quinta-feira, 3 de março de 2011

Deputada federal tetraplégica fica presa em avião da TAM

A deputada federal Mara Gabrilli (PSDB-SP), que é tetraplégica, ficou presa por mais de duas horas dentro de um avião da TAM no aeroporto de Cumbica, Guarulhos, na noite de quarta-feira. Ao retornar de Brasília, o avião não parou no "finger", equipamento que leva os passageiros diretamente do avião ao terminal. Além disso, o "ambulifit", utilizado para o transporte de cadeirantes,  estava quebrado. “Queriam me carregar pelas escadas do avião, escorregadias, debaixo de muita chuva. Não aceitei e disse que não sairia do avião enquanto não houvesse segurança”, afirmou ela. Segundo a Anac, as empresas aéreas devem assegurar o movimento de pessoas com deficiência entre as aeronaves e o terminal. Somente duas horas após o desembarque dos demais passageiros, um "ambulift" foi disponibilizado e a deputado federal Mara Garilli pôde deixar o avião.  “Essa é a situação cotidiana do transporte aéreo brasileiro. Em três anos receberemos uma Copa do Mundo e, logo depois, as Olimpíadas. Nosso transporte está preparado para isso?”, questionou a deputada. É claro que não.

Procon multa AES Eletropaulo em R$ 4,7 milhões por apagão

A concessionária AES Eletropaulo foi multada nesta quinta-feira em R$ 4,7 milhões pelo Procon de São Paulo, pela interrupção do fornecimento de energia elétrica e demora no seu restabelecimento, em setembro do ano passado e no dia 8 de fevereiro deste ano. Os apagões afetaram pelo menos 590 mil unidades consumidoras, segundo o Governo de São Paulo. No dia 24 de fevereiro, a empresa compareceu ao Procon para apresentar esclarecimentos relativos às falhas no sistema de fornecimento de energia e a demora no restabelecimento ocorridas na Capital e Região Metropolitana de São Paulo ao longo dos últimos meses. Os documentos apresentam detalhes sobre: tempo de duração, motivos, número de consumidores afetados, medidas adotadas para solucionar o problema, ressarcimento dos prejuízos causados, entre outros. O Procon concluiu que a empresa agiu em desacordo com o Código de Defesa do Consumidor por ter deixado de assegurar continuidade de serviço essencial ao cidadão, o qual deve ser prestado de forma adequada e eficiente, o que não foi constatado nas mencionadas ocorrências.

Ex-presidente argentino Néstor Kirchner será tema de filme

O cineasta uruguaio Adrián Caetano confirmou nesta quinta-feira que irá dirigir um documentário sobre a vida do ex-presidente argentino Néstor Kirchner, que morreu em outubro do ano passado. O longa narrará a carreira política do marido e antecessor da atual governante argentina, Cristina Kirchner, a partir de um olhar "objetivo", para que não se transforme em uma apologia ao ex-líder, destacou o cineasta em declarações ao site do jornal "La Nación". "Para mim, fazer o documentário é uma oportunidade histórica", ressaltou Adrián Caetano, de 42 anos. Ele reconheceu que, apesar de seu ceticismo com a política, tem "mais simpatias que antipatias" pelo governo de Cristina Kirchner. Hummmm...... A equipe de realização do documentário contará com Florencia Kirchner, filha do ex-presidente, que estudava cinema na New York Film Academy até a morte do pai. Aí tem.... quem financiará o documentário?

Petista Wanderley Guilherme dos Santos vai assumir Casa de Rui Barbosa

O cientista político Wanderley Guilherme dos Santos, de 75 anos, será o novo presidente da Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro. Ele entra no lugar do petista Emir Sader, que foi destituído do cargo na quarta-feira, antes mesmo de ter sido nomeado, depois de criticar a ministra da Cultura, Ana de Hollanda, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. Wnaderley Guilherme dos Santos é doutor em ciência política pela Universidade Stanford (EUA), e atualmente é diretor do Laboratório de Estudos Experimentais da Universidade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro. Ele é petista e foi um dos defensores de Lula no escândalo do Mensalão do PT. Na verdade, é um apparatchik do PT.

Família com renda até R$ 4.900,00 já pode financiar casa mais cara

Os novos limites para financiamento de imóveis dentro das regras do FGTS começaram a valer nesta quinta-feira. Com isso, sobe também o teto dos imóveis enquadrados no programa "Minha Casa, Minha Vida". A Caixa Econômica Federal informou que já trabalha com os novos valores para avaliação de imóveis. A renda familiar máxima para enquadramento nos financiamentos é de R$ 4.900,00 para regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e demais capitais. O mesmo limite passa a ser utilizado também para os municípios com população igual ou superior a 250 mil habitantes. Nas demais regiões do País, o valor é de R$ 3.900,00. A justificativa para o aumento do teto é proporcionar a equivalência aos valores praticados no mercado imobiliário e pretende cobrir o déficit na habitação popular. Desde 2007 não havia reajuste desses valores.

