sábado, 21 de agosto de 2010

Arruda diz que Roriz pagou propina para não ser processado na Justiça

José Roberto Arruda, ex-governador do Distrito Federal, prestou depoimento a procuradores da República no qual fez revelações graves sobre o relacionamento do Ministério Público do Distrito Federal com o ex-governador Joaquim Roriz (PSC). Arruda contou que Roriz pagou propina para não ser denunciado à Justiça. A revista Época informa que teve acesso ao depoimento do ex-governador. Ele conta que, em 2007, Roriz foi flagrado em conversas telefônicas, em que acertava o recebimento de dinheiro suspeito. As conversas foram grampeadas com autorização judicial em meio à Operação Aquarela, em que a Polícia Civil do Distrito Federal investigou denúncias de fraudes em operações do Banco de Brasília, que levaram Roriz a renunciar ao mandato de senador. Apesar de todas as evidências, o Ministério Público do Distrito Federal só ajuizou uma ação por improbidade administrativa contra Roriz em abril deste ano, três anos depois da renúncia. Segundo Arruda, em julho do ano passado, a promotora de justiça Deborah Guerner lhe relatou ter recebido de Roriz três parcelas no valor de R$ 800 mil cada uma, como pagamento para o Ministério Público não ajuizar ação contra o ex-governador. Em depoimento prestado ao Ministério Público Federal, o delator Durval Barbosa afirmou ter sido procurado por Deborah Guerner e por seu marido, Jorge Guerner, para ajudá-los a receber R$ 800 mil de Joaquim Roriz. Seria mais uma parcela de um total de R$ 4 milhões que teria sido acertado para que o Roriz não fosse processado por causa da Operação Aquarela.

Termina obra no Palácio do Planalto

O presidente Lula poderá voltar a despachar no Palácio do Planalto na quarta-feira. A transferência do gabinete começou a ser feita na sexta-feira. A obra, que foi orçada em R$ 130 milhões, durou quase dois anos. Durante o período, Lula despachou no Centro Cultural Banco do Brasil. Um dos principais objetivos era substituir as redes hidráulica, elétrica e de ar-condicionado. A reforma ainda ampliou algumas salas e padronizou os gabinetes dos ministros que despacham no mesmo edifício do presidente. Todas as modificações tiveram que ser feitas de modo a não alterar o projeto original.

Decretada falência da antiga Varig

A juíza Márcia Cunha de Carvalho, da 1ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, decretou na tarde de sexta-feira, a falência da antiga Varig, que atualmente operava com a bandeira Flex, e de duas outras empresas do grupo: Rio Sul Linhas Aéreas e Nordeste Linhas Aéreas. A decisão foi tomada a pedido do administrador e gestor judicial da companhia, que informou ao Judiciário que as empresas não têm como pagar suas dívidas. Porém, para não causar a interrupção do tráfego aéreo e a desvalorização dos ativos, a juíza determinou que a antiga Varig continue operando, por duas semanas, os serviços de comunicação, orientando os pilotos nas decolagens e pousos. Após o prazo, a atividade será transferida para a empresa de aviação Trip. E assim termina de forma melancólica a história daquela que foi a maior empresa de aviação comercial da América Latina.

Avião criado para lançar nave de turismo espacial sofre dano durante teste

Um avião projetado para lançar a nave suborbital de passageiros da empresa Virgin Galactic sofreu danos em acidente em uma pista da Califórnia. Em nota publicada em seu website, a empresa Scaled Composites se referiu ao incidente como "menor" e destacou que a nave espacial em si, SpaceShipTwo, não estava conectada ao avião, conhecido como WhiteKnightTwo, no momento do acidente. A revista especializada Aviation Week & Space Technology informou que o trem de pouso esquerdo do avião se soltou na pista. Não se sabe se o aparelho estava decolando ou pousando quando houve o problema. A Scaled diz que ninguém ficou ferido. O WhiteKnightTwo começou a voar em 2008, e fazia seu 37º vôo de teste na quinta-feira. O avião foi projetado para carregar a SpaceShipTwo até uma altitude de cerca de 45.000 pés (13,5 quilômetros). A nave espacial, com espaço para dois pilotos e seis passageiros, seria então liberada, para que possa disparar seus foguetes e sair da atmosfera, experimentando alguns minutos de ausência de peso em espaço suborbital antes de descer em uma pista de pouso. A Virgin Galactic, que está vendendo passagens para um passeio na nave por US$ 200.000,00 cada, já conta com 340 clientes até agora.

