terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Aposentadoria para ex-governadores do Rio Grande do Sul consome cerca de R$ 200 mil por mês

No Rio Grande do Sul, o pagamento de pensão para ex-governadores consome, mensalmente, cerca de R$ 200 mil, conforme levantamento da Secretaria da Fazenda. Ao todo são pagas nove pensões, três delas para viúvas, e o único que abriu mão do benefício foi o senador Pedro Simon. A OAB já havia cassado, em 2007, a pensão paga ao ex-governador de Mato Grosso do Sul, José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT. O argumento da OAB era que se tratava de um benefício inconstitucional. Desta vez, a OAB vai entrar com ação no Supremo para pedir a cassação de todas as pensões pagas a ex-governadores no País. A posição do atual governador, Tarso Genro, sobre o assunto foi muito clara ainda durante a campanha eleitoral. Em entrevista ao programa Gaúcha Atualidade, ele disse ser favorável ao pagamento da pensão.

Sisu tem 1 mi de inscritos; bacharelado em ciência e tecnologia é o mais procurado

Até as 18 horas desta terça-feira, o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) registrou cerca de 1 milhão de inscritos. O número representa quase um terço do total de candidatos que participaram do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2010: 3,3 milhões de estudantes. O bacharelado em ciência e tecnologia da Universidade Federal do ABC (UFABC) foi o mais procurado pelos estudantes até as 15 horas desta terça-feira, com 9.384 inscrições para 1.500 vagas disponíveis. O segundo curso com maior número de inscritos foi o de medicina da Universidade Federal do Ceará (UFCE), com 8.706 candidatos disputando 300 vagas. O mesmo curso nas universidade federais do Rio de Janeiro (UFRJ) e de Pelotas (UFPel) aparecem em terceiro e quarto lugares na lista dos mais procurados. Criado pelo Ministério da Educação no ano passado, o Sisu unifica a oferta de vagas em instituições públicas de ensino superior. Nesta edição, são 83.125 vagas em 83 escolas. As inscrições começaram na segunda-feira e foram prorrogadas até quinta-feira. Os estudantes relataram problemas de acesso à página de inscrição do Sisu na internet, que estava sobrecarregada em função do grande número de acessos.

Suíça estende bloqueio de R$ 22 milhões atribuídos a Paulo Maluf

A Justiça da Suíça decidiu estender o bloqueio do equivalente a US$ 13 milhões (R$ 21,8 milhões) depositados em uma conta atribuída ao deputado federal Paulo Maluf (PP-SP). A Suíça bloqueou em 2001 a conta, aberta em um banco em Lausanne, em nome de Lygia Maluf, filha do político, por ter indícios de que ela recebia recursos desviados da prefeitura de São Paulo. A conta segue bloqueada porque autoridades suíças perguntaram a procuradores e promotores brasileiros se havia interesse de manter esses valores congelados para um eventual repatriamento. Diante da resposta positiva, a Justiça decidiu que a família Maluf não pode mexer nos US$ 13 milhões. Um dos indícios de que a conta é de Maluf, segundo autoridades suíças, é que um dos bancos daquele país mantinha uma ficha dele com assinaturas e cópia do passaporte. Maluf tem cerca de US$ 140 milhões (R$ 235 milhões) bloqueados nas Ilhas Jersey, Suíça, Luxemburgo e França, todos na Europa. O maior montante está nas Ilhas Jersey, no canal da Mancha. Lá, estão bloqueados US$ 113 milhões, dos quais cerca de US$ 100 milhões são em debêntures da Eucatex, que Maluf teria comprado com dinheiro desviado de obras quando foi prefeito de São Paulo pela segunda vez, entre 1993 e 1996. Apesar de a Suíça ter mantido o bloqueio, o caso da conta suíça cuja titularidade é atribuída a Maluf não é alvo de uma ação penal no Brasil. O país mantém o bloqueio de recursos de políticos porque quer se livrar de dinheiro de corrupção. O caso da conta de Lausanne faz parte de uma denúncia feita há quatro anos e que ainda não foi aceita pelo Supremo Tribunal Federal. Cabe ao ministro Ricardo Lewandowski decidir se a denúncia faz sentido e se deve virar ação penal.

Dilma pede a Banco Mundial rapidez para liberar empréstimo ao Rio de Janeiro

A presidente Dilma Rousseff pediu agilidade nesta terça-feira na aprovação de um empréstimo de 800 milhões de reais do Banco Mundial ao Estado do Rio de Janeiro para as áreas atingidas pelas chuvas, informaram funcionários do banco após reunir-se com a presidente. A quantia, equivalente a 485 milhões de dólares, já estava sendo negociada para reconstrução e remoção de moradias em áreas de risco. Aos amigos, tudo; aos inimigos, o rigor da lei. Nunca se viu antes neste País o governo federal pedindo urgência a mecanismo internacional para atender pedido de um Estado. O pedido foi feito por Dilma em reunião com o vice-presidente do Banco Mundial para Redução da Pobreza e Gestão Econômica, Otaviano Canuto, com o diretor da instituição para o Brasil, Makhtar Diop, e com o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, além do secretário da Casa Civil no Estado, Regis Fichtner. "Nós discorremos sobre as diversas maneiras pelas quais o Banco Mundial pode cooperar com o Brasil no enfrentamento das consequências do fenômeno climático recente, especificamente no Rio de Janeiro", afirmou Canuto. Quando o Rio Grande do Sul sofreu com enchentes não teve esse empenho de Dilma. Quando Santa Catarina foi devastada por desastre ambiental, não teve esse empenho de Dilma. Quando São Paulo sofreu com enchentes, não teve esse empenho de Dilma. "A nossa intenção, principalmente, foi passar para a presidente a nossa disposição para fazer o nosso melhor para ajudar no momento mais imediato, assim como no médio e no longo prazo", acrescentou. De acordo com o diretor do banco para o País, a primeira parcela do empréstimo, de 200 milhões de dólares, deve ser liberada em abril. O restante deve sair em outubro ou novembro. Quer dizer, o dinheiro sai  voando, na maior facilidade. A liberação do recurso, no entanto, não depende apenas da negociação entre o Rio de Janeiro e o Banco Mundial. Segundo Fichtner, o empréstimo é sujeito a autorização do Senado Federal. Ora, ali todos os senadores ajoelharão no milho, cada um querendo parecer o mais rápido a atender as vontades do Poder Central. Durante a reunião com a presidente ficou acertado ainda que o Banco Mundial também vai trabalhar com o Ministério da Integração Nacional para ajudar os Estados a fazer uma avaliação das suas políticas, capacidade e deficiências institucionais na gestão de desastres, desenvolver um plano de investimentos e um conjunto de medidas no caso dos estados mais vulneráveis. Isso é uma mentira antecipada. Há oito anos o governo petista não faz absolutamente nada, e Dilma era a "gerentona" de toda essa tragédia anunciada.