Ministério libera R$ 30 milhões para 33 cidades atingidas por chuvas

Trinta e três municípios do Estado de São Paulo atingidos por enxurradas, inundações e deslizamentos em dezembro e janeiro vão receber R$ 30 milhões do governo federal. Dá uma média de pouco mais de um milhão para cada cidade. Isso é um quase nada. Em Porto Alegre, a transformação de uma rotatória em para um cruzamento normal, com utilização de semáforo, saiu por um milhão de reais. Entre as cidades que receberão mais recursos estão Sumaré (R$ 3,1 milhões), Mauá (R$ 1,95 milhão) e Estância de Atibaia (R$ 1,8 milhão). Cafelândia foi a cidade contemplada com o menor valor: R$ 450 mil. Os demais municípios vão receber valores que variam entre R$ 600 mil e R$ 1,2 milhão. Segundo o Ministério da Integração Nacional, dos R$ 30 milhões, R$ 18 milhões serão liberados de imediato (ainda fazem esse favor). Os R$ 12 milhões restantes serão repassados após os municípios entregarem documentos que comprovem a aplicação dos recursos iniciais. Alguns municípios consultados afirmaram que os recursos são insuficientes. A Prefeitura de Cafelândia (412 km de SP), que vai receber R$ 450 mil, afirma que havia pedido R$ 2 milhões para fazer reparos nas estradas rurais e nas pontes do município, que foram danificadas em janeiro. Segundo a prefeitura, 21 pontes precisam de reparos, e os recursos serão usados em apenas duas delas. Já a Prefeitura de Santa Maria de Serra (217 km de SP), que receberá R$ 600 mil, afirma que havia pedido R$ 5 milhões. A cidade foi atingida por enxurradas em janeiro e várias estradas e ruas foram danificadas.

Karl Lagerfeld diz que está "furioso" com estilista John Galliano

O estilista alemão Karl Lagerfeld rompeu o silêncio incômodo observado no mundo da moda ante as recentes declarações de John Galliano, dizendo-se "furioso" com seu colega britânico, processado em Paris acusado de antissemitismo. Em entrevista ao jornal americano "Women's Wear Daily" ele afirmou: "Estou furioso, se vocês quiserem saber, furioso de que isto tenha acontecido". John Galliano, diretor artístico da maison Christian Dior, em estado de embriaguês, proferiu ofensas raciais e antissemitas em um restaurante. "A questão, agora, não é nem saber o que ele disse verdadeiramente. A imagem e as palavras correram o mundo, uma imagem horrível da moda que leva a pensar que os estilistas, em seu conjunto, pareçam com isto", acrescentou Lagersfeld. No mundo dos negócios, "principalmente com a internet, deve-se ser ainda mais prudente, em particular quando se é uma figura pública. Não se pode ir para a rua em estado de embriaguês, há coisas que não se pode fazer", destacou Karl Lagerfeld, diretor artístico da casa Chanel. "Estou furioso com ele também pelo prejuízo causado ao grupo LVMH e a Bernard Arnault", proprietário da Dior, disse.

Diretor do FMI pede ao Brasil que economia cresça mais devagar

No dia em que foi anunciado um crescimento do PIB de 7,5%, a presidente da República, Dilma Rousseff, e o diretor do FMI (Fundo Monetário Internacional), Dominique Strauss-Kahn, conversaram sobre os riscos do superaquecimento da economia e a necessidade de crescimento "lento e estável" dos países. "É chegado o momento de desacelerar a economia", afirmou Strauss-Kahn sobre o Brasil após o encontro. O diretor do FMI foi recebido no Palácio do Planalto. Além da presidente, participou da audiência o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Strauss Kahn afirmou que ele e a presidente concordam que "crescimento por si só não é o bastante". Ele elogiou os programas sociais do governo brasileiro e, principalmente, a recente decisão de corte de gastos. Segundo ele, os cortes são "muito bem-vindos". O executivo anunciou mudanças aprovadas no Fundo para um "rebalanceamento" de poder, o que abriria mais espaço para a participação do Brasil. Segundo ele, o País é um dos dez maiores acionistas do FMI. Em valores correntes, o PIB alcançou R$ 3,675 trilhões em 2010. Para o ministro Guido Mantega, o crescimento de 7,5% não sinaliza um superaquecimento da economia. Segundo ele, os dados mostram que já há um desaquecimento no último trimestre. Guido Mantega disse que, segundo dados preliminares, a economia brasileira ultrapassou a da França e do Reino Unido em paridade de poder de compra e é agora a sétima maior economia mundial. Dois anos atrás, o país estava atrás de Estados Unidos, China, Japão, Índia, Alemanha, Rússia, Reino Unido e França, nesta ordem, segundo rannking do Banco Mundial. As projeções preliminares citadas por Mantega ainda não foram confirmadas pelo Banco Mundial. Entre os países do G20, o índice de crescimento do PIB brasileiro foi o quinto maior, ficando atrás de China, Índia, Argentina e Turquia. "Isso mostra a capacidade produtiva da economia brasileira, o potencial que vem sendo realizado nesses últimos anos. Mostramos nossa capacidade de crescer cada vez mais", afirmou.

