domingo, 29 de maio de 2011

Ex-rei da soja volta à cena com jazida de metal raro

Empresa de Olacyr de Moraes, de 80 anos, descobriu a primeira reserva brasileira de tálio. O quilo do produto, raro e tóxico, é cotado a R$ 9.600,00. O Cazaquistão e China são atualmente os únicos produtores mundiais. Em pleno oeste baiano, de cerrado e plantações de soja, foi encontrada a primeira jazida de tálio do Brasil. O metal, raro, caro, tóxico e com aplicações importantes na indústria energética, é agora a menina dos olhos da companhia Itaoeste, do empresário Olacyr de Moraes. Na década de 70, Olacyr virou o maior produtor individual de soja do mundo. Aproveitou a grande cheia de 1973 do rio Mississipi, que arruinou as lavouras dos Estados Unidos, para expandir a fronteira do grão no Centro-Oeste brasileiro. Ganhou a alcunha de "rei da soja" e chegou à casa dos bilhões de dólares, até que os negócios decaíram e ele teve que se desfazer de grande parte de seu patrimônio. Agora, aos 80 anos, recém-comemorados em badalada noite em São Paulo, ele recorre novamente ao cerrado, precisamente a cidade de Barreiras, na Bahia. De acordo com pesquisa feita pela empresa em 2% da área passível de ter o minério, a jazida encontrada na Bahia possui, por baixo, 60 mil quilos de tálio. A reserva tem potencial de ser maior que as da China e do Cazaquistão, os únicos produtores atuais. Com esse volume, é possível atender a toda demanda mundial por seis anos, segundo a empresa. Em 2010, a cotação do tálio foi de US$ 6.000,00 o quilo (R$ 9.600,00). Trata-se de um negócio de, no mínimo, US$ 360 milhões para a empresa, que até então estava focada na exploração de manganês, cobalto, ferro, titânio, ouro, cobre e fosfato. Olacyr de Moraes também é atualmente um dos reis brasileiros do lixo.

Palocci gasta quase 20 mil em aluguel de apartamento em São Paulo

Revelação da revista "Veja". O apartamento em que o ministro Antonio Palocci vive em São Paulo, que é alugado, tem valor de mercado estimado em R$ 4 milhões. Com quatro suítes e três salas, o imóvel tem 640 metros quadrados e condomínio de R$ 4.600,00 mensais. Segundo administradoras de imóveis ouvidas pela revista, o valor médio de locação no prédio é de R$ 15 mil. Com o condomínio e impostos, as despesas do ministro chegam a 83% de seu salário.

Palocci faturou mais às vésperas do novo governo

O período em que a empresa de consultoria Projeto ganhou mais dinheiro, cerca de R$ 10 milhões, foi quando o ministro Antonio Palocci (Casa Civil) tinha poder para acessar dados reservados e planos de investimentos do governo federal. Metade dos R$ 20 milhões de faturamento da empresa em 2010 se deve ao período entre novembro e dezembro. Nesses meses, Palocci acumulou a atividade empresarial com a coordenação da equipe de transição da presidente Dilma Rousseff. Um coordenador da transição pode solicitar qualquer documento do governo. Além disso, já no início de novembro, Palocci teve acesso a informações sobre contratos a cumprir, lista de projetos e programas pendentes do governo Lula.

Dilma mandou Palocci ameaçar o PMDB, e Temer retrucou: "Me respeita, Palocci"

A mando de Dilma, o chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, ligou para o vice-presidente, Michel Temer, ameaçando demitir ministros do PMDB se parlamentares do partido contrariassem o governo petista na votação do Código Florestal.  Em telefonema para Temer, Dilma reclamou sobre a divulgação do confronto e disse que a "história é muito ruim". Ao confirmar que teve uma áspera discussão com o ministro Antonio Palocci (Casa Civil) na semana passada, o vice-presidente Michel Temer disse no sábado, depois de telefonar à presidente Dilma Rousseff, que "a situação agora é tranquilíssima". Temer contou que acertou três encontros com Dilma para esta semana: encontro no domingo pela manhã na Base Aérea, "para tirar uma foto sorridente", uma conversa na terça-feira, de preferência a sós, e um almoço no Palácio da Alvorada na quarta-feira com senadores do PMDB, incluindo os considerados "rebeldes", que costumam votar contra o governo. O motivo da tensão foi o que Temer chamou de "ameaça velada" feita por Palocci, em nome de Dilma. Na semana passada, ele ligou ao vice-presidente dizendo que demitiria ministros do PMDB em caso de derrota na votação do Código Florestal na Câmara. Temer negou ter falado palavrões, mas contou que na conversa com Palocci o clima esquentou: "A conversa foi tensa, admito que subi o tom, falei alto mesmo, mas quem me conhece sabe que não sou de falar palavrões". No telefonema para Temer, Dilma reclamou sobre a divulgação do confronto e disse que "essa história toda é muito ruim e precisa acabar logo com isso". Temer respondeu que está disposto a "ajustar os ponteiros" e que tem conversado bastante com Palocci. Para ele, o episódio chegou à imprensa superdimensionado: "Há muita intriga de ambos os lados, PT e PMDB". O secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, reconheceu a gravidade da crise com o PMDB. A desavença ocorre em um momento de fragilidade do governo. Palocci está sob investigação do Ministério Público depois da revelação de que ele multiplicou monumentalmente seu patrimônio por 20 de 2006 a 2010.

