domingo, 23 de maio de 2010

Havai manda 20 mil toneladas de lixo para o continente devido à falta de espaço

Mais de 20 mil toneladas de lixo foram compactadas em fardos verdes armazenados de modo organizado, prontos para viajarem cerca de 3,7 mil quilômetros pelo Pacífico até o continente, como qualquer outra exportação. O transporte do lixo tem sido sucessivamente atrasado desde que começou a acumular, no calor tropical de setembro passado. Para uma ilha vulcânica de cerca de 71 quilômetros de extensão no meio do Oceano Pacífico, numa das poucas partes dos Estados Unidos onde uma rodovia interestadual não chega, as opções para se livrar do lixo são limitadas. Foi assim que as autoridades locais tiveram a ideia de enviar parte de seu lixo ao continente. O que deveria ser uma solução rápida se tornou um problema de longa duração após a empresa contratada para o transporte do lixo não conseguir as licenças necessárias do governo federal. Alguns grupos ambientais desaprovaram a ideia logo de início, argumentando que Oahu deve se esforçar mais no sentido de reduzir a quantidade de lixo que produz e de reciclar uma parcela maior dele, ao invés de exportá-lo. Oahu, a ilha mais populosa do Havaí e o lar de Honolulu, está expandindo sua capacidade de incineração, processo que queima o lixo e gera eletricidade, mas o projeto ainda deve levar alguns anos para ser concluído. O aterro sanitário municipal, Waimanalo, tem uso autorizado até apenas 2012. As autoridades esperam usá-lo por mais tempo e abrir um novo aterro, mas reconhecem que pode levar anos até que se encontre um lugar e as licenças necessárias sejam obtidas. Quando várias companhias privadas apresentaram a proposta de enviar parte do lixo para o continente, os membros do Conselho Municipal de Honolulu se interessaram. Uma empresa privada, Hawaiian Waste Systems, disse que poderia levar o lixo até um aterro em Washington por US$ 99,89 a tonelada, quase metade do custo proposto pelos outros concorrentes. A empresa ganhou o contrato, mesmo sem uma licença crucial do Departamento de Agricultura americano, cuja fiscalização assegura que nenhuma peste, inseto ou doença animal ou vegetal seja exportada com o lixo.
Pensando que a aprovação seria iminente, a companhia começou a coletar o lixo em setembro e a envolvê-lo em plástico. Por um tempo, o lixo foi armazenado nas docas, gerando reclamações das empresas vizinhas sobre mosquitos. Então, começaram a armazená-lo no pátio de uma região industrial em Kapolei. Neste mês, o Departamento Estadual de Saúde multou a companhia em US$ 40,4 mil por armazenar o lixo durante tempo demais. Honolulu não é o único lugar que busca destinos distantes para seu lixo. Após Rudolph W. Giuliani fechar o aterro municipal Fresh Kills, em Staten Island, quando era prefeito, a cidade de Nova York passou a transportar parte de seu lixo por ferrovias até aterros na Virgínia e na Carolina do Sul. Mas as autoridades havaianas disseram que querem que a ilha seja capaz de lidar sozinha com seu lixo, sem depender de terceiros. Para educar os moradores, eles oferecem o "tour do lixo" - um popular passeio da prefeitura que mostra aos havaianos o destino de seu lixo.

PT apoia PMDB e Dilma terá palanque único no Mato Grosso

O PT do Mato Grosso decidiu na tarde deste domingo, por 154 a 85 votos, apoiar a candidatura de Silval Barbosa (PMDB), atual governador do Estado, e a coligação formada por PR, PMDB e PCdoB. Com a decisão, Dilma Rousseff terá palanque único no Estado. O encontro foi realizado em Cuiabá e contou com cerca de 300 delegados do partido. A definição dependia do entendimento entre os grupos da senadora Serys Slhessarenko e de Carlos Abicalil, deputado federal e pré-candidato do PT ao Senado. Após anunciada a decisão do partido, um terço das pessoas que ocupavam o auditório (basicamente apoiadores de Serys) deixaram a reunião. A senadora afirmou depois da votação que o PT não está unido e que o grupo liderado por Abicalil negou o direito do partido construir a unidade. A petista disse que estuda a possibilidade de entrar com uma ação contra supostas fraudes nas prévias do partido na escolha do candidato do PT ao Senado. "É um candidato da base do governo Lula que deve esclarecer as denúncias que estão sendo feitas", disse Serys em referência às operações da Polícia Federal que investiga funcionários do governo e fraudes na Funasa.

Marina Silva diz que "aprovaram um cambalacho", sobre o Ficha Limpa

A senadora Marina Silva, pré-candidata do PV à presidência, qualificou como "cambalacho" o texto final aprovado no Senado Federal do projeto Ficha Limpa. Ela disse que o senador Francisco Dorneles (PP/RJ), com o seu "gatilho" apresentado, possibilitou que fichas sujas ainda se candidatem para o pleito de outubro. O senador apresentou uma emenda que, mudando a redação do texto, penaliza apenas aqueles que forem condenados por tribunais após a sanção do presidente Lula ao projeto.

Em Nova York, Dilma se irrita e "demite" tradutora

Problemas com uma tradutora na coletiva de imprensa irritaram na sexta-feira a pré-candidata petista em Nova York. Dilma Rousseff chegou a chamar a tradutora de "minha santa". Quando ela chama alguém de "santa", é para sair da frente, porque está em ponto de bala. Dilma, que preferiu falar em português, chegou a elogiar o primeiro tradutor. A partir da metade da entrevista, a tradução ficou por conta da angolana Marísia Lauré. Perguntada sobre o delicado tema da autonomia do Banco Central, Dilma falou da "autonomia operacional" do órgão. Lauré esqueceu uma das palavras e Dilma completou, em inglês: "operational autonomy". Em seguida, repreendeu a tradutora. "Eu peço para você traduzir literalmente, porque é complicado o tema". Dilma passou a falar sobre privatizações e as empresas que acredita que deviam permanecer públicas, como Petrobras, Eletrobras, as do setor elétrico e bancos públicos. A tradutora esperou que a convidada concluísse a frase para traduzir. Ao final, Dilma conferiu com a platéia: "Não faltou o trecho da Petrobrás?". Na frase seguinte, Dilma ouviu o início da tradução e, achando que havia mais um erro, interrompeu Lauré. "No, no,no. Yes, yes, yes", emendou, ao se dar conta de que a frase traduzida estava correta e arrancando risos da platéia. "Eu prefiro que você copie e faça a tradução depois porque se não eu vou quebrar meu raciocínio todo, tá bom?", pediu Dilma à tradutora. Na pergunta seguinte, Lauré trocou "redução da dívida" por "redução de impostos". Dilma a interrompeu novamente: "Copia, minha santa, eu vou falar". Nesse momento, a organização trouxe de volta o tradutor anterior.

O site oficial do PT dá guarida a uma rede de mentiras contra Serra.

Entre no site do PT e busque a palavra "Serra". Você vai ter uma surpresa com o número de baixarias que encontrará dentro do Portal do Partido dos Trabalhadores. Escrito por quem? Por uma Rede de Blogs! Dentro do Portal do PT são publicadas matérias de blogs como "Blog do Rovai", "Blog do Miro", "Blog Cidadania", " Os Amigos do Presidente Lula", "Blog do Rodrigo Vianna, O Escrevinhador", Blog "RS Urgente", "Brasília Confidencial" e muitos outros. Eles veiculam matérias insidiosas, com acusações pesadissimas contra José Serra, e sem provas. O Portal do PT, site oficial do partido, acata tudo e dá repercussão. Quando é que entrarão com uma ação judicial contra este portal?

Bolívia prende o militar que foi responsável pela captura do terrorista Che Guevara

O militar que capturou Ernesto Che Guevara, em 1967, foi preso na Bolívia na tarde de sábado. O general reformado Gary Prado Salmón teve prisão domiciliar decretada neste sábado, na cidade de Santa Cruz. Ele é acusado de participar de um grupo de terroristas, que foi desarticulado em 2009. A juiza boliviana Yañíquez Betty emitiu uma ordem de prisão domiciliar e proibição de viajar contra o general aposentado Gary Prado Salmon. O promotor Marcelo Soza acusa o militar aposentado de ter contatos com o húngaro-croata Eduardo Rozsa, apontado pelas autoridades da Bolívia como líder de um grupo de terroristas que planejava assassinar o presidente Evo Morales. A juíza Betty Yañiquez também ordenou a prisão de Ronald Castedo, presidente da ordem dos Cavaleiros do Oriente e ex-gerente da cooperativa de telefonia Cotas, de Santa Cruz de la Sierra; e de Juan Carlos Santisteban, líder do movimento Falange Socialista Boliviana. Os três são acusados de vínculos com um grupo terrorista desarticulado em abril de 2009. Segundo o promotor Marcelo Soza, que investiga o caso, entre os planos dessa organização estava a intenção de assassinar o presidente indio cocaleiro trotskista Evo Morales.

