quarta-feira, 9 de março de 2011

Suspeito de balear alunos da FGV confessa crime

O segundo suspeito de matar um estudante e ferir outro a tiros em um bar próximo à FGV (Fundação Getúlio Vargas), no centro de São Paulo, Valmir Ventino da Silva, de 19 anos, confessou o crime na tarde desta quarta-feira, segundo a Polícia Civil. De acordo com o delegado Paulo Tucci, Valmir Ventino da Silva afirmou durante o depoimento que os estudantes estavam lançando olhares para sua namorada. Ao pedir que parassem com a provocação, foi chamado de "nordestino", "farofeiro" e "cabeça chata", o que provocou a reação. A namorada de Silva e testemunhas não confirmam a provocação, disse o delegado. O atentado, que aconteceu em 23 de fevereiro, matou Júlio César Grimm Bakri, de 22 anos, e feriu Christopher Akiocha Tominaga, de 23 anos, estudantes do 4º ano de administração da FGV. Valmir Ventino da Silva, que já tem passagem na polícia por roubo e furto de cargas, diz ter jogado as duas armas no rio Tamanduateí. Seu irmão, Francisco Macedo da Silva, de 24 anos, acusado de ajudar no crime, está preso desde o fim do mês passado.

O mexicano Carlos Slim é o homem mais rico do mundo segundo a revista Forbes

A revista americana "Forbes" apontou o mexicano Carlos Slim pela segunda vez como o homem mais rico do mundo, em seu influente ranking anual das maiores fortunas. O dono da América Móvil superou conhecido bilionários americanos como Bill Gates, dono da Microsoft, e o megainvestidor Warren Buffett. A fortuna do mexicano, identificado no ranking como "Carlos Slim e família" é avaliada pela Forbes em US$ 74 bilhões, bem acima dos US$ 56 bilhões atribuídos a Gates e dos US$ 50 bilhões de Buffett. Ele repetiu a "façanha" de 2010, quando se tornou o primeiro bilionário não-americano a ocupar o topo da lista desde 1994. Eike Batista, do conglomerado EBX, com uma fortuna avaliada em US$ 30 bilhões, aparece em oitavo lugar e é o brasileiro mais bem posicionado. Ele manteve a posição alcançada em 2010, quando saltou do 61º lugar para sua atual colocação. O próximo brasileiro a constar no ranking da Forbes é Jorge Paulo Lemann, com uma fortuna avaliada em US$ 13,3 bilhões. A cifra lhe garante a 55ª posição na lista, pouco abaixo de Mark Zuckeberg (52ª posição), do Facebook, e do megainvestidor George Soros (46ª posição). Lemann é sócio do fundo de investimentos 3G, que adquiriu no ano passado a cadeia americana de lanchonetes Burger King. Também é acionista da ABInBev, maior cervejaria do mundo e que controla a AmBev. Veja a lista dos dez maiores bilionários, segundo a Forbes: 1) Carlos Slim e família (US$ 74 bilhões); 2) Bill Gates (US$ 56 bilhões); 3) Warren Buffett (US$ 50 bilhões); 4) Bernard Arnault (US$ 41 bilhões); 5) Larry Ellison (US$ 39,5 bilhões); 6) Lakshmi Mittal (US$ 31,1 bilhões); 7) Amancio Ortega (US$ 31 bilhões); 8) Eike Batista (US$ 30 bilhões); 9) Mukesh Ambani (US$ 27 bilhões); 10) Christy Walton e família (US$ 26,5 bilhões).

Ministra da Comunicação Social de Dilma chama Lula de "raça devoradora"

A ministra da Comunicação Social, a petista Helena Chagas, repassou ("retuitou") aos seus seguidores no microblog Twitter uma mensagem que chama políticos de "raça devoradora" e lista entre eles o ex-presidente Lula e o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). A ministra é responsável pela execução e estratégia de comunicação da Presidência da República. Na manhã de domingo, o usuário Lourival Bonetti (@Bonettinterado) escreveu uma série de oito mensagens tendo a ministra como destinatária. Os comentários, entre outras críticas, falavam dos altos salários de políticos. A última mensagem de Lourival Bonetti foi retransmitida (retuitada) pela petista Helena Chagas aos seus 7.679 seguidores do microblog. Redigida sem respeitar regras de pontuação, o post dizia o seguinte: "Ganhar menos. que esta raça devoradora, políticos, como sarney, mubarak, kadaf, buch, lula, dirceu, genuino, me envergonham, que nojo. xau". O "retweet" foi dado pela ministra, em seu perfil oficial (@helenachagas) na tarde de terça-feira. Por meio da Secretaria de Imprensa da Presidência da República, Helena Chagas afirmou que houve um "engano de operação" e que a retransmissão não foi proposital. Ela diz que costuma usar o microblog pelo telefone celular e que deve ter repassado a mensagem por engano. À noite, Helena Chagas escreveu no próprio microblog que um assessor lhe mostrou "agora um suposto retweet meu sobre uma tal 'raça devoradora'. Nunca tinha visto isso antes. Mas fui checar e... não é que estava lá a tal mensagem, retuitada por mim??!!! Tremenda bola fora, que só posso atribuir à minha total descoordenação motora".

