segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Lilian Celiberti encontrará seu sequestrador nesta quinta-feira

João Augusto da Rosa, codinome Irno, ex-policial do DOPS gaúcho, que trabalhava sob as ordens do famigerado delegado Pedro Seelig, está processando o jornalista Luiz Cláudio Cunha, autor do livro "Operação Condor: O Sequestro dos Uruguaios", lançado em 2008, que conta a história do sequestro de Lílian Celiberti, seus dois filhos menores e Universindo Diaz ocorrido em Porto Alegre, em novembro de 1978. Irno, ex-inspetor do DOPS (Departamento de Ordem Política e Social) e membro da equipe do delegado Pedro Seelig, principal nome da repressão no sul do país durante a ditadura militar, foi o agente que recebeu Luiz Claudio Cunha com uma pistola apontada para sua testa, no apartamento da rua Botafogo, no bairro do Menino Deus, onde os policiais do DOPS e oficiais do Exército uruguaio mantinham Lílian seqüestrada. Essa operação pretendia que mantê-la refém no apartamento para tentar descobrir seus contatos. Lilian e Universindo cumpriam tarefa no Rio Grande do Sul para os tupamaros (Partido da Vitória do Povo). Com eles estava um outro policial lotado no DOPS, o escrivão Orandir Portassi Lucas, o ex-jogador de futebol Didi Pedalada, que foi reconhecido pelo fotógrafo João Batista Scalco, como um dos seqüestradores dos uruguaios. Ambos foram condenados pela Justiça em 1980. Na ação, Irno pede indenização por dano moral, alegando que Luiz Claudio Cunha não menciona sua absolvição por “falta de provas” no recurso que apresentou em 1983, em segunda instância. O policial esqueceu de dizer que as “provas” do seqüestro – Lílian e Universindo – estavam então presas, nas masmorras da ditadura uruguaia, que acabou apenas em 1985. O processo é uma monumental besteira. Agora, 32 anos depois do sequestro, Irno terá que enfrentar a testemunha que faltou em seu recurso na Justiça, a tupamara uruguaia Lílian Celiberti. A audiência ocorrerá quinta-feira, às 15 horas, na 18ª Vara Cível no Foro Central de Porto Alegre.

Bondade brasileira custou US$ 608 milhões aos cofres públicos

As 39 embaixadas abertas pelo governo Lula, dentre as quais 16 na África, dão uma dimensão palpável do seu empenho em conseguir para o Brasil um assento permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas. Mas, entre 2003 e o final de 2009, essa vaga custou aos cofres públicos federais pelo menos US$ 680,4 milhões, o valor total das dívidas de sete países africanos e latino-americanos perdoadas pelo Brasil. O perdão de dívidas de países de menor desenvolvimento econômico foi um dos exemplos concretos da política de generosidade brasileira pregada por Lula mundo afora. Entre os beneficiados, Moçambique recebeu o abatimento de 95% de seu passivo total, de US$ 315 milhões, e o governo Lula nem pediu para essa ditadura horrenda abrandar seus métodos. A Nigéria foi agraciada com o perdão de 55,2% de sua dívida, algo como US$ 83,1 milhões, embora a Nigéria seja uma grande produtora de petróleo. O compromisso de pagamento dos US$ 67,3 milhões restantes foi mantido. E o que ganhou o Brasil com isso?

MEC retira antecedência em inscrição como critério de desempate no sistema do Enem

O Ministério da Educação informou nesta segunda-feira que o critério de antecedência nas inscrições não será mais usado em caso de empate no Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que oferece vagas em universidades federais que utilizam o Enem no processo seletivo. As inscrições começaram na última sexta-feira, quando uma falha impediu o acesso de muitos estudantes. De acordo com o MEC, a mudança no critério foi provocada por "problemas no acesso à banda larga, verificados na região Sudeste neste domingo". A antecedência na inscrição era um dos quesitos de desempate (os outros são redação, linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas). Até as 12 horas, o Sisu recebeu 410 mil inscrições. O sistema fica aberto até a quarta-feira. Para se inscrever, o aluno deve optar por curso, instituição e local onde quer estudar e ainda se quer passar pelo processo seletivo por meio de ações afirmativas ou não. Ao todo são oferecidas 47,9 mil vagas em 51 instituições. É impressionante a coleção de iniciativas fracassadas do Ministério da Educação. Não há nada que ele faça que não seja mal-feito.

Banco Central quer regulamentar remuneração de executivos de bancos

O Banco Central colocou em audiência pública proposta de resolução para regulamentar a remuneração de administradores e empregados de instituições financeiras. A proposta segue compromisso assumido por todos os países do G20 em reuniões de abril e setembro de 2009 e ficará em consulta pública por 90 dias. Em nota, o Banco Central afirma que os líderes do G20 vêem a necessidade de "padrões internacionais robustos para a política de remuneração, visando desencorajar práticas que levem à assunção de riscos excessivos, como forma de fortalecer a estabilidade do sistema e alinhar práticas de remuneração com criação de valor a longo prazo". A norma prevê uma política de remuneração variável que deve levar em conta os riscos, o resultado geral da instituição e a capacidade de fluxo de caixa.

Antonio Palocci desiste oficialmente de concorrer ao governo paulista

O deputado federal Antonio Palocci (PT-SP) comunicou oficialmente nesta segunda-feira ao comando do PT paulista que desistiu de concorrer ao governo de São Paulo. Palocci explicou à Executiva Estadual que este não é o melhor momento para participar da disputa, mas se colocou à disposição do partido para ajudar na campanha da candidata petista Dilma Rousseff (Casa Civil) à Presidência da República. Como um dos pré-candidatos ao governo paulista, Palocci se reuniu com a Executiva Estadual para fazer uma avaliação da conjuntura político-eleitoral. Na conversa, o deputado disse que prefere se candidatar à reeleição. Além de Palocci, o PT paulista já ouviu outros dois pré-candidatos: o ministro Fernando Haddad (Educação) e o prefeito de Osasco, Emidio de Souza (PT).

