terça-feira, 24 de agosto de 2010

Foro de São Paulo encerra reunião na Argentina e divulga documento final

O Foro de São Paulo, organização fundada por Lula e por Fidel Castro, ditador facínora de Cuba, e que tem como inspirador o clone de chanceler Marco Aurélio "Top Top" Garcia, encerrou a sua 16ª conferência, realizada em Buenos, e publicou um documento no qual divulga as teses que deliberou. O texto é o seguinte, em espanhol, conforme publicado na íntegra pelo site do jornal El Pais, da Costa Rica: "Declaración final del XVI Encuentro del Foro de São Paulo
- Documento - El Foro de São Paulo celebra veinte años de su existencia. En este momento, valoramos el vigor de este espacio de unidad, solidaridad internacionalista, intercambio y cooperación de los partidos y organizaciones políticas de izquierda de América Latina y el Caribe, que en su 16º Encuentro sigue fortaleciéndose como expresión del nuevo cuadro político que vive nuestra región. La América Latina y Caribeña vive cambios profundos. Entre estos cambios, destacase el accionar de los gobiernos de izquierda y progresistas, que desde 1998 estamos edificando más democracia y más calidad de vida para las mayorías populares antes excluidas, así como estamos construyendo más soberanía nacional e integración continental entre países que antes estaban sometidos aisladamente a las amenazas del imperio. Entre las distintas expresiones de la integración latinoamericana y caribeña se destacan la Alianza Bolivariana para los Pueblos de América Latina (ALBA) y su labor solidaria; la Unión de Naciones Suramericanas (UNASUR), que jugó un papel extraordinario contra los que querían dividir Bolivia y en favor de la reconciliación entre las hermanas naciones de Colombia y Venezuela; y la Comunidad de Estados Latinoamericanos y Caribeños (CELAC), un escalón superior en la dinámica de integración, que de alguna manera recoge los postulados originarios de los padres fundadores de nuestra América. Los cambios en nuestra región tienen como telón de fondo la crisis del capitalismo neoliberal y el deterioro de la hegemonía estadounidense. La crisis del capitalismo es profunda y aún no está superada. Como resultado de esto, pero también de nuestra labor, el Estado, los intereses nacionales, la solidaridad, la integración regional y el socialismo se fortalecen como alternativas de las sociedades frente a los descalabros del modelo de sociedad de mercado. Al mismo tiempo, el multilateralismo y la multipolaridad se van fortaleciendo como alternativas al unilateralismo imperial. Los movimientos sociales, los partidos progresistas, democráticos, populares, nacionalistas, de izquierda, nuestros parlamentarios y gobiernos locales, estatales y nacionales tuvimos participación decisiva en estos cambios. Sin nuestro accionar, podría pasar lo que sucede en otras regiones del planeta, donde la crisis del neoliberalismo abre paso a soluciones conservadoras. Este es el gran logro del Foro de São Paulo, creado en 1990, en los marcos del ascenso neoliberal, de la crisis del socialismo en el Este Europeo y del unilateralismo imperial de los Estados Unidos. Resistimos, luchamos, presentamos propuestas, defendemos nuestras ideas, estamos realizando gobiernos transformadores y estamos venciendo a los que hablaron de pensamiento único y del fin de la historia. Las fuerzas conservadoras en nuestros países y sus aliados externos no aceptan esta situación y hacen lo posible para detener y revertir los avances de las izquierdas. Para ese fin, echan mano de todos los medios: las campañas mediáticas y electorales, los golpes, el bloqueo económico y las presiones militares. El XVI Encuentro del Foro de São Paulo ocurre en medio del curso de la lucha política entre los sectores populares y la derecha, que es marca de los últimos años, en una disputa reñida por los rumbos de nuestro continente. En el último período, junto a movimientos de contra ataque puestos en marcha por la derecha y el imperialismo norte americano, persiste la iniciativa de las fuerzas de izquierda. Prosigue, con importantes avances, el proceso de integración sur y latino americano. En 2009 se observó las reelecciones presidenciales en Bolivia y en Ecuador, en Uruguay el Frente Amplio obtuvo nueva victoria y en El Salvador fue victorioso el FMLN. En estos y en otros países, como México y Perú, el Foro de Sao Paulo juega un papel positivo en la unidad de las fuerzas populares y de izquierda. Para derrotar el contra ataque de las derechas y del imperialismo, para seguir avanzando, el XVI Encuentro del Foro de São Paulo indica como tareas fundamentales para los partidos y organizaciones de izquierda y progresistas de América Latina y el Caribe:
-ampliar la unidad de los partidos progresistas, populares y de izquierda;
-consolidar los logros y no ceder ningún espacio a la derecha;
-profundizar los cambios en los países que gobernamos;
-apoyar a los partidos de izquierda que aún no son gobierno en la región;
-derrotar el contra ataque de la derecha;
-acelerar el proceso de integración;
-hacer de este ciclo de gobiernos progresistas y de izquierdas, el punto de partida hacia un nuevo modelo de desarrollo para América Latina y el Caribe.
Estas fueron algunas de las principales conclusiones del XVI Encuentro del Foro de São Paulo, que se realizó del 17 al 20 de agosto de 2010, en Buenos Aires, Argentina, con la presencia de 600 delegados y delegadas, invitados e invitadas de 54 organizaciones, provenientes de 33 países. El Foro incluyó, además de las plenarias, talleres temáticos, sobre parlamentarios; autoridades estatales y locales; fundaciones y escuelas o centros de capacitación; políticas de defensa regional y continental; medioambiente y cambio climático; movimientos sociales (contra la criminalización); trabajadores de arte y cultura; democratización de los medios de comunicación; seguridad, delincuencia organizada y derechos humanos; soberanía nacional y descolonización; migraciones (Declaración de Los Ángeles, Ley Arizona, leyes europeas); encuentro de género; II encuentro de juventudes; Regional Andino Amazónica; Regional Cono Sur; Regional Mesoamericana y Caribeña, cuyas conclusiones principales son objeto de resoluciones especiales aprobadas por el XVI Encuentro. El XVI Encuentro impulsa la inclusión en la agenda del Foro la temática racial en la perspectiva de formalizar la cooperación política entre los movimientos y los partidos que integran el Foro a los efectos de universalizar la lucha contra el racismo y la xenofobia en todas sus expresiones, a lo largo de toda América Latina y el Caribe. Reconocemos el papel estratégico de la cultura en la lucha política, como un derecho humano inalienable, como un bien superlativo para nuestros pueblos y teniendo la educación como un gran aliado y el único camino posible en su defensa. Uno de los principales activos de América Latina y el Caribe es nuestra diversidad cultural, ya que la cultura es inagotable. La estrategia contrainsurgente de los Estados Unidos ha generado la intervención militar y la militarización de la seguridad pública en los países de América Latina bajo el argumento de la lucha contra la real acción y violencia de las bandas delincuenciales y del narcotráfico que han puesto en crisis humanitaria a nuestros países y que son protegidas, política y financieramente, por las propias élites dominantes a las que sirven. Por ello, el FSP convoca a los partidos, gobiernos y movimientos democráticos y de izquierda a abrir los espacios para el debate y formulación de ideas y propuestas en miras a la construcción de una política regional integral antidrogas que sea presentada ante el XVII Encuentro del Foro de Sao Paulo. El Foro abordó el tema del colonialismo en la región caribeña y aprobó llevar el caso colonial de Puerto Rico a la Asamblea General de las Naciones Unidas compareciendo con una delegación a las vistas del Comité de Descolonización. El XVI Encuentro del Foro de Sao Paulo, realizado en Buenos Aires, del 17 al 20 de agosto de 2010, expresa su plena solidaridad con el reclamo argentino por la descolonización de los archipiélagos de Malvinas, Georgias del Sur y Sandwichs del Sur, que Gran Bretaña ocupa desde el siglo XIX; apoya las resoluciones de las Naciones Unidas que instan a ambas partes en conflicto a iniciar de inmediato las negociaciones -a las que se viene negando sistemáticamente la Corona Británica- tendientes a poner fin a esta rémora del pasado colonial que resulta particularmente anacrónica en este siglo XXI cuando varios naciones de nuestro continente