sexta-feira, 23 de abril de 2010

Petista Maria da Conceição Tavares chama Serra e Dilma para sua festa de 80 anos

A economista petista Maria da Conceição Tavares comemora 80 anos neste sábado e convidou os pré-candidatos à Presidência, Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), para a festa. Mas, deixou de fora um amigo de 50 anos, o também economista Carlos Lessa, primeiro presidente do BNDES nas gestões do presidente Lula. Aluna de Maria da Conceição na Unicamp (Universidade de Campinas, onde não completou seus estudos), a neopetista Dilma será a convidada de honra da festa, marcada para as 20h30 deste sábado na Casa do Minho (Cosme Velho, zona sul), clube de origem portuguesa. Serra também compareceu no aniversário de 70 anos de Maria da Conceição, comemorado na Faculdade de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Eles conviveram no Chile durante o exílio, e escreveram em parceria o artigo "Além da Estagnação" (1970). Maria da Conceição virou uma petista fanática. Ela também foi uma das "choronas" na televisão quando o ex-ministro Dilson Funaro lançou seu plano de reforma econômica, no governo José Sarney. Ela foi uma "fiscal do Sarney". O plano (congelamento de preços) resultou em um rotundo fracasso e jogou o País na megainflação.

Bradesco e Banco do Brasil compram participações em empresas do Santander Espanha

Os bancos Bradesco e Banco do Brasil anunciaram nesta sexta-feira que adquiriram, separadamente, do Grupo Santander Espanha, participações do banco nas brasileiras Cielo e da CBSS (Companhia Brasileira de Soluções e Serviços). O Bradesco propôs a aquisição de 2,09% do capital social da Cielo, pelo valor de R$ 425 milhões e de 10,67% do capital da CBSS, por R$ 139,2 milhões. "Concluída a transação, a participação do Bradesco na Cielo aumentará de 26,56% para 28,65% e na CBSS de 34,33% para 45%, reforçando sua participação no capital de empresas que atuam no mercado de cartões", disse o Bradesco, em comunicado. Já o Banco do Brasil, por meio da subsidiária integral BB Banco de Investimento (BB-BI) informou que foram adquiridos 5,11% do capital social da Cielo por R$ 1,039 bilhão e 4,65% da CBSS por R$ 60,8 milhões. Após efetivada a transação, a participação do BB-BI na Cielo aumentará de 23,54% para 28,65%, e na CBSS aumentará de 40,35% para 45%.

Ministro Peluso diz que Supremo não deve julgar considerando "sentimentos impulsivos transitórios"

Em seu discurso de posse, o novo presidente do Supremo Tribunal Federal e Conselho Nacional de Justiça, ministro Cezar Peluso, prometeu agir com rigor diante de desmandos de magistrados e afirmou que pretende recuperar o prestígio do Poder Judiciário. Esse rigor será aplicado pelo Conselho Nacional de Justiça, disse o ministro, ao argumentar que tal atitude será tomada por amor à magistratura. "Só quem ama deveria ter o poder de punir", disse ele. Peluso afirmou que um dos problemas que contribuem para a "crescente perda de credibilidade" da Justiça brasileira é a lentidão. De acordo o presidente do Supremo, essa sobrecarga de processos "decorre de falta de uma política pública menos ortodoxa em relação ao tratamento dos conflitos". Peluso também afirmou que o Supremo não deve julgar levando em conta "sentimentos impulsivos e transitórios de grupos ou seguimentos sociais": "Acima das conjunturas e das peripécias históricas, nossa autoridade não vem do aplauso ditado por coincidências ocasionais de opiniões. Nos temas cuja controvérsia argui o mais íntimo reduto da subjetividade humana, como aborto, eutanásia, cotas raciais, a união homossexual e tantas outras,não pode a sociedade irredutivelmente dividida das suas crenças pedir a esta casa soluções peregrinas que satisfaçam todas as expectativas e reconciliem todas as consciências".

PT de São Bernardo do Campo ajuíza ação contra Serra por propaganda antecipada

O Diretório do PT em São Bernardo do Campo (SP) entrou nesta sexta-feira com duas representações contra o pré-candidato tucano José Serra por propaganda antecipada. As ações ajuizadas no Tribunal Superior Eleitoral pedem a aplicação de uma multa de R$ 25 mil. Segundo o diretório, Serra promoveu seu nome com outdoors, panfletos e caminhão de som quando inaugurou o trecho sul do rodoanel em São Bernardo do Campo, no dia 30 de março. O PT afirma que Serra fez a propaganda ao lado do deputado Orlando Morando Júnior (PSDB). No dia 15 de abril, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo aceitou pedido liminar para que o deputado tirasse outdoors com a foto dele e de Serra.