Tribunal de Contas confirma fraude em licitação de R$ 6,2 mi da TV Brasil

Auditoria do Tribunal de Contas da União aponta uma série de irregularidades, inclusive uso de documento falso e favorecimento, na licitação da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), do governo federal, que contratou por R$ 6,2 milhões a Tecnet Comércio e Serviços Ltda. Cláudio Martins, filho do ex-ministro da Comunicação Social Franklin Martins, é funcionário da empresa. Segundo o Tribunal de Contas da União, a Tecnet não poderia disputar a licitação, nem a EBC deveria ter aceito a sua participação. A auditoria foi concluída no dia 20 de janeiro deste ano pela Secretaria de Fiscalização de Tecnologia da Informação (Sefti) do Tribunal de Contas da União. A Tecnet havia sido contratada no dia 31 de dezembro de 2009 para cuidar do sistema de arquivos digitais da TV Brasil, administrada pela EBC, em um processo de licitação com indícios de fraude. A auditoria do Tribunal de Contas da União confirma, por exemplo, que a empresa Media Portal, única adversária da Tecnet na concorrência, auxiliou a EBC a preparar o edital público do pregão 85/2009. O resultado da auditoria, elaborado após a EBC ser ouvida, aponta que a Tecnet falsificou um atestado para comprovar que atendia aos requisitos da concorrência. "A declaração apresentada pela empresa Tecnet acerca do integral atendimento de seu sistema aos requisitos especificados no termo de referência do Pregão 85/2009 é falsa", diz o relatório. "Esse fato é de extrema gravidade", ressalta trecho do documento.

Receita fecha brecha que permitia suspender ação penal por crime tributário

A Receita Federal fechou a última brecha possibilitando que o contribuinte suspenda uma ação penal em andamento por crime tributário. A Lei 12.382, que também reajustou o salário mínimo e foi sancionada na semana passada, estabeleceu que o pedido de parcelamento de débitos tributários não suspende a punição penal, se a denúncia já tiver sido aceita pelo Judiciário. Segundo o subsecretário de Tributação da Receita, Sandro Serpa, a definição de um "marco temporal" para o início do parcelamento forçará o contribuinte a decidir rapidamente se quer ou não pagar os impostos. "Se o juiz aceitou a denúncia, não adianta pedir parcelamento lá na frente. A ação não é suspensa depois desse marco temporal da aceitação da denúncia. Ficou mais rígido", afirmou Serpa. De acordo com ele, este já era o entendimento em relação ao pagamento integral dos tributos. Ou seja, depois de iniciada a ação na Justiça, o recolhimento de uma só vez não evitava a punição penal. No entanto, a jurisprudência que prevalecia possibilitava ao contribuinte apresentar uma proposta de parcelamento a qualquer tempo da ação para evitar a punição penal. "Agora foi feita uma equalização da regra de pagamento integral em relação à disciplina do parcelamento", disse Serpa.

Estilista John Galiano deve ser substituído por Tisci na maison Dior

A internet está tomada desde o início da semana com rumores de que o estilista Riccardo Tisci já estaria confirmado como o novo nome à frente da criação da Dior. Atualmente diretor criativo da Givenchy, Tisci poderá substituir o cargo deixado por John Galliano após a sequência de ofensas antissemitas que ele dirigiu a uma mulher judia em restaurante de Paris. O episódio vazou no You Tube John Galiano foi demitido da Maison Dior. A informação da substituição partiu do editor do site Style.com. Derek Blasberg afirma ter sido informado da notícia durante um show de Katy Perry em Paris. Riccardo Tisci está na Givenchy desde 2005, onde começou como diretor criativo de moda feminina e alta-costura. Em 2008, assumiu as áreas masculina e de acessórios. Ele é responsável pela descoberta da modelo transsexual brasileira Lea T, filha de Toninho Cerezzo, que deve sua fama à grife após a campanha na qual aparece beijando Kate Moss. John Galiano é um caso típico de gente que trabalha com mulheres, para mulheres, mas parece odiar mulheres.

Térmicas vão ganhar maior fatia na geração de energia

Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que a necessidade de aumentar a capacidade de geração de energia elétrica para sustentar o crescimento da economia está empurrando o Brasil em direção a uma outra matriz energética. Conforme o levantamento, com a implementação dos projetos em construção e os licenciados nos últimos anos, a participação das térmicas deve passar dos atuais 25% para 31,4%. Embora aí estejam incluídas usinas de biomassa, consideradas menos poluentes, a alta da participação das termelétricas na matriz é puxada pelas fontes de combustíveis fósseis, como óleo diesel e carvão mineral. Dentre os empreendimentos à base térmica, os movidos a carvão mineral, um dos mais poluentes, praticamente triplicarão sua participação. Segundo especialistas no tema, o avanço de fontes mais poluentes é inevitável.

