terça-feira, 27 de abril de 2010

Falta de armas e coletes à prova de balas prejudica novos soldados da Brigada Militar

A Brigada Militar do Rio Grande do Sul enfrenta falta de armas e de coletes à prova de balas após a formatura de mais de 3 mil novos policiais militares. A denúncia só poderia mesmo sair de uma organização petista, como a Associação dos Cabos e Soldados. Leonel Lucas, seu presidente, relata que mesmo antes do ingresso dos novos soldados, não havia equipamentos para todos. Já o diretor de Logística e Patrimônio da Brigada Militar, coronel Carlos Hirsch, confirma que há um rodízio, e garante que os policiais militares não estão trabalhando sem os equipamentos. É óbvio, o colete à prova de balas é um equipamento dos policiais militares, pertence à Brigada Militar. Quando um soldado não está de serviço, deixa seu equipamento no quartel. O soldado que trabalho em outro turno usa esse equipamento. Além disso, a Brigada Militar informou que o governo de Yeda Crusius (PSDB) adquiriu nos últimos dias cerca de 1.200 novos coletes à prova de balas. Os mais de 3 mil novos policiais militares já estão atuando em todo o Rio Grande do Sul.

Ditador Chávez nega presença da Guarda Revolucionária iraniana na Venezuela

O ditador da Venezuela, Hugo Chávez, disse nesta segunda-feira que é "absolutamente falsa" a informação divulgada nos Estados Unidos de que a Guarda Revolucionária iraniana aumentou sua presença no país. O relato feito em abril pelo Pentágono ao Congresso dava conta de que a força Qods, força de elite da Guarda, estaria ampliando sua presença na América Latina, "particularmente na Venezuela". Isso aumentou a preocupação nos Estados Unidos com as crescentes relações do ditador fascista islâmico do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, com governos da região, especialmente os de Brasil e Venezuela. "Olha o que eles estão dizendo", afirmou Chávez em cerimônia transmitida ao vivo pela TV. "Se os EUA aplicam sanções ao Irã, essas forças que estão aqui, algo que é absolutamente falso, poderiam então atacar o território dos Estados Unidos ou os interesses dos Estados Unidos com atos terroristas". O ditador Chávez disse que a acusação é parte de uma tática de intimidação contra o seu governo: "Digam-me se isso não é uma ameaça aberta pelo governo dos Estados Unidos contra a Venezuela, mais uma vez usando infâmias e mentiras?" Não, não é. O ditador Chavez abriu mesmo as portas da Venezuela para os terroristas do Irã. E está fazendo transportes regulares de equipamentos para que o governo fascista islâmico iraniano possa produzir a sua bomba atômica.

Votorantim vai investir R$ 2,5 bilhões na construção de oito fábricas de cimento

A Votorantim anunciou nesta terça-feira que vai investir R$ 2,5 bilhões na construção de oito fábricas de cimento em sete Estados do País, com o objetivo de se antecipar à crescente demanda por materiais básicos de construção. Com o anúncio, a Votorantim Cimentos consolida R$ 5 bilhões em investimentos em 22 novas fábricas entre 2007 a 2013. Segundo a empresa, das 22 unidades, nove já estão em operação e cinco em construção, enquanto as oito restantes estão em fase de projeto. Os investimentos nas novas unidades incluem fábricas no Paraná, Bahia, Ceará, Maranhão, Goiás, Mato Grosso e Pará, sendo duas neste último Estado. Segundo dados mais recentes do Snic (Sindicato Nacional da Indústria do Cimento), de 2008, a Votorantim é líder nacional de produção, com volume de 21,3 milhões de toneladas. No início do mês passado, a Companhia Siderúrgica Nacional, anunciou que vai multiplicar por cinco sua capacidade de produção de cimento até 2014, para 5 milhões de toneladas por ano, após fracassar na tentativa de comprar a cimenteira portuguesa Cimpor, terceira maior produtora do País. A CSN vai construir três fábricas de 1 milhão de toneladas cada nas regiões Nordeste, Centro-Oeste e Sul, em investimentos de até 600 milhões de dólares, e duplicar a capacidade em Volta Redonda (RJ) para 2 milhões de toneladas anuais. A decisão da CSN ocorreu depois que Votorantim e Camargo Corrêa compraram participações na Cimpor.

Indústrias de material de construção reduzem intenção de investimentos

As indústrias de material de construção reduziram a intenção de investimentos em abril, apesar de estarem com o nível de capacidade instalada em 87%, mostra pesquisa divulgada nesta terça-feira pela Abramat (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção). Segundo o levantamento, 66% das empresas responderam que pretendem investir nos próximos 12 meses, ante 70% em abril. No entanto, houve crescimento em relação a abril de 2009, período da crise, quando apenas 37% planejavam investir. Para Melvyn Fox, presidente da entidade, o atual nível de capacidade instalada não é preocupante, "mas é um sinal de alerta de que investimentos na capacidade de produção já se tornam uma necessidade". O estudo aponta ainda que 88% dos fabricantes estão otimistas quanto ao desempenho das vendas no curto prazo, para o mês de maio. Entre os motivos apontados para esse resultado estão o anúncio da segunda fase do programa Minha Casa, Minha Vida e do PAC e a prorrogação da desoneração do IPI para materiais de construção. A desoneração que valeria até junho foi estendida para dezembro. Já o índice de otimismo quanto às ações do governo voltadas para o setor da construção civil nos próximos 12 meses ficou estável em 78%.