Câmara paraguaia também aprova estado de exceção no norte do país contra terroristas

A Câmara de Deputados do Paraguai aprovou nesta sexta-feira, com emendas, um projeto de lei que declara estado de exceção no norte do país, a pedido do presidente, o ex-bispo Fernando "Pai Nosso" Lugo, para tentar combater uma organização terrorista esquerdista que atua na região. Como o projeto sofreu emendas, deverá voltar para o Senado para uma nova discussão, antes que possa ser aplicado. A nova votação deve ocorrer nos próximos dias. O Exército do Povo Paraguaio (EPP) tem cerca de cem terroristas, que usam a luta armada como forma de mudar o sistema político-econômico. Suas operações terroristas ocorrem em áreas onde o Estado está praticamente ausente. Vários integrantes do EPP foram treinados ou ajudados pelas Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, organização terrorista e traficante de cocaína). O governo ainda considera o bando como uma quadrilha comum, mas teme que se torne uma iniciativa militar terrorista semelhante à colombiana. Sob estado de exceção, um recurso muito utilizado durante os 35 anos de ditadura de Alfredo Stroessner, o Poder Executivo pode ordenar prisões sem ordem judicial, restringir reuniões públicas e dar mais liberdade aos militares para atuar em conjunto com a polícia. Fernando "Pai Nosso" Lugo pediu ao Congresso a decretação do estado de emergência depois da morte de quatro pessoas na quarta-feira, emboscadas por terroristas do EPP na localidade nortista de Arroyito.

UNE decide se apóia Dilma ou se fica neutra durante as eleições

A UNE decide neste final de semana se irá apoiar formalmente a pré-candidata do PT à Presidência, a neopetista Dilma Rousseff, ou se fará um movimento contra o pré-candidato do PSDB, José Serra. A decisão será tomada por cerca de 300 delegados que estão no congresso da entidade no Rio de Janeiro. Alguém tem dúvida sobre a decisão que a esquerdopatia brasileira irá tomar? A UNE é uma entidade aparelhada e dominada pelo PCdoB. E estes esquerdopatas não querem saber se José Serra foi o último presidente da UNE quando aconteceu o golpe militar no Brasil, tampouco que ele foi perseguido pela ditadura militar, e depois pelos fascistas chilenos, que o colocaram como prisioneiro no Estádio Nacional. "Pretendemos aprovar um programa que possa servir de base dos estudantes ao processo eleitoral", afirmou Augusto Chagas, presidente da UNE e militante do PC doB. Estes esquerdopatas têm como modelo de democracia as extintas ditaduras comunistas da Albânia e da Romênia. Eles idolotravam como grandes líderes as figuras psicopatas e genocidas de Enver Hoxa, o ditador da Albânia, e de Nicolae Ceasescu, o ditador da Romênia que os romenos penduraram justiçado em um poste nas ruas de Bucareste.

Ministro Celso de Mello diz que Gilmar Mendes neutralizou "surtos autoritários"

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, afirmou nesta sexta-feira que o colega Gilmar Mendes, ex-presidente do tribunal, atuou durante seu mandato de forma "independente" e "vigorosa", o que, segundo ele, neutralizou "surtos autoritários registrados no interior do próprio aparelho de Estado". Segundo o ministro, Gilmar Mendes agiu "em momentos nos quais periclitou o regime das liberdades fundamentais, por efeito do comportamento expansivo de setores do Estado, que se pretendiam imunes ao controle de uma jurisdição superior". Sem citar o fato concreto, foi uma clara referência de Celso de Mello às críticas que Gilmar Mendes fez em meados de 2008 à Polícia Federal, por ocasião da Operação Satiagraha, que levou à prisão o banqueiro Daniel Dantas. Na época, o então presidente do Supremo criticou abusos cometidos pela Polícia Federal (conhecida como polícia política do PT) e também a atuação conjunta de membros do Ministério Público e do Judiciário, quando deveriam ser independentes. O ex-presidente do Supremo se desentendeu, na época, com o juiz Fausto De Sanctis, quando revogou as duas duas prisões de Daniel Dantas determinadas pelo magistrado paulista. Enquanto Gilmar Mendes afirmou que o juiz estava desrespeitando uma decisão da Suprema Corte, ele sofreu críticas de que havia suprimido instâncias do Judiciário.