Polícia prende traficante com submetralhadora na Ponte Rio-Niterói

Policiais da Delegacia de Repressão a Armas e Explosivos (Drae) prenderam na tarde de sábado o traficante Anderson de Souza Leite, conhecido como Bozo. Ele é apontado como o chefe do tráfico do Morro do Palácio, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Na ação, que contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal, foi montada uma barreira na Ponte Rio-Niterói para interceptar o carro de Bozo. Os policiais apreenderam uma submetralhadora e Bozo foi autuado por porte ilegal de arma.

Procuradora confirma que chamava nenê de "cachorra"

A procuradora aposentada Vera Lúcia de Sant'Anna Gomes, acusada de torturar uma menina de dois anos que estava sob sua guarda, no Rio de Janeiro, confirmou em entrevista à revista "Veja" que chamou a menina de "cachorra". "De tudo aquilo de que estão me acusando, admito uma coisa: chamei a menina de cachorra mesmo. No dia em que isso aconteceu, tínhamos uma consulta médica. Ela estava se recusando a comer e ainda por cima sujava a roupa toda de leite. Aquilo foi me irritando profundamente e perdi a paciência. Mas discordo da maioria das pessoas que agora me condenam: para mim, chamar alguém de cachorro não é ofensa". Que tal, chamar uma criança de dois anos de "cachorra" não é crime, isso para uma procuradora de Justiça? Então o que será crime para essa senhora? Na entrevista, a procuradora Vera Lucia de Sant'Anna Gomes afirma ainda que, como recebe uma boa aposentadoria, decidiu adotar uma criança para não deixar sua pensão para o Estado. E revela que sua intenção era adotar três crianças, para formar "a família que nunca teve". Como ela é bondosa, não é mesmo?

Ciro Gomes pode disputar o Senado por São Paulo

Durante o lançamento da candidatura de Paulo Skaf (PSB) ao governo de São Paulo, a novidade chegou dos Estados Unidos: o deputado federal Ciro Gomes (PSB) admite concorrer ao Senado. A informação foi recebida como um “troco” ao PT e a Lula, que pressionaram a direção do PSB a sepultar sua candidatura a presidente. Confirmada a disposição de Ciro Gomes, o vereador Gabriel Chalita disputaria vaga de deputado federal. A eventual candidatura de Ciro Gomes ao Senado atinge projeto idêntico da ex-prefeita paulista, a ricaça petista Marta Suplicy (SP), tirando dela votos preciosos.

Justiça prorroga até 30 de maio debate sobre Marco Civil da internet

O debate sobre o Marco Civil da internet foi prorrogado até a meia-noite do dia 30 de maio. Segundo o Ministério da Justiça, trata-se de uma proposta de lei para determinar direitos, responsabilidades e diretrizes no uso da rede no Brasil. As contribuições podem ser registradas em site. A Secretaria de Assuntos Legislativos do ministério, que coordena a elaboração da proposta de lei, estendeu o prazo para atender a diversas entidades que pediam mais tempo para apresentar sugestões ao projeto. Com a ampliação do prazo, que inicialmente era de 45 dias, a sociedade ganha mais uma semana para discutir a redação da proposta. O uso público da rede mundial de computadores começou no Brasil há 15 anos e até hoje não conta com nenhuma lei específica. O PT não encerra nunca suas intenções de impor censura e limitações às comunicações e livre circulação da informação.

Polícia apreende cerca de 15 mil munições em depósito clandestino em Rondônia

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu, na manhã de sábado, cerca de 15 mil munições armazenadas em um depósito clandestino na altura do quilômetro 339 da BR-364, em Ji-Paraná (a 373 quilômetros de Porto Velho). Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, em uma fiscalização de rotina, por volta das 17 horas de sexta-feira, os policiais verificaram que a carga de um caminhão, que transportava munição, apresentava irregularidades administrativas. A carga possuía nota fiscal, mas a maneira como estava sendo transportada estava irregular. O caminhão foi liberado para regularização, que seria feita no depósito onde a carga seria entregue. O veículo foi acompanhado pela Polícia Rodoviária Federal. Ao chegar no depósito, os policiais constataram que o local não possuía autorização para funcionar. Por volta das 9 horas de sábado a apreensão do material foi finalizada. Além de toda a munição apreendida, também foram encontrados no local 125 litros de inseticida para uso animal, sem documentação.

Colecionador francês tem gravura de Picasso roubada na França

Ladrões roubaram cinco pinturas, incluindo uma de Pablo Picasso, da casa de um colecionador no sul da França, que foi agredido durante o assalto, segundo relatou a polícia no sábado. A obra mais importante roubada foi uma gravura de Picasso, ainda não identificada, que trazia a figura do rosto de uma mulher. As outras obras são de artistas menos famosos, segundo a polícia, que não deu os nomes dos outros artistas. O episódio se dá dois dias depois do roubo de pinturas de Picasso, Henri Matisse, Amedeo Modigliani e outros de um museu, avaliadas em cerca de R$ 233 milhões. O colecionador foi hospitalizado pelo golpe que recebeu dos ladrões.

Petrobras vai produzir biodiesel em Portugal a partir do dendê

A Petrobras irá produzir biocombustíveis em Portugal a partir do dendê cultivado no Brasil. A empresa assinou acordo com a Galp Energia na última quarta-feira. De acordo com a estatal, o projeto prevê a instalação de uma unidade de produção na refinaria de Sines, em Portugal, com capacidade de produção de cerca de 260 mil toneladas de biodiesel ao ano. A estratégia de suprimento da unidade de biodiesel em Portugal prevê a implantação de um pólo agro-industrial no Brasil para cultivo da palma (dendê), com produção de cerca de 300 mil toneladas/ano de óleo de palma no estado do Pará e investimentos estimados em US$ 290 milhões no Brasil. Segundo a Petrobras, o investimento total estimado para o projeto é da ordem de US$ 530 milhões.

Camargo Corrêa fará obra de US$ 170 milhões no Peru

A construtora Camargo Corrêa assinou contrato com o governo regional de Piura, no Peru, para o início das obras de um empreendimento de irrigação e geração de energia elétrica. A empresa foi vencedora da concorrência internacional e executará a primeira fase do projeto, avaliada em US$ 170 milhões. De acordo com a Camargo Corrêa, está prevista na primeira fase a construção de um túnel de 13 quilômetros, que levará as águas do lado oriental da cordilheira dos Andes para a região desértica no lado ocidental. Além do túnel, a construtora erguerá uma represa e acessos. As obras estão previstas para começar em julho. A segunda fase do projeto, chamado de Alto Piura, ainda terá licitação. Nela, está prevista a construção de duas centrais hidrelétricas de 150 MW, cada uma, e mais 18 quilômetros de túneis. Há ainda uma última etapa, que também será licitada no futuro, que contempla a implantação de 60 quilômetros de canais de distribuição de água em uma área de 50 mil hectares.

Grupo Schincariol vai investir R$ 400 milhões em fábrica da Bahia

O grupo Schincariol anunciou que fará investimentos de cerca de R$ 400 milhões até o final de 2011 no Estado da Bahia. De acordo com a empresa, o investimento será destinado para modernização e ampliação de sua unidade produtiva de Alagoinhas. Segundo o presidente da Schincariol, Adriano Schincariol, o investimento previsto permitirá ampliar os atuais 4.000 empregos gerados, entre diretos, terceirizados e indiretos, para cerca de 4.800, um aumento de 20%. A fábrica de Alagoinhas produz cervejas, chopes, refrigerantes, bebidas mistas e água mineral.

Nicolau Copérnico é enterrado de novo na Polônia, 467 anos depois

O autor da teoria heliocêntrica, Nicolau Copérnico, que teve os restos identificados recentemente, foi enterrado novamente no sábado, na catedral de Frombork (norte da Polônia), 467 anos após sua morte. Modesto em vida e morto antes de sua teoria ter sido publicada e reconhecida, o astrônomo, matemático, economista e médico foi também cônego em Frombork. Ele havia sido sepultado na catedral em 1543 sem nenhuma indicação do local exato, como centenas de outros padres e leigos. Há dois séculos cientistas poloneses, franceses e alemães tentam identificar seu túmulo. "A história da descoberta é um verdadeiro romance policial", declarou o arqueólogo Jerzy Gassowski, professor octogenário do Instituto de Antropologia e Arqueologia de Pultusk (centro da Polônia), autor da descoberta, em 2005. "Foi aqui que o encontrei", disse, apontando para uma placa de mármore nos pés do altar de Santa Cruz, um dos 16 altares levantados entre as colunas imponentes da catedral. Uma hipótese sobre o local do altar do qual o cônego Copérnico possuía a guarda permitiu delimitar o campo das escavações. No local, foram encontrados o crânio e os ossos de um homem setuagenário, confiados em seguida ao laboratório de polícia de Varsóvia (capital da Polônia). A idade estimada conferia com a de Copérnico, que morreu aos 70 anos. As reconstruções virtuais do rosto mostraram também semelhanças impressionantes com os retratos existentes de Nicolau Copérnico. Os testes de DNA dariam certeza. Mas os cientistas tiveram dificuldade de encontrar material genético de comparação. Um livro descoberto na Suécia, porém, forneceu o último elemento necessário para a resolução do mistério. O livro, datado de 1518, é um manual que Copérnico usou durante a vida e que foi levado pelos suecos durante as guerras sueco-polonesas do século 18. No livro havia alguns fios de cabelo. Análises feitas em laboratórios especializados da Suécia e da Polônia confirmaram o sucesso: dois fios entre os demais encontrados tinham as mesmas sequências do genoma do crânio de Frombork. Os restos de Copérnico foram levados a cidades e aldeias polonesas antes de serem novamente enterrados na catedral de Frombork durante cerimônia. Copérnico havia rejeitado a teoria geocêntrica de Ptolomeu, elaborando a sua própria, a heliocêntrica, relacionada ao duplo movimento dos planetas sobre si mesmos e em torno do Sol. Sua obra mais célebre, que esteve na origem de uma revolução científica do século 18, "De revolutionibus orbium caelestium" (Da revolução das órbitas celestes), foi publicada após sua morte. Foi condenada pelo Papa Paulo 5º em 1616 como contrária à Bíblia.

