quarta-feira, 16 de junho de 2010

Deputado federal petista em greve de fome chora na tribuna por causa do acordo no Maranhão

Em greve de fome desde a última sexta-feira por conta da decisão do PT de apoiar a reeleição de Roseana Sarney (PMDB) ao governo do Maranhão, o deputado federal Domingos Dutra (PT-MA) subiu à tribuna da Câmara para criticar o diretório nacional petista. Ele chegou a chorar durante o discurso. "Eu vou morrer aqui para que se respeite a democracia. Entregaram o PT de mão beijada", afirmou Domingos Dutra, que foi aplaudido pelos colegas. Nos seis minutos em que falou, o plenário ficou em silêncio. Ele mostrou um par de algemas que comprou para evitar que seja retirado da Casa. É melhor se prender mesmo, porque sendo um "bom petista" deverá prestar subserviência ao partido e encerrar o seu protesto. Veja o discurso dele no DVD, e ouça a quantidade de coisas que afirmou sobre o seu próprio partido.
O deputado petista classificou a atitude do PT de antidemocrática. Na semana passada, a direção nacional do PT revogou decisão do diretório maranhense, que aprovou apoio à candidatura do deputado Flávio Dino (PCdoB) ao governo estadual. "Foi um processo sem quórum, sem rito. Desrespeitaram o estatuto, um diretório de merda", disse ele. "Dilma vai ser eleita de qualquer forma, não precisamos do Sarney", afirmou Domingos Dutra, referindo-se à posição do PT de fechar com a família do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), em busca de votos para a candidata petista à Presidência. Além de Domingos Dutra, um outro fundador do PT, Manoel da Conceição, e a ex-deputada federal Terezinha Fernandes (PT-MA), estão em greve de fome. "Eu, que estou defendendo o governo há três anos e meio na Câmara, virei uma ameaça. Sou o aliado das horas difíceis. Coloquem a mão na consciência. Três fundadores estão denunciando uma violência política e jurídica cometida pela diretoria nacional, que desrespeitou seu estatuto", defendeu o comunista Flávio Dino. Os discursos de Domingos Dutra e Flávio Dino foram motivados pela fala do deputado federal petista José Genoino (PT-SP), o rei do Mensalão, que criticou a oposição por usar o episódio para atacar o PT. "Não fico calado diante dessa alegria e desse processo para esgarçar o PT diante de uma decisão soberana do diretório nacional sobre uma escolha política", afirmou José Genoino. Parodiando o hino do Grêmio: uma vez petista.... sempre petista... De o deputado federal Domingos Dutra se levar a sério mesmo, deverá morrer de inanição dentro do Plenário da Câmara dos Deputados. Já o PT.... não levou a sério nem greve de fome de bispo católico, que foi desmoralizado pelo PT no episódio das obras de transposição das águas do Rio São Francisco. Portanto, Domingos Dutra é café pequeno....

Vazamento no golfo do México é de até 60 mil barris por dia

Uma equipe de cientistas americanos elevou nesta terça-feira sua estimativa para o vazamento de petróleo do poço da British Petroleum no golfo do México. Os cientistas afirmaram que "provavelmente, a vazão de petróleo hoje" varie entre 35 e 60 mil barris por dia. Isso representa um aumento significativo em relação à estimativa anterior, de entre 20 e 40 mil barris por dia. Em litros, representa entre 5,5 e 9,5 milhões de litros de petróleo vazando por dia no golfo do México, segundo os novos cálculos, e representa até 3,1 milhões de litros a mais do que calculava o governo norte-americano até agora. Depois de uma reunião de cientistas independentes e do governo convocada pelos secretários de Energia, Steven Chu, e de Interior, Ken Salazar, os especialistas determinaram que "o fluxo mais provável" alcança entre 35 e 60 mil barris diários. Até agora, os cientistas calculavam que o fluxo representava um volume de até 40 mil barris por dia (6,4 milhões de litros). O "funil" de contenção colocado no final de maio sobre o poço pode capturar até 18 mil barris diários. Por isso, a BP (British Petroleum) instalará um segundo dispositivo do tipo, conhecido como Q4000, que poderia conter entre 20 e 28 mil barris. No total, a estratégia de contenção que a BP desenvolveu, a pedido do governo americano, prevê expandir a capacidade de captura de petróleo para entre 40 e 53 mil barris diários no final deste mês e de 60 a 80 mil barris até meados de julho. Os cientistas levaram em conta as análises de uma série de vídeos de alta resolução, tecnologias acústicas e o volume recolhido no navio petroleiro que recebe o óleo. A BP se viu obrigada a suspender hoje durante cinco horas as tarefas de transposição devido a um pequeno incêndio no navio de armazenamento.