Presidente do STF diz esperar que tribunal decida em fevereiro destino de Battisti

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Cezar Peluso, disse nesta terça-feira esperar que a corte decida em fevereiro o destino do terrorista italiano Cesare Battisti. "Isso deve ser decidido numa única sessão, mas imprevisões são imprevisões", disse ele. Peluso justificou o fato de ter decidido manter Battisti preso apesar de o então presidente Lula ter decidido contra a extradição: "O acórdão é extremamente claro. O presidente deveria decidir nos termos do tratado de extradição". Se o Supremo agora concluir que não foi esse o caso, Battisti terá de ser extraditado, disse ele. Lula negou a extradição do terrorista Battisti no dia 31 de dezembro. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União do dia 3 de janeiro. No dia 6, Peluso negou pedido pela soltura imediata do ex-ativista.

Marina Silva prevê que Dilma enfrentará dificuldades com aliados no Congresso

A candidata derrotada do PV ao Palácio do Planalto, Marina Silva, afirmou nesta terça-feira que a presidente Dilma Rousseff enfrentará dificuldades com os aliados no Congresso. "Para o próprio presidente Lula, que tinha toda uma força na opinião pública, já era difícil lidar com a base. Imagino que essas dificuldades permaneçam", disse ela. Marina Silva promete não fazer "oposição pela oposição" à presidente Dilma Rousseff.  Ela não precisava nem dizer, já que Marina Silva é uma verdadeira alma petista, enquanto Dilma não passa de uma neopetista. Marina Silva tem mandato de senadora pelo PV do Acre até o dia 31. Depois disso ela precisará se esganiçar muito para alcançar uma tribunal no País.

Polícia Federal pede terceira prorrogação do inquérito que investiga petista Erenice Guerra

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região acolheu o pedido da Polícia Federal e prorrogou por mais 60 dias o inquérito que investiga tráfico de influência na Casa Civil em 2009, período em que Erenice Guerra era secretária-executiva da pasta. Essa é a terceira prorrogação do caso que teve início em setembro, durante a campanha eleitoral. A ex-braço direito da presidente Dilma Rousseff e sucessora dela na Casa Civil caiu após o jornal Folha de S. Paulo mostrar que a estrutura do ministério foi usada por seu filho, Israel Guerra. Segundo empresários, ele cobrava para facilitar acesso a negócios do governo. Agora, a Polícia Federal deve dar sequência aos depoimentos e a análise dos computadores de servidores apreendidos na Casa Civil. Erenice, os filhos e cerca de 30 pessoas já foram ouvidas pela Polícia.

Leilão de cafés especiais do Brasil registra preço recorde

O preço médio de 31 lotes de cafés especiais do Brasil leiloados nesta terça-feira atingiu o recorde de US$ 8,32 por libra-peso, informou a BSCA, a associação que representa os produtores de grãos premium do País. A maior oferta, de US$ 25,05 por libra-peso (453,6 gramas), foi feita pelo café orgânico, 100% arábica, da variedade Bourbon Amarelo, que venceu o concurso promovido pela BSCA em 2010. O comprador pagou mais de US$ 66 mil pelo lote de 20 sacas de 60 kg café, produzido no sítio Grota São Pedro, em Carmo de Minas, no sul de Minas Gerais. Além do lote da Grota São Pedro, o leilão promovido pela organização Cup of Excellence comercializou outros 30 lotes de cafés especiais do Brasil. A oferta de US$ 25,05 superou a maior marca para cafés do Brasil do leilão anterior, que era de US$ 24,05 por libra-peso. No leilão do ano anterior, o preço médio registrado foi de US$ 7,32 por libra-peso. O melhor preço registrado no leilão, para o café de Grota São Pedro, representa um ágio de quase 1.000% em relação ao primeiro contrato do café arábica negociado na bolsa de Nova York. Em relação ao preço inicial do leilão, o ágio para a oferta do café de Grota São Pedro foi de mais de 600%. Segundo a BSCA, mais de 200 torrefadoras internacionais fizeram ofertas no leilão pelos cafés especiais, além de empresas nacionais, em maior número este ano. "É importante não só pelo prêmio em dinheiro, mas pelo reconhecimento internacional", disse Luiz Paulo Dias Pereira Filho, presidente da BSCA.

Société Générale lidera grupo de bancos que vão financiar Angra 3

Um grupo de bancos liderado pelo francês Société Générale foi escolhido pela Eletrobrás e pela Eletronuclear para financiar com 1,5 bilhão de euros parte das obras da usina de Angra 3. A proposta prevê um prazo de pagamento de 30 anos, com seis anos de carência. Os demais bancos que fazem parte da operação de financiamento são o BNP Paribas, o Crédit Agricole, o Santander e o CNC. Os recursos serão usados para custear a importação de equipamentos. O empréstimo será analisado pelo Ministério da Fazenda e será submetido à aprovação do Congresso ainda neste ano. O custo total de construção de Angra 3 chega a R$ 10,4 bilhões e inclui também um financiamento do BNDES, de R$ 6,1 bilhões, para financiar a compra de equipamento nacional. Há ainda uma parcela de recursos da própria Eletrobrás. No próximo mês, a Eletronuclear espera fechar a renegociação de um dos principais contratos, o de aquisição de equipamentos da francesa Areva (fabricante de reatores), estimado em 1,1 bilhão de euros. A lista de empresas que tiveram contratos renegociados para a obra, que ficou parada por mais de 20 anos, inclui ainda a Andrade Gutierrez, responsável pelas obras civis, a Confab, que produz vasos e tanques e a Nuclep, responsável pela produção de equipamentos de grande porte. A INB (Indústrias Nucleares do Brasil) planeja ainda enriquecer comercialmente todo o urânio necessário para atender a demanda da usina de Angra 3 a partir de 2016. Para isso, o País terá de realizar etapas feitas hoje no Exterior, como a conversão de urânio em gás e o enriquecimento. O País já domina a tecnologia, mas ainda não faz o enriquecimento em escala industrial. Para atender a demanda, será construída uma nova fábrica em Resende. Segundo o diretor de Produção de Combustível da INB, Samuel Fayad Filho, será possível fornecer combustível fabricado inteiramente no Brasil na segunda recarga de Angra 3, prevista para ocorrer em 2016/2017.

Dilma assina decreto para transferir Arquivo Nacional para Ministério da Justiça

A presidente Dilma Rousseff assinou nesta terça-feira decreto para transferir o Arquivo Nacional, que era vinculado à Casa Civil da Presidência da República e agora será subordinado ao Ministério da Justiça. O decreto, publicado no Diário Oficial da União, prevê que o período de transição deverá ocorrer até 14 de março, data limite para os ajustes orçamentários e a transferência de cargos. O Arquivo Nacional é o órgão responsável pela manutenção dos documentos históricos do País, como os registros da Ditadura Militar. Parte dos arquivos é guardada em Brasília, em uma estrutura improvisada, sob lonas e goteiras. A transferência do Arquivo Nacional para o Ministério da Justiça causou mal-estar entre os funcionários do órgão. A associação dos servidores defendia a manutenção do órgão na Casa Civil, que tem acesso direto à presidente da República, enquanto o Ministério da Justiça tem como prioridade a segurança e o combate ao crime.

