quinta-feira, 19 de agosto de 2010

STF suspende liminar que garantia supersalários a servidores do TCE gaúcho

O presidente do Supremo Tribunal Federal suspendeu nesta quinta-feira a liminar que garantia a 66 servidores do Tribunal de Contas gaúcho continuar recebendo salários acima de R$ 26,7 mil. A decisão do ministro Cezar Peluso animou a Procuradoria Geral do Estado, que é a responsável pelo recurso, em nome do Tribunal de Contas do Estado. O corte dos supersalários havia sido determinado pelo Presidente do Tribunal de Contas, João Osório, em junho, mas a Associação dos Servidores Aposentados do órgão conseguiu uma liminar mantendo a integralidade dos vencimentos. Com a decisão do Supremo, volta a valer a determinação do presidente João Osório. O Procurador Geral do Estado em Exercício, José Guilherme Klieman, destaca que o próprio Tribunal de Justiça gaúcho já tem decisões favoráveis à manutenção do teto. O que o presidente João Osório não fez até agora é determinar a anulação de todas as incorporações ilegais de gratificações acumuladas por servidores do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul.

Tribunal do Maranhão aposenta juiz suspeito de grilagem

O juiz da comarca de Barreirinhas, Fernando Barbosa de Oliveira Júnior, foi aposentado compulsoriamente do cargo pelo Tribunal de Justiça do Maranhão. O magistrado é acusado, entre outras irregularidades, de alugar prédios públicos no município e comercialização de terras griladas por meio de uma empresa da qual era sócio majoritário, o que é vetado pela Constituição Federal e lei orgânica da magistratura. O juiz deve deixar o cargo imediatamente. Barreirinhas (cidade localizada a 252 quilômetros de São Luís) é um dos municípios de entrada dos Lençóis Maranhenses, região turística do Estado. O juiz era suspeito também de envolvimento com traficantes de drogas, mas, segundo a relatora do processo administrativo, desembargadora Maria das Graças Duarte, não há provas concretas desta ligação. O processo foi instaurado a partir de uma representação feita pelo Ministério Público do Estado em 2004, na qual acusava o magistrado de apropriação ilegal de terras no município de Barreirinhas. Oliveira Júnior também foi acusado pelo comerciante Pedro dos Reis Leal de lavagem de dinheiro, grilagem de terras públicas, corrupção e abuso de poder, em depoimentos prestados à Polícia Federal, à Polícia Civil maranhense e ao Tribunal de Justiça do Estado, em 2008 e 2009. O juiz Fernando Barbosa de Oliveira Júnior é dono da Lençóis de Areia Empreendimentos Turísticos Ltda. A empresa atua nos ramos de imobiliária, de turismo e de transporte.

Pesquisa mostra que cada vez mais americanos acham que Obama é muçulmano

Um número cada vez maior de americanos consideram que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, é de religião muçulmana, informa uma pesquisa de opinião pública divulgada pelo instituto Pew Research. Os resultados mostram que 18% (quase um em cada cinco estadunidenses) acham que seu líder segue os preceitos do Islã, um aumento em relação aos 11% no ano passado. Além disso, 43% dizem não saber qual religião Obama segue. Apenas 34% informaram aos pesquisadores que o presidente é cristão. Ingênuos como os americanos são, é bem provável que não tenham se dado conta, até agora, que Barack Obama é um muçulmano.

Dívida pública federal cai 0,68% em julho para R$ 1,6 trilhão

O estoque da dívida pública federal teve uma redução de 0,68% em julho deste ano, caindo de R$ 1,612 trilhão em junho para R$ 1,601 trilhão no mês passado. Já a dívida pública mobiliária federal interna passou de R$ 1,515 trilhão para R$ 1,509 trilhão em julho, uma redução de 0,49%. A dívida externa cedeu 3,8% ante junho, ficando em R$ 92,26 bilhões em julho.

Empresa do grupo Clarín perde licença para serviços de internet

O governo argentino disse nesta quinta-feira que revogou a licença da Fibertel, uma empresa do conglomerado de mídia Clarín, para prestação de serviços e dados na internet, e indicou que os usuários terão 90 dias para mudar de provedor. "Não pode mais operar. Está desautorizada a prestar serviços", disse o ministro argentino do Planejamento, Julio De Vido, no que pode significar um duro golpe ao Clarín, com quem o governo vem tendo atritos. A Fibertel lidera o mercado de acesso à internet de alta velocidade na Argentina, com mais de 1 milhão de clientes entre usuários residenciais e corporativos. A Fibertel possui operações em 45 cidades na Argentina.