Governo divulga lista completa dos donos e sócios de emissoras de rádio e televisão no Brasil

O cadastro dos donos de rádios e TV no Brasil, onde estão os nomes de 56 deputados e senadores que são sócios ou têm parentes no controle de emissoras, passará a ser divulgado em caráter definitivo pelo Ministério das Comunicações. O mapa, antiga reivindicação de entidades que tentam fiscalizar o setor, estará disponível a partir desta segunda-feira na  página do ministério (www.mc.gov.br). A lista já teve uma primeira versão divulgada em 2003, no governo Lula, mas foi retirada do ar logo em seguida por conta de pressões de políticos contrários à divulgação. Pela legislação, o político pode ser sócio de rádio ou TV, mas não pode exercer cargo de diretor. A publicação do cadastro faz parte de um conjunto de medidas a ser baixado pelo governo para combater irregularidades na área. Entre elas, o uso de laranjas para esconder o verdadeiro dono com o objetivo de venda posterior da concessão. Entre os 56 dos 594 congressistas que são sócios ou com parentes em emissoras, 12 são do PMDB, partido que presidiu o País durante o governo de José Sarney, quando houve farta distribuição de concessões em troca de apoio no Congresso. Segundo partido na relação, o DEM, antigo PFL, tem 11 congressistas na lista. O partido foi aliado do PMDB no governo Sarney e comandava o Ministério das Comunicações com o senador Antonio Carlos Magalhães, cuja família controla um grupo de rádio e TV na Bahia. A família de Sarney, presidente do Senado e aliado do governo Dilma, também controla um grupo de comunicação no Maranhão. O cadastro traz um mapa das 291 TVs, 3.205 rádios e 6.186 retransmissoras comerciais existentes no Brasil. Veja aqui a lista dos proprietários de rádios e televisões: http://tinyurl.com/3qj7oo7

Ditadura de Cuba condena medidas dos Estados Unidos contra PDVSA

O governo cubano condenou as sanções dos Estados Unidos contra a estatal petrolífera venezuelana PDVSA por suas relações comerciais com o Irã, e ressaltou o "risco" que impliquem "novos conflitos" e "tentativas de dividir" a América Latina e o Caribe. "É preciso expressar uma enérgica condenação contra esta agressão contra o povo venezuelano, contra a revolução bolivariana, contra a PDVSA bolivariana", afirmou o ministro de Relações Exteriores cubano, Bruno Rodríguez. Ele disse que a ditadura da ilha e os cubanos se solidarizam e dão todo seu respaldo ao ditador venezuelano Hugo Chávez e a seu povo. "Os Estados Unidos violam o direito internacional, aplicam leis unilaterais de maneira extraterritorial. É preciso denunciar, é preciso se perguntar se os Estados Unidos estão iniciando uma nova escalada contra a revolução bolivariana", insistiu o caricato chanceler cubano.

Zelaya diz que retorno a Honduras é "vitória da democracia"

O ex-presidente de Honduras, o golpista Manuel Zelaya, qualificou seu retorno no sábado a seu país como "uma vitória" para a democracia da América Latina. A declaração foi dada horas antes de ele partir de Manágua rumo a Tegucigalpa. "Minha volta é resultado de um esforço que todos os países da América Latina fizeram. É uma vitória dos processos institucionais e democráticos", comemorou Zelaya. Ele chegou na noite de sexta-feira à Nicarágua vindo da República Dominicana. Desde a sua deposição do cargo em 28 de junho de 2009, por ordem da Supremo Corte, quando ele tentava dar um golpe de Estado, ele tentava sem sucesso voltar a Honduras. Este golpista vai continuar incomodando a existência do Estado Democrático de Direito em Honduras.

