quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Governo reedita decreto do IOF para incluir aplicações em debêntures e fundos de ações

A duplicação da alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para aplicações de estrangeiros em renda fixa no Brasil não incidirá apenas nos títulos de renda fixa, mas também em outras modalidades de investimentos, como fundos de ações, fundos multimercado (que misturam renda fixa e variável) e debêntures, informou o Ministério da Fazenda. O Diário Oficial da União desta quarta-feira republicou o decreto que eleva as alíquotas do IOF, nesses casos, de 2% para 4%. De acordo com o Ministério da Fazenda, a republicação foi necessária porque havia dúvidas sobre a abrangência da medida. A entrada em vigor da nova alíquota não foi alterada. A cobrança extra vale para os contratos de câmbio fechados desde quarta-feira. Segundo o ministério, a regra geral é o IOF de 4% para aplicações estrangeiras, exceto em bolsa de valores, na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) e nas ofertas públicas de ações, consideradas de renda variável e que permanecem tributadas em 2%. Embora as ações sejam um investimento de renda variável, os fundos de ações não passam pela bolsa de valores e, portanto, serão tributados em 4%.

Weslian Roriz adere ao teleprompter

Após causar polêmica na internet graças às sucessivas gafes em apenas seis dias de campanha, a candidata ao governo do Distrito Federal, Weslian Roriz (PSC), abriu o segundo turno protegida pelos coordenadores de sua campanha e pelo marido, Joaquim Roriz (PSC), a quem substituiu. Após rápida entrevista no último domingo, quando ficou sabendo que iria para o segundo turno, Weslian Roriz repetiu frases sopradas pelo ex-governador, e atualmente recusa-se a falar com jornalistas até por telefone. A candidata afirma que pretende se preparar para a campanha nas próximas quatro semanas. No teste do teleprompter, equipamento de leitura diante das câmeras, ela repetiu apenas três vezes o discurso, e um de seus assessores garantiu que “ Weslian está numa média boa”.

Tribunal de Justiça afasta juiz da prefeitura de Dourados e vereadora deve assumir cargo

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul determinou nesta quarta-feira o afastamento do prefeito em exercício de Dourados (MS), o juiz Eduardo Machado Rocha. Em decisão do Órgão Especial, o tribunal negou pedido do Ministério Público para que o juiz continuasse no cargo. No lugar dele, a presidente da Câmara dos Vereadores, Délia Razuk (PMDB), deve assumir o cargo. Rocha, que preside o Fórum local, estava como prefeito há 36 dias, quando o prefeito Ari Artuzi (PDT) foi preso e afastado da função. Na terça-feira o Tribunal de Justiça do Mato Grosso confirmou o afastamento de Artuzi por mais 90 dias. O vice-prefeito Carlinhos Cantor (PR) e 11 dos 12 vereadores também foram envolvidos na mesma operação da Polícia Federal que prendeu o prefeito. Délia Razuk, a única não envolvida nas acusações, assumiu a presidência da Casa depois das prisões. Em setembro, o Ministério Público denunciou 60 pessoas sob a acusação de participação em um suposto esquema que, segundo as investigações, desviava 10% do valor de contratos firmados pela prefeitura. Eram todos aliados de Lula e de Dilma.

Líder do governo lulista diz que Marina tem mais a ver com Dilma do que com Serra, diz líder do governo

O líder do governo na Câmara dos Deputados, deputado federal Cândido Vaccarezza (PT-SP), afirmou que Marina Silva (PV), candidata derrotada à Presidência, tem mais a ver com a adversária petista, Dilma Rousseff, do que com seu opositor tucano, José Serra. "A Marina tem muito mais a ver com a Dilma. O próprio Serra disse isso nos debates", disse. Vaccarezza lembrou a participação dela no governo de Lula, quando comandou o Ministério do Meio Ambiente. De olho nos quase 20 milhões de votos conquistados pela verde no pleito de domingo, o deputado afirmou que "a luta pela sustentabilidade do planeta tem muito a ver com o PT". "No primeiro turno, o eleitor escolhe o seu candidato. Agora escolhe quem é o melhor. Quem votou em Marina não queria Serra", argumentou.

