quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Dilma e equipe de transição discutem ampliar e reajustar Bolsa Família

A ampliação do número de beneficiários e o reajuste do valor pago pelo programa Bolsa Família foram alguns dos temas discutidos pela presidente eleita, Dilma Rousseff, com a equipe de transição, integrantes do governo federal e representantes da sociedade civil em reunião nesta quinta-feira, no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília, onde trabalha a equipe de transição de governo. A ministra do Desenvolvimento Social, Márcia Lopes, foi uma das cerca de 30 pessoas presentes à reunião. Ela afirmou que já existem cenários de reajuste para o benefício do programa. “Seguir reajustando o Bolsa Família faz parte da própria lei que criou o benefício e também é uma questão de coerência. Não temos esse dado sobre o percentual. Temos alguns cenários e estudos que serão apresentados para a presidente Dilma e a decisão será dela”, afirmou a ministra. Márcia Lopes afirmou que, em relação à ampliação dos beneficiários, a principal medida pode ser a extensão do benefício para famílias com renda per capita entre R$ 70,00 e R$ 140,00 e que não têm filhos. Atualmente, nessa faixa de renda, o Bolsa Família é pago apenas para quem tem filhos. A estimativa é que 750 mil famílias possam ser beneficiadas com a mudança. A ministra disse que a “tendência” é que a presidente eleita adote a medida. Marcelo Neri, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), destacou que são necessários mais R$ 21 bilhões por ano para erradicar efetivamente a pobreza no País. Esses recursos, segundo ele, não seriam apenas para transferência de renda, mas teriam de ser usados também em políticas públicas de áreas como saúde e educação.

Saiba um pouco sobre o ministro do STJ que manda processar a governadora Yeda Crusius

Matéria publica em 23 de outubro do ano passado, diz: "CNJ: desembargadores e juízes de Alagoas receberam R$ 70 mi ilegalmente em 11 anos - Um relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) apontou que 90% dos desembargadores e juízes de Alagoas receberam R$ 70.164.267,28 de forma ilegal entre janeiro e 1995 a dezembro de 2006. A auditoria, assinada pelo conselheiro Mairan Maia Júnior, foi entregue ao Ministério Público estadual. Segundo o CNJ, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Humberto Eustáquio Soares Martins recebeu, sem "amparo legal", como diz o relatório, R$ 185.060,22 quando era desembargador do Tribunal de Justiça alagoano. Martins foi empossado ministro em 2006. Também segundo o relatório, o desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas terá de devolver R$ 354.526,00 aos cofres públicos. A assessoria do ministro Humberto Martins informou que ele estava em reunião e retornaria a ligação para comentar a denúncia, mas isso não aconteceu. A Associação dos Magistrados (Almagis) e a presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Elisabeth Carvalho do Nascimento, discordaram da forma de cálculo dos valores do relatório, baseado em dados do Tribunal de Contas da União (TCU). Juizes e desembargadores alagoanos estão em Brasília para discutir o assunto com o CNJ e a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Na lista, 210 magistrados alagoanos, incluindo desembargadores, cometeram irregularidades, entre elas: aumento de salário sem lei específica; pagamento de diferenças salariais "sem fundamentação legal, sem decisão judicial e, até mesmo, sem decisão administrativa", além de pagamentos em duplicidade de gratificação natalina; ausência de retenção da contribuição previdenciária e violação do teto constitucional. O CNJ identificou ainda que, dos 233 magistrados, entre ativos, pensionistas e inativos, 84 deles (36%) "possuem alguma relação de parentesco (pai, mãe, filho, filha, mulher, marido, sogra, sogro, avós)". A presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Elisabeth Carvalho do Nascimento, também citada no relatório, saiu em defesa de todos os juízes e desembargadores e discordou da base de cálculo, usada pelo CNJ, para avaliar as diferenças salariais. "Eles se basearam numa planilha errada e não procuraram confirmar se os documentos, de fato, correspondiam aquilo que nos foi pago", contou. "E tem um outro detalhe: o Tribunal de Contas da União não pode opinar sobre a fundamentação ou a constitucionalidade das nossas leis. Só quem pode se posicionar sobre o assunto é o Supremo", afirmou. "Queremos uma declaração escrita ao Tribunal de Justiça, explicando que nós não estamos praticando ilegalidades e nos isentando da responsabilidade de ter praticado essas acusações", disse. O presidente da Almagis, Maurílio Ferraz discordou da base de cálculo. "O TCU cometeu equívocos graves. Os pagamentos foram legais. Se houve equívocos, cada um deve responder pelo que fez", disse. O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB/AL), Omar Coelho, era presidente da Associação dos Procuradores quando autorizou o pagamento ao hoje ministro do STJ Humberto Martins. "Os cálculos foram legais. O ministro era procurador de Estado na época e recebeu este dinheiro não como desembargador do Tribunal de Justiça, mas como procurador. Eram diferenças salariais atrasadas. A associação não entrou nisso de gaiata". Como se vê, a melhor coisa no Brasil é nascer no riquíssimo Nordeste.

Transpetro cancela licitação de três navios do Promef

A Transpetro cancelou a licitação de três navios de produtos que fazia parte da segunda fase do Programa Nacional de Renovação e de Modernização da Frota (Promef), lançada no final de 2007. Segundo o presidente da companhia, Sérgio Machado, o vencedor da licitação e único proponente, o estaleiro Mauá não chegou a um preço adequado. A Transpetro pretende relançar a licitação e concluir todo o processo em 60 dias. A encomenda previa três navios com capacidade para 45 mil toneladas de porte bruto, que deveriam ser entregues em 2012. Não há perspectiva de um atraso grande no processo. Em 2013, a Transpetro espera ter a entrega deste navios. O diretor do estaleiro Mauá, Jorge Camargo afirmou que a empresa vai disputar a nova licitação. Ele não quis comentar o insucesso da companhia no processo licitatório. O estaleiro já havia vencido outra licitação para a construção de quatro navios de produtos no valor de R$ 271 milhões. Nesta sexta-feira o presidente Lula participa no estaleiro Mauá do lançamento ao mar do terceiro navio do Promef, o segundo no próprio estaleiro. Batizado como "Sérgio Buarque de Holanda", em homenagem ao historiador, autor de "Raízes do Brasil", o navio que será lançado tem capacidade para 48,3 mil toneladas de porte bruto. O navio estará operando no segundo semestre de 2011.

STJ manda reincluir Yeda Crusius no processo do Detran

Desde quarta-feira a governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), voltou a constar como ré na ação por improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público Federal que tramita na Vara Federal Criminal de Santa Maria, no âmbito da Operação Rodin. A decisão da reinclusão foi monocrática (pessoal) do ministro Humberto Martins e tomada em recurso do Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul. O advogado de Yeda Crusius, Fábio Medina Osório, disse na noite desta quinta-feira: "A prevalecer orientação monocrática do ministro Humberto Martins, pode-se citar como exemplo a possibilidade de procurador da República e juiz federal de primeiro grau ostentarem legitimidade para processar e julgar por improbidade autoridades como aquelas integrantes das cúpulas dos Tribunais e do Ministério Público, além  do próprio Presidente da República". Fábio Medina Osório irá ao Supremo Tribunal Federal para rediscutir o caso, porque ele envolve princípio constitucional, mas antes disto agravará a decisão do ministro Humberto Martins. A discussão no Supremo deverá ser acirrada, após o exame de agravo junto à Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça.

Vice-presidente José Alencar tem alta após 24 dias internado em hospital de São Paulo

O vice-presidente José Alencar teve alta alta nesta quinta-feira após 24 dias internado, informou o hospital Sírio-Libanês. José Alencar, de 79 anos, foi internado no dia 25 de outubro após uma obstrução intestinal. Há uma semana sofreu um infarto agudo do miocárdio. Ele luta contra um câncer há mais de dez anos e se submete a um tratamento de quimioterapia contra a doença. "O vice-presidente encontra-se estável do ponto de vista cardíaco, apresentou melhora do quadro suboclusivo e seguirá com o tratamento para o sarcoma, ao qual vem se submetendo", informou o hospital em nota.

Tribunal Regional Eleitoral paulista indefere recursos e livra Tiririca de nova prova

O plenário do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo indeferiu nesta quinta-feira, por unanimidade, em caráter liminar, os dois mandados de segurança impetrados pelo promotor eleitoral Mauricio Lopes no processo contra o deputado federal eleito Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca (PR-SP). O mérito dos recursos ainda precisa ser julgado pela corte, mas não há indicação de que o resultado seja revertido. O promotor pedia um novo teste para aferir o grau de alfabetização de Tiririca e alegava que teve o direito de acusação cerceado pelo juiz da 1ª Zona Eleitoral, Aloísio Silveira. Os dois mandados de segurança, na prática, pediam a anulação da audiência. Relator do processo, o juiz do TRE Flávio Yashell votou contra os mandados de segurança do promotor. Seu voto foi acompanhado pelos cinco juízes que acompanhavam o caso. A Corregedoria do Ministério Público de São Paulo abriu na semana passada processo para investigar se o promotor Mauricio Lopes cometeu excessos na ação envolvendo Tiririca.

