sábado, 14 de agosto de 2010

Inpe informa que número de queimadas cresceu 85% no País neste ano

O número de queimadas aumentou 85% no Brasil entre 1º de janeiro e 12 de agosto de 2010, na comparação com o mesmo período de 2009, conforme estudo do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Foram registrados, em 2010, um total de 25.999 focos de incêndio, contra 14.019 no mesmo período do ano passado. Entre os Estados com mais queimadas estão Mato Grosso (6.693 focos), Tocantins (4.210), Pará (2.526) e Bahia (2.020). O percentual de aumento no número de incêndios em cada um desses locais foi, respectivamente, de 91%, 407%, 132% e 108%. Os dados foram coletados pelo satélite NOAA-15, utilizado pelo Inpe.

Andrade Gutierrez vai liderar empreiteiras que construirão a usina de Belo Monte

A construtora Andrade Gutierrez será a líder do grupo de 11 empreiteiras que irá construir a hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA). A Andrade Gutierrez participava do consórcio perdedor do leilão da concessão da hidrelétrica, realizado em abril. A Camargo Corrêa e a Odebrecht também foram contratadas para as obras civis da usina, cujo valor do contrato ficou em R$ 14,5 bilhões. As três grandes empreiteiras terão 50% do consórcio construtor liderado pela Andrade Gutierrez. A outra metade será dividida entre Queiroz Galvão, OAS, Mendes Júnior, Contern, Galvão Engenharia, Cetenco, Serveng e J. Malucelli. Essas empresas são também sócias da usina. A OAS entrou na Sociedade de Participação Específica depois do leilão, junto com os fundos de pensão. Ao se tornar sócia, com 2,51%, virou candidata natural a conseguir um pedaço do contrato da obra. A Andrade disputou o leilão de Belo Monte com participação de 12,75% no consórcio Belo Monte Energia, que tinha como sócios Vale, Neoenergia, Companhia Brasileira de Alumínio, Furnas e Eletrosul. O grupo, que foi derrotado pelo consórcio Norte Energia, liderado pela estatal Chesf (Companhia Hidrelétrica do São Francisco), alegou que o preço vencedor, de R$ 77,97 por MWh, era baixo. Também já está fechada a negociação com as empresas que vão fornecer as turbinas que vão gerar a energia da hidrelétrica. Das 18 turbinas que serão instaladas, 14 deverão ser fornecidas pelo chamado "consórcio europeu", formado por empresas que possuem fábricas no Brasil. São elas: Alstom, Voith Siemens e Andritz. Já as outras quatro turbinas deverão ser entregues pela argentina Impsa, que tem fábrica em Pernambuco.

Datafolha diz que Dilma Rousseff está a três pontos de ganhar a eleição no primeiro turno

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, aparece pela primeira vez à frente de seu principal adversário na corrida eleitoral, José Serra (PSDB), segundo pesquisa do Datafolha. De acordo com o levantamento divulgado nesta sexta-feira, a ex-ministra cresceu 5 pontos percentuais com relação à última pesquisa, realizada em julho, e agora tem 41% das intenções de voto. Ao mesmo tempo, José Serra caiu de 37% para 33%. Marina Silva (PV) manteve os 10% que havia registrado na pesquisa anterior. Considerados apenas os votos válidos, Dilma Rousseff tem 47% e fica a três pontos de uma eventual vitória no primeiro turno.

Aécio Neves tenta desfazer estratégia de Hélio Costa de desvinculá-lo de Anastasia

Ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), inventor da tentativa de reeleição ao governo mineiro do seu correligionário Antonio Anastasia, começou a reagir à estratégia do rival Hélio Costa (PMDB) e tenta desfazer a idéia jogada aos eleitores pelo candidato peemedebista nesta semana, quando disse que "Anastasia não é Aécio". Hélio Costa mantém vantagem de 26 pontos sobre Anastasia, aponta a última pesquisa do Datafolha. Segundo Aécio Neves, "não haveria governo Aécio sem Anastasia". O inventor Aécio Neves está em uma camisa de varas. Deve se eleger senador facilmente, mas dificilmente elegerá Anastasia governador. As suas atitudes dúbias, "cristianizando" a candidatura de José Serra em Minas Gerais, e a não eleição de seu sucessor, determinará a derrota de seu projeto, de ser candidato à Presidência da República em 2014. Ele trai São Paulo agora, e São Paulo não o aceitará em 2014.

Presidente da Colômbia descarta diálogo com as Farc depois do atentado com carro-bomba em Bogotá

A possibilidade de um diálogo de paz com as Farc (organização terrorista e traficante de cocaína) foi sustado pelo presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos. Ele afirmou, nesta sexta-feira, que não há condições para isso, depois da explosão de um carro-bomba em Bogotá. "O governo nacional, quando considerar que as circunstâncias forem dadas, abrirá logo as portas do diálogo", disse Juan Manuel Santos durante cerimônia militar na cidade de Popayán, 600 quilômetros a sudoeste de Bogotá. No ato de posse, Santos havia deixado entreaberta a porta do diálogo com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) se abandonassem a violência.

