quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Filha de Yeda Crusius ajuiza 12 processos contra os que usaram foto de seus filhos

Tarsila Crusius, filha da governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), ajuizou 12 ações judiciais pleiteando ações por danos morais contra a exposição indevida dos rostos dos filhos menores. A lista inclui o sindicato petista Cpers, o jornal Zero Hora, a revista Veja, e os jornais Folha de S. Paulo e Estadão. Todos esses veículos utilizaram uma foto devidamente distribuída pelo petismo guasca, mostrando a governadora e sua filha, além dos dois meninos, protegidos atrás das grades da casa de Yeda Crusius, no inverno passado. A covardia do petismo gaúcho não hesitou em promover uma manifestação violenta na frente da casa da governadora, bem cedo de manhã, inclusive impedindo que os dois meninos pudessem ir à escola. Se não houvesse a pronta presença da Brigada Militar, quase certamente a horda petista teria invadido a casa de Yeda Crusius, que não mora no Palácio Piratini.

OS NÚMEROS DA VIOLÊNCIA E A VIOLÊNCIA COM OS NÚMEROS

O texto a seguir é do jornalista Reinaldo Azevedo e mostra como é possível manipular informações e distorcê-las a favor do império bolivariano, do lulismo e dos interesses do PT. O texto é o seguinte: "A Folha de S. Paulo anuncia hoje, em manchete, com estardalhaço: “Homicídios crescem em São Paulo após dez anos”. Segue o rigor intelectual e a isenção jornalística que costumam caracterizar o caderno chamado “Cotidiano”. Quais são os dados? Foram 4.557 homicídios em 2009 contra 4.426 em 2008: 131 a mais. O estado de São Paulo tem 42 milhões de habitantes. Num gráfico, lá no pé da página, o jornal informa números que são públicos: em 1999, houve, em números arredondados, 12,8 mil homicídios. Em 2009, 4,5. A redução é de estupendos 65%. Trata-se de uma redução rara, se não for única, no mundo. Os números que interessam quando se pensa uma política de segurança pública são os chamados mortos por 100 mil habitantes: eram 35,27 há 10 anos contra 10,95 no ano passado. Comprando-se 2008 com 2009, tem-se 10,76 mortos por 100 mil antes contra 10,95 agora. O aumento é de 2,8%. Qualquer especialista isento sabe que isso não caracteriza nem mesmo uma tendência. Pode-se alegar sempre que esses dados estão na reportagem. Estou tratando aqui do que chamo “alarde”. Manchete e reportagem tentam caracterizar uma espécie de degeneração da segurança pública. E cometem, obviamente, uma omissão muito grave. O leitor tem o direito de saber se esses números, dada a realidade brasileira, colocam o estado de São Paulo entre os mais seguros ou os menos seguros do Brasil. No dia 12 de maio do ano passado, o secretário nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, admitiu haver mais de 40 mil homicídios por ano no Brasil. Estudiosos da área e ONU falam em mais de 50 mil. São Paulo tem 21% da população brasileira e conta com 11% (segundo números do governo federal) ou 9% (segundo estudiosos) dos homicídios. Qualquer pessoa com os neurônios ajustados percebeu o óbvio, não? No Brasil como um todo, tem-se algo em torno de 25 homicídios por 100 mil habitantes; em São Paulo, 10,95%. ATENÇÃO: SE A TAXA DE HOMICÍDIOS NO BRASIL FOSSE IGUAL À DE SÃO PAULO, EM VEZ DE 40 MIL OU 50 MIL MORTOS, ELES SERIAM 21.900. SE ALGUÉM LÁ NO COTIDIANO QUER APRENDER A FAZER CONTA, EU ENSINO. Se a segurança pública no Brasil tivesse a eficiência da de São Paulo, seriam poupadas, por ano, entre 18.100 e 28.100 vidas. A Folha ignora reportagem do próprio jornal publicada em 2008. Levantamento junto a secretarias de segurança, com informações do IBGE, apontou os dez estados com maior número de homicídios por 100 mil. Comparem com os números de São Paulo: 1 - Alagoas - 66.2; 2 - Espírito Santo - 56.6; 3 - Pernambuco - 51,6; 4 - Rio de Janeiro - 45,1; 5 - Bahia - 32,8; 6 - Rondônia - 30,3; 7 - Distrito Federal - 28,0; 8 - Paraná - 27,1; 9 - Sergipe - 26,9; 10 - Mato Grosso do Sul - 25,2. Só uma coisinha: de 2009 para 2008, houve um aumento de 2,8% nos homicídios, certo? Ocorre que, de 2008 para 2007, a redução havia sido de fantásticos 9,25%. Posso estar enganado, mas acho que não foi manchete do jornal, que ainda colocou os números sob suspeita, e disso tenho certeza. “Nossa! Como você protege o governo de São Paulo!” Não! Protejo os fatos. Não adianta me atacar. Não adianta chutar a minha caenal, enfiar o dedo no meu olho e me chamar de bobo. Tentem contestar, os que puderem, os números. A manchete de hoje só serve de material ilustrativo da campanha eleitoral do PT e nada informa sobre a realidade da segurança pública em São Paulo.

Governo reduz imposto para segurar preço da gasolina

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta quarta-feira uma redução na alíquota da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) incidente sobre a gasolina em R$ 0,08 o litro. O valor da Cide passará de R$ 0,23 para R$ 0,15 por litro. De acordo com Mantega, a redução ocorre para neutralizar o aumento que ocorreria por conta do corte temporário da quantidade de álcool anidro no combustível de 25% para 20%, que vigorará até abril. Se não houvesse a modificação na Cide, o aumento seria de 4%. "Está se substituindo o álcool, que custa mais barato, pela gasolina, que custa mais caro. Com a redução da Cide mantemos a estabilidade no preço da gasolina", afirmou ele. Haverá uma redução de R$ 0,025 no ICMS (Imposto sobre Circulação de
Mercadorias). O ICMS incide sobre a Cide, o que leva à redução automática. Ou seja, reduzindo o ICMS, mais uma vez o governo Lula interfere na autonomia dos Estados, porque o ICMS é um imposto dos Estados.

Ciro Gomes diz que mandará José Dirceu pastar se ele pedir para desistir de candidatura

Conhecido pelo estilo direto e agressivo, o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE), neocoronel da política cearense, afirmou nesta quarta-feira que se o ex-ministro José Dirceu (deputado federal petista cassado por corrupção, apontado como chefe do esquema corruptor do Mensalão petista) pedisse para que ele retirasse sua candidatura ao Palácio do Planalto, o "mandaria pastar na mesma hora". Ciro Gomes acusou o ex-ministro José Dirceu, que voltou a integrar o Diretório Nacional do PT, de promover "um golpe" nas articulações para o PT fechar alianças nos Estados e as especulações sobre a possível candidatura do deputado ao governo de São Paulo. Apesar da crítica, o deputado disse que tem apreço por José Dirceu, a quem considera um amigo. "O José Dirceu deveria assumir um certo recato. A conduta atual dele é golpista. E eu sou amigo dele, sou mais franco com meus amigos do que com meus inimigos. Ele não tem coragem de me pedir para retirar a candidatura, até porque eu mando ele pastar na mesma hora", afirmou o neocoronel Ciro Gomes. José Dirceu afirmou, em seu blog, que o presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, "sabe que ele e seus companheiros socialistas não deixarão de ter no PT um aliado já no primeiro turno, caso apóiem a candidatura da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) em praticamente todo o País".

Assembléia de Santa Catarina autoriza ação judicial contra vice-governador Leonel Pavan

A Assembléia Legislativa de Santa Catarina autorizou na tarde desta quarta-feira a abertura de ação judicial por corrupção passiva contra o vice-governador Leonel Pavan (PSDB). No mês passado, o Tribunal de Justiça do Estado pediu autorização da Assembléia para continuar a ação. Dos 40 deputados estaduais, 37 votaram pela abertura da investigação. Três deputados estavam ausentes. Há uma semana, Pavan entregou uma carta a todos os deputados pedindo que autorizassem a ação. "Não pratiquei nenhum ato ilícito e nem causei nenhum prejuízo ao Estado. Agilizar o andamento da investigação. Esse é meu propósito. Confio no Tribunal de Justiça e reafirmo o propósito de trabalhar em nome dos catarinenses", diz Pavan na carta. Pavan foi alvo de investigação da Polícia Federal, que o acusa de ter recebido R$ 100 mil para ajudar empresários a recuperar a inscrição fiscal de uma distribuidora de combustíveis, cancelada por sonegação. Perguntinha: o que a Polícia Federal tinha de investigar questão que é prerrogativa da Polícia Civil catarinense? Ou seja, essa foi mais uma investigação da polícia política do PT, sob o comando do comissário Tarso Genro.

Ciro Gomes admite que Serra será beneficiado se desistir de concorrer à Presidência

O deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE), neocoronel cearense, admitiu nesta quarta-feira que a sua saída da disputa à Presidência da República beneficia o governador de São Paulo, José Serra (PSDB). Assim como Ciro Gomes, a oposição aposta que a desistência do pré-candidato do PSB vai trazer votos para Serra. O neocoronel Ciro Gomes disse que, como um candidato "independente", pode adotar postura mais agressiva na disputa que os seus adversários. "Eu saindo da disputa, beneficio o Serra completamente", afirmou ele. Agressividade certamente não é uma atitidude nova no neocoronel Cirto Gomes. Por excesso dela, liquidou sua candidatura na primeira eleição de Lula. O deputado afirmou que pode criticar partidos, como o PMDB, sem comprometer sua relação com a legenda. "Eu posso falar coisas que o PT, pela qualidade das alianças que formou, não pode mais falar. Eu não tenho que fazer homenagem ao Quércia, como o Serra, nem ao Michel Temer ou ao Renan Calheiros, como a Dilma Rousseff tem que fazer", afirmou ele.