Banco do Brasil pede autorização para atuar como banco comercial no Uruguai

O Banco do Brasil já apresentou os pedidos de autorização ao Banco Central e ao Ministério da Fazenda do Uruguai para transformar o escritório financeiro de Montevidéu em banco comercial. O Banco Patagônia, do qual o Banco do Brasil detém 51% das ações, também solicitou a chancela das autoridades uruguaias para transformar seu instituto financeiro para estrangeiros (IFE), que opera em Punta del Este, em banco comercial. O vice-presidente Comercial do Banco Patagônia, Carlos Nóbrega Pecego, disse que vê "grande potencial de atuação bancária nas duas praças, sempre acreditando na integração regional". Afinal, já tem mais de 60 empresas brasileiras atuando no país vizinho, e Punta del Este (a 130 quilômetros da capital, Montevidéu) dispõe de grande rede hoteleira e de turismo bem desenvolvido.

PSDB mantém Sérgio Guerra na presidência do partido

O deputado federal Sérgio Guerra (PE) foi reconduzido à presidência do PSDB no sábado, durante a convenção do partido. Assim, o mandato dele à frente do partido vai até 2013. Na nova configuração da executiva nacional do PSDB, o grupo de Serra conseguiu emplacar o ex-governador de São Paulo, Alberto Goldman, na primeira vice-presidência da sigla. Já o grupo ligado ao senador Aécio Neves (MG) manteve o deputado Rodrigo de Castro (MG) na secretaria-geral do partido. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi mantido na presidência de honra do PSDB.

Governador do PT admite que faturamento de Palocci surpreende

Quatro dias após os governadores petistas se reunirem para declarar apoio ao ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), disse na sexta-feira que o crescimento patrimonial do ministro "chama a atenção" e "tumultuou o ambiente político" no País. Em entrevista à Rádio Metrópole, de Salvador, Wagner disse ter se surpreendido com os R$ 20 milhões faturados pela empresa de consultoria de Palocci em 2010: "Se foi ganho dentro de um trabalho normal, é mérito dele, mas chama a atenção, em um ano de consultoria, ganhar R$ 20 milhões. Todo mundo se surpreende, porque é um rendimento muito grande. Chama a atenção, como chamou a atenção o apartamento dele".

Ministro pede para São Paulo agilizar obras do Itaquerão

Com a exclusão de São Paulo da Copa das Confederações,  o ministro do Esporte, Orlando Silva, deu um "ultimato" no sábado para que se resolva logo a situação do estádio do Corinthians, cotado para sediar a abertura do Mundial de 2014. Segundo o ministro, as autoridades paulistas têm de agilizar a construção do Itaquerão (zona leste de São Paulo), para "impressionar" a Fifa até julho, quando dirigentes da entidade virão ao País definir os estádios que receberão os jogos da Copa. "A ausência de São Paulo é um mau sinal. A cidade tem de aprender com isso, acordar e trabalhar rápido. Não é possível que as onze sedes consigam iniciar a construção do estádio e a maior cidade do País ainda patine", alertou o ministro durante o Fórum Nacional do Esporte. O prefeito Gilberto Kassab (PSD) e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) foram convidados, mas não compareceram ao evento. Este ministro está fazendo uma violenta campanha contra São Paulo e os seus governantes. A presidente Dilma vai se dar mal enquanto insistir em manter este comunista incompetente como ministro dos Esportes.

Itália condena à prisão perpétua três soldados nazistas por matança

Fuzilamento nazista de italianos

Três ex-soldados nazistas, suspeitos de participação durante a Segunda Guerra Mundial, do massacre de Padule di Fucecchio, na Toscana, foram condenados à revelia à prisão perpétua pelo Tribunal Militar de Roma. Os três ex-soldados do Terceiro Reich são o capitão Ernst Pistor, de 91 anos; o ex-marechal Fritz Jauss, de 94 anos, e o sargento Johan Robert Rib, de 90 anos. Um quarto denunciado, centenário, morreu durante o processo. O tribunal decidiu também uma compensação de 13 milhões de euros (18,3 milhões de dólares) aos parentes das vítimas. Na madrugada de 23 de agosto de 1944, a 26ª Divisão do Exército alemão, sob as ordens do capitão Josef Strauch, revistou as residências da região de Padule di Fucecchio e matou um total de 184 pessoas (94 homens, 63 mulheres e 27 crianças).

Pesquisador diz que Cruz Vermelha e Vaticano ajudaram nazistas a fugir

Um novo livro escrito pelo pesquisador de Harvard, Gerald Steinacher, revela que a Cruz Vermelha e o Vaticano ajudaram milhares de criminosos nazistas a escaparem do julgamento após a II Guerra Mundial. O livro é baseado em documentos inéditos da Cruz Vermelha e foi anunciado na edição de sexta-feira pelo jornal The Telegraph. Dentre os “auxiliados” estão Adolf Eichman e Josef Mengele.

Cezar Maia sobre o petista Vacarezza: "Líder do governo - desastre. Heil!"