Dilma Rousseff defende palanque único para PT e PP em Santa Catarina

A presidenciável petista Dilma Rousseff pediu a união entre a senadora Ideli Salvatti (PT) e a ex-prefeita de Florianópolis, Ângela Amin (PP), em um único palanque para a disputa do governo de Santa Catarina. Dilma tratou Ideli como "nossa candidata" e chamou Ângela Amin de "líder feminina importantíssima para o País". Dilma Rousseff e o PT não conhecem limites. Na ditadura militar, Dilma foi para a prisão e torturada. Enquanto isso, Esperidião Amin, o marido de Angela Amin, era um dos principais líderes da ditadura militar. Agora ela chama Angela Amin de "líder femina importantíssima". "Seria uma situação muito interessante ter três mulheres em uma proposição. Se vai ser possível ou não, só o tempo vai mostrar isso", disse Dilma em entrevista à Rádio Cultura AM, de Joinville, na manhã desta terça-feira. Dilma declarou que é importante costurar primeiro a aliança nacional, mas afirmou que a realidade local vai acabar determinando os palanques em cada Estado. "Tenho de respeitar características locais. Há uma diferença entre o que eu desejo e o que acontece. Vou lutar para que aconteça o maior palanque possível aí em Santa Catarina", afirmou ela. Segundo o Datafolha, os eleitores da região Sul dão a Serra a maior dianteira no País. Conforme a pesquisa realizada nos dias 15 e 16 de abril, o Serra bate Dilma na região por 45% a 25%.

Senado aprova projeto que facilita aposentadoria de idosos

Um projeto aprovado nesta terça-feira no Senado facilita a concessão de aposentadoria de um salário mínimo a idosos e portadores de deficiência. O substitutivo do relator do texto, senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), prevê a ampliação do número de beneficiados, uma vez que "considera incapaz de prover a manutenção da pessoa portadora de deficiência ou idosa a família cuja renda mensal per capita seja inferior a meio salário mínimo". Atualmente, a família do beneficiado deve ter renda per capita de até 25% do salário mínimo. O projeto visa atingir, no prazo de dez anos, idosos e deficientes cujas famílias têm renda mensal per capita de um salário mínimo, segundo Crivella.

José Alencar reafirma que Brasil pode crescer com taxa de juros menor

Em semana de reunião do Copom que deve definir nova taxa de juros, o vice-presidente da República, José Alencar, reiterou as críticas à política monetária brasileira. "O Brasil pode perfeitamente crescer a uma taxa muito boa de 5% a 6% sem inflação, independentemente do aumento da taxa de juros. Mesmo porque as taxas no País são as mais elevadas do mundo. Não tem sentido conviver com elas", disse. O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, já alertou Lula de que é preciso elevar a taxa básica de juros. Pelas expectativas de mercado, o colegiado deve aumentar a taxa Selic (hoje em 8,75% ao ano) em 0,50 ponto ou 0,75 ponto percentual nesta quarta-feira.

Senador vítima de atentado culpa o narcotráfico paraguaio-brasileiro

O senador governista Robert Acevedo, que sobreviveu ao atentado na segunda-feira, em Pedro Juan Caballero, que deixou dois guarda-costas mortos, atribuiu o ataque à máfia do narcotráfico que domina a fronteira entre Paraguai e Brasil. "Os responsáveis são narcotraficantes paraguaios associados com os brasileiros. Eles estão infiltrados na sociedade e são donos da vida e da morte. Eu me salvei por um milagre", disse Acevedo. O furgão do político sofreu cerca de 40 impactos de bala, sem que a polícia tenha ainda pistas dos atacantes. O senador pelo Partido Liberal levou dois disparos. Um de seus guarda-costas morreu ao tentar protegê-lo e o outro foi crivado por balas. O fato ocorreu em pleno centro da cidade de Pedro Juan Caballero, capital do departamento de Amambay, separado por uma avenida de Ponta Porã, no Brasil. Amambay foi declarado em estado de exceção assim como outros quatro departamentos do norte, nos quais foram mobilizados cerca de 3.000 policiais e militares para rastrear a existência de focos de milicianos da organização terrorista clandestina Exército do Povo Paraguaio (EPP), de esquerda. A eles foi atribuído o assassinato há uma semana de quatro policiais no Departamento de Concepción, vizinho de Amambay.

Dilma vai a Minas Gerais para gravar inserções de TV do programa do PT

A candidata do PT ao Palácio do Planalto, Dilma Rousseff, desembarcou na tarde desta terça-feira em Belo Horizonte para gravar inserções e parte do programa partidário do PT que será exibido a partir da próxima semana na televisão. Uma das estratégias da campanha petista é reforçar a imagem mineira de Dilma Rousseff para aproximá-la do segundo maior colégio eleitoral do País. Dilma Rousseff viajou acompanhada do marqueteiro João Santana. Na TV, Dilma Rousseff deverá falar sobre ações do governo Lula usando um tom de continuidade. A petista será a estrela principal do programa que deve voltar a explorar, em tom de ataque, comparações entre os governos Lula e Fernando Henrique Cardoso. A coordenação da campanha petista se reuniu na segunda-feira para corrigir a estratégia de comunicação da candidata neopetista depois de o presidente Lula reclamar reservadamente do desempenho de Dilma Rousseff em entrevistas. Ficou definido que Dilma Rousseff reservará mais tempo para treinar seu desempenho diante das câmeras e que receberá um relato diário do noticiário, feito por uma equipe especializada, cujo objetivo é deixar a petista mais afiada nas entrevistas.

TV pública poderá transmitir jogos ignorados por emissoras comerciais

As emissoras da EBC (Empresa Brasileira de Comunicação) poderão levar ao ar eventos esportivos de "relevante interesse nacional" quando as empresas que detêm o direito de transmissão decidirem não veiculá-los. A medida consta de projeto de lei aprovado nesta terça-feira no Senado. Pelo texto, são considerados eventos de relevante interesse nacional aqueles dos quais participem equipes, times, seleções e atletas brasileiros representando oficialmente o País, no Brasil ou no Exterior. Segundo o relator da proposta na Comissão de Educação, Cultura e Esporte), senador Valter Pereira (PMDB-MS), a crescente prática de aquisição dos direitos de exclusividade de transmissão acaba privando a população brasileira do direito de acompanhar os jogos de futebol, por exemplo. "O que condenamos é a prática, que já se mostra enraizada no contexto brasileiro, de a aquisição do direito de exclusividade na transmissão de eventos esportivos significar, também, o direito de captar os sinais e não transmitir". O projeto, de autoria do senador Renato Casagrande (PSB-ES), foi aprovado na Comissão de Educação e será analisado agora, em decisão terminativa, na Comissão de Ciência e Tecnologia, de onde seguirá para a Câmara dos Deputados e depois para a sanção presidencial. É mais um ataque do regime bolivariano lulista aos contratos no País.

