sexta-feira, 10 de junho de 2011

Rainha Elizabeth dá novo título a Philip pelo seu 90º aniversário

A rainha britânica Elizabeth 2ª deu a seu marido, o príncipe Philip, um novo título como presente em seu aniversário de 90 anos, nesta sexta-feira, quando ele anunciou que vai reduzir suas atividades, após décadas de compromissos oficiais. Conhecido por seu discurso franco e suas observações ocasionalmente impensadas, Philip passou seu aniversário cumprindo os deveres de seu papel de consorte da rainha, com quem se casou em 1947. "É um dia de trabalho normal para ele. Não há comemoração propriamente dita", disse sua porta-voz, embora uma banda militar tenha tocado "Parabéns a Você" diante do Palácio de Buckingham e canhões terem feito 62 disparos de saudação na Torre de Londres. Para marcar a ocasião, a rainha conferiu o título de lorde Alto Almirante, chefe titular da Marinha Real, a Philip, que serviu na Marinha durante a Segunda Guerra Mundial, participou dos desembarques das forças aliadas na Sicília e esteve na baía de Tóquio quando os japoneses se renderam, em 1945.

Lançado satélite que medirá salinidade dos oceanos na Terra

O foguete Delta 2, que carrega o satélite de observação Aquarius, cuja missão é medir a salinidade das águas oceânicas terrestres, partiu nesta sexta-feira da base aérea de Vandenberg, na Califórnia. A ignição, às 11h30 (horário de Brasília), ocorreu com um dia de atraso ao cronograma de lançamento. A adiamento por 24 horas serviu para que os engenheiros pudessem rever os planos de vôo. O monitoramento dos níveis de sal nos oceanos será feito durante três anos. Os instrumentos da Aquarius, sensíveis e precisos, são capazes de detectar as menores mudanças mesmo a vários quilômetros abaixo do mar. O propósito do estudo é prever mudanças climáticas no futuro e fenômenos como as correntes do El Nino e de La Nina, que interferem diretamente no tempo. A missão também pretende registrar, com câmeras, ocorrências ambientais como erupções vulcânicas e incêndios florestais. A pesquisa é bancada por uma parceria internacional que envolve a Nasa, Brasil, Canadá, França e a Itália. A nave é de fabricação argentina. Este também é o primeiro de cinco lançamentos espaciais da Nasa que serão realizados pela United Launch Alliance, empresa que reúne os fabricantes de foguetes Lockheed Martin e Boeing.

Enem recebe 5,1 milhões de inscrições

O Inep (instituto ligado ao Ministério da Educação) recebeu aproximadamente 5,1 milhões de inscrições para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). As inscrições foram encerradas nesta sexta-feira, às 23h59, e o exame será aplicado nos dias 22 e 23 de outubro. O Inep só deverá divulgar o número final de inscritos na próxima semana. Mais de 40% dos estudantes já inscritos são de família de baixa renda e ficaram isentos do pagamento de taxa. A maioria dos alunos que vão fazer as provas em outubro são da região Sudeste (quase 1,9 milhão de inscritos). Os inscritos pagantes devem efetuar o pagamento da taxa de R$ 35,00 até a segunda-feira, somente no Banco do Brasil. Alunos da rede pública não pagam e os de escolas particulares podem pedir isenção.

Marcos Valério e mais 12 serão julgados por Mensalão mineiro na Justiça de 1ª instância

O ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal, devolveu à Justiça de primeira instância de Minas Gerais a ação penal em que o publicitário Marcos Valério e outras 12 pessoas são investigados no processo do Mensalão mineiro. Na decisão, Joaquim Barbosa aponta manobra da defesa de Marcos Valério para ganhar tempo e obter a prescrição dos crimes investigados. "A manobra ora exposta retrata, à perfeição, a maneira sub-reptícia, matreira, como se constrói a impunidade no nosso País, isto é, mediante manobras que visam a um único objetivo: ganhar tempo para alcançar a prescrição", escreveu ele. Em fevereiro de 2008, os advogados de Marcos Valério pediram ao Supremo o desmembramento desse processo, alegando que somente o ex-governador de Minas Gerais e atual deputado federal Eduardo Azeredo (PSDB-MG) deveria ser investigado pela Corte. Na época, Azeredo era senador da República. O pedido foi acolhido pelo ministro Joaquim Barbosa. Ele determinou que todos os réus sem prerrogativa de foro no Supremo que estavam sendo investigados deveriam ser processados e julgados na primeira instância. Com isso, a denúncia contra esses denunciados foi enviada para a 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte, em Minas Gerais, no dia 2 de junho de 2009. Em janeiro de 2011, a defesa do publicitário alegou na Justiça mineira que o caso deveria ser reenviado ao Supremo porque Clésio Andrade (PR-MG), que figurava entre os investigados pela justiça comum, assumiu a vaga de senador deixada por Eliseu Resende (DEM-MG), que morreu em 2 de janeiro. Marcos Valério obteve decisão favorável em habeas corpus concedido pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais e, em maio deste ano, o processo chegou ao Supremo.