Cezar Maia
"1. Quem acompanhou com atenção as intervenções do deputado Vacarezza, líder do governo na Câmara de Deputados durante a votação do Código Florestal, viu que o governo está muito mal servido e a democracia mais mal servida ainda. Foi Vacarezza que propôs as regras da votação da emenda 164 ao Código Florestal. Depois de o relator propor uma votação aberta, Vacarezza foi à tribuna fechar a questão e dizer que o que estava se votando ali era "Governo Dilma x Oposição". O líder do PT acompanhou. E ameaçou dizendo que quem votasse com a emenda estaria votando contra o governo Dilma, insinuando as consequências. Portanto, a questão fechada e a equação do líder do governo deixaram claras as regras do jogo. A votação era Governo x Oposição. 2. E não ficou nisso. Mostrando um completo desconhecimento das instituições democráticas e do funcionamento do parlamento nos países democráticos, disse e repetiu a seguinte barbaridade: "No legislativo num regime presidencialista, e também no parlamentarismo, quem vota com o governo, vota a favor do legislativo. Quem vota contra o governo vota contra o legislativo". 3. Foi quase a repetição do discurso de Hitler, no parlamento alemão, em março de 1933, dois meses depois de guindado a primeiro-ministro quando, dizendo isso, pediu que governasse por leis delegadas sem o parlamento intervir. E assim foi. 4. O que disse o líder do governo Dilma, deputado Vacarezza, foi exatamente isso: o governo Dilma quer governar com leis delegadas ou - o que dá no mesmo - as leis encaminhadas ou em tramitação devem ser pastorilmente aprovadas, sem contestação nem debate.
5. Só há um caminho depois dessa apoteose de autoritarismo e despreparo político: a substituição pela presidente Dilma do líder do governo ou a entrega espontânea do cargo".

Análise de Cezar Maia- Por que o governo perdeu a votação na Câmara de Deputados?

Cezar Maia
O ex-prefeito do Rio de Janeiro, Cezar Maia, analisa a votação do Código Florestal na Câmara dos Deputados e diz: "1. Na votação da emenda 164 ao Código Florestal, o governo Dilma perdeu por diferença substantiva. No dia seguinte, a imprensa apontava uma vitória do PMDB e dos Ruralistas. O noticiário dos últimos 15 dias, focalizando o texto de forma -digamos - técnica, precipitou esta dedução. Mas não foi isso, ou melhor, não foi só isso. Façamos as contas. 2. De 455 deputados presentes, 273, ou 60%, votaram contra o governo Dilma; 182 votaram a favor, ou 40%. A bancada do PMDB é composta de 79 deputados. Se todos tivessem comparecido e votado contra o governo, seriam 79. Restariam 273 menos 79, ou 194. A bancada ruralista é estimada em 120 deputados; 40% dela - pelo menos - estão no PMDB. Portanto 48 já foram contados no PMDB e restam 72 deputados. Com isso, dos 194 citados sem o PMDB, e reduzindo esses 72, teríamos 122 deputados. Os partidos de oposição (DEM-PSDB-PPS) têm, hoje, 93 deputados. Pelo menos 40% deles pertencem a bancada ruralista ou 37 deputados. Dessa forma, dos 122 deputados, retirando os ruralistas da oposição, teríamos 122 - 37, ou 85. 3. Ou seja: 85 deputados que nem são do PMDB nem dos partidos com base ruralista, nem são da oposição, votaram contra o governo. É uma "bancada" semelhante a do PT, que tem 88 deputados e maior do que os 79 do PMDB. Se os analistas políticos não entenderem isso, não terão entendido nada. 4. Este Ex-Blog, dias atrás, analisou o que chamam de base aliada e lembrou que o PT, pós-mensalão 2005, caminhou ao centro e ampliou heterogeneamente a sua base aliada. E na eleição de 2010 mais ainda. Com isso, a base aliada do governo Dilma só serve para rolar a rotina, aprovar leis sistêmicas, aumentar subsídios e despesas, ocupação de espaços. Mas qualquer assunto fora dessa rotina funcional, a base aliada de fato, para votar mudanças e sair da rotina, se transforma em 35%. Nessa votação chegou a 40%, porque o tema atraiu um segmento da oposição, ausente ou presente, ou uns 20 deputados. O tamanho do governo para mexer na rotina é este: 35% a 40% da Câmara de Deputados. 5. A Oposição é maior do que alguns supunham, mas não aqueles que olham as correntes abaixo da linha do mar, como este Ex-Blog dizia. Agora haverá uma calmaria, para não assustar. E a oposição de 60% voltará em assuntos polêmicos no segundo semestre. Claro, se o governo Dilma quiser correr esse risco. O Código Florestal só ajudou a dar visibilidade a isso, e a ajudar aqueles que têm olhos de ver, e ouvidos de ouvir".