Ex-líderes do Sendero se casam em prisão de Lima

Abimael Guzmán, o fundador e ideólogo da organização terrorista maoista Sendero Luminoso, casou-se na sexta-feira com sua companheira e antiga tenente Elena Iparraguirre, informou o presidente do Instituto Nacional Penitenciário do Peru, Rubén Rodríguez Rabanal. Guzmán tem 75 anos e Elena, 62. Ambos cumprem sentenças de prisão perpétua. A cerimônia aconteceu na Base Naval de El Callao, onde Guzmán cumpre sua sentença. Elena foi transportada ao local a partir da penitenciária feminina de Chorrillos. Rodríguez disse que familiares de Elena e militares da Marinha de guerra do Peru foram testemunhas. O casamento de Guzmán e Elena aconteceu após anos de queixas dos dois. Eles reclamavam que as autoridades penitenciárias não permitiam que se encontrassem e colocavam entraves ao casamento. No início, ambos compartilhavam a mesma cela na Base Naval, mas posteriormente ela foi internada na penitenciária feminina. Os dois lideraram o Sendero Luminoso, que entre 1980 e 2000 moveu uma guerra implacável contra a sociedade e o Estado peruanos. Uma Comissão da Verdade e Reconciliação, formada após o ano 2000, calcula que ao redor de 70 mil pessoas foram mortas ou desapareceram durante a atuação do Sendero contra o governo. Guzmán e Elena foram capturados em 1992, durante o governo de Alberto Fujimori, quando viviam em um luxuoso apartamento, em Lima, clandestinamento, mas nas maiores mordomias.

Dissidência cubana critica igreja católica da ilha em carta a Bento XVI

Mais de cem dissidentes cubanos assinaram uma carta aberta ao papa Bento XVI criticando a gestão da igreja católica da ilha em um acordo para a libertação de presos políticos, gerando indignação do arcebispado cubano. A carta ao Pontífice, que expressa o desgosto dos dissidentes em relação ao acordo que alcançou a libertação de 52 prisioneiros, dos quais 26 já foram libertados e enviados à Espanha, começou a circular na sexta-feira. "Não estamos de acordo com a postura que a hierarquia eclesiástica cubana teve em sua intervenção pelos presos políticos, ela é lamentável e embaraçosa", afirmou o texto. "Uma correta mediação sobre o tema haveria implicado os pedidos de ambas as partes. No entanto, a solução de exílio, aceita pelos que estão há sete anos injustamente presos somente por suas idéias, só beneficia a ditadura", acrescentou. Firmada por vários irmãos do dissidente Orlando Zapata Tamayo, morto após 85 dias de greve de fome por melhores condições nas prisões, a carta acusou a igreja da ilha de dar "apoio político" às autoridades; 26 dos 52 presos na repressão de 2003 conhecida como Primavera Negra aceitaram viver na Espanha e já foram enviados ao país. Ou seja, a solução ordinária proposta pela Igreja Católica é o degredo para os presos políticos. O restante do grupo, que quer continuar morando na ilha, ainda espera sua libertação. Após tomar conhecimento da carta aberta ao papa, a igreja cubana a considerou "ofensiva". "Quando a Igreja aceitou a missão de ser mediadora entre os familiares dos presos ou Damas de Branco e as autoridades cubanas, sabia que esta mediação poderia ser interpretada das mais distintas maneiras e provocar diversas reações: desde o insulto a difamação, até a aceitação e o agradecimento", afirmou um comunicado enviado pelo diretor da revista do arcebispado de Havana, Orlando Márquez. Ela se apresentou para mediar a crise porque não tem futuro em Cuba. E a Igreja Católica é tradicional por apoiar o regime facínora de Cuba. Perguntem ao frei Betto e a toda a oligarquia da Igreja Católica no Brasil e no resto da América Latina. É por isso que as igrejas estão cada vez mais vazias.