Fazenda de Daniel Dantas no Pará já perdeu 45 mil hectares com queimada

A temporada de queimadas na Amazônia atingiu também as propriedades da Agropecuária Santa Bárbara Xinguara, do grupo Opportunity, do banqueiro Daniel Dantas. Segundo a empresa, um incêndio "incontrolável" que começou no mês passado já queimou ao menos 45 mil hectares de duas de suas fazendas em Santana do Araguaia (no sudeste do Pará). A área queimada corresponde a quase 10% de todas as terras que a Santa Bárbara adquiriu na região (um total de 500 mil hectares). A empresa afirmou que os bombeiros chegaram à área na última segunda-feira, mais de dez dias depois do início do fogo. Desde então, cerca de cem pessoas tentam controlar o avanço das chamas, que continuam se alastrando. As chamas destruíram pastagens (a maior parte da mata já foi derrubada) e cercas. De acordo com a Santa Bárbara, os incêndios são criminosos.

Endividamento da Petrobras chega ao limite da meta da empresa

O nível de endividamento da Petrobras chegou no limite da meta da companhia, tendo atingo em 30 de junho o patamar de 34% do patrimônio liquido da companhia, ante 32% verificados no final do primeiro trimestre. O endividamento total da companhia chegou a R$ 94 bilhões no final do segundo trimestre, acima dos R$ 81 bilhões verificados em 31 de março de 2010. Questionado sobre o risco de a Petrobras perder o status de "nível de investimento", Almir Barbassa, minimizou o aumento do endividamento da estatal. Segundo ele, diante do nível de investimento da Petrobras, é natural que as agências de classificação estipulem um teto de 35% para dar o investment grade para uma empresa. O executivo ressaltou que a capitalização servirá para reduzir o nível de endividamento. Reiterou que a Petrobras pretende começar esse processo em setembro. Barbassa disse ainda não ver preocupação pelo fato de a Petrobras ter investido R$ 38,1 bilhões nos primeiros seis meses do ano, o equivalente a 43% da meta traçada pela companhia, de R$ 88,7 bilhões.

Roriz continua liderança a corrida ao governo em Brasília

Joaquim Roriz (PSC) lidera a disputa pelo governo do Distrito Federal com 41% das intenções de voto, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira. Apesar da sua vantagem, a diferença para o segundo colocado, Agnelo Queiroz (PT), que era de 13 pontos percentuais na rodada anterior, caiu para oito. Agora o candidato petista tem 33%.

Beto Richa abre vantagem de 12 pontos sobre Osmar Dias no Paraná

O ex-prefeito de Curitiba, Beto Richa (PSDB), candidato a governador do Paraná, abriu vantagem de 12 pontos sobre Osmar Dias (PDT), na corrida ao governo do Estado. Segundo pesquisa Datafolha feita de 9 a 12 de agosto e divulgada nesta sexta-feira, Beto Richa tem 46% de intenção de voto, contra 34% de Osmar Dias. Se as eleições fossem realizadas hoje, Beto Richa seria eleito já no primeiro turno. No levantamento anterior, feito de 20 a 23 de julho, a vantagem de Richa era de apenas cinco pontos: 43% a 38%.

Geraldo Alckmin amplia vantagem em São Paulo e estaria reeleito no primeiro turno

O ex-governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB) aumentou sua vantagem na disputa pelo governo do Estado de São Paulo. Com 54% das intenções de voto, Geraldo Alckmin venceria a disputa já no primeiro turno se as eleições fossem hoje. Segundo pesquisa Datafolha feita de 9 a 12 de agosto e divulgada nesta sexta-feira, o senador Aloizio Mercadante (PT) aparece em segundo lugar, com 16% das intenções de voto, e Celso Russomanno (PP) em terceiro, com 11%. No levantamento anterior, feito entre os dias 20 e 23 de julho, Mercadante e Russomanno tinham os mesmos índices. A vantagem de Alckmin agora é maior porque o tucano antes tinha 49% das intenções de voto.

Datafolha mostra Tarso Genro com 11 pontos de vantagem sobre Fogaça no Rio Grande do Sul

O candidato do PT, Tarso Genro, lidera a disputa pelo governo do Rio Grande do Sul, com 38% das intenções de voto, conforme pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira. Segundo o instituto, o petista ampliou a dianteira para 11 pontos percentuais em relação a José Fogaça (PMDB), que tem 27%. Na rodada anterior, a diferença entre eles era de oito pontos. A atual governadora, Yeda Crusius (PSDB), aparece com 16%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Sérgio Cabral pode ganhar as eleições no primeiro turno no Rio de Janeiro

Se a eleição para o governo do Rio de Janeiro fosse realizada hoje, o governador Sérgio Cabral (PMDB) seria reconduzido ao cargo, conforme pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira. De acordo com o instituto, Sérgio Cabral tem 57% das intenções de voto, quatro pontos a mais do que havia alcançado na pesquisa anterior. Em um distante segundo lugar aparece Fernando Gabeira (PV), que tem apenas 14%. Em julho, ele tinha 18%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Sérgio Cabral pode ganhar as eleições no primeiro turno no Rio de Janeiro

Se a eleição para o governo do Rio de Janeiro fosse realizada hoje, o governador Sérgio Cabral (PMDB) seria reconduzido ao cargo, conforme pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira. De acordo com o instituto, Sérgio Cabral tem 57% das intenções de voto, quatro pontos a mais do que havia alcançado na pesquisa anterior. Em um distante segundo lugar aparece Fernando Gabeira (PV), que tem apenas 14%. Em julho, ele tinha 18%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.