Diretor ligado a Tuma Jr. também é exonerado do cargo

As denúncias que apontam a ligação do então secretário nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior, com o chinês Li Kwok Kwen, o Paulo Li, acusado de contrabando, também atingiram o diretor do Departamento de Estrangeiros da Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça, Luciano Pestana Barbosa. Os dois foram exonerados do cargo. As exonerações foram publicadas nesta terça-feira no Diário Oficial da União. Luciano Pestana Barbosa foi flagrado em escutas feitas pela Polícia Federal. Investigação da Polícia Federal mostra que Tuma Jr. ajudou Paulo Li a regularizar a situação de imigrantes ilegais e interveio para liberar mercadoria apreendida.

Libanês acusado de colaborar com organização terrorista Hizbollah é preso no Paraguai

Agentes paraguaios prenderam nesta terça-feira um libanês naturalizado americano, vinculado a um grupo terrorista muçulmano, O Hizbollah, acusado pela Justiça dos Estados Unidos de falsificação de dinheiro e passaportes. A filial da Interpol em Assunção informou a detenção de Moussa Ali Hamedan, 38, conhecido como Hamedan Moussa e Hamden Moussa, durante uma operação realizada em Ciudad del Este, a 330 quilômetros de Assunção, na fronteira com o Brasil. O documento detalha que Hamedan foi capturado graças a um "pedido de detenção provisório com fins de extradição aos Estados Unidos" que a Interpol fez chegar a Embaixada desse país em Assunção. Hamedan, que será levado a Assunção para os trâmites judiciais e sua eventual extradição, é acusado de vender de dinheiro e passaportes americanos falsificados, assim como de contrabando de produtos eletrônicos, carros e roupas na Filadélfia, entre os anos de 2008 e 2009. "Adicionalmente, Hamdam também facilitou reuniões com o propósito de obter armas para exportar dentro de veículos roubados nos Estados Unidos para serem usadas nas atividades do Hizbollah", diz o relatório. Os organismos de segurança dos Estados Unidos advertiram diversas vezes que na área da Triplíce Frontera, onde convergem os limites da Argentina, Brasil e Paraguai, operam organizações que financiam grupos fundamentalistas islâmicos. O governo bolivariano de Lula tem se feito de ouvidos fechados, enquanto seus aliados da Al Qaeda e outras organizações terroristas islâmicas, como Hamas e Hizbollah, ambas apoiadas pelo estado terrorista nazista do Irã, operam livremente no Brasil, inclusive recrutando possíveis novos terroristas.

Obras de construção de novo parque eólico gaúcho começam na sexta-feira

Devem começar nesta sexta-feira as obras de construção do Complexo Eólico Cerro Chato, em Santana do Livramento. Serão três parques eólicos, que produzirão o equivalente a 90 megawatts de potência instalada, exigindo um investimento de R$ 400 milhões. A empreitada é resultado da parceria da Eletrosul (90%) e a Wobben (10%), subsidiária da alemã Enercon, que fabrica equipamentos no Brasil. A Eólica Cerro Chato SA será a responsável pela implantação, manutenção e operação das usinas. Cada um dos três parques terá capacidade de produção de 30 MW, distribuídos em 45 aerogeradores com torres de 108 metros de altura, todos já com licenciamento ambiental completo para início das obras. As torres serão produzidas no Estado, enquanto os aerogeradores vêm da unidade da Wobben em Sorocaba (SP). O início da montagem está previsto para janeiro do próximo ano. O prazo para entrada em operação comercial dos três parques é julho de 2012, afirma o diretor de Engenharia e Operação da Eletrosul, Ronaldo dos Santos Custódio. No complexo, haverá uma subestação de 230 quilovolts que levará a energia produzida até a Subestação Livramento 2, da CEEE, que colocará a geração no sistema nacional.

Governadora Yeda Crusius pede autorização para criar a estatal a Ferrosul

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), encaminhou projeto nesta terça-feira à Assembléia Legislativa pedindo autorização para que o Estado possa efetivar a sua participação acionária na sociedade de economia mista interestadual de prestação de serviços de transporte ferroviário. A empresa, a ser constituída em conjunto com Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina, que compõem o Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul), será conhecida como Ferrovia da Integração do Sul (Ferrosul). Ela será sociedade anônima. O sul do País precisa mesmo de uma entatal desse tipo, porque a empresa ALL, que atua na região, não demonstra qualquer interesse por investimentos ligados ao desenvolvimento regional.