Luciana Genro no banco dos réus nesta quinta-feira

Nesta quinta-feira, Luciana Genro senta no banco dos réus no Foro Central de Porto Alegre, onde responde processo por injúria, calúnia e difamação. A ex-deputada Luciana Genro sentará no banco dos réus às 14h30min, na sala de audiências da 2ª Vara Cível do Foro Central de Porto Alegre. Serão suas testemunhas o lobista Lair Ferst, o ex-vice governador e seu velho aliado, Paulo Feijó, mais André de Medeiros Zelmanowicz, ex-chefe de gabinete de Paulo Feijó. E é tudo por conta do processo que lhe move por calúnia, injúria e difamação o empresário Humberto Busnello, um dos donos da Toniollo, Busnello, ex-presidente do Sicepot e um dos atuais vice-presidentes da Fiergs. O juiz do caso repeliu a tentativa dee Luciana Genro, no dia 30 de março do ano passado, quando ela invocou sua imunidade parlamentar para escapar do julgamento. Na mesma ocasião, a então deputada Luciana Genro pediu cópia da delação premiada de Lair Ferst ao Ministério Público Federal e cópia integral do inquérito da Operação Solidária, alegando que em ambos haveria material incriminando Humberto Busnello. Em julho, de posse de ofícios dos dois órgãos, o juiz considerou que não havia razão para o pedido. É que a Polícia Federal e o Ministério Público Federal avisaram oficialmente ao juiz que a denúncia da deputada do PSOL não tinha uma só vírgula de verdade. A decisão foi agravada e repelida em primeiro e segundo graus. Na audiência desta quinta-feira, o que se espera é que o lobista Lair Ferst apresente a íntegra da sua delação premiada e que o ex-vice Paulo Feijó finalmente mostre os filmes "nítidos como película de cinema". Não vai ocorrer nem uma coisa, nem outra.

Israel se apresenta como destino seguro no Oriente Médio

Israel quer aproveitar os protestos no Oriente Médio para atrair turistas através de uma campanha na qual se apresenta como um destino seguro em meio ao caos, informou nesta quarta-feira o Ministério do Turismo do país. A iniciativa, que será lançada na próxima semana, contará com um orçamento de 45 milhões de shekels (US$ 12,5 milhões), disse o ministério em comunicado. A campanha pretende "diferenciar a imagem de Israel de outros países da região e reforçá-la como um destino turístico seguro, acessível e atrativo", afirmou o ministro do Turismo, Stas Misezhnikov. Estados Unidos, Rússia, Alemanha, Reino Unido e Escandinávia serão os focos das ações. A iniciativa foi anunciada no mesmo dia em que o Escritório Central de Estatísticas divulgou os dados de turismo de Israel, que em fevereiro sofreu uma queda de 2% em relação ao mesmo mês do ano passado. Em 2010, Israel registrou um número recorde de turistas (3,45 milhões), segundo dados do Ministério do Turismo.

Clube dos 13 diz que propostas por direitos do Campeonato Brasileiro já chegam a R$ 1 bilhão

O Clube dos 13 divulgou nota na tarde desta quarta-feira dizendo que foram entregues as cartas-convites para as cinco primeiras mídias habilitadas a transmitir o Campeonato Brasileiro no triênio 2012-2014 (TV aberta, TV fechada, pay-per view, internet e celular) e o valor dos lances mínimos chegou a R$ 912 milhões. Segundo o Clube dos 13, com a formalização das regras para publicidade estática, direitos internacionais e novas mídias, o valor mínimo ultrapassará R$ 1 bilhão, quase o dobro do que os clubes vão faturar com a venda dos direitos para o Brasileiro de 2011. "Estamos muito satisfeitos com o interesse das empresas no produto futebol e temos certeza de que os clubes e os torcedores serão os grandes vencedores deste processo de licitação", afirmou o presidente Fabio Koff na nota da entidade. No total, mais de 20 empresas foram convidadas a participar do processo. O resultado da primeira licitação será anunciado na sexta-feira, às 10 horas, no escritório do Clube dos 13, em São Paulo, onde será conhecido o vencedor para TV aberta.

Felipe Massa fica apenas em quinto lugar no segundo dia de treino em Barcelona

Único brasileiro presente no segundo dia de treino da F-1, em Barcelona, nesta quarta-feira, Felipe Massa, da Ferrari, terminou com o quinto melhor tempo. Ele parece estar confirmando, a cada dia, de maneira antecipada, o fim de sua carreira na Ferrari e na Fórmula 1. Ao final de 101 voltas, ele fez o tempo de 1min23s324. Massa aproveitou para testar os componentes aerodinâmicos do carro. O melhor tempo do dia ficou com o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, e atual campeão da F-1. Com 112 voltas, ele fez o tempo de 1min21s865. O suíço Sebastien Buemi, da Toro Rosso, foi o segundo colocado, com 1min22s396, enquanto o russo Vitaly Petrov foi o terceiro, com 1min22s670. Nesta quinta-feira, os treinos continuam em Barcelona. Além de Felipe Massa, Rubens Barrichelo, da Williams, também vai treinar. A temporada da F-1 terá início no dia 27, com o GP da Austrália.