Fifa rebate Kassab e diz que abertura da Copa está indefinida

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, rebateu o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e declarou que ainda não foi decidida qual cidade receberá a partida de abertura da Copa do Mundo de 2014. Segundo o dirigente, essa escolha será tomada com cautela e não será uma decisão política. "Acabamos de ter a primeira reunião do comitê organizador, e não foi decidido onde a partida de abertura será disputada", afirmou Blatter aos repórteres: "Não temos estádio pronto, nem em São Paulo, nem no Rio de Janeiro, e talvez não estejam prontos para a Copa das Confederações em 2013". Kassab tinha declarado na sexta-feira que a abertura da Copa de 2014 será realizada no estádio que o Corinthians pretende construir em Itaquera.

Luiz Fux toma posse como ministro do Supremo

Juiz de carreira, Luiz Fux, de 57 anos, tomou posse nesta quinta-feira no Supremo Tribunal Federal como o primeiro ministro indicado pela presidente Dilma Rousseff para os tribunais superiores e o 163º a ocupar uma cadeira na Corte. Ele ocupa a vaga deixada por Eros Grau em agosto do ano passado. A demora na indicação do novo integrante provocou prejuízos na análise de julgamentos importantes nos últimos meses, como a aplicação da Lei da Ficha Limpa. A cerimônia durou cerca de 15 minutos. Fux poderá ficar no Supremo por 12 anos até a aposentadoria compulsória, que ocorre aos 70 anos de idade. Fux é o primeiro ministro judeu do Supremo, que tradicionalmente tem ministros ligados ao catolicismo. O ministro passou os últimos nove anos no Superior Tribunal de Justiça, após ser indicado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Dólar cai para R$ 1,65

A cotação da moeda americana cedeu para o seu menor patamar neste ano, obrigando o Banco Central a fazer um leilão para compra de moeda, aceitando ofertas por R$ 1,6522 (taxa de corte). O mercado não acredita que a postura "low profile" do Banco Central vá durar muito. "Provavelmente, o BC deixou para amanhã agir com carga total. E acho que vai ele vai usar tudo o que tem direito, compra à vista, leilão a termo, swap, e numa sequência, sem deixar o mercado 'respirar'", avaliou Reginaldo Galhardo, diretor da corretora de câmbio Treviso. "Para mim, R$ 1,65 já acende o sinal vermelho para o Banco Centra", acrescentou ele.

Após corte, Senado suspende construção de túnel subterrâneo

O Senado desistiu de construir neste ano o túnel subterrâneo que ligaria a Casa ao outro extremo da Esplanada dos Ministérios, próximo ao Palácio do Planalto. Prevista no Orçamento da Casa de 2011 para custar R$ 3,5 milhões, a obra foi suspensa pela Mesa Diretora do Senado nesta quinta-feira depois que o governo federal anunciou cortes no Orçamento da União. O senador Cícero Lucena (PSDB-PB), primeiro-secretário do Senado, disse que a Casa vai cortar gastos considerados desnecessários,  embora o seu Orçamento seja separado do Poder Executivo.

Morre aos 102 anos viúva de Guimarães Rosa

Aracy Moebius de Carvalho Guimarães Rosa, viúva do escritor João Guimarães Rosa (1908-1967), morreu na manhã desta quinta-feira, de causas naturais, em São Paulo. Ela tinha 102 anos e sofria do Mal de Alzheimer. Aracy e Rosa se conheceram em Hamburgo, Alemanha, às vésperas da Segunda Guerra, quando ambos trabalhavam no consulado  brasileiro na cidade. Encarregada da seção de vistos, Aracy ajudou dezenas de famílias judias a fugirem da Alemanha. O papel de Aracy foi reconhecido com uma placa em seu nome no Jardim dos Justos, no Museu do Holocausto de Jerusalém. É homenageada ainda no Museu do Holocausto em Washington.

Governo convida líder do PDT para próxima reunião partidária

Na tentativa de acabar a crise com o PDT, o governo já convidou o líder do partido na Câmara dos Deputados, Giovanni Queiroz (PA), para participar da próxima reunião com a base aliada. O convite foi prontamente aceito. Nesta quinta-feira, o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), negou que a ausência da legenda no último encontro tenha sido um castigo pelo fato de o PDT não ter apoiado integralmente o valor de R$ 545,00 para o salário mínimo. "Não teve geladeira, apenas não queríamos criar constrangimentos. Na reunião do conselho, quando discutiremos política, o PDT estará lá", afirmou Vaccarezza. Já sobre o deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força, um dos maiores defensores do mínimo de R$ 560,00 (valor que foi derrotado no plenário), Vaccarezza disse achar que ele está "em um caminho equivocado, ao se aproximar da oposição". "A não ser que ele tenha um laço ideológico com PSDB e DEM", ponderou. Durante a votação do mínimo, Paulinho se juntou aos partidos da oposição para tentar derrotar o governo. O convite para o próximo encontro foi feito hoje por Vaccarezza ao líder Giovanni Queiroz.