PT e PSB se encontram com Ciro para discutir candidatura ao governo paulista

Dirigentes de oito partidos (PSB, PT, PDT, PCdoB, PTC, PRB, PSC e PTN) se reunirão com o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) na próxima semana para discutir a candidatura do parlamentar ao governo paulista. O encontro está marcado para o próximo dia 12, em São Paulo. Os partidos, que fazem oposição em São Paulo ao governador José Serra (PSDB), acertaram que o neocoronel cearense Ciro Gomes é um nome de consenso para o governo paulista. "Caso Ciro Gomes venha para São Paulo, esses partidos apóiam a candidatura dele", disse o presidente do PSB-SP, deputado Márcio França, que participou na tarde desta segunda-feira de um encontro com os representantes dos partidos. Foi a terceira reunião dos dirigentes. O deputado afirma que esses partidos, juntos, teriam mais de nove minutos de propaganda eleitoral. "É a primeira vez que isso aconteceria em São Paulo", disse ele. Nesta segunda-feira, o deputado Antonio Palocci (PT-SP) comunicou oficialmente ao comando do PT paulista que desistiu de concorrer ao governo de São Paulo.

Justiça gaúcha aceita denúncia contra irregularidades em assentamentos

A Justiça gaúcha aceitou nesta segunda-feira uma denúncia por irregularidades em assentamentos de terra no Rio Grande do Sul. A denúncia é relativa ao ano de 1999 (atenção, dez anos atrás) e é dirigida contra ex-integrantes do governo petista gaúcho de Olívio Dutra, conhecido como o Exterminador do Futuro, ou Exterminador de Empregos (seu governo escorraçou a Ford do Rio Grande do Sul). Conforme a denúncia, assentamentos deveriam ser considerados como modelo pelo governo petista de Olívio Dutra, mas ficaram abandonados. A infra estrutura prometida para os agricultores não saiu do papel. São quatro áreas no Estado: Hulha Negra, Candiota, Livramento e Eldorado do Sul. O prejuízo calculado é de R$ 4 milhões de acordo com a procuradora Adriana Kruger de Melo. A investigação resultou em uma ação na justiça contra ex-dirigentes do governo petista responsáveis pelo projeto. Entre os réus estão o ex-secretário da Agricultura, o petista José Hermeto Hoffmann; da Habitação, o petista Ary Vanazzi, atual prefeito de São Leopoldo; e o ex-diretor do departamento de reforma agrária e ex deputado estadual petista Frei Sérgio Görgen.

Canoas assina convênio para implantar sistema de localização de disparos de armas de fogo

O prefeito de Canoas (RS), o petista Jairo Jorge, esteve nesta segunda-feira no Ministério da Justiça, em Brasília, onde assinou um protocolo de intenções para que a cidade passe a contar com um sistema de localização de disparos de armas de fogo. O projeto deve entrar em prática até o final do anos. O sistema de Detecção de Disparos de Armas de Fogo, chamado "ShotSpotter", conforme o petista Jair Jorge, está em funcionamento em mais de 40 cidades nos Estados Unidos. Mas, não seria melhor se estivesse em funcionamento em 50 cidades da Russia? O sistema será um piloto para os demais "Territórios da Paz" e para a utilização durante a Copa do Mundo, diz o petista Jairo Jorge. O Sistema fará parte do programa "Canoas Mais Segura", e será implantado na região do bairro de Guajuviras, em uma área de 3,3 quilômetros quadrados. A instalação deverá durar seis meses. O custo do projeto é de aproximadamente R$ 2 milhões. O Sistema de Detecção de Disparos de Armas de Fogo da "ShotSpotter" usa uma tecnologia de processamento acústico para identificar ruído de disparos e localizar rapidamente o momento dos disparos, sua localização, quantos disparos foram efetuados, quantas armas foram utilizadas e a direção na qual os atiradores se moviam. Videversus tem algumas perguntas: 1) quem promove a venda desse sistema; 2) quanto custará o sistema; 3) de onde sairão os recursos; 4) vai ser promovida licitação para sua implantação? Videversus vai acompanhar de perto esta "aventura tecnológica" da prefeitura petista de Canas. Mas, Videversus está mesmo mais interessado em saber outra coisa: quando o prefeito petista Jairo Jorge vai parar de fazer aditamentos de contratos, sem licitação, com a empreva Vega, na área do lixo, o maior contrato de sua cidade, e tratar de apresentar uma licitação ao mercado?

Garantido direito ao silêncio a empresário brasiliense em depoimento na Polícia Federal

O Supremo Tribunal Federal concedeu liminar ao proprietário da empresa Linknet Tecnologia e Telecomunicações Ltda, Gilberto Batista de Lucena, convocado para depor nesta terça-feira na Superintendência Regional da Polícia Federal, em Brasília. De acordo com a decisão do presidente da Corte, ministro Gilmar Mendes, no Habeas Corpus (HC) 102556, Lucena deverá ser tratado como investigado, sendo assegurado o direito de ser acompanhado e assistido por advogado; falar com o advogado a qualquer tempo; não firmar compromisso na qualidade de testemunha; permanecer calado. Essas garantias poderão ser usufruídas por Gilberto Batista de Lucena toda vez que for convocado para prestar esclarecimento perante autoridade policial nos autos do Inquérito nº 650, em trâmite no Superior Tribunal de Justiça. Segundo consta no Habeas Corpus, as declarações de Lucena têm origem em fatos que estão sendo apurados no inquérito, com base em depoimentos prestados por Durval Barbosa, ex-secretário de assuntos institucionais do governo do Distrito Federal.