Juiz dos Estados Unidos permite execução de condenado por pelotão de fuzilamento


O juiz Robin Reese, de uma corte estadual de Utah, nos Estados Unidos, assinou nesta sexta-feira um mandado que permite a execução de Ronnie Lee Gardner, condenado pelo assassinato de um homem há 25 anos, por um pelotão de fuzilamento. O método foi escolha do próprio réu. A execução deve acontecer no próximo dia 18 de junho. Sob a lei estadual, Gardner, de 49 anos, acusado de ter matado um homem durante uma tentativa de fuga fracassada, pôde escolher entre ser morto por uma injeção letal ou pelos tiros de cinco homens armados com rifles, técnica pouco usada e que está diretamente associada ao passado dos Estados Unidos. Gardner escolheu então o pelotão de fuzilamento. Dos 35 Estados que permitem a pena de morte, Utah é o único que usa o pelotão de fuzilamento como método de execução desde que a Corte Suprema dos Estados Unidos restabeleceu a pena capital, em 1976. Dois homens morreram pelos tiros desde então: Gary Gilmore, em 17 de janeiro de 1977, depois de pronunciar as famosas palavras "Vamos fazer isso"; e John Albert Taylor, em 26 de janeiro de 1996. A história de Gary Gilmore virou um magnífico romance-reportagem do escritor Norman Mailer, de mais de 1.000 páginas, chamado "A Canção do carrasco". Norman Mailer esteve presente no seu fuzilamento.

Relatório diz que 53 milhões de pessoas a mais permanecerão na extrema pobreza devido à crise

Pelo menos 53 milhões de pessoas que deveriam sair de situação de pobreza extrema até 2015 não o farão devido à crise econômica mundial, que retardou o ritmo de redução da pobreza nos países em desenvolvimento, de acordo com um relatório do Banco Mundial e do FMI divulgado nesta sexta-feira, em Washington. São consideradas pessoas em extrema pobreza aquelas que vivem com menos de US$ 1,25 (cerca de R$ 2,20) por dia. Segundo o documento, a crise está obstruindo o progresso no cumprimento das Metas de Desenvolvimento do Milênio, que foram estabelecidas pelas Nações Unidas em 2000 com o objetivo de alcançar melhoras em vários indicadores até 2015. O documento afirma que a crise financeira, somada à crise dos preços dos alimentos ocorrida em 2008, intensificou a fome no mundo em desenvolvimento. "A meta crítica de cortar pela metade a proporção de pessoas que sofrem de fome de 1990 a 2015 tem aparentemente muito pouca probabilidade de ser conseguida, uma vez que mais de 1 bilhão de pessoas lutam para atender às suas necessidades básicas de alimentos", diz o relatório.

José Serra diz que houve ação eleitoral petista em greve de professores de São Paulo


O presidenciável José Serra (PSDB) disse nesta sexta-feira que a greve de professores da rede estadual de São Paulo, ocorrida em março, teve o caráter de "propaganda eleitoral negativa antecipada" contra a sua pré-candidatura ao Palácio do Planalto. Serra concordou com o parecer da Procuradoria-Geral Eleitoral, encaminhado esta semana ao Tribunal Superior Eleitoral, de que a greve tinha caráter eleitoreiro. "Eu também creio isso. Aquela ação foi tipicamente político-eleitoral, a pretexto de uma ação sindical", afirmou. José Serra disse que a iniciativa de questionar no Tribunal Superior Eleitoral a ação dos professores não foi sua, mas do PSDB. A oposição ingressou com denúncia na Justiça Eleitoral por considerar que os professores fizeram a manifestação para prejudicar Serra, que na época estava no comando do governo de São Paulo. No texto, assinado pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, a procuradoria afirma que "ao promoverem e financiarem as aludidas manifestações, realizaram uma organizada campanha eleitoral antecipada negativa contra o pré-candidato à Presidência". O texto recomenda ao tribunal a aplicação de multa "no valor máximo" pela "gravidade da conduta" da Apeoesp e sua dirigente, Maria Izabel Azevedo Noronha (a petista Bebel).