Receita anuncia medida para beneficiar produtores de locomotivas

A Receita Federal anunciou nesta terça-feira uma medida que busca beneficiar fabricantes de locomotivas. Uma portaria ministerial publicada no Diário Oficial da União institui procedimento para acelerar a devolução de parte dos créditos tributários acumulados para empresas do setor que fornecem para companhias inscritas no Reporto. O Reporto é um regime de benefícios fiscais para incentivar a modernização e a ampliação da estrutura portuária brasileira. Essas empresas produtoras de locomotivas que forneciam aos beneficiados no Reporto acumulavam créditos tributários de Cofins e PIS, mas demoravam a receber a restituição desse dinheiro. De acordo com a Receita Federal, a partir da edição da portaria, será concedido um prazo máximo de 30 dias a partir do pedido de resgate desse crédito tributário para que a empresa receba automaticamente 50% do valor devido, se ela estiver inserida em condições estabelecidas pela Receita para os benefícios. A metade restante, de acordo com a Receita, será liberada após posterior análise sobre se todas as condições de fato estão sendo cumpridas à risca.

Vale lidera lista de exportadoras de 2010 com vendas de US$ 24 bilhões

A Vale liderou o ranking de maiores exportadoras brasileiras em 2010, com vendas ao mercado externo totalizando US$ 24 bilhões, representando um crescimento de 122,1% sobre o ano anterior, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. A Petrobras, que em 2009 tinha sido a primeira da lista, aparece em seguida na compilação referente ao ano passado, com vendas externas de US$ 18,2 bilhões, alta de 47,8%. Bunge Alimentos e Embraer ocupam as duas posições seguintes, com exportações no ano de US$ 4,3 bilhões e de US$ 4,2 bilhões de dólares, respectivamente. Terceira e quarta colocadas, ambas mantiveram as posições em que apareciam em 2009, segundo os dados consolidados da balança comercial de 2010 divulgados nesta terça-feira pelo ministério. Não por acaso, os maiores avanços percentuais em valor exportado foram registrados por empresas produtoras de commodities. Os preços de matérias-primas se recuperaram fortemente no último ano após a forte queda verificada entre o final de 2008 e 2009, em meio à crise financeira e econômica global.

Pará registra primeiro caso de dengue tipo 4 no Estado

O Pará registrou o primeiro caso de dengue do vírus tipo 4. A vítima é um homem de 65 anos, morador do município de Santarém Novo, que ficou quatro dias internado em hospital no município de Salinópolis. Além do Pará, o Amazonas e Roraima também notificaram casos do sorotipo viral. De acordo com nota técnica da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, o caso não tem relação com o surto de dengue tipo 4 identificado em Roraima, onde 18 pessoas foram infectadas desde o ano passado. Segundo a secretaria, o homem não se deslocou para áreas com circulação do vírus tipo 4. Antes de adoecer, ele ficou alguns dias no distrito de Icoaraci, em Belém. Para a secretaria, trata-se de um caso autóctone, ou seja, contraído na própria capital paraense. O caso foi confirmado por meio de exames do Instituto Evandro Chagas, no Pará, unidade de referência do País na área. O ministério e as secretarias de Saúde estadual e municipais já estão adotando medidas para reduzir as chances de novos casos desse tipo de dengue no Pará. De acordo com autoridades de saúde, o vírus tipo 4 não é mais perigoso que os sorotipos 1, 2 e 3. Todos apresentam os mesmos sintomas - dores na cabeça, no corpo e nas articulações, além de febre, diarreia e vômito. O tratamento também é idêntico. A dengue tipo 4, que não circulava há 28 anos no País, preocupa porque a população não tem imunidade contra ela.

O incrível QG secreto do empreendedor comunista Protógenes Queiroz no Guarujá

Condomínio de luxo de Protógenes Queiroz
O blog DaCIA, localizado no endereço http://angelodacia.blogspot.com/2011/01/o-incrivel-QG-secreto-de-protogenes-no.html, traz uma matéria estarrecedora sobre o delegado federal Protógenes Queiroz, recentemente convertido ao comunismo, e que assumirá no dia 1º de fevereiro uma cadeira de deputado federal do PCdoB por São Paulo. Diz a matéria: "O site Consultor Jurídico traz uma reportagem de Ludmila Santos muito curiosa sobre o ilustríssimo deputado e ex-delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz: "Conheça o gênio imobiliário de Protógenes Queiroz". Segue a introdução: "O delegado afastado da Polícia Federal, Protógenes Queiroz, que no próximo dia 1º de fevereiro inicia carreira como deputado federal em Brasília, revelou em seus 50 anos de vida um talento extraordinário para acumular riqueza. Em 10 anos de carreira como delegado da Polícia Federal, onde fez jus a um salário médio de R$ 14 mil, como ele mesmo revelou em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o delegado acumulou um patrimônio que, segundo ele próprio declarou ao Tribunal Superior Eleitoral, inclui nada menos do que sete imóveis. Embora a relação de bens declarados ao TSE some apenas R$ 834 mil, somente um dos imóveis constantes da lista — uma casa no Mirante de Camboinhas, em Niterói — segundo especialistas do setor imobiliário vale mais de R$ 1 milhão. A declaração de bens do candidato-delegado que agora assume como deputado é um atestado de sua habilidade no mundo dos negócios. Ali fica-se sabendo que Protógenes Queiroz guarda em casa R$ 284 mil em dinheiro e que tem pouco mais de R$ 10 mil numa conta na Suíça. Entre os sete imóveis que admite ser dono, três deles foram doados pela mesma pessoa, o delegado aposentado José Zelman. Outros dois, que ele usa como residência própria, não foram declarados ao TSE. Protógenes informa também as datas de aquisição de todos os seus bens, menos daqueles adquiridos enquanto ocupava o cargo de delegado da Polícia Federal. Passada a introdução, vamos a uma parte interessante e da qual trago algumas novas revelações mais adiante: Bens não declarados - Em julho de 2010, ao investigar Protógenes pelas irregularidades cometidas na Operação Satiagraha, a Polícia Federal vasculhou cinco endereços do ex-delegado: um apartamento no Jardim Botânico, no Rio; um em Brasília; um no Shelton Hotel, em São Paulo; um na Praia das Astúrias, no Guarujá; e outro no Meyer, também no Rio. Os últimos dois imóveis não foram declarados à Justiça eleitoral. O imóvel do Guarujá está localizado em um dos bairros mais nobres da cidade. Trata-se de um prédio luxuoso, com um apartamento por andar, quatro suítes por unidade, todas com vista para o mar, sala com três ambientes, 251 metros quadrados de área privada e 378 metros quadrados de área total. De acordo com pesquisa feita nas imobiliárias Stand Imóveis e Oceano Imóveis, apartamentos à venda no mesmo condomínio custam acima de R$ 1 milhão. As despesas mensais com IPTU e condomínio passam de R$ 2 mil. A Certidão de Registro de Imóvel, retirada do Registro de Imóveis do Guarujá no dia 14 de setembro de 2010, aponta que o apartamento está no nome da construtora EM Empreendimentos Imobiliários Ltda. O que trago agora são algumas informações sobre este misterioso imóvel. Localizado na Rua das Galhetas, n. 435, fica no imponente, luxuoso e extremamente bem-localizado Condomínio Las Palmas. Vejam abaixo algumas imagens aéreas tiradas do Google Earth:
Nesta imagem mais distante, para terem idéia da localização