Centrais afirmam que PIB poderia ser maior se juros fossem menores

As centrais sindicais voltaram a criticar a alta dos juros como um impeditivo de um maior crescimento do PIB, divulgado nesta quinta-feira. A taxa Selic foi reajustada na quarta-feira de 11,25% para 11,75%. De acordo com nota da Força Sindical, o crescimento de 7,5% foi considerado "alentador, mas poderia ser maior se as taxas de juros estivessem menores" porque, segundo julga a entidade, os juros altos são uma trava para o setor produtivo. A pelêga CUT afirmou que o crescimento de 7,5% da economia só foi possível porque o Estado brasileiro não recuou diante dos reflexos da crise econômica de 2009 e porque o movimento sindical impediu a flexibilização de direitos trabalhistas. A Força Sindical destaca que o crescimento de 7,5% em 2010 irá beneficiar as negociações salariais, que envolvem milhões de trabalhadores, neste semestre, e poderá fomentar um ciclo virtuoso na economia, com o aumento do consumo, da produção e do emprego.Segundo a avaliação da Força Sindical, a alta da Selic prova que "os tecnocratas do governo insistem em se curvar ao capital especulativo".

Dilma nega que Carlos Lupi pode deixar Ministério do Trabalho

A presidente Dilma Rousseff negou nesta quinta-feira qualquer possibilidade de o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, deixar o cargo. "O ministro Lupi é um ministro da minha inteira confiança. O PDT estará no Ministério do Trabalho. Agora, eventuais problemas dentro da base vão ser resolvidos pelo próprio partido, e não pelo governo", afirmou a presidente. Dilma tratou os rumores de uma eventual saída de Lupi como especulação da imprensa: "Eu sou, nesta história, a última a saber". Sobre a medida provisória com a correção da tabela do Imposto de Renda, Dilma não se comprometeu com prazos.

Dilma descarta repetição de PIB de 7,5%

A presidente Dilma Rousseff se mostrou cautelosa ao comentar o PIB de 7,5%, anunciado nesta quinta-feira, descartando que a taxa se repita nos próximos anos. "Eu esperava que o crescimento fosse elevado. Sabíamos que seria um número acima de 7%. Então, 7,5% é um número bastante razoável", disse ela, afirmando que para os próximos anos o Brasil ficará "numa faixa entre 4,5% e 5%, tranquilamente". A presidente falou à imprensa ao final de cerimônia com o primeiro-ministro do Timor Leste, Xanana Gusmão, no Palácio do Planalto. É a primeira visita oficial de um chefe de Estado desde que Dilma assumiu. Dilma voltou a afirmar que seu governo não descuidará da inflação. "Nós não vamos de maneira alguma deixar a inflação ficar fora de controle", disse: "Com um olho nós vamos olhar para a questão da estabilidade e com outro para a questão da ampliação do investimento". Segundo ela, quanto maior o investimento, mais o País terá condições de "crescer com estabilidade".

Israel agradece papa por rever papel de judeus em morte de Jesus

O premiê de Israel, Binyamin Netanyahu, enviou nesta quinta-feira uma carta ao papa Bento 16 exprimindo seu apreço por sua postura de retirar a responsabilidade dos judeus pela morte de Jesus Cristo, segundo o novo volume de seu livro, "Jesus de Nazaré". "Congratulo-me com ele por ter rejeitado liminarmente em seu livro a acusação infundada sobre a culpa dos judeus na morte de Jesus, sobre a qual por séculos é baseado o ódio contra os judeus", assinalou o primeiro-ministro israelense. Ele disse ter forte "esperança que a clareza e a coragem dele demonstradas reforçam as relações entre os judeus e cristãos no mundo e facilitam e promovem a paz e a reconciliação entre as gerações futuras". "Espero vê-lo logo de novo para poder exprimir meu profundo pessoal apreço a ele", acrescentou Netanyahu. O Congresso Judaico Mundial também expressou nesta quinta-feira sua satisfação pela postura do papa que, segundo a entidade, "respondeu à acusação de que o povo hebreu é responsável coletivamente e eternamente pela morte de Jesus". O organismo pediu que a livro do Pontífice que será lançado em breve seja considerada patrimônio da "doutrina oficial da Igreja". "Por muitos séculos, os judeus sofreram uma brutal perseguição e o antissemitismo pelo fato dos cristãos os considerarem coletivamente os responsáveis pela morte de Jesus Cristo", considerou a organização. Segundo o presidente do CJM, Ronald S. Lauder, "2.000 anos depois desse fato, era hora de o líder da Igreja Católica pronunciar palavras caras sobre tudo isso". Ele ainda observou que "os judeus no mundo todo apreciam que este papa esteja absolutamente determinado a perseguir as boas relações entre cristãos e judeus".