Bombardeio mata 12 terroristas das Farc em acampamento na Colômbia

Doze terroristas de uma coluna responsável pelo sequestro e assassinato de um governador, entre outros crimes, morreram nesta quarta-feira em um bombardeio realizado pelas Forças Armadas da Colômbia na selva do sul do país, informou o governo. Desde o início do ano, as Farc ((Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, organização terrorista e traficante de cocaína) já perderam mais de cem terroristas em ações militares. O alvo do ataque foi um acampamento com capacidade para cerca de cem terroristas da Coluna Teófilo Forero, na zona rural do município de Puerto Rico, Departamento de Caquetá, segundo informações oficiais. "Quero lhes anunciar que na madrugada de hoje tivemos uma operação muito bem sucedida contra a Teófilo Forero, temos já registradas 12 baixas do narcoterrorismo, foi uma operação combinada com a Força Aérea", disse a jornalistas o ministro da Defesa, Gabriel Silva. "É um resultado muito importante, porque como se sabe a Teófilo Forero é o bando mais criminoso, mais terrorista, mais violento que as Farc têm", acrescentou Silva. Em dezembro, essa coluna sequestrou e depois matou o governador de Caquetá, Luis Francisco Cuéllar, e nos últimos anos realizou ações
espetaculares, como o sequestro em massa de políticos e seus familiares no sudoeste do país. A coluna Teóflio Forero opera em uma ampla zona dos Departamentos de Caquetá e de Huila. No final de outubro, seu subcomandante Hermer Triana, conhecido como James Patamala, foi morto em um ataque da polícia de Caquetá. Triana era acusado de planejar e financiar um ataque com explosivos contra um clube de Bogotá, em fevereiro de 2003, que deixou 39 mortos e mais de cem feridos.

TCU aprova estudo para Belo Monte que prevê teto de energia a R$ 68,00

O Tribunal de Contas da União aprovou nesta quarta-feira os estudos técnicos para o leilão da usina hidrelétrica de Belo Monte. O relatório, feito pela EPE (Empresa de Pesquisa Energética), serve de embasamento para a confecção do edital do certame, que deve ser liberado nas próximas semanas pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). No relatório aprovado, a EPE estima o preço-teto do leilão em R$ 68,00 o MW/h. É um limite bastante baixo comparando com outros leilões. Em Santo Antônio, no rio Madeira, o teto do leilão foi de R$ 122,00 o MW/h. Mesmo com um deságio de 35%, o preço final, de R$ 78,87, ficou maior que o teto estabelecido para Belo Monte. Com tarifa tão baixa, a relação do custo por potência calculado para Belo Monte é de R$ 1.400,00 o kW médio. A relação custo/potência de Santo Antônio foi de R$ 2.600,00. O presidente do órgão, Maurício Tolmasquim, disse que o teto pode subir devido às compensações sócio-ambientais anunciadas pelo ministro Carlos Minc no valor de R$ 1,5 bilhão. A estimativa oficial de investimentos é de R$ 16 bilhões.

OAB irá pedir na Justiça bloqueio de bens de Arruda, secretários e distritais

A OAB entrará na próxima sexta-feira na Justiça Federal com um pedido para bloquear os bens do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), e dos secretários e deputados distritais dos envolvidos no esquema de corrupção no governo do Distrito Federal. Parabéns para a OAB, deve mesmo fazer isso. Mas a tarefa fica incompleta se a OAB não pedir a mesma coisa a respeito dos petistas José Dirceu, José Genoíno, João Paulo Cunha, Silvinho "Land Rover" Pereira e o restante da quadrilha dos 40 do Mensalão do PT. E também se não pedir a inclusão de Lula como réu no processo do Mensalão, coisa que está para ser decidida no Supremo, em agravo de instrumento da defesa de Roberto Jefferson, formulado pelo advogado gaúcho Luiz Francisco Correa Barbosa, e que nunca é examinado pelo plenário da Suprema Corte. Sem essas iniciativas, a atitude da nova direção da OAB fica parecendo coisa de brutamontes que só se mete com os gurizinhos mais fracos. Atitude oportunista. A OAB está devendo explicações para o Brasil.

Ciro Gomes descarta palanque com Dilma Rousseff e diz que vai espernear se PSB lançá-lo em São Paulo

Pré-candidato do PSB à sucessão presidencial, o deputado federal Ciro Gomes (CE), neocoronel cearense, afirmou nesta quarta-feira que está do mesmo lado político da candidata petista Dilma Rousseff, mas não no mesmo palanque. Ciro Gomes disse que se sentiu orgulhoso com o convite feito pela petista, mas que não abre mão de disputar a Presidência. "Dilma foi extremamente lisonjeira, todos sabem da minha admiração, mas eu quero ser candidato. Vamos estar do mesmo lado político, mas não no mesmo palanque", afirmou. Ciro admitiu que o único motivo para recuar de sua candidatura presidencial é a possibilidade do PSB não chancelar o nome dele. "Eu vou resistir firmemente. Eu quero ser presidente. A única circunstância para eu desistir é se o PSB pedir para retirar meu nome, aí eu aceito docilmente. Agora, se o PSB pedir para eu ser candidato a governador de São Paulo, aí eu vou espernear muito e depois resolver", afirmou. Ciro afirmou que sua candidatura é importante porque ele representa o candidato do futuro, enquanto a ministra é a candidato do presente e o presidenciável tucano, o governador José Serra (São Paulo) é o candidato do passado. "Eu vou ganhar a eleição, o Serra é passado, a Dilma é presente e eu sou o futuro", disse ele. Já se viu como foi na campanha que elegeu Lula para o primeiro mandato. Ciro Gomes é daqueles tipos políticos que se enquadra na categoria dos "gritões".

Cimpor pede a acionistas que rejeitem oferta da CSN

A direção da cimenteira portuguesa Cimpor sugeriu aos acionistas da empresa que rejeitem a OPA (Oferta Pública de Aquisição) que foi feita pela brasileira CSN, ao mesmo tempo que uma de duas principais acionistas, a francesa Lafarge, admite que negocia sua parte com "vários interessados". Segundo o comunicado da direção, foi decidido "novamente, por unanimidade, rejeitar a Oferta e recomendar aos seus acionistas que não vendam as suas ações ao 'preço de saldo' oferecido pela CSN". A siderúrgica brasileira ofereceu pela empresa 3,86 bilhões de euros (US$ 5,55 bilhões). Assim como na primeira oferta feita pela CSN, feita no final do ano passado, a Cimpor a qualificou como "oportunista, irrelevante e perturbadora" para a empresa. "A oferta da CSN subavalia significativamente a Cimpor", disse a direção.

Brasil registra novo consumo recorde de energia

O País registrou, na tarde desta quarta-feira, novo recorde no consumo de energia. Desta vez foi anotada uma demanda de 70.400 MW (megawatts), por volta das 15 horas, segundo o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico). É o terceiro dia consecutivo que a demanda exerce pressão recorde sobre o sistema elétrico. Na terça-feira o pico havia sido de 68.761 MW. Nesta quarta-feira, houve demanda recorde também nos subsistemas Sul e Sudeste/Centro-Oeste. O ONS atribui a pressão da demanda ao forte calor.

Venda de genéricos cresceu 19% em 2009 com ajuda da crise

O setor de medicamentos genéricos cresceu 19,4% em 2009 impulsionado pela crise econômica. Foram vendidas 330,9 milhões de unidades ante 277,1 milhões um ano antes, divulgou nesta quarta-feira a Pró Genéricos (Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos). No ano passado, as indústrias do setor movimentaram R$ 4,5 bilhões, representando aumento de 24% sobre 2008 (R$ 3,6 bilhões). Para o presidente da Pró Genéricos, Odnir Finotti, um dos fatores que colaboraram para o aumento das vendas foi a crise econômica. Com mais consumidores querendo reduzir custos, o setor saiu em vantagem. "Os genéricos são uma opção para que o consumidor mantenha sua qualidade de vida, sem precisar cortar o uso de medicamentos, gastando, em média, 50% a menos. Certamente, novos clientes vieram para esse mercado em 2009", disse ele. Segundo estudo da associação, os brasileiros economizaram R$ 13,7 bilhões com a compra dessa categoria de remédios desde o início das vendas, em meados de 2000. Quem introduziu os genéricos no Brasil foi José Serra.

Lula diz que vai continuar comprando gás da Bolívia mesmo com pré-sal

O presidente bolivariano Lula defendeu nesta quarta-feira que o Brasil ajude países vizinhos, fortalecendo relações comerciais com as demais nações da América do Sul. Nesta linha, disse que, mesmo que o Brasil conquiste a autossuficiência na produção de gás com o pré-sal, não deixará de comprar o insumo energético do país governado pelo indio cocaleiro trotskista Evo Morales. "Vamos bater no peito e dizer que temos gás, mas não vamos deixar de comprar da Bolívia, que é um país pobre. Temos que ter um papel de nação do tamanho que o Brasil é, e ajudar os países vizinhos menores é nosso papel", afirmou, em discurso na inauguração do gasoduto Cabiúnas-Reduc 3, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Ele adora fazer uma esmola com os recursos dos brasileiros, e não diz nada quando os bens dos brasileiros, como uma refinaria da Petrobrás, é simplesmente tomada na Bolívia.

Novo presidente da OAB discorda de Gilmar Mendes e reclama da lentidão do Judiciário

Há dois dia no cargo de presidente da OAB, Ophir Cavalcante já bateu de frente com o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, ao discordar sobre a lentidão do Poder Judiciário. Segundo o advogado, a lentidão na análise dos processos é real e palpável. "A lentidão não é mito, é um fato real, pois se fosse mito não seria necessário o Conselho Nacional de Justiça estabelecer metas para redução do volume de processos. Metas que, pelo se divulgou, nem foram alcançadas", afirmou Cavalcante em nota divulgada por sua assessoria.