Irã retira candidatura para Conselho de Direitos Humanos da ONU

O Irã desistiu de sua candidatura a uma cadeira no Conselho de Direitos Humanos da ONU, em face às criticas crescentes de grupos que rejeitam o registro negativo da república fascista islâmica no tema. Jabed Faizal, membro da missão das Maldivas na ONU, disse nesta sexta-feira que o Irã anunciou sua decisão em um encontro com países asiáticos membros da organização mundial, que preparam sua lista de candidatos ao conselho para a votação do próximo mês. O Conselho de Direitos Humanos conta atualmente com 47 membros, tem base e Genebra e visa a monitorar os direitos humanos em todo o mundo. É um conselho bem ao estilo "petralha", formado por uma grande maioria de esquerdopatas e comunistas de todas as etnias. Um diplomata ocidental disse que Teerã retirou a candidatura por saber que não teria os votos necessários para garantir a cadeira, o que seria um constrangimento ao país. As críticas sobre violações aos direitos humanos no Irã são relacionadas à repressão dos protestos eclodidos após as eleições fraudadas de junho do ano passado, vencidas pelo ditador iraniano, o nazista islâmico Mahmoud Ahmadinejad, e contestadas pela oposição.

Governo Lula gastou mais com publicidade institucional em 2009

O governo Lula teve um aumento nos gastos com publicidade em 2009. As informações são do secretário-executivo da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, Ottoni Fernandes Jr. Segundo ele, o principal motivo seria um aumento expressivo dos gastos em campanhas do Ministério das Cidades, que subiu para cerca de R$ 120 milhões. No ano passado, os gastos com publicidade do governo Lula e estatais foi de R$ 1.179.048.080,00, enquanto em 2008 foi de R$ 1.149.107.614,00 (valor já corrigido pelo IGPM).

Ministro reitera que Argentina não aceitará condicionamentos do FMI

O ministro da Economia da Argentina, Amado Boudou, reiterou nesta sexta-feira, em Washington, que seu país não aceitará condicionamentos a sua política econômica, ao rejeitar uma eventual revisão de suas contas por parte do FMI. "Não viemos aqui em busca de uma revisão do artigo IV", que dá direito ao FMI a monitorar as contas públicas de seus países-membros, destacou Boudou em declarações à rádio "América", de Buenos Aires. Boudou respondeu desta forma ao diretor-geral adjunto do FMI, John Lipsky, que na quinta-feira disse que a Argentina, assim como todos os membros da entidade, é obrigada a permitir a revisão de sua economia e assegurou que esperava chegar a um acordo "em um tempo razoável". O ministro disse que em suas reuniões de quinta e sexta-feiras em Washington "houve várias discussões: uma central, sobre como são tomadas as decisões dentro do FMI, e outra vinculada às mudanças na pluralidade de idéias dentro da gerência do organismo, para que não haja receitas únicas".

Pequim espalha desodorante para eliminar cheiro de lixão

A cidade de Pequim está empreendendo uma "guerra" contra o mau cheiro proveniente de um número cada vez maior de depósitos de lixo. Para isso, espalhou mais de cem canhões para lançar perfume nos lixões da capital, já que as temperaturas mais altas provocam maior deterioração do material nos aterros. Os canhões com desodorizantes foram uma idéia dos empregados da usina de lixo Gaoantun, nos subúrbios de Pequim, depois que autoridades locais pediram desculpas pelo mau cheiro vindo do aterro e prometeram mitigar o problema. Outras medidas estão sendo adotadas, como material que absorve odores e uma máquina que extrai os gases malcheirosos e os utiliza para produzir eletricidade. Gaoantun é um dos vários depósitos encarregados de processar montanhas de lixo produzidos na capital chinesa. Os cerca de 17 milhões de moradores de Pequim eliminam diariamente 18,4 mil toneladas de lixo doméstico, 90% do qual é jogado em 13 aterros dispersos no entorno do município.