Justiça condena Paulinho da Força por improbidade administrativa

A Justiça Federal de Ourinhos (SP) condenou o deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força Sindical (PDT-SP), e mais nove pessoas, por improbidade administrativa. Segundo denúncia do Ministério Público Federal, eles obtiveram R$ 3 milhões do Banco da Terra, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, para assentar 72 famílias em uma fazenda de 302 hectares, um projeto considerado inviável técnica e economicamente. A Procuradoria afirma que, com o dinheiro do Banco da Terra, em cujo conselho tinha assento a Força Sindical, em 2001, Paulinho; seu assessor João Pedro de Moura; o então prefeito de Piraju, Maurício de Oliveira Pinterich (PSDB), que acumulava a presidência da Amvapa (Associação dos Municípios do Vale do Paranapanema); com a colaboração dos peritos Milton Camolesi de Almeida e Anísio Silva, que superavaliaram o terreno, adquiriram dos irmãos Joaquim Fernandes Zuniga e Affonso Fernandes Suniga a Fazenda Ceres, por R$ 2,3 milhões, o equivalente a R$ 3.105,62 por hectare. No processo, informa a denúncia, a fazenda foi avaliada por um perito judicial em R$ 2.008,26 o hectare, em um total de R$ 1.320.925,00. A perícia provou que cerca de 50% dos 302 alqueires da fazenda se encontram em uma área de preservação permanente, que não pode ser explorada, e que apenas 17,10% das terras eram cultiváveis, ainda sim com restrições de uso, pois o terreno era ondulado e também ocupado por uma pedreira. A Justiça Federal, entretanto, recusou o pedido da Procuradoria para que Paulinho fosse condenado à perda da função pública e tivesse os direitos políticos suspensos.

Pesquisa da USP mostra como cigarro causa artrite

Um mecanismo que desencadeia a artrite reumatóide em fumantes foi identificado por pesquisa da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da USP. Já se sabia que quem tem predisposição genética e fuma pode sofrer dessa doença inflamatória crônica, que causa dores e rigidez matinal nas mãos e nos pés. Agora, o estudo do biomédico Jhimmy Talbolt, defendido como dissertação de mestrado na última semana, revela como isso acontece. Quando a pessoa fuma, uma das células do sistema de defesa - a TH17 - é sensibilizada e fica doente. Ao ser estimulada pelos hidrocarbonetos aromáticos da fumaça do cigarro, a TH17 passa a orientar o sistema de defesa a destruir articulações das mãos, pés, joelhos, punhos, cotovelos e tornozelo. O professor de reumatologia da FMRP e orientador de Talbot, Paulo Louzada Junior, disse que o resultado pode ser o ponto de partida para o desenvolvimento de uma droga que reduza os sintomas da doença com mais eficiência ou até interrompa o processo de deterioração das articulações periféricas. Segundo Louzada Junior, a artrite reumatóide atinge 1% da população adulta brasileira e a descoberta é inédita na literatura científica. A pesquisa, com financiamento do CNPq e da Fapesp, acompanhou durante dois anos 138 pacientes com artrite reumatóide (metade fumante) e um grupo-controle com 129 pessoas sadias. Foram comparadas as mutações genéticas do sangue de pacientes fumantes e não fumantes com o sangue do grupo-controle. Essas informações foram relacionadas aos dados clínicos de cada um, constatando que a fumaça do cigarro e a célula TH17 estavam ligadas à artrite reumatóide.

Aérea de Hong Kong vai encomendar 27 aviões da Airbus e Boeing

A companhia aérea Cathay Pacific, de Hong Kong, pretende encomendar 27 aviões da fabricante européia Airbus e da americana Boeing. A empresa informou que pretende comprar da Airbus 15 modelos A330-300 e dois A350-900. Da Boeing serão 10 modelos 777-300ER. Os aviões devem ser entregues até o fim de 2015. O valor total do pedido será de US$ 6,55 bilhões. A Cathay Pacific também anunciou nesta quarta-feira um lucro líquido em 2010 de US$ 1,78 bilhão.

China proibe famílias de ter mais de um cachorro

A cidade de Xangai, com 23 milhões de habitantes, cerca de 6 mil arranha-céus e ruas que suportam a grande quantidade de tráfego e população de uma metrópole chinesa do século XXI, terá que aplicar uma "política de cachorro único". Se em 1979 o Governo chinês teve que iniciar a sua "política de filho único" para evitar um crescimento demográfico insustentável, agora acontece algo parecido, quando a cidade de Xangai acaba de aprovar uma lei, chamada pela imprensa local de "cachorro único", que proibirá que os habitantes da metrópole possam ter mais de um cachorro registrado por unidade familiar recenseada, salvo os que já existissem anteriormente.

Benefício trabalhista cresce na contramão de promessa do governo

Uma despesa que o governo Dilma Rousseff promete reduzir neste ano cresceu quase 24% no primeiro bimestre, em uma escalada iniciada na administração anterior e ainda pouco compreendida. Trata-se do pagamento do seguro-desemprego e do abono salarial, os dois principais benefícios financiados com recursos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), cujos encargos aumentam em aparente paradoxo com a expansão da economia e da contratação de mão de obra. Segundo dados preliminares da execução orçamentária, os dois programas consumiram R$ 3,8 bilhões em janeiro e fevereiro, enquanto, em período equivalente do ano passado, os gastos ficaram, com arredondamento para cima, em R$ 3,1 bilhões. O resultado põe em xeque a expectativa da área econômica de destinar aos dois benefícios um montante não apenas abaixo do estimado no Orçamento deste ano, mas também inferior ao desembolso de 2010. A administração petista assistiu sem tomar providências a um salto dessa despesa a partir da segunda metade da década passada, enquanto a taxa de desemprego nas seis principais regiões metropolitanas caía da casa dos 10% para os 6,1% de janeiro. Agora, com a necessidade de frear o gasto público para conter a inflação, cita-se o "combate a desvios" nos dois benefícios entre as principais medidas do pacote de ajuste fiscal, cujo objetivo é um corte de R$ 50 bilhões.