Tribunal Penal Internacional abre caminho para Bashir ser indiciado por genocídio

A corte de apelações do Tribunal Penal Internacional, com sede na cidade holandesa de Haia, reverteu nesta quarta-feira um parecer anterior do tribunal que afirmava não haver provas suficientes para indiciar o presidente do Sudão, Omar al Bashir, por genocídio. Bashir é acusado de estar por trás de mortes na região de Darfur, no oeste do país, que desde 2003 é palco de um conflito envolvendo milícias pró-governo e grupos rebeldes, e que já matou cerca de 300 mil, segundo as Nações Unidas. Esse psicopata genocida tem o apoio de Lula e do governo petista. Em março do ano passado, o Tribunal emitiu um mandado de prisão contra Bashir por sete acusações de crimes de guerra e contra a humanidade, que incluem assassinato, extermínio, tortura e estupro, mas rejeitou as três denúncias de genocídio apresentadas pela acusação. A promotoria diz que Bashir tentou exterminar três grupos étnicos, as comunidades Fur, Masalit e Zaghawa, durante o conflito em Darfur, e afirma ter encontrado novas provas durante suas investigações. A Corte de Apelações pediu ao Tribunal que reconsidere a acusação de genocídio. Por isso, o tribunal terá que decidir novamente se acrescenta essas acusações contra Bashir e, se for o caso, emitir um novo mandado de prisão.

PSDB nega que oposição acabará com o Bolsa Família se vencer eleição

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), classificou nesta quarta-feira de "terrorismo eleitoral" a publicação de documento pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (comandado por petista gaúcho trotskista, membro da seita DS - Democracia Socialista), com o aviso de que o programa Bolsa Família pode ter suas principais diretrizes alteradas pelo governo que será eleito em outubro deste ano. Sérgio Guerra disse que a oposição, se vencer a disputa pela Presidência da República, não vai acabar com o benefício. "Durante todo o tempo, o PT promove o terrorismo de que vamos acabar com o Bolsa Família. Na última eleição, isso foi feito durante a campanha. Agora isso ocorre já na pré-campanha. É uma leviandade explícita", afirmou. Sérgio Guerra disse que o PSDB, responsável pela criação dos programas sociais que resultou no Bolsa Família na gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, não tem a pretensão de acabar com o benefício. "Nos não temos nada contra a Bolsa Família, fomos nós que inventamos isso, nós achamos que o presidente Lula foi até muito bem nesse assunto. Nós sempre dissemos isso. É mentira, é terrorismo, é seguramente a ação dessa gente", afirmou.

Presidente do Paraguai nega acordo por fim de ações de paternidade

O presidente do Paraguai, o bispo Fernando "Pai Nosso" Lugo, negou nesta quarta-feira que tenha chegado a acordo financeiro com a mulher que desistiu de obrigá-lo, na Justiça, a reconhecer a paternidade de seu filho de dois anos. "Em um documento sucinto, o advogado de Hortensia Damiana Morán pediu o fim do processo de paternidade citando 'razões pessoais'", disse o juiz Osvaldo Caceres: "Eu, provavelmente, irei encerrar o caso nesta semana." O advogado de Hortensia Damiana Morán, Rodrigo Aguilar, afirmou , em entrevista à rádio Nanduti, que a mulher se sentia "sob estresse". Pouco antes, a sobrinha de Lugo, Mirtha Maidana Lugo, havia dito à imprensa que Hortensia Damiana Morán recebeu mais de US$ 100 mil (quase R$ 185 mil) para retirar o processo. Conforme a sobrinha, um acordo similar foi fechado com Benigna Leguizamón, de 27 anos, que desistiu, em dezembro passado, da ação de paternidade referente ao filho de seis anos. Com isso, acabaram os processos de paternidade que geraram grande controvérsia no país e prejudicaram a imagem do bispo presidente, que se deu a tarefa de repovoar o Paraguai.

Dilma Rousseff diz não ver problemas na criação de megaempresa de energia no Brasil

O governo Lula não vê problemas na criação de uma megaempresa de distribuição de energia elétrica que é planejada pela empreiteira Camargo Corrêa. A candidata petista Dilma Rousseff (ministra chefe da Casa Civil) disse nesta quarta-feira que a concentração no mercado é uma tendência internacional no setor. "Não vemos com maus olhos. É uma tendência internacional ter grandes empresas nessa área", disse a Dilma Rousseff em entrevista durante a inauguração do gasoduto Cabiúnas-Reduc 3, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A Camargo Corrêa, que já é controladora da distribuidora CPFL, que atua no interior e litoral de São Paulo, pretende comprar o controle da Eletropaulo e da AES Sul, ao mesmo tempo em que poderá adquirir as partes do Banco do Brasil e do fundo de pensão Previ no grupo Neoenergia. Se aprovadas as operações, a Camargo Corrêa terá uma empresa responsável pelo abastecimento de praticamente todo o Estado de São Paulo e de três Estados do Nordeste, que é atualmente a região com maior potencial de crescimento.

Câmara rejeita pedido de ex-assessor para ressarcir gastos com funeral de Clodovil

A Câmara recusou nesta quarta-feira o pedido do ex-chefe de gabinete do deputado federal Clodovil Hernandes, morto no ano passado, para ressarcir os gastos com o funeral do parlamentar. O ex-assessor Maurício da Silva Petiz, amigo de Clodovil por mais de 20 anos, havia apresentado pedido de reembolso de R$ 10 mil para arcar com as despesas funerárias do parlamentar, mas o pedido foi arquivado pela Mesa Diretora da Casa. A Câmara afirma que, pela tradição da Casa, os deputados se unem para pagar aos familiares do falecido uma espécie de auxílio funeral. Como Clodovil não tinha herdeiros diretos, nem familiares encontrados pela Casa, a Mesa negou o pedido de Petiz. Ou seja, nem o funeral de Clodovil os medíocres quiseram pagar, enquanto se refestelam em viagens ao Exterior com familiares com tudo pago pelo Congresso Nacional.

Anac suspende distribuição de slots em Congonhas

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) suspendeu a distribuição de 355 horários de pousos e decolagens no aeroporto de Congonhas, os chamados "slots". A sessão será retomada na próxima quarta-feira, dia 10 de fevereiro. Como o Superior Tribunal de Justiça ainda não decidiu sobre os "slots" da Pantanal Linhas Aéreas, a Anac teve que suspender a sessão desta quarta-feira. A Pantanal entrou com um pedido no tribunal para impedir a redistribuição de 61 "slots" do aeroporto de Congonhas, que foram tomados da companhia por descumprimento da meta de regularidade e pontualidade. Segundo Marcelo Guaranys, diretor de regulação econômica da Anac, a suspensão será nociva, pois atrasará a distribuição de "slots". "Isso tem um valor para a sociedade, não permite mais vôos no aeroporto mais congestionado do País", disse ele. Guaranys afirmou que a TAM, ao comprar a Pantanal, já tinha sido informada de que não teria o direito de absorver automaticamente os "slots" da companhia. "A Pantanal está querendo ganhar dinheiro. Os slots são da sociedade", disse ele. Dos 355 "slots" que a Anac pretende distribuir, 40 são em dias de semana, 173 aos sábados e 142 aos domingos. Todos os 40 "slots" de dias de semana, portanto mais nobres, estão incluídos no conjunto de 61 horários que a Pantanal, por meio da TAM, quer recuperar.

Dilma Rousseff diz que gostaria de ter Ciro Gomes em seu palanque na campanha

A candidata petista Dilma Rousseff, ministra chefe da Casa Civil, disse nesta quarta-feira que gostaria de estar no mesmo palanque que o do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE), neocoronel cearense, também é candidato ao Palácio do Planalto. Ela ressaltou, no entanto, que retirar a candidatura é uma decisão que cabe apenas ao próprio deputado federal e que vai respeitar a vontade de Ciro Gomes. Dilma Rousseff não poupou elogios ao ser questionada se gostaria de ter o deputado ao seu lado, na corrida presidencial: "Tenho uma relação muito forte com o deputado Ciro Gomes. Convivi com ele diariamente durante o primeiro mandato. Tenho uma admiração por ele, acho que ele é uma pessoa leal, correta, inteligente e capaz. É uma pessoa de opinião. Tenho o maior respeito. Gostaria sempre de estar em palanque com ele. Agora, essa decisão não é minha, é dele, e tenho que respeitar", afirmou ela, depois de participar de cerimônia de inauguração do gasoduto Cabiúnas-Reduc 3, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Lula diz que vai continuar inaugurando obras e que oposição vai ficar doida de raiva

O presidente Lula disse nesta quarta-feira que a crise de hipertensão que ele teve na semana passada não vai impedi-lo de continuar inaugurando obras por todo o Brasil. Provocando a oposição, afirmou que "muita gente vai ficar doida de raiva" com isso, e lamentou o fato de que não poderá ter a candidata petista Dilma Rousseff ao seu lado, quando a campanha eleitoral começar. "Quem esperar que vou ficar sentado em Brasília, pode tirar o cavalo da chuva porque vamos inaugurar obra este ano. Tem gente que vai ficar doida de raiva, mas nós vamos. É uma pena que a Dilma não vai poder ir comigo, mas nós vamos, porque esse País não pode parar mais. Esse País encontrou o caminho", afirmou, em discurso na inauguração do gasoduto Cabiúnas-Reduc 3, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Agora Toyota também admite problemas com os freios dos seus carros, após recall dos aceleradores

A montadora japonesa Toyota, que lançou um recall de milhões de veículos em todo o mundo por causa de um problema de acelerador, admitiu nesta quarta-feira que também recebeu dezenas de reclamações referentes aos freios do Prius, o carro híbrido mais vendido do planeta. "Concessionárias do Japão e da América do Norte reclamaram dos freios do novo Prius", afirmou Mieko Iwasaki, porta-voz da Toyota. Iwasaki não quis entrar em detalhes, mas destacou que a Toyota recebeu "dezenas de reclamações" a respeito destes freios. O ministério japonês dos Transportes disse ter registrado 14 queixas em todo o país, e não descartou a possibilidade de um recall. De acordo com a imprensa japonesa, a administração norte-americana encarregada da segurança nas estradas recebeu uma centena de reclamações semelhantes. "Pisei no freio para parar, mas não houve resposta. Pisei mais, e continuou sem resposta", explicou o dono de um Prius do Estado de Massachusetts. "Meu carro continuou andando na mesma velocidade e acabou se chocando contra a traseira do veículo que estava na minha frente", prosseguiu, destacando que o acidente ocorreu no dia 11 de dezembro e não deixou feridos. Segundo a Toyota e o ministério japonês, o problema está no último modelo do Prius, lançado em maio passado no Japão. O Prius, que existe desde 1997, é o carro híbrido mais popular do mundo. O negócio é seguinte: deixar de comprar carros da Toyota.