Polícia Federal encontra cofre enterrado no jardim promotora em Brasília

A promotora Deborah Guerner, investigada pela Operação Caixa de Pandora, tinha um cofre enterrado no jardim de sua casa, localizada no sofisticado bairro do Lago Sul, em Brasília, onde também está localizada a mansão da candidata petista Dilma Rousseff. O cofre foi descoberto pela Policia Federal durante operação de busca e apreensão realizada na segunda-feira, mas a apreensão somente foi divulgada nesta terça-feira. Havia no cofre uma quantidade não divulgada de dinheiro e memórias de computador. Deborah Guerner foi denunciada pelo delator Durval Barbosa e é suspeita de receber propina do esquema de corrupção no governo do Distrito Federal, que levou o então governador José Roberto Arruda à prisão e à renúncia. O advogado dela, Pedro Paulo de Medeiros, não quis comentar, alegando que o inquérito está sob segredo de Justiça. Os policiais encontraram também R$ 1 milhão em local não divulgado, onde foram cumpridos mandados de busca e apreensão. Os policiais federais cumpriram dez mandados, um deles em uma empresa de engenharia, a Caenge SA, especializada em tratamento de lixo (esta empresa teve seus serviços também contratados por monitorar as operações do aterro sanitário de Gramacho, em Duque de Caxias, tudo sem licitação). A Caenge tem como sócia a Valor Ambiental. A Polícia Federal tem forte suspeita de que essa empresa, na verdade, é propriedade da promotora Deborah Guerner. Desde 2007, Qualix, Caenge e Valor Ambiental prestam serviços de coleta, destinação final e varrição de lixo em Brasília, em contratos emergenciais, sem licitação. A promotora Deborah Guerner é acusada pelo delator Durval Barbosa como intermediária no acerto (propina) entre o ex-governador José Roberto Arruda e o procurador geral de Justiça de Brasília, Leonardo Bandarra, que agora é investigado pelo Conselho Nacional do Ministério Público. O acordo teria sido acertado, conforme o delator Durval Barbosa, em um jantar na mansão de Deborah Guerner e seu marido, no lago Sul de Brasília (no vídeo abaixo você visualiza a mansão da promotora Deborah Guerne no sofisticado Lago Sul, em Brasília, e o jardim onde ela enterrou o cofre).
O marido dela é "diretor" da Valor Ambiental. Pelo acordo, o Ministério Público de Brasília emitiu um parecer autorizando o governo de Arruda a renovar contrato sem licitação com a empresa Qualix, e ainda fez ingressar na prestação dos serviços a Caenge e a Valor Ambiental. Isso é coisa notável, mas não é exclusividade do Ministério Público de Brasília. Pelo País inteiro, os Ministérios Públicos estaduais se tornaram fábricas de "acertos", por meio dos famigerados institutos do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta). Com a cobertura do Ministério Público de Brasília, o ex-governador Arruda renovou o contrato sem licitação com a Qualix e, também sem contrato, fez ingressar na prestação de serviços a Caenge e a Valor Ambiental. Em função dos "serviços prestados", o procurador geral de Justiça, Leonardo Bandarra, receberia 200 mil reais mensais. E a promotora Deborah Guerner também seria contemplada, conforme a Polícia Federal. Por qual outra razão ela enterraria um cofre no jardim de sua mansão no Lago Sul? (veja as imagens da mansão clicando aqui). A Qualix é uma empresa que, até recentemente, pertencia ao bilionário argentino Mauricio Macri, atual prefeito de Buenos Aires, e ao seu pai. O grupo argentino "vendeu" a empresa para um inexpresssivo grupo da área de construção do Mato Grosso. A Qualix é investigada pela Polícia Federal, em São Paulo, pelo crime de evasão fiscal. Teria transferido ilegalmente para a Argentina o "suposto valor" da venda da empresa para o grupo construtor do Mato Grosso. Na verdade, há muito mais coisas envolvidas nesse imbroglio, e a Policia Federal e Ministério Público Federal fecham os olhos, não querendo ver que existe uma atuação nacional orquestrada por um cartel do lixo nos contratos das cerca de 600 cidades brasileiras com mais de 40 mil habitantes. A Qualix, por exemplo, fazia parte da famigerada licitação fraudada realizada pela administração petista da ricaça Marta Suplicy, uma concessão de cartas marcadas no valor de 40 bilhões de reais, válida por 20 anos. O processo está na Justiça paulista há mais de sete anos, sem nunca ter uma sentença, sequer no primeiro grau. Esta licitação chegou a ser interrompida por ordem judicial devido a denúncia que apontava previamente os vencedores. Retomada a licitação, deu exatamente o resultado que estava registrado em cartório. Sem qualquer surpresa, a Justiiça paulista não funciona. A Qualix também recolhe o lixo de Porto Alegre, e frauda as operações diariamente, não cumprindo cláusulas contratuais, causando um grande prejuízo para os contribuintes da capital gaúcha. O Departamento Municipal de Limpeza Urbana, encarregado da operação do lixo, simplesmente oculta da população portoalegrense que a Qualix frauda o contrato de maneira contumaz. As prática do DMLU são todas elas escondidas, subterrâneas, clandestinas, a sua administração não tem qualquer transparência. Há outras fraudes em curso nessa autarquia. E tudo isso é feito com a constante anuência do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, que deveria ser chamado de Tribunal de Faz de Conta, porque sua auditoria externa nunca encontra os rombos da instituição. E veja-se: o DMLU deveria ser uma das principais instituições públicas do Rio Grande do Sul a ter suas contas permanentemente devassadas, simplesmente porque detém os maiores contratos da administração da capital gaúcha. O Conselho Nacional do Ministério Público terá mais trabalho além de Brasília. Precisará investigar a razão da ineficácia dos Ministérios Públicos estaduais na Bahia, no Amazonas, em Alagoas, no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Paraná, em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul. Em todos esses Estados há monumentais problemas, fraudes, desvios de recursos públicos. Polícia Federal e Ministério Público Federal se negam a ver que há uma atuação criminosa das mesmas empresas no País inteiro. Por que o setor de lixo não é investigado como um todo? Afinal, a operação de lixo no Brasil é um dos maiores negócios, e dos mais lucrativos e corruptor, no valor anual de muitas dezenas de bilhões de dólares. Por exemplo: por que Polícia Federal, Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual do Rio Grande do Sul não investigam a prefeitura de Canoas? A cidade é governada pelo petista Jairo Jorge, ex-chefe de gabinete do ex-ministro da Educação, o peremptório Tarso Genro? Jairo Jorge assuiu a prefeitura de Canoas há quase dois anos, e até agora foi incapaz de colocar na rua um edital de licitação para contratação dos serviços de limpeza pública na sua cidade. Não é por acaso. O grande negócio na área do lixo consiste em renovar contratos de maneira emergencial, porque assim podem ser acertados grandes aumentos nos valores contratados, com as óbvias consequências. O que faz o Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul diante dessa situação? Nada..... não faz nada. Há poucos anos, esse tribunal condenou o ex-diretor geral do DMLU de Porto Alegre, o petista Darci Barnech Campani (foi diretor também na administração do petista peremptório Tarso Genro). Entre outras razões, porque passou mais de uma década no órgão, só fazendo renovações emergenciais de contrato. Ele deixava vencer os prazos dos contratos e aí fazia contratos emergenciais, dizendo que não tinha mais tempo para fazer uma licitação, e aumentava os preços. É um truque manjado. E está ocorrendo de novo em Canoas e também em Salvador, na Bahia? Advinhem qual é a empresa beneficiada com os contratos emergenciais nas duas cidades? Ganha uma bala de coco quem falar Vega Ambiental.