Produção de celulose no Brasil sobe 17,5% em março

A produção de celulose no Brasil totalizou 1,194 milhão de toneladas em março de 2010, o que significa alta de 17,5% em relação ao mesmo período do ano passado e de 8,8% em relação a fevereiro, divulgou nesta sexta-feira a Bracelpa (Associação Brasileira de Celulose e Papel). No acumulado do primeiro trimestre do ano, a produção cresceu 13,1% também na comparação anual, para 3,505 milhões de toneladas. "Os resultados até agora mostram uma curva crescente de produção e vendas, reflexo da recuperação econômica de mercados estratégicos para o setor", disse a Bracelpa, em comunicado. Do total produzido no terceiro mês desde ano, 1,034 milhão de toneladas correspondeu a celulose de fibra curta, no Brasil produzida a partir do eucalipto. O número representa alta de 20,9% ante março de 2009 e de 9,9% ante o mês imediatamente anterior. No ano, o montante é de 3,015 milhões de toneladas, alta de 14,9 %. Já a produção de celulose de fibra longa ficou praticamente estável, subindo 0,8% tanto em relação a março do ano passado quando em comparação a fevereiro, para 125 mil toneladas.

Governo Lula insiste em reajuste de apenas 6,14% para aposentados

O ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse nesta sexta-feira, depois de reunião com o presidente Lula e vários ministros, que o governo reafirma sua proposta de apenas 6,14% de reajuste para os aposentados que ganham acima de um salário mínimo. "Ficou claro que não existe mais consenso na Câmara dos Deputadosem torno de um aumento de 7%. O governo mantém os 6,14% que estão previstos na medida provisória. O Brasil é o único País do mundo que concedeu aumento real para os aposentados nesta ano, depois de uma crise", declarou Padilha. Ele disse que na próxima semana voltará a discutir o assunto com os líderes da base aliada no Congresso: "Acreditamos na sensibilidade dos parlamentares. O Congresso sabe os limites que o governo tem". O reajuste de 6,14% custaria R$ 6,7 bilhões à União. Um aumento de 7% teria um impacto adicional de R$ 1,1 bilhão, enquanto um aumento de 7,7% geraria mais R$ 600 milhões em despesas para o governo além desse R$ 1,1 bilhão.

Sites de notícias dos Estados Unidos atraem tráfego recorde no primeiro trimestre

Os jornais dos Estados Unidos podem ter problemas para encontrar um modelo de negócios para a era digital, mas eles atraíram um tráfego recorde em seus sites no primeiro trimestre de 2010, de acordo com projeções lançadas na quinta-feira. Sites de companhias jornalísticas atraíram 74,4 milhões de visitantes únicos mensalmente, em média, durante os primeiros três meses do ano, segundo aponta a pesquisa da companhia de estatísticas Nielsen Online, lançada pela Associação dos Jornais da América. Isso representa um aumento nos 72 milhões de visitantes únicos por mês durante o último trimestre do ano passado, de acordo com a Associação Nacional de Jornais da América, que representa 2.000 empresas de jornalismo nos Estados Unidos e Canadá. A associação diz que usuários dos sites de jornais geraram mais de 3,2 bilhões de pageviews (visitas únicas por página) durante o primeiro trimestre, e que passaram mais de 2,3 bilhões de minutos navegando nos sites.

Marina Silva vai fazer campanha em Washington

A senadora Marina Silva, candidata à presidência do Brasil pelo Partido Verde (PV), estará reunida neste fim de semana com representantes do governo do presidente norte-americano Barack Obama, em Washington, onde participará, no domingo, de um evento por ocasião do Dia da Terra. Marina Silva, que é senadora pelo estado do Acre (Norte) e foi ministra do Meio Ambiente do governo Lula, falará com funcionários do conselho ambiental da Casa Branca, informou a organização Fundo de Defesa do Meio Ambiente em um comunicado. Às 12 horas de domingo (hora local), ela discursará em evento público comemorativo do Dia da Terra, organizado no "Mall", grande esplanada central de Washington, onde se concentram os monumentos e museus da capital norte-americana. Marina Silva deixou o governo Lula em 2008, após seis anos à frente da pasta do Meio Ambiente, por desacordos com a política de desenvolvimento do País. Em 2009, ela se desfiliou do PT, após receber um convite para ser candidata dos "verdes" à presidência.