PIB per capita brasileiro ultrapassa US$ 10 mil pela primeira vez

O PIB per capita do brasileiro chegou a R$ 19.016,00 em 2010, representando alta de 6,5% em relação a 2009. Isso equivale a aproximadamente US$ 10.866,00 se for levado em conta a cotação média da moeda americana em 2010. Com isso, pela primeira vez, a renda per capita do brasileiro superou os US$ 10 mil anuais. De 2001 a 2010, o PIB per capita subiu 2,4%, em média. Ao mesmo tempo, o PIB teve avanço de 3,6% médios. Foi a melhor década, em termos de evolução do PIB, desde os anos 70. Naquela época, durante o chamado "Milagre Brasileiro", o PIB cresceu em média 8,7%, de 1971 a 1980. Nesse mesmo período, o PIB per capita avançou 6% médios.

Promotoria estuda recorrer de habeas corpus dado a Nenê Constantino

O Ministério Público do Distrito Federal avalia recorrer do habeas corpus que foi expedido pela juíza Sandra de Sanctis do Tribunal de Justiça local e que suspendeu o pedido de prisão, em regime fechado, do empresário Nenê Constantino, um dos fundadores da empresa aérea Gol. Como o Tribunal de Justiça do Distrito Federal expediu dois decretos de prisão, Constantino ainda permanece preso em regime domiciliar, em sua casa no Lago Sul, Brasília. "Nós estamos avaliando as medidas. Essa decisão da juíza é muito complicada", disse. Constantino é alvo de dois processos que apuram a tentativa de assassinato de seu ex-genro, Eduardo de Queiroz, em 2008, e o assassinato do líder comunitário Márcio Leonardo, em 2001. O empresário é acusado de ser o mandante nos dois casos.

Líbia tem interesse em mediação de Chávez na crise, diz Venezuela

O governo líbio e a Liga Árabe estão interessados na mediação internacional proposta pelo presidente venezuelano, Hugo Chávez, para encontrar uma solução pacífica para a crise do país norte-africano, informou o ministro venezuelano da Informação, Andrés Izarra. "Confirmamos o interesse líbio em aceitar esta proposta, assim como o da Liga Árabe. Hoje a Venezuela continua com sua intensa agenda de gestões no mundo árabe e no mundo inteiro, para buscar a paz na Líbia", declarou. Segundo Izarra, Chávez conversou sobre esta proposta com o ditador líbio, Muammar Gaddafi. O ditador Chávez fez na segunda-feira a proposta de envio de uma missão internacional de paz à Líbia, formada por vários países amigos, para evitar uma guerra civil no país. O líder venezuelano também advertiu que uma eventual intervenção militar externa na Líbia seria uma "catástrofe". Na quarta-feira, Chávez conversou com Gaddafi para detalhar sua proposta sobre o envio de uma missão internacional de paz ao país africano. "Confirmamos a conversa do comandante Chávez com Kadahfi sobre a proposta de uma Comissão de Paz para a Líbia", escreveu o ministro Izarra no Twitter, sem dar detalhes do diálogo. Na segunda-feira Chávez já havia afirmado que uma invasão da Líbia seria "uma catástrofe" e acusou os Estados Unidos de estarem "enlouquecidos" pelo petróleo do país.

Governo anuncia aporte de R$ 55 bilhões no BNDES para investimentos

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta quinta-feira aporte de R$ 55 bilhões no BNDES. O recurso será utilizado no chamado PSI 3 (Programa de Sustentação de Investimento), linha usada para financiar infraestrutura, exportações e investimentos. No total, o PSI 3 terá R$ 75 bilhões, o restante em recursos próprios do banco. Os R$ 55 bilhões serão repassados ao BNDES pelo Tesouro Nacional, que emitirá papéis para cobrir o empréstimo. Mantega disse não haver contradição entre o corte anunciado de R$ 50 bilhões no orçamento e o empréstimo ao BNDES. "Estamos em uma transição para o setor privado financiar o investimento e poder substituir em parte o BNDES, mas não podemos suprimir, senão o investimento cai", afirmou.