Grupo muçulmano holandês é multado por cartum sobre Holocausto

Um grupo muçulmano holandês foi multado nesta quinta-feira em 2.500 euros (cerca de R$ 5.600,00) por publicar um cartum no qual sugeriu que o Holocausto foi inventado ou exagerado pelos judeus. A corte de apelação da cidade de Arnhem indeferiu a decisão pela absolvição de uma corte de menor instância, dizendo que o cartum, publicado no site da Liga Árabe Européia em 2006, é "desnecessariamente pernicioso." "O tribunal ressalta que a Corte Européia de Direitos Humanos, que considera a liberdade de expressão de extrema importância e a defende amplamente, não abre exceções para a negação ou a banalização do Holocausto", disse a corte. O tribunal também impôs um período de dois anos de condicional para a AEL. O cartum mostra dois homens em Auschwitz observando vários corpos. "Eu não acho que são judeus", diz um deles. O outro responde: "Temos de chegar aos 6 milhões de alguma maneira." Seis milhões de judeus morreram durante o Holocausto.

Tubulação do gasoduto Brasil-Bolívia rompe em Araçatuba

O rompimento de um ramal do gasoduto Brasil-Bolívia provocou um o vazamento de gás natural provocando um forte cheiro em uma região da cidade paulista de Araçatuba, na manhã desta quinta-feira. Segundo o Departamento de Água e Esgoto de Araçatuba, por volta das 9 horas, técnicos da empresa foram consertar um vazamento na rede de esgoto na avenida Odorindo Perenha, em Umuarama. Ao usarem uma retroescavadeira para perfurar o asfalto, ouviram o barulho semelhante de uma explosão. Ninguém ficou ferido. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil foram acionados e isolaram o local, uma das avenidas mais movimentadas da cidade. De acordo com o departamento, engenheiros detectaram que o ramal do gasoduto já estava com vazamento anterior e não foi perfurado pela retroescavadeira. O ramal, que deriva da tubulação principal, é usado para abastecer uma indústria da cidade.

Justiça nega habeas corpus a filha de ex-ministro do TSE assassinado

A Justiça do Distrito Federal negou nesta quinta-feira o pedido de habeas corpus para Adriana Villela, de 46 anos, filha do ministro José Guilherme Villela, do Tribunal Superior Eleitoral, e da advogada Maria Carvalho Villela, assassinados em 2009. De acordo com a polícia, ela está entre os principais suspeitos do crime. Adriana foi presa na última terça-feira, no mesmo dia que a polícia deteve outras quatro pessoas suspeitas de obstruírem as investigações do triplo homicídio. O casal Villela e a empregada Francisca da Silva foram mortos com mais de 70 facadas em agosto de 2009 e encontrados três dias depois no apartamento das vítimas.

MEC nega pedido de abertura de cursos de direito a 13 faculdades privadas

O Ministério da Educação negou pedido de abertura de novos cursos de Direito a 13 instituições privadas de ensino superior. As portarias foram publicadas nesta quinta-feira no Diário Oficial da União. As instituições de ensino que tiveram o pedido indeferido foram as seguintes: Faculdade do Vale do Jaguaribe (CE), Faculdade de Ciência e Tecnologia do Maranhão (MA), Faculdade Metropolitana de Marabá (PA), Faculdade Facmil (SP), Faculdade Metropolitana da Amazônia (PA), Faculdade Madre Thaís (BA), Faculdade de São José dos Campos (SP), Faculdade Peruíbe (SP), Universidade do Vale do Paraíba (SP), Faculdade de Ciências Gerenciais de São Gotardo (MG), Faculdade de Ciências Administrativas e de Tecnologia (RO), Instituto de Ensino Superior do Rio Grande do Norte (RN) e Faculdade São Francisco de Assis (RS).

