos ou negros acham que os brancos são discriminados. Sessenta e dois por cento dos americanos consideram que é melhor dar uma oportunidade aos cerca de 11 milhões de não documentados para que legalizem sua situação, desde que se aplique uma política de vigilância ao mesmo tempo. Somente 32% dos americanos acreditam em uma simples política de repressão da imigração ilegal.

Votação do Código Florestal deve ser adiada mais uma vez

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Eunício de Oliveira (PMDB-CE), disse na terça-feira que vê dificuldades para que o relatório do senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC) seja votado na próxima semana. Segundo Oliveira, o texto tem novos pontos em relação ao projeto aprovado pela Câmara que precisam ser bem discutidos na Comissão de Constituição e Justiça. "O senador Luiz Henrique inseriu novidades que precisam ser bem discutidas. Eu só vou colocar em votação esse texto quando nenhum senador quiser mais discutir a matéria", afirmou. A proposta tem pontos polêmicos como a previsão para que estádios e demais obras da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016 possam ser instaladas em APPs (áreas de preservação permanente), uma vez que foram consideradas de utilidade pública. As APPs são áreas sensíveis que recebem proteção especial por estarem localizadas em topos de morro e várzeas de rios, importantes para a produção de água e a proteção do solo contra a erosão.

Hematoma no cérebro de Ricardo Gomes é completamente absorvido

A equipe que cuida do técnico de futebol Ricardo Gomes, de 46 anos, internado há uma semana e dois dias no Hospital Pasteur, na zona norte do Rio de Janeiro, vítima de um Acidente Vascular Encefálico hemorrágico durante clássico com o Flamengo, divulgou novo boletim médico na terça-feira, e o treinador do Vasco manteve o quadro clínico e neurológico considerado estável. A novidade é que uma nova tomografia computadorizada foi realizada e apresentou "um ótimo resultado, evidenciando a absorção completa do hematoma cerebral".

Serviços representam um terço da alta da inflação

Além dos alimentos, outras categorias de produtos pressionam a inflação em 2011. É o caso dos serviços, que respondem por 34% da taxa do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) no ano até agosto (4,42%). Somados, os serviços corresponderam a 1,5 ponto percentual da variação do índice de janeiro a agosto. Segundo Eulina Nunes dos Santos, essa categoria, "em geral, sobe em razão do aumento do rendimento" que proporciona maior consumo. Apesar da desaceleração da economia, o mercado de trabalho segue firme neste ano, com a renda em alta. Além disso, os serviços não sofrem a concorrência de importados, que entram mais baratos no País por conta do câmbio e empurram os preços dos similares nacionais para baixo. As altas de destaque no ano até agosto ficaram com hotel (13,28%), estacionamento (10,07%), colégios (8,09%), empregado doméstico (7,58%), aluguel (7,48%), entre outras. Os serviços estão dispersos em vários grupos do IPCA, como habitação (aluguel), despesas pessoais (empregados domésticos), entre outros.

Operários decidem manter greve no Maracanã

Uma assembleia realizada na manhã da terça-feira decidiu pela manutenção, por ao menos mais dois dias, da greve dos operários que trabalham na reforma do Maracanã para a Copa do Mundo de 2014, iniciada na última quinta-feira. Nesta quinta-feira haverá uma nova assembléia, mas a tendência é a manutenção até que o Tribunal Regional do Trabalho julgue a legalidade da greve, o que só deve acontecer em dez dias. Já são 12 dias de paralisação dos trabalhadores desde agosto, quando uma primeira greve acabou com acordo com o consórcio responsável pela obra, que atendeu exigências dos trabalhadores, como o aumento do valor da cesta básica e a concessão de planos saúde. A nova greve exige melhores condições de trabalho, limpeza e alimentação, além de um novo aumento da cesta básica e plano de saúde para toda a família.

Poupança registra captacão de R$ 2,2 bilhões em agosto

Os depósitos na caderneta de poupança superaram os saques em R$ 2,2 bilhões em agosto, segundo dados do Banco Central. Trata-se do terceiro mês consecutivo de resultados positivos na captação da poupança. O saldo é menor que os R$ 6,1 bilhões verificados no mês anterior, mas supera o R$ 1,8 bilhão de agosto de 2010. No ano, a captação de novos recursos pela poupança soma R$ 5,3 bilhões, ante R$ 23,9 bilhões no mesmo período do ano passado. No último dia 31, o saldo da caderneta de poupança ultrapassou, pela primeira vez, a marca de R$ 400 bilhões. Em janeiro deste ano, acumulava R$ 300 bilhões. O crescimento nesse período inclui a captação (diferença entre depósitos e saques) e também o rendimento da aplicação.

Alimentos voltam a subir e puxam alta da inflação

Após dois meses em deflação, os alimentos voltaram a subir em agosto (0,72%) na esteira da alta das commodities no mercado internacional, de problemas climáticos e de maiores custos de produção, segundo o IBGE. Em junho e julho, os alimentos tiveram taxas negativas (-0,26% e -0,34%, respectivamente) e foram responsáveis pela desaceleração do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). O índice registrou quedas de 0,15% e 0,16% naqueles meses, respectivamente. Em agosto, a taxa acelerou para 0,37%. "Agora, o grupo alimentação voltou a pressionar e puxou o IPCA novamente para cima, acompanhando a evolução dos preços alimentícios", disse Eulina Nunes dos Santos, coordenadora de Índices de Preços do IBGE. A economista ressalta que, em agosto, os principais produtos alimentícios e com pesos significativos no IPCA subiram. Entre eles, estão carnes, alta de 1,84% em agosto, o açúcar (3,90%), arroz (1,82%), frango (2,74%) e feijão (0,58%). "O prato típico do brasileiro subiu em agosto", disse. Segundo Nunes do Santos, as carnes aumentaram por conta da entressafra e dos custos mais altos das rações em razão da alta de soja e milho no mercado internacional. O aumento, diz, puxou também o preço do frango principal substituto da carne.