Land Rover faz recall mundial com 18 mil veículos, e 123 estão no Brasil

A Land Rover anunciou nesta terça-feira recall do modelo Defender nas versões 90,110 e 130. A convocação atinge 18 mil proprietários nos países onde é comercializado, sendo 123 no Brasil, segundo a assessoria de imprensa da montadora. De acordo com a empresa, o óleo lubrificante da caixa do sistema de transmissão pode vazar, devido a um dano causado em um anel vedador. Esse óleo pode impregnar as lonas do freio de estacionamento, fazendo com que não haja atrito suficiente para manter o veículo parado quando o sistema for acionado. Os modelos com defeito foram fabricados em 2007 e 2008 e têm chassis entre 066843 e 068528, 740135 e 757662 e 739991. O atendimento aos proprietários terá início amanhã (28). Segundo a empresa, os concessionários estão entrando em contato com os clientes, mas quem quiser obter mais informações pode procurar a Central de Atendimento, no telefone 0800 012 2733.

"Top Top" Garcia diz que oposição não tem autoridade para questionar política externa de Lula

O assessor da Presidência para Assuntos Internacionais, o clone de chanceler Marco Aurélio "Top Top" Garcia, disse nesta terça-feira que a oposição não tem "autoridade" para questionar a política externa do governo brasileiro, especialmente a decisão do governo Lula de respeitar medidas adotadas pela ditadura de Cuba. "Top Top" Garcia disse que o Brasil não tem a função de "distribuir certificados de boa ou má conduta" para outros países, por isso optou por não realizar "condenações específicas" sobre violações de direitos humanos. O ex-dirigente da 4ª Internacional Comunista (a 4ª trotskista) também rebateu as críticas de José Serra ao apoio ao Irã pelo governo Lula. "Top Top" Garcia foi convidado a esclarecer na Comissão de Relações Exteriores da Câmara sua declaração de que "em todos os países há desrespeito a direitos humanos", usada para comentar a morte por greve de fome do dissidente cubano Orlando Zapata Tamayo. Aí "Top Top" Garcia disse que foi mal interpretado, uma vez que sua intenção era dizer que em diversos países há "denúncias de desrespeito" aos direitos humanos: "Nós estamos diante de uma questão complexa, muita fácil de atacar. Se eu tivesse na oposição, talvez sofresse a tentação de fazer ataque". "Top Top" Garcia afirmou que, durante a gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), o Brasil optou por não interferir na discussão sobre a violação de direitos humanos em Cuba: "Não vejo como se pode tentar estabelecer qualquer conexão de violações dos direitos humanos com atitudes que estariam a se produzir neste país. Com todo respeito, não vejo autoridade em ninguém para fazer um julgamento desses, seja sobre o governo ao que pertenço, seja se referindo a mim. Tenho uma história que não tem nenhuma mancha desse tipo", afirmou ele. "Top Top" Garcia, quando esplendidamente aboletado em Paris, após ter abandonado a sua organização clandestina, o POC (Partido Operário Comunista), em desabalada carreira, enquanto dirigente da 4ª Internacional Comunista, deu amplo apoio ao terrorismo na Argentina, enviando ex-companheiros do POC para atuações militares no ERP (Exército Revolucionário Popular, uma organização terrorista trotskista, que hoje é base do MAS - Movimento ao Socialismo, partido do indio cocaleiro trotskista Evo Morales, na Bolívia). Essa era a especialidade de "Top Top" Morales, mandar os outros para os enfrentamentos, enquanto ele ficava esplendidamente em Paris.

Temer diz que é preciso entender "agruras emocionais" de Ciro Gomes

O presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Michel Temer (PMDB-SP), afirmou que as críticas do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) a ele e ao seu partido se devem a "agruras emocionais". Em entrevista, Ciro chamou o PMDB de "ajuntamento de assaltantes" e Temer, de "chefe da turma de pouco escrúpulo". Para Michel Temer, cotado para a chapa da pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, é preciso "ser condescendente" com Ciro Gomes, que deve ter o fim de seu projeto ao Planalto oficializado nesta terça-feira pelo PSB. Impressionante como é magnânimo este Temer, não é mesmo?

Petrobras quer reduzir importação de fertilizantes com fábrica no Mato Grosso do Sul

A Petrobras e o governo de Mato Grosso do Sul fizeram nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, a primeira reunião oficial para discutir o cronograma de instalação de uma fábrica de fertilizantes nitrogenados no município de Três Lagoas (a 426 quilômetros de Campo Grande). É a primeira vez que a estatal confirma oficialmente a opção pelo Estado. Em fevereiro, o governador André Puccinelli (PMDB) chegou a pedir uma intervenção do presidente Lula no processo de escolha. A nova planta, que produzirá amônia e uréia, fará parte de um projeto que prevê ampliar a produção brasileira de fertilizantes e reduzir as importações até 2015. Segundo a Petrobras, outras unidades serão construídas em Uberaba (MG), Linhares (ES) e Laranjeiras (SE). Os fertilizantes nitrogenados são produzidos a partir do gás natural. A planta de Três Lagoas, disse a Petrobras, será abastecida pelo gás natural transportado pelo Gasoduto Bolívia-Brasil e terá capacidade para produzir 1,21 milhão de toneladas anuais de uréia e 81 mil toneladas anuais de amônia. Em 2009, a produção brasileira de uréia foi de 1,118 milhão de toneladas (as importações alcançaram 2,21 milhões de toneladas). No caso da amônia, a produção local foi 185 mil toneladas, enquanto a demanda total foi de 505 mil toneladas. "As projeções para 2015, quando as quatro novas unidades de fertilizantes estarão em funcionamento, apontam para produção de 3,659 milhões de toneladas de uréia diante de uma demanda de 4,076 milhões de toneladas. A oferta de amônia chegará a 782 mil toneladas/ano, atingindo a autossuficiência desse produto no País", diz nota da Petrobras.