Dom Geraldo diz que CNBB não dará apoio a nenhum candidato à Presidência

O presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), d. Geraldo Lyrio Rocha, afirmou nesta quinta-feira que a entidade não dará apoio a nenhum candidato à Presidência da República. "A igreja não se identifica com nenhum partido ou candidato", afirmou após encontro com a candidata do PT ao Palácio do Planalto, Dilma Rousseff. O encontro foi solicitado pela petista, a pedido do chefe de gabinete do presidente Lula, Gilberto Carvalho, um dos principais interlocutores do PT com a Igreja Católica. Acredite quem quiser...... Depois os padres se perguntam por que as igrejas católicas estão vazias.

Tesouro Direto bate recorde de emissões em julho

O Tesouro Direto (programa do Tesouro Nacional de venda de títulos públicos a pessoas físicas por meio da internet) registrou emissão de R$ 267,83 milhões em julho e inscrição de novos 3,387 mil investidores. Segundo o coordenador-geral da dívida pública do Tesouro Nacional, Fernando Garrido, o resultado é um recorde histórico para o produto, lançado em janeiro de 2002. A base de investidores também atingiu um recorde histórico, de 197,1 mil cadastrados. "Já estamos chegando perto dos 200 mil investidores", comemorou Garrido. Ele informou também que o estoque total do programa atingiu R$ 3,908 bilhões, também um recorde. Para Garrido, o recorde obtido em julho pode ser explicado pelo vencimento de títulos no mês passado, que foram renovados, e pelo fato de o produto estar mais conhecido dos investidores.

Polícia afirma que construtora de Brasília lavava dinheiro do tráfico de drogas

A Polícia Civil do Rio de Janeiro apresentou nesta quinta-feira os seis empresários presos sob acusação de envolvimento com o tráfico de drogas. De acordo com a polícia, eles financiavam o transporte de drogas do Paraguai para os chefes do tráfico no Rio de Janeiro, São Paulo e outros Estados do Nordeste. Os empresários são ligados ao ramo da construção civil e de seguros. Segundo a polícia, o grupo tinha ramificações em três Estados. Eles foram presos na quarta-feira em Brasília, Mato Grosso do Sul e São Paulo, durante a Operação Sem Fronteiras. Em Brasília, todo o prédio da construtora Confel foi revistado por agentes. Os irmãos Daniel e Estevão Vieira Dias foram presos, mas um terceiro integrante, que atuava no Distrito Federal, permanece foragido. Em São Paulo, a operação resultou nas prisões de Luciano Sacramento dos Santos e Raphael Souza Antunes, este último apontado pelo delegado como o principal fornecedor de drogas das facções criminosas PCC (Primeiro Comando da Capital), em São Paulo, e do Comando Vermelho, no Rio de Janeiro. Ludwig Max Rockel e José Ricardo Reis foram presos em Ponta Porã (MS), na fronteira com o Paraguai. Havia ainda uma mandado de prisão expedido contra Thiago Oliveira Vaz, que já estava preso em Campo Grande por outro crime. Segundo o delegado Felipe Curi, que chefiou a operação, as investigações começaram a partir do levantamento da movimentação financeira de traficantes presos em janeiro deste ano com uma tonelada de maconha na favela da Grota, no complexo de favelas de Manguinhos, na zona norte do Rio de Janeiro.

México finaliza consultas para Tratado de Livre Comércio com Brasil

O secretário de Economia do México, Bruno Ferrari, afirmou nesta quinta-feira que o país "praticamente" já terminou as conversas com seus setores produtivos para analisar a possibilidade de assinar um tratado de livre comércio com o Brasil, processo que as autoridades brasileiras já terminaram. "Estão praticamente terminadas as consultas feitas", disse Ferrari em um encontro com a imprensa internacional na Cidade do México. "Do ponto de vista de negócios e moral, seria uma pena que não analisássemos mais a sério as possibilidades de negócios em uma negociação propriamente dita de um tratado de livre comércio com o Brasil", disse o secretário, que assumiu o cargo em 14 de julho.

Dilma afirma que Serra adota atitude "muitas vezes patética"

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, afirmou na tarde desta quinta-feira, logo após seu discurso no 8º Congresso da ANJ, no Rio de Janeiro, que seu concorrente José Serra (PSDB) adota às vezes a atitude "muitas vezes patética" de tentar ligar o nome dele ao do presidente Lula, e fazer oposição em outros momentos. A afirmação foi feita após pergunta de jornalistas, que a questionaram sobre as declarações de Serra horas antes no mesmo evento, afirmando que o PT financiava "blogs sujos" que patrulham jornalistas e de apoiar conferências organizadas por movimentos sociais com propostas de limitação à liberdade de imprensa.