celebran el Bicentenario de la gesta independentista que las viera nacer como repúblicas. El Encuentro del Foro de Sao Paulo expresa su profunda preocupación por el emplazamiento de la gran base militar de la OTAN de Mount Pleasant, en la Isla Soledad, que constituye un peligro para todos los pueblos y países de la región y contradice abiertamente la resolución de la ONU que exige hacer del Atlántico Sur un océano de paz y cooperación; y asimismo hace notar que la presencia de esa fortaleza militar en las Islas Malvinas ha sido y es el hecho de fuerza esgrimido por el gobierno británico para seguir negociando con grandes empresas transnacionales la concesión de licencias de pesca y de exploración de petróleo, lo cual constituye una acción ilegal por tratarse de un territorio en disputa de soberanía. El Foro tuvo la oportunidad de compartir con la Presidenta de la República Argentina, Cristina Fernández y con otras autoridades del gobierno argentino, a través de quien transmitimos nuestro agradecimiento al pueblo y a los sectores populares argentinos, por la cálida recepción que brindaron al XVI Encuentro del Foro de São Paulo. El Foro rindió homenaje a la vida ejemplar de la Heroína Puertorriqueña Lolita Lebrón, conciencia sublime de la lucha centenaria del continente latinoamericano y de la lucha del pueblo puertorriqueño por su liberación nacional. El XVI Encuentro del Foro de Sao Paulo rindió homenaje al destacado dirigente comunista de Chile, Luis Corvalan, que fue protagonista durante casi 40 años de hechos notables de la historia de Chile, que ya están inscritos como parte insoslayable de nuestras luchas, y con un aporte a la liberación de los pueblos de América y que seguirán repercutiendo e influyendo en nuestras luchas por mucho tiempo. El XVI Encuentro del FSP rindió también un cálido homenaje a un gran pensador y revolucionario venezolano, como lo fue Alberto Muller Rojas, quien se desempeñó en vida como el Primer Vicepresidente del Partido Socialista de Venezuela (PSUV). El FSP, además, manifestó su solidaridad con las fuerzas revolucionarias y socialistas de Venezuela y auguran una contundente victoria en los comicios legislativos que tendrán lugar el próximo 26 de septiembre. El Foro rindió, también, homenaje a Tomás Borge por ocasión de su cumpleaños y decidió que la sede del XVII Encuentro será en Managua, Nicaragua. El Foro recibió, también, a Manuel Zelaya y decidió incorporar al Foro de Sao Paulo el Frente Nacional de Resistencia Popular (FNPR). Muchos fueron los mensajes recibidos durante los 4 días del Foro, entre los cuales destacamos las del Partido Comunista de Cuba. El Foro reafirma nuestra solidaridad con Cuba, la condena al bloqueo, el reclamo por la liberación de los 5 héroes. El Foro recibió el mensaje del Presidente Lula, del Brasil, y expresa su satisfacción por la delantera electoral en las encuestas de la compañera Dilma Rousseff, candidata presidencial de fuerzas progresistas en Brasil. Parte importante de las reflexiones del XVI Encuentro del Foro de São Paulo fueron dedicadas al tema de la paz. La situación internacional se caracteriza por nuevas amenazas de guerras, no obstante el rotundo fracaso de las embestidas imperialistas en Irak y Afganistán. Rechazamos firmemente el camino de la guerra imperialista y levantamos la bandera da la paz y el diálogo en el conflicto de las potencias imperialistas contra Irán y otros países amenazados por EUA y la OTAN. Nos asociamos a las voces que alertan al mundo sobre los riesgos de un conflicto militar de gravísimas consecuencias, motivo por el cual saludamos la reciente firma del Acuerdo de Teherán, entre Brasil, Turquía e Irán, en defensa del derecho, consagrado en las normas internacionales, de dominio de la tecnología para producción de energía nuclear con fines pacíficos por parte de países en desarrollo. Y convocamos a una fuerte movilización por la paz en América Latina y el Caribe. El Foro de São Paulo se pronuncia por el retiro de todas las bases militares extranjeras de América Latina y el Caribe, condición sine qua non para la preservación de la paz en la región. La paz en el mundo está amenazada por la estrategia de los Estados Unidos, que intenta compensar su declive ideológico, político y económico, con el recurso a la acción militar, donde siguen teniendo una hegemonía incomparable. En América Latina y el Caribe, la estrategia de los Estados Unidos es representada por el Plan Colombia, las bases militares antiguas y nuevas en la región, la reactivación de la IV Flota, así como la presencia de los servicios de inteligencia y policiales, bajo pretextos variados. La solución política negociada al conflicto armado colombiano se constituye en una prioridad para la paz regional y para el avance de los gobiernos progresistas y de izquierda. En consecuencia, el Foro de São Paulo se compromete a impulsar una acción decidida con los gobiernos y movimientos sociales de la región. En especial buscará que la UNASUR juegue un papel de facilitación o mediación. El Foro de São Paulo reafirma que las salidas militares no solucionan el conflicto de varias décadas y, muy por el contrario, aumentan la crisis humanitaria que padece el pueblo colombiano. Más de cuatro millones de desplazados y refugiados, cientos de miles de desaparecidos y asesinados, fosas comunes, detenciones arbitrarias, amenazas y ataques a los movimientos sociales y a los partidos de oposición política. Para el Foro de São Paulo es necesario que se respete el Derecho Internacional Humanitario y los Derechos Humanos, se acabe con la práctica del secuestro, de la desaparición forzada, las detenciones arbitrarias y se avance en la liberación de personas retenidas y la concreción de acuerdos humanitarios. De igual forma es necesario que se garanticen los derechos de las víctimas a la verdad, la justicia, la reparación y la no repetición, al igual que la devolución de las tierras despojadas. El Foro de São Paulo defiende un plan de paz que se fundamente en una salida política negociada y justa al conflicto interno colombiano, que incluya:
- la inmediata liberación de todos quienes han sido privados de su libertad con motivo del conflicto político;
- el cese de las hostilidades;
- la agenda humanitaria;
- una negociación con mediación externa.
Por otra parte, el Foro de São Paulo manifiesta su respaldo al restablecimiento de las relaciones entre Colombia y Venezuela. El Foro de São Paulo forma parte del esfuerzo por la paz, disponiéndose a cumplir el papel que las partes directamente involucradas juzguen adecuados. El tema de la defensa regional y continental pasa a constituir una de las dimensiones del proceso de integración regional, en especial, saludan al surgimiento del Consejo Suramericano de Defensa, en el ámbito de UNASUR. Denuncian el rol y la presencia de actores extra regionales -en especial del imperialismo norteamericano- como factor de inestabilidad en materia de seguridad y defensa en nuestra región. Rechazan la existencia de bases militares extranjeras en América Latina y el Caribe y reafirman la propuesta de que nuestra región se constituya en una zona de paz. Por fin, se saludó el proceso de renovación doctrinal en el pensamiento estratégico de los países dirigidos por fuerzas progresistas y apoyan la idea, en el ámbito de UNASUR, de afirmación de un pensamiento geopolítico autóctono, que valore nuestras independencias y soberanías nacionales. El Foro de São Paulo nació en un momento en el cual el neoliberalismo parecía invencible. Hoy, cuando se realiza la conmemoración del Bicentenario de los numerosos procesos independentistas latinoamericanos y caribeños, podemos afirmar que el FSP es una iniciativa exitosa. Nuestro éxito no reside en que hayamos conseguido alcanzar todos nuestros objetivos. Aún estamos lejos de esto: un ejemplo es la situación de Haití, para el cual el Foro de São Paulo convoca a la solidaridad internacional. Nuestro éxito reside en que contribuyamos no solamente a construir la época de cambios en que estamos, sino principalmente porque escogimos un camino que nos está llevando a construir un cambio de época. Un camino basado en la resistencia al capitalismo neoliberal, en la valorización de la democracia, en la construcción de un nuevo modelo económico social de desarrollo, en nuevas formas de gobernar, en defensa del socialismo y en la percepción de que la unidad de las izquierdas, en todas sus distintas expresiones, es una condición esencial para nuestra victoria.
!Vivan los pueblos latinoamericanos y caribeños!
¡Viva el Foro de São Paulo!