Visualizar Praia das Astúrias - Guarujá em um mapa maior
E agora um close no magnífico Condomínio que o neocomunista Protógenes Queiroz ganhou

Visualizar Praia das Astúrias - Guarujá em um mapa maior
Este condomínio é benquisto por muita gente chique... Por exemplo, o GERALDO BRASIL tem (ou tinha?) um apartamento por ali. Familiares de apresentadores TOP do Brasil também têm ou tiveram apartamentos por ali. Alguns imóveis anunciados estão à venda no site GuarujáBayImóveis. Só coisa fina amigo. Este imóvel é importante para Protógenes Queiroz. Logo após algumas reviravoltas na Satiagraha o delegado era visto por lá em alguns finais-de-semana, e tinha algumas conversas do lado de fora do Condomínio. Quando ainda estava meio desnorteado e buscando apoios pela internet, no começo de 2009, Protógenes chegou a reunir um grupo de amigos e entusiastas de seus ideais neste luxuoso habitat para dar coesão ao grupo. Resta saber agora como se construiu esta história de sucesso imobiliário de Protógenes Queiroz. Como um delegado de Polícia Federal conseguiu tantos e tão valiosos imóveis que até mesmo se esquece de declarar alguns tão expressivos como o mostrado neste post? Como ele consegue ter à sua disposição um imóvel tão chique? Protógenes é provavelmente mais uma GRANDE história de empreendedorismo e sucesso do funcionalismo público brasileiro".

Produção de aço bruto no Brasil cresceu 23,8% em 2010

A produção brasileira de aço bruto alcançou 32,8 milhões de tonelada em 2010, volume que representa um crescimento de 23,8% em relação ao ano anterior, segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo Instituto Aço Brasil. A produção de laminados atingiu 25,8 milhões de toneladas no período, uma alta de 27,7% frente a 2009. Em dezembro, porém, a entidade apurou queda de 7,4% na produção de aço bruto brasileira na comparação com o mês anterior e de 6,7% em relação a dezembro de 2009. Segundo dados do Instituto Aço Brasil, a produção somou 2,4 milhões de toneladas. Já a de laminados totalizou 1,8 milhão em dezembro, volume que corresponde a uma retração de 12,2% na comparação com novembro e de 9,6% frente a dezembro do ano anterior. O IABr informou ainda que as vendas internas em 2010 atingiram 21,1 milhões de toneladas, volume 29,2% superior ao de 2009. Em dezembro, as vendas somaram 1,5 milhão de toneladas de produtos, queda de 7,8% em relação ao mês anterior e de 0,5% quando comparadas com dezembro de 2009. Pelos dados do IABr, as exportações de produtos siderúrgicos em 2010 alcançaram 9 milhões de toneladas, volume que corresponde a uma receita de US$ 5,8 bilhões. No período, as exportações cresceram 4,1% em volume e 22,8% em valor quando comparadas com 2009. Em dezembro, as vendas externas de produtos siderúrgicos foram de 1,1 milhão de toneladas, no valor de US$ 766 milhões. As importações do setor somaram 5,9 milhões de toneladas de produtos siderúrgicos (US$ 5,5 bilhões) em 2010. O resultado representa um incremento de 154,2% acima do volume importado no ano anterior. Em dezembro, as importações somaram 432 mil toneladas (US$ 452 milhões), uma queda de 4,8% em relação a novembro.

Defesa Civil já contabiliza mais de 700 mortes na região serrana do Rio de Janeiro

Mais de 700 pessoas já morreram em consequência das chuvas, enchentes e enxurradas que atingiram municípios da região serrana do Rio de Janeiro na última semana. De acordo com balanço da Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil do Estado divulgado às 18 horas desta terça-feira, foram encontrados 701 corpos nos municípios de Nova Friburgo, Petrópolis, Teresópolis e Sumidouro até o momento. As regiões mais afetadas foram Nova Friburgo, onde 334 pessoas morreram, e Teresópolis que teve 285 vítimas e mais de 6.400 desalojados e desabrigados. Petrópolis contabiliza 62 mortos e Sumidouro, 20. Por volta das 16h30, a chuva voltou a cair forte na região serrana do estado do Rio de Janeiro. De acordo com a Defesa Civil de Teresópolis, as equipes estão em alerta. Apesar da chuva, o trabalho de resgate de vítimas dos deslizamentos da semana passada prossegue, assim como as obras de desobstrução de estradas e de recosntrução da infraestrutura das cidades atingidas. Após dias sem abastecimento, Teresópolis e Sumidouro voltaram a ter água nesta terça-feira. A Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) informou que o fornecimento de água para a população do município de Teresópolis e Sumidouro foi normalizada.

Venda de madeira por assentados acirra conflito no Pará

A conivência de alguns assentados de Anapu (PA) com o corte ilegal e a retirada de madeira do PDS Esperança será investigada pelo Ministério Público Federal de Altamira. Para entrar na área, os madeireiros chegam a pagar R$ 5 mil aos agricultores, o que tem provocado revolta da maioria das famílias. O procurador Bruno Gutschow anunciou que o Ministério Público Federal está trabalhando para identificar e punir quem vende madeira para as serrarias de Anapu. Na área onde funciona o projeto de desenvolvimento sustentável implantado pela missionária Dorothy Stang, assassinada por pistoleiros, em 2005, as famílias fecharam há uma semana as estradas de acesso ao projeto para impedir a entrada de caminhões das empresas madeireiras. As polícias civil e militar estão no local, mas o clima ainda é tenso por conta das ameaças de confronto entre os dois lados. No meio da disputa está o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, acusado de ter abandonado os agricultores à própria sorte. A fiscalização dos órgãos ambientais também pouco aparece na região, o que facilita a entrada das madeireiras para derrubar a floresta que cerca o assentamento.

Ex-deputado paranaense Carli Filho, que matou dois, bêbedo, vai a júri popular

O ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho, de 27 anos, do Paraná,  irá a júri popular pelo atropelamento e morte de Gilmar Rafael Yared, de 26 anos, e Carlos Murilo de Almeida, de 20 anos. A decisão foi tomada na segunda-feira pelo juiz Daniel Ribeiro Surdi de Avelar, da 2º Vara do Tribunal de Júri. Após a publicação no Diário Oficial, Carli Filho tem cinco dias para recorrer da decisão. Em maio de 2009, Carli Filho se envolveu em um acidente, em Curitiba, que resultou na morte de Yared e Almeida. O ex-deputado estava complletamente bêbedo, saiu dirigindo seu carro em altissima velocida, de 173 quilômetros horários, em perímetro urbano, atropelou o carro das duas vítimas, passando por seu veículo sobre o outro. Na passagem, seu carro funcionou como um abre-latas, e degolou uma das vítimas, cuja cabeça foi jogada longe do corpo. Mas, até ele ir a juri, ainda vai demorar muito tempo, porque o tipo recorrerá inúmeras vezes, e o assunto pode chegar até o Supremo Tribunal de Justiça. Talvez este julgamento pelo juri não saia antes de uns oito anos.