Acusado por morte do prefeito petista Celso Daniel é condenado a 18 anos de prisão

Quase nove anos após o crime, sete jurados decidiram nesta quinta-feira condenar o primeiro réu no caso do assassinato do ex-prefeito petista de Santo André (SP), Celso Daniel. O réu Marcos Roberto Bispo dos Santos deverá cumprir 18 anos de prisão por homicídio duplamente qualificado em julgamento no Fórum de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. Cinco mulheres e dois homens decidiram que Bispo participou do assassinato, conduzindo o veículo utilizado durante o sequestro de Celso Daniel, encontrado morto com oito tiros em uma estrada de Juquitiba, interior paulista, em 20 de janeiro de 2002. Seis outros acusados ainda irão a júri pelo homicídio, entre eles, o considerado mandante do crime, Sérgio Gomes da Silva, o Sombra. Os jurados acolheram integralmente os argumentos da acusação. Para dosar a pena, o juiz entendeu que não houve agravantes ou atenuantes, mas considerou que Celso Daniel sofreu desnecessária privação de liberdade. Além disso, disse que a sentença “somente realça” a necessidade da prisão preventiva do acusado. O magistrado fez questão de afirmar que reconhece o poder investigativo do Ministério Público, previsto na Constituição Federal, refutando os argumentos da defesa, que também é questionado no Supremo Tribunal Federal por Sombra. “Seria um contra-senso não se entender que o Ministério Público não tem poderes para instruir a ação penal”, afirmou. O juiz afirmou ainda ser “inevitável” dizer que o processo demorou, mas defendeu que “não se pode dizer que não houve esforço do Poder Judiciário”. Ele classificou a ação de “pesadelo para qualquer magistrado”, já que tramita em diversas cidades e as investigações geraram o aditamento da denúncia, com novos réus. Marcos Roberto Bispo dos Santos, que está com a prisão preventiva decretada desde sexta-feira por não ter sido encontrado para comparecer ao julgamento, é considerado foragido. Se decidir se entregar, terá de cumprir o restante da pena em regime fechado. Do contrário, deve figurar no rol de procurados no Estado. Ao todo, ele já passou cerca de oito anos na prisão. O júri teve início diretamente pelos debates, às 10h30, depois que a defesa abriu mão da única testemunha que deveria ser ouvida. O veredicto foi lido pelo juiz Antonio Augusto Galvão de França Hristov, da 1ª Vara de Itapecerica, que também dosou a pena. Pelas novas regras do júri, o resultado da votação é sigiloso. O júri pode ser decisivo para os demais acusados pelo crime. Os jurados entenderam que o crime foi praticado por motivo torpe, almejando recompensa, e com emprego de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, qualificadoras que aumentaram a pena, que vai de 12 a 30 anos para homicídio doloso. O promotor Francisco Cembranelli afirmou que Celso Daniel morreu porque pretendia deter o enriquecimento pessoal, fruto de corrupção, dos envolvidos em um escândalo de fraude e propina na prefeitura de Santo André (SP), onde ele tinha como um dos seus homens de confiança o atual chefe de gabinete da Presidência da República. Segundo ele, o prefeito era conivente com os desvios até o momento em que os envolvidos passaram a enriquecer às custas das propinas, e não só a abastecer o caixa do PT. O promotor negou se tratar de um crime comum: “Para aqueles que almejavam o enriquecimento ilícito, Celso Daniel passou a ser um estorvo”, disse ele. O ex-prefeito foi encontrado morto em 20 de janeiro de 2002, em uma estrada de terra em Juquitiba (SP), com marcas de tortura e alvejado por oito tiros. Ele havia sido sequestrado dois dias antes. Celso Daniel e o assessor Sérgio Gomes da Silva, conhecido como Sombra, haviam jantado em um restaurante em São Paulo e voltavam para Santo André em uma Pajero blindada. No caminho, o carro foi interceptado, Sérgio Sombra destravou as portas e o prefeito foi levado por sete homens armados. Para o Ministério Público, o sequestro foi simulado pelo empresário, que encomendou a morte do amigo. Envolvidos no caso foram mortos ao longo da investigação. Por medo de represálias, familiares de Celso Daniel se refugiaram na França, tornando-se os primeiros exilados do Brasil na pós-redemocratização, em pleno regime petista. Em abril, o irmão do ex-prefeito, Bruno José Daniel Filho, reclamou, em carta, da demora no julgamento, que só foi determinado em março deste ano. Também são acusados pelo crime, sem previsão de julgamento porque aguardam recurso, José Edson da Silva, Elcyd Brito, Ivan Rodrigues (o Monstro, apontado como chefe da quadrilha), Itamar dos Santos e Rodolfo Rodrigo Oliveira. A ação contra Sombra corre separada, por homicídio triplamente qualificado. Todos estavam presos desde 2002. Em março, o Supremo Tribunal Federal concedeu habeas corpus a três réus em razão da demora no processo. Apenas Marcos Roberto Bispo dos Santos foi solto, já que os outros tinham prisões decretadas por outros crimes. Elcyd fugiu do CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Pacaembu (a 603 quilômetros de São Paulo) em agosto. Ao longo das investigações morreram os seguintes envolvidos: Dionísio Aquino Severo - suposto sequestrador de Celso Daniel e uma das principais testemunhas no caso, foi morto por uma facção rival antes de ser ouvido sobre o crime; Sergio 'Orelha' - teria escondido Dionísio após o sequestro, ele foi fuzilado em novembro de 2002; Otávio Mercier - Investigador da Polícia Civil que telefonou para Severo na véspera da morte de Daniel, foi morto a tiros em sua casa; Antonio Palácio de Oliveira - o garçom que serviu Celso Daniel na noite do crime, morreu em fevereiro de 2003, após ser perseguido em sua moto; Paulo Henrique Brito - testemunhou a morte do garçom e foi morto com um tiro nas costas, 20 dias depois; Iran Moraes Redua - o agente funerário foi o primeiro a identificar o corpo de Celso Daniel e chamou a polícia, ele morreu com dois tiros em novembro de 2004; Carlos Alberto Delmonte Printes - médico-legista, que constatou indícios de tortura ao examinar o corpo do petista Celso Daniel.

Base de celular cresce 1,55% e supera um aparelho por habitante

A base de celulares no Brasil cresceu 1,55% em outubro em comparação com setembro, alcançando 194,44 milhões de acessos, de acordo com números divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nesta quinta-feira, com o País ultrapassando pela primeira vez a marca de um celular por habitante. Isso é o mais retumbante sucesso da política de privatização do setor de telecomunicações iniciada no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Essa privatização livrou os brasileiros da algema de incomunicabilidade estabelecida pelas estatais do setor. Em outubro foram adicionadas quase 3 milhões de novas habilitações, fazendo a penetração da telefonia móvel subir para 100,44 acessos por 100 habitantes, contra 98,98 em setembro. Dos acessos móveis, 82,19% são pré-pagos e os demais 17,81%, pós pagos. De janeiro a outubro, a quantidade de novos acessos registrada é de 20,48 milhões, a segunda maior já registrada para o intervalo, atrás apenas do contabilizado em igual intervalo de 2008. A Vivo, unidade de telefonia móvel da Telefónica no Brasil, terminou setembro com market share de 30,03%, ante 30,14% em setembro, com um total de 58,4 milhões de clientes. A Claro, braço brasileiro de telefonia celular do conglomerado América Móvil, terminou o mês passado com 25,58% de fatia de mercado, contra 25,47% em setembro, com 49,74 milhões de assinantes. A TIM Participações teve novamente o maior ganho em market share do período entre as quatro maiores operadoras. No fim de setembro a operadora tinha 24,67% de participação de mercado, contra 24,52% em setembro, totalizando 47,97 milhões de usuários. A Oi, empresa em que a Portugal Telecom fez acordo para adquirir participação, terminou setembro com 19,35% de participação de mercado, abaixo dos 19,51% em setembro, com quase 37,62 milhões de clientes.

Projeto obriga casas de São Paulo a ter telhado branco

Projeto de lei já aprovado em primeira votação na Câmara Municipal propõe que as novas casas construídas na capital sejam obrigadas a ter o telhado pintado de branco. A intenção é de caráter ambiental: o branco absorve menos sol e ajuda a combater as ilhas de calor da cidade. Agora o texto precisa ser aprovado em segunda votação antes de ser enviado à sanção do prefeito Gilberto Kassab (DEM). A aprovação ocorreu na quarta-feira passada, em votação simbólica. Para o vereador Antônio Goulart (PMDB), autor do projeto, se toda a cidade adotasse os telhados da cor branca, a temperatura da capital poderia ser até 2˚C mais baixa. Ele diz que a votação definitiva do projeto deve ocorrer na próxima semana. O projeto acrescenta um artigo à Lei 11.228, de 1992, que determina as regras para a construção de imóveis na cidade. A idéia é defendida há cerca de três anos pela Organização Não-Governamental Green Building Council Brasil, que deu subsídios aos dados divulgados pelo parlamentar. O argumento é que os telhados escuros retêm mais luz do Sol e, assim, ficam mais quentes. Como 25% do terreno das cidades corresponde aos telhados, ainda de acordo com a ONG, esse material combateria a formação de ilhas de calor. Físicos concordam com a iniciativa, mas dizem que outros fatores devem ser analisados. Segundo o professor Claudio Furukawa, do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP),"o branco reflete todas as cores"."Pode chegar a 5˚C, 6˚C a diferença de temperatura entre um carro preto (cor que absorve todas as cores) e um carro branco", exemplifica. Segundo ele, outro elemento que tem de ser levado em conta é o material do qual a casa é feita.