Justiça manda Dado Dolabella sair de casa após denúncia de agressão

A Justiça determinou na sexta-feira ao ator e cantor Dado Dolabella que deixe a casa onde morava com a ex-mulher, Viviane Sarahyba, no Rio de Janeiro, após ela denunciar que sofria agressões físicas enquanto eram casados. A juíza Maria Cristina Brito Lima, da Vara da Família da Barra da Tijuca, afirma em sua decisão que uma "farta documentação comprova que a autora vem sofrendo agressões físicas por parte do réu. Além disso, é fartamente divulgado pela mídia que o réu costumeiramente comporta-se de maneira agressiva com mulheres, sendo, inclusive, recentemente condenado pela agressão sofrida por uma de suas ex-namoradas". O casal se conheceu em março de 2009, cinco meses depois do fim do noivado com Luana Piovani. Cerca de dois meses depois se casaram, quando ela já estava grávida. Em seguida, ele participou do reality show "A Fazenda", da TV Record, em que ganhou R$ 1 milhão. "Desta forma, acolho a promoção do Ministério Público e determino o afastamento do lar conjugal de Carlos Eduardo Bouças Dolabella Filho, podendo ele retirar do local e levar consigo apenas seus bens de uso pessoal e documentos", disse a juíza na decisão. A decisão é baseada na Lei Maria da Penha. Chama-se medida protetiva. Agora está comprovado que Dado Dolabella não gostar de mulher, a não ser para bater nelas.

Ministério Público diz que denúncia não é suficiente para comprovar risco em plataforma P-33

O Ministério Público do Trabalho em Cabo Frio divulgou na noite de sexta-feira nota em que diz que as denúncias de sindicatos de trabalhadores sobre falhas de segurança na plataforma P-33 da Petrobras, na bacia de Campos, não são suficientes para comprovar riscos na estrutura. Em razão das denúncias do Sindicato do Norte Fluminense, o órgão abriu inquérito para investigar as acusações, assim como nas estruturas P-31 e P-33. As inspeções serão feitas nos próximos dias. Segundo o relatório do órgão, em reunião com a empresa nesta quinta-feira, a companhia afirmou que desativou os equipamentos interditados por auditores fiscais na fiscalização realizada na P-33, na bacia de Campos, no Rio de Janeiro. Segundo a Petrobras, porém, os equipamentos que garantem o funcionamento do sistema de energia da estrutura tiveram de ser mantidos em funcionamento. A Petrobras interrompeu a produção na plataforma P-33 por determinação da ANP (Agência Nacional do Petróleo), que confirmou algumas das denúncias feitas pelo Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

Ministro rechaça acusação de Serra de que governo financia restrições à imprensa

Na troca de farpas entre a campanha de José Serra (PSDB) e integrantes do governo Lula sobre a liberdade de imprensa, o ministro da Secretaria Geral, Luiz Dulci, divulgou nota na sexta-feira para rebater a crítica de que o governo usa dinheiro público para custear conferências que propõem restrições à imprensa. "As acusações descabidas do candidato Serra contra a participação social desconsideram a trajetória de lutas e conquistas da sociedade civil brasileira e a sua contribuição para o enriquecimento da democracia representativa", diz a nota. Dulci afirma que Serra, ao criticar as conferências, defende o retorno de "uma concepção elitista de democracia na qual a população não tem o direito de ser ouvida".