Equador apresenta nota diplomática à Colômbia por suposta espionagem

O Equador apresentou no sábado uma nota diplomática à Colômbia na qual pediu informações sobre um caso de suposta espionagem de funcionários equatorianos por agentes colombianos, informou o chanceler encarregado, Kintto Lucas. "Precisamos de informações oficiais além das que temos para avançar nas investigações", afirmou o diplomata. A nota foi encaminhada para o encarregado de negócios da Colômbia em Quito, Equador, Ricardo Montenegro, que representa o país na retomada das relações diplomáticas bilaterais, iniciadas em novembro passado depois da ruptura de 21 meses por um ataque colombiano contra a organização terrorista e narcotraficante Farc.

Dissidentes do PV apoiam Dilma em troca de apoio à criação de novo partido

Dissidentes do PV fizeram no sábado a primeira convenção nacional do Livre, partido político em formação que reúne militantes insatisfeitos com a "perda de foco" dos verdes e a filiação da senadora Marina Silva, pré-candidata à Presidência. O grupo apoia Dilma Rousseff (PT) em troca de ajuda petista na coleta de assinaturas necessárias para oficializar o partido. Segundo Dalva Lazaroni, eleita para presidir o Livre (Liberdade, Igualdade, Verdade, Responsabilidade e Educação), a entrada de Marina no PV foi "incoerência e oportunismo" da cúpula do partido. Ela afirmou que a crença evangélica da senadora vai contra bandeiras históricas dos verdes, como defesa da união civil de homossexuais e da descriminalização do aborto e da maconha.

Acusados de chefiar milícias no Rio são transferidos para presídio em Catanduvas

Três acusados de liderar um grupo miliciano foram transferidos na manhã de sábado para o presídio federal de Catanduvas (PR). Francisco César Oliveira (Chico Bala), Herbert Canijo da Silva Filho (Escangalhado) e Alex da Silva Monteiro (Popeye), embarcaram em três vôos comerciais, que partiram entre as 9 e as 10h10. Em abril, o Ministério Público do Rio de Janeiro pediu a transferência dos três do complexo prisional de Gericinó, na zona oeste da cidade, para o presídio federal paranaense. O ex-PM Chico Bala é apontado como um dos principais milicianos do Rio de Janeiro. Ele foi preso em fevereiro deste ano em uma mansão em Guarapari (ES) e denunciado em 2009 por formação de quadrilha e pela morte de Anderson Bengaly de Souza, no dia 30 de abril, em Campo Grande, na zona oeste.

PT vai investigar denúncia de compra de votos a Roseana no Maranhão

A Executiva Nacional do PT vai investigar as denúncias de compra de votos de integrantes do diretório maranhense do partido por aliados da governadora Roseana Sarney (PMDB). O comando petista já decidiu intervir no Estado para garantir o apoio à governadora. O presidente do PT, José Eduardo Dutra, vai enviar uma comissão ao Estado para apurar as acusações que teriam como objetivo reverter a decisão do diretório estadual do PT de apoiar o deputado Flavio Dino (PCdoB-MA), e não Roseana, na corrida pelo governo do Estado. "Vamos montar uma comissão da executiva nacional para apurar os fatos e, quem sabe, instruir um possível processo de quebra de ética. A única forma de saber é enviar pessoas externas para lá", disse.

Para Estados Unidos, Brasil não cumpre tratado sobre guarda de crianças

A Justiça brasileira é lenta ao decidir casos de disputa internacional pela guarda de crianças e, quando se debruça sobre eles, quer analisar a guarda em si, sendo que a competência para tanto seria de outro país. Com esses argumentos, os Estados Unidos classificaram o Brasil este ano como um dos três países que infringem a Convenção de Haia sobre sequestros internacionais de crianças. É a primeira vez que o Brasil aparece nessa condição no relatório anual sobre o tema, enviado ao Congresso. O documento cita 31 novas crianças retidas ilegalmente no Brasil.

Estados Unidos fizeram concessões a Rússia para garantir apoio a sanções contra Irã

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, teve que fazer duas concessões para obter o voto da Rússia no Conselho de Segurança da ONU a favor das sanções contra o Irã. Os Estados Unidos derrubaram as sanções unilaterais contra agências militares de vendas de armas russas e concordou em não vetar a venda de baterias antiaéreas russas ao Irã. Os Estados Unidos negociam desde fevereiro a nova rodada de sanções ao programa nuclear iraniano. Para tal, precisam do voto dos outros quatro membros permanentes do Conselho, Reino Unido, França e as relutantes Rússia e China.

Deputado petista diz que Ficha Limpa "dificilmente" valerá nas eleições de 2010

O primeiro vice-presidente da Câmara, deputado federal Marco Maia (PT-RS), afirmou que, dificilmente, o projeto Ficha Limpa terá validade no processo eleitoral de 2010. Para ele, haverá questionamentos judiciais contra a proposta e sua possível aplicação nas eleições de outubro. Maia disse que a aprovação pelo Congresso Nacional e a futura sanção presidencial não encerra a polêmica sobre a proibição de pessoas condenadas em decisão colegiada disputarem um cargo eletivo.

Japão diz que não abrirá mão de caça científica de baleia

O governo japonês afirmou que não pretende encerrar seu programa de caça científica de baleias, mesmo que um acordo internacional para regulamentar a captura desses animais seja fechado no próximo mês. O país que mais caça baleias no mundo afirmou, no entanto, que está considerando uma proposta para incluir observadores a bordo de sua frota baleeira e realizar exames de DNA nos animais capturados. O objetivo das medidas é garantir que não haja caça além da quota e que não sejam capturadas espécies ameaçadas, como a baleia-azul (o maior animal que já habitou a Terra), ou cujos estoques não sejam conhecidos em alguns lugares, como a jubarte (espécie que dá "braçadas" no ar quando salta). A adoção do esquema de vigilância é um dos grandes pontos de um acordo que está sendo negociado e que pode levar à liberação da caça, com limites.

Marina não tem perfil de presidente, diz mentor de pré-candidata do PV

Mentor político de Marina Silva, o arcebispo de Porto Velho, d. Moacyr Grechi, considera a pré-candidata do PV frágil e sem o perfil de presidente da República. "Não vejo nenhuma esperança de vitória. Falta nela o perfil de presidente. Mais que perfil, a capacidade de reagir a pressão de todo o gênero. Ela é muito frágil para aguentar", disse. Amigo da senadora desde 1974, quando se conheceram em Rio Branco, d. Moacyr afirmou que Marina tem pouco "jogo de cintura" e que sua fragilidade ficou comprovada quando ela dirigiu o Ministério do Meio Ambiente: "Ela vivia em uma angústia constante". Mas que amigo, hein?!!!! Com um amigo desses, Marina Silva não precisa de inimigos. Certamente o bispo petista acha Dilma com perfil.

Datafolha aponta que Dilma sobe 7 pontos e empata com Serra

A pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, atingiu sua melhor marca até hoje numa pesquisa Datafolha e está empatada com José Serra (PSDB). Ambos estão com 37%. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Marina Silva (PV) aparece com 12%. Os que votam em branco, nulo ou em nenhum somam 5%. Indecisos são 9%. Na comparação com a última pesquisa Datafolha, realizada em 15 e 16 de abril, Dilma teve uma alta de sete pontos percentuais, de 30% para 37%. Já Serra caiu cinco pontos, saindo de 42% para os mesmos 37%. Essa é a primeira vez que ambos aparecem empatados no Datafolha, que traz outros números positivos para a petista.