No papel, projeto do Itaquerão tem 17 mil lugares a menos

O projeto do novo estádio do Corinthians em Itaquera, aprovado pela Prefeitura de São Paulo, é de apenas 48 mil lugares, e não de 65 mil, como exige a Fifa, para a cidade abrigar a abertura da Copa do Mundo de 2014. Um dos coordenadores da obra diz que, "nas próximas semanas", o Corinthians resolverá a questão, apresentando projeto de 19 mil lugares móveis que serão instalados atrás dos gols, e removidos depois da Copa. De acordo com o técnico, as fundações do estádio já podem receber 67 mil lugares e não serão alteradas: "É apenas um detalhe de toda a obra. É como se você fosse construir a sua casa e, depois do alvará, resolvesse fazer um banheirinho para a sua empregada".

Rio de Janeiro não tem como manter bombeiros presos, alegou desembargador

As condições em que os bombeiros estavam presos foi um dos argumentos usados pelo desembargador Cláudio Brandão de Oliveira para liberar os 439 militares presos no Rio de Janeiro desde o último sábado, após invasão ao quartel central da corporação. O habeas corpus foi concedido na madrugada desta sexta-feira, no plantão judiciário do Tribunal de Justiça do Estado. "É notório que o Estado não dispõe de estabelecimentos adequados para manter presos, de forma digna, mais de 400 militares. Sabe-se que muitos estão presos em quadra de esportes ou em espaços reduzidos que não foram preparados para receber militares presos. As péssimas condições dos locais onde são mantidos os presos é fato relevante que será levado em consideração na apreciação do pedido de liminar", explicou o magistrado. "Quanto à manutenção da prisão e a sua adequação aos princípios, valores, direitos e garantias constitucionais que tutelam a liberdade, verifico que há necessidade de revisão da decisão atacada", acrescentou ele. "Não é justo, com eles e com suas famílias, que sejam rotulados, de forma prematura, como criminosos. Mantê-los na prisão, além do necessário, não é justo. Não é razoável manter presos bombeiros que são acusados de terem cometido excessos nas suas reivindicações salariais. Não é razoável privar a sociedade de seu trabalho e transformar seu local de trabalho em prisão", fundamentou o desembargador. Na decisão, ele disse que não há motivos para supor que a liberação dos bombeiros pode gerar novos protestos. "Os que não foram presos certamente não repetirão os atos de desordem diante do risco de novos processos e de novas prisões", escreveu.

Ministério da Justiça notifica Americanas.com devido a atrasos

O portal Americanas.com, do grupo B2W, tem dez dias para prestar esclarecimentos ao Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, do Ministério da Justiça, sobre atrasos na entrega de produtos. O órgão quer verificar se o problema se repete em outros lugares do País, após a ordem judicial do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro proibindo a empresa de aceitar novas encomendas enquanto não regularizar as entregas atrasadas. A notificação solicita informações detalhadas sobre os atrasos, incluindo a quantidade de entregas não realizadas nos últimos dois meses e o tempo médio de espera entre a compra e o recebimento dos produtos. Apesar de proibida pela decisão judicial, a Americanas.com segue vendendo para o Rio de Janeiro. Por isso, a desembargadora Helda Lima Meirelles, da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça decidiu na semana passada ampliar o valor da multa estabelecida semana passada em liminar pedida pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, de R$ 20 mil para R$ 100 mil diários.

Bombeiros acampam na Alerj após Justiça mandar soltar detidos

Apesar de a Justiça do Rio de Janeiro ter concedido habeas corpus aos 439 bombeiros presos que ocuparam o quartel central da corporação, um grupo permaneceu acampado na frente da Assembléia Legislativa. Segundo lideranças no movimento, o grupo aguarda a chegada dos bombeiros que serão soltos ainda hoje para decidirem juntos se permanecerão mobilizados no local. "Por enquanto, ninguém sai daqui. Esse foi um passo importante, mas vamos decidir todos juntos o que fazer daqui pra frente", afirmou o sargento Paulo Nascimento, 42, que trabalha há 20 anos na corporação. Os líderes da invasão ao quartel general dos Bombeiros podem ser condenados a até 12 anos de reclusão, de acordo com código penal militar.