JBS-Friboi levanta R$ 1,84 bilhão com oferta primária de ações

O JBS-Friboi, maior produtor e exportador de carne bovina do mundo, levantou R$ 1,84 bilhão com uma oferta primária de ações para financiar seus planos de estabelecer uma plataforma global de distribuição. A companhia, com sede em São Paulo, vendeu 230 milhões de novas ações ao preço de R$ 8,00 cada, de acordo com informações da Comissão de Valores Mobiliários. Nesta terça-feira, a ação da empresa fechou a R$ 8,14. O frigorífico originalmente planejava vender 200 milhões de nova ações, tendo a opção de vender lotes suplementares e adicionais de 70 milhões de ações. Na época do anúncio da oferta, considerando o preço da ação na ocasião, o frigorífico levaria pouco mais de R$ 2 bilhões com a operação. O JBS cresceu muito nos últimos anos, com aquisições nos Estados Unidos, como a da Pilgrim's Pride, que marcou a entrada da empresa no segmento de carne de frango.

Assembléia do Paraná desviou R$ 20 milhões com contratação de "fantasmas"

Cerca de R$ 20 milhões é a quantia inicial estimada pelo Ministério Público do Paraná como desviada dos cofres da Assembléia Legislativa do Estado por meio da contratação de funcionários fantasmas. A informação é do chefe dos Gaecos no Paraná (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), procurador Leonir Batisti, que comanda as investigações sobre corrupção na Assembléia. O dinheiro era depositado sob pretexto de pagamento de salário a pelo menos 50 servidores fantasmas nomeados em cargos de comissão. Os cargos eram controlados pelas diretorias administrativas da Casa. De acordo com a investigação, todas as contas foram abertas nos dois postos bancários que funcionavam dentro da Assembléia. Era de lá que a maior parte dos saques também era feita, diz o Ministério Público Estadual. Há casos de depósitos mensais sob o pretexto de pagamento de salário a servidor comissionado que variam de R$ 17 mil a R$ 35 mil mensais. O episódio dos supersalários pagos a fantasmas levou no último final semana à cadeia o ex-diretor-geral da Casa Abib Miguel, conhecido como Bibinho, e dois outros ex-diretores subordinados a ele, Cláudio Marques da Silva e José Ary Nassif. Os três foram afastados quando as suspeitas do esquema de funcionários fantasmas veio a público, há mais de um mês.

Manobra de Sarney para aprovar indicado para agência foi "equívoco", diz Demóstenes Torres

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Demóstenes Torres (DEM-PI), classificou nesta terça-feira como "equívoco" a manobra do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), que resultou na aprovação da indicação de Paulo Rodrigues Vieira para a diretoria da ANA (Agência Nacional de Águas). O nome de Vieira havia sido rejeitado pelo plenário no final do ano passado com apoio de governistas. Demóstenes Torres foi instado pelo próprio Sarney a se pronunciar sobre o assunto, uma vez que os líderes da oposição entraram com recurso na Mesa para anular a nova votação. O presidente do Senado colocou a revotação na pauta do dia 14, quando o plenário se preparava para analisar indicações ao Superior Tribunal de Justiça e ao Superior Tribunal de Justiça. Senadores da oposição afirmaram que não perceberam a introdução da nova matéria e aprovaram Vieira sem saber. Dizem que o processo já havia sido arquivado e que há parecer da CCJ afirmando não haver "previsão legal" para a revotação. Segundo Demóstenes, "por equívoco evidente, duas falhas gigantes ocorreram". A primeira diz respeito à falta de acordo de líderes partidários para que a votação fosse feita. No entanto, afirma o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, ainda que houvesse acordo, a nova votação não poderia ter acontecido sem que antes a primeira tivesse sido declarada nula. "Uma decisão do plenário estava em pleno vigor, inclusive dela já estava informada a Presidência da República, e sobre ela outra foi tomada, sem sequer se discutir as razões pelas quais aquela deveria ser anulada", afirma Demóstenes em despacho. A assessoria de Sarney disse que o senador ainda não recebeu o novo parecer, mas que o questionamento da oposição está na pauta desta quarta-feira. O nome Vieira, que é apoiado pelo deputado cassado José Dirceu e Rosymeire Noronha, amiga de Lula e sua secretária no escritório da Presidência em São Paulo, sofria resistências do então ministro Carlos Minc (Meio Ambiente), que havia escolhido um técnico da ANA para o cargo. Como a votação em dezembro foi secreta, senadores da base aliada apoiaram a rejeição à indicação, em represália ao embate entre PT e PMDB pela indicação à vice-presidência na chapa de Dilma Rousseff.

Governistas fecham acordo para reajuste de 7% a aposentados

Governistas fecharam acordo nesta terça-feira para reajustar em 7% as aposentadorias acima de um salário mínimo. Esse índice é menor que os 7,71% defendidos inicialmente pelo líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), mas fica acima dos 6,14% propostos pelo governo. Jucá, o líder do governo na Câmara, o deputado federal Cândido Vacarezza (PT-SP), os ministros Guido Mantega (Fazenda), Alexandre Padilha (Relações Institucionais) e Carlos Gabas (Previdência) se reuniram na tarde desta terça-feira com o presidente Lula. Segundo Romero Jucá, o presidente sinalizou que se houver entendimento da base aliada nas duas Casas em torno do reajuste de 7%, não haverá veto à proposta. O reajuste é retroativo a janeiro e deverá custar R$ 7,8 bilhões. Mais cauteloso, Vacarezza afirmou que o veto ou sanção presidencial é uma segunda etapa. Agora, afirmou, o trabalho dele e de Jucá é pelo acordo entre deputados e senadores da base pelo teto de reajuste em 7%. A previsão é que a MP seja votada na Câmara nesta quarta-feira.