Ministro Lewandowski mantém ação contra empresária ligada à Igreja Universal

Foi publicada no Diário de Justiça Eletrônico do Supremo Tribunal Federal desta segunda-feira a decisão do ministro Ricardo Lewandowski que nega seguimento (arquiva) à Reclamação (RCL 9651) ajuizada pela defesa de Alba Maria Silva da Costa, diretora de empresa ligada à Igreja Universal do Reino de Deus, contra ato do juiz de Direito da 9ª Vara Criminal de São Paulo, que recebeu denúncia do Ministério Público quanto à prática dos crimes de evasão de divisas, manutenção de cotas no Exterior sem conhecimento da autoridade federal competente e sonegação fiscal. Com a decisão, a ação prossegue. O ministro rejeitou o argumento da defesa de que a denúncia tem por base fatos já averiguados no Inquérito (INQ 1903) que investigava o bispo Marcelo Bezerra Crivella e outros indiciados para apurar a prática dos mesmos crimes.

Petrobras estima que acionistas minoritários apliquem de US$ 15 a US$ 30 bilhões

A Petrobras disse nesta segunda que estima que fique entre US$ 15 bilhões e US$ 30 bilhões a demanda potencial de acionistas minoritários no aumento de capital da companhia. A empresa vai aumentar seu capital, por meio da emissão de ações, para pagar os direitos de exploração e produção de 5 bilhões de barris de petróleo que serão cedidos onerosamente pelo governo à Petrobras. A oferta será proporcional ao valor dos barris de petróleo. Segundo a estatal, a previsão sobre a demanda tem base nas condições atuais de mercado e não inclui os valores que serão aportados pelo acionista controlador, o governo.

BNDES compra R$ 2,26 bilhões em debêntures conversíveis da JBS

O BNDES ficou com quase a totalidade das debêntures emitidas pelo frigorífico JBS após o exercício do direito de preferência dos acionistas. A emissão dos papéis, que são conversíveis por certificados de depósitos de ações da JBS USA, faz parte da capitalização da empresa para a compra de 64% da produtora de frango norte-americana Pilgrim's Pride. No detalhamento da operação, a JBS informou nesta segunda-feira que o BNDES comprou 1.302.035 das 1.303.137 debêntures subscritas durante o prazo para o exercício do direito de preferência. O total comprado pelo banco de fomento é de R$ 2,265 bilhões. O BNDES aprovou um investimento de US$ 2 bilhões na operação. O banco ainda recebeu os respectivos direitos de preferência dos controladores da JBS.

Assume novo presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul

O novo presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, desembargador Leo Lima, tomou posse na tarde desta segunda-feira. O desembargador Leo Lima dirigirá o Tribunal de Justiça no biênio 2010-2011. Em seu discurso, ele reconheceu a lentidão da Justiça brasileira, ressaltando a necessidade de uma reforma no sistema processual. "Nossos juízes e servidores não são morosos, pelo contrário. Se a Justiça é morosa, é devido ao sistema legislativo de que dispõe", disse Leo Lima. Enquanto a reforma não vem, o desembargador pretende tomar algumas medidas para agilizar a Justiça no Estado. Ele buscará a instalação do juizado especial nas varas da Fazenda Pública, onde tramitam processos que envolvem o Estado e municípios. Segundo Lima, isso faria com que boa parte das ações andasse mais rápido, uma vez que o juizado especial cumpre procedimentos mais simples, além de restringir a quantidade de recursos. Leo Lima é juiz há 34 anos. O desembargador Leo Lima herda um contencioso bastante grande de seu antecessor, desembargador Arminio José Abreu Lima da Rosa. Em primeiro lugar, deverá pacificar as relações com os mais de 1.000 funcionários do Tribunal de Justiça, mantidos sob terror e um regime de perseguições, manifestado pelos processos administrativos abertos por qualquer motivo. Uma das questões que o desembargador Leo Lima precisará resolver é a do Serviço de Inteligência do Tribunal de Justiça, uma célula ilegal, que serve para a realização de denúncias contra funcionários e
arapongagens diversas. Também precisará resolver a questão do nepotismo, com o emprego de dezenas de pessoas com ligações familiares com desembargadores e funcionários de alto escalão com cargos de chefia. Nesse contencioso, o desembargador Leo Lima está herdando do desembargador Armínio José Abreu Lima da Rosa a espinhosa questão da vaga pelo quinto constitucional do Ministério Público. Há mais de cinco meses o Ministério Público gaúcho enviou a sua lista sextupla, eleita pelo Conselho Superior. Na lista está o nome do promotor Ricardo Felix Herbstrith. Este promotor, cerca de um ano antes, tinha sido penalizado em um Processo Administrativo Disciplinar promovido pelo próprio Conselho Superior, o qual apontou a ocorrência de vários ilícitos penais cometidos pelo promotor Ricardo Herbstrith. Pois mesmo assim seu nome foi colocado na lista. Por causa disso, o Movimento de Justiça e Direitos Humanos requereu ao desembargador Armínio José Abreu Lima da Rosa que devolvesse a lista ao Ministério Público, porque ela continha um nome, o de Ricardo Herbstrith, que não reúne as condições constitucionais para ter seu nome indicado para uma vaga de desembargador. O desembargador Armínio rolou com a barriga este assunto, até passar o mandato para seu sucessor, e isso apesar de o Órgão Especial do Tribunal de Contas ter passado a se reunir semanalmente (o regimento do Tribunal estabelece que o Órgão Especial deve se reunir sempre na primeira segunda-feira de cada mês). No mesmo requerimento o Movimento de Justiça e Direitos Humanos também apontou que o Poder Judiciário gaúcho abrigou processo que correu de maneira secreta por mais de 90 dias, no Plantão do Foro Central de Porto Alegre, sem distribuição, como manda a Constitucional Federal. Esse processo se originou do promotor Ricardo Felix Herbstrith. E há ainda uma série de outras questões graves, sendo uma delas a de juízes que se eternizam em uma comarca, tornando-se uma espécie de imperadores locais.