Acidente com avião da Embraer produz 43 mortes na China

Os corpos de 43 vítimas foram resgatados dos destroços do avião fabricado pela companhia brasileira Embraer que colidiu e pegou fogo nesta terça-feira no aeroporto de Yichun, no nordeste da China. Outras 53 pessoas foram hospitalizadas com queimaduras, cortes e ossos quebrados. A imprensa chinesa afirma que eram 91 passageiros e cinco tripulantes, totalizando 96 pessoas. O vice-premiê Zhang Dejiang, mais alta autoridade responsável por questões de segurança, partiu em direção ao local do desastre. O avião de propriedade da companhia chinesa Henan Airlines decolou às 21 horas (10 horas em Brasília) do aeroporto de Harbin, capital da província de Heilongjiang. Pouco mais de uma hora depois, às 22h10, o avião não conseguiu aterrissar, ultrapassou o limite da pista, colidiu e pegou fogo no aeroporto da cidade de Yichun, seu destino final. "O avião se partiu no solo a 1.500 metros da pista de pouso e houve uma pequena explosão", disse Sun Bangnan, vice-chefe de polícia de Heilongjiang. Testemunhas anônimas disseram que o avião começou a se desmontar ou pegar foto antes de passar do limite da pista de pouso. O Aeroporto de Yichu é utilizado apenas para vôos domésticos. Ele foi inaugurado no ano passado, em meio a um número crescente de aeroportos construídos em partes remotas da china, para auxiliar o crescimento econômico. A Henan Airlines é uma pequena empresa regional controlada pela Shenzhen Airlines, que pertence parcialmente à Air China. A empresa fica em Henan, província no centro da China, e opera vôos domésticos. No começo do ano, a empresa mudou seu nome de Kunpeng Airlines para Henan. Em 2004, um avião CRJ200 operado pela China Eastern Airlines caiu em um lago congelado no norte da Mongólia, pouco após a decolagem. Mais de 50 pessoas morreram.

Cristina Kirchner acusa jornais Clarín e La Nación de formação de monopólio

A presidente da Argentina, a peronista populista Cristina Kirchner, acusou os dois principais jornais argentinos de "conspirar ilegalmente com ditadores" para assumir o controle da principal fabricante de papel jornal do país há três décadas, inclusive usando força e cometendo crimes contra a humanidade. Em pronunciamento em rede nacional de rádio e TV por mais de meia hora, Cristina Kirchner acusou o grupo Clarín e o La Nación de usar a Papel Prensa para impor o "monopólio de imprensa na Argentina", abafando outros pontos de vista ao se recusar a vender papel aos jornais concorrentes por preços justos. A empresa Papel Prensa fornece papel jornal para mais de 130 clientes em todo o país. Um estudo chamado "Papel Prensa, a verdade" e com cerca de 23 mil páginas foi elaborado pela equipe do secretário do Interior, Guillermo Moreno. Cristina disse que o documento será encaminhado para "as autoridades competentes" para tomarem uma medida. O governo está claramente buscando maneiras de arrancar o controle da Papel Prensa dos dois grupos de oposição. Antes do discurso de Cristina, Daniel Reposo, alto representante do governo, disse que pediria ao sistema criminal de justiça para tomar uma ação "com o objetivo de ter uma companhia que produz papel para todos os setores, e não para apenas uns poucos". A peronista populista Cristina Kirchner está decidida a acabar com a liberdade de imprensa na Argentina.