Palocci atendeu banco parceiro da União

O ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, prestou serviços para o Banco Santander no período em que era deputado federal. O contrato foi feito por meio da sua empresa Projeto Consultoria Econômica e Financeira para "análises econômicas e financeiras" a executivos do banco. É a primeira instituição bancária a revelar publicamente a contratação de Palocci, que foi ministro da Fazenda no primeiro mandato do ex-presidente Lula. O Santander informa que contratou Palocci para dar palestras sobre economia aos seus executivos. O banco argumenta ainda que não pode revelar mais detalhes, como datas e valores dos contratos, por questões de cláusula de confidencialidade. O Grupo Santander é o quarto maior banco do mundo em lucros e o oitavo em capitalização de mercado. Em junho de 2010, o banco no Brasil registrou ativos totais de R$ 347 bilhões. A instituição é o terceiro maior banco privado do País. O Santander é parceiro do governo federal. Em agosto de 2010, o banco comprou seis jatos da Embraer via o BNDES, vinculado ao governo, para alugar à empresa aérea Azul, em uma operação inédita de financiamento. O negócio, avaliado em US$ 250 milhões, é conhecido como "spanish leasing", no qual o Santander comprou as aeronaves com 80% de financiamento do BNDES. O banco ainda é um dos parceiros da Petrobrás em um programa para facilitar a oferta de crédito aos fornecedores.

Petrobras contrata seis navios de frete de petróleo e derivados

A Petrobras fechou na sexta-feira a contratação de seis navios para transporte de petróleo e derivados, junto à empresa Hidrovia South American Logistics. Os contratos integram o programa Programa EBN2 (Empresas Brasileiras de Navegação), que visa estimular a construção naval no Brasil. Ao todo, serão 39 navios construídos em estaleiros brasileiros, no período de 2011 a 2017. Cada embarcação terá capacidade de transporte de 63.500 toneladas, sendo cinco para movimentação de produtos claros (gasolina e diesel) e um para o transporte de produtos escuros (petróleo). O programa também exige que o registro da embarcação ocorra sob bandeira brasileira durante toda a duração do contrato.

Palocci entrega explicações sobre enriquecimento à Procuradoria

O ministro Antonio Palocci (Casa Civil) entregou no fim da tarde de sexta-feira as explicações sobre a multiplicação do seu patrimônio nos últimos anos à Procuradoria-Geral da República. Segundo o órgão, não há prazo para que o procurador-geral, Roberto Gurgel, se pronuncie sobre o caso. Após a análise, Gurgel poderá solicitar novos documentos, arquivar o processo ou pedir a abertura de um inquérito, caso haja indícios de irregularidades. O patrimônio do ministro cresceu 20 vezes desde 2006, depois que Palocci fundou a consultoria Projeto. No período, Palocci comprou um apartamento de R$ 6,6 milhões e um escritório de R$ 882 mil. No ano de 2010, quando o atual ministro era deputado e atuava na coordenação da campanha de Dilma, a Projeto, empresa de Palocci, faturou R$ 20 milhões. Nos dois últimos meses do ano passado, a empresa levou mais da metade desse valor.

Estados Unidos prevêem que turismo a partir do Brasil cresça 150% até 2016

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos divulgou em nota estimar que o total de turistas a partir do Brasil para o país norte-americano cresça em 150% de 2010 até 2016. (200%). Outros líderes no aumento esperado de visitantes aos Estados Unidos são a Rússia (139%) e Índia (94%). Considerando a região da América do Sul, espera-se um aumento de 83%; na Ásia e Oceania, o aumento estimado é de um percentual similar de 82%. Já no Oriente Médio, o índice é menor, de 29%. A previsão é de que todos os países entre os 40 que mais enviam tursitas aos Estados Unidos aumentem seus envios, com exceção de Irlanda e Jamaica.

Odebrecht e Corinthians anunciam início das obras para esta segunda-feira

Odebrecht e Corinthians anunciaram que vão iniciar as obras do estádio Itaquerão nesta segunda-feira. Os detalhes foram acertados na sexta-feira depois de uma reunião entre empresa e dirigentes do Corinthians. Até mesmo o ex-atacante Ronaldo comemorou o anúncio na tarde de sexta-feira. "O sonho de 30 milhões começa a virar realidade na segunda-feira!!!!!", escreveu Ronaldo em sua conta no Twitter, referindo-se ao número de torcedores corintianos no texto. O clube informa ainda que a contratação de mão de obra não começará agora, mas que dará preferência para moradores da zona leste de São Paulo. Para construir o estádio, o Corinthians conta até agora com R$ 400 milhões do empréstimo do BNDES e R$ 240 milhões dos Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento, da Prefeitura de São Paulo. Para tentar reduzir o preço do Itaquerão, orçado em cerca de R$ 1,064 bilhão, o presidente corintiano Andres Sanchez pediu a ajuda do ex-presidente Lula da Silva para pressionar a Odebrecht.