CPI da Pedofilia vai a Goiás para acompanhar caso de jovens desaparecidos

Um grupo de senadores integrantes da CPI da Pedofilia vai nesta quarta-feira à cidade de Luziânia (GO) para conversar com o secretário de Segurança do Estado, Ernesto Roller, sobre o caso dos seis jovens que desapareceram na cidade no último mês. O caso intriga as autoridades e mobiliza os parentes e amigos dos jovens. Os jovens sumiram sem deixar rastro. "O grande problema é que os desaparecidos não têm relação uns com os outros", disse o senador Romeu Tuma (PTB-SP), um dos seis membros da CPI que vão a Luziânia. Os senadores querem acompanhar as investigações e saber que tipo de providências podem ser tomadas para evitar que o sumiço de jovens continue ocorrendo.

Tribunal de Justiça de Brasília rejeita recurso e mantém afastamento de deputados distritais de processos contra Arruda

O presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, Níveo Gonçalves, rejeitou nesta quarta-feira o recurso apresentado pela Câmara Legislativa contra o afastamento de oito deputados distritais da análise dos pedidos de impeachment do governador José Roberto Arruda (sem partido). Com a decisão, está mantida a decisão do juiz Vinícius Santos Silva, da 7ª Vara da Fazenda Pública, que determinou o afastamento dos oito distritais e a convocação dos suplentes que vão analisar os processos de impeachment contra o governador. A data da posse ainda não foi confirmada. A autorização para que a Câmara recorresse do afastamento dos distritais suspeitos de envolvimento no esquema de corrupção da análise dos pedidos de impeachment de Arruda partiu do novo presidente da Casa, Wilson Lima (PR), menos de duas horas depois de ser eleito para o posto.

Prefeitura desapropria 53 edifícios para construção de moradias no centro de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo informou nesta quarta-feira que 53 prédios serão desapropriados na região central da cidade para a construção de cerca de 2.500 unidades habitacionais. A medida faz parte do "Programa de Habitação e Requalificação do Centro - Renova Centro". De acordo com a prefeitura, o decreto de desapropriação será assinado pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM) nesta quinta-feira. Os locais exatos dos prédios que serão desapropriados não foram informados pela Secretaria Municipal de Habitação. Os imóveis desapropriados devem passar por reforma e serão entregues como moradias para famílias que necessitam, a partir de 2013. Mas antes disso, ainda deve acontecer o processo de licitação e a aprovação do projeto. Ao todo, serão construídos 2.500 apartamentos com tamanhos entre 30 e 65 metros quadrados. A Cohab (Companhia Metropolitana de Habitação) informou que ainda procura outros imóveis desocupados na região central para atingir a meta de construir 3.000 unidades habitacionais. O investimento estimado nas reformas é de aproximadamente R$ 400 milhões, que devem ser provenientes da própria Prefeitura de São Paulo e da Caixa Econômica Federal.

Câmara arquiva proposta de deputado federal para compra de jatinho para o Congresso

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados rejeitou nesta quarta-feira, por unanimidade, a proposta do deputado federal Ernandes Amorim (PTB-RO) para a compra de um jatinho que ficaria à disposição do Congresso. A cúpula da Câmara considerou o requerimento de Amorim inviável, por isso determinou o seu arquivamento. "A Mesa Diretora votou unanimemente contrária à compra do avião para a Câmara", disse o primeiro-secretário da Câmara, deputado Rafael Guerra (PSDB-MG). A idéia de Amorim era comprar uma aeronave tipo Legacy, avaliada em cerca de R$ 25 milhões, para o transporte de parlamentares integrantes de comissões especiais. Esses caras vão para o Congresso Nacional para defender idéias de jerico como essa. Em outubro o eleitor brasileiro precisa fazer uma faxina, e mandar para casa tipos dessa espécie.

Ministro Lobão diz que comparações servem para mostrar feitos do governo Lula

O ministro de Minas e Energia, o ex-arenista Edison Lobão (defensor da ditadura militar), defendeu nesta quarta-feira que se faça comparações entre as realizações dos governos Lula e Fernando Henrique Cardoso. Lobão disse que isso não é feito de má-fé, e sim para que o povo tenha a exata noção das razões pelas quais vem dando ao presidente Lula altos índices de aprovação. Ele acrescentou que a exposição das obras feitas pelo atual governo servem para mostrar que Lula cumpriu "muito bem" seu papel. "Há quem não goste que se faça comparações entre os últimos governos. Não fazemos de má-fé, e sim, para que se tenha noção das realizações do presidente Lula. O povo aprova o presidente Lula, e precisa ter nítidas as razões dessa aprovação", afirmou o ministro, em discurso na cerimônia de inauguração do gasoduto Cabiúnas-Reduc 3, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Já houve tempo em que Lobão e seu partido da época (a Arena) achava que os melhores governos do mundo eram os da ditadura militar, incomparáveis. Ou seja, esse personagem está sempre do lado do poder. É isso que a política do Maranhão produz para o resto do País.

Faturamento do setor de máquinas e equipamentos cresce 7,3% em dezembro

O faturamento nominal da indústria de máquinas e equipamentos subiu 7,3% em dezembro, na comparação com novembro, somando R$ 6,26 bilhões, informou nesta quarta-feira a Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos). Na comparação com o mesmo período de 2008, o numero teve alta de 0,6%. Os dados da associação sinalizam a retomada da atvidade do setor após a crise. No acumulado do ano, porém, o faturamento do setor apresenta redução de 17,9%, para R$ 64 bilhões. Descontanda a inflação no período, a queda é de 20%. Para o presidente da Abimaq, Luiz Aubert Neto, o principal responsável pela alta em dezembro foi o papel do BNDES na sustentação da demanda. Segundo ele, o PSI (Programa de Sustentação do Investimento) permitiu financiamento de bens de capital a custos internacionais, de 4,5% ao ano. Os setores com quedas mais acentuadas no faturamento em 2009 foram os de máquinas e equipamentos para madeira (-53%), máquinas-ferramentas (-41,9%) e hidráulica e pneumática (-32,7%). Os que mais subiram, por sua vez, foram os relacionados à industria de infraestrutura e petróleo, com aumentos de 18,1% em bombas e motobombas, e de 2,6% para bens sob encomenda.

Ministro Paulo Bernardo nega divergência entre Mantega e Meirelles e acusa especulação

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, negou nesta quarta-feira que haja divergências entre o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, em relação de aumento na taxa de juros. "Não vejo divergência nenhuma, vocês estão completamente enganados. Evidentemente, tem um setor do mercado financeiro que, a qualquer frase de ministro, quer interpretar. Temos que ter muito cuidado, tem muita gente que joga com isso, é especulação", afirmou após participar de reunião do Conselho Monetário Nacional que aprovou as novas cédulas do real. Paulo Bernardo disse que, depois da coletiva para divulgar as novas cédulas, Henrique Meirelles e Guido Mantega subiram para o Gabinete do Ministério da Fazenda de braços dados.

Senado cria comissão para analisar reforma administrativa elaborada pela FGV

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal criou nesta quarta-feira uma subcomissão para analisar a reforma administrativa elaborada pela Fundação Getúlio Vargas para a Casa. Apesar da reforma ter sido encaminhada ao Senado em agosto de 2009, até agora as mudanças não saíram do papel. O presidente da Comissão de Constituição e Justiça, senador Demóstenes Torres (DEM-GO), disse que a subcomissão vai discutir a proposta em detalhes para corrigir distorções que existam na Casa. "Seria uma sugestão que a Comissão de Constituição e Justiça daria para a Casa para efetivamente termos um Poder que possa caminhar bem, servir a Nação, mas um Poder que seja também econômico, sem que isso impeça o seu pleno funcionamento", afirmou. Demóstenes Torres designou o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) para presidir a subcomissão que vai analisar a reforma do Senado. Jarbas disse que tem pressa para concluir a análise da reforma, mas ressaltou que o texto ainda não chegou às mãos da Comissão de Constituição e Justiça. Agora mesmo é que não anda mais nada, porque conseguiram montar uma comissão para avaliar o assunto. Sempre que se quer emperrar a discussão de um assunto, o negócio é montar uma comissão. E, em ano eleitoral então..... aí mesmo é que, com certeza, nada vai funcionar.

Governistas aceitam discutir vetos ao Orçamento em troca da votação do pré-sal

A base lulista na Câmara dos Deputados aceitou colocar em votação até terça-feira o veto do presidente Lula ao Orçamento de 2010 que liberou quatro obras da Petrobras consideradas irregulares pelo Tribunal de Contas da União. O acordo foi costurado com os líderes da oposição nesta quarta-feira para permitir a apreciação de três projetos que regulamentam a exploração da camada pré-sal descoberta na costa brasileira. A proposta ainda depende do aval do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), responsável por convocar uma sessão do Congresso para apreciar o veto que liberou obras da Petrobras consideradas irregulares pelo TCU e que tiveram recursos bloqueados no Orçamento Geral da União de 2010. Com uma oposição estúpida, ignorante, incapaz, incompetente, Lula não precisa de mais nada. Faz acordos cretinos apenas para dizer que existe, mas na verdade está sacramentando tudo que o governo Lula faz. É o seguinte: não custa nada ao PT e aos lulistas votar o veto de Lula no orçamento às obras corruptas da Petrobras. Basta colocar sua maioria no plenário e manter o veto de Lula. Em contrapartida, os bocós da oposição vão votar o que Lula realmente quer, os projetos do pré-sal, para tentar tirar o seu PAC do buraco. E assim, todos aqueles que são oposição neste País, e são no mínimo mais da metade dos brasileiros, ficam sem representação. Êta oposição calhorda. Segundo o líder do governo na Câmara dos Deputados, o deputado federal Cândido Vacarezza (PT), o governo não vê problemas em analisar o veto do presidente Lula ao Orçamento deste ano: "O Congresso vai se posicionar. Não há nenhum problema no veto. O veto do presidente é democrático, assim como o veto do Congresso". O petista afirmou que o governo vai insistir para votar as três propostas do pré-sal que ainda tramitam na Casa. O principal impasse continua sendo em relação ao projeto que trata da distribuição dos royalties do petróleo.