Em cinco anos, ex-presidente do Uruguai quadruplicou o seu patrimônio

O ex-presidente uruguaio, Tabaré Vázquez, e o ex-vice-presidente do país, Rodolfo Nin Novoa, aumentaram significativamente os seus patrimônios nos anos em que estiveram à frente do governo, de 2005 a 2010. O patrimônio de Tabaré Vázquez passou de 2,9 milhões de pesos (equivalente a R$ 259.869,00) a 12,9 milhões de pesos (cerca de R$ 1,1 milhão) entre o dia 1º de março de 2005 e 28 de fevereiro de 2010, período em que comandou o Executivo do país. Já o de Nin Novoa passou de 300 mil pesos (R$ 26.883,00) a 7,3 milhões de pesos (R$ 654.153,00). Os dados, que constam na declaração que ambos apresentaram à Junta de Transparência e Ética Pública, apontam que, ao término de sua gestão, Vázquez tinha um salário de 229.780 pesos mensais (R$ 20.590,59) como presidente, 59.880 (R$ 5.365,85) como oncologista da Associação Espanhola e uma aposentadoria de 30.952 pesos (R$ 2.773,61). Entre seus bens há contas bancárias com 12,1 milhões de pesos (R$ 1 milhão), 20% de sua casa, estimados em 190 mil pesos (R$ 17.025,90); e um Toyota Hilux, no valor de 500 mil pesos (R$ 44.805,00). Por sua vez, Nin Novoa ganhava 208.818 pesos (R$ 18.712,18) por seu cargo no gabinete de Vázquez e 185.818 pesos (R$ 16.651,15) por seus negócios agropecuários. Seu patrimônio era composto da terceira parte de um campo de 437 hectares, equivalente a 5,5 milhões de pesos (R$ 492.855,00) e uma conta bancária com 128.090 pesos (R$ 11.478,14), entre outros. Vázquez, primeiro presidente socialista do país, pertence à coalizão Frente Ampla, a mesma que elegeu o seu sucessor, José Mujica, em novembro de 2009. Está comprovado que ser presidente ajuda e muito a aumentar patrimônio.

Banco do Brasil e Bradesco pretendem emitir cartões Elo em seis meses

O Banco do Brasil e o Bradesco informaram nesta terça-feira que pretendem começar a emitir, dentro de seis meses, os cartões da marca Elo, lançada nesta terça-feira em parceria pelas duas instituições. A intenção é atingir a classe C e até mesmo a população não "bancarizada" do País. A expectativa é atingir, em cinco anos de operação, participação de mercado de 15% no setor de cartões de crédito, débito e vales. Até lá, segundo o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, o mercado brasileiro deverá ter 800 milhões de cartões. Hoje circulam pouco mais de 500 milhões de unidades. "O mercado brasileiro é um dos que mais cresce no mundo, com a expansão da classe C e aumento da renda em geral. Essa população deixa de usar dinheiro e cheque e passa a usar cartões. Por isso, chegou a hora de construirmos uma plataforma nova de meios de pagamento", afirmou ele. De acordo com executivos das instituições, a intenção é que do uso de cartões fique mais acessível aos clientes brasileiros. Com o negócio firmado nesta terça-feira, Banco do Brasil e Bradesco esperam atingir uma sinergia que pode chegar a um volume de negócios superior a R$ 15 bilhões. Para o lançamento da nova bandeira de cartões, os bancos criarão uma holding da qual Bradesco terá 50,01% de participação no capital e o Banco do Brasil terá 49,99%. A holding vai agregar também outras parcerias do Banco do Brasil e Bradesco, como a Cielo e a Companhia Brasileira de Soluções e Serviços (Visa Vale).

Mulher de Noriega tinha mais de R$ 70 mil no Banco do Brasil em Paris

O ex-ditador do Panamá, Manuel Noriega, extraditado para a França para ser julgado por crime de lavagem de dinheiro proveniente do tráfico de drogas, possuía entre 30 e 40 mil euros (entre R$ 70 mil e R$ 93 mil) em uma conta no Banco do Brasil, em Paris, em nome de sua mulher, Felicidad, disse a vice-procuradora francesa Isabelle Montagne. O montante no Banco do Brasil é, no entanto, apenas uma ínfima parte dos milhões de euros depositados pela família Noriega em outros bancos na França e que foram confiscados pela Justiça francesa em 1999, quando o ex-presidente foi condenado à revelia a dez anos de prisão por lavagem de dinheiro do tráfico de drogas e a uma multa de 11,2 milhões de euros (R$ 26 mi). Noriega chegou à França na manhã desta terça-feira, extraditado dos Estados Unidos, onde cumpriu pena de 17 anos de prisão por narcotráfico. De acordo com a vice-procuradora, Noriega havia transferido à França, nos anos 1980, o total de 2,3 milhões de euros. Sua mulher, Felicidad, possuía depósitos no valor de 3 milhões de euros (R$ 6,9 mi). Segundo a Justiça francesa, Noriega e sua mulher tinham cerca de 20 contas bancárias em Paris e Marselha, no sul da França, nos bancos BNP, CIC, Crédit Lyonnais, além do Banco do Brasil. Noriega era proprietário de três apartamentos em bairros luxuosos em Paris, também confiscados. Ainda nesta terça-feira, o ex-presidente panamenho teve sua prisão provisória decretada pela Justiça francesa, que quer julgá-lo novamente por crime de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas, ocorrido nos anos 1980. O ex-presidente panamenho já foi transferido para a prisão da Santé, em Paris, onde deve permanecer até o julgamento.

Serra diz que acabará com Ministério de Assuntos Estratégicos e defende pasta da Segurança

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, negou nesta terça-feira que sua proposta de governo vá aumentar o número de ministérios do governo federal. Ele disse que se for eleito acabará com o Ministério de Assuntos Estratégicos, comandado hoje por Samuel Pinheiro: "Não precisa dessa Secretaria de Assuntos Estratégicos, que ninguém sabe o que é. Estudos de longo prazo são importantes, mas não precisa de um ministério para isso". Na avaliação de Serra, as atribuições do Ministério de Assuntos Estratégicos podem ser exercidas pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada): "Eu sou partidário de atuar com austeridade no governo. Não precisa aumentar o número de ministério. Tem uma Secretaria de Assuntos Estratégicos. Não precisa, tem o Ipea, que é uma boa instituição e basta alguém lá coordenando, um assessor do presidente da República". Serra voltou a defender a proposta de criação de um Ministério de Segurança Pública, ideia anunciada na segunda-feira durante o programa "Brasil Urgente", da TV Bandeirantes. Ele negou que a criação dessa pasta vá significar aumento do gasto público: "Não significa gastar mais. É gastar melhor o que já tem, o que já é muito". As declarações de José Serra foram dadas em Alagoinhas (cidade localizada a 123 quilômetros de Salvador). Na visita à associação comercial de Alagoinha, Serra foi recebido por cerca de 30 manifestantes das UJS (União da Juventude Socialista). O petralhinhas tinham um cartaz que dizia: "Quem abre uma escola fecha uma prisão. Educação de qualidade ou Ministério da Segurança Pública?" Não, a resposta certa é: quem abre uma cadeia assegura alunos em aula.