PMDB catarinense rejeita Dilma e irrita Michel Temer

Na semana passada, o presidente nacional do PMDB, deputado federal Michel Temer, agora oficialmente candidato a vice-presidente na chapa de Dilma Rousseff, foi a Santa Catarina promover uma reunião entre o candidato a governador do seu partido em Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira. Nessa reunião ele conseguiu a promessa de que o PMDB catarinense iria se coligar com o PT e apoiar a estridente senadora petista Ideli Salvati para o governo do Estado. Logo a estridente Ideli Salvatti, aquela que espalhou outdoors por todo o Sul de Santa Catarina, agradecendo a Lula pela duplicação da }BR 101, que até hoje, oito anos depois e no fim do governo, continua incompleta e cheia de desvios e buracos.... mais do que, a petista que amarga o último lugar nas pesquisas de preferência do eleitorado catarinense. Pois bem, foi só Michel Temer subir no jatinho e voltar a Brasília para o presidente do PMDB catarinense Eduardo Pinho Moreira, e candidato do partido ao governo, ir ao encontro o ex-governador Luiz Henrique, candidato ao senado pelo PMDB. Na companhia dele, e com o apoio do PMDB, Eduardo Pinho Moreira retirou sua candidatura e passou a apoiar Raimundo Colombo, do DEM, que terá o apoio também do atual governador, que é do PSDB, e retirará sua candidatura à reeleição. Todos apoiarão Serra. Fechou-se novamente a grande coligação catarinense contra a esquerdopatia.Michel Temer achou que Pinho Moreira tinha gostado de Dilma, já que havia prometido apoio ao PT. Ele achou que podia passar por cima de Luiz Henrique da Silveira e do partido. Agora, Michel Temer quer reunir o PMDB e intervir no partido em Santa Catarina. "Se fizer isto, terá que intervir também em São Paulo, Mato Grosso e Pernambuco, que apóiam Serra", avisou Pinho Moreira. Michel Temer acha que se não intervir no partido em Santa Catarina o PMDB e ele estarão desmoralizados diante do PT. Mas, uma intervenção no diretório catarinense provocará reações em cadeia em todo o partido na região sul do país. A situação da petista Dilma Rousseff na região Sul já é boa, e se tiver a animosidade do PMDB nos três Estados, caminhará para a condição de "catastrófica", o que não é nada bom para seu projeto eleitoral.