Justiça autoriza gráfica que venceu pregão para imprimir Enem

A Justiça Federal decidiu nesta quinta-feira que a gráfica Plural (parceria do Grupo Folha com a Quad Graphics) pode continuar na licitação para imprimir provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) deste ano. A juíza federal substituta da 2ª Vara de Brasília, Candice Lavocat Galvão Jobim, considerou ilegal a decisão do Inep (órgão do Ministério da Educação responsável pelo exame) de desclassificar a gráfica. O Inep havia inabilitado a Plural do processo licitatório, apesar de a gráfica ter apresentado o menor preço para o serviço, de R$ 64,85 milhões. No site de compras da União, um "parecer técnico" havia concluído que a Plural "não comprovou a execução de manuseio de dados variáveis em condições de segurança e sigilo". A Plural contestou, argumentando que sua desclassificação ocorreu antes mesmo da segunda etapa do processo de habilitação, que seria a da verificação "in loco" dos requisitos de segurança e sigilo. A juíza determinou, em liminar, o prosseguimento do processo de habilitação da gráfica nos termos do edital e revogou sua própria decisão de suspensão da licitação.

Candidato do PSTU diz que salário mínimo deve ser dobrado

O candidato do PSTU à Presidência, Zé Maria, afirmou nesta quinta-feira que o salário mínimo deve ser dobrado. Atualmente, o valor do mínimo é de R$ 510,00. "O lucro dos empresários subiu 400% nos últimos anos e o seu salário, subiu quanto?", perguntou o candidato no horário eleitoral. Segundo Zé Maria, o problema está no capitalismo, sistema no qual o lucro fica com os patrões. Ele ainda defendeu a estatização as grandes empresas. Para ele, a riqueza produzida por elas iria criar "emprego, bons salários, saúde, educação, vida digna para todos".

Analistas dizem que volatilidade em ações da Petrobras deve se intensificar

A volatilidade dos papéis da Petrobras deve se intensificar nos próximos dias à medida que se aproxima a divulgação do preço do barril de petróleo que será usado na capitalização prevista para setembro, avaliaram analistas, que ainda se dizem "no escuro" em relação aos rumos da esperada operação. Um preço próximo a US$ 10,00 desejado pelo governo, desagradaria ao mercado, porque potencialmente diluiria os minoritários, enquanto um valor perto de US$ 6,00 atrairia investidores. "Se for mais do que US$ 7,00 (o barril) eu vendo tudo", disse o acionista Ricardo Rodarte, que viajou de Minas Gerais para o Rio de Janeiro apenas para participar da reunião da empresa na quarta-feira com analistas de mercado e investidores sobre o resultado do segundo trimestre. O exemplo desse acionista não preocupa o governo, pelo contrário, já que a União poderia aumentar sua posição na estatal com a compra das sobras da subscrição. A idéia do Planalto, segundo fontes, é sair dos atuais 32% do capital total para 40%.

MEC vai pagar R$ 128 milhões a consórcio para aplicação do Enem 2010

O Ministério da Educação vai pagar ao consórcio Cespe/Cesgranrio R$ 128,5 milhões pela aplicação e correção das provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2010. Nesta sexta-feira, o Diário Oficial da União publicará a dispensa de licitação para contratação das duas prestadoras de serviço. O contrato ainda não foi assinado, o que deve ocorrer nos próximos dias. O custo será de R$ 27,87 para cada um dos 4,6 milhões dos candidatos inscritos. Segundo o MEC, houve um aumento de 28% em relação ao contrato firmado no ano passado com o mesmo consórcio. O Cespe e a Cesgranrio foram chamados para assumir a aplicação do Enem em 2009 depois do vazamento da prova.

Lula diz que vai "chispar" de Brasília e beber cachaça assim que deixar o governo

Durante seu discurso no Seminário "Novas Diretrizes para o Sistema Contábil Brasileiro", realizado em Brasília, nesta quarta-feira, o presidente Lula fez menção aos seus planos assim que deixar o governo. Em sua fala também incluiu o futuro do seu vice, José Alencar. Segundo ele, a primeira providência será desocupar os palácios. "Eu e Alencar vamos deitar no dia 1º de janeiro de 2011 à noite nas nossas casas, porque nós temos que dar a posse aqui e chispar. Você pode tratar de desocupar o Jaburu e eu de desocupar o Alvorada", disse ele. A segunda iniciativa será comemorar a ausência dos fotógrafos. "Quando eu e o José Alencar deixarmos o Palácio do Planalto, nós vamos tomar um gole da cachaça fabricada por ele, chamada Maria da Cruz. Sem nenhuma preocupação se a imprensa vai fotografar", afirmou.