Greve dos bancários fecha 39% das agências, mas quase não afeta a população

A greve nacional dos bancários chegou nesta quarta-feira ao oitavo dia, com a ampliação do movimento. Ficaram paradas 7.723 agências nos 26 Estados e no Distrito Federal, o que representa 39% dos 19.800 postos existentes, segundo a Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), braço sindicaleiro do PT. Entretanto, os efeitos da greve para a população são quase nulos, porque além das salas de auto-atendimento, atualmente os usuários também podem fazer seus pagamentos nas casas de apostas e nos supermercados, além de uma variedade de outros locais. De acordo com a confederação petista, a greve deste ano já pode ser considerada a maior nas últimas duas décadas. Os bancários, com data-base em 1º de setembro, reivindicam aumento de 11% no salário, PLR (Participação nos Lucros e Resultados), vale-refeição, vale-alimentação, auxílio-creche e pisos maiores, além de auxílio-educação para todos e melhores condições de saúde. Esqueceram de dizer que também querem dormir duas noites por semana na casa do dono do banco.

Estados Unidos de Obama deportam número recorde de imigrantes ilegais

O Departamento de Segurança Interna americano revelou nesta quarta-feira que os Estados Unidos deportaram 392 mil imigrantes ilegais no ano fiscal encerrado em 30 de setembro, um cifra recorde. Destes, mais de 195 mil eram criminosos já condenados que viviam ilegalmente no país. O resultado total representa um aumento de 3 milhões em relação ao número de imigrantes expulsos no período entre 2008 e 2009. O Serviço de Controle de Imigração e Alfândega dos Estados Unidos informa ainda que, desde janeiro de 2009, mais de 3,2 mil empregadores foram investigados por suspeita de contratar estrangeiros ilegalmente. Além disso, 225 empresas foram fechadas e mais de US$ 50 milhões (cerca de R$ 80 milhões) em multas e sanções financeiras foram impostas devido a esses crimes. Os Estados Unidos têm um número estimado de mais de 11 milhões de imigrantes ilegais. Às vésperas das eleições para o Congresso americano em novembro, o assunto ganhou destaque com a criação de leis estaduais que restringem a entrada de estrangeiros. Em abril, o Arizona anunciou uma legislação que, entre outros pontos, tornava crime estadual a presença de imigrantes ilegais. A lei foi contestada e acabou entrando em vigor sem as partes mais polêmicas, bloqueadas pela Justiça até que se decida sobre sua constitucionalidade.

Sarney continua internado em hospital em São Paulo

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), continua internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para avaliação cardíaca. O quadro clínico de Sarney está estável, de acordo com o hospital. Ele foi internado na segunda-feira para exames depois de ter sofrido uma arritmia cardíaca. Sarney chegou em um cadeira de rodas e acompanhado pelos filhos, a governadora reeleita do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), e o deputado Sarney Filho (PV). No sábado, o senador foi hospitalizado no UDI Hospital em São Luís (MA). No domingo, os médicos diagnosticaram infiltração de água no pulmão de Sarney. Em março, Sarney passou por cirurgia para retirar de um tumor benigno no lábio superior. A operação foi realizada no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Em novembro do ano passado, sofreu uma crise de gastroenterite (inflamação no estômago e nos intestinos) e foi levado ao posto médico de emergência, localizado dentro do Senado. Depois, ele seguiu para o serviço médico da Casa, que fica num prédio anexo. Sarney ficou por cerca de quatro horas sob observação de médicos.