Em dez dias, Gustavo Fruet deve sair do PSDB

Gustavo Fruet

O ex-deputado federal Gustavo Fruet anuncia que no prazo de dez dias deve sair do PSDB. A informação é de um integrante de seu grupo que revela que sua saída do ninho tucano não implica na escolha imediata de um novo partido. Fruet vai decidir seu rumo partidário com o grupo de partidos que quer apoiar sua candidatura à prefeitura de Curitiba. De acordo com a legislação eleitoral, o ex-deputado tem até o final de setembro para se filiar a um novo partido para poder se candidatar nas eleições do próximo. O governador do Estado do Paraná, Beto Richa (PSDB), apóia o atual prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, do PSB, contra as pretensões de seu correligionário. E assim o PSDB vai se esfacelando nacionalmente, desprezando seus melhores quadros.

Petista comete gafe ao falar do trabalho de Luiz Sérgio no governo

O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), cometeu uma gafe nesta sexta-feira ao ser questionado sobre a situação do ministro Luiz Sérgio (Relações Institucionais), que estava de saída do seu ministério: "O ministro é o Luiz Sérgio. 'Fez' um bom trabalho de articulação política e, para mim, é constrangedor ver meu nome circular numa situação em que sou líder do governo". Questionado sobre o tempo verbal usado, o Vaccarezza tentou corrigir: "Fez porque nós estamos hoje, e eu não posso dizer ele fará. Estou me referindo ao mês de fevereiro, março, abril. Julho, agosto, ele fará". Vaccarezza fez intenso lobby para derrubar seu colega e assumir o lugar. Apesar disso, ele minimizou as disputas internas no PT para a vaga de Luiz Sérgio: "O PT não fritou nenhum ministro, é uma injustiça com o PT".

Toyota relata queda de 35% no lucro após terremoto

A Toyota Motor previu uma queda de 35% no lucro anual, acima do esperado, e alertou que o iene valorizado está tornando mais difícil para a empresa justificar uma manutenção de produção no Japão. A Toyota tem tentado restaurar a produção depois do terremoto de magnitude 9,0 ocorrido em março que devastou o nordeste do Japão e forçou montadoras do país a reduzir atividades. O desastre nuclear e os problemas de energia que se seguiram à tragédia reforçam a lista de dificuldades. Com a interrupção, a Toyota provavelmente vai perder o posto de maior montadora do mundo. "Esta é provavelmente mais uma estimativa conservadora da Toyota, mas a empresa está prevendo um prejuízo no primeiro semestre fiscal, então podemos ver o quão sério é o estrago que foi causado pelo terremoto", afirmou Koichi Ogawa, na Daiwa SB Investments, em Tóquio.