Venezuela recua e limita censura de imagens de violência a dois jornais

O juiz venezuelano William Páez recuou na decisão que proibia a publicação de imagens violentas nos jornais da Venezuela durante um mês e decidiu que a medida será válida apenas para imagens, e não textos, e apenas para dois jornais: "El Nacional" e "Tal Cual", críticos do governo do ditador Hugo Chávez. O consultor jurídico da Defensoria do Povo, Larry Davoe, afirmou que o juiz considerou não haver motivo para suspeitar que os outros jornais seguirão o exemplo de "El Nacional" e do "Tal Cual", que causaram polêmica ao publicar uma foto do necrotério da capital com mais de um cadáver por maca e corpos no chão. O recuo ocorreu em função da grande condenação internacional à censura, incluindo as críticas dos relatores para a Liberdade de Expressão da ONU (Organização das Nações Unidas) e da OEA (Organização dos Estados Americanos). Na terça-feira passada, o 12º Tribunal de Caracas decretou que os dois jornais estavam proibidos de "publicar imagens, informações e publicidade, de qualquer tipo, com violência, armas, mensagens de terror e agressões físicas, ou qualquer informação sobre conteúdos de guerra e mensagens passíveis de alterar o bem-estar psicológico de crianças e adolescentes". Falar de Justiça na Venezuela é uma brincadeira. Os juízes do País tornaram-se meros capachos do ditador Chavez.

PT entra com duas representações contra Serra por citar Lula

O PT começou a responder na sexta-feira parte dos ataques do PSDB à presidenciável Dilma Rousseff e entrou com duas representações na Justiça Eleitoral contra inserções de José Serra (PSDB) no rádio. As peças da campanha tucana citam o nome do presidente Lula e acusam Dilma de "pegar o bonde andando" e de ser desconhecida. As inserções fazem parte da estratégia tucana para reverter a desvantagem nas pesquisas de intenção de votos. Os advogados do PT devem com uma nova ação, desta vez acusando Serra de explorar indevidamente a imagem de Lula em sua propaganda na televisão. O programa da coligação que busca eleger José Serra mostrou o candidato ao lado do presidente em três quadros, na abertura da propaganda eleitoral. O texto dizia "Serra e Lula, dois homens de história, dois líderes experientes".

Para Serra, PT transgride e processa vítimas

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, disse na sexta-feira, em Manaus, que o PT usa a técnica de transgredir e processar as vítimas. A afirmação foi feita após ser questionado pelos jornalistas sobre seu programa eleitoral no horário nobre na TV ter usado imagem do presidente Lula. O PT diz que vai processá-lo no Tribunal Superior Eleitoral pela utilização de imagens de Lula. "Eles, do PT, transgridem e processam as vítimas. É sempre assim, brincadeira", disse. Sobre o programa, Serra disse que leu o texto. "Aqui diz que eu e o Lula somos dois homens que têm história. É verdade ou é mentira? É verdade. O dois são líderes experientes. É verdade ou é mentira. É verdade. O Lula disputou seis eleições majoritárias, ganhou duas e perdeu quatro. Eu já disputei oito eleições, fora os cargos na vida pública", afirmou. Por isso é que Serra está perdendo as eleições, por ficar elogiando Lula.

Dilma abre 17 pontos sobre Serra e venceria no primeiro turno, aponta pesquisa Datafolha