Presidente do PT se diz otimista sobre apoio de Ciro Gomes a Dilma

O presidente do PT, José Eduardo Dutra, afirmou que está otimista sobre o apoio do PSB e do deputado federal Ciro Gomes à candidata do partido da disputa presidencial, a neopetista Dilma Rousseff. "Estou otimista. Ele foi ministro do governo, deputado da base do governo no segundo mandato e é amigo da Dilma", disse. Nesta terça-feira, a Executiva do PSB decidiu por 20 votos a 7 desistir da candidatura de Ciro Gomes. Em uma reunião tensa, em que integrantes da legenda acusaram a direção do partido de ser subserviente ao PT, o PSB avaliou que se enfraqueceria nos Estados caso mantivesse a candidatura presidencial. "Temos que respeitar a decisão que o PSB tomou. A partir de agora, vamos sentar para conversar", afirmou José Eduardo Dutra. Segundo ele, os dois partidos irão se encontrar para tratar da aliança, que deve ser formalizada no dia 17 de maio. Dutra lembrou que o próprio presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, afirmou que o partido deve apoiar Dilma. Como se vê, o PT se livrou de Ciro Gomes fácilmente, como uma casca de banana jogada fora.

Guilherme Fontes é condenado a três anos de prisão por sonegação fiscal

O ator Guilherme Fontes foi condenado pela Justiça do Rio de Janeiro a três anos e um mês de prisão por sonegação de impostos em sua produtora, chamada Guilherme Fontes Filmes. Na mesma decisão, a juíza Denise Paes, da 19ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, optou por transformar a pena em prestação de serviços comunitários por pelo menos sete horas semanais, durante um ano, e pagamento de R$ 12 mil em cestas básicas destinadas a duas entidades assistenciais do Rio de Janeiro. O ator nega o crime e já recorreu da sentença, que será analisada pela 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Segundo a Justiça, as irregularidades foram cometidas entre 1995 e 1997. Embora funcionasse no Jardim Botânico, a produtora tinha sede em Guararema (a 79 quilômetros de São Paulo), e pagava ISS (Imposto Sobre Serviço) a esse município, quando deveria recolher ao Rio de Janeiro. Conforme a denúncia, isso ocorreu entre setembro de 1995 e julho de 1996. Em outras operações, até setembro de 1997, a produtora não recolheu o imposto nem mesmo para Guararema. O valor também deveria ser pago ao município do Rio de Janeiro. Parte dos impostos não pagos ao Rio de Janeiro se refere ao dinheiro recebido como patrocínio para a realização do filme "Chatô, o Rei do Brasil", sobre o empresário de comunicação Assis Chateaubriand, não finalizado até hoje. Guilherme Fontes enfrenta problemas com a Justiça desde 1995, quando começou a captar dinheiro para o filme. Ele foi acusado de enriquecimento ilícito e da compra de um apartamento com verba da produção.

PT e PSDB entram em acordo e CPI da Bancoop aprova 27 requerimentos

Depois de um acordo entre os deputados estaduais do PT e do PSDB de São Paulo, a CPI da Bancoop (Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo) da Assembléia Legislativa de São Paulo aprovou 27 requerimentos dos 35 apresentados nesta terça-feira. O acordo informal incluiu o adiamento da convocação do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, e do promotor José Carlos Blat, do Ministério Público de São Paulo. Ficou combinado que a comissão irá primeiro ouvir os cooperados e os diretores da cooperativa para depois tomar o depoimento dos acusados. A CPI quer investigar os desvios de dinheiro feitos na Bancoop para financiar campanhas do PT, inclusive a de Lula para a Presidência da República. As investigações da comissão estavam paralisadas depois de impasse entre os deputados da oposição e da base governista sobre a convocação de Vaccari. Na próxima terça-feira, os primeiros depoimentos devem ser tomados. O principal depoimento aprovado é do corretor de câmbio Lúcio Bolonha Funaro, que ao falar para o Ministério Público Federal, sob o benefício do mecanismo da delação premiada, acusou Vaccari de desviar recursos da Bancoop para o Mensalão do PT. Este Mensalão do PT é alvo da ação penal nº 470, no Supremo Tribunal Federal. O advogado de Roberto Jefferson, Luiz Francisco Correa Barbosa, já peticionou na Ação Penal 470 do Mensalão do PT para que este depoimento de Lucio Funaro seja levado para dentro do processo. Mas, o ministro Joaquim Barbosa, relator do processo, que é apaixonado pelas vozes roucas das ruas, ainda não despachou o pedido. A CPI paulista da Bancoop também convocou o "aloprado" Freud Godoy, ex-assessor da Presidência da República, na verdade, segurança de Lula, e membro da equipe de espionagem da segunda campanha presidencial de Lula, envolvido no episódio da compra de dossiê fajuto dos mentores do esquema Sanguessuga, que deveria ser usado contra os candidatos do PSDB, José Serra e Geraldo Alckmin (respectivamente, ao governo do Estado de São Paulo e à Presidência da República). Ainda foram convocados o escritor e cooperado Ignácio de Loyola Brandão, os ex-funcionários da cooperativa Hélio Malheiro e Andy Roberto Gurczynska, e o engenheiro Ricardo Luiz do Carmo. Além deles, Ricardo Secco, pai da atriz Deborah Secco, também foi convocado. O deputado Waldir Agnello (PTB), justificou o requerimento por suposta participação dele no esquema que envolve o ex-governador Anthony Garotinho (PR), segundo o Ministério Público do Rio de Janeiro. O requerimento para convocar a atriz foi adiado. Entre os requerimentos aprovados também há pedidos de documentos contábeis da Bancoop e da investigação feita pelo Ministério Público. O presidente da CPI, deputado estadual Samuel Moreira (PSDB), afirma: "Esperamos ouvir esses depoimentos até o fim de junho e avançar no segundo semestre para finalizar os trabalhos".