Tasso Jereissati afirma que vitória de Serra é melhor que ganhar Senado

Derrotado nas urnas na campanha à reeleição, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) disse nesta quarta-feira que vai se sentir "mais vitorioso" com a vitória de José Serra (PSDB) para a Presidência da República do que se tivesse ganho a disputa no Ceará. Em rápido discurso emocionado no ato pró-Serra que reuniu líderes do DEM, PSDB e PPS, Tasso Jereissati disse que sua derrota é consequência do uso da máquina federal no Estado. "Enfrentei uma campanha dificílima no meu Estado, concorrendo contra todos os partidos e todas as máquinas e o presidente da República pessoalmente. Perdi as eleições, mas faço declaração do fundo do meu coração. Não tenho nenhum pouco de demagogia. Se José Serra ganha a presidência me sinto mais vitorioso do que se tivesse ganho o Senado Federal. Pelo Brasil", disse. Presidente do DEM, o deputado federal Rodrigo Maia (RJ) deu o tom do embate que promete dividir governo e oposição no segundo turno em torno de questões como o aborto: "Cada um de nós vai conseguir mais um para que aconteça no dia 31 de outubro o que o PT nunca imaginou: uma grande vitória da oposição. Vitória retumbante daqueles que representam a democracia, a liberdade de imprensa, as liberdades individuais e os valores cristãos". Governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) disse que Serra vai crescer no segundo turno ao ponto de derrotar Dilma Rousseff (PT) nas urnas: "Essa campanha se mostrou também campanha de valores, de postura. Nós temos o candidato que tem valores, princípios, legado. Nós temos um legado no país de coerência, compromisso com o Brasil, não esse atraso do personalismo, da companheirada. Mas da confiabilidade, da segurança para o país poder avançar".

Coordenador da campanha de Dilma tentou legalizar o aborto na Câmara dos Deputados

“Nossa posição é muito clara: na linha favorável à descriminalização do aborto". A frase é do deputado federal José Eduardo Cardozo (PT-SP), um dos coordenadores da campanha de Dilma Rousseff à Presidência, namorado da deputado federal comunista gaúcha Manuela D'Ávila (PCdoB). Foi dita em julho de 2008, quando o deputado orientava a votação dos colegas de partido sobre projeto de lei para legalizar o aborto. Agora, em meio à polêmica que o tema provocou, José Eduardo Cardozo já amenixou sua convicção e afirmou que a posição oficial do PT a favor da descriminalização do aborto não é consensual.  Em 2008, José Eduardo Cardozo e o deputado federal mensaleiro José Genoino (PT-SP) tentaram, sem sucesso, aprovar a proposta no Congresso. A descriminalização do aborto também foi encampada pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, órgão criado no governo do presidente Lula. Constava das prioridades do 1º Plano Nacional de Políticas para as Mulheres (2004) a revisão da “legislação punitiva que trata da interrupção voluntária da gravidez”. Em 2008, o governo lançou uma segunda versão, desta vez sem referências explícitas à liberação do aborto.

Deputado federal expulso do PT porque era contra aborto apóia José Serra

Em setembro do ano passado, o deputado federal Luiz Bassuma teve suspensos seus direitos partidários dentro do PT pelo prazo de um ano por decisão da direção nacional do partido. O motivo: ele era contra a orientação do partido a favor da legalização do aborto. Integrante da Frente Parlamentar em Defesa da Vida, Bassuma preferiu pedir sua desfiliação do PT, entrando no PV de Marina Silva e disputando o governo da Bahia pelo partido. Agora, com a questão da legalização do aborto tirando votos da candidata Dilma Rousseff, Bassuma critica o que considera mudança de opinião da petista em relação ao assunto. “Acho que vai piorar a situação dela se mentir sobre o aborto por razões eleitoreiras. Vai ser um tiro no próprio pé”, afirma Bassuma. Veja a entrevista:
- O senhor foi punido pelo PT por ser contra a legalização do aborto. Agora, esse tema passou a ser um dos principais problemas da campanha presidencial de Dilma Rousseff e o PT se esforça para dizer que não defende a proposta. Qual é a sua avaliação sobre isso?
- Ninguém pode apagar a história. Fui punido com um ano de suspensão pelo PT apenas por querer continuar a favor de uma ideia que sempre defendi. Não queria que ninguém pensasse igual a mim. Só queria que o partido respeitasse meu direito de ter opinião diferente.
- O senhor acha que o PT agiu errado com o senhor?
- Cumpri quatro mandatos pelo PT e um dos motivos que me fizeram ser filiado ao partido era justamente o artigo interno que permitia aos integrantes terem direito à liberdade de opinião, de religião, de pensamento. Comigo não valeu.
- O senhor acha que há setores do partido que realmente são contra o aborto?
- É possível. Mas fui punido quase por unanimidade pela direção do partido por ser contra a proposta. Dilma era a ministra chefe da Casa Civil na ocasião. Durante a análise do meu caso, o PT deixou claro que é a favor da legalização e não concordo.
- Nos últimos dias, a candidata Dilma tem negado publicamente ser a favor do aborto. O PT, então, deveria propor uma punição interna para ela como fez no caso do senhor?
- Acho que eles têm de assumir a verdade e dizer o que pensam sobre o assunto. Vai piorar a situação dela se mentir sobre o aborto por questões eleitoreiras. Vai ser um tiro no próprio pé. Na minha opinião, ela é materialista. O presidente Lula não. Todo mundo sabe que ele realmente tem uma posição diferente. Ele sempre disse que era contra o aborto.
- Esse tratamento mais flexível do PT sobre o tema faz com que o senhor se sinta injustiçado por ter sido punido?
Pelo contrário. Eu me sinto honrado por ter sido suspenso pelo PT por ter defendido a vida. Essa é a bandeira da minha vida. Minha principal causa política. E o PT não respeitou esse meu direito. Envergonhado eu estaria se tivesse defendido o mensalão. Eu acho que o aborto significa matar uma vida.
- Sua candidata, a senadora Marina Silva, está fora do segundo turno. Entre José Serra e Dilma Rousseff, quem o senhor pretende apoiar no segundo turno?
- O PV e Marina ainda vão definir suas posições sobre a sucessão presidencial. Mas eu vou votar e fazer campanha por José Serra em Salvador. Já estou anunciando esse meu apoio publicamente.