Na primeira pesquisa Datafolha realizada depois do início da propaganda eleitoral no rádio e na TV, a petista Dilma Rousseff (PT) dobrou sua vantagem sobre José Serra (PSDB). Agora ela seria eleita no primeiro turno se a eleição fosse hoje. E tudo parece indicar que sua liderança continuará se ampliando, em vista da inércia da campanha de Serra. Dilma tem 47%, contra 30% de Serra. No levantamento anterior, feito entre os dias 9 e 12, a petista estava com 41% contra 33% do tucano. A diferença de 8 pontos subiu para 17 pontos. Marina Silva (PV) caiu mais um pouco, evidenciando que os eleitores rejeitam um satélite petista. Nos votos válidos, Dilma vai a 54%. Ou seja, teria acima de 50% e ganharia a disputa em 3 de outubro. Os que viram o horário eleitoral alguma vez desde que começou, na terça-feira, são 34%. Entre os que assistiram a propaganda, Dilma tem 53% e Serra, 29%. Nos primeiros programas, Dilma apostou na associação com Lula, que tem 77% de aprovação, segundo o último Datafolha. A petista cresceu ou oscilou positivamente em todos os segmentos, exceto entre os de maior renda (acima de dez salários mínimos). Dilma tinha 28% de intenção de voto entre os mais ricos e manteve esse percentual. Mas sua distância para Serra caiu porque o tucano recuou de 44% para 41% nesse grupo, que representa apenas 5% do eleitorado. Já entre as mulheres, Dilma lidera pela primeira vez. Na semana anterior, havia empate entre ela e Serra, em 35%. Agora, a petista abriu 12 pontos de frente nesse grupo: 43% contra 31% de Serra. A liderança de Dilma no eleitorado masculino é maior do que entre o feminino: tem 52% contra 30% de Serra. Outro número bom para Dilma é o empate técnico no Sul. Ela chegou a 38% contra 40% de Serra. Há um mês, ele vencia por 45% a 32%. Serra não lidera de forma isolada em nenhuma região. No Sudeste, perde de 42% a 33%. No Norte/Centro-Oeste, Dilma tem 50%, e ele, 27%. No Nordeste a petista teve uma alta de 11 pontos e foi a 60% contra 22% do tucano. É natural que uma campanha errática como a de Serra, pior do que biruta de aeroporto em dias de ventos cruzados, colhesse esse resultado. E tudo indica que ainda vai piorar bastante. Serra está se dissolvendo como sorvete em calçada no começo da tarde de um dia de verão. A tremenda traição ao papel de oposição que deveria ter desempenhado nos últimos oito anos conduz a esse resultado. A vida política de Serra está se esgotando como água pelo meio dos dedos.

Serra critica governo Lula por não investir na Zona Franca de Manaus

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, voltou a criticar o governo Lula em almoço-debate para mais de 500 convidados em Manaus, na sexta-feira. De acordo com o tucano, o governo anunciou R$ 848 milhões em investimentos na Zona Franca de Manaus. No entanto, segundo ele, não fez praticamente nada. "Tem dinheiro, inclusive do fundo que é formado das importações de insumos da Zona Franca. Só que esse dinheiro, que dá uns R$ 300 milhões por ano, tem sido retido. Ficam soltando um ou outro montante em função de interesses eleitorais. Ele podia ser utilizado em vários investimentos. No meu governo eu vou liberar esses recurso", disse Serra, que foi muito aplaudido pelo público.

Marina Silva defende plebiscito sobre aborto

A candidata do PV à Presidência da República, Marina Silva, defendeu na sexta-feira a realização de um plebiscito para discutir a flexibilização da legislação relativa ao aborto. "O que estou propondo é que possamos fazer um plebiscito para as novas modalidades que estão propondo. As regras sobre aborto que já existem na legislação serão mantidas", disse a candidata durante entrevista coletiva concedida a correspondentes estrangeiros no Rio de Janeiro. Hoje, a legislação só autoriza aborto em caso de risco à saúde da gestante ou se a gravidez resulta de estupro e há autorização da mulher ou de seu representante legal. Em ambos os casos, ele só pode ser feito por médico.