Petrobras sobe sete posições em ranking das maiores empresas do mundo

A Petrobras subiu da 25ª para a 18ª posição no ranking da revista "Forbes" de maiores empresas do mundo, mantendo-se como a companhia brasileira mais bem colocada na lista. A classificação contabiliza vendas anuais em dólar, lucro, ativos e valor de mercado. Bradesco (51ª), Banco do Brasil (52ª), Vale (80ª) e Itausa (82ª) são as outras empresas brasileiras que aparecem na lista com 100 empresas. Na lista completa da Forbes, que engloba 2.000 empresas, o Brasil ampliou o número de companhias que aparecem no ranking, subindo de 31 no ano passado para 33. Veja todas as brasileiras na lista da Forbes com 2.000 empresas: 18º - Petrobras; 51º - Bradesco; 52º - Banco do Brasil; 80º - Vale; 82º - Itausa; 235º - Eletrobrás; 478º - CSN; 620º - Usiminas; 658º - Tele Norte Leste; 698º - JBS; 701º - Grupo Pão de Açúcar; 732º - Gerdau; 782º - Cemig; 864º - CPFL Energia; 919º - Braskem; 930º - BM&FBovespa; 942º - Redecard; 953º - BRF (Brasil Foods); 980º - Fibria Celulose; 1.102º - Cielo; 1.190º - Ultrapar; 1.316º - Sabesp; 1.335º - Bradespar; 1.380º - CCR; 1.399º - Natura; 1.432º - Banrisul; 1.461º - OGX; 1.472º - Copel; 1.486º - Embraer; 1.648º - WEG; 1.680º - Net Serviços; 1.705º - Fosfertil; 1.813º - Sul America.

Lula indeniza funcionários ligados ao MST que foram grampeados legalmente

Decreto do presidente Lula determinou a indenização de cinco funcionários de duas cooperativas agrárias do Paraná mantidas por assentados da organização terrorista clandetina MST. Eles foram considerados vítimas de abusos dos direitos humanos em julgamento na Corte Interamericana de Direitos Humanos, em julho do ano passado. Pela sentença da Corte, da qual o Brasil é um dos países signatários, cada um deles irá receber US$ 22 mil. Em 1999, os telefones das cooperativas, em Loanda (a 578 quilômetros de Curitiba), passaram a ser monitorados por policiais militares através de escuta telefônica feita com autorização judicial. As conversas vazaram para a imprensa e os grampeados entraram com pedido de indenização, mas o caso foi arquivado na Justiça Estadual. Organizações de defesa dos direitos humanos (Justiça Global e Terra de Direitos) junto com o MST recorreram à corte internacional, que considerou o Estado brasileiro responsável por violações, como falta de garantias judiciais e do direito de liberdade de associação, além de desrespeitos à privacidade e proteção da honra e dignidade. O pagamento das indenizações será feito pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República em cumprimento à sentença da corte. É preciso que alguém recorra judicialmente dessa decisão do governo Lula, por decreto, porque é absurda. Se as escutas telefônicas foram feitas com autorização judicial, não há crime nisso. Se o teor das conversas gravadas vazou para a imprensa, é preciso que seja determinado por inquérito quem foi o responsável pelo vazamento. Nesse inquérito não podem ser investigados jornalistas. Somente após a conclusão do inquérito, da instauração do processo criminal correspondente, os membros da organização terrorista clandestina poderiam alegar a responsabilidade eventual do Estado no vazamento de suas conversas, e então pleitear indenizações. Quanto ao direito de associação, ele não foi ferido. Aliás, é criminoso pessoas se reunirem para combinar crimes, como as invasões de terras. E a associação à qual eles alegam fazer parte é Confederação Nacional da Agricultura tome alguma atitude a este respeito, porque não se deve esperar nenhuma iniciativa do Ministério Público, naturalmente.

Presidente do PSDB diz que saída de Ciro favorece Serra

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra, disse nesta sexta-feira que a retirada da candidatura do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) ao Palácio do Planalto aumenta as chances do presidenciável José Serra (PSDB) vencer a disputa, com a migração de votos de Ciro para Serra especialmente no primeiro turno das eleições. Ao comentar as declarações de Ciro Gomes de que José Serra é "mais preparado" que a petista Dilma Rousseff para assumir o comando do País, Sérgio Guerra disse que a ex-ministra da Casa Civil não tem experiência para ocupar o mais alto cargo do Brasil. "O deputado Ciro Gomes confirma as pesquisas que, sem exceção, mostram que sem a candidatura de Ciro crescem as intenções de voto para o Serra, em especial no primeiro turno. Claro que a retirada do Ciro nos favorece", afirmou.