Banco Central diz que economia entrou em novo ciclo de expansão

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou nesta quinta-feira que os números do PIB (Produto Interno Bruto) mostram que a economia brasileira entrou em novo ciclo de expansão. Em nota, Tombini afirma que a demanda doméstica continua sendo o "grande suporte da economia", impulsionada pela expansão do crédito, do emprego e da renda. Disse ainda que o aumento dos investimentos "sugere que o empresariado nacional está confiante nas perspectivas para a economia brasileira neste e nos próximos anos". "O crescimento do PIB, com os dados das Contas Nacionais divulgados nesta quinta-feira pelo IBGE confirma que, após a rápida recuperação dos efeitos da crise financeira de 2008/2009, a economia brasileira entrou em novo ciclo de expansão. A demanda doméstica continuou sendo o grande suporte da economia, com o consumo das famílias registrando crescimento de 7,0%, o sétimo ano consecutivo de expansão desse componente, que tem sido impulsionado pela expansão do crédito, do emprego e da renda. A Formação Bruta de Capital Fixo, uma boa medida do investimento, cresceu 21,8% em 2010, um desempenho que sugere que o empresariado nacional está confiante nas perspectivas para a economia brasileira neste e nos próximos anos".

Sarney diz que salário mínimo será beneficiado pelo crescimento do PIB

O presidente do Senado Federal, senador José Sarney (PMDB-AP), afirmou nesta quinta-feira que o crescimento da economia mostra que foi acertada a aprovação da lei que define a política de valorização do salário mínimo até 2015. "Era essa nossa argumentação desde o princípio, de que nós teríamos um PIB alto e que esse valor seria incorporado ao salário mínimo", disse Sarney. Segundo dados relativos ao PIB, divulgados nesta quinta-feira pelo IBGE, com a retomada após a crise, a economia brasileira reverteu o resultado ruim de 2009 e avançou 7,5% no ano passado. Em valores correntes, o PIB alcançou R$ 3,675 trilhões em 2010. O percentual é o maior desde 1986, quando houve a mesma alta. "Isso para nós brasileiros é muito bom, porque mostra que estamos crescendo e começamos a atingir uma faixa que é a faixa dos países que mais crescem", destacou o presidente do Senado. De acordo com o texto, a recomposição dos valores se dará pela variação do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) acumulada nos 12 meses anteriores à correção, mais a taxa de crescimento real do PIB de dois anos antes.

TSE mantém condenações contra governador do Piauí

O ministro Arnaldo Versiani, do Tribunal Superior Eleitoral, manteve multa aplicada ao governador do Piauí, Wilson Martins (PSB), e ao diretório estadual da agremiação por propaganda eleitoral antecipada no pleito no ano passado. O governador e o partido foram condenados a pagar, cada um, multa no valor de R$ 12.500,00 por inserções veiculadas em TV. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, o PSB exibiu, em espaço reservado à veiculação de propaganda partidária, inserções com mensagens enaltecedoras da história de vida do então pré-candidato a governador, com objetivo de persuadir o eleitor sobre sua capacidade e aptidão para o novo cargo. O ministro Marcelo Ribeiro, por sua vez, negou recurso apresentado por Martins contra decisão que o condenou ao pagamento de multa de R$ 5.000,00 por realizar propaganda eleitoral antecipada durante entrevista.

Lucro da Gerdau mais que dobra em 2010 e atinge R$ 2,4 bilhões

O grupo siderúrgico Gerdau anunciou um lucro líquido de R$ 2,457 bilhões para o exercício de 2010, em uma expansão de 144% sobre o resultado de 2009. Somente no quarto trimestre, o conglomerado apurou um ganho de R$ 420 milhões, que foi 35% menor que o lucro contabilizado no trimestre final do balanço anterior. A receita líquida totalizou R$ 31,393 bilhões, em um avanço de 18% sobre o balanço de 2009. O Brasil contribuiu com R$ 12,459 bilhões da receita líquida, um número 21% superior que o resultado de 2009. A linha de aços especiais foi o destaque do balanço, com incremento de 38% nos resultados, alcançando R$ 6,6 bilhões. A produção de aço bruto (placas etc) atingiu 17,852 milhões de toneladas em 2010, em um crescimento de 32%. As vendas físicas, no mesmo período, somaram 17,363 milhões de toneladas, em um incremento de 24%. A empresa ainda apurou um resultado financeiro positivo (receitas maiores que as despesas) de R$ 685 milhões, ante uma cifra negativa de R$ 185 milhões em 2009.

Consórcio asiático quer comprar 15% de metalúrgica brasileira

Um consórcio formado por dois grupos da Coréia do Sul e quatro do Japão planeja adquirir 15% da CBMM (Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração) por US$ 1,94 bilhão. Pelo lado sul-coreano, integram o consórcio o NPS (Serviço Nacional de Previdência), o quarto fundo de previdência do mundo, e a siderúrgica Posco, que ficariam com 5% da CBMM mediante o desembolso de US$ 350 milhões cada uma. Já pelo lado do Japão as siderúrgicas Nippon Steel e JFE Steel Corporation, a casa comercial Sojitz e a empresa pública Japan Oil, Gás & Metals National, investiriam no total cerca de US$ 1,24 bilhão para ficar com 10% da companhia brasileira. A CBMM é, com uma fração de mercado de 87%, a maior produtora mundial de nióbio, um metal raro necessário para produção de aço de alta qualidade, mais resistente e leve, utilizado na indústria aeroespacial e na de motores. Sua principal jazida se encontra na cidade de Araxá, em Minas Gerais. Para as siderúrgicas japonesas a aquisição contribuiria para assegurar a provisão de nióbio para sua produção, enquanto o fundo de previdência sul-coreano espera gerar lucro e abrir seus negócios a outras áreas.