Ex-presos políticos cubanos denunciam abusos contra mãe de Orlando Zapata

Os dois presos políticos cubanos que chegaram nesta quinta-feira a Madri denunciaram abusos contra a mãe do dissidente Orlando Zapata, morto depois de uma greve de fome, e consideraram as libertações um meio de o regime cubano aliviar as pressões internacionais. Os jornalistas Juan Carlos Herrera Acosta e Fabio Prieto denunciaram os abusos cometidos pelas forças de segurança cubanas contra Reina Luisa Tamayo, mãe de Orlando Zapata, morto em fevereiro passado, depois de dois meses e meio em greve de fome. "Não permitem que ela caminhe até uma igreja e reze por seu filho", disse Herrera, referindo-se aos atos de hostilização contra Reina Luisa Tamayo na localidade de Balnes, na Província de Holguín. "Por isso, fazemos um chamado ao mundo inteiro, à União Europeia, e à comunidade das nações democráticas, para que se pronunciem contra essa barbárie", disse Juan Carlos Herrera. "Que ninguém espere que com os irmãos Castro vá haver mudanças", completou ele.

Produção média da Petrobras volta a passar dos 2 milhões de barris/dia

A Petrobras produziu em julho 2,005 milhões de barris/dia de petróleo em campos nacionais. O volume indica crescimento de 1,36% frente aos 1,978 milhão de barris/dia observados no mês anterior. Somada a produção internacional de 150,6 mil barris/dia, a Petrobras teve média de 2,155 milhões de barris/dia de petróleo no mês. De janeiro a julho, a Petrobras teve produção média de 1,998 milhão de barris/dia. No Exterior, a estatal produziu, em média, 151 mil barris/dia de óleo nos sete primeiros meses deste ano. A produção de gás natural da estatal totalizou 52,601 milhões de metros cúbicos diários, queda de 1,9% na comparação com junho. No acumulado de janeiro a julho, a Petrobras registrou produção média de 51,683 milhões de metros cúbicos diários de gás em campos nacionais. No Exterior, a produção de gás da estatal subiu 1% em relação a junho, ficando em 16,047 milhões de metros cúbicos/dia.