Estudo descobre que bebês julgam intenções boas e más

Pesquisadores do Instituto Max Planck de Antropologia Evolucionária, na Alemanha, relatam que crianças com até três anos são menos propensas a ajudar alguém depois que o veem fazendo mal a outra pessoa - neste caso, atores adultos rasgando o desenho ou quebrando o pássaro de argila de outro adulto. O mais intrigante é que as crianças julgaram as intenções das pessoas. Quando alguém tentava fazer mal ao outro, mas não conseguia, as crianças ficavam menos propensas a ajudar aquelas pessoas em outra ocasião. Porém, quando observavam uma pessoa fazer o mal acidentalmente a outro, eles demonstravam mais chances de ajudar aquela pessoa. "Há tempos se pensava que era apenas numa idade mais avançada, por volta dos 5 ou 6 anos, que as crianças ficavam conscientes das intenções das pessoas", disse Amrisha Vaish, uma autora do estudo e psicóloga desenvolvimentista do Instituto Max Planck. "Ajudar somente aqueles que ajudam os outros é, na verdade, uma habilidade bastante sofisticada". Trata-se de uma forma de cooperação que provavelmente permitiu o surgimento e a manutenção da sociedade humana como ela é hoje, afirmou ela. A pesquisa aparece na revista "Child Development".

Presidente do PT nega que Dilma irá criar ministérios para acomodar aliados

O presidente do PT José Eduardo Dutra negou nesta quinta-feira que a presidente eleita Dilma Rousseff irá ampliar o número de pastas para acomodar todos os aliados. "Essa não é a intenção da presidente. Durante a campanha, ela fez referência à criação de um novo ministério (micro e pequenas empresas), mas isso não foi em função de acomodação", disse ele. José Eduardo Dutra, que é também um dos coordenadores da equipe de transição, afirmou que ainda está em análise a proposta do vice-presidente eleito, Michel Temer, de realizar um rodízio entre PT e PMDB apenas na Câmara dos Deputados, sem considerar o Senado.

Tucanos decidem reorganizar partido e exigir das bases

Em reunião esvaziada, a primeira realizada depois da eleição na qual José Serra foi derrotado por Dilma Rousseff (PT) na corrida pela Presidência da República, o PSDB decidiu que é preciso reorganizar o partido e movimentar as bases eleitorais. A meta é chegar à eleição municipal de 2012 com o candidato à eleição presidencial de 2014 escolhido. A primeira ação do partido será atualizar o cadastro de filiados. O PSDB calcula ter registrado 230 mil filiados, mas a cúpula admite que a militância não está ativa. Claro, diante da incompetência de todas as lideranças partidárias, a culpa agora recai sobre as bases. "Queremos montar o partido em todos os municípios do Brasil", afirmou o presidente do Instituto Teotônio Vilela, Luiz Paulo Veloso Lucas. O objetivo é ter esse cadastro refeito e conseguir novos filiados até março, quando haverá eleição para os diretórios municipais. A eleição deve ocorrer até o dia 20 daquele mês. As eleições dos diretórios regionais e do diretório nacional devem ocorrer, respectivamente, nos dias 17 de abril e 29 de maio. Como incompetente protege incompetente, o encontro serviu para promover a recondução do atual presidente do partido, senador neocoronel Sérgio Guerra (PE). Resumindo: nesse trote não vai mudar nada. O PSDB não fará a oposição necessária, como não fez nos oito anos de governo lulista, o que já levou o partido à terceira derrota presidencial consecutiva.

Anatel aprova medida que permite a bancos e lojas atuarem no mercado de celular

O Conselho Diretor da Anatel aprovou nesta quinta-feira a regulamentação dos operadores móveis virtuais, conhecidos pela sigla MVNOs. Com a decisão, qualquer empresa poderá se coligar a uma operadora de telefonia móvel para prestar esse serviço, como bancos e lojas. A aprovação da agência abre a possibilidade, por exemplo, para que bancos ofereçam serviço por meio do celular, como operações de débito e crédito, tornando desnecessário o uso de cartão. A entrada dos bancos na telefonia é o passo que faltava para a massificação do uso do celular como cartões de débito e crédito, novidade que promete mudar os pagamentos eletrônicos no País. Com as novas regras, qualquer empresa poderá se associar a uma operadora móvel (TIM, Vivo, Claro e Oi) para prestar serviços de telefonia. Pão de Açúcar, Casas Bahia, Carrefour e Pernambucanas já têm projetos para virar teles, mas são os bancos que vão acelerar esse processo porque têm um interesse comum: redução de custos. As transações feitas pelo celular geram gastos equivalentes a um décimo dos custos com cartões de plástico. Com a medida, a Anatel permitirá que os bancos escolham dois caminhos na telefonia celular. No primeiro, o banco comprará no atacado milhões de minutos das teles e depois venderá (ou repassará como prêmio) aos clientes. Na segunda opção, os bancos alugam a rede da operadora e prestam o serviço diretamente ao cliente, dando suporte técnico e respondendo pelas reclamações.

Guido Mantega aceita o convite de Dilma Rousseff para permanecer no Ministério da Fazenda

A presidente eleita, Dilma Rousseff, fez nesta quinta-feira o convite para que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, continue à frente do cargo a partir de janeiro do próximo ano e o ministro aceitou o convite. A conversa aconteceu nesta quinta-feira na Granja do Torto e durou cerca de duas horas e meia. Na mesma reunião estavam presentes também o chefe de gabinete do presidente Lula, Gilberto Carvalho, e o assessor da petista, Giles Carriconde Azevedo, cotado para ser chefe de gabinete do próximo governo. A manutenção de Guido Mantega no cargo tem forte presença de Lula. Em reunião realizada na noite de terça-feira, à noite, no Palácio da Alvorada, o presidente voltou a defender a manutenção de Mantega no comando da Fazenda. Dilma não fará o anúncio oficial até que ela defina um nome para a Presidência do Banco Central, o que deve ocorrer nos próximos dias. Dilma Rousseff preferia trocar a presidência do Banco Central, mas diminuiu sua resistência em manter Henrique Meirelles porque está preocupada com uma piora da economia mundial e seus efeitos no Brasil no começo de seu governo.

PDT apresenta nome para o secretariado do peremptório Tarso Genro

O PDT do Rio Grande do Sul já decidiu os nomes que indicará para que façam parte do governo do peremptório petista Tarso Genro. O partido quer colocar Afonso Mota, primeiro suplente de deputado federal, na Secretaria da Agricultura. O partido sequer examinou se esta indicação não representaria alguma espécie de conflito de interesses, já que Afonso Mota foi diretor do grupo de comunicações RBS e comandava o Canal Rural. A Secretaria da Agricultura é responsável pela organização da Feira Internacional de Esteio e de todas as outras centenas de feitas rurais que ocorrem no Estado durante o ano, com a participação de seus técnicos veterinários. O partido também indicou o deputado estadual (não eleito para federal) Kalil Sehbe para ocupar a inexpressiva Secretaria de Esportes, na expectativa de que a área crescerá de interesse por causa da Copa do Mundo e dos negócios envolvendo este evento. Ocorre que Porto Alegre terá poucos mais de três jogos desta competição. Por último, o PDT indicou Flávio Lammel (ex-presidente da Famurs) para o futuro Gabinete dos Prefeitos.

Dado Dolabella volta a entrar em delegacia por agressão a mulher

O ator Dado Dolabella prestou depoimento na manhã desta quinta-feira na 14ª Delegacia de Polícia do Leblon sobre a nova queixa de agressão feita por sua ex-mulher, a publicitária Viviane Sarahyba. Ao deixar a delegacia, Dolabella, que estava acompanhado do advogado Michel Assef Filho, afirmou que "se ela (Viviane) fizesse alguma coisa da vida, trabalhasse, não tentaria tentar me prejudicar". Segundo Viviane Sarahyba, a briga entre o casal aconteceu na casa do ator quando ela levou o filho para visitar o pai. Durante o desentendimento, Dado teria segurado a ex-mulher pelo braço. Ela não gostou na atitude do artista e registrou o caso na delegacia. "Quero apenas ser respeitada como mãe e como mulher", afirmou a publicitária. Em agosto, a Justiça já havia determinado que Dolabella deixasse a casa onde morava com Viviane Sarahyba, no Rio de Janeiro, após ela denunciar que vinha sofrendo agressões físicas. Na ocasião, a juíza Maria Cristina Brito Lima, da Vara da Família da Barra da Tijuca, afirmou que uma "farta documentação comprova que a autora Viviane vinha sofrendo agressões físicas por parte do réu". O casal se conheceu em março de 2009, cinco meses depois do fim do noivado com Luana Piovani. Cerca de dois meses depois se casaram, quando ela já estava grávida. Em seguida, ele participou do reality show "A Fazenda", da TV Record, em que ganhou R$ 1 milhão. No início de agosto, Dolabella foi condenado por agredir a ex-noiva Luana Piovani e uma camareira. Sua pena foi estipulada em dois anos e nove meses em regime aberto. O ator foi indiciado pela Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) por lesão corporal leve em função de ter agredido Luana Piovani na boate 00, na zona sul do Rio de Janeiro, em 22 de outubro de 2008. O indiciamento foi feito com base na Lei Maria da Penha. O laudo atestava que a atriz teve uma escoriação no dorso da mão direita, medindo três por três milímetros, e uma mancha causada por uma pancada no braço esquerdo. As imagens do circuito de câmeras da boate desmentiram a versão do ator, que havia negado a agressão. A gravação também comprova que Dado empurrou a camareira Esmeralda de Souza Honório, 62, pelo braço, quando ela tentou intervir. É impressionante o histórico deste sujeito.