Mantega diz que desoneração da folha sairá por medida provisória

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou na sexta-feira que o governo vai editar medida provisória sobre a desoneração da folha de pagamento. É possível até zerar a contribuição patronal para a Previdência, atualmente em 20%, sobre os salários. Isso deve ocorrer de forma gradual, em até três anos, disse ele. Para Mantega, que participou de evento da Câmara de Comércio França-Brasil, a medida dá competitividade à produção nacional. Dependendo do caso, a redução desse custo trabalhista incentiva a formalização de mão de obra ou a  contratação de mais empregados com carteira assinada, afirmou o ministro. Para compensar a perda de arrecadação, estimada em R$ 95 bilhões anuais, está em estudo a criação de um imposto sobre o faturamento das empresas, informou Mantega.

Secretário-geral da Fifa ameaça tirar São Paulo da Copa

Depois de descartar São Paulo da Copa das Confederações, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, ameaçou excluir a cidade da Copa do Mundo. O dirigente criticou a demora para o início da construção do Itaquerão durante a reunião de sexta-feira do Conselho de Administração da Fifa e do comitê organizador local do Mundial, e admitiu que São Paulo corre o risco de perder a competição "em breve", caso permaneça a indefinição. Ao ameaçar São Paulo, Valcke disse que sem estádio uma cidade não pode abrigar a Copa do Mundo. Orçado em cerca de R$ 1 bilhão, o estádio do Corinthians, que foi aprovado pela Fifa, ainda não saiu do papel. Os dirigentes do Parque São Jorge estimam a conclusão do Itaquerão em, no máximo, 31 meses. Faltam 37 meses para o início da Copa do Mundo. No ano passado, o estádio do Morumbi foi descartado pela entidade mundial. A próxima reunião do conselho será em julho, no Rio de Janeiro. A participação de São Paulo no Mundial será um dos temas principais da reunião.

20 mil trabalhadores vivem em condição análoga à escravidão no Brasil

O Brasil tem cerca de 20 mil trabalhadores em condição análoga à escravidão, segundo dados divulgados na sexta-feira pelo Ministério Público do Trabalho. O ministério lançou em Brasília, a campanha nacional de combate ao trabalho escravo, com o objetivo de oferecer capacitação e ressocializar os trabalhadores. "A campanha visa promover a educação e a conscientização do empregador, trabalhador e da sociedade", afirmou a procuradora do Trabalho, Débora Tito Farias. Segundo o ministério, a prática não é encontrada só no campo, mas também nas cidades, empresas e na construção civil.

Mais um empresário é detido por suspeita de fraude em Campinas

Após a prisão do vice-prefeito de Campinas, Demétrio Vilagra (PT), mais um empresário procurado pela Justiça foi detido na manhã de sexta-feira, ao retornar de uma viagem à Europa. Gabriel Gutierrez é apontado pelo delator e ex-presidente da Sanasa (empresa mista de tratamento de água e esgoto) como um dos envolvidos que teria pago propina para obter licitações com a empresa. Ambos depuseram na tarde de sexta-feira para prestar esclarecimentos aos promotores do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). José Carlos Bumlai (o amigo de Lula), ex-dirigente da Constran e apontado pelo delator como vínculo entre a empresa e os cobradores de propina, se apresentou espontaneamente ao Ministério Público e também depôs na sexta-feira.

Lula defende constituinte para debater reforma política

Em reunião com dirigentes de centrais sindicais, O ex-presidente Lula defendeu a realização de uma Constituinte exclusiva para debater a reforma política. Lula disse aos presidentes das entidades pelêgas que este recurso poderia ser usado se o Congresso não chegar a um consenso sobre as propostas de mudanças na lei eleitoral. Lula também solicitou a realização de uma grande plenária com representantes dos movimentos sociais e centrais sindicais para debater o assunto. Na conversa, Lula voltou a defender o voto em lista fechada, financiamento público de campanha e a coincidência das eleições para que não haja um pleito a cada dois anos. "O presidente acha que a Constituinte deveria ser acionada caso o Congresso não consiga fechar uma proposta ampla para a reforma política", disse o pelegão Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, presidente da Força Sindical e deputado federal (PDT-SP).