Brasil gera 2,5 milhões de empregos formais em 2010 e bate recorde

O mercado de trabalho formal no País bateu recorde no ano passado, com a geração de 2,5 milhões de vagas, segundo os dados do Caged, do Ministério do Trabalho. O resultado, que reflete a diferença entre as vagas criadas e as encerradas no período, é o melhor desde 1992, início da série histórica. Até então o recorde estava com o ano de 2007, quando foram criados 1,6 milhões de empregos com carteira assinada no País. Segundo o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, o ano de 2010 foi marcado pela fase "pós-crise econômica", com a geração de diversos postos que haviam sido encerrados em 2009, fortemente afetado pela turbulência. "Essa comparação favorece 2010. A crise freou um pouco esse crescimento e o pós-crise ajudou a recuperar o que tinha sido perdido, voltando ao ritmo normal de antes", disse Lupi. A marca de 2,5 milhões de empregos criados, no entanto, foi obtida com uma mudança na contabilidade. Isso porque o Ministério do Trabalho decidiu antecipar os empregos declarados fora do prazo, atualização que, em geral, é feita apenas seis meses depois. Sem esses dados, o número de vagas criadas no ano passado teria ficado em 2,13 milhões. "Estou antecipando a divulgação deles. Não tem maquiagem dos dados. Não há manipulação", disse o ministro. Ou seja, o ministro maquiou as contas para se vangloriar de resultados extras.

Paraguai concede asilo político a opositor boliviano

O ex-governador do Departamento boliviano de Tarija, Mario Cossío, foi declarado asilado político pela Comissão Nacional de Refugiados (Conare) do Paraguai. A informação foi divulgada por Zulma Gómez, integrante da comissão e senadora pelo Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA) à emissora Primeiro de Marzo, em Assunção. A Conare decidiu outorgar "o asilo por perseguição política" a Cossío por unanimidade de seus sete integrantes, afirmou Zulma Gómez. Cossío foi destituído de seu cargo em dezembro, depois que um promotor abriu um processo contra ele por "corrupção pública". O ex-governador afirma que foi um golpe de Estado orquestrado pelo ditador boliviano, o indio cocaleiro Evo Morales.

Senado italiano aprova moção que pede extradição do terrorista Cesare Battisti

O Senado italiano aprovou nesta terça-feira, por unanimidade, uma moção que pede a extradição do terrorista Cesare Battisti, detido no Brasil. O texto solicita que o governo italiano recorra a "todos os meios possíveis no âmbito judiciário" para que Battisti cumpra sua pena na Itália. O terrorista foi condenado à prisão perpétua por quatro assassinatos cometidos na década de 1970, quando integrava o grupo de extrema-esquerda PAC (Proletários Armados pelo Comunismo). A moção não descarta a possibilidade da Itália recorrer à "Corte Internacional de Justiça, em Haia, para que a rejeição do ex-presidente brasileiro à concessão da extradição seja removida e Cesare Battisti possa ser assegurado à Justiça italiana, em concordância com o procedimento de extradição, como previsto pelo Tratado Bilateral". O texto aprovado pelos senadores também fala sobre levar o caso a "sedes multilaterais européias" e aplicar "ações diplomáticas", através de contatos com o novo governo de Dilma Rousseff "para reapresentar às autoridades brasileiras a expectativa por uma correta interpretação do conteúdo do Tratado Bilateral e pela aceitação do pedido de extradição". Para o senador e líder da bancada do PDL (Povo da Liberdade) no Senado, Maurizio Gasparri, "é importante a posição unitária que o Parlamento italiano adotou com a moção que apóia o governo e as instituições nas ações pela extradição de Cesare Battisti". "É um documento que exprime a indignação de um país inteiro", completou o parlamentar. Já o senador Giorgio Tonini, da legenda esquerdista PD (Partido Democrático) e membro da Comissão de Relações Exteriores do Senado, criticou a decisão do ex-presidente Lula de não extraditar o terrorista e a comparação entre Battisti e Dilma, feita pelo ex-ministro da Justiça, o peremptório transversal Tarso Genro. "O PD simpatizou com Lula durante todos esses anos nos quais, primeiro como sindicalista, e depois como presidente, ele lutou pela democracia no Brasil, um país historicamente amigo nosso. E por isso ficamos sem fôlego quando ele negou a extração de Battisti à Itália", disse Tonini. "O ministro da Justiça de Lula ainda comparou a atividade de Battisti com a luta clandestina da nova presidente brasileira contra os militares. Mas Battisti matou pessoas inocentes e agiu para derrubar a liberdade democrática que o povo italiano conquistou após duras batalhas", completou. A moção aprovada ainda ressalta que "o caso Battisti parece não se limitar a uma simples questão bilateral entre Itália e Brasil, já que foi colocada em dúvida a capacidade do sistema judiciário italiano de oferecer uma garantia adequada à condenação". "A recusa da extradição coloca em discussão o respeito pelos princípios de civilidade jurídica de toda a União Européia, uma comunidade homogênea de valores e espaços para a liberdade e a justiça, da qual a Itália é um país membro", esclarece o texto.

Setor de papel e celulose amplia exportações em 2010

O levantamento das maiores exportadoras do Brasil, elaborado pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, aponta que as principais indústrias do setor de papel e celulose encerraram o ano passado com expansão expressiva das exportações em relação a 2009. A lista inclui empresas como Fibria, Suzano Papel e Celulose, Cenibra, Klabin e International Paper (IP), entre outras. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo, a Fibria encerrou o ano com vendas de US$ 1,579 bilhão em 2010. O resultado é 285,36% superior ao de 2009 e considera apenas os antigos ativos da Votorantim Celulose e Papel (VCP), empresa que deu origem à Fibria após a aquisição da Aracruz. Com isso, a Fibria encerrou o ano na 17ª posição do ranking. A Suzano Papel e Celulose exportou US$ 1,248 bilhão em 2010, alta de 35,45% em relação ao ano anterior. O resultado concedeu à companhia a 23ª posição do levantamento. Entre as maiores exportadoras do País aparecem com destaque também a Cenibra, com vendas de US$ 710,7 milhões (alta de 79,82% sobre 2009); a IP, com vendas de US$ 492,3 milhões (+25,28%); a Fibria-MS Celulose Sul Mato-Grossense, com um total de US$ 466,9 milhões (+87,39%); a Veracel, com US$ 441,3 milhões (+3,01%); e a Klabin, com US$ 395,5 milhões (+25,50%).

Folha de pagamento do Congresso será R$ 860 milhões maior este ano

O aumento salarial dos parlamentares e um novo plano de carreira dos servidores terão um impacto de R$ 860 milhões na folha de pagamento do Congresso este ano, segundo estimativa feita pela ONG Contas Abertas. No ano passado, foram gastos R$ 5,3 bilhões para as despesas de pessoal e encargos sociais de parlamentares, servidores e aposentados da Câmara dos Deputados e do Senado. Já em 2010, o valor estimado no Orçamento é de R$ 6,2 bilhões, significando um aumento de 16%. Pelos cálculos da Contas Abertas, o aumento dos deputados e servidores da Câmara irá representar um gasto maior de R$ 549,2 milhões.