Sondas atravessam "mar magnético" para sair do Sistema Solar

As sondas Voyager, da agência espacial americana Nasa, estão atravessando um "mar magnético" para tentar sair do Sistema Solar. As duas naves foram lançadas em 1977 e são responsáveis por colher alguns dos dados mais fantásticos da história da Nasa. Elas agora estão a mais de 14 bilhões de quilômetros da Terra, aproximando-se do limite do Sistema Solar. As sondas Voyager continuam enviando dados para o centro de controle da Nasa, no Estado americano no Texas. Cada mensagem demora 16 horas para atravessar a distância no espaço. Para o astrônomo Eugene Parker, da Universidade de Chicago, a fronteira do Sistema Solar possui atividades energéticas intensas, como se fosse uma "banheira de hidromassagem agitada". Vários fragmentos de campos magnéticos passam como uma espécie de "vento" pelas sondas. Este processo está formando bolhas magnéticas com dezenas de milhares de quilômetros de largura. Os pesquisadores afirmam que estas descobertas têm impacto na forma como se entende os raios cósmicos, que são as tempestades de partículas de alta energia que se aceleram na direção da Terra, oriundas de explosões de estrelas e buracos-negros. É provável que a massa de estruturas magnéticas torne o Sistema Solar mais poroso e suscetível a raios cósmicos. A observação é de interesse não só para astrônomos, mas também para astronautas (eles precisam se precaver contra os efeitos dos raios cósmicos na sua saúde) e para engenheiros preocupados em construir naves e componentes resistentes às partículas de alta energia. Os pesquisadores foram surpreendidos por alguns dos dados revelados pelas sondas Voyager. Eles esperavam que os limites do Sistema Solar seriam mais serenos e com menos atividades magnéticas. Esta é mais uma demonstração entre tantas das capacidades extraordinárias das sondas Voyagers, que continuam gerando dados e novos questionamentos mais de três décadas depois de seus lançamentos. A Voyager 1 chegou ao espaço em 5 de setembro de 1977 e a Voyager 2, em 20 de agosto do mesmo ano. A missão inicial das sondas era pesquisar os planetas Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. Depois de completada em 1989, as sondas foram direcionadas rumo ao centro da Via Láctea. O professor Ed Stone, que trabalha com as Voyager desde o começo da missão, diz que nenhuma outra operação durou tanto tempo. Já são 33 anos de funcionamento, e a Voyager ainda possui energia suficiente para durar mais uma década. A tecnologia da Voyager é rudimentar para os padrões de hoje. Os transmissores consomem a energia equivalente a de uma lâmpada comum. Um telefone celular moderno possui 10 milhões de vezes mais memória do que a Voyager. A sua nova missão é explorar os limites do Sistema Solar. Os cientistas não têm certeza sobre o limite final do sistema, onde começaria uma zona de espaço interestelar.

Justiça francesa comunicará decisão sobre Lagarde em 8 de julho

A Justiça francesa adiou para 8 de julho sua decisão sobre a abertura de uma investigação contra a ministra francesa da Economia, Christine Lagarde, candidata à direção do FMI, por suposto abuso de autoridade. A Corte de Justiça da República, instância que se ocupa das infrações cometidas por ministros em exercício, examinou nesta sexta-feira o papel de Christine Lagarde em um acordo arbitral que beneficiou financeiramente um empresário francês. Em 8 de julho, a comissão de investigação poderá arquivar o caso, abrir um expediente ou pedir informações suplementares antes de pronunciar-se.

Justiça do Rio de Janeiro concede liberdade aos 439 bombeiros presos

O desembargador Claudio Brandão, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, concedeu habeas corpus aos 439 bombeiros presos por ocuparem o quartel central da corporação há uma semana. Uma comissão de deputados federais anunciou a decisão aos manifestantes, que estavam presos na policlínica da corporação, em Niterói, pouco antes das 11 horas desta sexta-feira. Na quinta-feira, o governo do muito incompetente governador Sérgio Cabral anunciou que antecipará seis meses de reajustes salariais a bombeiros, policiais militares e civis e agentes penitenciários. Os líderes da mobilização, no entanto, disseram que só discutiriam o reajuste após a libertação dos bombeiros. Foi enviada à Assembleia Legislativa mensagem concedendo aumento imediato de 5,58% aos 127.276 servidores ativos, aposentados e pensionistas englobados nessas quatro categorias. O impacto orçamentário será de R$ 323 milhões. Com isso, o salário-base dos bombeiros passará de R$ 1.151,00 para R$ 1.215,00 segundo dados oficiais do governo. Os bombeiros dizem que o salário-base da categoria é de R$ 950,00. "Pelo que soube, esse reajuste não é condizente com o salário que reivindicamos, de R$ 2.000,00 líquidos. Mas agora não é isso que importa", afirmou Cristiane Daciolo, de 37 anos, mulher do cabo Benevenuto Daciolo, um dos detidos desde sábado.