Porto Alegre registra sensação térmica acima dos 40°C pelo quarto dia consecutivo

Esta segunda-feira foi o quarto dia consecutivo de calor intenso no Rio Grande do Sul, com sensação térmica acima dos 40°C na Capital e em outras cidades gaúchas. A combinação de altos índices de umidade com temperaturas elevadas tem causado problemas em todo o território gaúcho. Conforme as estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia e dos aeroportos de algumas localidades, até as 14 horas, Porto Alegre registrava temperatura de 34,4°C que, combinada a 58% de umidade relativa do ar, resultava em uma sensação térmica de 44°C. Em Canoas, a temperatura era de 35°C, que combinada a 56% de umidade relativa do ar provocava uma sensação térmica de 43°C. Em Santa Maria a temperatura de 33°C combinada a 62% de umidade relativa do ar resultou numa sensação térmica de 40,2°C; em Tramandaí temperatura de 30°C combinada a 80% de umidade relativa do ar resultou numa sensação térmica de 37,6°C; em Alegrete a temperatura de 33°C combinada a 63% de umidade relativa do ar resultou numa sensação térmica de 40,6°C; em São Gabriel a temperatura de 33,7°C combinada a 65% de umidade relativa do ar resultou numa sensação térmica de 41,4°C; em Santana do Livramento temperatura de 31,4°C combinada a 89% de umidade relativa do ar resultou numa sensação térmica de 44,2°C; em Quaraí a temperatura de 32,9°C combinada a 62% de umidade relativa do ar resultou numa sensação térmica de 40,2°C; em Torres a temperatura de 29,6°C combinada a 82% de umidade relativa do ar resultou numa sensação térmica de 38,2°C; em São Borja a temperatura de 32,3°C combinada a 62% de umidade relativa do ar resultou numa sensação térmica de 38°C; em Pelotas temperatura de 33°C combinada a 62% de umidade relativa do ar resultou numa sensação térmica de 40,2°C.

CEEE registra novo recorde na demanda de energia no RS

A CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica) registrou nesta segunda-feira um novo recorde de demanda instantânea de energia elétrica no Rio Grande do Sul. A nova marca chegou a 5.116 megawatts (MW), às 14h50min, quando a temperatura era de 35ºC, e a sensação térmica, em Porto Alegre, superior a 40 graus. Esse índice superou o anterior, que havia ocorrido dia 18 de janeiro, às 15h04min, quando o Centro de Operação do Sistema (COS) da CEEE, responsável pelo controle do sistema de transmissão do Rio Grande do Sul, registrou um consumo de 5.029 MW. Em função das altas temperaturas dos últimos dias, na última semana de janeiro, em quatro dias, as demandas já haviam ultrapassado os 4.900 megawatts. O presidente do Grupo CEEE, Sérgio Camps de Morais, alerta que com o sistema energético do Estado é possível atender sem riscos uma demanda entre 5600 e 5700 megawatts. Somente na área de concessão da CEEE Distribuição, o consumo de energia elétrica registrou um índice de elevação de 3,1% em dezembro de 2009 na comparação com o ano anterior. Na avaliação do presidente do CEEE, esse comportamento é resultado da diminuição dos efeitos da crise internacional, com a consequente retomada da produção industrial, da redução das alíquotas dos impostos para produtos da linha branca e do elevado calor.

Ex-aliados pedem renúncia do presidente Chávez em artigo

Um grupo de ex-aliados do ditador da Venezuela, do clown bolivariano Hugo Chávez, integrado por antigos ministros, militares e congressistas, pediu sua renúncia nesas segunda-feira, considerando que, depois de 11 anos no cargo, ele "não tem legitimidade nem capacidade de governar". "Presidente Chávez, nós que fizemos da defesa da Constituição nossa luta para evitar maiores males e desgraças ao país, como estão ocorrendo, exigimos formalmente a sua renúncia", pede o documento, assinado pelo grupo Pólo Constitucional e publicado nesta segunda-feira na imprensa venezuelana. Entre as assinaturas estão a do ex-ministro de Relações Exteriores, Luis Alfonso Dávila, do ex-ministro de Defesa, Raúl Isaías Baduel, de Herman Escarrá, um dos principais redatores da atual Constituição, e de dois ex-comandantes que acompanharam Chávez na tentativa de golpe de Estado em 1992, Yoel Acosta e Jesús Urdaneta, entre outros. O texto afirma que Chávez deve deixar o poder por "seu projeto absolutista e totalitário", "pela falta de prestação de contas", "pela linguagem imprópria" empregada que "despe a alma intolerante, mesquinha, cheia de ódio e de ressentimento". Chávez "não tem autoridade moral e material para governar, pois não responde à satisfação das exigências do povo", continua. O Pólo Constitucional reivindica também o direito dos venezuelanos "à propriedade privada", à "educação plural" e ao "pluralismo político" e lamenta que o Exército e outras instituições estejam "distorcidas pela penetração de elementos estranhos", em uma clara alusão a Cuba. Além disso, considera que o atual Executivo peca por uma "centralização irresponsável que coloca seus caprichos na frente das necessidades do Estado". Os responsáveis pela carta dizem que a Venezuela vive com falta de água, energia elétrica, sofre com altos índices de insegurança e com uma "escandalosa corrupção", que "agregam elementos para a desqualificação de Chávez como governante". "Funcionários, familiares e personagens conhecidos como os 'boliburgueses' (burgueses bolivarianos) saquearam administrações, ministérios, prefeituras, empresas do Estado", assegura o texto opositor.