Eletronuclear entrega estudo de novas usinas ainda neste primeiro semestre

O presidente da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro, informou que até o final do primeiro semestre entregará ao Ministério de Minas e Energia estudo com os melhores locais para a construção de quatro novas usinas nucleares no País. Primeiro restrito ao Nordeste, em uma faixa entre Bahia e Pernambuco, o estudo agora engloba mais de 40 lugares em todo o País que podem ter chance de receber pelo menos duas usinas nos próximos anos, com possibilidades de expansão do programa pelas próximas décadas. De todo o Brasil, apenas a região Norte não está sendo mapeada. A região sul entrou após pedido da EPE (Empresa de Pesquisa Energética) e o sudeste poderá contemplar a cidade de Resplendor, em Minas Gerais, uma das que estão sendo estudadas nesta região. As usinas devem levar de oito a dez anos para ficarem prontas e custar US$ 3 bilhões cada uma. A capacidade de cada unidade será de 1.000 megawatts. Ou seja, será um dos mais estúpidos investimentos de toda a história do Brasil, 12 bilhões de reais para a geração de meros 4 mil megawatts. E ainda por cima são usinas pirilampos, que ligam e desligam a toda hora. Segundo Othon Luiz Pinheiro, a tendência é que as usinas sejam construídas perto do mar ou de algum rio, devido à alta necessidade de água para resfriamento dos equipamentos. Ele afirmou que a ideia é distribuir as usinas em pares nas localidades que forem escolhidas. A construção das usinas ainda dependerá de aprovação do Congresso, após o Ministério de Minas e Energia respaldar a proposta da Eletronuclear.Entre as cidades listadas na primeira fase do estudo estão Poço Redondo (SE); Belém de São Francisco e Tacaratu (PE); Traipu e Belo Monte (AL); e Rodelas (BA).

Ex-presidente Lula visita José Alencar em hospital de São Paulo

O ex-presidente Lula visitou nesta terça-feira seu vice, José Alencar, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O  encontro aconteceu no começo da tarde e durou cerca de 1h30. Lula interrompeu férias com a família no interior paulista para ver o político, com quadro clínico estável e há nove dias fora da UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A equipe médica, contudo, não sinalizou data para ele deixar o hospital, onde se encontra desde o dia 22, após grave hemorragia intestinal. Na noite de segunda-feira, Lula fez mais uma pausa em seu descanso, para se reunir com sua sucessora, Dilma Rousseff. O reencontro, na Base Aérea de São Paulo, durou cerca de três horas e foi o primeiro após a posse da nova presidente. Não há dúvida de que Lula continua mandado no governo de Dilma.

Amazonas confirma primeira morte por dengue no ano

A Secretaria da Saúde do Amazonas confirmou na segunda-feira a primeira morte por dengue em 2011. A paciente morreu no dia 13 de janeiro por dengue grave acompanhada de choque hipovolêmico (redução do volume sanguíneo). Dos 28 municípios do interior do Amazonas com registro de transmissão de dengue em 2010, sete (Humaitá, Codajás, Coari, Itacoatiara, Tefé, Barcelos e Lábrea) entraram para o grupo de alto risco de epidemia da doença, de acordo com a secretaria. Em 2010, o Estado registrou 4.182 casos de dengue, sendo 2.585 em cidades do interior e 1.597 em Manaus. No começo do mês, o Estado registrou o primeiro caso de dengue tipo 4. O vírus desse tipo de dengue havia desaparecido por 28 anos até retornar em agosto do ano passado, em Roraima. Um adolescente de 13 anos que reside em Manaus foi infectado pelo vírus, passou por tratamento médico e não tem mais a doença.

MEC confirma nome de nova presidente do Inep

O Ministério da Educação confirmou nesta terça-feira o nome da reitora da Unirio (Universidade Federal do Estado do Rio), Malvina Tania Tuttman, como nova presidente do Inep (instituto de pesquisas do Ministério da Educação). Ela vai substituir Joaquim José Soares Neto, que se demitiu. O Inep é responsável pela aplicação do Enem, exame nacional que, sob a direção de Neto, teve problemas com impressão de provas, erros no cabeçalho, suspeita de vazamento, entre outros. Neto já havia pedido ao ministro Fernando Haddad (Educação) para sair antes das últimas dificuldades com o Sisu, sistema sob gestão direta do MEC que seleciona universitários via Enem. Outro nome divulgado nesta terça-feira é o do novo secretário de Educação Superior. O cargo será assumido por Luiz Claudio Costa, ex-reitor da Universidade Federal de Viçosa. Ele ocupará o posto que era antes de Maria Paula Dallari, que deixou o cargo a pedido. Outra alteração no MEC será a criação de uma secretaria para tratar especificamente da regulação de cursos superiores, a ser comandada pelo professor da USP Luiz Fernando Massoneto. Já o deputado federal Carlos Abicalil (PT) vai ocupar uma nova secretaria, que tratará das relações com as redes municipais e estaduais. A Secretaria de Educação Especial será incorporada pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. A nova titular será Cláudia Dutra, ex-titular da Educação Especial. A Secretaria da Educação Básica vai incorporar a Secretaria de Educação a Distância e permanecerá sob o comando de Maria do Pilar Lacerda.

Falha no Sisu permite novamente que candidatos acessem dados de outros inscritos

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada) apresentou nova falha na manhã desta terça-feira, depois de ter problemas na segunda-feira e travar no fim de semana. Às 6 horas desta terça-feira os estudantes puderam novamente acessar dados de outros candidatos, problema que já havia acontecido na segunda-feira. De acordo com o Ministério da Educação, a falha durou quatro minutos e foi consequência da troca de um equipamento da rede. O sistema seleciona alunos que fizeram o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para vagas em universidades públicas e institutos tecnológicos. O prazo final de inscrição, prorrogado por conta de decisão judicial, termina às 23h59 desta quinta-feira.

Pesquisadores criam vidro resistente como alumínio e aço

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia e da Universidade da Califórnia relataram a criação de um novo tipo de vidro metálico, que é duro como o vidro e forte como o aço, o mais resistente de todos os metais. "Com materiais, é muito difícil conseguir dureza e força ao mesmo tempo; geralmente é um ou o outro", disse Marios Demetriou, engenheiro de materiais da Caltech e principal autor do estudo reproduzido na revista "Nature Materials". Porém, existe um problema nessa descoberta aparentemente perfeita. "O custo do material é muito alto, o bastante para ser proibitivo, em se tratando de produtos de consumo", afirmou Demetriou, mesmo sem apresentar valores. Mas os pesquisadores, que já estão patenteando o novo material, acreditam que ele poderia ser utilizável em pequenas quantidades. "Ele poderia ser útil, por exemplo, em implantes ortodônticos devido ao alto grau de resistência exigida", explicou Demetriou. O vidro metálico foi descoberto pela primeira vez cerca de 50 anos atrás, na Caltech. Embora possua a estrutura atômica do vidro, ele é opaco e possui uma aparência brilhante, metálica. Atualmente, outras composições de vidro metálico são usadas para fabricar tacos de golfe, estojos eletrônicos e ponteiros de relógios.