Decisão do STJ favorável à adoção por casal homossexual abre precedente jurídico

A decisão do Superior Tribunal de Justiça, que reconheceu a um homossexual do Rio Grande do Sul o direito de adotar filhos, cria um precedente jurídico para futuros julgamentos sobre o assunto. De acordo com a assessoria do tribunal, o julgamento, considerado histórico pelos próprios ministros, deve embasar decisões de outros juízes pelo País. Apesar de não ser um decisão vinculante, que precisa ser acatada, agora as decisões desfavoráveis serão contestados no Superior Tribunal de Justiça. Além disso, o julgamento deve fazer com que os casais homossexuais abandonem a prática de adotar individualmente uma criança para evitar problemas legais. A criança poderá receber o nome dos dois responsáveis. "Não estamos invadindo o espaço legislativo. Não estamos legislando. Toda construção do direito de família foi pretoriana. A lei sempre veio a posteriori", afirmou o presidente da 4ª Turma, ministro João Otávio de Noronha. Nesta terça-feira, a 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça, formada por cinco ministros, analisou um caso de duas mulheres que tiveram o direito de adoção reconhecido pela Justiça Federal do Rio Grande do Sul. Uma das mulheres já havia adotado as duas crianças ainda bebês. Sua companheira, com quem vive desde 1998 e que ajuda no sustento e educação dos menores, queria adotá-los, alegando ter melhor condição social e financeira. Ela afirma que a medida daria mais garantias e benefícios às crianças, como plano de saúde e pensão em caso de separação ou falecimento. O Ministério Público do Estado, porém, recorreu ao Superior Tribunal de Justiça, alegando que a união homossexual é apenas sociedade de fato, e a adoção de crianças, nesse caso, violaria uma séria de dispositivos legais. O tribunal negou o pedido, ao entender que em casos do tipo é a vontade da criança que deve ser respeitada. O relator, ministro Luís Felipe Salomão, entendeu que os laços afetivos entre as crianças e as mulheres são incontroversos e que a maior preocupação delas é assegurar a melhor criação dos menores. Mais uma vez se comprova uma atuação legalista e perversa do ministério público.

Município da Bahia descarta corpos no lixão da cidade

O vereador José Valter Vilas Boas (PSDB), do município de Santa Bárbara, cidade localizada no centro norte da Bahia, denunciou a prática de descarte de ossadas e cadáveres do cemitério local no lixão da cidade. A acusação foi feita nesta terça-feira no programa Casemiro no Ar, da rádio Tudo FM. Segundo o parlamentar, a prefeitura usou caçambas e máquinas retroescavadeiras para remover os corpos, muitos deles ainda em estado de decomposição. Vilas Boas disse que o prefeito petista Jailson Costa alegou que foi necessário o descarte dos caixões devido à falta de espaço no cemitério. Ele alegar não ter conhecimento da existência de cadáveres dentro das urnas funerárias. Ou seja, de acordo com o pensamento do petista, em Santa Bárbara os caixões são enterrados vazios. O vereador José Valter Vilas Boas entrou com representação judicial contra a administração petista e comentou: “Nós não sabemos se vamos visitar os parentes mortos no cemitério ou no lixão”.

Serra nega que criação de Ministério da Segurança inche a máquina pública

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, negou nesta terça-feira que a criação do Ministério da Segurança Pública, sugerida por ele na segunda-feira em um programa de TV, aumentaria o inchaço do governo do federal, uma das principais críticas dos tucanos ao governo Lula. "Até porque a máquina tem que ser fortalecida nas coisas fundamentais. E essa é uma coisa fundamental", disse o ex-governador de São Paulo, em entrevista durante visita ao município de Alagoinhas (cidade localizada a 123 quilômetros de Salvador). Em Brasília, a candidata petista Dilma Rousseff afirmou que "não vê com importância" a proposta de criar o Ministério da Segurança Pública. Na visita à associação comercial de Alagoinha, Serra foi recebido por cerca de 30 manifestantes das UJS (União da Juventude Socialista). O petralhinhas tinham um cartaz que dizia: "Quem abre uma escola fecha uma prisão. Educação de qualidade ou Ministério da Segurança Pública?" Não, a resposta certa é: quem abre uma cadeia assegura alunos em aula. Mas os petralhinhas estava "matando" aula.

Eletrobras quer antecipar concessão da usina hidrelétrica de Belo Monte

A Eletrobras negocia com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) a antecipação da aprovação da concessão da usina de Belo Monte em dois meses. O cronograma inicial previa para o fim de setembro a assinatura do contrato de concessão do empreendimento entre a União e o consórcio vencedor do leilão. Mas a líder do grupo vencedor, a Chesf (subsidiária da Eletrobrás), pretende entregar toda a documentação necessária no mês de julho. Com isso, a Eletrobras pretende começar a preparar o canteiro de obras de Belo Monte já em setembro. O ministro de Minas e Energia, Marcio Zimmermann, disse nesta terça-feira que apoia a decisão. "No caso de Jirau (usina do Rio Madeira, leiloada em maio de 2008), o empreendedor teve a competência de levar apenas 45 dias entre o leilão e a assinatura do contrato de concessão.

Fazenda de Daniel Dantas acusa MST de invadir propriedade no Pará

A Agropecuária Santa Bárbara Xinguara, empresa do grupo Opportunity, do banqueiro Daniel Dantas, disse que uma de suas 45 fazendas no sudeste do Pará sofreu nova invasão promovida pela organização terrorista clandestina MST. Em nota, a empresa afirmou que uma área da fazenda Espírito Santo foi "tomada" na segunda-feira por um grupo independente de posseiros. Os membros do grupo, liderados por um terrorista apelidado de "Boca Cheia", apontaram armas para funcionários da empresa e chegaram a fazê-los reféns, segundo a administração da Agropecuária Santa Bárbara. O gerente da fazenda foi ameaçado de morte. Desde a deflagração da Operação Satiagraha, em 2008, pela Polícia Federal (a KGB petista, polícia política do PT), na qual investigações da Polícia Federal apontaram a empresa como lavanderia de dinheiro ilegal ganho pelo Opportunity, as fazendas da Agropecuária Santa Bárbara passaram a sofrer invasões constantes promovidas pelos terroristas do MST. Até agora já aconteceram dez invasões.