YouTube censura vídeo do pastor Piragibe que critica a petista Dilma

Um vídeo no YouTube foi visto por mais de quatro milhões de pessoas. Nele, o pastor Paschoal Piragine Jr., da Primeira Igreja Batista da Curitiba, expõe os motivos por que os fiéis, segundo ele, não devem votar no PT, e a descriminação do aborto é uma delas. Agora o Youtube passou a pedir senha ou registro para que o vídeo possa ser acessado. Lê-se a seguinte mensagem: “Segundo a sinalização da comunidade de usuários do YouTube, este vídeo ou grupo pode ter conteúdo impróprio para alguns usuários”. Impróprio para quem? Quantos são os vídeos no YouTube que esculacham os tucanos e todos aqueles que o PT considera adversários? Falar mal do partido, agora, deve ser algo escondido, como se o Internauta usasse a Internet para ver pornografia? É uma forma de censura. Não se trata de expor a intimidade de ninguém ou de calúnia. É uma crítica politica, concorde-se ou não com ela. Mas, há outro arquivo do vídeo, que vai abaixo, Ouça a pregação do pastor Piragine Junior, sem censura do You Tube.

Evangélicos do Espírito Santo escolhem Serra contra aborto, Sarney e José Zé Dirceu

O Fórum Político Evangélico do Espírito Santo e a Associação dos Pastores Evangélicos da Grande Vitória anunciaram que vão fazer campanha contra a candidata petista Dilma Roussef no Espírito Santo. Hoje, estima-se que um terço da população capixaba seja evangélica, o que significa cerca de 1,2 milhão de pessoas. Segundo o pastor Enock de Castro, presidente da associação dos pastores evangélicos, a posição foi tomada depois de uma consulta às diversas igrejas associadas às duas entidades. “Entre 80% e 90% dos evangélicos tendem a votar em José Serra. O risco é grande de vermos alguns princípios religiosos serem afetados. Há uma posição da Dilma em defesa do aborto, da união civil entre pessoas do mesmo sexo e proibição de proferir religião em órgãos públicos, que são coisas que não podemos aceitar”, disse ele ao justificar a posição. Já o presidente do Fórum Político Evangélico do Espírito Santo, Lauro Cruz, afirmou que a postura tucana preocupa menos. “O posicionamento histórico de Dilma gera apreensão. Ela é a favor do aborto, embora tenha negado isso. A postura de Serra preocupa menos do que a de Dilma e dos males vamos escolher o menor”, frisou. Outro ponto apontado pelas lideranças evangélicas capixabas contra a petista foram as alianças políticas firmadas pelo PT para viabilizar a candidatura da ex-ministra. “Ao lado dela estão José Sarney, Jader Barbalho, Renan Calheiros e José Dirceu. Não são políticos confiáveis”, comentou Cruz. No primeiro turno as duas entidades evangélicas apoiaram a candidata do PV, Marina da Silva, e chegaram mesmo a subir no palanque dela quando esteve em Vitória, no final de setembro. “Esperamos um posição neutra da Marina”, afirmou Castro. Outra entidade evangélica capixaba, a Convenção das Assembléias de Deus, foi ainda mais longe e assegurou apoio ao tucano. “Quando aceitamos um membro avaliamos sua conduta. Alguém para presidir uma família tão grande como a brasileira tem que ter uma raiz, que é a família. Na campanha, José Serra se apresentou junto com a família. É assim que tem que ser e vamos orientar os fiéis nesse sentido”, disse Osmar de Moura, presidente da Convenção. Já a Igreja Católica, por meio da Arquidiocese de Vitória, lançou um documento oficial assinado pelo Arcebispo Luiz Mancilla Vilela, condenando quem apoia questões como o aborto, a violação à liberdade de expressão e religiosa. “Não vote naqueles que defendem um falso conceito de direitos humanos, por exemplo, colocando como se fosse direito: a violação da liberdade de expressão, o direito de matar o ser humano no seio materno, o direito de adoção de crianças quando faltam as qualidades de mãe ou de pai, o direito de violar a liberdade religiosa impedindo que cada religião use os