Com 12% das intenções de voto, Marina diz que Datafolha "rompe plebiscito"

A pré-candidata à Presidência do PV, senadora Marina Silva, disse no sábado, em Salvador, que o resultado da pesquisa Datafolha em que aparece com 12% da preferência do eleitorado indica que "a sociedade brasileira está se dispondo a romper o plebiscito" e, no lugar, fazer um processo. "E um processo político é feito pelos debates, pelo desempenho de cada candidato em relação a seus projetos, suas propostas, o testemunho de vida e a trajetória de cada um". A senadora do PV ressaltou que a disputa eleitoral ainda está no começo e que "tem muita água pra rolar embaixo dessa ponte". Segundo Marina Silva, a sociedade brasileira está fazendo suas escolhas progressivamente, ao conhecer melhor os candidatos.

Serra, Dilma e Marina participam de nova sabatina na terça-feira

Os principais pré-candidatos à Presidência - José Serra (PSDB), Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PV) - voltarão a encontrar na próxima semana para uma nova sabatina. Dessa vez, o evento que acontece em Brasília será organizado pela Confederação Nacional da Indústria. Essa será a terceira sabatina com os três. Os pré-candidatos chegarão às 8 horas na sede da CNI. O primeiro pré-candidato começa seu discurso de 25 minutos às 10h35. Haverá uma sessão de perguntas e repostas de 30 minutos. A CNI também programou uma entrevista coletiva de 50 minutos para cada um.

Dissidente cubano reduz demanda para encerrar dois meses de greve de fome

O dissidente cubano Guillermo Fariñas anunciou nesta sexta-feira que encerrará a greve de fome se Cuba libertar ao menos dez presos que políticos com graves problemas de saúde. Fariñas começou a greve de fome em 24 de fevereiro, pedindo a libertação de 26 presos políticos doentes. "Se houver um gesto de boa vontade e o governo liberar os dez ou 12 presos mais doentes, além de se comprometer a liberar os outros paulatinamente, não há razão para seguir com a greve", declarou Fariñas. Ele disse ainda que 18 destes presos políticos pretendem deixar Cuba, O dissidente espera ainda "uma proposta concreta" sobre a libertação dos presos de representantes da Igreja Católica, que se reuniram com o ditador de Cuba, o comaandante Raúl Castro, na última quarta-feira.

Serra sobe tom de críticas a Lula e ao PT

Serra sobe tom de críticas a Lula e ao PT
O pré-candidato do PSDB à presidência da República, José Serra, subiu na sexta-feira o tom de suas críticas ao governo Lula e ao PT durante encontro com o diretório nacional do PPS, que entregou ao tucano uma lista de pontos para contribuir com seu programa. Serra criticou o loteamento de cargos públicos dizendo que o Brasil vive o momento mais patrimonialista da história. "Nem na República Velha, que era uma oligarquia, foi assim", afirmou. Serra disse ainda que a economia brasileira voltou a ser "primário-exportadora", e que o modelo atual não atende à demanda de emprego que o País possui. Depois, ao se referir ao PT, disse que "se aquele que era o guardião da ética toma outro rumo, então morreu Deus".

Procuradora acusada de agredir menina diz que gritou para educar

A procuradora aposentada Vera Lúcia de Sant'Anna Gomes, acusada de torturar uma menina de dois anos que estava sob sua guarda, negou que tenha agredido a menina e que não sabe como apareceram hematomas em seu rosto. Ela disse que gritou com a menina com o objetivo de educá-la: "Falei uma vez para ela comer e isto com intuito dela comer. Sabe o que ela fazia? Derramava na roupa. Ora, eu sou mãe para educar. Eu peguei uma criança para educar. Eu não posso admitir que uma criança pegue uma xícara de leite e cuspa. Eu dizia pra ela: 'minha filha, você não quer, você diga pra mamãe não quero, mamãe, estou com dor de barriga, não quero, mas você não pode jogar pra frente". A procuradora disse também que acha que errou nas atitudes com a menina, mas questionou: "Quero saber qual a mãe que nunca errou com o filho, que nunca extrapolou, que nunca falou uma palavra mais rude". Questionada pela repórter sobre o laudo do Instituto Médico Legal que apontou ferimentos na menina, Vera Lucia de Sant'Anna Gomes disse não reconhecê-lo: "Eu quero, tanto quanto a senhora, saber se essas lesões existem e quem as realizou, porque de uma coisa a senhora pode estar certa, eu não fui".

Florianópolis monta barreira de sacos de areia para deter avanço do mar

A Prefeitura de Florianópolis iniciou na sexta-feira a montagem de uma barreira de contenção com sacos de areia na praia da Armação, no sul da ilha, para deter o avanço do mar. Nas últimas duas semanas, com a ocorrência de ressaca, o mar avançou cerca de 50 metros e danificou 74 casas na praia, deixando três pessoas com ferimentos leves. Três casas permanecem interditadas pela Defesa Civil. De acordo com a prefeitura, a colocação de sacos é emergencial e deve minimizar o impacto nas residências próximas ao mar. Os trabalhos de instalação da barreira de sacos de areia estão sendo feitos por soldados do Exército.

ONU inclui as Farc entre as organizações que usam crianças-soldados

A ONU incluiu na sexta-feira as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, organização terrorista e narcotraficante de cocaína) e o Exército de Libertação Nacional entre os 16 grupos armados do mundo que violam de maneira sistemática os direitos das crianças. As duas forças terroristas colombianas aparecem na lista dos maiores recrutadores de crianças-soldado do planeta. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, incluiu pela primeira vez em seu relatório anual sobre a situação dos menores nos conflitos armados. Ban acusa estes grupos armados de serem os "violadores mais persistentes" dos direitos da infância, por terem aparecido em pelo menos cinco vezes anteriores neste estudo, que envia a cada ano ao Conselho de Segurança do organismo. Além dos insurgentes colombianos, neste registro estão movimentos rebeldes de Darfur, os talebans afegãos, Al Qaeda, a milícia islâmica somali Al Shabab e a guerrilha ugandense do Exército de Resistência do Senhor (LRA), assim como a Polícia nacional afegã e o Exército sudanês.

Governador do Ceará diz que Ciro Gomes deve seguir orientação do PSB e apoiar Dilma

O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), afirmou na sexta-feira que seu irmão, o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE), deve seguir a decisão do partido de apoiar a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, nas eleições. Após encontro com o presidente Lula no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), sede provisória do governo, Cid Gomes disse que não deve existir mágoa pelo fato de o PSB ter desistido de lançar Ciro Gomes como candidato à Presidência. Para o governador do Ceará, agora, é preciso olhar para frente. Lula dobrou mesmo o neocoronelismo cearense.

Falta de mão-de-obra qualificada atinge dois terços dos empregadores no Brasil

Quase dois terços dos empregadores brasileiros encontram dificuldades para achar pessoas qualificadas para preencher cargos disponíveis, conforme pesquisa realizada pela consultoria internacional de recursos humanos Manpower. Segundo a pesquisa, que ouviu mais de 35 mil empregadores em 36 países, a escassez de mão-de-obra qualificada no Brasil só não é maior do que a no Japão. Entre os empresários brasileiros, 64% disseram ter dificuldades para preencher suas vagas com profissionais qualificados. No Japão, esse percentual foi de 76%.

Mockus e Santos são favoritos em eleições na Colômbia

A Colômbia terá nove candidatos à Presidência no primeiro turno, no dia 30 de maio. Entre os favoritos, o governista Juan Manuel Santos e o independente Antanas Mockus, lideram a corrida pelo cargo. Santos, de 58 anos, do Partido Social de Unidade Nacional (Partido de la U), foi ministro de Defesa do presidente Alvaro Uribe, tendo imposto duras derrotas à organização terrorista e narcotraficante Farc. Economista graduado na Universidade de Harvard e membro de uma família de classe alta co-proprietária do jornal "El Tiempo", de Bogotá, foi ministro de Fazenda e de Comércio Exterior do conservador Andrés Pastrana e do liberal César Gaviria. Santos promete continuar com a mão de ferro de Uribe contra as Farc, incentivar os investimentos estrangeiros e desenvolver uma política de "prosperidade democrática". Mockus, de 58 anos, candidado pelo Partido Verde (PV), saltou à vida pública quando, como reitor da Universidade Nacional de Bogotá, baixou as calças ante um auditório de estudantes que o vaiavam. Foi prefeito de Bogotá duas vezes (1995-1997 e 2001-2003), gestão que lhe trouxe grande reconhecimento e popularidade. Foi candidato à presidência em 1998 e 2006. De ascendência lituana, este matemático e filósofo que utiliza uma linguagem de símbolos para explicar suas propostas, promete "legalidade, transparência e educação".

Palocci desiste de reeleição para atuar na campanha de Dilma

O ex-ministro da Fazenda, o petista Antonio Palocci, desistiu de concorrer a um novo mandato de deputado federal pelo PT nas eleições deste ano. Palocci, deputado federal por São Paulo, optou por se dedicar integralmente à campanha à Presidência da pré-candidata Dilma Rousseff (PT), da qual já é coordenador. Na sexta-feira, Palocci acompanhava Dilma em Nova York, onde a petista fez palestra e conversou com investidores norte-americanos. Ministro da Fazenda do presidente Luiz Inácio Lula da Silva entre janeiro de 2003 e março de 2006, Palocci está no segundo mandato de deputado federal. Ele deixou o ministério sob escândalo que envolveu a quebra do sigilo bancário de um caseiro. Francenildo dos Santos Costa relatou à imprensa que Palocci encontrava-se com lobbistas na mansão no lago Sul mantida pela famosa Turma de Ribeirão Preto, local de distribuição de dinheiro e realização de festas de embalo com prostitutas fornecidas pela cafetina Mary Jeanne Corner.