Cristina Kirchner acusa jornais Clarín e La Nación de formação de monopólio

A presidente da Argentina, a peronista populista Cristina Kirchner, acusou os dois principais jornais argentinos de "conspirar ilegalmente com ditadores" para assumir o controle da principal fabricante de papel jornal do país há três décadas, inclusive usando força e cometendo crimes contra a humanidade. Em pronunciamento em rede nacional de rádio e TV por mais de meia hora, Cristina Kirchner acusou o grupo Clarín e o La Nación de usar a Papel Prensa para impor o "monopólio de imprensa na Argentina", abafando outros pontos de vista ao se recusar a vender papel aos jornais concorrentes por preços justos. A empresa Papel Prensa fornece papel jornal para mais de 130 clientes em todo o país. Um estudo chamado "Papel Prensa, a verdade" e com cerca de 23 mil páginas foi elaborado pela equipe do secretário do Interior, Guillermo Moreno. Cristina disse que o documento será encaminhado para "as autoridades competentes" para tomarem uma medida. O governo está claramente buscando maneiras de arrancar o controle da Papel Prensa dos dois grupos de oposição. Antes do discurso de Cristina, Daniel Reposo, alto representante do governo, disse que pediria ao sistema criminal de justiça para tomar uma ação "com o objetivo de ter uma companhia que produz papel para todos os setores, e não para apenas uns poucos". A peronista populista Cristina Kirchner está decidida a acabar com a liberdade de imprensa na Argentina.

Orçamento do FGTS aumenta para R$ 71 bilhões em 2010 e bate recorde

O orçamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para 2010 aumentou para R$ 71,8 bilhões, o maior valor da história do fundo. O montante foi alcançado depois que o Conselho Curador do fundo, que se reuniu nesta terça-feira, ter liberado mais R$ 6 bilhões para o FGTS. Da verba extra, R$ 3 bilhões serão destinados à habitação. Os recursos serão aplicados nos programas de Carta de Crédito Individual, Carta de Crédito Associativo e Apoio à Produção de Habitações. De acordo com a Caixa Econômica Federal, que administra os recursos do FGTS, o dinheiro permitirá o financiamento de mais 75 mil moradias em todo o País. Os R$ 3 bilhões restantes serão usados em obras de saneamento e melhorias de infraestrutura urbana.

Cuba permite que filho de líder da revolução viaje aos Estados Unidos

As autoridades cubanas autorizaram a viagem aos Estados Unidos de Juan Almeida García, filho de Juan Almeida Bosque, histórico comandante da revolução, conforme informação da Igreja Católica de Cuba. "Há alguns dias, uma filha de Almeida pediu ao cardeal que se interessou no caso e na tarde de segunda-feira, as autoridades responderam que concederiam a permissão de saída, o que foi informado a Almeida à noite", disse o porta-voz do arcebispo de Havana, Orlando Márquez. Almeida, um advogado de 43 anos, pediu nesta terça-feira permissão às autoridades migratórias da ditadura cubana para viajar, e foi informado que seu passaporte será habilitado nesta quarta-feira. Ele é um dos sete filhos do "comandante" Juan Almeida Bosque, falecido em 12 de setembro de 2009. Juan Almeida García, cuja mulher vive em Miami, sofre de uma doença degenerativa (espondilite reumatóide) e recebeu tratamento especializado na Europa há alguns anos, segundo contou seu advogado.

Banda larga móvel no Brasil cresce 17% e ganha dois milhões de usuários no trimestre

Com crescimento de 34,1% nos últimos doze meses, o número de clientes 3G chegou a 680 milhões no mundo, o que equivale a 13,7% do total da base de celulares. E um em cada cinco celulares atualmente vendidos já é smartphone, o que evidencia a tendência destes dispositivos se tornarem os principais meios de acesso à internet, superando o computador. No Brasil, a participação dos serviços de dados na receita das operadoras brasileiras registrou crescimento expressivo, correspondente a 37% nos últimos doze meses e 10% no segundo trimestre de 2010. O faturamento dos serviços de dados superou 16% da receita do total de serviços de telecomunicações. Com a adição líquida de 2 milhões de acessos em banda larga móvel, a taxa de crescimento foi de 17%, valor superior aos 3% correspondentes à banda larga fixa no mesmo período.

Presidente paraguaio Lugo se submete a primeiro teste de paternidade após escândalos de 2009

O presidente do Paraguai, o ex-bispo Fernando Lugo, passou nesta terça-feira pela primeiro teste de paternidade imposto pela Justiça após os escândalos motivados por reivindicações de paternidade que o fizeram cambalear no primeiro ano de seu governo. Lugo, de 59 anos, descobriu há 20 dias que tem um câncer linfático e há duas semanas realizou a primeira sessão de quimioterapia. Ele tirou a amostra de sangue para o teste nesta terça-feira na residência presidencial de Mburuvichá Róga. O exame foi ordenado no dia 10 pela juíza Ana Ovelar. Ao mesmo tempo, também foram recolhidas amostras do suposto filho de três anos do presidente e da mãe da criança, Hortensia Morán. Ela afirma ter tido relações sexuais com Lugo durante a campanha eleitoral. Na época, Hortensia militava em um dos partidos que apoiou a candidatura do ex-bispo. A análise genética será realizada por três laboratórios privados de Assunção e os resultados devem levar ao menos duas semanas para ficarem prontos.

Gerdau finaliza compra da Ameristeel por US$ 1,7 bilhão

A Gerdau e sua subsidiária canadense Gerdau Ameristeel anunciaram nesta terça-feira que os acionistas da unidade norte-americana aprovaram o plano estruturado que estipula a venda da Gerdau Ameristeel para a Gerdau por US$ 1,7 bilhão. A resolução foi aprovada por 93% dos votos apresentados por detentores de ações ordinárias e 74% do capital votante minoritário. Conforme previsto, a quantia por papel da Ameristeel ficou em US$ 11,00 pagos em dinheiro. A Gerdau, maior produtora de aços longos das Américas, informou que a expectativa é de que o plano estruturado seja concluído ainda este mês. A empresa havia anunciado em junho que seu conselho aprovara a aquisição de todas as ações de sua unidade norte-americana. Na época, o valor representava um ágio de 45,9% sobre o preço de fechamento da ação nos 30 dias de negócios anteriores.