seus símbolos sagrados. Estes não merecem o seu voto de católico", escreveu o Arcebispo. No domingo da eleição, alguns padres católicos chegaram mesmo a pregar contra o voto em Dilma Roussef durante a homilia das missas matinais. Um dos exemplos foi a Igreja de Santa Rita, localizado na Praia do Canto, um bairro nobre da capital capixaba. No Espírito Santo, houve uma vitória apertada da candidata petista: Dilma conquistou 37,25% dos votos válidos, o que corresponde a 717.417 votos; Serra obteve 35,44%, o que equivale a 685.590 votos, e Marina Silva (PV), recebeu 26,26% dos votos capixabas, ou seja, 505.734 votos.

TCE suspende licitação para coleta de lixo em Sorocaba

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) suspendeu, por tempo indeterminado, a licitação para a coleta, transporte, transbordo e destinação final de resíduos residenciais em aterro. A entrega das propostas de preço e dos envelopes com documentos para habilitação das empresas interessadas estava prevista para terça-feira, de acordo com o edital publicado em 28 de agosto pela Secretaria de Administração. Entretanto, o Tribunal de Contas do Estado solicitou o adiamento do prazo de recebimento das propostas pela prefeitura para realizar uma avaliação mais detalhada da íntegra do edital. Somente após a autorização do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo será agendada e divulgada uma nova data para a abertura da licitação para esses serviços. O contrato vigente para o serviço vence em novembro. A empresa que assumir o serviço completo pelo prazo de três anos, incluindo a coleta nas ruas, transporte até um aterro em outra cidade e o despejo em local licenciado pela Cetesb, irá assinar um contrato no valor aproximado de R$ 136 milhões, R$ 3,7 milhões ou 165% mais caro que o R$ 1,4 milhão gasto mensalmente para coletar, depositar e manter o aterro municipal, no retiro São João. No Rio Grande do Sul, o procurador geral do Ministério Público Especial junto ao Tribunal de Contas, Geraldo da Camino, recebeu uma fundamentada denúncia contra a licitação do lixo da prefeitura petista de Canoas, comandada pelo petista Jairo Jorge, que foi chefe de gabinete do peremptório Tarso Genro no Ministério da Educação. O que fez Da Camino? Nada. Ou seja, ele teve uma atitude absolutamente ao contrário daquela que havia tomado em relação à licitação do lixo na prefeitura de Porto Alegre, quando determinou que a mesma fosse fracionada. A licitação do lixo de Canoas promove uma gigantesca concentração de serviços e recursos em apenas um dos lotes. No outro lote, licita aterro e transporte do lixo. E dirige o resultado. Para que ninguém tenha dúvida, Videversus divulga antecipadamente os nomes das empresas que deverão "ganhar" a licitação do petista Jairo Jorge, com o beneplácito do Ministério Público Especial junto ao Tribunal de Contas do Estado, e do próprio TCE. Anotem aí: serão ganhadoras as empresas Revita (do grupo Vega) e SIL (Soluções Ambientais em Limpeza), uma subsidiária do grupo minerador Copelmi. Mais do que isso, o petista Jairo Jorge está promovendo uma alteração da legislação ambiental em Canoas, para permitir que a Copelmi, dona da SIL, possa explorar carvão em uma reserva ambiental, área de proteção ambiental do município. Ou seja, está querendo autorizar a Copelmi a produzir crateras lunares em Canoas, para a extração de carvão pela Copelmi, dentro de uma área de proteção ambiental. Não é uma beleza total? E, naturalmente, o procurador Geraldo Da Camino acha tudo natural, muito seletivo. De uma vez por todas: é preciso eliminar o tribunal de contas das costas dos contribuintes gaúchos, porque é um tribunal de faz de contas. E as auditorias devem ser contratadas junto a empresas privadas, porque a superintendência de auditoria externa do Tribunal de (Faz de) Contas é uma monumental incompetência em termos de capacidade profissional.