Fiesp afirma que indústria paulista ainda tem espaço para aumentar produção

O nível de utilização da capacidade instalada da indústria paulista está em 69,2%, de acordo com o novo indicador divulgado pela Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) nesta terça-feira. A metodologia do NUPP (Nível de Utilização da Produção Plena) considera a quantidade de turnos, horas-extras e contratações necessários para atingir a atividade máxima. A pesquisa foi feita entre os dias 15 de março e 16 de abril com 247 empresas e tem como referência o mês de fevereiro. Já o Nuci (Nível de Utilização da Capacidade Instalada), divulgado mensalmente, leva em conta as condições normais de funcionamento e não o limite possível. No mesmo período e considerando a mesma base de empresas, o indicador foi de 79,23%. O lançamento do NUPP, às vésperas da decisão do Copom (Comitê de Política Monetária), quando se espera uma alta na taxa de juros, foi apenas coincidência, segundo Paulo Francini, diretor do Depecon (Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos) da Fiesp. Para ele, o novo indicador é necessário porque há quem analise a resposta sem entender direito a pergunta, referindo-se à discussão a respeito da pressão da demanda aquecida sobre os preços dos produtos. O levantamento aponta ainda que 76% das empresas entrevistadas conseguiriam atingir a produção plena em até seis meses, se necessário. Entre as razões apontadas para a produção efetiva no mês de referência ter sido menor do que o limite possível estão demanda insuficiente (57,9%), limitação dada por paradas imprevistas (16,4%), abastecimento insuficiente de matéria-prima (12,6%), sazonalidade (11,5%) e ociosidade planejada (10,4%). A questão podia ser respondida com múltiplas escolhas. O INA (Indicador de Nível de Atividade), também divulgado nesta terça-feira, mostrou a elevação de 18% em março ante fevereiro nos dados sem ajuste sazonal e de 18,2% no primeiro trimestre na comparação com o mesmo período do ano passado. Dos 17 setores analisados pela Fiesp, 11 já estão acima do nível pré-crise. Em fevereiro, eram apenas seis. Na média, a atividade está 0,9% abaixo daquela registrada em setembro de 2008. A previsão é que o INA retorne ao mesmo patamar já neste mês.

Ditador bolivariano Hugo Chávez vai entrar no Twitter

O ditador bolivariano da Venezuela, Hugo Chávez, vai entrar no serviço de microblogs Twitter, segundo informou o jornal britânico "The Telegraph" nesta terça-feira. O uso do Twitter pelo ditador marca uma nova tática de aproximação com a internet e redes sociais. Em janeiro, o ditador Chávez disse que usar o servilo de microblogs, a internet e mensagens de texto para criticar sua administração era "terrorismo".

Estaleiro carioca acerta construção de cinco navios para a Transpetro

O estaleiro Rio Nave, do Rio de Janeiro, fechou negociações com a Transpetro e vai construir cinco navios de produtos do Promef (Programa de Expansão e Modernização da Frota da Transpetro). O investimento nessas embarcações será de US$ 268,5 milhões. O Rio Nave já havia feito a melhor proposta na licitação, e negociava um preço com a estatal. A confecção dessas embarcações demandará um consumo de 30 mil toneladas de aço. Ao todo, o Promef prevê a construção de 49 navios, num total de 4 milhões de toneladas de aço. Com o resultado da licitação vencida pelo Rio Nave, sobe para 46 o número de embarcações já licitadas, das quais, 33 já foram contratadas. A Transpetro, subsidiária da Petrobras na área de transporte e logística, exige que, pelo menos 70% dos equipamentos que serão utilizados nos navios do Promef sejam fabricados no Brasil.

Presidente Lula estuda pontos finais do Plano de Banda Larga

O presidente Lula teve encontro na tarde desta terça-feira com a ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, para tomar as últimas decisões sobre o Plano Nacional de Banda Larga. O coordenador do Programa de inclusão Digital da Presidência, o petista gaúcho Cezar Alvarez, afirmou que é possível, por exemplo, que seja alinhavado arranjo de empresas que irá gerir o plano. Está em estudo uma composição com as estatais Telebrás e Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados, órgão ligado ao Ministério da Fazenda) e outra empresa, da área de telecomunicações. "Levamos ao presidente um estudo que tem Telebrás, Serpro e nova empresa, e mais outros dez itens para serem analisados", afirmou o petista Alvarez. A presença da Telebrás é certa, e Alvarez afirmou que, concluída a discussão, o decreto sobre banda larga deve sair em uma semana. Das 300 cidades previstas inicialmente, o plano irá atingir apenas 100 municípios, disse Alvarez. Ele afirmou que a linha de crédito que o BNDES irá destinar ao plano será de R$ 5 bilhões. A conta foi feita a partir da previsão de gastos das empresas com banda larga, mais a estimativa de custos do plano do governo, entre outros elementos. A linha terá vigor até 2014. O preço-teto da internet em alta velocidade do plano será de R$ 35,00 e é possível que esse preço seja reduzido. O governo petista de Lula levou oito anos para tomar uma decisão na área, e agora começa a decidir nos últimos dias de governo. Ou seja, nada será realizado em seu governo, mas ele dirá na campanha eleitoral da sua candidata, a neopetista Dilma Rousseff, que implantou o sistema. É a mentira elevada à enésima potência.

PSB retira a candidatura à Presidência de Ciro Gomes

Por 20 a 7, a Executiva Nacional do PSB aprovou a retirada da candidatura à Presidência da República do deputado federal Ciro Gomes, neocoronel cearense que foi humilhado como nunca antes em sua vida política. Segundo integrantes do partido não houve discussão sobre as negociações entre o partido e o PT nos Estados, mas reservadamente esperam que ocorra algum avanço para as próximas semanas. Não vão levar nada, porque, como já se agacharam tudo o que podiam ao PT, partido do qual são satélites, deram uma demonstração de total submissão.