Vendas de casas novas nos Estados Unidos têm maior expansão em 47 anos

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos revelou que as vendas de casas novas tiveram sua maior expansão mensal em 47 anos. Segundo o órgão do governo norte-americano, houve um crescimento de 27% no mês de março, quando o montante de residências comercializadas atingiu 411 mil (taxa anualizada), o melhor registro desde julho de 2009. Economistas estimavam vendas na casa dos 330 mil. A cifra de fevereiro foi revista para cima, com 324 mil, ainda em níveis historicamente baixos. O preço médio das residências atingiu US$ 214 mil, número 4% acima do nível médio contabilizado um ano atrás. No ramo de casas usadas, as vendas cresceram 6,8% no mês passado, atingindo 5,35 milhões de unidades ao longo de 12 meses, informou a Associação Nacional dos Corretores de Imóveis.

Acordo propõe legalizar a caça às baleias

A próxima reunião da Comissão Internacional da Baleia vai discutir um acordo que pode legitimar a atividade de países que capturam esses mamíferos marinhos, após 25 anos de moratória à caça comercial. Articulada pelos Estados Unidos e pela presidência da entidade, a proposta tem como alvo o Japão, país que mais mata esses cetáceos hoje, mas alega fazê-lo com fim científico. A intenção é dar uma cota oficial de caça aos japoneses, os quais, em troca, aceitariam reduzir o número de animais mortos e se abririam à fiscalização. "Como resultado disso, vários milhares de baleias a menos seriam mortos no período do acordo", disse em comunicado o presidente da Comissão Internacional da Baleia, o chileno Cristián Maquieira, que defende uma vigência inicial de dez anos para as regras. A proposta lançada mantém só oficialmente a moratória, mas dá à Comissão Internacional da Baleia o poder de limitar a cota de caça de todos os países. A fiscalização seria feita com amostras de DNA para rastrear o destino da carne dos animais, e aborígenes continuariam podendo caçar para subsistência. O pré-acordo, por enquanto, foi discutido só a portas fechadas por um grupo de 12 países, que inclui o Brasil, sem ter sido alcançado um consenso. O debate aberto só vai ocorrer no próximo encontro dos 88 países da Comissão Internacional da Baleia, que começa dia 30 de maio, no Marrocos. Apesar de, na prática, permitir uma redução real no número de baleias mortas, a mera sugestão de abertura de uma margem legal à caça comercial tem recebido críticas pesadas de ambientalistas. Mas, ambientalistas costuma ser fundamentalistas, fanáticos, e assim a atitude deles é mais mortal para as baleias.

Jornalista é proibido de citar governador de RR no Twitter

A Justiça Eleitoral de Roraima multou um jornalista em R$ 5.000,00 por entender que ele fez propaganda eleitoral antecipada negativa em seu perfil no Twitter. Em decisão liminar anterior, o juiz Johnson Araújo, do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima, havia proibido o jornalista José Raimundo Rodrigues Silva de citar no microblog o nome do governador José Anchieta Júnior (PSDB), que é pré-candidato à reeleição. O jornalista anunciou, em março, em seu perfil no Twitter, que iria postar 45 supostos crimes eleitorais de Anchieta Júnior. Antes de chegar ao 30º "crime", uma liminar proibiu que ele mencionasse o nome do governador, mesmo que implicitamente, e fixou uma multa diária de R$ 300,00 em caso de descumprimento. J.R. Rodrigues, como é conhecido, é secretário de Comunicação da Assembléia Legislativa e ligado a políticos de oposição a Anchieta Júnior.

População carcerária dobra em nove anos no Brasil

A população carcerária do país dobrou nos últimos nove anos. O aumento foi impulsionado pelo crescimento do número de presos provisórios, que aguardam julgamento. Eles já representam 44% dos 473 mil detentos do País. Os dados são do Departamento Penitenciário Nacional e do Conselho Nacional de Justiça e expõem as cenas tão frequentemente divulgadas: prisões e delegacias superlotadas. Para comparação, no mesmo período analisado, a população brasileira cresceu 11,8%. Ao assumir a presidência do Conselho Nacional de Justiça, em março de 2008, o ministro Gilmar Mendes disse que a principal meta era reduzir a quantidade de presos provisórios. Instituiu, então, os mutirões carcerários, que já analisaram 118 mil processos judiciais em 21 Estados da Federação. O número de presos provisórios, no entanto, só cresceu: alta de 6% entre 2008 e 2009.