Dono da MTA (do caso da petista Erenice) no banco dos réus

Informação do site do jornalista Claudio Humberto: o advogado Douglas Silva Telles resolveu ingressar na Justiça paulista com ação cautelar para impedir que o argentino Alfonso Rey, dono da empresa de carga aérea MTA, retire do Brasil seus aviões (três DC-10 e um Airbus), deixando os Correios na mão, a ver teco-tecos. Ele se queixa de cano da MTA, empresa beneficiada pelo contrato de R$ 59,6 milhões nos Correios, mediante a interferência do suposto esquema de tráfico de influência na Casa Civil da ex-ministra Erenice Guerra. O advogado cogita também denunciar Alfonso Rey por remessa ilegal de dinheiro dos EUA para o Brasil, em 11 de agosto. Lá isso dá cadeia. Dono da empresa aérea americana Centurion, que tem a MTA como “laranja”, o argentino Alfonso Rey vive em Key Biscaine, na Flórida. Pivô da queda de Erenice, a MTA recebe até R$ 6,5 milhões por mês dos Correios, mas até seu executivo sumiu do escritório de Campinas. Alfonso Rey tem amigos na Anac: a “cheta” (permissão de voo de sua frota) já venceu, mas a Agência Nacional de Aviação Civil não percebe.

Blogueira cubana denuncia que sua conta do Twitter foi bloqueada

A blogueira cubana Yoani Sánchez afirmou nesta terça-feira que não consegue enviar mensagens em sua conta no Twitter desde sexta-feira passada e pediu ao microblog que esclareça o sucedido para determinar se a ditadura de Cuba está por trás do bloqueio do acesso. Com a ajuda de um amigo que tinha acesso à internet, a blogueira conseguiu twittar a seguinte mensagem: "#twitter deve esclarecer se seu serviço nos censurou a publicação de tweets por SMS ou se foi o governo de #Cuba que nos bloqueou". "Ficamos sem voz no mundo dos 140 caracteres", disse Yoani Sánchez em entrevista telefônica, de Havana. A ditadura cubana não tinha encontrado a maneira de bloquear a possibilidade de enviar mensagens ao Twitter através de um telefone celular. Não sabemos se isso foi obra do governo cubano" ou se é um problema técnico que envolve o Twitter, afirmou Yoani Sánchez. Para ela, o Twitter se tornou uma espécie de "canal informativo" pelo qual os cubanos podem "enviar notícias, opiniões e informações ao mundo, e infelizmente parece que houve um bloqueio". Se for comprovado que houve "censura", continuou a blogueira, "infelizmente se perderá um caminho de expressão cidadã para os cubanos". Yoani Sánchez disse que outro blogueiro que conseguiu acesso à internet em um hotel entrou em contato com os responsáveis do Twitter, mas "não recebeu resposta". Ela assinalou que soube da situação na segunda-feira, quando vários de seus seguidores lhe disseram que, desde sexta-feira, não recebiam suas mensagens através do serviço SMS, aparentemente o único meio pelo qual os cubanos, munidos de um telefone celular, conseguem twittar. Tomás Bilbao, diretor-executivo do grupo Cuba Study Group, disse que entrou em contato com o Departamento de Estado e com o Twitter para que se investigue o que aconteceu com a conta de Yoani Sánchez e de outros blogueiros. O aumento no número de blogueiros que usam o Twitter possivelmente atraiu a atenção das autoridades cubanas, indicou Bilbao. "Se for comprovado que o governo cubano conseguiu bloquear o acesso ao Twitter através do serviço SMS, isso seria surpreendente, já que no caso iraniano o governo não conseguiu bloqueá-lo", destacou Bilbao. Ele se referiu à chamada "revolução Twitter" no Irã, onde uma vibrante comunidade de blogueiros recorreu ao microblog para denunciar abusos do regime de Teerã, apesar dos esforços do governo para usar filtros que bloqueiem alguns conteúdos de internet.