Irã deve comunicar AIEA sobre acordo nuclear nesta segunda-feira

O Irã deve entregar nesta segunda-feira à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) uma carta oficial detalhando os termos do acordo de intercâmbio de material nuclear por combustível, mediado Brasil e Turquia. O anúncio dá prosseguimento aos trâmites previstos em Teerã quando os três países se reuniram, apesar de as potências Ocidentais como os Estados Unidos, França e Reino Unido terem deixado claro que darão continuidade ao projeto de uma nova rodada de sanções no Conselho de Segurança da ONU. Pelo acordo anunciado pelos líderes dos três países, o Irã se compromete a enviar à Turquia em um mês 1.200 quilos de urânio baixamente enriquecido para receber em troca, um ano depois, urânio enriquecido a 20% para alimentar um reator de pesquisas médicas em Teerã.

Servidores do Mato Grosso presos pela Polícia Federal são afastados temporariamente

O governador de Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB), afastou temporariamente dos cargos os cinco servidores da Secretaria de Meio Ambiente acusados pela Polícia Federal de integrar um grupo que fraudava autorizações de desmatamento e de retirada ilegal de madeira de áreas públicas e de proteção ambiental. Além de dois coordenadores de manejo florestal, um lotado em Sinop, e outro em Alta Floresta, também foram afastados três técnicos da secretaria citados pela Polícia Federal. Além dos cinco servidores da secretaria, foram detidos o ex-secretário de Meio Ambiente Luiz Henrique Daldegan, o ex-adjunto da secretaria Afrânio Migliari (atual secretário adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Rural) e o chefe de gabinete do governador, Silvio Corrêa. Também foram presos preventivamente donos de madeireiras, serralherias e de propriedades rurais, além do ex-conselheiro do Tribunal de Contas de Mato Grosso, Ubiratan Spinelli, que deixou o tribunal em dezembro de 2007, e seu filho, Rodrigo Spinelli, funcionário da área técnica do tribunal. Um dos presos foi detido em Vitória (ES) e outros dois no interior de São Paulo. Na operação ainda foram detidos assessores do presidente da Assembléia Legislativa de Mato Grosso, José Riva (PP), e sua mulher, Janete Riva. A Polícia Federal estima que o valor mínimo dos danos ambientais chegue a R$ 900 milhões, cálculo detalhado em quase uma centena de laudos periciais feitos pelo setor técnico-científico da Polícia Federal em Mato Grosso e que permitiu à Justiça Federal decretar o sequestro e a indisponibilidade dos bens dos 91 acusados.

TRE derruba cassação de mais cinco vereadores de São Paulo

Mais cinco vereadores tiveram a cassação dos mandatos derrubada pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo. Com a decisão em favor de Domingos Odone Dissei (DEM), Wadih Mutran (PP), Arselino Roque Tatto (PT), José Américo Ascêncio Dias (PT) e Marcus Vinicius de Almeida Ferreira, o Quito Formiga (PR), já são 14 vereadores cassados que conseguiram derrubar a decisão da primeira instância. Além dos vereadores, o prefeito Gilberto Kassab (DEM), a vice-prefeita, Alda Marco Antônio (PMDB), também foram cassados pelos mesmos motivos. Para o TRE, as doações feitas pela AIB (Associação Imobiliária Brasileira) são legais. Eles dizem que não foi possível estabelecer uma relação entre a AIB e o Secovi-SP (sindicato do setor imobiliário) por falta de provas.

PSDB-MG entra com ação na Justiça contra Hélio Costa

O PSDB de Minas Gerais apresentou na sexta-feira uma medida cautelar no Tribunal Regional Eleitoral local contra o senador Hélio Costa, pré-candidato do PMDB ao governo de Minas Gerais, por campanha antecipada. A medida cautelar pede a suspensão da próxima videoaula do partido, prevista para ser transmitida via satélite para cerca de 500 municípios de Minas Gerais nos próximos 15 dias. O PSDB mineiro, por meio do seu secretário-geral, deputado estadual Lafayette Andrada, disse que Hélio Costa "mente ou desconhece" a realidade da gestão tucana em Minas Gerais e que o partido vai responder aos ataques e às informações "erradas" transmitidas pelo peemedebista na "teleaula". Andrada, portanto, não considera esse instrumento de resposta como mais uma maneira de promover a campanha eleitoral antecipada. "Não é possível que um candidato saia falando mentira, totalmente descompromissado com a verdade, e essa verdade não venha à tona", afirmou. O PSDB captou a "teleaula" que Hélio Costa ministrou, falando para a militância do PMDB em todo o Estado, via antena parabólica.

PSB confirma expulsão de deputado suspeito de participação no mensalão do Distrito Federal

Durante reunião na sexta-feira, dirigentes do PSB decidiram manter a expulsão do deputado distrital Rogério Ulysses, acusado de participação no esquema do mensalão do Distrito Federal. Atualmente sem partido, Ulysses foi vice-presidente do diretório regional do PSB e presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Ele foi um dos distritais que prestaram depoimento à Polícia Federal sobre o recebimento de propina do governo José Roberto Arruda.

Dilma credita conquistas do Brasil a "governos dos últimos 20 anos"

A pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, reconheceu na sexta-feira, a investidores estrangeiros, que as conquistas que colocaram o Brasil no patamar que se encontra hoje são dos governos dos "últimos 20 anos e da sociedade". Dilma Rousseff foi a principal palestrante em evento organizado pela Bolsa de Valores brasileira (a Bovespa) em Nova York. Ela falou em seu economês tradicional para a platéia, que queria ouvir seus planos para a economia caso seja eleita. Apesar de reconhecer avanços anteriores, Dilma reforçou conquistas do governo Lula.

Após reclamação de José Serra, TV Brasil cria manual para cobertura das eleições

A petista Empresa Brasileira de Comunicação adotará, a partir desta semana, um manual para a cobertura das eleições. Além da TV Brasil, a agência Brasil e oito emissoras de rádio serão subordinadas à resolução, que prevê sanção em caso de descumprimento. Elaborada pelo Conselho Curador da EBC, a resolução não estabelece apenas regras para a cobertura, como a exigência de tratamento isonômico e vedação de reportagens sobre a vida pessoal dos candidatos. Incluirá também normas de conduta, como a proibição de uso de botons ou outras manifestações de preferência eleitoral. A resolução proíbe a veiculação de reportagens sem identificação da fonte da informação, o "off", e fixa ainda regras para divulgação de pesquisa, priorizando os maiores institutos. Na sexta-feira, a presidente da EBC, a jornalista petista Teresa Cruvinel, telefonou para a assessoria do candidato do PSDB à Presidência, José Serra, para informá-los sobre a resolução e negar a possibilidade de uso político da TV pública. Na véspera, durante entrevista de Serra, uma petulante jornalista petista da EBC atribuiu a fontes a informação de que Serra extinguiria o Bolsa-Família. Obviamente, foi uma pergunta petista, destinada a incomodar o candidato oposicionista. "Tomei a iniciativa de ligar para tratar do incidente. Informei que, nas próximas horas, será divulgada a resolução do conselho", disse a petista Teresa Cruvinel. Foi preciso Serra dar uma bronca para a TV petista se enquadrar.

Deputado consulta TSE sobre retroatividade do "ficha limpa"

O deputado federal Jerônimo de Oliveira Reis (DEM-SE) apresentou consulta ao Tribunal Superior Eleitoral sobre a possibilidade de o projeto "ficha limpa" ser retroativo, ou seja, se poderá valer para processos que estavam em andamento antes da promulgação da nova legislação. O deputado também pergunta ao Tribunal Superior Eleitoral se o "ficha limpa" pode valer para as eleições deste ano. Esta consulta já havia sido apresentada ao Tribunal pelo senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) e espera-se que os ministros decidam a questão brevemente.

Centrais sindicais fazem apelo a Lula por reajuste de 7,72% a aposentados

Centrais sindicais petistas vão pedir uma audiência com o presidente Lula para tentar sensibilizá-lo a aprovar o reajuste de 7,72% para os aposentados e pensionistas do INSS que ganham acima de um salário mínimo. Segundo nota divulgada pela Força Sindical, a aprovação pelo Senado da medida provisória que concede o reajuste é uma "clara demonstração de que a sociedade brasileira quer e aprova este aumento para todos aqueles trabalhadores que dedicaram uma grande parcela de suas vidas na construção deste país". "Destacamos que esta medida irá beneficiar 8,35 milhões de aposentados, e injetará, em 2010, 6,7 bilhões na economia brasileira", diz a Força Sindical.