PHS entra no Supremo contra o horário eleitoral obrigatório

O Partido Humanista da Solidariedade (PHS) entrou com ação direta de inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal contra os artigos da legislação eleitoral que determinam a divisão do horário eleitoral obrigatório no rádio e na TV. Para o PHS, a lei é injusta com partidos pequenos, que não têm representação na Câmara dos Deputados, quando considera o número de deputados eleitos como critério para a divisão do tempo de televisão e rádio. Na alegação, o PHS afirma que, ao se coligar, um partido pode não conseguir eleger um candidato próprio, mas contribui para a eleição de candidatos de outros partidos. Assim, quatro anos depois, os votos que recebeu na eleição anterior não são computados a seu favor na divisão do tempo de propaganda, e sim, a favor dos partidos com os quais estava coligado. Além disso, no entendimento do autor da ação, o eleitor não tem condições de conhecer igualmente a plataforma eleitoral de todos os partidos que se apresentam porque o tempo de propaganda é diferente, favorecendo os partidos maiores e excluindo do horário gratuito os partidos que não têm representação na Câmara.

Justiça impede União de destruir armas de campanha

A juíza federal Elizabeth Leão, da 12ª Vara Cível Federal de São Paulo, decidiu que a União Federal não poderá destruir as armas de fogo da campanha do desarmamento. O Instituto do Patrimônio Histórico (IPH) entrou com ação civil pública para pedir que a União não destrua as armas recebidas na campanha do desarmamento, mas que o armamento seja conservado enquanto a ação não for julgada definitivamente. A lei prevê que as armas de fogo sejam entregues à Polícia Federal, tanto as adquiridas regularmente quanto àquelas adquiridas de forma irregular, e destruídas. Para a magistrada, o decreto esbarra na garantia à proteção ao patrimônio histórico e cultural, previsto no artigo 216 da Constituição Federal.

Deputados fazem bolão e Maluf ganha R$ 400,00

Sem sessão plenária na Câmara, alguns deputados federais ocuparam o salão do cafezinho para assistir ao primeiro jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo. Para quebrar o gelo da partida, os deputados federais fizeram dois bolões ao custo de R$ 50,00 cada aposta. O bolão de linha, aquele onde o apostador acerta a camisa de quem faz o gol, pagou R$ 400,00 e o ganhador foi o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP). O bolão de placar, em que é preciso acertar o resultado do jogo, pagou R$ 500,00 e quem ganhou foi o deputado federal Hugo Leal (PSC-RJ).

Coréia do Norte ameaça reagir militarmente à eventual condenação da ONU

O embaixador da Coréia do Norte na ONU, Sin Son Ho, advertiu nesta terça-feira que seu país reagirá militarmente, caso o Conselho de Segurança condene Pyongyang pelo naufrágio da corveta sul-coreana Cheonan. "Não queremos que o Conselho de Segurança tome medidas para nos provocar", disse o embaixador norte-coreano. Eventuais ações do grupo de 15 membros da ONU contra a Coréia do Norte serão "acompanhadas de medidas por parte de nossas forças militares", advertiu o diplomata. Os Estados Unidos não demoraram a reagir. O porta-voz do Departamento de Estado, Philip Crowly, disse que essa ameaça "soa como o comportamento provocativo que caracterizou a Coréia do Norte desde o início de 2009". A tensão na península da Coreia elevou-se depois que uma investigação internacional chegou à conclusão de que um submarino norte-coreano lançou um torpedo no último 26 de março contra a corveta sul-coreana de 1,2 mil toneladas Cheonan no Mar Amarelo. O ataque resultou na morte de 46 marinheiros sul-coreanos mortos. São os compatriotas da "cineasta" esquerdóide Iara Lee, sul-coreana de origem, brasileira e que reside em Nova York, onde adquiriu a cidadania norte-americana. Mas, ninguém viu Iara Lee propugnando pela formação de uma frota humanitária internacional para romper o bloqueio da Coréia do Norte e levar comida para as pobres crianças norte-coreanas, que morrem de inanição, por fome. A esquerdóide Iara Lee tem um humanismo seletivo.

Colômbia propõe acordo com as Farc para que guerrilheiros se entreguem

O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, propôs nesta terça-feira que os terroristas e narcotraficantes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) abandonem as atividades ilegais em troca de garantias constitucionais. Segundo o presidente, o governo assegurará meios aos terroristas para que refaçam suas vidas. A proposta foi feita em entrevista coletiva às emissoras de rádio e reproduzida no site da Presidência da República. "Eu proponho que os guerrilheiros abandonem as fardas, desmobilizem-se e liberem os sequestrados que o governo se comprometerá a dar garantias para que refaçam suas vidas". A proposta de Uribe é apresentada logo depois do resgate de mais quatro militares que eram mantidos como reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Nos últimos três dias, foram libertados o general Luis Mendieta, os coronéis Enrique Murillo e William Donato, além do sargento Arbey Delgado.