Estre Ambiental e Haztec acertam fusão

A Estre Ambiental e a Haztec Soluções Integradas anunciam hoje um acordo de fusão que criará a maior companhia de engenharia ambiental do país, em valor de faturamento. Juntas, elas terão uma receita bruta neste ano de R$ 1,1 bilhão, cerca de 40% mais do que estima faturar a principal concorrente no setor, a empresa Foz do Brasil, do grupo Odebrecht. Wilson Filho, que tem 84% do capital da Estre Ambiental, ficará no comando da nova companhia, cujo nome ainda será escolhido. Seus novos sócios são os fundos FIP InfraBrasil, administrado pelo Santander, BBI Multimercado Plus, do Bradesco, e a Synthesis, do empresário Paulo Tupynambá, criador da Haztec. As duas empresas contam com um portfólio de 17 aterros sanitários, que recebem cerca de 40 mil toneladas de lixo por dia. A lista de clientes ultrapassa os três mil, sendo 75% deles empresas do setor privado e estatal, com nomes de peso como Petrobras, Vale, Basf, Vicunha, HP, AmBev, Cosipa, entre outros. Dos 25% de clientes do setor público, o destaque fica para a cidade do rio, que destina seu lixo aos aterros da Haztec. Além disso, 20% do faturamento é oriundo dos serviços de tratamento de água para os processos industriais das empresas. Na parte de energia, a empresa tem a Biogás, recém-comprada pela Haztec e que vai gerar 70 MW a partir dos gases produzidos nos aterros. Também tem contratos de serviços de biorremediação de solos contaminados e manipulação de lixos perigosos. Só com a Petrobras, a Estre tem um contrato de 700 milhões pelos próximos três anos para remediar solos que a empresa possui no Sudeste do País. Os detalhes das participações dos sócios na fusão ainda estão sendo acertados, mas já está definido que a Estre ficará com 58% da nova empresa e a Haztec com 42%. Além de Quintella Filho, a Estre tem como sócios Gisele Moraes e o fundo de investimentos em participações (FIP) AG Andra. Hoje, o AG tem ações de uma das empresas controladas da Estre, mas passará a ser sócio na holding. Do lado da Haztec, o empresário e físico Paulo Tupynambá, por meio da Synthesis, ficará com uma participação acionária reduzida na nova companhia e deve seguir como uma espécie de conselheiro nos negócios. A união vai permitir uma complementariedade dos negócios da Estre, principalmente na atividade de tratamento de água, onde a companhia não atuava. Cerca de metade do faturamento da Haztec vem da prestação de serviços para empresas em seus processos industriais e a própria empresa é que fornece os equipamentos para a montagem de estação de tratamento dentro das companhias. As duas se completam também geograficamente. Ambas atuam no País todo, mas a Estre tem maior penetração no Estado de São Paulo, e a Haztec, no Rio de Janeiro. Apesar de a união ainda estar sendo concretizada, os planos de expansão já traçados continuam em andamento, principalmente em função da nova lei do lixo que obriga as empresas ao recolhimentos de produtos descartáveis, chamada de logística reversa. A Estre também está investindo em um projeto de valorização de resíduos para a geração de energia ou de combustível para a indústria. A empresa comprou uma máquina separadora, de última geração, por R$ 35 milhões que a partir de outubro entre em operação. Essa máquina é capa de separar não só metal de produtos plásticos, como também isolar esse material do lixo orgânico, só pelo peso. Conhecida como "dinossauro", pela sua aparência, a máquina é capaz de triturar qualquer tipo de material em pequenos quadrados de três centímetros. A idéia da Estre é vender parte do material para a indústria cimenteira, que pode usá-lo como substituto do coque. Mas a função da máquina vai além. O lixo reciclável que não é adequadamente separado e chega contaminado por produtos orgânicos normalmente seria todo destinado ao aterro sanitário. Com a máquina separadora, a estimativa é de que apenas 45% do lixo que entra na máquina seja destinado ao aterro. Desta forma, será possível dar sobrevida aos próprios aterros. Em Paulínia, por exemplo, onde está hoje o principal aterro da Estre (na foto), a vida útil será ampliada de 10 anos para 15 anos.

Esquema fraudulento em concorrência no Instituto de Tecnologia do Paraná contaria com participação de servidores públicos

O Ministério Público do Paraná abriu procedimento para investigar licitação realizada pelo Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar). A concorrência teve como objeto a contratação de empresa para “elaboração de projetos de tratamento de efluentes líquidos”, no valor de R$ 114.280,00. De acordo com a denúncia, apresentada pela Transforma Engenharia do Meio Ambiente Ltda, a Monitore Engenharia e Planejamento Ambiental Ltda teria usado de propostas “laranjas” de empresas parceiras para vencer a licitação. As investigações estão sendo conduzidas pela 6ª Promotoria de Proteção ao Patrimônio Público, por meio do promotor Paulo Ovídio dos Santos Lima. Uma das proprietárias da Transforma, Tânia do Amaral Camargo, denunciou a fraude a partir da análise de emails enviados pela própria sócia Marília Tissot do Amaral Santos para a Monitore, que teria seu esposo, Renault Vieira dos Santos, como proprietário. Segundo a denúncia, o esquema de favorecimento na licitação teria contado ainda com a participação do então servidora da Diretoria Técnica do Tecpar, Roberto Nara, e da sócia da empresa Cia Ambiental (uma das supostas empresas “laranjas”), Marilza Dias é servidora da Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Prefeitura de Curitiba e desde o governo do prefeito Beto Richa atua como secretária executiva do Consórcio Intermunicipal para Gestão dos Resíduos Sólidos Urbanos (CONRESOL), que tem por presidente o prefeito de Curitiba. Marilza é também a presidenta da comissão de licitação da Usina de Lixo, certame esse promovido pelo consórcio intermunicipal. “Cumpre destacar que uma das empresas que aceitou participar da fraude à licitação, subscrevendo proposta fictícia, forjada apenas para justificar a vitória da Monitore, tem como sócia-administradora Marilza Dias”, informa a denúncia encaminhada ao Ministério Público.