Distrito Federal questiona no Supremo decisão do Tribunal de Contas da União contra governo distrital

O governo do Distrito Federal entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal questionando decisão do Tribunal de Contas da União que o condenou a devolver verba da União usada para pagar gratificações a policiais e bombeiros. A Procuradoria do Distrito Federal argumenta que quem deveria fiscalizar a aplicação dos recursos é o Tribunal de Contas do Distrito Federal. O governo distrital também lembra que, segundo a Constituição, a União é responsável por manter financeiramente as polícias do Distrito Federal. Segundo a Procuradoria, o argumento foi rejeitado pelo Tribunal de Contas da União, que determinou o dia 15 de fevereiro como prazo final para a devolução do dinheiro. Essas gratificações foram pagas de 1999 a 2002.

Universidade expulsa alunos acusados de racismo em Ribeirão Preto

Os três alunos de medicina acusados de agredir e usar termo racista contra um homem negro que ia ao trabalho em Ribeirão Preto (a 313 quilômetros de São Paulo) foram desligados do Centro Universitário Barão de Mauá. Segundo a universidade, eles foram notificados nesta segunda-feira, após um conselho criado para avaliar o caso decidir que a atitude feriu o regimento do curso. Por causa da agressão, que ocorreu no dia 13 de dezembro, a universidade já havia afastado os jovens. Na ocasião, o advogado deles pediu ao reitor que reconsiderasse a decisão. Emílio Pechulo Ederson, de 20 anos, Felipe Giron Trevizani, de 21 anos, e Abrahão Afiune Júnior, de 19 anos, foram presos e liberados 12 horas depois da agressão, após pagar, cada um, fiança de R$ 5.580,00. Os três foram flagrados por um frentista e dois vigilantes ao baterem com o tapete do carro nas costas do auxiliar de serviços gerais Geraldo Garcia, de 55 anos. A vítima, que é auxiliar de serviços gerais no COC, ia de bicicleta para o trabalho, por volta das 6 horas. Por causa da força da pancada, ele se desequilibrou, caiu no chão e machucou a coxa. Segundo ele e o delegado Mauro Coraucci, os estudantes vibraram após a agressão e gritaram "ô, nego".

Felipe Massa lidera duas sessões de treinos na abertura da pré-temporada

O piloto brasileiro Felipe Massa foi o mais rápido do primeiro dia de testes da pré-temporada da F-1. O piloto da Ferrari deu nesta segunda-feira 102 voltas no circuito de Valencia, na Espanha, e marcou o melhor tempo do dia. Massa já havia sido o mais veloz na sessão da manhã desta segunda-feira, quando marcou 1min13s552. Na bateria de testes da tarde, conseguiu baixar sua melhor volta para 1min12s574. O adversário mais próximo dele na abertura da pré-temporada foi o espanhol Pedro de la Rosa, que fez 1min12s784 com uma Sauber. A sessão da tarde marcou a reestréia de Michael Schumacher na F-1. O heptacampeão mundial colocou sua Mercedes no terceiro lugar, com 1min12s947, contra 1min13s543 do seu companheiro de equipe, o também alemão Nico Rosberg, que terminou em quarto.

Rússia e Venezuela criam empresa conjunta para exploração de petróleo

Os governos da Rússia e da Venezuela assinaram nesta segunda-feira um acordo para criar uma empresa comum encarregada da exploração do bloco Junin-6, um campo de petróleo muito promissor da bacia do Orinoco. O acordo foi assinado por Valeri Russakov, diretor-geral do consórcio russo formado por Rosneft, Lukoil, Gazprom Neft, TNK-BP e Surgutneftegaz, e Pedro Leon, diretor do consórcio petroleiro venezuelano, na presença do primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, e do ministro venezuelano do Petróleo, Rafael Ramirez. Pelo acordo, a parte russa fica com 40% da sociedade comum, contra 60% para a Venezuela. O volume total dos investimentos será superior a US$ 10 bilhões. A sociedade comum permitirá produzir mais de 450 mil barris por dia de bruto extrapesado. O campo tem reservas comprovadas de 10 bilhões de barris, enquanto as reservas da bacia de Orinoco são estimadas em 235 bilhões de barris. A Venezuela tem reservas comprovadas de 142 bilhões de barris.

Sarney defende ponto eletrônico para todos os servidores do Senado

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), disse nesta segunda-feira ser favorável à extensão do ponto eletrônico a todos os funcionários da Casa. Boletim Administrativo publicado em dezembro determina que o ponto eletrônico entrasse em funcionamento a partir desta segunda-feira para servidores efetivos e comissionados. Entretanto, os funcionários de gabinetes poderão ter a dispensa do ponto se o senador se responsabilizar pelo controle de suas frequências. "Acho que se nós vamos fazer, deveria ser extensivo a todos", disse ele, acrescentando que pretende conversar com o primeiro-secretário, senador Heráclito Fortes (DEM-PI), para conhecer a proposta em detalhes. O funcionário deverá registrar seu horário de entrada e saída em computador, com uso de senha pessoal. A determinação ainda prevê que apenas os servidores que tiverem ponto eletrônico possam fazer hora extra. A assiduidade do servidor será atestada pela chefia. A idéia é evitar que o funcionário apenas registre sua presença na Casa, mas não trabalhe. Em 2009, o Senado aumentou em R$ 3,7 milhões os gastos com o pagamento de horas extras, mesmo depois do anúncio de medidas para reduzir as despesas da Casa.