Bispo de Guarulhos mantém na web vídeo anti-Dilma

Alheio aos desmentidos de Dilma Rousseff, o bispo Luiz Gonzaga Bergonzini, responsável pela Diocese de Guarulhos (SP), mantém na internet um vídeo que associa o PT e sua candidata ao aborto. A gravação foi levada ao ar, no Youtube, duas semanas antes do primeiro turno da eleição, em 17 de setembro. O link que conduz à peça foi acomodado na página da Diocese de Guarulhos (SP), sob o título "Vida, Aborto e Eleições 2010". Continua lá, a despeito do esforço de Dilma para se dissociar do aborto. “É muito importante nós conhecermos os candidatos, os seus pensamentos, as suas convicções religiosas e humanas”, diz o bispo Bergonzini no vídeo. “Estamos atravessando em nossos dias um problema muito sério, que é o problema da liberação do aborto, um atentado contra a vida de inocentes”. Sem mencionar o nome de Dilma, o bispo acrescenta: “Infelizmente, nós temos candidatos que apoiam a liberação total do aborto...” “...Eu não vou dizer nomes, porque vocês sabem muito bem a quem eu estou me referindo”. Bergonzini apela aos valores religiosos do rebanho: “Se nós realmente somos cristãos, católicos, se nós seguimos Jesus Cristo...” “...Não podemos votar nesses candidatos. Ao contrário, devemos até alertar pessoas de nossas relações para que não cometam esse erro”. Noutro trecho, Bergonzini aproxima sua pregação de Dilma: “Vou citar aqui um partido, porque ele mesmo legisla sobre esse assunto...” “...Obriga a todos aqueles que se filiam a esse partido, que é o Partido dos Trabalhadores, o PT, a se comprometerem a seguir religiosamente as normas, as conclusões de congressos que eles realizam..." "...Entre essas conclusões está a abrigação das pessoas que são filiadas de obedercer todas essas normas. E entre essas normas está a liberação do aborto..." "...Votando nessas pessoas nós estamos também apoiando a liberação do aborto”.Bergonzini parece descrer da conversão da petista Dilma Rousseff. Manteve o vídeo anti-Dilma na internet. Permanece na página eletrônica da Diocese de Guarulhos também um texto que o bispo Bergonzini veiculara no final de julho. Anota: “Na atual conjuntura política, o PT, através de seu IIIº e IVº Congressos Nacionais (2007 e 2010 respectivamente), ratificando o 3º Plano Nacional de Direitos Humanos [...] se posicionou pública e abertamente a favor da legalização do aborto, contra os valores da família e contra a liberdade de consciência”. Para desassossego do QG de Dilma, a CNBB pendurou na sua página eletrônica um texto sobre a “Semana Nacional da Vida 2010”. Começou na sexta (1º) e vai até esta quinta-feira (7). Na sexta-feira (8), a CNBB vai celebrar o “Dia do Nascituro”. O comunicado traz comentários do presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e Família da CNBB. Chama-se Dom Orlando Brandes. É arcebispo de Londrina (PR). Ele declarou: “A vida humana começa na fecundação, na concepção, no encontro do óvulo com o espermatozóide...” “...O prodígio da vida é admirável, causa assombro, gratidão e reverência. Uma vez concebido, o ser humano tem direito à vida, aos cuidados de todos. Este ser humano tem o direito de nascer”.

Veja como o apoio de Dilma ao aborto está agitando a Igreja Católica

http://nossasenhorademedjugorje.blogspot.com/2010/10/pe-jose-augusto-da-cancao-nova-nao-fica.html