Milionários brasileiros têm R$ 337 bilhões aplicados em bancos

Os brasileiros de alta renda têm R$ 337 bilhões aplicados nas áreas privates dos bancos do País, segundo levantamento inédito da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). A expectativa é que esse mercado cresça entre 20% e 21% este ano, influenciado por fatores como o aquecimento da economia, segundo o executivo Rogério Pessoa, da Anbima. Para ser considerando um investidor da área private dos bancos, em geral, é necessário ter no mínimo R$ 1 milhão aplicado. A estimativa da Anbima é que o número total desses aplicadores pode chegar a 150 mil pessoas no Brasil. Os produtos preferidos das pessoas de alta renda são fundos de investimento, que respondem por 42% das aplicações. Papéis de renda fixa, como títulos emitidos pelo governo, respondem por 34%. As ações de empresas lançadas da bolsa ficam com 19%. Os 5% restantes estão investidos em outros produtos, como poupança e planos de previdência, segundo o levantamento da Anbima. Diferentemente do investidor comum, as pessoas de alta renda possuem um perfil mais arriscado. Apenas 13% aplicam em fundos de renda fixa, os mais conservadores. Os preferidos são os multimercados, carteiras de maior risco, que aplicam em ações, renda fixa, moedas e derivativos. Essas aplicações respondem por 52% da alocação de recursos. Quando se considera todo o setor de fundos brasileiro, a alocação em multimercados é bem menor, de 24%. Já na renda fixa, o porcentual é maior, de 28%. Quando se considera a distribuição nacional dos recursos dos milionários, São Paulo concentra a maior parte das aplicações, com 56% dos recursos. No Rio de Janeiro estão 18%; em Minas Gerais e Espírito Santos, 9%. A região Sul responde por 13%, seguida pelo Nordeste, com 9% e Centro-Oeste com 2%. A região Norte apresentou número muito pequeno e por isso não aparece na estatística. Este é o primeiro levantamento que a Anbima fez do mercado de private banking no Brasil.

Clube de Paris e Brasil anulam toda a dívida da República Democrática do Congo

Os credores públicos do Clube de Paris e o Brasil decidiram anular a totalidade da dívida que a República Democrática do Congo tinha com eles, o equivalente a US$ 7,35 bilhões, informa um comunicado da instituição que reúne 19 países desenvolvidos. A decisão foi anunciada após uma reunião na quarta-feira entre o Clube de Paris e o Brasil com representantes do governo da República Democrata do Congo. A medida é parte da chamada iniciativa reforçada a favor dos países pobres muito endividados. O princípio do acordo foi alcançado em julho, com o qual a República Democrática do Congo, devastada por anos de guerra, passou a aspirar a redução da dívida externa pública, que no fim de 2009 chegava a US$ 13,7 bilhões, segundo o Fundo Monetário Internacional e a Associação Internacional para o Desenvolvimento.

Estudo mostra terapia que reduz à metade as mortes por problemas do coração

Um estudo apresentado nos Estados Unidos mostra que a a terapia genética poderia restaurar a capacidade de bombeamento do coração em cardiopatas. "Esta é a primeira vez um teste apresenta demonstrações de melhora em pacientes com problemas cardíacos avançados", comenta o autor, o cirurgião Donna Mancini, professor no Departamento de Medicina e Cirurgia da Universidade de Columbia. O tratamento é feito com a reposição dos níveis de enzima necessárias para que o coração funcione com eficiência, usando para isso um gene, o Serca2a. Foram escolhidos aleatoriamente 39 pessoas com problemas no coração. Depois de seis meses e um ano de testes, os pacientes que receberam o gene tiveram diminuídos para metade os riscos de hospitalização, de ataque cardíaco, de transplante cardíaco e de risco de morte, diz o cirurgião. Se os resultados se confirmem em experimentos futuros, o tratamento pode ser uma alternativa para o transplante de coração. Mancini apresentou seu trabalho nesta semana, durante a conferência anual da Associação Americana do Coração, em Chicago, nos Estados Undios.

Deputada dá tapas em colega em meio a crise parlamentar na Argentina

Em meio a um debate acalorado, uma deputada peronista agrediu um político do governo durante uma sessão parlamentar na Argentina, na quarta-feira. As imagens foram parar na internet e viraram sensação no YouTube. A reunião era uma importante tentativa dos parlamentares conseguirem o quorum necessário para aprovar o orçamento de 2011, envolto por acusações de que o Legislativo esteja sendo influenciado por um esquema de subornos. "Cansei. Estou farta de me acusar de ser uma senhora de alguém. Sou a senhora de alguém e não tenho nenhum inconveniente, mas ele está acostumado a me agredir. E a impotência faz às vezes acontecer essas coisas", afirmou a deputada Graciela Camaño depois de atingir o congressista Carlos Kunkel. Ela começou a esbofetear na boca Kunkel depois de se levantar de sua cadeira para se aproximar do político, que estava discursando.

Após a investida, o deputado fez graça da situação e bateu palmas. Ela então pediu desculpas aos presentes, ao sair da Câmara, mas deixou claro que não queria o perdão de Kunkel. De acordo com normas constitucionais da Argentina, Kunkel pode apresentar uma reclamação contra a deputada. O marido da Camaño é o sindicalista Luis Barrionuevo, contrário à presidente Cristina Kirchner e partidário do ex-presidente Eduardo Duhalde. Nesta quinta-feira a legisladora reconheceu que criou "uma cena patética" e que deveria "acertar as contas" pela falta. "Me pegou com o tema matrimonial. Kunkel não tem cacife para enfrentar meu marido e lhe dizer coisas que sente. Se fosse realmente um homem e tivesse alguma questão pendente com Barrinuevo, deveria resolver diretamente com ele", justificou a deputada à imprensa argentina. A política argentina é talvez pior do que a brasileira, é cheia de políticos desqualificados e desclassificados, desde o mais alto até o mais baixo nível.

Petrobras voltará a converter navio em plataforma no País depois de dez anos

O casco de um navio voltará a ser convertido para que possa ser usado como plataforma no País, depois de dez anos sem qualquer obra semelhante. A Petrobras pretende lançar, no início do próximo ano, a licitação para a construção dos módulos de produção do campo de Siri, na bacia de Campos. A idéia, segundo o gerente executivo de engenharia da estatal, Pedro Barusco, é que a fase inicial da plataforma P-64 seja feita no estaleiro Inhaúma, situado na zona portuário do Rio de Janeiro. O estaleiro, abandonado há anos, será recuperado pela estatal. O executivo explicou que já foi pedida a licença para a operação do estaleiro, e os trâmites burocráticos estão em andamento. No princípio do próximo ano deverá ser iniciada a reforma do dique do estaleiro, que começará a receber os primeiros materiais para que tenha condições de operar novamente. A última conversão de um navio para que possa operar também como plataforma de petróleo foi feita há dez anos, na obra da P-48. Desde então, a Petrobras fazia essa adaptação no exterior. Com isso, o conteúdo nacional (volume de equipamentos e serviços produzidos no Brasil) da P-64 deverá ser ainda maior, chegando perto de 80% do total da plataforma. Atualmente, a exigência mínima é que 65% seja feito no país. Segundo a Petrobras, esse índice vem alcançando 75% em algumas unidades.

EBX, de Eike Batista, oferece US$ 1,2 bilhão por mineradora de ouro do Canadá

A EBX, holding do empresário Eike Batista, lançou uma oferta hostil de compra da mineradora canadense Ventana, cujo principal ativo é um projeto de produção de ouro na Colômbia. Se conseguir adquirir todas as ações em circulação no mercado, o grupo brasileiro desembolsará US$ 1,2 bilhão. Eike Batista já possui uma participação de 20% na Ventana. O Conselho de Administração da mineradora deve se reunir nos próximos dias para analisar a oferta, que não foi negociada com a companhia. Segundo comunicado da EBX, a oferta será quitada em dinheiro (com recursos próprios em caixa) e pode contar com um possível financiamento. Embute, diz, um prêmio de 26% sobre o valor das ações da Ventana Bolsa de Toronto na terça-feira. A expectativa do grupo de Batista é fechar a operação em 35 dias. A mina em desenvolvimento da Ventana, uma empresa especializada em pesquisa mineral, se localiza a 400 quilômetros de Bogotá. Batizada de La Bodega, tem capacidade estimada de produção de até 11 toneladas de ouro ao ano. A oferta da EBX ocorre num período de forte valorização do preço do ouro, metal precioso cuja cotação costuma subir em tempos de crise. Eike Batista às suas origens. O empresário começou a amealhar sua fortuna intermediando a compra e a venda de ouro e diamantes na Amazônia nos anos 80.

Grupo ligado à Al Qaeda ameaça Israel em gravação em hebraico

O grupo Jemaa Ansar Al Sunna, ligado à rede terrorista Al Qaeda, divulgou nesta quinta-feira uma mensagem em hebraico na qual ameaça Israel e os judeus. Foi a primeira vez que terroristas divulgaram ameaça na língua do povo judeu. A gravação, de 30 segundos, foi publicada no site Orgulho do Islã (www.shamikh1.net), com vários erros gramaticais e de pronúncia. Uma voz grave e distorcida diz que os "judeus agressores, os que matam nossos irmãos" não estarão seguros de ataques com foguetes até que deixem a "terra da Palestina". O locutor se identifica como membro do grupo Jemaa Ansar Al Sunna, Comunidade de Apoiadores de Sunna, que atua na faixa de Gaza. "Não conhecereis a segurança. Nossos foguetes seguirão se Deus quiser, se não saís da terra da Palestina. Que saibais que vossos cidadãos não se sentirão seguros em nenhum lugar, se Deus quiser", disse a voz. A mensagem atribui as ameaças à morte dos milicianos palestinos Mohammed Nimnim e Islam Yassin, em ataques aéreos das forças israelenses, em 3 e 17 de novembro. Eles eram terroristas chefes do Exército do Islã, grupo terrorista islâmico palestino inspirado pela Al Qaeda. Israel os acusa de ter planejado ataques contra israelenses em Sinai.