Após anunciar déficit recorde, Barack Hussein diz que Estados Unidos passam por "década perdida"

O presidente dos Estados Unidos, Barack Hussein, afirmou nesta segunda-feira, ao apresentar a proposta de Orçamento para o ano fiscal 2010-2011, que o país pode classificar os últimos dez anos como uma "década perdida". Segundo o documento, o déficit fiscal deste ano deve bater novo recorde e recuar levemente em 2011. Os gastos devem avançar 5,7% no atual ano fiscal em comparação com o anterior e outros 3% no ano fiscal 2010-2011, para US$ 3,83 trilhões. O resultado é o aumento do déficit, que no ano fiscal anterior já bateu com folga o recorde ao atingir US$ 1,4 trilhão. Para este ano o déficit deve atingir US$ 1,556 trilhão, e o do ano fiscal 2010-2011 a previsão é de ficar em US$ 1,502 trilhão. "Estamos em guerra, nossa economia perdeu sete milhões de empregos nos últimos dois anos e nosso Estado está gravemente endividado, o que pode se qualificar como uma década perdida", disse Barack Hussein ao apresentar a proposta orçamentária. O presidente lembrou que o país tem US$ 12 trilhões a mais em dívidas em relação ao começo da década, principalmente por causa da recessão e dos cortes de impostos para classes mais altas promovidos pelo ex-presidente George W. Bush.

Lula resolve largar das cigarrilhas e diminuir ritmo de trabalho

Por recomendação médica, o presidente Lula reduzirá nos próximos dias o ritmo de trabalho e já deixou, desde a semana passada, de fumar cigarrilhas. Lula cancelou a viagem que faria a São Paulo na quarta-feira justamente para diminuir o ritmo de trabalho após a crise de hipertensão que sofreu na semana passada. Nesta segunda-feira, durante o programa de rádio "Café com o Presidente", Lula disse que tem "uma saúde muito boa, graças a Deus", mas que "não pode brincar", continuará trabalhando, mas "com um pouco mais de cuidado". "Eu sou carro chefe, eu tenho que trabalhar mesmo, eu tenho que trabalhar mais. Eu vou me cuidar, mas vou trabalhando porque, sabe, um presidente da República não pode ficar em Brasília, tem que viajar ao Brasil mesmo e percorrer o Brasil, visitar as obras, inaugurar, dar as ordens de serviço", disse ele. "Esse é o último ano e eu tenho muitos ministros que vão sair pra ser candidato a alguma coisa, vai entrar gente nova, sabe, e o comandante tem que tá lá na frente dirigindo, tem que tá gritando, tem que tá cobrando, esse é o papel", afirmou o presidente: "Até o dia 31 de dezembro de 2010 quem tiver trabalhando comigo, vai me ver na sua porta batendo e cobrando as coisas, senão as coisas não andam". O presidente disse que a crise de hipertensão foi "um aviso de que o corpo humano é uma máquina, ou seja, ela pode funcionar bem 80 anos, 40 anos, 30 anos, mas um dia ela pode ter um problema".

Sarney chama medida provisória de monstruosidade na frente de Lula

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), criticou nesta segunda-feira o excesso de medidas provisórias editadas pelo Executivo. O comentário foi feito durante a cerimônia de abertura do ano do Judiciário, no Supremo Tribunal Federal, quando Sarney comparava os esforços do Legislativo e da Justiça para agilizar seus trabalhos. O presidente Lula participava da solenidade. "No Legislativo, estamos também precisando dar um passo na consolidação das leis", disse o senador. "É um trabalho lento, que estamos começando e vamos acelerar, embora por um instrumento monstruoso que foi colocado em nosso caminho que são as medidas provisórias, que mutilam o Congresso". Sarney lembrou que a nova interpretação feita pelo presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP), de que as medidas provisórias têm poderes limitados para trancar a pauta do Legislativo reduz o problema.

Pesquisa mostra que Congresso é a instituição com menor grau de confiança

Pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta segunda-feira mostra que o Congresso Nacional é a instituição brasileira com menor grau de confiança entre os brasileiros. Segundo a pesquisa, 45% dos eleitores não tem confiança no Congresso, enquanto apenas 9% dizem não confiar nas Forças Armadas e 16,7% na imprensa, as duas instituições que registraram maior avaliação de acordo com o levantamento. A pesquisa também mostra que, apesar da rejeição ao Congresso, os brasileiros estão mais dispostos a acompanhar as eleições de outubro deste ano. Segundo a CNT/Sensus, 67,6% dos eleitores têm interesse grande ou médio nas eleições, enquanto 31,3% demonstraram não ter interesse nenhum na disputa eleitoral. A pesquisa mostra que, na hora de escolher o novo presidente da República, 55% dos eleitores vão seguir a sua opinião própria, enquanto 14,2% vão ouvir amigos e familiares. A televisão, segundo a pesquisa, influencia 13,8% dos eleitores, enquanto a propaganda de rádio e TV é importante para 6,3% do eleitorado. O levantamento indica ainda que os brasileiros estão hoje mais informados que em 1998, quando a mesma pergunta foi aplicada aos eleitores. A edição de janeiro deste ano mostra que 74,6% dos brasileiros estão informados, enquanto 24,7% demonstrou ter pouco acesso à informação. Em 1998, os índices eram de 69% e 30%.

Licença da usina de Belo Monte é liberada

O processo de licitação da usina hidrelétrica de Belo Monte finalmente sairá do ponto morto em que se encontra há meses. O Ibama decidiu assinar nesta segunda-feira a licença ambiental prévia para o empreendimento, última etapa para realização do leilão, que atesta a viabilidade ambiental do projeto. O governo vai exigir que o futuro vencedor do leilão dê R$ 1,5 bilhão como contrapartida ambiental. Os recursos serão utilizados em saneamento, melhoria das condições de vida da população impactada ou atingida pelo empreendimento, monitoramento de florestas e adoção de áreas de conservação. O governo contava com o documento para outubro de 2009. Com o atraso na concessão da licença, a conclusão da usina, prevista para abril de 2014, deve atrasar meses, com risco de o empreendimento não gerar energia para o período de Copa do Mundo no Brasil.