TSE concede direito de resposta a Marina Silva em no jornal de Mato Grosso

O Tribunal Superior Eleitoral concedeu direito de resposta à candidata do PV à Presidência da República, Marina Silva, no jornal Mato Grosso do Norte. A corte acompanhou o voto do relator da matéria, ministro Henrique Neves, que considerou ofensivas declarações publicadas no dia 13 de agosto, em artigo assinado pelo editor e diretor-executivo do jornal. Segundo nota do Tribunal Superior Eleitoral, o texto trata a presidenciável Marina Silva como algo demoníaco e avassalador e traz outros adjetivos ofensivos à candidata verde. Segundo o ministro Henrique Neves, "o jornal teria como qualquer meio de comunicação o direito de manifestar sua opinião, isso seria válido, agora não pode é sobre o manto dessa opinião fazer conceitos nitidamente ofensivos". O presidente da corte, ministro Ricardo Lewandowski, também considerou o texto altamente ofensivo e ressaltou que "se alguém permite que um jornalista qualquer, ainda que se exima de qualquer responsabilidade, permite que um candidato à Presidência da República seja chamado de protozoário, realmente eu acho que nós estamos dando um elastério elasticidade muito grande ao direito constitucional da liberdade de expressão".

Israel ameaça usar força para impedir navio de entrar na faixa de Gaza

Israel alertou nesta sexta-feira que usará "todos os meios necessários", incluindo um ataque militar, para impedir a entrada de um navio libanês supostamente com ajuda para os terroristas da Faixa de Gaza. Em 31 de maio, Israel abordou um navio turco de apoio aos terroristas. Na operação, nove turcos morreram, após agredirem os soldados israelenses. Em carta ao secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, a embaixadora de Tel Aviv no órgão, Gabriela Shalev, afirma que o grupo que promove a viagem "é suspeito de ligações com a organização terrorista Hizbollah", do Líbano. Ela afirma ainda que o barco leva a bordo militantes pró-palestinos. Segundo Gabriela Shalev, os ativistas sabem os canais oficiais para encaminhar ajuda à faixa de Gaza, submetida a um bloqueio israelense desde 2007, quando o grupo terrorista fascista islâmico Hamas assumiu o governo. Eles "procuram uma confrontação e aumentar o clima de tensão em nossa região", disse Gabriela Shalev na carta. O navio Mariam marcou partida do porto de Trípoli, no Líbano, às 22 horas deste domingo, com destino ao Chipre. Um segundo navio, o Naji al Ali, zarpará dois dias depois. Israel tem o suporte da legislação internacional para impedir, por meio armado, a tentativa de qualquer embarcação de romper o bloqueio naval imposto à Faixa de Gaza.

Ministro afirma que Serra quer sentar na garupa de Lula

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, criticou a tática do candidato José Serra (PSDB) de associar seu nome ao do presidente Lula, ao mesmo tempo que tem subido o tom contra a candidata governista, Dilma Roussef (PT). "O governador José Serra ficou oito anos querendo derrubar a moto do presidente Lula e agora quer sentar na garupa", afirmou Padilha, em reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, na manhã de sexta-feira, em Ribeirão Preto. Para o ministro, principal articulador político do governo petista, essa tentativa de carona acontece ao mesmo tempo em que o tucano vestiu a capa "anti-Lula" na campanha. Na quinta-feira, Serra acusou o governo Lula de "cercear, constranger e censurar a imprensa".

Camargo Corrêa vai investir US$ 50 milhões em indústria cimenteira e logística na Argentina

A construtora Camargo Corrêa anunciou nesta sexta-feira um investimento de US$ 50 milhões na Argentina na produção de cimento e em serviços de transporte ferroviário. O investimento, que se soma a desembolsos de outros US$ 50 milhões já concretizados neste ano, foi anunciado por diretores do conglomerado em uma audiência com a presidente argentina, Cristina Kirchner. O novo investimento se dividirá em US$ 35 milhões para Loma Negra, fabricante argentina de cimento controlada pela Camargo Corrêa, e US$ 15 milhões para a Ferrosur, empresa de transporte ferroviário. O objetivo da Camargo Corrêa é aumentar a capacidade de transporte de cimento desde a fábrica de Loma Negra, na cidade de Olavarría, na província de Buenos Aires, até a usina de Cañuelas, e ampliar a capacidade de estoque nesta última. Desde sua aquisição de Loma Negra, em 2005, o grupo Camargo Corrêa investiu US$ 300 milhões na Argentina. A Loma Negra, a maior fabricante de cimento da Argentina, tem nove fábricas, seis na província de Buenos Aires e as restantes nas províncias de Neuquén, Catamarca e San Juan.