Conflito precipita saída de Arthur Badin do Cade

A desistência do presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Arthur Badin, de concorrer a um novo mandato à frente do órgão antitruste foi uma saída honrosa para não enfrentar as resistências que marcam seu mandato desde que assumiu o cargo, há dois anos. As críticas persistem e se intensificaram no período. Badin é o primeiro presidente que não será reconduzido no cargo depois de três antecessores. A notícia de que ele voltará ao setor privado a partir de novembro, quando acaba seu mandato, foi recebida por muitos como um "alívio". Quem trabalha próximo a ele reclama da atuação centralizadora e de dificuldades de relacionamento.

Grupo chinês compra fatia de campo de petróleo no Rio de Janeiro

A estatal chinesa Sinochem será a primeira companhia do país asiático a produzir petróleo no Brasil. A empresa anunciou na sexta-feira acordo com a norueguesa Statoil para compra de 40% do campo de Peregrino, na Bacia de Campos, por US$ 3,07 bilhões. Peregrino tem reservas estimadas em 500 milhões de barris e início de operações previsto para o começo de 2011, com capacidade para produzir 100 mil barris por dia. Na semana passada, a estatal State Grid anunciou a compra, por US$ 1,726 bilhão, de sete concessionárias de transmissão de energia pertencentes às espanholas Cobra, Elecnor e Isolux. Há um mês, o consórcio chinês ECE - Birô de Exploração e Desenvolvimento Mineral do Leste da China, informou que estava adquirindo a mineradora Itaminas por US$ 1,2 bilhão. Além disso, a Wuhan Iron and Steel Corp (Wisco) anunciou, em abril, a compra de fatia na mineradora MMX, de Eike Batista, por US$ 400 milhões. A empresa projeta a construção de uma siderúrgica de US$ 4,7 bilhões no porto do Açu, no Rio de Janeiro, também controlado pelo grupo de Batista. No setor de petróleo, a chinesa Sinopec já tem um acordo com a Petrobras para exploração de petróleo em dois blocos na Bacia do Pará-Maranhão e avaliação de oportunidades conjuntas em refino e petroquímica.

Governo Lula vai tentar fazer superávit acima da meta

A equipe econômica do governo Lula já trabalha informalmente para fazer um superávit maior do que a meta de 3,3% de superávit primário do setor público fixada para este ano. Essa "gordura" adicional no esforço fiscal do governo, que deverá ser garantida com o aumento da arrecadação, vai funcionar com uma espécie de poupança preventiva que poderá ser ou não usada dependendo dos desdobramentos dos cenários interno e externo. Além disso, o governo considera que, além de elevar o superávit primário e aumentar a taxa de juros (Selic), pode lançar mão de medidas para fechar a "torneira do crédito", encarecendo o seu custo via tributação ou aumento dos compulsórios dos bancos. Os secretários do Tesouro Nacional, o trotskista petista gaúcho Arno Augustin, e da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, já deram indicações de que o governo poderá elevar seu superávit. No momento, a estratégia é ganhar tempo para obter mais dados sobre a economia e seu impacto nas contas públicas.

Congresso examina outro pacote de bondades no valor de R$ 3,1 bilhões

A Câmara dos Deputados trabalha a aprovação de mais um pacote de bondades que traz em seu bojo um novo rombo nas contas públicas, até agora incalculável pelo governo, que foi incluído na medida provisória de reestruturação de carreiras de servidores da administração federal. Apenas três, das 21 alterações no texto original da MP 479, resultam em um impacto de R$ 3,122 bilhões aos cofres públicos, quase 100 vezes mais que o gasto de R$ 31,769 milhões previsto na MP encaminhada ao Congresso pelo presidente Lula. A MP será votada nos próximos dias. A menos de cinco meses das eleições e em busca de votos, parlamentares fazem a multiplicação de benefícios por meio de alterações nas medidas provisórias, instrumento de tramitação mais rápida pelo Legislativo e meio usado pela base na negociação com o governo. Além de entrar na pauta com urgência e prioridade, as medidas provisórias precisam ser votadas em 120 dias, caso contrário perdem a validade.

Dissidente diz que fará reunião com governo cubano sobre presos políticos

O dissidente cubano Guillermo Fariñas disse neste domingo que Havana deve começar nesta segunda-feira a "dar passos" sobre a situação dos presos políticos doentes e uma reunião para discutir o assunto pode ocorrer. Fariñas está em greve de fome há 88 dias pela libertação de 26 presos políticos doentes. Ele afirmou que um representante da Igreja Católica, que se reuniu com Raúl Castro na semana passada, lhe disse que o governo deve internar em hospitais os presos mais doentes e deslocará outros a prisões mais próximas de suas residências. O dissidente explicou ainda ter recebido a visita do bispo auxiliar de Havana, monsenhor Juan de Dios Hernández, no hospital onde está internado, na cidade de Santa Clara. Segundo Fariñas, o bispo lhe disse que essa informação foi dada neste domingo à Igreja pelo secretário do Conselho de Estado de Cuba, Homero Acosta. Fariñas explicou ainda que, segundo Acosta, "a partir de segunda-feira, começariam os passos prévios que a Igreja havia pedido em relação aos presos políticos".

Arqueólogos encontram coleção de 45 tumbas faraônicas no Egito

Um grupo de arqueólogos egípcios descobriu uma coleção de 45 tumbas pertencentes a vários períodos faraônicos, anunciou neste domingo o ministro de Cultura egípcio, Farouk Hosny. As tumbas conservaram as múmias em bom estado, segundo o ministro. Os túmulos foram localizados na região de Al Fayoum, cem quilômetros ao sudoeste da capital Cairo, em uma região arqueológica conhecida como Lahun, onde está a pirâmide de mesmo nome. Os túmulos contêm sarcófagos de madeira pintada e conservam as múmias em bom estado, sob uma vendagem decorada com passagens religiosas do Livro dos Mortos e cenas que representam diferentes deidades do antigo Egito. Durante a escavação foram descobertos quatro cemitérios: um deles data da primeira e da segunda dinastias (2750-2649 a.C.), o segundo pertence ao reino médio (2030-1660 a.C.), enquanto o terceiro é do reino novo (1550-1070 a.C.) e o último do período tardio (724-343 a.C.). O diretor da missão arqueológica, Abdul Rahman Al-Ayedi, indicou que os cemitérios da primeira e a segunda dinastias estão compostos por 14 túmulos, um dos quais "quase intacto". Em seu interior foram encontrados objetos funerários e um sarcófago de madeira com uma múmia envolvida em linho. Conforme o secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, Zahi Hawass, a outra tumba, pertencente à 18ª dinastia (1550-1295 a.C.), abriga 12 sarcófagos de madeira empilhados uns sobre os outros. Já os cemitérios dos reinos médio e novo têm 31 túmulos, a maioria pertencentes às dinastias 11 e 12 (2030-1840 a.C.). Cada um destes túmulos inclui um sarcófago de madeira pintado em cujo interior há uma múmia vendada e decorada com textos religiosos (que segundo as crenças ajudam os mortos a atravessar para o mundo além), assim como cenas de diferentes deidades do antigo Egito como Horus, Hathor, Knum e Amon. Além disso, a missão encontrou quatro poços com vasilhas de barro, nas quatro esquinas do templo do rei Senusret 2º. No ano passado, esta mesma equipe de arqueólogos desenterrou uma necrópole com 53 túmulos escavados na rocha que datam do reino médio e novo e da 22ª dinastia faraônica (3º, 2º e 1º milênio a.C.).

Fernando Gabeira lança pré-candidatura ao governo do Rio de Janeiro e critica políticos "velhacos"

O deputado federal Fernando Gabeira (PV) lançou neste domingo sua pré-candidatura ao governo do Rio de Janeiro. Durante o evento, Gabeira disse que há deputados estaduais e vereadores da capital fluminense que são subornados por empresas de ônibus. Segundo ele, tais políticos são "velhacos". O parlamentar afirmou que, se for eleito, sua principal medida na área de saúde será implantar um sistema de check-up para a população pobre. Segundo ele, até agora, os governantes se preocuparam apenas em levar atendimento de emergência a essa população, e a prevenção tem sido relegada. O pré-candidato disse que a aliança PV-PSDB-DEM-PPS chegou ao seu formato final e que, a partir de agora, pode se dedicar à campanha, e que dará atenção especial ao interior do Estado, onde sua aceitação pelo eleitorado é menor do que na capital. A escolha do deputado como candidato da aliança teve forte influência do pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra (PSDB), mas Gabeira diz que pedirá votos só para Marina Silva (PV) no primeiro turno. Seus aliados, porém, esperam indicações de apoio a Serra. O ex-deputado Márcio Fortes (PSDB), cotado para ser o vice na chapa, cita um almoço em que Gabeira sentou junto a Serra: "Aquilo foi uma pré-campanha eleitoral, e o Gabeira estava lá para dizer que está com o Serra".