Ophir Cavalcante é eleito o novo presidente da OAB

O advogado Ophir Cavalcante Junior foi eleito no domingo o novo presidente do Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Ele substituirá o advogado sergipano Cezar Britto, que estava à frente da instituição desde 2007. Dos 81 conselheiros federais que compõem o colégio eleitoral, 80 votaram. Desses, 79 aprovaram a chapa "Por uma Advocacia Forte", encabeçada por Ophir. Apenas um conselheiro anulou o voto. Durante a gestão de Britto, Ophir ocupou o cargo de diretor-tesoureiro da OAB. Ele ficará no cargo de presidente do Conselho Federal pelos próximos três anos. Além de Ophir, integrarão a nova diretoria os advogados Alberto de Paula Machado (vice-presidente); Marcus Vinicius Furtado Coelho (secretário-geral); Márcia Regina Machado Melaré (secretária-geral adjunta) e Miguel Ângelo Sampaio Cançado (diretor-tesoureiro). Eles tomaram posse dos cargos nesta segunda-feira. Ophir Cavalcante nasceu em Belém. Formado em Direito pela Universidade Federal do Pará em fevereiro de 1983, se juntou aos quadros da Seccional da OAB do Pará em março do mesmo ano. Na seccional, foi conselheiro, vice-presidente (1998/2000) e presidente da entidade no período de 2001 a 2006. Na sua posse, Ophir Cavalcante disse: "O Brasil institucional, indispensável à democracia, carece de decência, pois não são os índices do PIB que expressam o avanço de um país, mas a conduta moral de seus dirigentes. Estamos nestas circunstâncias: ou nos reencontramos com a decência ou naufragaremos, pois nenhum país avança, nenhum país ingressa no Primeiro Mundo com as mãos sujas!".

PESQUISA CNT-SENSUS – MODOS DE USAR: SERRA VENCE NO PRIMEIRO TURNO OU DILMA EMPATOU COM O TUCANO?

Do site do jornalista Reinaldo Azevedo: “Eles” estão assanhadíssimos. Compreendo. A Confederação Nacional dos Transportes divulgou uma nova pesquisa CNT/Sensus. Há modos de usar os números. Qual você prefere, leitor? Destacar que o tucano José Serra (PSDB-SP) venceria a disputa no primeiro turno ou chamar a atenção para o fato de Dilma ter crescido e estar em “empate técnico” com o tucano EMBORA A DIFERENÇA ENTRE AMBOS POSSA SER DE 12 PONTOS NO PRIMEIRO TURNO? NÃO SÃO OPERAÇÕES EQUIVALENTES, COMO FICARÁ CLARO. No cenário em que Ciro Gomes (PSB) disputa a eleição, o que é improvável, os números da pesquisa CNT-Sensus são estes:

COM CIRO

Serra

33,2%

Dilma

27,8%

Ciro

11,9%

Marina

06,8%

Bco/nulo

10,5%

NS/NR

09,9%

Com margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos, há empate técnico? É, há: desde que se faça uma conta contra Serra e a favor de Dilma: ele teria três a menos (30,2%), e ela, três a mais (30,8%). É a conta que um petista faria. E que alguns “sites” isentos têm feito. Mas se pode fazer também o inverso: uma conta a favor de Serra. Nesse caso, ele é que teria três a mais (36,2%) e ela é que teria três a menos (24,8%). Notaram? Um “empate técnico pode se transformar, num átimo, numa diferença de quase 12 pontos a favor do tucano: nada Menos de 15 milhões de votos. Essa é a conta que os tucanos fariam, mas que os sites e jornais “isentos” jamais farão. Afinal, eles só são “isentos” fazendo a mesma conta que os petistas fazem. Atenção: a probabilidade de Serra e Dilma estarem empatados é a mesma de haver 12 pontos de diferença entre eles. ESTAMOS LIDANDO COM MATEMÁTICA E LEI DE PROBABILIDADES (a partir de dados fornecidos pelo Sensus), NÃO COM PILANTRAGEM. Não se deve exigir, sem que isso pareça injusto, que jornalistas conheçam matemática. Mas se pode exigir que não sejam pilantras — para tanto, basta ter vergonha; não é preciso saber fazer conta.

Outro cenário
Mas há o cenário em que Ciro não disputa a eleição, como quer Lula. Aí as coisas se complicam para o PT porque Serra continua a vencer a disputa no primeiro turno:

SEM CIRO

Serra

40,7%

Dilma

28,5%

Marina

9,5%

BC/nulo

11,4%

Ns/nr

10,0%

Como Serra, sozinho, tem mais do que a soma de Marina e Dilma, ele vence no primeiro turno. Aí o petista esperançoso lembra que, com margem de erro de três pontos, ele pode ter 37,7%; Dilma, 31,5%, e Marina, 12,5% — nesse caso, seria 44% para elas contra 37,7% para ele. Haveria segundo turno. Pois é… E se for o contrário? Em vez de 40,7%, ele tem 43,7%; Dilma, 25,5%, e Marina, 6,5%? Aí serão 32% das duas candidatas contra 43,7% do tucano. E se volta àquela diferença de quase 12 pontos. Viram como dá para brincar com os números à vontade? Os colunistas e sites “isentos” preferem brincar com os números que são do gosto dos petistas.

ATENÇÃO: afirmar que Serra e Dilma estão empatados ou que o tucano vence no primeiro turno não são possibilidades equivalentes. Para sustentar a primeira, é preciso jogar com a margem de erro a favor dela. Para sustentar a segunda, basta ficar com os números apurados.