Lista tríplice para novo chefe do Ministério Público gaúcho já tem três candidatos

Já estão em campanha três candidatos disputando vaga para integrar a lista tríplice que será enviada ao governador peremptório transversal Tarso Genro para a escolha do novo Procurador-Geral de Justiça do Rio Grande do Sul. Estão concorrendo a atual Procuradora-Geral, Simone Mariano da Rocha; o procurador José Túlio Barbosa e seu colega Eduardo Lima Veiga. É possível ainda que surja uma candidatura representante dos promotores.

Boeing adia entrega do 787 Dreamliner para o terceiro trimestre

Dreamliner tem grande atraso
A Boeing anunciou nesta terça-feira que adiou a primeira entrega do novo avião 787 Dreamliner do primeiro para o terceiro trimestre deste ano, depois de uma pane elétrica em um vôo teste em novembro. A fabricante norte-americana de jatos disse que a nova data reflete o impacto do incidente de novembro e o tempo necessário para produzir, instalar e testar versão atualizada de software e novo painel de distribuição de energia da aeronave, tanto para os testes quanto para produção do avião. A Boeing, que tem como principal concorrente a européia Airbus, disse que as projeções financeiras da empresa e as entregas do 787 Dreamliner em 2011 serão temas de discussão na teleconferência sobre o resultado trimestral da companhia no próximo dia 26.

Autoridades interrogam ex-ditador haitiano Baby Doc

O ex-ditador do Haiti, Jean-Claude Duvalier, conhecido como Baby Doc, foi interrogado por autoridades haitianas nesta terça-feira, no quarto do hotel em que está hospedado, em Porto Príncipe. Cerca de dez policiais, o promotor Aristides Auguste e o juiz Gabriel Ambroise foram ao Hotel Karibe, dois dias depois do inesperado retorno de Baby Doc ao país, após 25 anos exilado na França. Autoridades discutem se vão processá-lo por roubo do Tesouro durante seu governo. "Ele será questionado e permanecerá à disposição da Justiça", disse a fonte governamental. Um funcionário judicial disse que Baby Doc será preso. Um carro utilizado normalmente para transporte de prisioneiros está estacionado na porta do hotel, que foi fechado pela polícia. Organizações de direitos humanos, como a Anistia Internacional, pediram que as autoridades haitianas levassem Baby Doc à Justiça para responder pela morte e tortura de milhares de opositores nas mãos da milícia dos Tonton Macoutes durante seus 15 anos no poder. Baby Doc governou o país entre 1971 e 1986. Uma multidão recebeu o ex-ditador no aeroporto internacional Toussaint Louverture, onde chegou acompanhado de vários colaboradores. A notícia da presença de Baby Doc de novo no Haiti 25 anos após ser derrubado por uma revolta popular e no meio da crise que vive o país circulou pela capital e foi retransmitida ao vivo por várias emissoras de rádio. O retorno de Duvalier fez surgir perguntas na capital sobre o significado do retorno deste ex-líder, considerado, junto com seu pai, François, que governou entre 1957 e 1971, responsável por um regime que governou com mão de ferro, desprezo aos direitos humanos e corrupção. Seus governos são considerados responsáveis pela morte de milhares de opositores e do desvio de recursos significativos do país durante 29 anos. O presidente haitiano, René Préval, advertiu em 1997, durante seu primeiro mandato, que Duvalier seria preso se retornasse ao Haiti. Comentaristas destacaram que não é possível imaginar que as altas autoridades do país não estavam conscientes das diligências de Duvalier para voltar ao Haiti. Duvalier chegou ao poder em 1971, aos 19 anos, após a morte de seu pai, François Duvalier, o Papa Doc, que previamente o havia nomeado seu sucessor.

PMDB baiano suspende filiação do prefeito de Salvador

O PMDB baiano suspendeu, na noite de segunda-feira, a filiação do prefeito de Salvador (BA), João Henrique Carneiro. A medida é mais um passo rumo à expulsão de João Henrique, acusado pelo partido de má administração municipal. A decisão, emitida pela Comissão de Ética do partido, dura 90 dias. É o prazo para investigar se o prefeito deve ou não continuar no partido, no qual ingressou em 2007, após sair do PDT e se aproximar do ex-ministro Geddel Vieira Lima. Hoje, o racha entre os dois ex-aliados é público. O deputado federal Lúcio Vieira Lima afirmou que, caso a expulsão se consume, o PMDB reivindicará na Justiça o mandato de João Henrique. Presidente do diretório baiano e irmão de Geddel, Lúcio disse que "as condutas do prefeito ferem o programa partidário". Elencou exemplos que violam "a racionalização da administração estatal" e culminaram na atual crise financeira do município, como o atraso no pagamento de trabalhadores tercerizados e greves nos sistemas de saúde e educação. Lúcio também apontou manobra de João Henrique para evitar que a Câmara de Salvador aceite rejeição do Tribunal de Contas do Município baiano à prestação de contas soteropolitana de 2009. No começo do ano, o prefeito anunciou a substituição de 6 dos 11 secretários municipais. A troca foi encarada como um "bote" no parecer do Tribunal de Contas do Município e um aceno ao PP, o que daria a João Henrique fôlego político.

Defensoria Pública da União pede suspensão das inscrições no Sisu

A Defensoria Pública da União no Ceará enviou na manhã desta terça-feira uma ação civil pública à Justiça Federal para suspender as inscrições do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que seleciona alunos para universidades federais, até que os candidatos que prestaram Enem no ano passado tenham acesso aos critérios de correção da prova de redação e ao espelho da correção da folha de respostas. Segundo o órgão, a ação foi motivada por um grupo de quase 30 estudantes que se sentiram prejudicados pela correção da prova de redação. Os alunos apontaram problemas no sistema, como provas anuladas sem motivo e indicação de falta para alunos que realizaram a prova. Para o defensor público federal responsável pela ação, Carlos Henrique Gondim, os pedidos de acesso à correção das provas são legítimos, apesar de proibidos no edital do Enem, porque atendem aos princípios de motivação e publicidade. Depois de travar no fim de semana, o Sisu apresentou novos problemas na segunda-feira e nesta terça-feira. Candidatos que acessavam a página podiam ver dados de outros inscritos, como nota e opção de curso, o que pode ser caracterizado como vazamento de informações. O Sisu oferece mais de 83 mil vagas de ensino superior em 83 instituições, sendo que a inscrição é feita a partir da nota do Enem. O prazo final de inscrição, prorrogado por conta de decisão judicial, termina às 23h59 de quinta-feira. O resultado sai no dia 24, e o período de matrícula dos aprovados vai de 27 a 31 de janeiro. As duas chamadas seguintes estão previstas para 4 e 13 de fevereiro. A confusão no site foi relatada por alunos, que tentaram acessar o sistema na segunda-feira para conferir seus dados e acabaram visualizando as informações de outros candidatos. O Ministério da Educação admitiu o problema e disse que os candidatos não conseguiriam mudar a opção do curso feita pelos outros. O problema se repetiu na manhã desta terça. A mudança no cronograma do Sisu atendeu decisão judicial que também proíbe a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), que integra o sistema, de reservar vagas para alunos do Rio de Janeiro. Além disso, o ministério diz ter considerado ainda as dificuldades de alunos da região serrana do Rio de Janeiro de se inscreverem devido às chuvas. Quem morar nas cidades devastadas pelos temporais e for selecionado, receberá uma bolsa mensal de R$ 350,00 como ajuda de custo. Para minimizar a dificuldade enfrentada por alguns alunos para entrar no Sisu, o MEC resolveu limitar o tempo de acesso de cada estudante ao site para o tempo máximo de 20 minutos. A ampliação do prazo do Sisu acabou por adiar também a inscrição do Prouni para sexta-feira. Criado no ano passado, neste ano o Sisu unificou 83.125 vagas em 83 universidades e institutos federais. Ao final de cada dia, o sistema divulga a nota de corte para cada curso. O estudante pode mudar de opção, caso tenha mais chance de ser aprovado em outra instituição ou em outro curso. Cada alteração invalida a opção feita anteriormente.