Justiça suspende direitos políticos de Iris Rezende em Goiás

O candidato do PMDB ao governo de Goiás, Iris Rezende, foi condenado pela Justiça do Estado a multa de R$ 50 mil e teve seus direitos políticos suspensos por três anos por crime de improbidade administrativa. A acusação partiu do Ministério Público goiano e foi acatada pela 3ª Vara da Fazenda Pública Municipal. Segundo a Procuradoria, o peemedebista, quando era prefeito de Goiânia, contratou por R$ 1 milhão, em 2006, a empresa Stylus Propaganda e Consultoria sem licitação. A decisão judicial não afeta sua candidatura. A defesa de Rezende alegou "urgência" para a dispensa de licitação, pois havia no município, à época, incidência de dengue e necessidade de avisar a população dos prazos de pagamentos de impostos.

Ibope aponta empate de Lessa e Collor em Alagoas

O primeiro levantamento do Ibope para a corrida ao governo de Alagoas aponta que a disputa está empatada: Ronaldo Lessa (PDT) está com 29% das intenções de voto, seguido de Fernando Collor (PTB/AL), com 28%. O governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) tem 24%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Petros, Previ e Funcef devem criar fundo de investimento para trem-bala

O diretor-geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Bernardo Figueiredo, afirmou nesta terça-feira que os fundos de pensão Petros, Previ e Funcef estão avaliando a criação de um fundo de investimento em participações do trem bala. A idéia é que o governo não participe da fase de leilão do trem, previsto para 16 de dezembro, e entre neutro no negócio com o consórcio vencedor. "Isso amplia a competitividade", disse Figueiredo. Segundo ele, o cronograma para a realização do leilão não será modificado. O TAV (Trem de Alta Velocidade) ligará São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro, com escalas. A última previsão do governo é de que as obras sejam concluídas em 2016.

TRE de Minas Gerais manda investigar Caixa 2 na campanha de Hélio Costa

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais, por 5 votos contra 1, determinou nesta terça-feira que prossiga a ação fundada no art. 30-A da Lei 9.504/97 para que se apure o uso de Caixa 2 na campanha ao governo do Estado do senador Hélio Costa (PMDB). Ele concorre ao governo aliado do PT. O fundamento da ação está em que antes da abertura de conta para recebimento de doações, Hélio Costa usou helicóptero e avião de propriedade da empresa de táxi aéreo Helimarti, sediada em São Paulo, para atos de campanha. Mas, na prestação de contas apresentada ao Tribunal Regional Eleitoral, este tipo de gasto foi omitido. É a segunda complicação grave que Hélio Costa tem em sua campanha nos últimos dias. A outra foi ter obtido uma ordem judicial para prender um blogueiro que publicou matéria que ele considerou ofensiva. Diante da péssima repercussão nacional, de um jornalista (que ele foi) pedindo censura à Justiça Eleitoral, Hélio Costa acabou retirando o pedido de prisão nesta terça-feira.

Vale passa Petrobras e assume liderança no ranking das exportadoras

A Vale passou a Petrobras e assumiu o posto de maior empresa exportadora brasileira. No acumulado do ano até julho, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, a mineradora exportou US$ 10,143 bilhões, ante US$ 10,139 bilhões da estatal petrolífera. Essa é a primeira vez que a mineradora conseguiu ocupar a primeira posição no ranking das empresas brasileiras exportadoras, apoiada na alta do mercado de minérios. A Petrobras mantinha a primeira posição entre as exportadoras brasileiras desde 2002, quando passou a então líder, Embraer. Em termos percentuais, Petrobras e Vale são responsáveis, cada uma, por 9,49% das exportações brasileiras.

Equipes desencalham baleia em praia do litoral norte gaúcho

Equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar Ambiental e biólogos conseguiram desencalhar, na tarde desta terça-feira, a baleia jubarte que estava encalhada em um banco de areia na praia de Capão da Canoa, no litoral norte do Rio Grande do Sul. A baleia jubarte, pesando de 20 a 25 toneladas e com 11 metros de comprimento, estava encalhado desde a tarde de sábado. Segundo a Polícia Ambiental, duas embarcações arrastaram a baleia para alto-mar. A baleia jubarte, que estava encalhada a 40 metros da areia, está agora em águas mais fundas, a 150 metros da areia. A Polícia Ambiental e biólogos vão monitorar o animal pelas próximas 24 horas.

Coordenador de comitê pró-Serra admite falta de material de campanha no Rio Grande do Sul

O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra, teve uma reunião de emergência nesta terça-feira, em Porto Alegre, com representantes dos seis partidos que compõem o Movimento Gaúchos com Serra. Durante almoço, em Porto Alegre, políticos do PMDB, PPS, PP, PTB, PSDB e DEM relataram a Sérgio Guerra os problemas na campanha do tucano no Rio Grande do Sul. Ou seja, amadorismo absoluto, coisa nunca vista em uma campanha presidencial. Após o encontro, o deputado federal Germano Bonow (DEM), coordenador do movimento, admitiu que não há material de campanha de Serra disponível no Estado. “O bloco ainda não está na rua”, resumiu Bonow, ao explicar porque Serra vem caindo nas pesquisas entre os eleitores gaúchos. Resumindo, é uma campanha que não existe no Estado, quando faltam 40 dias para as eleições.

Eduardo Jorge consegue acesso ao inquérito sigiloso da Receita Federal

Eduardo Jorge, secretário geral nacional do PSDB, conseguiu no Tribunal Regional Federal de Brasília, uma liminar para ter acesso integral ao inquérito sigiloso da Receita Federal, que investiga a quebra do seu sigilo fiscal por funcionários da Receita. Segundo o despacho do juiz, a Receita Federal recebeu ordens para liberar os dados requisitados em duas horas. A advogada de Eduardo Jorge saiu do Tribunal Regional Federal direto para a Receita Federal, para buscar os dados.