São Paulo deverá manter creches abertas o ano todo

A Prefeitura de São Paulo foi derrotada em segunda instância no processo em que a Defensoria Pública pede que a administração seja obrigada a manter as creches abertas durante todo o ano, inclusive nas férias escolares. A prefeitura adotará as medidas. A prefeitura afirmou que tem plantão de férias desde 2008 e que a demanda é pequena. Afirma ainda que utilizava o período para dedetização das unidades.

Bancos de Gaza fecham em protesto por confisco feito pelo terrorista Hamas

Bancos da faixa de Gaza fecharam nesta quinta-feira em protesto contra o confisco de US$ 250 mil pelo grupo terrorista islâmico Hamas, que controla o território e está envolvido em uma disputa com a Autoridade Nacional Palestina, no poder na Cisjordânia. Uma fonte bancária disse que a polícia dos terroristas do Hamas foi na quarta-feira ao Banco Palestino de Investimentos e exigiu o dinheiro da conta em nome do Fundo Palestino de Investimentos, mantido pela Autoridade Palestina. O Hamas alega que o dinheiro havia sido ilegalmente transferido para fora da faixa de Gaza. O Fundo Palestino de Investimento afirmou que os saques foram legítimos. A polícia do Hamas "disse que, se não recebessem o dinheiro, eles o levariam à força". Após várias horas de discussão, os policiais terroristas saíram do banco com sacos repletos de shekels israelenses, num valor equivalente a US$ 250 mil. Todos os bancos fecharam suas portas nesta quinta-feira para protestar contra o ataque do terrorista Hamas ao Banco Palestino de Investimentos. Na Cisjordânia, uma fonte da Autoridade Monetária Palestina, responsável pela atividade bancária em Gaza e na Cisjordânia, afirmou que a polícia do Hamas cometeu "roubo armado".

Bancos de Gaza fecham em protesto por confisco feito pelo terrorista Hamas

Bancos da faixa de Gaza fecharam nesta quinta-feira em protesto contra o confisco de US$ 250 mil pelo grupo terrorista islâmico Hamas, que controla o território e está envolvido em uma disputa com a Autoridade Nacional Palestina, no poder na Cisjordânia. Uma fonte bancária disse que a polícia dos terroristas do Hamas foi na quarta-feira ao Banco Palestino de Investimentos e exigiu o dinheiro da conta em nome do Fundo Palestino de Investimentos, mantido pela Autoridade Palestina. O Hamas alega que o dinheiro havia sido ilegalmente transferido para fora da faixa de Gaza. O Fundo Palestino de Investimento afirmou que os saques foram legítimos. A polícia do Hamas "disse que, se não recebessem o dinheiro, eles o levariam à força". Após várias horas de discussão, os policiais terroristas saíram do banco com sacos repletos de shekels israelenses, num valor equivalente a US$ 250 mil. Todos os bancos fecharam suas portas nesta quinta-feira para protestar contra o ataque do terrorista Hamas ao Banco Palestino de Investimentos. Na Cisjordânia, uma fonte da Autoridade Monetária Palestina, responsável pela atividade bancária em Gaza e na Cisjordânia, afirmou que a polícia do Hamas cometeu "roubo armado".

Inflação para pessoas de baixa renda acumula alta de 6,8% em 12 meses

Os preços para as pessoas da faixa de baixa renda, mensurados pelo IPC-C1 (Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1), apresentaram variação de 0,32% em fevereiro, levando o indicador acumulado no ano para 1,72% e, nos últimos 12 meses, a 6,79%, segundo os dados divulgados nesta quinta-feira pela FGV (Fundação Getulio Vargas). O índice é calculado a partir das despesas das famílias com renda mensal entre um e 2,5 salários mínimos. A inflação geral, de acordo com o IPC-BR, teve variação de 0,49% e, em 12 meses (6,02%), está abaixo do IPC-C1. Cinco das sete classes de despesa componentes do índice apresentaram redução na taxa de variação: transportes (5,11% para 0,89%), educação, leitura e recreação (3,51% para 0,25%), alimentação (1,32% para 0,05%), vestuário (0,06% para -0,20%) e saúde e cuidados pessoais (0,27% para 0,11%). Os itens que mais contribuíram para esses movimentos foram tarifa de ônibus urbano (5,52% para 0,70%), curso de educação infantil pré-escolar (8,43% para 0,00%), hortaliças e legumes (13,09% para 3,05%), roupas (-0,03% para -0,39%) e artigos de higiene e cuidado pessoal (0,38% para 0,09%). Em contrapartida, os grupos despesas diversas (0,45% para 2,02%) e habitação (0,26% para 0,38%) apresentaram acréscimos em suas taxas de variação, puxados por cigarros (0,09% para 2,68%) e aluguel residencial (0,58% para 0,75%).