Primeira-dama de Campinas agora é foragida, ela está com prisão decretada

A primeira-dama de Campinas, Rosely Nassim Santos, e o vice-prefeito, Demétrio Vilagra (PT), estão sendo procurados pela Justiça. Eles tiveram a prisão preventiva decretada na noite de quinta-feira, assim como outros cinco acusados de envolvimento em um esquema de corrupção na prefeitura de Campinas. Na manhã desta sexta-feira foram presos o ex-secretário de Segurança Pública, Carlos Henrique Pinto, e o ex-diretor comercial da Sanasa (empresa mista de tratamento de água e esgoto da cidade), Marcelo de Figueiredo. Os demais também são considerados foragidos. A Corregedoria da Polícia Civil e os promotores do Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado) seguem em operação à procura dos outros acusados. As prisões foram decretadas pelo juiz da 3ª Vara Criminal de Campinas, Nelson Bernardes. Dos envolvidos, seis já constavam na lista de 20 mandados de prisão temporária decretados em 20 de maio, quando 11 pessoas foram presas. Na ocasião, os promotores informaram à Justiça que apenas não pediam a prisão temporária de Rosely Nassim Santos porque ela e o prefeito Hélio de Oliveira Santos, o dr. Hélio (PDT), haviam conseguido, no início de maio, uma liminar com habeas corpus preventivo. Na última semana, no entanto, o desembargador Amado de Faria publicou um novo entendimento sobre a liminar dos dois, afirmando que ela impediria que o juiz de primeira instância determinasse medidas coercitivas que envolvessem o casal (como quebra de sigilo bancário de uma conta conjunta), já que o prefeito só pode sofrer determinações do Tribunal de Justiça. O privilégio de função, no entanto, não valeria para pedidos que se referissem única e exclusivamente à primeira-dama. A investigação do Ministério Público teve início em 2009, mas contou com um novo desdobramento em janeiro deste ano, quando o ex-presidente da Sanasa, Luiz Augusto Castrillon de Aquino, optou pela delação premiada e revelou detalhes do esquema de corrupção em troca de proteção judicial. Segundo Aquino, a primeira-dama Rosely Nassim Santos chefiava um esquema de arrecadação clandestina na prefeitura, cobrando propina de empresas para que vencessem licitações, em sua maioria de obras e serviços prestados à Sanasa.

Diário Oficial publica lei do cadastro positivo de pagadores

O Diário Oficial desta sexta-feira publicou a lei que autoriza a criação do chamado "cadastro positivo", uma espécie de lista que vai reunir os consumidores brasileiros que têm um histórico positivo de pagamentos. A lei nº 12.414 prevê que a inclusão nesse banco de dados somente pode ocorrer mediante autorização prévia do potencial cadastrado, que poderá acessar gratuitamente as informações e solicitar sua retirada dessa lista, além solicitar a impugnação de quaisquer registros que julgue errôneos. Após a abertura do cadastro, no entanto, a inclusão de informações independe do cadastrado. A nova lei também disciplina o nível de informação que pode ser registrada na lista, vetando "informações excessivas, assim consideradas aquelas que não estiverem vinculadas à análise de risco de crédito ao consumidor". O País não tinha qualquer cadastro de bons pagadores, apenas listas com informações referentes à inadimplência e falta de pagamentos dos consumidores. Pelo texto aprovado no Congresso, o consumidor incluído no cadastro positivo poderá ter acesso a juros mais baixos em operações de crédito, uma vez que as empresas que oferecem crédito poderiam baixar os juros com base em informações positivas dos clientes. Sob autorização do cadastrado, prestadores de serviços públicos como fornecimento de água, de luz, esgoto e eletricidade, entre outros, poderão fornecer dados para alimentar a base de informações do cadastro positivo. A nova lei veta, no entanto, a anotação de informações referentes a serviços de telefonia móvel, na modalidade pós-paga.

Itália diz que decisão sobre terrorista assassino Battisti foi "política"

O ministro italiano das Relações Exteriores, Franco Frattini, afirmou que a decisão do Brasil de negar a extradição do terrorista assassino Cesare Battisti foi tomada sob princípios "políticos", e não "jurídicos". "Havíamos desejado uma decisão serena das autoridades brasileiras, mas foi uma decisão política, e não jurídica. Diante disso, não tem diplomacia que se sustente", disse o chanceler. Frattini decidiu chamar para consultas o embaixador italiano no Brasil, Gherardo La Francesca, após o Supremo Tribunal Federal validar, por 6 votos a 3, a decisão do ex-presidente Lula de manter Battisti no País. Em uma nota, a Chancelaria italiana informou que a convocação do embaixador serve para analisar e "aprofundar, junto com as outras instâncias competentes, os aspectos técnico-jurídicos da aplicação dos acordos bilaterais existentes". "Queremos saber em qual atmosfera ocorreu este procedimento jurídico", afirmou Frattini. Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos cometidos na década de 1970, quando militava no grupo terrorista de extrema-esquerda PAC (Proletários Armados pelo Comunismo).