Teólogo alemão Gotthold Hasenhüttl abandona a Igreja Católica

O teólogo crítico alemão Gotthold Hasenhüttl abandonou oficialmente a Igreja Católica, da qual pediu sua saída no registro civil de Saarbrücken. O professor emérito de teologia, de 76 anos, considera que a Igreja Católica nada mais é do que "uma corporação administrativa" interessada exclusivamente em arrecadar seus impostos religiosos, razão pela qual não pode ser considerada "uma comunidade de fé". Hasenhüttl também joga na cara da cúpula da Igreja Católica da Alemanha sua forma deficiente de abordar os casos de abusos sexuais cometidos por religiosos com menores de idade, escândalo que sacudiu a Alemanha durante os últimos meses. O abandono da Igreja Católica perante o registro civil é o passo legal necessário para ser eximido do pagamento de impostos religiosos na Alemanha em benefício dessa confissão. "A instituição da Igreja já não se preocupa com o indivíduo e nem com os impulsos teológicos, mas trata-se de uma instituição paralisada e de orientação fundamentalista", declara Hasenhüttl. O teólogo entrou em colisão com a alta hierarquia da Igreja Católica em 2003, quando foi suspenso do sacerdócio por convidar fiéis protestantes a participar de uma eucaristia católica durante a primeira Jornada Ecumênica da Igreja, em Berlim. Como Hasenhüttl não demonstrou arrependimento por sua iniciativa ecumênica, o então bispo de Trier e hoje arcebispo de Munique, o conservador Reinhard Marx, lhe proibiu em 2006 de continuar o exercício da docência em teologia. O teólogo recorreu ao Conselho Papal de Textos Legais que, em 2006, destacou que um simples abandono formal da Igreja não pressupõe uma perda da fé, razão pela qual o afetado não é, por isso, excomungado. Gotthold Hasenhüttl expressa ainda sua decepção pela falta de resposta a uma carta enviada ao atual bispo de Trier, Stephan Ackermann, na qual anunciava que "sem dúvida" não abandona "a Igreja Católica como comunidade de fé". "Se a Igreja Católica como instituição voltar a se orientar pela mensagem de Jesus Cristo, buscarei novamente meu lugar nela", escreveu o teólogo em sua carta ao bispo para a qual ainda espera resposta.

CCJ do Senado aprova PEC que permite à população sugerir plebiscito e referendo

Uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que permite aos cidadãos sugerir ao Congresso a realização de plebiscito ou referendo sobre temas de interesse nacional foi aprovada nesta quarta-feira pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal. A proposta dividiu a opinião dos senadores, alguns deles preocupados com a insegurança jurídica que ela pode causar. Plebiscito é a consulta pública sobre determinado assunto que, se aprovado, torna-se lei. O referendo é a consulta popular sobre uma lei existente. Ambas as situações só podem ser propostas, atualmente, por parlamentares ou pelo presidente da República. Pela emenda aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça, plebiscito e referendo poderão ser propostos por iniciativa popular, contanto que subscrito por, no mínimo, 1% do eleitorado nacional, distribuído por pelo menos cinco Estados, com não menos de 0,3 % dos eleitores de cada um deles. O Congresso Nacional, no entanto, ainda daria a última palavra sobre a realização ou não da consulta popular. A PEC segue agora para votação em plenário e, se aprovada, vai para análise da Câmara dos Deputados. Propostas sobre aborto, proteção às minorias e reserva de cotas são algumas dos assuntos que poderiam entrar na agenda do parlamento a partir da iniciativa popular, aponta o autor da PEC, senador Sérgio Zambiasi (PTB-RS), um protopetista, que se encontra a completo serviço deste partido. A aprovação desta medida significa que cerca de um milhão e meio de eleitores brasileiros, de um universo de mais de 136 milhões de eleitores, distribuídos por no mínimo cinco Estados (entre 27), poderão apresentar uma emenda que virá a ser aprovada por um Congresso controlado completamente pelo bolivarianismo petista. Então a campanha nacional será tremenda para a aprovação do  conteúdo, por exemplo, casamento de gays, adoção por gays, aborto, proibição de crucifixos em escolas e demais prédios públicos, etc... É assim que se instala a chamada "ditadura popular".

Comissão da Câmara aprova inserção gratuita de 10 minutos semanais na TV e rádio para centrais sindicais

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou nesta quarta-feira proposta que assegura às centrais sindicais 10 minutos semanais de transmissão gratuita em emissoras rádio e televisão. As transmissões deverão ser em bloco ou em inserções de 30 segundos a um minuto, no intervalo da programação normal das emissoras. O texto estabelece também que os programas produzidos pelas centrais sindicais deverão ser transmitidos entre as 6 horas e as 22 horas das terças-feiras, com a finalidade exclusiva de: a) discutir matérias de interesse de seus representados; b) transmitir mensagens sobre a atuação da associação sindical; c) divulgar a posição da associação em relação a temas político-comunitários. A proposta inclui a regra no Código Brasileiro de Telecomunicacões (Lei 4.117/62) e estabelece que as emissoras de rádio e televisão terão direito a compensação fiscal pela cessão do horário gratuito. O texto aprovado na comissão é o substitutivo do deputado Roberto Santiago (PV-SP) ao Projeto de Lei 6257/09, do deputado Vicentinho (PT-SP), que tramitava apensado ao projeto principal (PL 6104/09), da deputada federal comunista Manuela D’Ávila (PCdoB-RS). O projeto da parlamentar gaúcha previa 10 minutos diários de programação sindical em rádio e TV, sete vezes mais que o texto aprovado.

Ditador Chávez extradita três terroristas das Farc e do ELN para a Colômbia

A ditadura da Venezuela extraditou três terroristas para a Colômbia nesta quarta-feira. Segundo o ministério do Interior, eles são acusados de sequestro e resistência à prisão e cometeram crimes graves no país vizinho. "Atuando estritamente conforme a Constituição, o governo do presidente Hugo Chávez decidiu expulsar Oswaldo Espinoza, Nelson Navarro e Priscila Ayala, além de processar outros quatro colombianos que não foram solicitados pela justiça colombiana", diz a nota. Segundo o ministério da Defesa colombiano, Espinoza pertence às  Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc, organização terrorista e traficante de cocaína), e os outros dois ao Exército de Libertação Nacional (ELN). Os três extraditados foram levados por oficiais venezuelanos até a cidade de Cúcuta, na fronteira entre os dois países, e de transladados à Divisão Antinarcóticos da Polícia, em Bogotá. O ditador venezuelano Hugo Chavez ficou bem mais cordato depois que o exército colombiano, em sucessivas operações bem sucedidas, matou vários chefes das Farc e apreendeu centenas de discos rígidos de seus computadores, onde estão milhares de arquivos relatando as ligações internacionais dos terroristas.

Lula reage para barrar ‘blocão’ do PMDB e faz advertência aos aliados

Foi rápida e forte a reação do presidente Lula à montagem de um "blocão" na Câmara dos Deputados liderado pelo PMDB, com 202 deputados, do qual participariam também o PR, PP, PSC e PTB. Menos de cinco horas depois do anúncio do bloco, o presidente Lula deu o troco. E arrancou do blocão o PR e o PP. Primeiro, Lula convocou ainda na noite de terça-feira, ao Palácio da Alvorada, a presidente eleita, Dilma Rousseff, e o ex-ministro Antonio Palocci, para orientá-los a não ceder espaço no futuro governo aos partidos que formaram o bloco. Depois, foi deflagrada uma operação nos partidos médios para desfazer o que havia sido montado pelo PMDB. "O PR é aliado do governo e da presidente Dilma. Faz parte do governo. Não faremos nada em desacordo com o governo", declarou a seus comandados o senador Alfredo Nascimento (AM), presidente do partido e ex-ministro de Lula. Ele disse que qualquer decisão terá de passar pela Executiva e não está nos planos a formação de um bloco. De acordo com um interlocutor de Lula, o presidente falou a Dilma das armadilhas que são preparadas pelos aliados no Congresso, como a da formação do blocão, e a orientou a evitar reação mais forte, pois ele trabalharia para abortar o movimento.