Estados Unidos confirmam pedido de asilo de chefe de polícia mexicana

Autoridades de imigração americanas confirmaram nesta quarta-feira que a mais jovem chefe de polícia do México fugiu para os Estados Unidos, após receber ameaças de morte em seu país. Marisol Valles Garcia ficou famosa em 2010 ao se transformar, com apenas 20 anos, na chefe de polícia da cidade fronteiriça de Praxedis G Guerrero, acossada pela violência do tráfico de drogas. Ela foi a única pessoa a aceitar o emprego. Valles Garcia está tentando obter asilo nos Estados Unidos depois de fugir pela fronteira para o Estado americano do Texas. A jovem foi demitida do cargo depois de faltar várias vezes ao trabalho sem apresentar justificativa. Marisol Valles Garcia foi apontada como a mulher mais corajosa do México em outubro, quando assumiu o cargo de chefe de segurança pública em Praxedis G. Guerrero. A cidade está no Estado mexicano de Chihuahua e fica perto de Ciudad Juárez, a cidade mais violenta do México, na qual mais de 3 mil pessoas foram mortas em assassinatos relacionados ao tráfico de drogas apenas em 2010.

Garis do Rio de Janeiro retiram quase 410 toneladas de lixo da Marquês do Sapucaí

Garis do Rio de Janeiro retiram quase 410 toneladas de lixo da Marquês do Sapucaí
Os garis da Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana) removeram, durante os quatro dias de desfiles na avenida Marquês de Sapucaí, o equivalente a 408,3 toneladas de lixo. De acordo com o balanço da companhia, somente na última noite de desfiles, os 164 garis, que trabalharam com o apoio de 19 veículos e vários equipamentos, removeram 110,3 toneladas de resíduos apenas da área interna do Sambódromo. Também foram coletadas 29,8 toneladas na área externa e 2,7 toneladas no Terreirão do Samba. Além disso, os 70 catadores cooperativados retiraram 21 toneladas de materiais recicláveis. Na noite de terça-feira, 130 garis trabalharam preparando o Sambódromo para a apuração, realizada na tarde desta quarta-feira, e que apontou a Beija Flor como grande vencedora do carnaval. No sábado, quando ocorrerá o Desfile das Campeãs, um grupo de 101 garis será destacado para preparar a avenida.

Prefeitura de Porto Alegre apresenta programa de Internet que permite acompanhamento em tempo real da coleta

Para apresentar o novo e inédito sistema de monitoramento dos caminhões da coleta domiciliar do lixo de Porto Alegre, o prefeito José Fortunati reuniu a imprensa na tarde desta quarta-feira. Na coletiva, foi demonstrado o serviço que está disponível para a população no site da prefeitura (www.portoalegre.rs.gov.br) e que não teve custo para o município, já que a modernização está prevista no contrato com a empresa que coleta o lixo. Se estava no contrato, que foi assinado há mais de três anos, por que até agora a prefeitura de Porto Alegre não havia exigido a cobrança desta obrigação contratual, que prevê a colocação de equipamento GPS em cada caminhão de lixo e monitoração online no DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Pública)? Fortunati falou das características da coleta domiciliar na cidade, que abrange mais de dez mil ruas e avenidas e atinge cerca de 1,1 mil toneladas por dia. “Este tipo de coleta tem dias e horários que precisam ser respeitados pela população, que agora vai poder acompanhar pela Internet onde o caminhão está. Isso dá mais transparência ao processo e mais qualidade ao serviço”, declarou o prefeito. O diretor-geral do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), coronel brigadiano reformado Mario Moncks, salientou que o novo sistema permite ao setor de fiscalização informações em tempo real e específicas de cada caminhão, como velocidade, e se ele está fazendo a coleta ou o transbordo do lixo. “Com isso, vamos monitorar todo o caminho do lixo, da frente da casa do cidadão até seu destino final”, disse o secretário. Para o diretor-presidente da Procempa, André Imar, a parceria entre os órgãos da prefeitura e a empresa que coleta o lixo está levando mais informação para a população sobre um serviço essencial. “Com essa ferramenta cada vez mais popular, que é a Internet, mais pessoas poderão acompanhar o andamento da coleta”, declarou Imar. Videversus pergunta: 1) quem desenvolveu o sistema de acompanhamento da coleta por GPS?; 2) o sistema é efetivamente acompanhado por GPS, como determina o contrato?; 3) quanto custou o desenvolvimento e implantação do sistema, e quem pagou estes custos?; 3) a prefeitura de Porto Alegre está processando a empresa Qualix-Sustentare para recuperar os valores fraudados durante mais de três anos, em que o sistema GPS, previsto em contrato, não esteve instalado nos caminhões? Ao final da coletiva, o prefeito José Fortunatti lembrou que o processo de conteinerização do lixo na área central deve entrar em operação ainda este ano. Serão, inicialmente, 1.200 contêineres que possibilitarão que o lixo seja colocado em qualquer horário pelo cidadão. Ele só esqueceu de informar aos jornalistas presentes e à população da capital gaúcha que esse processo de licitação está paralisado, sendo investigado pelo Tribunal de Contas e pelo Ministério Público Estadual, por denúncias de fraude.