PT entra com representação contra PPS e José Serra

O PT entrou com representação no Tribunal Superior Eleitoral contra o PPS e o ex-governador José Serra, cuja candidatura à Presidência da República pelo PSDB foi oficializada no último sábado. A acusação é de propaganda eleitoral antecipada e divulgação de imagem pessoal durante o programa nacional do PPS, veiculado na semana passada em cadeia de rádio e televisão. Conforme o PT, o conteúdo apresentado pelo PPS "contraria sobremaneira as normas que regem a propaganda partidária", que determimam a divulgação exclusiva do programa e da proposta política do partido. O PT diz que foi nítida a realização de propaganda eleitoral antecipada, bem como a divulgação de imagem pessoal de José Serra, uma vez que o então pré-candidato ocupou parte significativa do programa. Segundo o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, a legislação não foi desrespeitada: "O PT está querendo agora tentar colar nos outros aquilo que era sua marca, de desrespeito à lei".

Deputado federal petista completa cem horas em greve de fome contra aliança do PT com Sarney

O deputado federal Domingos Dutra (PT-MA) completou nesta terça-feira cem horas sem ingerir alimentos sólidos. Ele informou o fato no Twitter. O petista está em greve de fome desde sexta-feira em uma tentativa de convencer a direção nacional do PT a desistir de apoiar a candidatura à reeleição da governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB). Em nome da aliança nacional em torno da candidatura da presidenciável Dilma Rousseff, o PT nacional alterou decisão tomada pelo partido no Maranhão de apoiar o deputado federal comunista Flávio Dino (PCdoB). Com isso, contentou o PMDB. Além de Dutra, outros dois petistas também entraram em greve de fome que deve durar até o dia 30 de junho, quando se encerra o prazo para a definição das alianças para a eleição deste ano. O deputado, que se mudou para o plenário da Câmara na quinta-feira, assistiu ao jogo do Brasil no local e chegou a cochilar durante a partida. Se depender de sua greve de fome para Lula rever sua decisão de apoiar a dinastia Sarney no Maranhão, o deputado federal petista Domingos Dutra pode se preparar para morrer no Plenário da Câmara, e especialmente porque o Brasil está todo envolvido com a Copa do Mundo, e não dá atenção ao seu protesto. Mas, já se viu que esse tipo de protesto no PT não cola. E todo mundo espera, para qualquer momento, a revisão da decisão do petista Domingos Dutra.

Faixa "Cala boca Galvão!" é retirada com menos de dois minutos de jogo

Exibida com destaque logo que a bola começou a rolar para a estréia brasileira na Copa do Mundo, contra a Coréia do Norte, em Johannesburgo, uma faixa com a frase "Cala a boca, Galvão!" foi recolhida rapidamente nas arquibancadas do estádio Ellis Park, nesta terça-feira. A faixa estava colocada exatamente no centro do campo, pouco acima das placas de publicidade, e endossava campanha iniciada no Twitter, desde a última sexta-feira. Bastou começar o jogo inaugural do Mundial na África do Sul, entre a equipe sul-africana e o México, que os temas ligados ao torneio já estavam entre os dez mais comentados no Twitter. E o assunto que liderava o ranking era justamente "Cala boca Galvão", referindo-se ao locutor esportivo da "Rede Globo" (http://bit.ly/bnmHg3).

Lula manda recado para Patrus decidir logo se aceita ser vice do PMDB em Minas Gerais

O presidente Lula mandou nesta segunda-feira um recado direto para o ex-ministro do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias (PT), decidir logo se aceita ou não a vaga de vice na chapa encabeçada pelo senador Hélio Costa (PMDB), que vai disputar em outubro o governo de Minas Gerais. O interlocutor foi o vereador Arnaldo Godoy (PT), de Belo Horizonte, aliado e coordenador da campanha de Patrus, que disputou e perdeu a prévia petista em Minas Gerais no início de maio. Godoy ouviu pessoalmente de Lula que Patrus não deve "esperar demais porque senão a eleição acaba". Segundo o vereador, o presidente afirmou ainda que "dirigentes de partido dirigem" e que não seria preciso um telefonema a Patrus. O recado foi dado no aeroporto da Pampulha, na capital mineira, antes de Lula participar da cerimônia de inauguração do Gasoduto Rio de Janeiro-Belo Horizonte 2 (Gasbel 2), em Queluzito (MG).