Serra tem presença ainda mais reduzida no programa de Antonio Anastasia em Minas Gerais

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, teve sua participação ainda mais reduzida nesta sexta-feira no programa de TV de seu aliado mineiro Antonio Anastasia (PSDB), candidato à reeleição ao governo. No programa exibido na hora do almoço, Serra só apareceu uma vez, de relance e de costas, enquanto tocava um jingle de Anastasia. Nos programas que foram ao ar na quarta-feira, a imagem de Serra apareceu quatro vezes, também de relance. O tucano não falou nem foi citado em nenhuma das propagandas. Já no programa de Aécio Neves (PSDB) ao Senado, Serra manteve nesta sexta-feira as mesmas duas rápidas aparições da última quarta-feira, também sem ser citado. Ou seja, agora é totalmente explícito que Aécio Neves e seu candidato Antonio Anastasia decidiram "cristianizar" a candidatura de José Serra.

Terrorista chefe das Farc morre em combate com Exército na Colômbia

Um dos chefes das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, organização terrorista e traficante de cocaína), o terrorista John Javier Ariza Gil, acusado de envolvimento em vários atentados no Departamento de Arauca, morreu nesta sexta-feira em confronto com as tropas do Exército da Colômbia. Outros dois terroristas também morreram no combate, que ocorreu em uma região rural de Tame, no Departamento de Arauca, onde Gil atuava há anos. Gil, conhecido como Milton Díaz, era procurado pelos crimes de rebelião, formação de quadrilha, terrorismo, sequestro e homicídio. Especialista no manejo de explosivos, ele entrou nas Farc em 1995 e foi crescendo na hierarquia da organização terrorista até se tornar segundo líder da coluna Alfonso Castellanos.

Lula chama seu ministro da Educação de Fernando Henrique

O presidente Lula cometeu um ato falho (lapso) e chamou o ministro da Educação, Fernando Haddad, de "Fernando Henrique", ao discursar na cerimônia de inauguração do campus da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), em Sorocaba (a 99 quilômetros de São Paulo), que já funcionava no local desde 2008. O ministro estava em outro campus, o da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), em Curitibanos, a 296 quilômetros de Florianópolis (SC), que foi inaugurado simultaneamente e acompanhado por Lula através de um telão. "O meu companheiro Fernando Henrique...o meu companheiro Fernando Haddad", disse Lula corrigindo-se instantaneamente, tão logo percebeu o ato falho que havia cometido, revelando que Fernando Henrique não sai da sua cabeça.

Ministério Público pede contratação imediata de peritos terceirizados

O Ministério Público Federal em São Paulo emitiu nota nesta sexta-feira para pedir que a 19ª Vara Cível determine que a União e o INSS contratem imediatamente serviços médicos terceirizados para compensar efeitos da greve. O órgão sugere ainda permitir que as perícias sejam feitas em clínicas e consultórios médicos contratadas, já que avalia que a greve prejudica o serviço aos segurados. A procuradora Zélia Luiza Pierdoná sugere usar o regime de contratação temporária para contratar médicos peritos aposentados e ex-credenciados por conta do conhecimento adquirido por eles para atendimento imediato. O Ministério Público Federal constatou que os serviços estão prejudicados por causa da greve dos peritos para melhores condições de trabalho que diminui atendimentos nas agências. Em dezembro do ano passado, a Justiça Federal, a pedido do Ministério Público Federal, concedeu liminar determinando ao INSS a contratação de médicos em caráter "excepcional e temporário" até que fosse realizado o concurso.