Estados Unidos investigam Igreja Universal por remessas de R$ 420 milhões

A Igreja Universal do Reino de Deus é investigada nos Estados Unidos sob suspeita de ter praticado os crimes de lavagem de dinheiro e conspiração, similar ao que o Código Penal brasileiro chama de formação de quadrilha. Dois doleiros brasileiros disseram a promotores americanos ter remetido ilegalmente o equivalente a R$ 420 milhões do Brasil para Nova York, no período entre 1995 e 2001. As remessas eram na razão de R$ 5 milhões por mês, segundo a dupla. O depoimento dos doleiros foi feito no âmbito de um acordo de delação premiada em Nova York. É uma negociação na qual criminosos tentam reduzir suas penas oferecendo informações que podem ajudar a desvendar novos crimes. Os investigadores americanos tentam descobrir o que a Universal teria feito com esses recursos nos Estados Unidos. A apuração é feita em caráter sigiloso e tem entre os seus alvos o bispo Edir Macedo e a tesoureira da igreja em Nova York, Regina da Silva. Ela já foi indiciada pela Promotoria de Nova York em outra investigação sob acusação de ter praticado os crimes de apropriação indébita, falsificação de documentos, falso juramento e fraude. Ela simulou ter feito assembleias em duas igrejas da Universal (Brooklyn e Queens) para levantar empréstimo de US$ 22 milhões. A investigação americana sobre a igreja é um subproduto da maior operação já feita pela Polícia Federal contra doleiros, realizada em 2004. Chamada de Farol da Colina (referência à empresa americana que abrigava a conta dos doleiros, a Beacon Hill), ela resultou na prisão de 62 doleiros. Em uma casa de câmbio em São Paulo, a Diskline, a Polícia Federal achou um CD com arquivos de computador que fazia referência a uma suposta funcionária da Universal, batizada de “Ildinha/Fé”. Ilda, segundo investigação do Ministério Público Federal, “era encarregada de levar as malas de dinheiro para a empresa Diskline”. A casa de câmbio Diskline era a fachada de dois dos maiores doleiros do País: Marcelo Birmarcker e Cristina Marini Rodrigues. São eles que fizeram o acordo de delação em Nova York e contaram ter remetido perto de R$ 420 milhões para os Estados Unidos a mando da igreja Universal. Bimarcker e Marini Rodrigues operaram três contas no Merchants Bank de Nova York, nas quais teria passado dinheiro sem origem da Universal. Eram contas abertas em nome de empresas criadas em paraísos fiscais: a Milano Finance Inc., Pelican Holding Group e Florida Financial Group.

Garotinho é condenado a dois anos e meio de prisão por formação de quadrilha

A Justiça Federal do Rio de Janeiro condenou o ex-governador Anthony Garotinho (PR) a dois anos e seis meses de reclusão por formação de quadrilha. A pena, porém, foi transformada em duas punições: prestação de serviço à comunidade e proibição de exercer cargo público e mandato eletivo. Garotinho é candidato a deputado federal pelo PR. Também foi condenado, a 28 anos de prisão, o ex-chefe da Polícia Civil e ex-deputado estadual Álvaro Lins. Ele e Garotinho são acusados de usar a estrutura da polícia em crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Foram condenados ainda os ex-policiais civis Alcides Campos Sodré Ferreira (cinco anos e nove meses), Daniel Goulart (dois anos), Fábio Menezes de Leão (quatro anos e seis meses), Mario Franklin Leite de Carvalho (11 anos e três meses) e Ricardo Hallak (sete ano e nove meses).

Netanyahu cancela reunião com diretor da AIEA e sai de férias

O primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, anunciou nesta terça-feira o cancelamento de última hora de uma reunião agendada há meses com Yukiya Amano, diretor da Agência Internacional de Energia Atômica (AEIA), e foi de férias para a Galiléia (região no norte de Israel). O cancelamento da reunião despertou surpresa nos meios políticos de Israel em vista da importância que o premiê atribui às questões nucleares, principalmente ao projeto nuclear iraniano. O jornal Haaretz chega a afirmar que Amano foi "esnobado" por Netanyahu.O tema ganha ainda mais importância para Israel neste momento já que instituições internacionais vêm intensificando os pedidos para realizar inspeções nas instalações nucleares do país. Além disso, em maio, uma Conferência de Não Proliferação Nuclear aprovou uma resolução pedindo um Oriente Médio livre de armas atômicas.

Igreja católica cubana anuncia libertação de mais seis presos políticos

A Igreja Católica de Cuba anunciou nesta terça-feira que serão libertados mais seis presos políticos do país pela ditadura facínora dos irmãos Castro, somando-se aos 26 já soltos anteriormente e foram desterrados, encontrando-se na Espanha. Segundo um comunicado do Arcebispado de Havana, os seis prisioneiros políticos são Víctor Arroyo Carmona, Alexis Rodríguez Fernández, Leonel Grave de Peralta Almenares, Alfredo Domínguez Batista, Próspero Gaínza Agüero e Claro Sánchez Altarriba. O comunicado dá a entender que todos eles também aceitaram "a proposta de sair da prisão e ir para a Espanha", ou seja, obrigatoriamente devem seguir para o desterro imposto pela ditadura fascista e facínora dos Castro. Segundo fontes da oposição cubana, outro dos presos contatados pelo Arcebispado, Nelson Molinet, recusou a "oferta" de ir para a Espanha e pediu para viajar aos Estados Unidos, porque quer ir com seus pais, ambos muito idosos e com problemas de mobilidade.

Investimento de Belo Monte pode ultrapassar os R$ 20 bilhões

O presidente da Eletrobras, José Antônio Muniz Lopes afirmou nesta terça-feira que o início da operação da hidrelétrica de Belo Monte poderá ser antecipado, mas não quis dizer em quanto tempo. O prazo inicial é para início das operações em 2015. "O problema é o tempo de fabricação das máquinas. Praticamente em todas as usinas está havendo antecipação", afirmou ele. Muniz também comentou que o valor total do projeto poderá ser superado, desde que a rentabilidade seja assegurada. O projeto atualmente está programado para receber investimentos de R$ 20 bilhões. As obras físicas estão previstas para serem iniciadas em 2011. Os contratos de concessão e outorga relativos à usina de Belo Monte serão assinados nesta quarta-feira.

Justiça anula provas da Polícia Federal contra família Sarney

A Justiça invalidou parte das provas obtidas por interceptação de e-mails em operação realizada pela Polícia Federal quando investigava negócios e movimentações financeiras do empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney. A decisão atinge cerca de 10 mil e-mails que possuem o domínio "@mirante", usado tanto pela família Sarney como pelos funcionários do Grupo Mirante, empresa que reúne rádios, TVs e jornal no Estado do Maranhão. A Polícia Federal pediu, e a Justiça à época autorizou, a quebra do sigilo de e-mails registrados em nome do grupo. Agora, a Justiça entendeu que, ao fazer isso, a Polícia Federal teve acesso a mensagens de todos os funcionários do grupo e não apenas dos que eram alvo de investigação. Os inquéritos terão que ser reescritos pela Polícia Federal, para que as menções às provas, agora consideradas ilícitas, sejam removidas, o que atrasará a conclusão do caso. A investigação começou em fevereiro de 2007, devido à movimentação atípica de R$ 2 milhões na conta de Fernando Sarney e de sua mulher, Teresa Murad Sarney. A apuração se estendeu até agosto de 2008 e apontou crimes de tráfico de influência em órgãos do governo federal, formação de quadrilha, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro. Ao longo da operação, chamada de Boi Barrica e rebatizada de Faktor, foram "grampeados" 452 endereços de e-mail, o que possibilitou à Justiça ter acesso a milhares de mensagens eletrônicas trocadas entre os funcionários do grupo Mirante. A decisão da Justiça que anulou os e-mails como prova foi tomada em julho a pedido de João Odilon Soares, um funcionário do grupo de comunicação dos Sarney que também aparece como sócio da factoring da família, usada, segundo a Polícia Federal, para lavar dinheiro. Ele também era tesoureiro de uma ONG de Fernando suspeita de desviar dinheiro da Eletrobrás. Ambos foram indiciados por gestão financeira irregular, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e formação de quadrilha. A defesa dele é feita pelo mesmo escritório contratado pela família Sarney. Os advogados pediram ainda a nulidade das provas captadas por meio de quebra de sigilo telefônico, fiscal e bancário, mas não foram atendidos.