Entrada de dólares supera saída em US$ 1,075 bilhões em janeiro

As entradas de dólares no País ultrapassaram as saídas por US$ 1,075 bilhão no mês de janeiro, segundo dados divulgados pelo Banco Central nesta quarta-feira. No mesmo mês de 2009, em plena crise mundial, o fluxo cambial foi negativo em US$ 3,018 bilhões. No mês passado, a conta financeira foi a maior responsável pelo saldo positivo do período: enquanto o lado comercial (exportações e importações) teve saldo negativo de US$ 140 milhões, a conta financeira teve um resultado de US$ 1,215 bilhão. Em janeiro do ano passado, o quadro era inverso: a conta financeira teve um saldo negativo de US$ 3,550 bilhões, ante um resultado positivo de US$ 532 milhões da conta comercial. O nível das reservas internacionais do País atingiu US$ 241,185 bilhões. No mesmo período de 2009, as reservas estavam em US$ 200,755 bilhões.

Secretário do governo do Mato Grosso é preso por porte ilegal de armas em aeroporto

O secretário-adjunto da Assistência Social de Mato Grosso, José Rodrigues Rocha Júnior, foi preso na terça-feira ao tentar embarcar no aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande (MT), com uma arma de calibre restrito das Forças Armadas. De acordo com a Polícia Federal, o secretário-adjunto tentava embarcar para Brasília quando a arma foi localizada no interior de sua mala de mão, na esteira de raio-X. Rocha Júnior não informou como conseguiu a arma ou as nove balas, que também estavam com ele. Ele foi preso e indiciado, e pode ser condenado a pena que varia de três a seis anos de prisão, além de multa. O crime não prevê concessão de liberdade provisória.

Empresa de Eike Batista confirma até 900 milhões de barris em poço de petróleo na bacia de Campos

A OGX, empresa de petróleo do grupo EBX, do empresário Eike Batista, anunciou nesta quarta-feira a conclusão de teste no poço OGX-3, na bacia de Campos. De acordo com as informações obtidas, o poço tem um volume total de óleo recuperável entre 500 e 900 milhões de barris. O OGX-3 fica no bloco BM-C-41 e é o terceiro poço perfurado pela empresa no local. De acordo com o comunicado da OGX, os testes apontaram que o poço tem potencial de produção de 3.000 barris de petróleo por dia, em poço vertical. A OGX pretende, porém, desenvolver o campo através de poços horizontais, o que, de acordo com a companhia, faria com que o potencial pudesse ser aumentado em até cinco vezes, chegando a 15 mil barris. O poço foi perfurado até uma profundidade de 4.084 metros, e o óleo encontrado situa-se entre 19 e 20 graus API, medida internacional que indica a melhor qualidade do petróleo quanto mais se aproxima de 50 graus. A sonda Sea Explorer, utilizada na perfuração deste poço, será deslocada para a próxima locação, prospecto Hawaii, localizado no bloco BM-C-42, também na bacia de Campos. O início da perfuração deste poço está previsto para meados de fevereiro de 2010.

TSE extingue processo contra deputado federal por infidelidade partidária

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral decidiu nesta terça-feira extinguir o processo do PTB contra o deputado federal Dr. Paulo César, por infidelidade partidária. O PTB acusou Paulo César de se desfiliar do partido sem apresentar justa causa. No pedido, o partido afirmou que o deputado se desligou da legenda no mesmo dia em que assumiu como interino, de setembro de 2007 a janeiro de 2008, vaga de deputado federal pelo PR. Na ocasião, o suplente cobriu um período de licença de Sandro Mattos, então deputado titular da vaga. Segundo o partido, Paulo César, como primeiro suplente para o cargo de deputado federal, jamais foi perseguido na legenda. O PTB afirma ainda que não houve qualquer alteração no programa partidário do partido capaz de justificar a saída do suplente, motivos alegados por Paulo César para deixar a legenda. O ministro relator do processo, Felix Fischer, afirmou que o PTB perdeu o prazo de 30 dias para ajuizar o pedido de perda de mandato contra Paulo César, quando este assumiu como interino e ocupou por mais de 120 dias o cargo de deputado federal pelo PR a partir de 12 de setembro de 2007. O PTB somente propôs o pedido de perda de mandato no início de 2009, após Paulo César tomar posse como titular no cargo de deputado federal. Ele substituiu Mattos, que renunciou ao mandato de deputado para assumir a Prefeitura de São João de Meriti em janeiro de 2009.

Eletrobrás antecipa pagamento de primeira parcela de dividendos para fevereiro

A Eletrobrás anunciou nesta quarta-feira que vai antecipar o pagamento da primeira parcela de seus dividendos para 26 de fevereiro (a data prevista era 30 de junho). Em comunicado ao mercado, a companhia afirma que o valor de cada parcela por ação será de R$ 2,84 para as ações ordinárias, R$ 3,61 para as ações preferenciais da classe "A" e R$ 0,045 para as ações preferenciais da classe "B". "Antes da data de pagamento, a Eletrobrás divulgará Aviso aos Acionistas comunicando os valores atualizados pela taxa Selic", diz a nota. As outras três parcelas serão pagas em 30 de junho de 2011, 2012 e 2013. No dia 22 de janeiro, a companhia anunciou que aprovou em reunião o pagamento de R$ 10,3 bilhões em dividendos, em quatro parcelas anuais. A decisão colocou um ponto final na pendência com seus acionistas que se arrastava há mais de 30 anos e era apontada por analistas como um dos fatores que deixavam o papel menos atraente para investidores.

ONS diz que calor impulsiona recorde de consumo de energia

Impulsionado pelo forte calor, o consumo de energia no País foi recorde na terça-feira, segundo informações do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico). Foi identificada uma demanda de 68.761 MW (megawatts), maior nível da história, às 14h42. O recorde foi determinado principalmente pela área Sudeste/Centro-Oeste, que foi responsável por uma demanda instantânea de 42.690 MW, exatamente no horário verificado em todo o SIN (sistema Interligado nacional). Na região Sul, a demanda recorde também foi registrada. Foram observados 12.727 MW, às 14h38. Para atender à alta da demanda, foram gerados 60.155 MW médios, acima dos 59.192 MW médios programados anteriormente. Deste total, 48.028 MW médio, o equivalente a 79,84% de toda a geração, vieram das usinas hidrelétricas nacionais. Itaipu, que é binacional, gerou 12,52% do total, ou 7.532 MW médios. As usinas termelétricas, que vem sendo acionadas para poupar os reservatórios, geraram 2.472 MW médios, ou 4,11% do total. As usinas nucleares de Angra foram responsáveis por 3,26% de toda a geração, o equivalente a 1.960 MW médios. Para este ano, a previsão é que o consumo de energia do setor industrial cresça 9,4%, recuperando as perdas sentidas em 2009. O consumo geral de energia deve aumentar 7,4%. As projeções da EPE (Empresa de Pesquisa Energética) levam em conta um crescimento de 6% do PIB para o ano.

Pão de Açúcar e Casas Bahia devem manter marcas separadas até fim da fusão

As empresas Casas Bahia e Pão de Açúcar devem permanecer separadas até o fim do julgamento da fusão pelo CADE. A operação de fusão foi anunciada em 4 de dezembro de 2009. As duas empresas deverão manter, portanto, suas marcas, lojas e estruturas administrativas sem alteração até o fim do caso. O julgamento deve demorar meses para ser concluído. O caso está em análise na SDE (Secretaria de Direito Econômico) e na SEAE (Secretaria de Acompanhamento Econômico). Cada secretaria tem 30 dias para fazer suas avaliações. Depois, o Cade tem 60 dias para concluir o julgamento, prazo que pode ser suspenso se o relator julgar ser necessário mais tempo para encerrar a análise. Os empresários Abílio Diniz, dono do Grupo Pão de Açúcar, e Michael Klein, das Casas Bahia, garantiram no fim do ano passado que nenhuma medida estrutural sobre a fusão seria adotada até janeiro de 2010. A nova empresa que surgirá da fusão entre Pão de Açúcar e Casas Bahia contará com os ativos do Ponto Frio, Extra Eletro e Casas Bahia. A empresa já nasce dominando mais de 40% do setor de eletroeletrônicos brasileiro.

Consumo de energia elétrica no País bate recorde histórico

Na segunda-feira, o consumo de energia elétrica no Brasil bateu o recorde com uma média de 67,7 Gigawatts, cerca de 26,4% acima da média de consumo de todo o ano de 2009, que foi de 53,3 Gigawatts. A informação foi dada nesta terça-feira pela Diretora de Gás e Energia da Petrobras, Maria das Graças Foster, ao informar que é esperado para esta terça-feira outro pico de consumo com um total de 68 GW médios. A diretora explicou que, por conta da forte demanda, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) determinou à Petrobras o acionamento de diversas usinas termelétricas. Segundo a diretora, o ONS mandou a Petrobras gerar nesta terça-feira um total de 3.234 Megawatts (MW) de energia de termelétricas.