Para presidente do PT, só falta Serra dizer que coordenou o PAC

O uso de cenas do presidenciável José Serra (PSDB) junto com o presidente Lula no programa gratuito de TV do tucano, na noite de quinta-feira, ganhou apoios, mas também gerou irritação na oposição. Enquanto isso, o PT, da candidata Dilma Rousseff, preferiu a ironia e tentar o caminho da Justiça Eleitoral. "Do jeito que a coisa anda, o próximo programa do Serra vai mostrá-lo como o coordenador do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento)", ironizou José Eduardo Dutra, presidente do PT. Fontes do PSDB afirmam que essa tentativa de associação veio para ficar na campanha. Ou seja, virou estratégia colar Serra em Lula na tentativa de contrapor a participação intensiva do presidente na campanha para eleger Dilma. A exploração da popularidade do presidente por um nome da oposição reforça a tese de que é personagem central de sua própria sucessão. Na peça publicitária apresentada na noite passada, ele e o tucano apareciam juntos em diferentes ocasiões, numa clara intenção de sugerir proximidade.

Organização terrorista fascista islâmica Hamas rejeita negociações de paz diretas com Israel

O grupo terrorista fascista islâmico palestino Hamas rejeitou nesta sexta-feira a retomada do diálogo direto de paz com Israel, em resposta ao convite feito pelos Estados Unidos de iniciar negociações em uma reunião tripartite, no começo de setembro, em Washington. Considerado terrorista por Israel, o Hamas comanda a faixa de Gaza, de onde promove bombardeio do território israelense todos os dias. "O povo palestino não se sentirá comprometido com os resultados deste convite enganoso", afirmou o porta-voz do Hamas, o terrorista fascista islâmico Sami Abú Zuhri. Segundo o enviado americano para o Oriente Médio, George Mitchell, o Hamas não faz parte do governo executivo palestino e por isso não há motivo para incluir o grupo nas negociações. O primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, aceitou nesta sexta-feira o convite dos Estados Unidos.

Hélio Bicudo sofre AVC e é internado em São Paulo

Ex-vice-prefeito de São Paulo, o jurista Hélio Bicudo, de 88 anos, sofreu no dia 11 de agosto um AVC (Acidente Vascular Cerebral) quando fazia exercícios físicos em um clube na capital paulista. Segundo familiares, embora esteja lúcido, ele apresenta dificuldades na fala, equilíbrio e visão. Os médicos avaliam a evolução do quadro clínico para detectar eventuais sequelas. Hélio Bicudo preside a Fundação Interamericana de Defesa dos Direitos Humanos, que fundou em 2003, e milita no Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral. Fundador do PT, ele deixou o partido em 2005, no auge da crise do Mensalão petista e, em julho passado, declarou apoio à candidatura de Marina Silva (PV) à presidência. No fim da década de 60 e início dos anos 70, o então promotor Hélio Bicudo desempenhou um importante papel na denúncia de policiais que faziam parte dos esquadrões da morte. Boa parte destes policiais migrou para a repressão política da ditadura militar.

Juiz é afastado do cargo no Mato Grosso após denúncia de abuso sexual

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso determinou o afastamento cautelar do juiz Fernando Márcio Marques de Sales, ex-titular da comarca de Paranatinga (cidade localizada a 373 quilômetros de Cuiabá). O juiz, que também respondia pelo Juizado da Infância e Juventude, é investigado pela corregedoria-geral da Justiça por suspeita de abuso sexual contra crianças e adolescentes do município. Recentemente transferido para a comarca de Cotriguaçu, o juiz teve o seu afastamento solicitado no início da semana pela seccional da OAB no Mato Grosso. Segundo o Tribunal de Justiça, a medida "levou em conta graves acusações que pesam contra o magistrado". Segundo as denúncias, encaminhadas à Polícia Federal e depois repassada à corregedoria, o magistrado aliciava crianças de até oito anos para encontros.