Justiça suspende liminar que cassou licença de Belo Monte

O presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Olindo Menezes, suspendeu nesta quinta-feira os efeitos da liminar da Justiça do Pará que cassou na sexta-feira a licença de instalação parcial concedida pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) a Norte Energia S.A.. A empresa é responsável pelo início das obras da usina de Belo Monte, no rio Xingu (PA). A suspensão foi pedida pelo Ibama. A licença autorizava os empreendedores a iniciar o desmatamento na região para a montagem dos canteiros e dos acampamentos dos sítios Belo Monte e Pimental, onde serão erguidas as duas barragens. O órgão questionou a concessão de uma licença parcial, o que não existe no sistema legal de licenciamento. A Justiça Federal do Pará entendeu que a licença é ilegal por não ter cumprido pré-condições estabelecidas pelo próprio Ibama. A agência ambiental federal havia imposto o cumprimento de 40 condicionantes para emitir a licença de instalação. Como o empreendedor não cumpriu, o Ibama classificou a licença de parcial. Ficou estabelecido ainda que o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) não deveria transferir recursos à Norte Energia. No recurso assinado pela Advocacia-Geral da União, o Ibama alegou que "todas as condicionantes que deverão ser observadas no decorrer da implantação e operação do empreendimento são listadas já na licença prévia", mas "nem todas as condicionantes listadas na licença prévia devem ser cumpridas antes da emissão da licença de instalação". O texto sustentou ainda que a exigência de cumprimento de todas as condicionantes "não se traduz como alteração do procedimento ou dispensa de cumprimento" e que todas elas serão exigidas no momento oportuno. O presidente do Tribunal Regional Federal acolheu os argumentos do Ibama.

RBS diversifica negócios para se expandir e entra no ramo da educação executiva em São Paulo

O grupo RBS, terceiro maior grupo de mídia do Brasil, anunciou nesta quinta-feira seu ingresso no setor de educação, o que fez através da compra da HSM Educação. A RBS associou-se a BR Investimentos para fazer o negócio. O foco do empreendimento é a educação executiva. A RBS está confinada aos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina nos seus lucrativos empreendimentos de mídia (o acordo com a Globo não lhe permite subir além de Santa Catarina) e por isto subiu com outros negócios para São Paulo. A nova empresa ficará sediada justamente em São Paulo. O fundador da HSM, José Salibi Neto, será o presidente do Conselho de Administração e Marcos Barboza será o CEO (Marcos era diretor da RBS). Na sequência, a GEO Eventos, associação entre as Organizações Globo e o Grupo RBS, assumiu o controle da empresa HSM do Brasil, especializada em organização de eventos e simpósios no segmento de gestão de empresas. Fundada no Brasil em 1987, a empresa é referência no setor e tem como principais eventos a HSM ExpoManagement, que ocorre no mês de novembro, em São Paulo, e fóruns e seminários realizados em diversas localidades ao longo do ano. A BR Investimentos mantém 49% da HSM.

Governo Dilma vai cancelar R$ 34 bilhões de contratos do governo Lula-Dilma

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, já orientou seus colegas de ministério a selecionar despesas contratadas pelo governo Lula e que não serão honradas pela sucessora Dilma Rousseff. O cancelamento de contratos pode alcançar R$ 33,9 bilhões, valor equivalente ao custo estimado do polêmico trem-bala entre São Paulo e Rio de Janeiro. No primeiro dia de março, depois de quitar R$ 28 bilhões de contas pendentes deixadas por Lula no ano eleitoral, o governo ainda acumulava mais de R$ 98 bilhões de despesas a quitar, conforme a ONG Contas Abertas apurou no Siafi (sistema de acompanhamento de gastos da União). Isso é quase o dobro do tamanho no corte no Orçamento de 2011 anunciado pela equipe econômica. Obrigados a escolher entre levar adiante gastos autorizados no Orçamento deste ano e pagar as contas deixadas por Lula, tecnicamente chamadas de “restos a pagar”, vários ministros procuraram orientação da ministra do Planejamento. Decreto de Dilma Rousseff publicado na terça-feira no Diário Oficial da União informa os limites de pagamento dos chamados “restos a pagar” processados e não processados. A diferença entre os dois tipos de contas pendentes é que a primeira refere-se a bens e serviços já entregues. Já na conta de “não processados” estão incluídas despesas que foram objeto de compromisso de gastos (empenhos), mas não necessariamente são obras ou serviços concluídos. O resultado é que não há previsão para o pagamento de R$ 31,6 bilhões de despesas apenas contratadas, nem para o pagamento de R$ 2,3 bilhões de contratos já executados pelos prestadores de bens e serviços.