Israel se prepara para bloquear novos navios com ajuda para Gaza

Israel se prepara para a chegada de múltiplos comboios a partir de diferentes países, todos com o objetivo de romper o bloqueio à Faixa de Gaza, dominada pela organização terrorista islâmica Hamas. As autoridades israelenses se mantêm firmes e advertiram que não vão permitir a passagem de nenhum navio. "O governo não mudou sua política", disse o porta-voz do ministério de Assuntos Exteriores, Andy David, que acrescentou que "todas as agências e ministérios estão em alerta e acompanham de perto os eventos" para frear a chegada de novas embarcações. Irã, inimigo declarado de Israel, anunciou o envio de duas embarcações carregadas com ajuda humanitária recolhida pelo Crescente Vermelho iraniano. A partir do Líbano sairá em breve outra embarcação, fretada pelo movimento Free Gaza e a organização Repórteres sem Fronteiras (RSF), que poderia zarpar na próxima semana. A participação da organização de jornalistas denota por si só o envolvimento completo da mídia internacional, quase toda ela esquerdóide, com a causa islâmica. O jornal israelense "Yedioth Ahronoth" assegurou na segunda-feira que o movimento terrorista islâmico libanês Hizbollah também está organizando uma embarcação com o apoio da nação terrorista da Síria. Embora não tenha sido confirmado pelo grupo terrorista Hezbollah, do Líbano, seu chefe supremo, o terrorista Hassan Nashrallah, pediu recentemente pela televisão aos libaneses que "organizem um segundo comboio" para "romper o bloqueio". A proposta mais ambiciosa é a do movimento "Viva Palestina" (com sedes no Reino Unido, Turquia, Estados Unidos, Malásia e Líbano) e o comitê internacional para romper o bloqueio a Gaza, que anunciaram a saída conjunta de um comboio terrestre e um marítimo em 12 de setembro. O carregamento por terra partirá de Londres e atravessará a Europa, Turquia e Síria cooptando no caminho carros, caminhões e voluntários com o objetivo de chegar aos 500 veículos, que tratarão de entrar a Gaza por Rafah, na fronteira com o Egito. O comboio marítimo pretende alcançar as 70 embarcações, que se unirão ao comboio inicial durante suas paradas em vários portos do Mediterrâneo. Fontes do grupo terrorista islâmico Hamas disseram esperar ao menos dez comboios antes de outubro, procedentes do Sudão, Noruega e Malásia. Israel pediu aos países da União Europeia que impeçam a saída a partir de seus portos de navios que pretendam romper o cerco à faixa palestina, imposto há quatro anos com a colaboração do Egito, a fim de asfixiar a organização terrorista islâmica Hamas. Para o porta-voz do ministério de Assuntos Exteriores de Israel, "o fato de que haja comboios enviados pelo Hizbollah e o Irã demonstra que se trata de provocação terrorista, de um esforço coordenado pelas organizações jihadistas" e não de iniciativas humanitárias. Andy David assinalou que "alguns dos que partirão de Beirute disseram que estão preparados para serem mártires e Nasrallah apoiou os navios. O israelense lamentou que a existência de "pacifistas genuínos" que estão sendo enganados pelas "organizações radicais" que impulsionam aos comboios. O vice-comandante da Marinha, o vice-almirante Rani Ben-Yehuda, declarou ao jornal israelense "Jerusalem Post" que as forças de segurança partirão da premissa de que os navios iranianos levam provocadores a bordo e recomendou aos ativistas humanitários que avaliem bem antes de se incorporarem às tripulações. Segundo Bem-Yehuda, os nove turcos que os comandos israelenses mataram no navio eram "terroristas", da mesma forma que dezenas de pessoas que viajavam no barco. No dia 31 de maio, militares israelenses abordaram um navio turco que pretendia romper o bloqueio maritimo à Faixa de Gaza. Israel tinha e continua tendo o amparo do Tratado Internacional de San Remo, que permite expressamente a abordagem de navios em águas internacionais que tenham a pretensão de romper bloqueio naval, que tenham sido avisados previamente e desconhecido esses avisos. A montagem dessa sequência de atos agressivos contra Israel vai forçar a deflagração de uma nova guerra de Israel contra o Hezbollah e a Síria, que o arma, junto com o Irã. Anotem, escrevam, e depois verifiquem se isso se concretiza ou não. É o que fanáticos nazistas islâmicos de várias nacionalistas mais desejam.

Irlanda expulsa diplomata israelense por episódio de falsificação de passaportes

O governo irlandês expulsou um membro da embaixada israelense em Dublin depois de investigar o uso de passaportes falsos de oito irlandeses, usados no assassinato do chefe terrorista islâmico do Hamas, Mahmoud Al Mabhuh, em 20 de janeiro, em Dubai. O ministro irlandês dos Assuntos Estrangeiros, Micheál Martin, anunciou a medida nesta terça-feira depois de considerar as recomendações feitas por dois inquéritos, de seu próprio Ministério e da Polícia Nacional. Após a morte do chefe terrorista islâmico do Hamas, a polícia de Dubai emitiu mandado de prisão para 11 pessoas, que usaram passaportes falsos da Irlanda, Reino Unido, França, Austrália, Alemanha. "O fato de falsos passaportes irlandeses serem usados conduz à inexorável conclusão de que uma agência do governo israelense é responsável pela utilização indevida e falsificação dos passaportes ligados ao assassinato de Mabhuh", disse Micheál Martin.