Petróleo nas Malvinas cria atrito entre Argentina e Grã-Bretanha

O ministro das Relações Exteriores da Argentina, Jorge Taiana, convocou a embaixadora britânica em Buenos Aires para protestar contra a informação de que a Inglaterra autorizou a busca de petróleo na região das ilhas Falklands, conhecidas como Malvinas pelos argentinos. Taiana entregou uma nota formal ao governo britânico expressando "enérgico protesto" contra a decisão. Segundo o comunicado, o governo "rejeita firmemente a pretensão do Reino Unido de autorizar a realização das operações de exploração de hidrocarbonetos em regiões da plataforma continental argentina submetidas à ocupação ilegítima britânica". A petroleira Desire Petroleum deverá começar a buscar petróleo no arquipélago ainda neste mês. Esta é uma das quatro empresas com autorização britânica para realizar exploração petroleira naquele território. Os dois países entraram em guerra em 1982 na chamada "Guerra das Malvinas". Apesar da derrota das tropas argentinas, o governo mantém uma reivindicação pela soberania das ilhas na ONU.

Anatel pode usar faixa de 3,5 GHz para telefonia celular

O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou nesta terça-feira a proposta de estender a possibilidade de utilização da faixa de frequência de 3,5 gigahertz (GHz) para a telefonia celular, além da telefonia fixa e dos serviços de comunicação multimídia (internet). Esse é o primeiro passo para a Anatel começar a elaborar a licitação da frequência, pensada inicialmente para atender os serviços de banda larga sem fio (WiMax). O conselho também decidiu colocar em consulta pública a proposta que permitirá que as empresas pequenas de telefonia celular, que tenham menos de 20% de participação no mercado, paguem uma taxa de interconexão 20% mais barata. Essa taxa, conhecida como VUM, é cobrada entre empresas para encaminhar as ligações feitas entre celulares de duas operadoras diferentes.

Judiciário brasileiros tem R$ 1 bilhão em bens apreendidos

BRASÍLIA - Milhares de automóveis, armas, computadores e outros bens apreendidos em função de ações judiciais já alcançam um valor em torno de R$ 1 bilhão, de acordo com dados constantes do Sistema Nacional de Bens Apreendidos (Snba), instituído pelo Conselho Nacional de Justiça. O sistema foi criado para coordenar os registros desses bens, que abarrotam os depósitos judiciais, em razão de processos relativos a casos de roubo, estelionato e tráfico de drogas, em sua maioria. Resumo do último balanço do Snba revela que os bens apreendidos pela Justiça federal equivalem a R$ 793,1 milhões. Já na Justiça estadual as apreensões somam R$ 207,6 milhões. No total, a Justiça federal armazenou 38,6 milhões de produtos e bens e a Justiça estadual 4,4 milhões. Os dados enviados ao Conselho Nacional de Justiça pela Justiça estadual dão conta da apreensão de 15 mil veículos, 642 mil computadores e componentes, além de 665 mil armas e acessórios. Na Justiça Federal estão retidos 1,3 milhão de computadores e acessórios, 1,1 milhão de aparelhos eletrônicos, 195 embarcações, 4 mil veículos e 92 mil animais.

Lula inaugura gasoduto de R$ 2,5 bilhões da Petrobras

A Petrobras inaugura nesta quarta-feira o gasoduto Cabiúnas-Reduc III (Gasduc III), com a presença de Lula. O Gasduc III é o maior gasoduto em diâmetro da América do Sul, com 38 polegadas, equivalente a 96,5 centímetros, e em capacidade de transporte (40 milhões de metros cúbicos por dia). Com 179 quilômetros de extensão, a obra do Gasduc III teve investimentos de R$ 2,54 bilhões. Localizado entre Macaé e Duque de Caxias, o Gasduc III amplia em 150% a capacidade de transporte neste trecho, que era de 16 milhões de metros cúbicos por dia. A diretora de Gás e Energia da Petrobras, Graça Foster, afirmou que já estão contratados os 40 milhões de metros cúbicos transportados pelo gasoduto. Ela disse que se não fosse pela crise, a demanda por gás natural teria aumentado muito, e o fornecimento estaria em sua capacidade máxima. O gasoduto vai transportar o gás produzido nas bacias de Campos e Espírito Santo, além do volume importado da Bolívia, que chega ao estado fluminense por meio dos gasodutos Campinas-Rio e do Japeri-Reduc. Também deve transportar o gás proveniente do Terminal de Regaseificação de GNL (gás natural liquefeito) da Baía de Guanabara. Com a conclusão do gasoduto Caraguatatuba-Taubaté (GASTAU), ainda este ano, o Gasduc III poderá receber o gás procedente da Bacia de Santos. Graça prevê aumento de consumo de gás em 2010, revertendo a retração de 2009. A demanda deve ficar em torno de 50 milhões de metros cúbicos diários, acima dos 46 milhões do ano passado. Em 2008 foi registrado consumo recorde de 58 milhões de metros cúbicos por dia.

Estados Unidos consideram multar Toyota após série de recalls

O governo dos Estados Unidos analisa a possibilidade de multar a Toyota que, desde a semana passada, já retirou 4,5 milhões de automóveis na América do Norte e na Europa por causa de um problema no pedal do acelerador de vários modelos da marca, que pode fazer o pedal travar em aceleração máxima. Na semana passada, a montadora anunciou o recall em mais de 1,1 milhão de veículos no Estados Unidos. No dia 26 de janeiro, anunciou a suspensão da produção e venda de oito modelos nos Estados Unidos. Os veículos afetados pela decisão representam 65% das vendas da montadora na América do Norte. Em 29 de janeiro, a Toyota convocou para revisão 1,8 milhão de veículos vendidos na Europa, mas não interrompeu a produção no continente. Segundo a montadora, o problema no pedal só aparece quando a diferença de temperatura entre o exterior e o interior do veículo cria uma condensação dentro da cabine. Nos Estados Unidos e na Europa, o inverno é muito rigoroso e o interior do veículo é quente, o que gera condensação. Mesmo assim, foram convocados para revisão 180 mil veículos da América Latina, África e Oriente Médio, que eram equipados com os mesmos aceleradores que apresentaram problemas na Europa e Estados Unidos. O defeito também apareceu em modelos produzidos por General Motors, Peugeot e Citroën, montadoras com as quais a Toyota tem acordos de produção na América do Norte e na Europa. Em janeiro, as vendas da Toyota no mercado norte-americano caíram 16%, enquanto Ford e GM (General Motors) subiram 24% e 14%, respectivamente.

Ministério Público denuncia senador petista Tião Viana

O Ministério Público Federal no Acre pediu a punição do senador Tião Viana (PT), pré-candidato ao governo estadual, por propaganda eleitoral antecipada. Segundo a ação, um carro doado pela Polícia Federal para servir de ambulância em Jordão (AC) ganhou o adesivo “Apoio: Sen. Tião Viana”. O procurador pede que a inscrição seja retirada do carro e que Tião Viana seja multado em até R$ 25 mil.

Projeto de leis sociais sai até março

O presidente Lula deve encaminhar ao Congresso, entre o fim de fevereiro e o início de março, o projeto de Consolidação das Leis Sociais. As medidas, segundo explicou o ministro Alexandre Padilha (Rel. Institucionais) “transformarão em lei todos os avanços sociais do governo Lula”. Ou seja, se aprovada pelo Legislativo, virarão Lei os programas Bolsa Família, Saúde da Família e Merenda Escolar, entre outros.

IPVA gera arrecadação de R$ 488 milhões no Rio Grande do Sul

O pagamento do IPVA 2010 por mais de 1 milhão de contribuintes, até 29 de janeiro, já resultou na arrecadação de R$ 488 milhões pelo governo do Rio Grande do Sul. Até 26 de fevereiro, quem quitar o imposto antecipadamente terá descontos entre 2% e 16,7%. De 1º a 31 de março, os abatimentos serão de 1% a 15,8%. Seguem vigorando os descontos previstos na Lei do Bom Motorista, de 10% para quem não teve registro de infrações entre novembro de 2008 e outubro de 2009, e de 15% para quem não teve multas de novembro de 2007 a outubro de 2009. A partir de abril, o pagamento deverá ser feito integralmente, de acordo com o calendário estabelecido pelo final da placa, e não haverá mais descontos. Do total do imposto pago pelo proprietário do veículo, 50% ficam com o Estado e 50%, com o município onde o carro foi emplacado.

Deputado Paulo Bornhausen assume liderança do DEM na Câmara

O DEM elegeu nesta terça-feira o deputado federal Paulo Bornhausen (SC) como novo líder do partido na Câmara dos Deputados, em substituição ao deputado federal Ronaldo Caiado (DEM-GO), que deixou o cargo para dedicar-se à sua campanha ao governo de Goiás. Bornhausen foi eleito por aclamação na bancada, depois que os deputados federais Betinho Rosado (DEM-RN) e Abelardo Lupion (DEM-PR) retiraram suas candidaturas. Rosado disse que lançou sua candidatura para manifestar sua "insatisfação" com a cúpula do DEM nos últimos meses. "A insatisfação gerou a idéia de ser um candidato no partido, com o apoio de 14 deputados a quem consultei. Desisto da minha candidatura, mas entrego o silêncio da minha insatisfação para permear o partido", afirmou. Lupion, por sua vez, criticou as indicações "políticas" dentro da legenda, sem apontar diretamente os alvos de suas criticas.

Aliados de Arruda retomam controle de comissão que analisará impeachment

Após retomarem o comando da Câmara Legislativa do Distrito Federal, os aliados do governador José Roberto Arruda (sem partido) voltaram a garantir nesta terça-feira o controle dos três processos de impeachment na Comissão de Constituição e Justiça, primeira instância a analisar os pedidos de afastamento. A presidência foi entregue ao deputado Geraldo Naves (DEM), suplente de Paulo Roriz, secretário de Habitação, e amigo de Arruda. A relatoria ficou nas mãos do líder do governo, Batista das Cooperativas (PRP). Ele tem dez dias, renováveis por mais dez, para entregar seu parecer sobre a admissibilidade dos processos. O deputado Cristiano Araujo (PTB) está na vice-presidência da comissão. Naves e Batista das Cooperativas ocupam os mesmos cargos da Comissão de Constituição e Justiça eleita durante a autoconvocação da Câmara, mas que acabou anulada por decisão da Justiça.