Pesquisa CNT/Sensus revela que Serra só mantém vantagem sobre Dilma na região Sul

Pesquisa Sensus divulgada nesta terça-feira pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) revela que José Serra, candidato à Presidência pelo PSDB, só mantém vantagem sobre Dilma Rousseff na região Sul, onde tem 47,8% das intenções de voto, contra 35,7% da petista. Na média do País, Dilma está na frente com 46% das intenções de voto, contra 28,1% de José Serra e 8,1% de Marina Silva. No Nordeste é onde Dilma Rousseff apresenta a maior vantagem: 62,1% contra 19,85 do tucano e 6,4% de Marina. Na pesquisa anterior Dilma era apontada como candidata favorita por 58,4% do eleitorado; Serra por 21,4% e Marina Silva por 5,5%. Nas regiões Norte e Centro Oeste os resultados foram: 45%, 25,5% e 7,6% respectivamente para Dilma, Serra e Marina. Na pesquisa anterior os mesmos candidatos tiveram: 38,4%, 34,1% e 8,9%. No Sudeste Dilma abriu vantagem e chegou a 39,2% das intenções de voto contra 27,6% de Serra e 9,7% de Marina Silva. Na pesquisa anterior Dilma e Serra ainda estavam em empate técnico, apontados por 33,2% e 33,5% do eleitorado respectivamente.

Relatório da Polícia Federal classifica Arruda e seus aliados como quadrilha

Um ano depois do início da investigação sobre o esquema de corrupção no Distrito Federal, a Polícia Federal concluiu o relatório final que aponta o ex-governador José Roberto Arruda como o chefe de uma "organização criminosa" para desviar recursos públicos por meio de empresas contratadas pelo seu governo. A conclusão da Polícia Federal inclui deputados distritais que disputam a reeleição no dia 3 de outubro e afirma que Arruda e seus aliados se enquadram em "formação de quadrilha" e "corrupção passiva" para obter "vantagens espúrias". "José Roberto Arruda encabeçava uma organização criminosa voltada à captação de dinheiro bancado por empresas contratadas", diz o relatório da Polícia Federal. Com 93 páginas, o relatório foi concluído no dia 9 deste mês e enviado semana passada ao ministro Arnaldo Esteves Lima, que conduz o inquérito da Operação Caixa de Pandora no Superior Tribunal de Justiça. A polícia aponta crimes cometidos por sete empresas, 12 integrantes do alto escalão do governo de Arruda, além do próprio ex-governador, e pede a abertura de investigação para cada envolvido, com o objetivo de investigar lavagem de dinheiro e ocultação de bens.

Petrobras vai aprofundar pesquisas de etanol de bagaço de cana nos Estados Unidos

A Petrobras assinou nesta terça-feira um acordo com a empresa americana KL Energy Corporation para aprofundar suas pesquisas na produção de etanol a partir do bagaço de cana-de-açúcar. Hoje, o etanol é produzido apenas a partir do caldo da cana. Com o combustível retirado do bagaço (chamado de biocombustível de segunda geração), a Petrobras espera aumentar em até 40% a produção do etanol a partir da mesma quantidade de cana. De acordo com o gerente de Gestão Tecnológica da Petrobras Biocombustíveis, João Norberto Noschang, hoje é possível produzir até 86 litros de etanol com uma tonelada de caldo da cana. Ao usar o bagaço dessa mesma cana, pode-se aumentar essa produtividade em até 34 litros. "O biocombustível de segunda geração aproveita resíduos de processos de produção. Então, nosso objetivo é aumentar em pelo menos 40% a produção do etanol sem necessidade de desmatamento e sem necessidade de se plantar mais cana-de-açúcar", afirmou ele. As pesquisas serão feitas nas instalações da KL Energy, na cidade de Upton, nos Estados Unidos. A Petrobras gastará US$ 11 milhões (cerca de R$ 19 milhões) em obras de adaptação da planta de testes de etanol da empresa americana e na pesquisa propriamente dita. O acordo tem a duração de um ano e meio. Curioso é porque a Petrobrás irá desenvolver e depois comprar tecnologia que ela paga para ser desenvolvida nos Estados Unidos, se isto poderia ser produzido nas universidades brasileiras e na Embrapa.

Inpe aponta que focos de incêndio em áreas protegidas crescem 275%

O número de focos de incêndio em áreas de proteção ambiental, como parques e reservas, cresceu 275% em 2010, em comparação com o mesmo período do ano passado. Até segunda-feira, as unidades de conservação estaduais e federais registraram 20.905 focos de queimadas. Há um ano, foram 5.562 focos entre 1º de janeiro e 23 de agosto de 2009. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e incluem todos os satélites que monitoram focos de calor no País. O Parque Nacional do Araguaia, no Tocantins, era, até segunda-feira, o recordista em focos de incêndio: 2.843, seguido da àrea de Preservação Ambiental Triunfo do Xingu, no Pará (1.607 focos) e do Parque Estadual do Mirador, no Maranhão, com 923 focos.

Rio Grande do Sul registra queda da mortalidade infantil em 2009

A mortalidade infantil registrou queda no Rio Grande do Sul no ano de 2009. Os dados foram divulgados pela governadora Yeda Crusius na segunda-feira. Conforme o Núcleo de Informações em Saúde, vinculado à Secretaria da Saúde, de janeiro a dezembro o número de nascidos vivos ficou em 133.570 e o de óbitos em menores de um ano, em 1.539. Portanto, o coeficiente de mortalidade infantil (CMI) para o Estado é de 11,52 óbitos para cada mil nascidos vivos, uma redução em comparação com o índice de 2008, que foi de 12,70. O governo atribuiu o resultado a programas como o Primeira Infância Melhor (PIM), que realiza um trabalho sistemático de atendimento às famílias. A Central de Regulação de Leitos, vinculada ao Departamento de Assistência Hospitalar e Ambulatorial da Secretaria da Saúde, também colaborou para a obtenção dos números positivos, sendo responsável por todas as internações de crianças em UTIs neonatais e pediátricas desde a metade de 2008.