Quadro clínico de Chico Anysio é grave, ele tem pneumonia resistente

Chico Anysio apresentou piora em seu quadro devido a uma pneumonia resistente, informa o boletim médico divulgado na tarde desta terça-feira. Segundo o boletim, a pneumonia diagnosticada na base do pulmão direito não está regredindo com medicação. O médico do humorista, Luiz Cesar Cossenza Rodrigues, afirma que o quadro está mais agressivo pois os germes estão mais resistentes aos antibióticos. O quadro provocou queda de pressão arterial por um período. Por isso, Anysio está agora com equipamento para monitorar o coração, além do suporte mecânico para respirar. Ele permanece no CTI, mas não está sedado. Chico Anysio está internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro, desde o início de dezembro.

Petista que apóia mensaleiro Delúbio foi funcionário fantasma da Câmara de São Paulo

O deputado federal Cândido Vaccarezza (PT-SP), que apóia a volta de Delúbio Soares ao partido, deixou o cargo de secretário-geral do PT depois que o jornal Folha de S. Paulo revelou, em dezembro de 1996, que ele era funcionário-fantasma do vereador malufista Brasil Vita, que presidia a Câmara Municipal de São Paulo. Médico da prefeitura, Vaccarezza se negava a trabalhar no PAS criado por Paulo Maluf. Mas, por meio de um acordo inusitado, ele foi comissionado no gabinete de um malufista e só ia lá para assinar o ponto. Após a divulgação da notícia, Vaccarezza se licenciou do cargo no PT.

Líder do governo Dilma pede volta do mensaleiro Delúbio Soares

O líder do governo petista na Câmara dos Deputados, Cândido Vaccarezza (PT-SP), defendeu nesta segunda-feira a reintegração ao partido do ex-tesoureiro, o mensaleiro Delúbio Soares. Pivô do escândalo do Mensalão do PT, Delúbio foi expulso em 2005, mas já avisou a petistas que apresentará novo pedido de filiação ainda no primeiro semestre do ano. Vaccarezza o apóia. Segundo ele, "não é justo que Delúbio tenha pena definitiva". "Todos eles (os envolvidos) já pagaram um preço maior do que seus pecados", justificou o líder, para quem "nenhuma pena é eterna". É impressionante como são cristãos estão petistas, praticam o perdão com grande fervor. Questionado sobre uma possível reação do governo Dilma, Vaccarezza alegou que a decisão compete ao Diretório Nacional do PT. Assessor especial da Presidência, Marco Aurélio "Top Top" Garcia disse, por sua vez, que precisa avaliar o caso antes de se manifestar sobre o pedido. "Top Top" Garcia reiterou não acreditar que Delúbio tenha cometido ato de corrupção, mas um "erro político gravíssimo": "Não quero me manifestar. Preciso pensar nisso. Acho que ele causou um dano enorme ao partido. Mas não compartilho dessa tentativa de demonizá-lo como corrupto". Não, claro que, não, Delúbio Soares é um santarrão, um grande santo do petismo. Também integrante do Diretório Nacional do PT, o líder do partido na Câmara, Fernando Ferro (PE), afirma que precisa ser convencido das razões para uma refiliação de Delúbio. "Ele tem o direito e vai pedir a filiação. Estou aberto, mas quero ouvir suas razões. É preciso um motivo que justifique, não só uma questão de amizade", declarou.

Arquivo Nacional pede ato de Dilma para abrir papéis da ditadura

O Diretor do Arquivo Nacional, Jaime Antunes, disse esperar a publicação de um decreto da presidenta Dilma Rousseff para que os documentos do período da ditadura militar que se encontram no órgão possam ser franqueados ao público. De acordo com ele, é preciso levar para o plano nacional iniciativas como a de São Paulo, Paraná, Alagoas e Paraíba, que dão acesso a todos os papéis desde que os interessados assinem um termo se comprometendo a preservar a imagem e honra dos citados na documentação. “Nós queremos um ato específico, que isente o servidor e o Arquivo de responsabilidade por eventual mau uso dos documentos. Hoje nós cumprimos a lei e somos chamados de censores, algo que não somos”, disse ele. Jaime Antunes se refere à Lei da Política Nacional de Arquivo, que prevê o sigilo de 100 anos para documentos que possam comprometer a honra ou imagem de pessoas. Como tal julgamento é subjetivo, um documento, somente por conter um nome próprio, normalmente fica restrito. Para franquear o acesso, afirmou, bastaria um decreto de Dilma nos moldes dos de São Paulo ou Paraná. De acordo com ele, nem mesmo o projeto de Lei de Acesso à Informação, que se encontra no Congresso Nacional, vai garantir o acesso pleno aos documentos. “Lá há itens para distender a situação. Mas há problemas. Ao mesmo tempo que tira a responsabilidade do servidor e do órgão, noutro artigo fala que o órgão também pode ser responsabilizado. Então isso precisa ser revisto”, afirmou Jaime Antunes. O diretor ainda cobrou o Exército e a Marinha, que afirmando ter destruído seus documentos de inteligência, não enviaram nenhum tipo de material ao Arquivo. “Só quem mandou até hoje parte de seus documentos, em fevereiro passado, foi a Aeronáutica, papéis do CISA (Centro de Informações de Segurança da Aeronáutica), que também havia dito que foi tudo queimado. Então, há documentos. Os documentos dos Centros Nevrálgicos de Informação do Exército e da Marinha nunca chegaram ao Arquivo. Os militares, com exceção da Aeronáutica, estão devendo. O Exército só mandou documentos do tempo do Império”, disse ele. Por fim o diretor lembrou que há cerca de três anos aguarda provas da queima dos documentos por parte do Exército e Marinha, mas que nenhum tipo de evidência chegou ao Arquivo Nacional.

Ex-chefe de gabinete de Toffoli assume presidência do INSS

Mauro Luciano Hauschild, chefe de gabinete do ministro José Antônio Dias Toffoli, deixou o Supremo Tribunal Federal e assumirá a presidência do INSS nesta quarta-feira, às 10 horas. A cerimônia será realizada no auditório da sede do INSS, em Brasília. Embora com alguma experiência no setor previdenciário, Hauschild chega ao comando do órgão mais importante da pasta do ministro Garibaldi Alves (PMDB) a pedido de Toffoli e sob a indicação do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), desbancando outros nomes cotados para o cargo. Quer dizer que agora, no Brasil, temos ministro do Supremo pedindo a nomeação de apaniguado seu para cargo no Executivo?