Ditador Chávez quer governar mais 11 anos e prevê 1.800 anos de governo revolucionário

O ditador venezuelano Hugo Chávez, que comemorou nesta terça-feira o 11º aniversário de sua posse, em meio a frequentes protestos, anunciou que, "se o povo quiser", está disposto a governar por mais onze anos para garantir as conquistas de seu projeto socialista. "Tenho 55 anos e 11 anos como presidente. Nos próximos 11 anos, prometo cuidar de mim um pouco mais e, se vocês quiserem, dentro de 11 anos terei 66 anos, se Deus quiser, 22 como presidente", declarou Chávez a membros de seu governo e a outras centenas de pessoas em um teatro de Caracas. Ele disse no entanto, que não espera governar um terceiro período de 11 anos pois considera "demasiado" ficar 33 anos no poder. Pouco depois, Chávez afirmou que a "revolução bolivariana" se estenderá por 900 anos, para que seu país "se vingue" pelos últimos 90 anos do século 20 em que "os oligarcas" governaram apoiados pelo "império ianque". "Restam 900 anos. Burgueses, continuem resistindo porque restam 900 anos, nada mais", acrescentou. "Depois de 900 virão mais 900, mas os oligarcas nunca mais voltarão a governar a Venezuela, nunca mais os ianques voltarão a governar a Venezuela", insistiu o ditador esquerdopata.

BNDES disponibiliza R$ 1 bilhão para financiar hotéis para Copa-2014

O BNDES lançou nesta terça-feira linha de financiamento de R$ 1 bilhão para a ampliação e modernização da rede hoteleira do País. O ProCopa Turismo prevê financiamento de até 80% dos projetos, com taxas de juros que variam de 6,9% a 8,8% por ano, e prevê prazos diferenciados de acordo com a sustentabilidade de cada projeto. Quem optar por uma reforma eficiente (uso eficiente de energia), terá até dez anos para quitar o empréstimo. Os projetos sustentáveis (coleta seletiva e conforto acústico) terão até 12 anos. O ministro do Turismo, Luiz Barretto, lembrou que o setor privado já prevê investimentos de R$ 11 bilhões na rede hoteleira, até 2014, e que a nova linha vai ajudar a dinamizar a aplicação dos recursos.

Haiti já contabiliza 200 mil mortos em terremoto

O prêmie do Haiti, Jean Max Bellerive, afirmou nesta terça-feira que o governo já contabilizou mais de 200 mil mortos desde o forte terremoto que atingiu aquele país no dia 12 e deixou a capital, Porto Príncipe, virtualmente arrasada. O número não inclui corpos que ficaram sob escombros nem as vítimas enterradas por suas próprias famílias. Bellerive deu as declarações durante visita ao Senado haitiano, onde falou aos parlamentares sobre a necessidade de mudar a estrutura de governo para poder enfrentar a crise causada pelo terremoto. Em comunicado, a missão de paz da ONU no Haiti, a Minustah, afirmou que a "situação geral" do país "permanece estável, mas potencialmente volátil". O problema cresce conforme a demora na ajuda aos haitianos. Grande parte das vítimas ainda vive na rua ou em barracas improvisadas, feitas de lençóis. Nos últimos dias, houve mais registros de saques.

Construtora OAS investirá US$ 100 milhões no Peru em 2010

A construtora OAS vai investir US$ 100 milhões em uma obra de transposição de águas e na construção de um túnel sob o rio Rimac, em Lima. Conforme o gerente da OAS, Valfredo Ribeiro, um dos projetos é a transposição de água Huascacocha, cujo contrato de concessão foi assinado em fevereiro de 2009. "Temos um prazo superior a um ano para cumprir com as condições estabelecidas pelo contrato para iniciar as obras", indicou Ribeiro à agência estatal "Andina". A empresa ficará encarregada pelo projeto, construção, operação e manutenção de um sistema de captação, regulação e transposição de águas em direção à bacia do rio Rimac, e, posteriormente, com o abastecimento da companhia pública de águas e esgoto Sedapal. "Ainda temos algumas questões contratuais para cumprir e outras providências, mas já estão prontos o projeto, o estudo de impacto ambiental, o certificado de inexistência de restos arqueológicos, os temas técnicos, e nossa equipe está pronta para iniciar as obras em maio", disse ele. O projeto tem prazo de dois anos com a construção de 25 quilômetros de canais e uma represa, a quase 5.000 metros de altitude, nos andes centrais. A segunda obra de importância será a via expressa Linha Amarela, um túnel de nove quilômetros que passará por baixo do leito do rio Rimac, para aliviar o trânsito de veículos em direção à capital peruana.

Gol fecha parceria com Hipercard para parcelar passagens em até 10 vezes

A companhia aérea Gol anunciou nesta terça-feira que fechou acordo com a Hipercard para que os clientes da administradora de cartões de crédito possam parcelar a compra de passagens em até 10 vezes sem juros. Segundo a empresa, a promoção é válida para as compras realizadas até 28 de fevereiro. Para ter direito ao parcelamento, o cliente deve comprar a passagem através do site da companhia aérea (www.voegol.com.br), e a parcela mínima deve ser de R$ 45,00. A Gol ainda possui o cartão Voe Gol, lançado em novembro de 2005, que parcela a compra de passagens em até 36 vezes. Nos demais cartões, o pagamento é feito em até seis parcelas.

Vice-presidente dos Estados Unidos afirma que "regime do Irã semeia a própria destruição"

O vice-presidente norte-americano Joe Biden afirmou nesta terça-feira que o regime iraniano "semeia as sementes de sua própria destruição" ao reprimir as manifestações de seus opositores. "Quando o regime agiu como agiu durante as primeiras manifestações, e as pessoas foram tratadas brutalmente, perdeu sua ascendência moral em seu próprio país e em toda a região", declarou Biden. "Acho que o regime semeia as sementes de sua própria destruição, ou seja, sua capacidade de manter o poder", disse o vice-presidente, que também falou sobre as medidas contra o programa nuclear iraniano. "Nós estamos trabalhando com o mundo, incluindo a Rússia e outros, para impor sanções a eles", disse Biden.

Deputado federal Fernando Ferro assume liderança do PT na Câmara

O deputado federal Fernando Ferro (PT-PE) foi eleito nesta terça-feira novo líder do PT na Câmara dos Deputados para substituir o deputado federal Cândido Vaccarezza (PT-SP), escolhido novo líder do governo na Casa. Ferro foi eleito por aclamação durante reunião da bancada petista, sem que outros parlamentares apresentassem candidatura à liderança. Na reunião da bancada, os petistas também fizeram uma análise do cenário eleitoral. "Há um clima de euforia em relação às pesquisas. A expectativa era que isso (crescimento de Dilma) ocorresse entre abril ou maio. Mas também se fala do cuidado que se deve ter para não haver salto alto", disse o deputado federal Marco Maia (PT-RS).

Câmara do Distrito Federal elege aliado de Arruda à presidência da Casa

Com o aval do governador José Roberto Arruda (sem partido), a Câmara Legislativa do Distrito Federal elegeu nesta terça-feira o deputado distrital Wilson Lima (PR) como presidente do Legislativo local. Lima recebeu 15 dos 24 votos e derrotou o vice-presidente da Casa, Cabo Patrício (PT), lançado pela oposição. Houve uma abstenção e uma ausência. O novo presidente substituirá o deputado Leonardo Prudente (sem partido), que foi flagrado colocando dinheiro de propina no terno e nas meias. Ele estava afastado pela Justiça do cargo e renunciou na última segunda-feira, sem apresentar justificativas.

Paraguaia desiste de segunda ação de paternidade contra Lugo

Hortensia Damiana Morán, a terceira mulher a pedir na Justiça o reconhecimento do filho de dois anos ao presidente do Paraguai, o bispo Fernando "Pai Nosso" Lugo, desistiu da ação nesta terça-feira. O bispo presidente já havia concordado em se submeter a um exame de DNA. Esta é a segunda mulher que desiste de acusar Fernando "Pai Nosso" Lugo na Justiça. O escândalo envolvendo Lugo começou em abril do ano passado, quando ele admitiu ser pai de um menino de dois anos filho de Viviana Carrillo. A paraguaia, atualmente com 27 anos, disse que foi "seduzida" pelo presidente aos 16 anos, quando ele era bispo em San Pedro, região mais pobre do país. Depois disso apareceu um segundo caso, movido por Benigna Leguizamón, de 27 anos, mãe de um menino de seis anos, a primeira a desistir da ação e que, agora, mora em uma casa mais confortável, em Ciudad del Este. Mais recentemente, uma sobrinha do presidente disse que ele era pai de uma jovem de 19 anos, a cujo casamento ele assistira dias antes. Esse é um problema que os esquerdopatas têm em comum, no Paraguai ou no Rio Grande do Sul, o de reconhecer os filhos, dar-lhes o nome e o sustento.

Salário de ministros do Supremo tem novo reajuste e passa a ser de R$ 26.723,13

O salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal foi reajustado e, a partir deste mês, passa de R$ 25.725,00 para R$ 26.723,13, segundo decreto publicado no Diário Oficial da União. O aumento já estava previsto pela lei 12.041, sancionada pelo presidente Lula, que aumentou em duas etapas os salários dos ministros. O primeiro reajuste foi em setembro do ano passado. O Congresso aprovou um reajuste total de 8,88%. A soma é inferior aos 14,09% pretendidos pelo Supremo. Esse aumento dos ministros detona agora um aumento em cascata de deputados federais, estaduais, vereadores, desembargadores, juízes, pelo País afora.

Dólar fecha a R$ 1,83

Os preços da moeda norte-americana cederam pelo segundo dia consecutivo, em uma semana em que os agentes financeiros parecem rever o pessimismo em relação à economia global que dominou o início do ano. Embora as principais preocupações (China, Grécia e recuperação vacilante dos Estados Unidos) continuem no radar, algumas notícias um pouco mais positivas favoreceram as Bolsas de Valores e contribuíram para um novo repique das taxas de câmbio. Dessa forma, o dólar comercial foi vendido por R$ 1,830, em um decréscimo de 1,66% nas últimas operações desta terça-feira. As cotações oscilaram entre R$ 1,854 e R$ 1,828.