Portugal capta 1 bilhão de euros com juros em alta

Portugal captou nesta quarta-feira 1 bilhão de euros (US$ 1,39 bilhões) em títulos da dívida a médio prazo, em uma emissão marcada por taxas de juros em alta e uma demanda firme, apesar da crescente preocupação sobre a liquidez do país. A taxa de juros média exigida pelos investidores para estas obrigações a dois anos e meio, com prazo até setembro de 2013, chegou a 5,993%, muito acima dos 4,086% obtidos em setembro de 2010 no mesmo tipo de obrigações. A demanda foi 1,6 vezes superior à oferta, segundo o Instituto de Gestão de Crédito Público. A economia portuguesa enfrenta grave crise.

China investirá US$ 200 bilhões para frear preços imobiliários

O governo da China anunciou que vai investir cerca de US$ 200 bilhões na construção ou renovação de 10 milhões de casas populares, para contrabalançar o forte aumento de preços no mercado imobiliário do País. Em janeiro, o preço de novas casas subiu em relação a um ano atrás em 68 de 70 cidades chinesas acompanhadas pelo governo. A preocupação é que o ritmo da inflação incentive a especulação imobiliária e vice-versa, levando a uma bolha no mercado. As casas subiram em janeiro a um ritmo anual de 6,8% em Pequim, onde o metro quadrado pode chegar a US$ 3 mil, e 1,5% em Xangai. Mas cidades menores viram aumentos mais acentuados: em Haikou, no sul do país, a elevação foi de 21,6% e, em Yueyang e Ganzhou, no centro, os percentuais chegaram a 14,2% e 12,3%, respectivamente. Analistas esperam que a entrada de novas casas no mercado tenha impacto, já que o número de residências anunciadas nesta quarta-feira pelo governo chinês (10 milhões) representa mais da metade do número de unidades construídas no ano passado. Esse total inclui quatro milhões de residências de baixa qualidade que devem ser renovadas.

Parlamento Europeu pede zona de exclusão aérea sobre Líbia

Os partidos do Parlamento Europeu pediram nesta quarta-feira à alta representante de Política Externa e Segurança Comum da União Européia, Catherine Ashton, que articule com os 27 países-membros do bloco uma missão de exclusão aérea na Líbia para neutralizar a ofensiva do ditador Muamar Kadahfi sobre os rebeldes que controlam o leste do país. A grande maioria das formações do Parlamento (PPE, S&D, Alde, Verdes e ECR) reivindicou aos países da União Européia que lancem uma ofensiva contra as defesas aéreas do regime líbio para evitar que continue bombardeando a população. Representantes do Conselho Nacional de Transição líbio, criado pelos rebeldes de Benghazi, visitaram o Parlamento Europeu.

Congressistas especulam que novo partido de Kassab começaria com 25 deputados federais

Veteranos do Congresso Nacional estimam em 25 (20 no mínimo) o número inicial de deputados federais do partido a ser criado por Gilberto Kassab. Desses, cerca de 15 abandonariam o DEM junto com o prefeito paulistano. Os demais viriam de outras legendas. É neste segundo grupo que reside a maior perspectiva de crescimento do PDB, nome mais provável da nova agremiação, pois o partido de Kassab pode servir não apenas de biombo para oposicionistas em debandada, como para reacomodar integrantes da base aliada. No PP, no PTB e no PDT encontram-se interessados nessa migração. Tudo somado, há quem enxergue o PDB com 35 deputados federais ou mais em um curto espaço de tempo. Se isso acontecer, talvez Kassab pense duas vezes antes de promover a fusão com o PSB do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Para o prefeito e para o Palácio do Planalto, é possível que a nova sigla tenha utilidade mais imediata dessa maneira, sozinha.

Dívida gera novo atrito entre União e Vale

Em mais um capítulo da disputa com a Vale, o governo petista cobra da mineradora uma dívida de quase R$ 4 bilhões de royalties pela exploração de minério de ferro. A cobrança gerou mais um atrito na relação da empresa com o governo na semana passada, contornado após conversa por telefone entre o presidente da Vale, Roger Agnelli, e o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Os dois devem se encontrar nesta semana, em Brasília, para buscar um acordo sobre a cobrança dos royalties do setor (a CFEM - Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais). O DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral), responsável pela fiscalização da cobrança de royalties, cobra uma dívida de R$ 900 milhões pela exploração de minério no Pará e cerca de R$ 3 bilhões pela mineração em Minas Gerais. A Vale não concorda com o valor e diz que sua dívida, se procedente, não passa da metade desse montante.