Piloto do Airbus A330 da Air France não entendeu o que acontecia com o avião

Um dos três pilotos do Airbus A330 da Air France, que caiu no Atlântico em 2009, disse "não estou entendendo mais nada" durante a perda do controle do avião. Foi o que declarou Jean-Paul Troadec, diretor do Escritório de Investigações e Análises (BEA). A frase foi ouvida durante a transcrição da caixa-preta que grava as conversas dos pilotos e qualquer som emitido na cabine, como os alarmes. Segundo Troadec, as investigações vão se concentrar agora nas diferentes ações dos pilotos diante do problema da perda das indicações de velocidade do avião, causada pelo congelamento dos sensores, os chamados tubos Pitot. O BEA afirma acreditar que os sensores de velocidade, que ficam na parte externa do avião, tenham ficado entupidos por cristais de gelo formados em alta altitude. "Vamos investigar qual foi o treinamento individual dos pilotos e quais procedimentos de emergência relativos a problemas nos sensores de velocidades foram aplicados", afirma Troadec. Em nota divulgada nessa sexta-feira, o BEA informa que o Airbus da Air France despencou em alta velocidade, caindo de uma altitude de 11 mil metros em apenas três minutos e meio. A velocidade de queda foi de 200 km/h, segundo Troadec.

OAB entra no Supremo com décima ação contra pensões a ex-governadores

O Conselho Federal da OAB entrou na sexta-feira com a 10ª Adin (ação direta de inconstitucionalidade) no Supremo Tribunal Federal questionando pensões concedidas a ex-governadores. Na ação, a entidade contesta a constitucionalidade da Emenda à Constituição do Rio de Janeiro que permite o pagamento de pensão a ex-governador e ex-vice-governador do Estado e que instituiu pensão mensal e vitalícia às viúvas dos ex-governadores. A Adin foi ajuizada contra a Assembléia Legislativa fluminense e o governo do Rio de Janeiro. A OAB sustenta que, ao preservar o pagamento de subsídio mensal e vitalício a ex-governadores e ex-vice-governadores e admitir sua extensão às viúvas após a Constituição Federal de 1988, os dispositivos de lei fluminenses violaram diversos preceitos da Carta Magna. Outro ponto defendido na ação é o fato de que a previsão de pagamento da pensão a ex-governadores ofende aos princípios da impessoalidade e da moralidade (previstos no artigo 37 da Constituição de 1988), que veda a instituição de privilégios e o tratamento desigual entre os trabalhadores.

G8 promete ajuda de US$ 20 bilhões a novas democracias árabes

Os líderes do G8 prometeram na sexta-feira ajudar as novas democracias árabes com um pacote de US$ 20 bilhões, de acordo com comunicado que será divulgado após reunião no balneário de Deauville, no norte da França. "As mudanças em andamento no Oriente Médio e norte da África são históricas e têm o potencial de abrir as portas para o tipo de transformação que ocorreu no Centro e no Leste da Europa após a queda do Muro de Berlim", diz o comunicado. "Nós, membros do G8, apoiamos fortemente as aspirações da Primavera Árabe, assim como aquelas do povo iraniano. Nós saudamos a decisão das autoridades egípcias de pedir assistência ao FMI e a bancos multilaterais de desenvolvimento, e o pedido da Tunísia por uma política de empréstimos conjunta e coordenada. Neste contexto, bancos multilaterais de desenvolvimento vão disponibilizar US$ 20 bilhões, incluindo 3,5 bilhões de euros do EIB (Banco de Investimento Europeu), para Egito e Tunísia para os esforços das reformas entre 2011-2013. Os membros do G8 já estão em condição de mobilizar apoio bilateral substancial para ajudar nesses esforços. Nós saudamos o apoio de outros parceiros bilaterais, incluindo da própria região", disse a nota do grupo. O FMI (Fundo Monetário Internacional) anunciou na quinta-feira em nota ao G8 que estuda fornecer empréstimos de até US$ 35 bilhões aos países árabes caso os governos da região peçam ajuda ao organismo. Vão financiar o terrorismo internacional, como no Iêmen, onde a Al Qaeda está em vias de assumir o poder.

Petrobras afirma que plataforma P-65 está parada desde segunda-feira

A Petrobras afirmou na sexta-feira que a plataforma P-65, situada na Bacia de Campos, já estava parada desde a segunda-feira devido a uma manutenção programada. Na quinta-feira o Ministério do Trabalho havia determinado a interdição dessa plataforma por conta de irregularidades como falta de iluminação de emergência e nas rotas de fuga, além de pisos e escadas sujas e com obstáculos. Segundo o Sindipetro/NF (Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense), 12 plataformas da bacia de Campos apresentam más condições e necessitam reparos. Um relatório foi entregue ao ministério do Trabalho. Em nota, a petrolífera alega que parte das irregularidades identificadas pelos técnicos do Ministério do Trabalho "já havia sido identificada anteriormente pela Petrobras e encontra-se em fase de conclusão pela equipe técnica" e que "outras estão sendo antecipadas visando cumprir as determinações". A Petrobras também afirmou que a plataforma foi adquirida em 2009 e que "vem recebendo pequenas modificações para seguir o padrão de projeto das demais plataformas" da companhia. A empresa também esclareceu que a P-65 não é produtora de petróleo, tendo função auxiliar no tratamento de óleo das demais unidades.