Pintura valiosa desaparecida na 2ª Guerra volta à universidade herdeira de judeu

Uma pintura do artista flamenco Jan Brueghel, "O Jovem", desaparecida durante o nazismo, foi devolvida nesta quarta-feira pela Holanda à Universidade Concórdia, em Montreal, herdeira de um marchand judeu alemão. A obra do pintor da escola renascentista flamenca (1601-1678) havia desaparecido antes ou durante a Segunda Guerra (1939-45), e foi finalmente localizada na Holanda. O quadro de Brueghel, que estava em exposição no museu Noordbrabants de Bois-le-Duc (Den Bosch), Holanda, foi enviado à Universidade Concórdia de Montreal, que herdou a coleção de arte de Max Stern, morto em Paris, em 1987. A Universidade Concórdia, assim como a McGill (também em Montreal) e a Universidade Hebraica de Jerusalém são as herdeiras da coleção Stern. Intitulado "Alegoria da terra e da água", o óleo sobre cobre ilustra um almoço ao ar livre e é uma obra típica do pintor da escola flamenca: luminosa e caracterizada por detalhes minuciosos. As autoridades da universidade canadense receberam o quadro em uma cerimônia organizada no Instituto do Patrimônio Cultural Holandês em Haia, na presença de funcionários do governo. Ameaçado pelos nazistas, Max Stern foi obrigado a fechar sua galeria em Düsseldorf (oeste da Alemanha) em dezembro de 1937. Fugiu primeiro para Londres, e depois, para o Canadá. Na fuga, precisou abandonar ou doar cerca de 40 quadros e esculturas, que foram vendidas depois pela Gestapo.

Carteira de fundos de pensão pode chegar a 40% do PIB em 10 anos

Na estimativa de Devanir Silva, coordenador-executivo do 31º Congresso Brasileiro dos Fundos de Pensão, que acontece desde ontem e vai até amanhã em Olinda (PE), os investimentos nos fundos de pensão têm potencial para subir para valores próximos a 40% do PIB, em até 10 anos. "Os fundos de pensão reúnem no Brasil 2,6 milhões de participantes, enquanto cerca de 30 milhões de brasileiros têm carteira assinada e 92 milhões fazem parte da população economicamente ativa. Dentro desse perfil de investidor há muito espaço para crescer", avalia. Desde 2003, os investimentos dos fundos têm alcançado rentabilidades enormes. "O setor alcançou 257% de rentabilidade ante uma meta atuarial que pedia rentabilidade de 130%", comemora Mendonça. A meta atuarial relaciona a rentabilidade mínima necessária de um investimento em previdência com os seus compromissos futuros, de acordo com a expectativa de vida e outros fatores relativos ao perfil do investidor. Até junho deste ano, a rentabilidade dos fundos de investimento chegou a R$ 55,3 bilhões, mas a estimativa é que o superávit chegue a R$ 57,1 bilhões em dezembro. O montante da carteira total do setor é estimado em R$ 536,1 bilhões.

Polícia de Nova York começa a escanear íris dos presos

O Departamento de Polícia de Nova York começou a escanear a íris dos presos, uma iniciativa que deve ser aplicada em toda a cidade até dezembro e que despertou suspeitas sobre sua legalidade. "É um procedimento não autorizado pelos estatutos e de legalidade duvidosa no melhor dos casos", assegurou na terça-feira o advogado de Legal Aid Society Steven Banks. Da mesma forma que ele, outros especialistas argumentam que a legislação vigente estabelece que a informação que se pode pegar dos suspeitos de terem cometido algum crime inclui impressões digitais, assim como amostras de DNA em determinados casos, embora esta última opção já tenha gerado um amplo debate. "A idéia de que o Departamento de Polícia possa utilizar uma tecnologia totalmente nova sem nenhuma autorização legal é certamente suspeita", acrescenta Banks. Com esta iniciativa, que começou a ser aplicada esta semana, a polícia nova-iorquina pretende evitar a fuga de presos depois que chegam aos tribunais. O programa, que conta com um orçamento de US$ 500 mil e no qual as autoridades locais trabalharam durante meses, pretende escanear a íris dos suspeitos uma vez que são detidos e depois de se apresentarem a um juiz. Segundo dados informados pelas autoridades, por enquanto a Polícia conta com 21 dispositivos que permitem o escaneamento de íris e cada um deles custa em torno de US$ 24 mil. A tecnologia, que já começou a ser utilizada em Manhattan, será levada, nas próximas semanas, a outros quatro grandes bairros nova-iorquinos (Brooklyn, Bronx, Staten Island e Queens).

PMDB pede anulação de eleição para o Senado no Pará

O PMDB do Pará entrou na terça-feira com uma representação no Tribunal Regional Eleitoral) local pedindo a anulação das eleições para senador no Estado. O partido também pediu a realização de um novo pleito para a escolha dos dois senadores que vão representar o Pará. Na representação, o partido argumenta que a quantidade de votos invalidados pelo Tribunal Regional Eleitoral na eleição para senador, que representam cerca de 57% do total de votos, tornam o pleito nulo. Os votos invalidados foram recebidos pelo o ex-governador Jader Barbalho (PMDB), que também é presidente do partido no Estado, e por Paulo Rocha (PT). Eles tiveram os registros negados por causa da Lei da Ficha Limpa. Além da anulação das eleições para o Senado e o novo pleito, o PMDB do Pará pede que os senadores eleitos Fernando Flexa Ribeiro (PSDB) e Marinor Brito (PSOL) não sejam diplomados no dia 17 de dezembro, como prevê a legislação eleitoral.

Senado aumenta para 70 anos obrigatoriedade de separação total de bens no casamento

O Senado aumentou nesta quarta-feira para 70 anos a idade em que se torna obrigatório o regime de separação total de bens no casamento. O texto altera o atual Código Civil, que fixa a idade de 60 anos para que o regime de separação total seja obrigatoriamente seguido pelos noivos. Como o projeto já foi aprovado pela Câmara, segue para sanção do presidente Lula. A medida havia sido incluída no Código Civil para evitar o chamado "golpe do baú" em pessoas idosas, no qual um dos noivos decide se unir ao mais idoso para tomar posse de seus bens materiais. O Congresso decidiu alterar o código por considerar que a população brasileira aumentou sua expectativa de vida, por isso, aos 60 anos, ainda possui capacidade de decidir sobre o seu regime matrimonial. "Nos parece anacrônico impor à pessoa maior de 60 anos, haja vista sua plena capacidade para exercer atos da vida civil, a norma que obriga o regime da separação de bens no casamento. Até porque os bens da pessoa idosa que foram por ela conquistados não só podem, como devem, ser partilhados na forma que ela entender ser a melhor, ainda que o futuro casamento não persista por muito tempo", afirma o senador Valdir Raupp (PMDB-RO), que relatou a matéria no Senado. Autora do projeto, a deputada Solange Amaral (DEM-RJ) afirma que o atual Código Civil foi elaborado quando a expectativa de vida média do brasileiro era de até 60 anos. "O ser humano passou a desfrutar uma nova e melhor condição de vida, resultando em uma maior longevidade. Em pleno século 21, essa exigência não mais se justifica. Há uma expectativa de vida caracterizada pela higidez física e mental superior a 70 anos".

Israel mata comandante de grupo rival do Hamas em Gaza

O comandante do grupo terrorista Exército do Islã, Islam Yassin, foi morto nesta quarta-feira no centro da cidade de Gaza quando uma aeronave da Força Aérea israelense lançou um míssil contra o veículo em que ele estava. Pouco depois da ação, o Exército israelense assumiu a autoria do ataque e afirmou que o terrorista Islam Yassin estava preparando um atentado contra turistas israelenses no deserto do Sinai, no Egito. Segundo os serviços médicos da cidade de Gaza, o irmão de Yassin, Mohamed, que estava com ele no carro, também foi morto no ataque, e mais duas pessoas que passavam pelo local ficaram feridas por destroços do veículo. Há uma semana, o governo israelense publicou uma advertência quanto ao risco de um atentado iminente contra turistas israelenses no deserto do Sinai, instruindo-os a se retirarem imediatamente da região. A advertência se referia à operação planejada por Yassin. Segundo os serviços de inteligência de Israel, Islam Yassin também esteve envolvido no sequestro do jornalista Alan Johnston, da BBC, que ficou quatro meses em cativeiro em Gaza, em 2007. Há duas semanas, Mohamed Nimnim, outro comandante do terrorista Exército do Islã, foi morto em um ataque semelhante da Força Aérea israelense, também na cidade de Gaza. O grupo Exército do Islã, cujo líder é o terrorista Momtaz Durmush, é considerado uma facção ligada às organizações Jihad Global e à Al Qaeda, e disputa o poder na Faixa de Gaza com o grupo terrorista Hamas, que controla a região. A organização terrorista Hamas já realizou várias operações militares contra os terroristas do Exército do Islã, matando dezenas de seus militantes.

TCU determina que Petrobras peça devolução de R$ 76,5 milhões a construtoras

O Tribunal de Contas da União determinou nesta quarta-feira que a Petrobras peça a devolução de R$ 76,5 milhões das obras de terraplenagem do Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro), a maior refinaria em construção de estatal. De acordo com o Tribunal de Contas da União, a indenização às empresas construtoras por dias parados por chuva estava com metodologia errada, incluindo lucro indevido e uma tabela superfaturada. Segundo os técnicos do Tribunal, a Petrobras assinou um contrato de R$ 819 milhões com o vencedor da licitação, onde previa pagar R$ 130 milhões de indenização por dias parados. Mas, com metade da obra realizada, a estatal já tinha pago R$ 400 milhões somente desta indenização, quase três vezes mais que o programado. Ainda segundo os técnicos, não houve chuvas excepcionais na região e a estatal chegou a pagar indenização em períodos em que não ocorreram chuvas por quase 12 dias. Os técnicos queriam a devolução de todo o dinheiro pago de indenização de chuvas. Mas o relator do processo, ministro Augusto Nardes, aceitou os argumentos da Petrobras e entendeu que este tipo de indenização é válida e que o volume de chuvas medido pela empresa justificaria os pagamentos. Entretanto, segundo ele, a Petrobras mudou a metodologia de pagamento desta indenização. Como a primeira metodologia se mostrou anti-econômica, o dinheiro pago a mais neste primeiro período deve ser ressarcido. Além disso, 5% de tudo o que foi pago é uma taxa de lucro que é indevida, segundo o Tribunal de Contas da União.