Economista da FGV diz que aumento dos aposentados não causará colapso nas contas públicas

O aumento de 7,7% dos aposentados que recebem mais de um salário mínimo, sancionado nesta terça-feira pelo presidente Lula, não causará colapso nas contas públicas porque o maior poder aquisitivo da categoria ajuda a aumentar a arrecadação e a aquecer o mercado interno, avaliou o professor e economista da Fundação Getulio Vargas (FGV), José Cezar Castanhar. Para ele, a medida representa o processo de recuperação de um direito das pessoas que contribuíram para se aposentar e viram o valor das aposentadorias se deteriorar ao longo do tempo. A FGV, que já foi um grande centro de pesquisas sociais e econômicas no País, tornou-se lastimavelmente em uma "casinha petista". E esse economista é muito engraçadinho. Elogia o aumento "concedido" pelo "pai dos pobres" Lula, e diz que isso recupera o valor das aposentadorias e pensões. Recupera uma ova, aposentadorias e pensões continuarão a ser dilapidadas pelo famigerado fator previdenciário, cuja derrubada Lula brecou. A FGV petista pensa que todo o País emburreceu de repente.

Paim diz que Congresso vai lutar pela derrubada do veto ao fim do fator previdenciário

Um dos maiores articuladores em favor do reajuste de 7,7% para os aposentados que recebem acima de um salário mínimo, o senador Paulo Paim (PT-RS) elogiou nesta terça-feira o presidente Lula por não ter vetado o aumento. O senador, no entanto, lamentou que não tenha sido sancionado o fim do fator previdenciário e disse que, agora, a luta é para derrubar, no Congresso Nacional, o veto ao mecanismo que leva em conta o tempo de contribuição, a idade do segurado e sua expectativa de vida. "É importante que, nesse momento mágico da economia, o presidente tenha sancionado o aumento de 7,7%. Ganhamos uma etapa da luta. Mas a luta pela derrubada do veto ao fim do fator previdenciário continua. Não tenho dúvidas", disse ele. Paim vem enganando velhinhos aposentados e pensionistas do Brasil há oito anos. O partido dele, o PT, e Lula, é que não desejam a quebra do fim do fator previdenciário. E ele ainda fica agradecendo a Lula, o redivivo "pai dos pobres". Deixa-se enganar por Paim quem deseja, mas ele é cúmplice do governo petista nesse crime.

Petista Vacarezza diz que sanção do reajuste dos aposentados evita desgaste às vésperas da eleição

O líder do governo na Câmara, deputado federal Cândido Vacarezza (PT-SP), disse esta terça-feira que, ao conversar com o presidente Lula, opinou que seria um desgaste desnecessário para o governo vetar o reajuste de 7,7% para aposentados e pensionistas e enviar outra medida provisória com um percentual menor de aumento. Segundo ele, os parlamentares não aprovariam um reajuste menor pois, na estimativa de Vacarezza, a votação da nova medida provisória ocorreria antes das eleições. "Se não tivesse condições de manter a responsabilidade fiscal, o presidente não teria mantido o reajuste e iríamos para um enfrentamento que seria desgastante. Deixei claro para o presidente que não temos condições de ter nenhuma votação abaixo de 7,7% no Congresso. Seria um equívoco", afirmou ele.

Lula pediu cortes no Orçamento para compensar reajuste aos aposentados e pensionistas

O líder do governo na Câmara, deputado federal Cândido Vaccarezza (PT-SP), disse que, antes de sancionar o reajuste de 7,7% para os aposentados, o presidente Lula consultou a equipe econômica sobre maneiras de compensar a decisão com cortes no Orçamento, e obteve resposta positiva. "O presidente reafimou seu compromisso com a responsabilidade fiscal", declarou Vaccarezza. De acordo com o ministro da Fazenda, GuidoMantega, o impacto do aumento dos aposentados e pensionistas nas contas públicas será de R$ 1,6 bilhão neste ano. Mantega informou que, para manter o equilíbrio fiscal, haverá cortes em custeio e emendas parlamentares.

Aneel reajusta tarifas de energia no Rio Grande do Sul

A partir do dia 19 de junho, as tarifas de energia cobradas de 254 municípios gaúchos atendidos pela distribuidora RGE (Companhia Rio Grande de Energia) serão reajustadas. O percentual varia de acordo com a classe de consumo e será de 4,85% para as residências cujo consumo máximo seja de 2,3 quilovolts (kv). A decisão foi tomada nesta terça-feira pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Para os consumidores de alta tensão, como as indústrias, o reajuste foi dividido em quatro grupos. Para aqueles que consomem entre 2,3 kv e 25 kv, o reajuste será de 3,59%. Para quem consumir entre 25kv e 34,5kv, será de 2,95%. O reajuste será negativo em 0,04% para quem consumir entre 34,5kv e 69kv. Acima disso, será de 3,72%. Ao todo, a RGE atende a 1.222.691 unidades consumidoras.