Arruda afirma que desistiu de "guerrilhar pelo poder"

Em mensagem encaminhada nesta terça-feira à Câmara Legislativa do Distrito Federal para a reabertura para os trabalhos do Legislativo, o governador José Roberto Arruda (sem partido) afirmou que "toda crise passa" e que desistiu de "guerrilhar pelo poder" para concluir seu mandato como um simples "tocador de obras". Arruda é alvo de três pedidos de impeachment na Câmara Distrital e ainda é investigado pelo Superior Tribunal de Justiça, pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal por suspeita de comandar um esquema de arrecadação e pagamento de propina. O texto do governador foi lido pelo secretário de governo, Flávio Giussani. O governador argumentou que se desfiliou do DEM para se dedicar ao governo no Distrito Federal. "Uma lição que tento viver a cada dia é que toda a crise passa. A diferença é como cada um escolhe viver. Minha escolha está feita. Meu compromisso é com Brasília e os brasilienses. Optei por me desvencilhar de qualquer amarra política, desisti de guerrilhar pelo poder e honrar meus trabalhos com o Distrito Federal. Hoje venho a esta casa despido de amarras partidárias e pretensões políticas. Estou diante dos senhores como um administrador investido de uma única ambição, continuar o governo. Um tocador de obras em tempo integral", disse ele.

Petrobras prevê aumento do consumo de gás em 2010

A Petrobras prevê aumento do consumo de gás em 2010, revertendo a queda constatada no ano passado. Segundo a diretora de Gás e energia da estatal, Maria das Graças Foster, a demanda ficará em torno de 50 milhões de metros cúbicos diários neste ano, acima dos 46 milhões em 2009. O consumo recorde chegou a 58 milhões m3/dia em 2008. Em relação ao consumo não-térmico, do qual 80% vem das indústrias, a diretora ressaltou que a demanda dos dois últimos dias já se aproxima de patamares anteriores à crise. Segundo Maria das Graças Foster, a previsão para hoje é que esse segmento seja responsável por um consumo de 38,4 milhões de metros cúbicos. A média de janeiro ficou em 34,7 milhões de m3/dia, acima dos 28 milhões de m3 constatados em janeiro do ano passado e pouco abaixo dos 37 milhões de m3/dia registrados no mesmo mês de 2008, volume recorde para o primeiro mês do ano.

Aécio Neves descarta recuo sobre pré-candidatura à Presidência e critica eleição plebiscitária

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), criticou nesta terça-feira a proposta do PT de transformar as eleições presidenciais de outubro em uma disputa plebiscitária entre os candidatos do governo e da oposição. A idéia dos petistas é comparar os oito anos do governo Fernando Henrique Cardoso com o mesmo período do presidente Lula. "Acho perigosa essa eleição plebiscitária que querem fazer. Quem foi melhor, A ou B. O momento é outro. Os desafios são outros. Cada um fez ao seu tempo o que podia fazer", afirmou Aécio Neves. Ele voltou a descartar a possibilidade de retomar sua pré-candidatura à Presidência da República e disse que sua prioridade hoje é Minas Gerais.

Ministro informa que governo Lula vai colocar o pré-sal em regime de urgência no Senado

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse nesta terça-feira que o governo irá colocar os projetos do marco regulatório do pré-sal em regime de urgência no Senado. Ao enviar os quatros projetos do marco (criação da PetroSal, capitalização da Petrobras, criação do Fundo Social e o sistema de partilha dos royalties) para a Câmara, o governo já queria colocá-los em regime de urgência, mas desistiu diante da pressão da oposição e da garantia do presidente da Casa, Michel Temer, de que seriam votados ainda em 2009. Porém, a Câmara só aprovou a criação da PetroSal e o texto-base da partilha. Preocupado em manter sua programação, que levava em conta que Câmara e Senado concluiriam a aprovação dos projetos de lei até abril, o governo resolveu apertar o prazo para o Senado.

Pantanal entra na Justiça contra divisão de vagas em Congonhas

A Pantanal Linhas Aéreas entrou com um pedido no Superior Tribunal de Justiça para impedir a redistribuição dos slots (horários de pousos ou decolagens) do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, informou nesta terça-feira a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). A Anac pretendia realizar a redistribuição dos slots do aeroporto, o mais movimentado do País, na tarde desta quarta--feira. Seis empresas estão habilitadas para a redistribuição de 355 slots: Gol, TAM e OceanAir, que já atuam no aeroporto, e Azul, NHT e Webjet. O objetivo da redistribuição, segundo a Anac, é ampliar a concorrência em Congonhas. O pedido da Pantanal ocorreu porque a empresa perderá 61 slots que detinha em Congonhas após a redistribuição. A Pantanal e outra companhia aérea, a Trip, foram excluídas do processo porque não apresentaram os índices mínimos de 80% de regularidade e pontualidade.

Tarso Genro anuncia peremptório que deixará governo dia 10 para disputar eleição no Rio Grande do Sul

Candidato ao governo do Rio Grande do Sul, o ministro da Justiça, o peremtório Tarso Genro, anunciou nesta terça-feira que deixará o governo no próximo dia 10. O presidente Lula oficializou nesta terça-feira o pedido de saída entregue pelo ministro. Segundo o peremptório Tarso Genro, o presidente deve escolher o novo ocupante da pasta até o fim da semana. Tarso Genro afirmou que tanto o secretário-executivo, Luiz Paulo Teles, quanto o deputado federal José Eduardo Cardozo (PT-SP), têm atribuições para ocupar o cargo. "Não sugeri nome. Essa é uma atribuição do presidente. Luiz Paulo e Zé Eduardo são compatíveis. O Luis Paulo é um gestor eficiente e o Zé é um jurista qualificado. O ministério estará em boas mãos", afirmou ele, peremptoriamente.

Opositor do Irã denuncia ditadura e diz que Revolução fracassou

O oposicionista Mir Hussein Mousavi denunciou nesta terça-feira a persistência das "raízes da ditadura" no Irã e o fracasso da Revolução Islâmica, cujo 31º aniversário é comemorado em um clima de crise no país. "As raízes da tirania e da ditadura ainda existem no Irã", diz o ex-primeiro-ministro, em longa e virulenta declaração publicada em seu site. "A ditadura em nome da religião é a pior de todas. É possível identificar hoje no Irã as bases e os elementos que produzem uma ditadura, assim como a resistência a um retorno à ditadura", afirmou o líder reformista, em alusão às manifestações consecutivas à reeleição do ditador fascista islâmico Mahmoud Ahmadinejad, em junho passado. Uma alta autoridade judicial anunciou nesta terça-feira a execução em breve de outros nove "baderneiros" acusados de tentarem "derrubar o regime islâmico", depois dos dois enforcados na semana passada. "Silenciar a imprensa, encher as prisões e matar pessoas que pedem pacificamente o respeito de seus direitos na rua mostram que as raízes da tirania e da ditadura da época da monarquia ainda existem", disse Mousavi, adversário de Ahmadinejad na última eleição presidencial. O homem que foi o primeiro-ministro do imã Khomeini durante os oito anos da guerra contra o Iraque (1980-88) também se referiu pela primeira vez a um fracasso da Revolução de 79: "No início, a maioria da população estava convencida de que a Revolução acabaria com todas as estruturas que levam ao totalitarismo e à ditadura. Eu acreditava nisso, mas hoje não acredito mais. Não acho que a Revolução tenha alcançado seus objetivos". Estas declarações virulentas de um protagonista importante e respeitado dos primeiros anos da República Islâmica foram divulgadas em vésperas do aniversário da Revolução, no dia 11 de fevereiro, em um momento em que o regime iraniano passa por uma das piores crises de sua história. Pois o grande líder Lula considera que o camarada Ahmadinejad deve ser defendido. Essa é a noção de democracia do PT e de Lula.

Candidata petista Dilma Rousseff diz que não quer "subir em salto alto" pela pesquisa

A candidata petista Dilma Rousseff minimizou nesta terça-feira seu crescimento na pesquisa CNT/Sensus divulgada na segunda-feira. "Na vida, a gente não sobe em salto alto. É só uma pesquisa. Feliz eu não estou", disse ela. Segundo a discutível pesquisa, quando o nome do neocoronel cearense deputado federal Ciro Gomes (PSB) aparece na disputa à Presidência da República, a ministra encosta no tucano José Serra. Neste cenário, José Serra recebeu 33,2% das intenções de voto, seguido por Dilma Rousseff, com 27,8%, e por Ciro Gomes, com 11,9%. Marina Silva (PV) aparece em quarto lugar, com 6,8% das intenções de votos. Os indecisos, brancos e nulos somam 20,4%.

Dubai vai divulgar fotos de executores do chefe militar da organização terrorista Hamas

O chefe de polícia de Dubai, Dahi Khalfan, declarou à revista "Arabian News" que irá divulgar as fotos dos assassinos de Mahmoud al Mabhuh, chefe militar do grupo terrorista islâmico Hamas, encontrado morto em um hotel dos Emirados Árabes no dia 20. O oficial, que não revelou quando as imagens serão divulgadas, afirmou que sete pessoas participaram do assassinato de Mabhuh, de 50 anos, e um dos fundadores das Brigadas de Ezzedine al Qassam, o braço militar do Hamas. A organização terrorista Hamas já acusou Israel de estar por trás da morte de Mabhuh. Mais cauteloso, o governo de Dubai disse haver suspeitas de que o crime foi cometido por uma quadrilha cujos integrantes, em sua maioria, tinham passaporte europeu. Há dois dias, o jornal britânico "The Times" publicou que os assassinos injetaram em Mabhuh uma droga que instantaneamente provocou um ataque cardíaco no chefe militar terrorista do Hamas. Fayek Al Mabhouh disse que a equipe médica que examinou o seu irmão determinou que a causa da morte foi uma descarga elétrica de grande potência na cabeça e encontraram também provas de um possível estrangulamento. Mabhouh foi um dos fundadores, em 1988, das Brigadas Izz el Deen al Qassam e estava por trás da captura de dois soldados israelenses na intifada de 1989.