Banco Central constata que juros bancários voltaram a subir em julho

As taxas de juros cobradas pelos bancos de pessoas físicas e jurídicas voltaram a subir em julho, puxadas pelo aumento do "spread" bancário. Segundo dados do Banco Central divulgados nesta terça-feira, a taxa média subiu para 35,4% ao ano, a maior desde outubro de 2009. Para pessoas físicas, a taxa chegou a 40,5%. Para empresas, a 28,7%. As taxas de inadimplência ficaram todas estáveis. Entre as linhas de crédito mais utilizadas, houve alta de juros no cheque especial (para 167,3% ao ano, a maior em 12 meses), no crédito pessoal (para 42,2%) e no financiamento de veículos (para 24%). O volume total de crédito subiu 1,2% no mês passado, para R$ 1,55 bilhão, o que representa 45,9% do PIB (Produto Interno Bruto). Mais uma vez, a alta foi puxada pelo crédito subsidiado, que cresceu 2,3%, com destaque para empréstimos do BNDES e para habitação. O Brasil é o país com a mais alta taxa de juros no mundo, portanto, o paraíso para a especualção financeira.

Estado de calamidade nos hospitais de Porto Alegre, prefeitura suspende todas as cirurgias eletivas por 48 horas

A Secretaria Municipal da Saúde da prefeitura de Porto Alegre decidiu suspender todos os procedimentos eletivos por 48 horas nas urgências dos hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) da capital e estão mais do que superlotados. A medida pretende reorganizar o sistema na Capital e foi anunciada nesta terça-feira, 24, em reunião convocada pelo Ministério Público, que pretendia concretizar o estado de calamidade na saúde pública da cidade. Segundo o secretário de Saúde, Carlos Henrique Casartelli, com a decisão emergencial adotada, os procedimentos cirúrgicos ou internações clínicas que não têm urgência serão remarcados com o objetivo de minimizar o problema da lotação nas emergências. A iniciativa será reavaliada em 48 horas. Caso persista o problema, o período poderá ser ampliado. Casartelli apontou dois fatores para a super lotação das emergências: a alteração do clima, com a ocorrência de mais casos de doenças respiratórias, e a greve dos residentes. Na verdade, são justificativas sem pé nem cabeça. O clima muda todos os anos, especialmente no Rio Grande do Sul e em Porto Alegre, onde se registram quatro estações muito definidas. E o inverno é sempre rigoroso. A greve dos residentes é episódica. A Secretaria da Saúde está agindo de novo de modo paliativo, embora seja a gestora plena da saúde pública na capital gaúcha. Na segunda-feira, em um desses paliativos, resolveu encaminhar 13 pacientes para o Hospital Vila Nova. Além da suspensão dos procedimentos eletivos, técnicos da saúde se reúnem com a direção do Parque Belém, na Zona Sul, para avaliar a possibilidade de ampliar o número de leitos na instituição. Outras três medidas devem ser tomadas pelos gestores da saúde. A Procuradoria-Geral do Município avaliará a possibilidade de requisitar as instalações do Hospital Independência, atualmente fechadas, para o Hospital de Clínicas assumir o serviço, com a ajuda financeira do governo do Estado. Também foi apontada nova possibilidade do Grupo Hospitalar Conceição assumir o Hospital Luterano. É uma absoluta vergonha que Porto Alegre tenha três ou quatro hospitais fechados, há anos, e que nenhuma autoridade tomasse medida para rever essa situação, e só se mexam quando a situação chega ao ponto da calamidade pública, exigindo a intervenção do Ministério Público, que desta feita precisa ser elogiado por sua iniciativa. O secretário Casartelli divulgou ainda que há mais de um mês discute com o Hospital Espírita a ampliação do atendimento. A direção da instituição estuda a possibilidade, proposta pelo município, de ampliar o atendimento também para hospital geral, já que sua especialidade é em saúde mental. É sempre assim, os caras discutem interminavelmente, mas soluções levam anos para serem encontradas, e essas autoridades só se mexem quando sentem a possibilidade de serem processadas. Somente quando o Ministério Público se mexeu, por meio da promotora Angela Rottuno, é que as autoridades públicas começaram a se mover como se estivessem em um estado de guerra. E a situação é de um estado de guerra. Agora, se o Brasil entrasse em uma guerra de verdade, estava todo mundo ferrado com a administração pública existente, incapaz de dar soluções aos problemas na medida em que se apresentam. Vagas em hospitais não podem faltar, deve sempre haver mais oferta do que a procura.

PSDB decidar centrar seus esforços de campanha em apenas quatro Estados

Preocupado com a queda do candidato José Serra nas pesquisas de opinião, o comando do PSDB já discute ajustes na campanha nacional e uma estratégia de sobrevivência da oposição em caso de derrota na corrida presidencial. O partido apostará suas fichas na eleição de governadores de quatro Estados: São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Goiás. Além da correção de rumo para a Presidência, a cúpula tucana se reúne em São Paulo para discutir o futuro da campanha e o destino do partido. O ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves, tem encontro marcado com o presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra (PE), nesta quarta-feira. Segundo tucanos, está prevista ainda a participação do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na conversa. Serra deverá estar no Rio Grande do Norte, para não acompanhar o espetáculo da "cristianização" de sua campanha. A partir de agora, o partido deverá concentrar seus esforços na manutenção do governo de Minas Gerais, onde o peemedebista Hélio Costa lidera a disputa. Apesar de remotas, há expectativa de vitórias no Pará e no Piauí. O tucanato conta ainda com a eleição de pelo menos oito senadores, entre eles Aécio Neves e Tasso Jereissati (CE).

Pesquisa CNT/Sensus aponta vitória de Dilma no primeiro turno

Pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta terça-feira mostra vitória da candidata Dilma Rousseff (PT) no primeiro turno na disputa pela Presidência da República. A candidata do PT recebeu 46% das intenções de votos na pesquisa estimulada, contra 28,1% para José Serra (PSDB) e 8,1% para Marina Silva (PV). A petista somou 55,3% dos votos válidos. Na pesquisa espontânea, em que a lista de candidatos não é apresentada aos eleitores, Dilma também aparece em primeiro lugar com 37,2% das intenções de votos. Ela é seguida por Serra, com 21,2% e Marina Silva, com 6%. Em um eventual segundo turno, Dilma venceria com 52,9% contra 34% de Serra.