Kadahfi acusa Ocidente e mantém grande ofensiva sobre rebeldes

Um dia após rumores de um acordo, as tropas fiéis ao ditador líbio, Muamar Kadahfi, mantêm uma ampla ofensiva por terra e ar sobre as cidades de Ras Lanuf e Zawiya, controladas pelos rebeldes da oposição. Kadahfi concedeu mais uma entrevista na qual negou qualquer acordo com os rebeldes e culpou o Ocidente "colonialista" e a rede terrorista Al Qaeda pela revolta popular. Os aviões militares de Kadahfi bombardearam posições rebeldes no terminal petrolífero de Ras Lanuf, cujas instalações contêm perigosos depósitos inflamáveis, segundo a rede de TV árabe Al Jazeera. A nova ofensiva do regime em Ras Lanuf conta ainda com forças de combate terrestre que, até agora, se provaram superiores às forças rebeldes. A Al Jazeera falou em ao menos 21 mortos nas últimas horas nos combates. Na véspera, os rebeldes resistiram ao duro ataque das tropas, mas foram acuados pelas seis incursões aéreas. Com temor da guerra, os habitantes desta cidade fugiram em massa. As forças de Kadahfi fecharam ainda o cerco aos rebeldes em Zawiya, a apenas 50 quilômetros da capital Trípoli, cercando a praça principal com tanques e atiradores de elite, segundo moradores e rebeldes.

Relatório do governo dos Estados Unidos sobre drogas escancara o Brasil

Um relatório do "United States Department of State - Bureau for International Narcotics and Law Enforcement Affairs International Narcotics Control -Strategy Report- Volume I- Drug and Chemical Control" revela a situação do narcotráfico no Brasil, além do consumo de drogas, e no resto do mundo. Se você quiser ler na íntegra o relatório, clique aqui. Diz o relatório que o Paraguai continua sendo o principal fornecedor de maconha do Brasil. A cocaína entra no Brasil por terra, rio, e através de pequenas aeronaves da Bolívia, Peru e Colômbia com destino a África e Europa. O Brasil é o maior consumidor de drogas na América do Sul e o consumo está aumentando. O Relatório Mundial sobre Drogas diz que o Brasil tem 900 mil usuários de cocaína. Geralmente, a cocaína e o crack de origem boliviana que entram no Brasil são distribuídas e consumidas internamente, enquanto a cocaína colombiana e peruana de alta qualidade transita pelo Brasil com destino a outros mercados, tais como noroeste da África e Europa. Os aeroportos internacionais do Brasil permanecem como pontos de partida comum para os que transportam as drogas no próprio corpo, ou na bagagem, ou através de carga aérea. Os portos brasileiros estão entre os mais movimentados do hemisfério e a transferência de droga através de containers e reservatórios é comum. A costa nordeste do Brasil é o ponto mais próximo da navegação transatlântica para a África Ocidental. A Polícia Federal Brasileira observa que as organizações criminosas muitas vezes utilizam a mesma rota para traficar êxtase e anfetaminas de volta para o Brasil. Foram descobertos onze laboratórios de cloridrato de cocaína e crack no lado brasileiro da fronteira boliviana e peruana pela Polícia Federal em 2010. Os laboratórios não eram sofisticados e processavam apenas pequenas quantidades de drogas. Em maio de 2010, agentes da Polícia Federal descobriram um laboratório no Estado de São Paulo e apreenderam equipamentos de processamento de cocaína, 225 quilos de cocaína refinada e 220 quilos de substâncias controladas, incluindo morfina e solventes. Luiz Fernando Correa, ex-diretor geral da Polícia Federal, declarou que os traficantes estão instalando seus laboratórios após a fronteira com a Bolívia, porque precursores químicos são mais fáceis de obter no Brasil. Alguns analistas acreditam que o aumento das apreensões de cocaína no Brasil também sugere que a cocaína em estado natural da Bolívia está sendo, cada vez mais, refinada no Brasil. Em abril de 2010, a Polícia Federal prendeu seis membros da Frente Primeira das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc - organização terrorista e traficante de cocaína) que faziam parte de uma organização de tráfico de drogas na região amazônica, transportando cocaína processada para Manaus, onde eles vendiam a outros traficantes para o transporte para os mercados europeus. Os indivíduos detidos estavam usando Manaus como base há mais de um ano. Em abril de 2010, a Polícia Federal prendeu o traficante colombiano Néstor Ramón Caro Chaparro, pseudônimo "El Duro", no Rio de Janeiro. O Departamento de Estado dos Estados Unidos tinha oferecido uma recompensa de US$ 5 milhões por informações que levassem à captura de El Duro. Em julho de 2010, a Polícia Federal prendeu Carlos Arias Cabral, o maior traficante de maconha do Paraguai. De acordo com autoridades paraguaias, Cabral foi o responsável pela maior parte da maconha que entra no mercado brasileiro. A Polícia Federal estima que até 1% da população brasileira pode usar cocaína ou crack, e que 2,6% usa maconha.

Indio cocaleiro Evo Morales reconhece que narcotráfico tomou conta do Estado boliviano

As autoridades bolivianas emitiram uma ordem internacional de captura contra o destituído coronel da Polícia Nacional boliviana, Jorge Roger  Sánchez Pantoja, sob acusações de narcotráfico, segundo confirmou o ministro do Interior, Sacha Llorenti. A ordem está relacionada com uma rede de tráfico de cocaína da qual participava a maioria dos agentes de uma divisão policial antidroga. O trotskista vice-presidente Álvaro García Linera reconheceu no Parlamento que o governo "herdou um Estado perigosa e criminalmente penetrado pelo narcotráfico". Engraçado, o índio cocaleiro Evo Morales está poder há 5 anos e 3 meses, e ainda fala de herança. É herança dele mesmo e de seus asseclas no poder. A trama foi descoberta em 24 de fevereiro, quando o chefe do Centro de Inteligência e Geração de Informação (Cegein), o general reformado da polícia René Sanabria, foi detido junto ao também boliviano Marcelo Juan Foronda, chefe de uma rede narcotraficante, no marco de uma operação desenvolvida pela agência antidrogas de Estados Unidos (DEA), com a cooperação do Chile e Panamá. Evo Morales comanda um governo que protege o narcotráfico.