Itália chama embaixador no Brasil de volta

O Ministério de Assuntos Exteriores da Itália convocou nesta sexta-feira, o embaixador da Itália no Brasil, Gherardo La Francesca. A decisão, segundo o ministério, está relacionada à decisão do Supremo Tribunal Federal de negar a extradição do terrorista assassino Cesare Battisti, e tem caráter temporário. Roma pede a extradição de Battisti por quatro assassinatos sórdidos e cumplicidade em assassinato. A Itália manifestou na véspera indignação e revolta com a decisão do Brasil e anunciou que pode apresentar um recurso à Corte Internacional de Justiça de Haia. A medida foi tomada para "aprofundar, conjuntamente com as autoridades competentes, os aspectos técnicos e jurídicos relacionados com a aplicação de acordos bilaterais existentes, visando a iniciativas e recursos ante as instâncias judiciais internacionais", acrescentou o comunicado no site da chancelaria.

Brasil deixa 6,5 milhões de doses para "gripe A" vencerem

Cerca de 6,5 milhões de vacinas contra a gripe A (H1N1) encomendadas para a campanha de vacinação do ano passado venceram. O Tribunal de Contas da União calculou que a perda das vacinas provocou um prejuízo de R$ 78 milhões, o dobro do que o Ministério da Saúde gastou com o programa de saúde bucal, por exemplo. O Tribunal de Contas da União vai notificar o ministério, que terá 30 dias para negociar com os fabricantes o ressarcimento dos produtos vencidos. No ano passado, no primeiro surto da doença, conhecida como gripe suína, 2.051 mortes foram registradas.

PP gaúcho fechar "parceria" com Igreja Quadrangular para reforçar disputa municipal em 2012

Nas eleições do próximo ano, no Rio Grande do Sul, o PP contará com 800 novos palanques para eleger seus candidatos nos 300 municípios onde funciona a Igreja Quadrangular. O partido e a Igreja fecharam parceria, como ambos chamaram o acordo de filiação de pastores e fiéis ao PP. "Agora o PP já está fazendo parte da Igreja Quadrangular”, ressaltou o reverendo José Airton Ribeiro Lima. Não é incomum o acerto entre partidos políticos e igrejas evangélicas, mas este caso do PP do Rio Grande do Sul é insólito, diante dos termos com que PP e Igreja Quadragular anunciaram a parceria.

E as “Mães da Praça de Maio”, quem diria? - transformou-se em um antro de corrupção!

A Fundação das Mães da Praça de Maio foi atingida por seu primeiro grande escândalo de corrupção. Sergio Schoklender, ex-braço direito da líder da organização, Hebe de Bonafini, foi denunciado na Justiça argentina por enriquecimento ilícito e desvio de fundos públicos em várias operações imobiliárias ilegais. Segundo o jornal La Nación, a Justiça vai investigar todas as contas bancárias e contratos da entidade. O escândalo promete abalar a imagem do governo de Cristina Kirchner, aliada das "Mães da Praça de Maio". As denúncias, feitas pela imprensa portenha e investigadas pela Justiça, indicaram que Schoklender, que administrava fundos de US$ 300 milhões que o governo federal tinha destinado às "Mães" para a construção de casas, enriqueceu de forma exponencial. Além de ser o diretor de uma empreiteira que se encarregava das obras das "Mães" em projetos de casas populares, Schoklender tem uma luxuosa chácara na região de Buenos Aires, quatro iates (avaliados entre US$ 40 mil e US$ 420 mil), um Porsche, uma Ferrari, uma fazenda na Província de Chubut e um avião Piper. Dias atrás, quando o escândalo começou a crescer, Schoklender tentou se defender: “Só tinha um iatezinho…”. Nesta semana, com a ampliação do escândalo, o subsecretário federal de Obras Públicas, Abel Fatala, tentou colocar panos quentes na crise afirmando que os fundos fornecidos pelo governo Kirchner à Fundação Sonhos Compartilhados (nome da divisão da organização das "Mães" que constrói as casas populares) foram totalmente destinados às obras. No entanto, o governo admitiu que não existem controles diretos sobre a construção das moradias. Segundo o Departamento Nacional de Contratos, só no setor da construção civil, onde realiza obras sem licitações públicas prévias, o faturamento da organização das "Mães da Praça de Maio" cresceu 45% em quatro anos. O juiz federal Marcelo Martínez de Giorgi exigiu detalhes da movimentação bancária da organização e pediu cópia de todos os contratos para construção de moradias. Ele ainda solicitou toda a documentação da Fundação Sonhos Compartilhados para checar a legalidade do projeto. Os principais partidos da oposição pediram à Justiça que impeça Schoklender de sair do país. Schoklender pode ser detido nos próximos dias.