Sindicato vira negócio lucrativo e País registra uma nova entidade por dia

O imposto sindical, um bolo tributário de quase R$ 2 bilhões formado por um dia de trabalho por ano de toda pessoa que tem carteira assinada, alimenta um território sem lei. Os 9.046 sindicatos que dividem esse dinheiro não são fiscalizados. Resultado: abrir uma entidade sindical transformou-se em negócio lucrativo no País. Existem sindicatos de todos os tipos: de fachada, dissidentes por causa de rachas internos e entidades atuando como empresas de terceirização de mão de obra. Os dirigentes das centrais admitem que o imposto está por trás da proliferação sindical, o que transforma alguns sindicatos em verdadeiros cartórios. Só neste ano, o Ministério do Trabalho registrou um novo sindicato a cada dia, 126 no total, o que revela uma indústria debaixo da chamada liberdade sindical garantida pela Constituição. A proliferação acirrou-se a partir de 2008, quando o governo do presidente Lula decidiu formalizar as centrais. E tudo ficou mais fácil quando Lula decidiu que as centrais não precisam prestar contas do dinheiro que recebem. “Parte dos sindicatos é constituída sem representatividade, só com o objetivo de arrecadar os recursos dos trabalhadores através das taxas existentes”, admitiu o petista presidente da CUT, Artur Henrique da Silva Santos. “Está havendo desmembramento de sindicatos, muitos deles artificiais e piratas”, concorda Ricardo Patah, presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT) e do Sindicato dos Comerciários de São Paulo.

Lula já prepara a instalação do seu Instituto

Lula também vai montar um instituto assim que deixar a Presidência. O chapéu já corre entre os empresários. Um deles já procura um prédio. Lula acaba sempre chegando ao mesmo ponto onde chegou Fernado Henrique Cardoso, só que dez anos depois. Com o pode de arrecadação do petismo, supõe-se que será um big instituto, algo como "nunca antes visto neste País".

Polícia Federal investiga ligação do narcotráfico com o terroristamo da Al Qaeda

A Polícia Federal tenta desvendar um enigma que mistura a rede terrorista Al Qaeda, tráfico de cocaína para financiar ações do terror e um grupo brasileiro de contrabandistas. A investigação visa identificar quem são os brasileiros citados por militantes ligados à Al Qaeda, que ajudariam o grupo terrorista a colocar entre 500 quilos e uma tonelada de cocaína em Mali, na África Ocidental. A conexão brasileira foi descoberta com a prisão, em dezembro do ano passado, de três militantes de um braço da Al Qaeda que atua entre Gana, Mali e Argélia, na África Ocidental. O trio - Omar Issa, Harouna Touré e Idris Abdelrahman - é de Mali, foi preso em Gana e deportado para Nova York, onde será julgado. É a primeira prisão de integrantes da Al Qaeda em um caso que o governo dos Estados Unidos classifica de narcoterrorismo, a venda de drogas para financiar ações armadas. Harouma Touré era o contato com os brasileiros, de acordo com uma investigação da DEA (Drug Enforcement Administration, a agência americana antidrogas).

Lula negocia para assumir a ONU ou o Banco Mundial

O presidente Lula iniciou articulações com líderes mundiais para definir seu futuro após deixar o cargo. Gostaria de se tornar secretário-geral de uma renovada ONU (Organização das Nações Unidas) ou de presidir o Banco Mundial. Lula já tratou dos dois temas com outros presidentes e primeiros-ministros. O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, também fala com diplomatas estrangeiros. A avaliação de Lula, Amorim e alguns líderes mundiais é que o brasileiro conquistou cacife político que o credencia a assumir um posto internacional de relevo. No entanto, não interessaria a Lula virar secretário-geral da ONU no atual formato, muito dependente dos EUA e dos outros vencedores da Segunda Guerra Mundial, Reino Unido, França, Rússia e China. Mas, se for aprovada uma reforma da ONU, a começar pelo Conselho de Segurança, Lula trabalhará para disputar a secretaria-geral. Na Europa, três líderes endossam a postulação de Lula para secretário-geral: o presidente de governo da Espanha, José Luis Rodríguez Zapatero, o premiê de Portugal, José Sócrates, e o presidente da França, Nicolas Sarkozy.

CSN garante empréstimo de R$ 2 bilhões a exportações

A siderúrgica CSN informou que garantiu com o Banco do Brasil a contratação de um financiamento à exportação de R$ 2 bilhões. De acordo com comunicado publicado no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o empréstimo tem prazo final de amortização de oito anos. No balanço do primeiro trimestre deste ano, a siderúrgica reportou uma dívida líquida de R$ 6,6 bilhões, montante 56% superior à geração de caixa em um ano. A companhia prevê exportar 32 milhões de toneladas de minério de ferro neste ano, acima das 22,4 milhões de toneladas de 2009.

Eletrobrás fará aporte para elevar capital da Eletrosul

A Eletrobrás vai aportar R$ 1,854 bilhão para o aumento de capital de sua subsidiária Eletrosul. A aplicação dos recursos foi aprovada na última quinta-feira, na reunião do Conselho de Administração da holding. A Eletrosul esclarece que os recursos serão desembolsados de modo escalonado até 2013. Assim, neste ano o aporte é de R$ 626,6 milhões; em 2011, R$ 799 milhões; em 2012, R$ 294 milhões, e em 2013, R$ 134,5 milhões. Segundo a estatal, o dinheiro será aplicado em obras como a usina hidrelétrica de Jirau, no Rio Madeira, projeto do qual a Eletrosul é sócia; na subestação coletora de Porto Velho; no sistema de transmissão que vai transportar a energia das usinas do Madeira até São Paulo e em outros projetos, como o parque eólico de Cerro Chato, no Rio Grande do Sul.

Estudante pode ser filha de guerrilheiro desaparecido no Araguaia

Até março passado, Lia Cecília da Silva Martins sabia muito pouco sobre a história da guerrilha do Araguaia. Agora, faz parte dela. É, muito provavelmente, filha dela. No último dia 11 ficou pronto o laudo que aponta fortes coincidências nas características genéticas pesquisadas em Lia, de 35 anos, e nos seis irmãos e irmãs do guerrilheiro Antônio Teodoro de Castro, o Raul, desaparecido na aventura terrorista montada pelo PCdoB no final da década de 60 no Araguaia. Antonio Teodoro de Castro morreu em 1974. Relatos no Araguaia indicavam que Raul teve uma filha ao final da guerrilha com uma camponesa conhecida por Regina. A criança jamais apareceu. Os parentes de Raul acreditam agora, com base no laudo genético e na história de sua vida, tê-la encontrado. Responsável técnico do laboratório Biocroma Clínica de Exames de DNA, de Goiânia, Ricardo Goulart Rodovalho ressalta que, para atestar a paternidade, teria que ser investigada a composição genética da mãe ou de seus parentes. Mas isso não o impediu de dizer à família haver 90% de possibilidade de Lia ser a filha perdida de Raul, tal o número de coincidências constatadas. "O que observamos nesse caso é que, na análise de 21 marcadores de DNA, achamos 18 coincidentes", explica ele. "Os outros três não foram excluídos. Apenas nos faltou informação para poder estimar um índice", diz ele, classificando de "posição conservadora" o que escreveu no laudo. Raul sumiu na selva amazônica em 1974, aos 25 anos, com a aventura militar terrorista do PCdoB já desarticulada. Desde 1980 a família busca seus restos mortais. Em 2009, ao percorrer mais uma vez o sudeste do Pará e o norte de Tocantins, a advogada Mercês Castro, de 49 anos, irmã de Raul, falou a jornalistas sobre o relato que recebera de um ex-guia dos militares: o guerrilheiro tivera uma filha com Regina, moradora da região, morta por ter aderido aos comunistas. O ex-guia disse ainda que militares levaram a menina e mais sete crianças que os guerrilheiros tiveram ao longo dos anos que passaram na região. Uma reportagem foi lida por um amigo de Lia, que viu semelhanças com os relatos que ouvira dela. Lia disse que foi criada na capital paraense por um casal que mantinha o semi-internato Lar de Maria. Segundo lhe contou o casal, que já morreu, ela foi levada ao abrigo com poucos meses de vida por um delegado e um soldado. O delegado teria falado que o bebê fora sequestrado em Goiás. Os responsáveis pelo orfanato se afeiçoaram à criança e a adotaram. O sobrenome dado é o mesmo da família. A data de nascimento, 1º de julho de 1974, foi inventada.