Oposição diz acreditar em novas adesões à CPI contra Palocci

O líder do PSDB no Senado Federal, senador Alvaro Dias (PR), afirmou que a oposição vai conseguir as assinaturas exigidas para a criação de uma CPI para investigar a evolução patrimonial do ministro Antonio Palocci (Casa Civil). Segundo o senador, o requerimento da CPI tem atualmente 19 das 27 assinaturas necessárias no Senado. As oito restantes já estariam prometidas por parlamentares, inclusive da base do governo. Para a criação da CPI, são necessárias ainda assinaturas de 171 deputados. A oposição teria, até agora, cerca de 100. "Teremos novas adesões na próxima semana. Vários senadores pediram apenas que esperássemos as explicações do ministro Palocci ao procurador-geral da República. Se não forem convincentes, eles irão assinar o requerimento", afirmou Álvaro Dias. Caso a oposição não consiga a adesão de deputados federais em número suficiente para uma comissão mista, os senadores pretendem apresentar pedido para criação de uma CPI apenas do Senado.

Superior Tribunal de Justiça empossa três novos ministros dia 13 de junho

Três novos ministros tomam posse no dia 13 de junho no Superior Tribunal de Justiça. Eles foram nomeados no último dia 20 pela presidente Dilma Rousseff. Antônio Carlos Ferreira, Ricardo Villas Boas Cuêva e Sebastião Alves dos Reis Júnior vão ocupar as vagas abertas com as aposentadorias dos ministros Antônio Pádua Ribeiro, Nilson Naves e Humberto Gomes de Barros, respectivamente. Com a posse dos novos membros, o Tribunal passará a contar com 29 ministros e três desembargadores convocados. Antônio Carlos Ferreira fez sua carreira jurídica na Caixa Econômica Federal. Já Ricardo Villas Bôas Cuêva foi procurador do Estado de São Paulo e da Fazenda Nacional, além de conselheiro do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Sebastião Alves dos Reis Júnior atuou como advogado e consultor de diversas empresas estatais e órgãos governamentais nas áreas de energia, saúde e comunicação.

São Paulo perde centro de imprensa para o Rio de Janeiro e é oficialmente excluído da Copa das Confederações

A Fifa publicou nota oficial na sexta-feira com novidades sobre a Copa de 2014. Além de confirmar a instalação do centro de imprensa no Rio de Janeiro, vencendo disputa com São Paulo e Brasília, a entidade excluiu São Paulo e Natal do evento-teste do Mundial, a Copa das Confederações, em 2013. Duas semanas antes, o "Jornal Nacional", da TV Globo já havia anunciado que São Paulo terminaria ficando de fora da Copa das Confederações. As cinco cidades apontadas para receber o torneio foram Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Salvador e Porto Alegre. Segundo a Fifa, somente sedes com estádios que ficarão prontos até o início de 2013 estão na briga.

Estados Unidos alertam para falta de segurança de prótese de quadril

A segurança das próteses metálicas de quadril está sendo questionada por instituições como a Associação Britânica de Ortopedia e a FDA, agência que regula os produtos de saúde dos Estados Unidos. Estudos indicam que essas próteses soltam uma quantidade de resíduos metálicos potencialmente perigosa para a saúde. "As minúsculas partículas soltas pelo desgaste do material podem causar efeitos locais e sistêmicos que afetam o corpo todo", diz o ortopedista Luiz Marcelino Gomes, presidente da Sociedade Brasileira de Quadril. Como efeitos locais, segundo o médico, os resíduos de cromo e cobalto (material das próteses) podem provocar uma reação alérgica nos tecidos ao redor do implante, causando dores, falsos tumores (sem células cancerosas) e até destruição óssea. Os efeitos generalizados estão relacionados à toxicidade dos metais. "Eles podem afetar a função renal em pessoas predispostas, por exemplo", diz Luiz Marcelino Gomes. O risco de câncer associado a esses materiais está sendo discutido, mas ainda não foi comprovado. Segundo o ortopedista Emerson Honda, do hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo, os níveis de metal no sangue das pessoas que usam essas próteses são 20 vezes mais altos do que os considerados normais. Outros tipos de prótese, feitas com polieteno (material plástico) ou cerâmica, levam uma capa de metal. Elas também soltam resíduos, mas em concentrações menores. Nos Estados Unidos, a FDA pediu para que todos os fabricantes de próteses metálicas de quadril apresentem mais estudos sobre a segurança do implante ao longo do tempo. No Brasil, são colocadas por ano cerca de 30 mil próteses, de todos os materiais, contra 250 mil nos Estados Unidos. Os tipos mais usados são os implantes com polieteno, que têm a desvantagem de durarem menos tempo, e os de cerâmica, que duram mais, mas podem quebrar.