CNBB diz que jogar lixo no chão é pecado

O secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Dimas Lara Barbosa, disse nesta quarta-feira, ao lançar a Campanha da Fraternidade 2011, cujo tem é "Fraternidade e a Vida no Planeta", que jogar lixo no chão é pecado. Segundo ele, não está escrito na Bíblia, mas um dos dez mandamentos diz: "amar ao próximo como a si mesmo", e a partir dele seria possível tirar a conclusão de que poluir o meio ambiente também é uma infração aos mandamentos de Deus. "Está lá: amar ao próximo como a si mesmo. A partir deste mandamento você pode tirar conclusões. Jogar lixo na rua pode ser considerado um pecado", disse dom Dimas. A Campanha da Fraternidade neste ano foi escolhida, como sempre, a partir de diversas sugestões da população em todo Brasil. A Igreja se diz preocupada com a degradação ambiental e as mudanças climáticas. No lançamento da campanha, dom Dimas aproveitou para criticar as mudanças no Código Florestal proposta pelo deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), relator do projeto que deve ser votado ainda neste semestre na Câmara dos Deputados.  Dom Dimas se reuniu com técnicos do Ministério do Meio Ambiente e com a presidente da República, Dilma Rousseff, para apresentar a posição da CNBB sobre o tema. "Estamos preocupados com o Código Florestal. Sobre o texto do deputado Aldo Rebelo movimentos ambientalistas têm nos alertado para que não sejamos tão apressados com a aprovação do texto, para que haja maior discussão. As diferenças dos biomas devem ser aprofundadas". A Igreja Católica  apontou como problemática a anistia a desmatadores prevista no texto do deputado, a possibilidade de diminuição das áreas de proteção dos rios, e o fim da reserva legal para pequenos produtores. Outro tema polêmico abordado pela CNBB foi a construção da usina de Belo Monte, no Pará. Dom Dimas observou que a cidade de Altamira, que será sede do empreendimento, não está preparada para receber o volume de pessoas que irão trabalhar no local. Pecado, que está escrito nos mandamentos, é o de roubar. E isso a CNBB não refere na questão do lixo. Rouba-se em toda operação de lixo no Brasil. Quando a CNBB adota o lema de "não jogar lixo no chão", está adotando a diretriz petista usada há mais de 20 anos por administrações públicas comandadas pelo PT. Os petistas adoram dizer que culpa da sujeira e dos crimes contra o meio ambiente é do povo em geral, que joga lixo no chão. Isso é uma maneira rastaquera de jogar a culpa para a vítima. A culpa das agressões ao meio ambiente pelo lixo jogado no chão é das administrações públicas, que administram sistemas de coleta de lixo criminosos e ladrões de recursos públicos. A culpa é de administrador público que manda a população colocar saquinho de lixo no chão.

Chinesa anuncia compra de fábrica de fibra de vidro no Brasil

A estatal chinesa CPIC (Chongqing Polycomp International Corporation) confirmou na terça-feira um acordo para a compra da fábrica Capivari Fibras de Vidro, pertencente à empresa norte-americana Owens Corning. O negócio, de US$ 59,5 milhões, ainda precisa ser aprovado por autoridades chinesas e brasileiras. Localizada em Capivari (interior de São PauloP), a fábrica é parte de um processo no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Em 2008, o órgão, ligado ao Ministério da Justiça, avaliou que a aquisição da fábrica levaria a Owens a ter o quase monopólio da fibra de vidro no Brasil, o que é proibido. A empresa tem outra unidade em Rio Claro (São Paulo). Somadas, as duas fábricas representam 92% da produção de fibra de vidro no Brasil. A CPIC tem um patrimônio de US$ 1,14 bilhão.

Conta de restos a pagar do governo federal maquia cortes

A presidente Dilma Rousseff herdou um problema fiscal mais sério do que o desequilíbrio que forçou o governo a programar um corte de R$ 50,1 bilhões nas despesas deste ano. A causa é a maquiagem das contas de 2010, em uma estratégia que vem sendo repetida desde 2003. O alerta é do economista Mansueto Almeida, pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A suspeita surgiu porque o bolo de despesas iniciadas em 2010, cujo pagamento ficou para este ano, os chamados restos a pagar, foi muito grande: R$ 128,8 bilhões. Esse valor não aparece no Orçamento. Ou seja, o corte não o afetou, e ele continua exercendo pressão sobre o caixa. "O governo tem um problema com sua gestão fiscal ainda maior do que aquele que aparece nas análises do orçamento aprovado", diz Mansueto na nota técnica "Restos a Pagar e Artifícios Contábeis".