Monteiro Neto deixa presidência da CNI cobrando mudanças macroeconômicas

Ex-presidente da CNI (Confederação Nacional da Indústria) e senador eleito por Pernambuco, Armando Monteiro Neto fez o discurso de despedida do cargo na entidade de classe nesta quarta-feira à noite elogiando o presidente Lula, presente ao evento, mas disparando críticas às políticas monetária e fiscal vigentes. Na fala, Monteiro Neto, um protopetista, afirmou que a valorização da moeda brasileira, que reduz a competitividade das exportações e, consequentemente, da indústria brasileira, não é apenas reflexo do enfraquecimento do dólar no Exterior, mas também das questões macroeconômicas do Brasil. Ele citou as altas taxas de juros para criticar a política monetária, afirmando que essa situação impõe ônus forte à indústria brasileira. Para o ex-presidente de CNI, as altas taxas de juros são um resquício da instabilidade econômica do passado. Ele apontou a necessidade de que a Selic seja trazida para valores condizentes com os padrões internacionais. Monteiro Neto cobrou também um forte ajuste fiscal, com a contenção dos gastos correntes, o que, na sua opinião, elevaria a capacidade doméstica de poupança e reduzirá a necessidade de poupança externa para financiar o aumento dos investimentos.

Trem-bala terá subsídio se não arrecadar R$ 10,8 bilhões nos primeiros cinco anos

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) divulgou nesta quarta-feira nota de esclarecimento, dizendo que o subsídio de R$ 5 bilhões para o trem-bala será dado se o vencedor da licitação não alcançar uma receita operacional bruta de R$ 10,8 bilhões nos cinco primeiros anos e de R$ 20,5 bilhões entre o 6º e o 10º ano da concessão. Estes são valores teto. Caso o consórcio vencedor do leilão apresente um valor de receita operacional menor que estes, vai valer o que o consórcio apresentar. Pelas regras da MP 511, que regulamentou o subsídio, o governo dará desconto de até R$ 3 bilhões nos juros do financiamento público caso a receita prevista não seja alcançada nos cinco primeiros anos do negócio. E do sexto ao décimo ano, o governo pode dar mais R$ 2 bilhões de desconto. O valor do financiamento públicos está limitado a R$ 20 bilhões. Caso o consórcio vencedor use todo o subsídio nos cinco primeiros anos, ele vai corresponder a quase 30% do faturamento previsto no estudo de viabilidade do trem ligando Campinas-São Paulo-Rio de Janeiro. Pelas regras, este subsídio será bancado com recursos do orçamento da União, ou seja, de impostos.

Deputados aprovam aumento do teto de endividamento das cidades da Copa-14

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira medida provisória que aumenta o teto de endividamento dos municípios da Copa-2014. Assim, cidades-sede que têm dívida total acima da Receita Líquida Real poderão contrair empréstimos para obras ligadas à Copa do Mundo de 2014 e aos Jogos Olímpicos de 2016. Tais obras, de acordo com alteração aprovada em plenário, incluem os setores de saneamento básico e mobilidade urbana. O texto segue agora para o Senado Federal. Atualmente, municípios com dívida acima da Receita Líquida Real não podem realizar novos débitos para obras de infraestrutura. As operações de crédito dos municípios, entretanto, deverão receber autorização prévia do Conselho Monetário Nacional. "Uma vez constatada a necessidade de viabilizar a contratação de operações de crédito destinadas a empreendimentos de mobilidade urbana e para construção e reforma de estádios, a MP em exame revela-se mais que oportuna, é uma necessidade premente para o sucesso das competições", diz o relator da medida, deputado federal Carlos Abicalil (PT-MT).

Ex-senador Calixto Filho é preso no aeroporto de São Paulo

O ex-senador Mário Calixto Filho, de Rondônia, foi preso na manhã desta quarta-feira, no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, ao tentar embarcar em um vôo para Brasília. O empresário era procurado pela Justiça desde 2008. Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva contra Mário Calixto Filho, que é empresário do ramo de comunicações e dono do jornal O Estadão do Norte. O primeiro mandado é derivado da Operação Titanic, deflagrada nos Estados de Rondônia, Espírito Santo e São Paulo, em 2008. Ele é acusado de integrar um grupo criminoso que falsificava documentos relacionados à importação irregular de bens de luxo. O outro mandado de prisão é resultado da Força Tarefa CC5 (Operação Beacon Hill), que detectou a participação de Mário Calixto Filho na remessa ilegal de divisas ao Exterior entre os anos de 1996 e 2002, com movimentações de aproximadamente US$ 900 mil. O empresário foi senador por Rondônia na condição de primeiro suplente na vaga deixada por Amir Lando (PMDB-RO), que assumiu o Ministério da Previdência Social em 2007.

Polícia Federal desmonta rede internacional de tráfico de drogas no Brasil

Uma operação da Polícia Federal realizada nesta quarta-feira desmontou uma rede internacional de tráfico de drogas formada por brasileiros, colombianos, bolivianos e europeus que tinha São Paulo como base de operações. No total, 50 mandados de prisão foram emitidos na terça-feira. Com eles, 22 pessoas foram presas, sendo que outras 20 já estavam encarceradas. Um suspeito brasileiro está foragido, enquanto outros sete estrangeiros estão na "lista vermelha" da Interpol. A Operação Deserto, como é chamada pela Polícia Federal, ocorre depois de um ano e meio de investigações. Neste período, foram apreendidos 2,3 toneladas de cocaína, produtos químicos e equipamentos usados no refino da droga, armas, munições, 10 granadas antitanque, dois aviões, 33 veículos e aproximadamente R$ 500 mil em dinheiro. Segundo a Polícia Federal, a quadrilha recebia a droga escondida em aviões que pousavam no Brasil em pistas de pouso clandestinas. Os principais destinos da cocaína eram a África e a Europa, enquanto uma parte menor da droga era distribuída dentro do Brasil. A rede era formada por quatro células independentes, chefiadas por dois irmãos colombianos que moravam em Santa Cruz de La Sierra (Bolívia). De acordo com a Polícia Federal, uma das células era comandada por um assessor parlamentar residente em São José do Rio Preto (São Paulo). A Polícia Federal informa que, somente nos últimos dez meses, o bando movimentou aproximadamente R$ 28 milhões.

Petrobrás nega projetos para vender refinaria nos Estados Unidos

A Petrobrás não tem projetos nem para vender sua refinaria localizada em Pasadena, no Estados Unidos, nem para comprar qualquer unidade no Exterior, disse nesta quarta-feira o diretor de Abastecimento e Refino da companhia, Paulo Roberto Costa. Segundo ele, no entanto, a companhia está "sempre aberta às oportunidades". "Não está na prateleira a refinaria. Mas se um investidor bater na porta da Petrobrás com uma boa proposta, ele pode levar", disse. Ainda de acordo com Costa, "é prioridade total da companhia atender o mercado interno". "Não há planos de investir lá fora, e se tiver que vender para concentrar investimentos aqui dentro, será uma questão de oportunidade", disse. Costa rechaçou quaisquer comparações feitas entre os custos das refinarias programadas pela Petrobrás para serem instaladas no Brasil e outras unidades que vêm sendo construídas no exterior. Ele lembrou que há inúmeras variáveis que têm ser consideradas e que elevam o custo das unidades no País.

Petrobras pretende deixar de importar petróleo em 2014

O diretor de Abastecimento e Refino da Petrobras, Paulo Roberto Costa, disse nesta quarta-feira que "está se esforçando muito para que a balança comercial encerre o ano positiva". Segundo ele, em 2010 houve um acréscimo da importação de diesel por conta tanto do aumento da demanda quanto pelas paradas programadas nas unidades de refino. "Importamos 100 mil barris a mais por dia do que na média do ano passado", disse ele. Costa afirmou que o alto preço do etanol também fez com que houvesse um aumento no volume de gasolina importada. No total, de acordo com Costa, foram cerca de três milhões de litros de gasolina importados no ano. Segundo Costa, pelo atual plano de negócios da empresa, as perspectivas são de exportar em torno de 800 mil barris por dia em 2020, caso o Brasil cresça em torno de 3,5% ao ano. A estimativa, disse o diretor, é de zerar a importação de petróleo, lubrificantes e derivados já em 2014, com a entrada em operação do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).

OSX deve elevar carteira de pedidos em US$ 1,8 bilhão

Com o pedido de mais duas novas unidades de produção de petróleo para a OGX, a empresa de construção naval do grupo do empresário Eike Batista, a OSX, deverá elevar a carteira de encomendas em US$ 1,8 bilhão até o início de 2011. A informação foi dada nesta quarta-feira pelo diretor de Relações com Investidores da OSX, Roberto Monteiro. Segundo o executivo, a OSX já trabalha em parceria com a OGX no projeto de duas novas plataformas do tipo FPSO (OSX3 e OSX4), cujo pedido deve ser formalizado até janeiro. Atualmente, a OSX tem na carteira de encomendas firmes quatro unidades para a OGX: duas plataformas do tipo FPSO (OSX1 e OSX2) e duas plataformas fixas (WHP1 e WHP2), chamadas de jaquetas. A carteira atual soma US$ 2,5 bilhões, estimou Monteiro. O contrato de construção das jaquetas será finalizado em dezembro e as duas unidades serão construídas em estaleiros brasileiros. A OSX 1 está em construção em Cingapura, onde está no estágio de customização. A companhia ainda não decidiu se construirá a OSX 2 no Brasil ou na Ásia. Segundo Monteiro, as duas novas unidades a serem encomendadas pela OGX serão encomendadas a estaleiros brasileiros, que estão sendo avaliados. A companhia tem um contrato de prioridade com a OGX para a construção de 48 unidades de produção. A produção própria da companhia acontecerá apenas a partir da quinta FPSO.