Lei da Anistia é debatida em julgamento do Brasil na Corte da OEA

A Lei da Anistia, de 1979, foi o centro na sexta-feira do julgamento sobre o Brasil na Corte Interamericana de Direitos Humanos, por sua relação com a impunidade dos autores de crimes durante a ditadura militar. O julgamento terminou na sexta-feira. O perito colombiano Rodrigo Uprimny, especialista em justiça transicional, falou sobre a necessidade de investigar os crimes contra os direitos humanos, apesar da lei. "O Brasil realizou uma transição democrática admirável e invejável, mas ainda existem enclaves autoritários que provocam um déficit no Estado de direito que o faz estar em dívida com as vítimas", afirmou o especialista aos juízes da corte da OEA (Organização dos Estados Americanos), com sede na Costa Rica. A audiência de dois dias sobre o caso Gomes Lund se refere ao desaparecimento de 70 pessoas entre 1972 e 1975 durante a repressão à guerrilha terrorista do PCdoB no Araguaia, no Estado do Pará, durante a ditadura. Uprimny disse que os juízes da corte devem analisar "as particularidades" da anistia brasileira e determinar se é compatível com os padrões internacionais fixados pelo mesmo tribunal em casos sobre outros países. Um dos objetivos dos familiares das vítimas que impulsionam o processo é que a Corte declare que as violações dos direitos humanos não são submissas à anistia. O julgamento na Corte da OEA acontece depois que, no dia 29 de abril, o Supremo Tribunal Federal reprovou a revisão da Lei da Anistia. Por sua parte, o Estado brasileiro apresentou como perito o corregedor nacional de Justiça, ministro Gilson Dipp, que defendeu a anistia e a decisão tomada pelo Supremo que, segundo ele, "acabou com a discussão jurisdicional" a respeito. Dipp assegurou que a resolução foi redigida por "juízes de ética irrepreensível, independentes e autônomos" e ressaltou que "o Poder Judiciário brasileiro é um dos mais independentes e autônomos do mundo". Carlos Eduardo Oliveira, representantes da secretaria especial de Direitos Humanos do Ministério das Relações Exteriores, declarou que a anistia faz parte de "um processo mais amplo de justiça transicional". É chamada justiça transicional a adotadas pelas sociedades que empreendem transições democráticas após um período de violação generalizada dos direitos humanos, com o objetivo de reconhecer as vítimas e promover iniciativas de paz, reconciliação e democracia. Oliveira disse que, no processo, foram perdoadas "pessoas que tinham cometido atos violentos contra o Estado e também agentes do Estado que cometeram violações no marco da repressão política".

Itamaraty informa que corpos de guerrilheiros do Araguaia foram achados por parentes

O governo brasileiro esclareceu no sábado que os dois corpos identificados de desaparecidos durante a ditadura militar (1964-1985), relacionados ao caso da Guerrilha do Araguaia (experiência terrorista montada pelo PCdoB no final da década de 60, quando ainda era possível lutar contra a ditadura militar nos limites institucionais) , ação que tramita na Corte Interamericana de Direitos Humanos, foram encontrados por parentes durante as últimas três décadas. Carlos Eduardo Oliveira, membro da Divisão de Direitos Humanos do Ministério das Relações Exteriores, declarou que nas ultimas três décadas foram encontrados 12 corpos de vítimas de ações militares na região do Araguaia (Pará), mas que apenas dois foram identificados. Esses corpos foram encontrados em viagens feitas pelos parentes, e não por uma comissão criada pelo Estado em 2009, pois esta ainda não faz buscas de corpos. Ocorrida entre quinta e sexta-feiras na Corte Interamericana, a audiência tratou sobre a perseguição e desaparecimento de 70 terroristas entre 1972 e 1975, durante uma operação do regime militar para desmantelar a chamada "Guerrilha do Araguaia" (aventura militar terrorista do PCdoB). Oliveira assegurou que o Estado brasileiro reconheceu que é sua obrigação empreender esforços para identificar os corpos e garantir às vítimas o direito de conhecer a localização dos restos mortais de seus familiares para que possam enterrá-los. No entanto, a parte litigante afirma que a comissão de busca do Estado foi criada somente em 2009, apenas depois de ser apresentada a denúncia na Corte. Segundo ele, a comissão não deu resultados satisfatórios. Oliveira reiterou que o Estado brasileiro reconheceu anos atrás a responsabilidade pelos desaparecimentos forçados durante a ditadura militar. Pelo caso que se debate na Corte Interamericana, também ofereceu reparação material e imaterial aos familiares das vítimas. No entanto, os parentes dos desaparecidos sustentam que o Estado dificultou as investigações e que a Lei de Anistia de 1979 impediu que os responsáveis fossem identificados. Um dos objetivos dos litigantes é que o tribunal declare que as violações aos direitos humanos não são submissas à anistia, como o fez em casos anteriores de outros países. O julgamento na Corte foi encerrado na sexta-feira. Os juízes devem, agora, estudar o caso para emitir uma sentença nos próximos meses.

Diretor do Transparência Brasil integra nova equipe de colunistas da Folha

Neste domingo, junto à estréia do projeto gráfico e editorial da Folha, o jornal passa a contar com um grande elenco de novos colunistas. Um deles é o diretor-executivo da ONG Transparência Brasil, Cláudio Weber Abramo, que escreverá quinzenalmente, aos sábados, no caderno "Poder" sobre as eleições. Esse senhor faz parte do clã "Abramo", família petista de cima a tem embaixo, originária do trotskismo. Abramo alternará a públicação do espaço com a atriz Fernanda Torres, que estreou como dramaturga em 2009 com a peça ""Deus É Química"" e também faz parte da nova equipe de colunistas da editoria. A Folha também já colocou como "ombusman" uma membro de outro clã petista, o dos Singer.

Com quase dois anos de atraso, siderúrgica da Vale com a ThyssenKrupp será inaugurada em junho

Às vésperas da inauguração da Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA), na zona oeste do Rio de Janeiro, filas de ônibus lotam os estacionamentos da usina. Aguardam os cerca de 22 mil operários que ainda trabalham na obra. No complexo, que ocupa área equivalente a duas vezes à dos bairros de Ipanema e Leblon, o movimento é intenso para finalizar os últimos ajustes para o início das operações. Depois de sucessivos adiamentos, o presidente Lula inaugura a usina em 18 de junho, quase quatro anos após o lançamento da pedra fundamental da obra. A CSA, parceria entre a alemã ThyssenKrupp e a Vale, entra em funcionamento com a unidade de sinterização, etapa inicial da produção do aço. As primeiras placas, no entanto, devem ser produzidas apenas em agosto, com uma defasagem de quase dois anos da primeira previsão. O impacto visual causado pela quantidade de obras ainda em andamento contrasta com o colorido das instalações da CSA. O projeto, de um arquiteto alemão, deu às instalações diferentes tons de verde, azul e outras cores. "O objetivo é melhorar a qualidade do ambiente de trabalho e também reduzir o impacto visual", diz o gerente de qualidade, Claus Günter. A usina vai ampliar em 5 milhões de toneladas de aço bruto ao ano a capacidade de produção do Brasil, que em 2009 era de 42 milhões de toneladas. Este ano, porém, apenas uma das duas linhas da usina entra em funcionamento, com potencial para produzir metade do total previsto para a planta. A perspectiva da CSA é de que o segundo alto-forno, em que ocorre a etapa intermediária da produção, comece a operar no primeiro trimestre de 2011. A participação da ThyssenKrupp no negócio é de 73,13%; a Vale participa com 26,87%, porcentual que foi elevado em razão dos problemas financeiros enfrentados pelo sócio alemão durante a crise de 2008. O empreendimento foi concebido com o objetivo de fornecer placas para laminação nas unidades da ThyssenKrupp no Alabama (EUA) e na Alemanha, que venderão o produto final para indústrias automobilísticas e de eletrodomésticos. O plano inicial é de que 60% da produção da CSA vá para a América do Norte e o restante para a Europa. O setor automotivo nos Estados Unidos tem se recuperado bem forte e tem puxado bastante a demanda por aços planos. Para Germano de Paula, o Brasil é um país competitivo para a produção de placas de aço. Localizada no distrito industrial de Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro, a planta fica próxima à Baía de Sepetiba, onde foi construído um porto privativo com dois terminais. Há ainda um ramal ferroviário da MRS (do qual a Vale é sócia) que foi estendido até a siderúrgica. Além dos terminais marítimos, a empresa construiu uma usina termoelétrica que produzirá energia com os gases e vapores resultantes da produção do aço. A capacidade será de 490 megawatts. Do total, 290 MW serão utilizados na planta e o excedente já foi negociado em leilão da Aneel e será distribuído por meio do Sistema Interligado Nacional.

Médico colambiano ganhou contratos suspeitos no Rio de Janeiro

O médico Carlos Mauricio Medina Gallego deixou a Colômbia para se tornar um empreendedor de sucesso no Rio de Janeiro. Além da cirurgia plástica, sua especialidade são as licitações. Desde 2003, durante o governo Cesar Maia, até 2010, já na gestão Eduardo Paes, empresas e instituições que ele representou receberam cerca de R$ 147 milhões com contratos de prestação de serviços para a prefeitura e colecionaram suspeitas de irregularidades. Recentemente Gallego voltou suas atenções para o Programa Saúde de Família, uma das prioridades do atual governo. E no início deste ano venceu mais uma: presidindo a organização social Associação Global Soluções em Saúde, Gallego assinou um contrato de R$ 25 milhões para gerir o programa por dois anos na área do Centro. Quer dizer que um médico vem lá da Colômbia para demonstrar no Brasil o seu interesse por organizações sociais?