Cientistas conseguem criar e armazenar átomos de antimatéria pela primeira vez

Pela primeira vez, cientistas conseguiram não só produzir como estocar e liberar, de forma controlada, átomos de anti-hidrogênio, a versão em antimatéria dos átomos de hidrogênio, os mais simples encontrados na natureza. Publicado antecipadamente no site da revista Nature, artigo assinado pela equipe do dinamarquês Jeffrey Hangst descreve a tecnologia usada para criar e aprisionar, por 170 milissegundos, pelo menos 38 átomos desse "hidrogênio negativo". Antimatéria é composta por partículas idênticas às da matéria comum, mas dotadas de carga elétrica oposta. Os antiprótons têm carga negativa e os antielétrons, ou pósitrons, carga positiva. Átomos de anti-hidrogênio já haviam sido criados anteriormente. Mas matéria comum e antimatéria se destróem ao entrar em contato, produzindo radiação. Essa característica é usada na tecnologia médica, onde a chamada tomografia PET se vale da desintegração de pósitrons para gerar os sinais que são captados pelo equipamento de imagem. As características do anti-hidrogênio precisam ser determinadas experimentalmente para confirmar previsões feitas pelo modelo padrão das partículas elementares. Mesmo sendo criados num vácuo, átomos de anti-hidrogênio produzidos em laboratório sempre se encontram cercados de matéria comum e acabam destruídos antes que os cientistas consigam analisá-los. O fato de os átomos de antimatéria não terem carga elétrica faz com que aprisioná-los e isolá-los da matéria comum seja ainda mais difícil do que conter pósitrons e antiprótons. No experimento Alpha do Centro Europeu de Pesquisas Nucleares, o Cern, cientistas usaram temperaturas extremamente baixas para desacelerar pósitrons e antiprótons o suficiente para que interagissem e formassem os átomos de anti-hidrogênio. Em seguida, aplicando campos magnéticos, obtiveram sucesso em isolar esses átomos por mais de um décimo de segundo, o que seria tempo suficiente para estudá-los. A temperatura dos antiátomos formados foi de 0,5º K, ou meio grau acima do zero absoluto. O vácuo do espaço, entre as estrelas, tem uma temperatura de 2,7º K. Cientistas ainda buscam uma explicação para a predominância de matéria no Universo. Em teoria, matéria e antimatéria deveriam ter surgido em quantidades iguais no Big Bang e se aniquilado em seguida, mas por algum motivo restou um saldo de matéria positiva que foi dar origem às estrelas, planetas e galáxias. O estudo dos átomos de anti-hidrogênio poderá ajudar a entender a causa desse desequilíbrio. "Por razões que ninguém é capaz de entender ainda, a natureza proibiu a antimatéria", disse, em nota,  Hangst. A produção e estabilização de antimatéria no Cern é o ponto de partida do romance Anjos e Demônios de Dan Brown, o mesmo autor de "O Código Da Vinci", filmado com Tom Hanks no papel principal. No livro, uma bomba de antimatéria é usada para ameaçar o Vaticano. O Cern tem uma página na internet sobre o assunto, onde diz que toda a antimatéria criada na instituição até 2008 só seria capaz de "manter uma lâmpada acesa por poucos minutos".

Dilma diz a Temer que anunciará ministério até 15 de dezembro

A presidente eleita, Dilma Rousseff, afirmou nesta quarta-feira ao seu vice, Michel Temer, que até o dia 15 de dezembro todo o ministério será anunciado e que o anúncio começará pela equipe econômica. A informação foi dada após conversa que Dilma e Temer tiveram durante café da manhã. Nesse encontro, Michel Temer negou para a futura presidente que o megabloco anunciado na terça-feira na Câmara dos Deputados seja para pressionar por espaços por ministérios. Comandando pelo líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN), o superbloco será formado pelo PMDB, PR, PP, PTB e PSC, somando no próximo ano 202 deputados federais. Temer afirmou ainda que o “blocão” surgiu de um movimento articulado dentro do Congresso e que todos os partidos desse bloco trabalharão a favor do governo dela.

Dois policiais federais são mortos por traficantes em rio do Amazonas

Dois policiais federais foram mortos durante confronto em barcos com traficantes na madrugada desta quarta-feira, no rio Solimões, próximo ao município de Anamã, a 186 quilômetros de Manaus. O translado do corpo do policial Leonardo Matzunaga Yamaguti foi feito no início da noite desta quarta-feira para Brasília. O outro policial morto, Mauro Lobo, será velado em Manaus. Um terceiro policial, Charles Nascimento, foi ferido na perna e está sendo atendido em um hospital de Manaus, mas não corre risco de morte. De acordo com o superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Sérgio Fontes, sete policiais em dois barcos perseguiam um barco onde, segundo uma denúncia anônima, havia cerca de 500 quilos de cocaína. A troca de tiros começou quando os traficantes tentavam atracar o barco. Não há informações sobre o número de traficantes ou se os policiais chegaram a matar ou ferir algum deles. Quando os policiais perceberam a gravidade dos ferimentos dos colegas, abandonaram a perseguição para buscar ajuda. "Os traficantes estavam com fuzis, mas as buscas pelos traficantes já foi retomada na região", afirmou Fontes. Segundo a Polícia Federal, os policiais foram mortos com tiros de fuzil calibre 7.62, os mesmos utilizados pelas Forças Armadas brasileiras. Ainda segundo a Polícia Federal, foi possível identificar ainda um fuzil russo AK-47 e um modelo israelense Galil. Os policiais utilizavam fuzis HK G36 de calibre 5.56.

Povoado romano é descoberto em Londres

Arqueólogos do Museu de Londres anunciaram nesta quarta-feira a descoberta de um vilarejo romano até então desconhecido, onde foram encontrados mais de 11 mil artefatos. O povoado ficava nos arredores da cidade romana Londinium, precursora de Londres. O sítio arqueológico no parque Syon, no oeste da capital, foi descoberto durante as escavações para a construção de um novo hotel. As descobertas foram feitas em 2008, mas só foram divulgadas nesta semana. Também foram escavados esqueletos de três ou quatro pessoas. Ao contrário do que normalmente acontece, elas estavam enterradas de lado em valas, sem estátuas de deuses ou outros artefatos. O sítio arqueológico ficou praticamente intacto por quase 2 mil anos. Entre os artefatos encontrados estão centenas de moedas, uma faca, louça romana e até um fragmento de bracelete de ouro.

Deputada de São Paulo perde mandato por infidelidade partidária

A deputada paulista Vanessa Damo (PMDB) perdeu seu mandato atual, na sessão desta quarta-feira do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, por infidelidade partidária. A decisão, por maioria de votos, refere-se às eleições de 2006 e não afeta a próxima legislatura, para a qual a deputada foi reeleita em outubro com 93.122 votos. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral, Vanessa foi eleita pelo PV, em 2006, e se desfiliou do partido em 10 de setembro de 2009, sem motivo que justificasse sua saída. Ela então filiou-se ao PMDB. Apesar de sua saída ter sido de comum acordo com o PV, que não reivindicou a vaga, os juízes entenderam que o partido não autorizou sua desfiliação e sua saída não se deu em razão de grave discriminação pessoal.

Haddad descarta transmissão digital do Enem

O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse nesta quarta-feira que não seria segura a transmissão digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), sugerida por um parlamentar para diminuir os custos e os problemas na aplicação da prova. "A questão é muito complexa", disse ele, em resposta ao deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ), que sugeriu, em audiência na Comissão de Educação e Cultura da Câmara, que a avaliação do exame fosse enviado via satélite para cada local de aplicação, onde as provas seriam impressas. "Não é seguro o procedimento, qualquer transmissão de dados é capturável. A idéia deve ser estudada, verificada, mas hoje a transmissão de dados é muito arriscada, mesmo criptografada", disse o ministro. "Há hoje esses pequenos gênios, hackers, que chegam a conseguir derrubar site de banco", acrescentou.

Lula diz querer Dilma em encontro de catadores de papel

O presidente Lula disse que pretende levar a presidente eleita, Dilma Rousseff, para encontro de confraternização de Natal com os catadores de papel e moradores de rua, em São Paulo, no dia 23 de dezembro. "Se Deus quiser levarei a Dilma para passar o bastão lá", disse Lula, em discurso realizado nesta quarta-feira na reunião do Conselho Nacional de Economia Solidária, no Palácio do Planalto. Desde que assumiu o governo, em 2003, Lula participou do encontro de confraternização de fim de ano com os catadores de rua, na capital paulista. Ainda no discurso, o presidente reclamou que a imprensa não cobriu nos últimos oito anos o trabalho das cooperativas voltadas para pequenos trabalhadores. "Todo esforço que fizemos nesses oito anos não foi levado em conta. Uma briga de duas pessoas na rua tem mais importância que uma conferência para discutir cooperativas", disse ele.