Segundo turno

O Sensus faz simulações de segundo turno. Comecemos por aquela que é mais provável:

Cenário um

Serra

44%

Dilma

37,1%

Bco/nulo

10,1%

NS/NR

8,9%

Cenário dois

Serra

47,6%

Ciro

26,7%

Bco/nulo

14,1%

NS/NR

11,7%

Cenário três

Dilma

43,3%

Ciro

31,0%

Bco/nulo

14,4%

NS/NR

11,4%

Estranheza
A margem de erro das pesquisas serve como justificativa para coisas estranhas. E a minha estranheza até poderia ser explorada pelos petistas: com o candidato do PSB na parada, Dilma fica com 27,8%; quando ele sai, ela não leva quase nada: 28,5% (só, 0,7 a mais). Serra ganha 7,5 pontos, e Marina 2,7 pontos. Os brancos, nulos e não sabe/não respondeu aumentam um ponto. Somadas, essas diferenças formam os 11,9 pontos percentuais de Ciro. Pergunta óbvia: será mesmo que os eleitores de Ciro não querem saber de Dilma? Que a grande maioria vá para Serra, até compreendo — os dois já pertenceram ao mesmo partido. Mas haver uma migração maior para Marina do que para Dilma quando, segundo os números, a petista é que estaria em ascensão? Estranho muito! Essa parece ser aquela tabela talhada a gosto por aqueles que não acreditam na estratégia de Lula de fazer um plebiscito já no primeiro turno.

DILMA SÓ VENCE NO NORDESTE

Vocês podem ter acesso ao relatório completo da pesquisa CNT/Sensus. Quando se observa aq distribuição dos votos, constata-se que, segundo essa pesquisa ao menos, Serra bate Dilma em todas as regiões do país, exceto no Nordeste. No Sudeste, a diferença é grande. Veja os números no cenário mais provável:

Candidato

Norte/CO

Nordeste

Sudeste

Sul

Serra

43,4%

34,6%

40,7%

49,5%

Dilma

25,5%

40,2%

23,4%

27,7%

Marina

11,6%

06,1%

11,2%

08,6%

Bco/nulo

07,9%

07,5%

14,3%

14,1%

NS/NR

11,6%

11,6%

10,4%

04,1%

Exceção feita ao Nordeste, Dilma não vai bem em todas as regiões. O Sudeste é especialmente complicado porque é a região com o maior número de eleitores

JOVENS ATÉ 24 ANOS E ELEITORES COM MAIS DE 40 NÃO QUEREM SABER DE DILMA

Candidato

16-17

18 a 24

25 a 29

30 a 39

40 a 49

+ de 50

Serra

51,5%

42,8%

42,7%

38,7%

39,7%

38,8%

Dilma

20,2%

27,2%

34,9%

33,0%

25,1%

26,9%

Marina

08,1%

13,5%

06,5%

06,7%

11,0%

09,5%

Bco/nulo

03,0%

08,7%

09,9%

14,6%

12,9%

11,8%

NS/NR

17,2%

07,8%

06,0%

06,9%

11,3%

13,0%

Como se nota, Dilma parece ter certa dificuldade em seduzir os jovens. Não entendo por quê… Ela passa, assim, uma impressão tão moderna, descolada e acolhedora, não é? Nas faixas que compreendem os eleitores de 16 a 24 anos, a situação é dramática. Dos 25 aos 39, ela até que melhora bem. E volta a despencar entre os eleitores com mais de 40. Uma das dificuldades do marqueteiro da petista será justamente fabricar uma Dilma com aparência mais moderna.

Lula mantém visita a 22 países no primeiro semestre apesar da crise de hipertensão

A crise de hipertensão que levou o presidente Lula ao hospital na semana passada não fará com que ele corte as viagens internacionais já agendadas de fevereiro a julho e também não impedirá que reserve o segundo semestre para viajar Brasil afora em campanha para sua candidata, a petista Dilma Rousseff. Ao deixar o InCor, em São Paulo, no sábado, depois de realizar checkup, Lula deixou claro que não está em seus planos acabar o mandato sentado em seu gabinete, em Brasília. "Vou continuar viajando, obviamente que, graças a Deus, eu estou com a minha saúde perfeita, pelo menos os exames até agora foram perfeitos", disse ele. A maratona de viagens começará logo depois do feriado de Carnaval com previsão de visita a 22 países e deverá se encerrar um pouco depois do início da campanha eleitoral. Dos dias 23 a 26 de fevereiro, Lula irá ao México, para reunião da Cúpula América Latina e Caribe. Aproveitará para se encontrar, em Cuba, com os irmãos Fidel e Raúl Castro, em viagem de despedida dos dois ditadores e, de lá, partirá para El Salvador, para reunião com o presidente Mauricio Funes. Antes de voltar ao Brasil, Lula visitará o Haiti, atingido por um terremoto que matou mais de 170 mil pessoas. Em março, o presidente Lula acompanhará, no Uruguai, a posse do presidente eleito, José Mujica, e fará visitas oficiais a três países do Oriente Médio, em retribuição à vinda ao Brasil do presidente de Israel, Shimon Peres, do Rei Abdullah II da Jordânia, e do premier da Palestina, Mahmoud Abbas, entre 2008 e 2009. No mês seguinte irá aos Estados Unidos, onde participará de um encontro sobre energia atômica. Em junho, Lula agendou compromissos no Irã, China e Rússia. Na véspera do começo da campanha eleitoral, Lula fará sua última viagem ao continente africano, com paradas em cinco países.

Braskem compra Sunoco Chemicals por US$ 350 milhões

A Braskem anunciou nesta segunda-feira a aquisição de 100% da empresa norte-americana Sunoco Chemicals por US$ 350 milhões em dinheiro. A aquisição permitirá à empresa, que anunciou recentemente a compra da rival brasileira Quattor, ter uma posição relevante na América do Norte, afirmou a Braskem em comunicado ao mercado. A Sunoco tem uma capacidade anual de 950 mil toneladas de polipropileno, o que representa 13% da capacidade norte-americana, informa a Braskem.

Supremo retoma atividades com temas polêmicos

Com uma pauta repleta de questões polêmicas que colocam em lados opostos setores da sociedade e do próprio governo, o Supremo Tribunal Federal retomou nesta segunda-feira as atividades, com a cerimônia de abertura do ano Judiciário. São temas que passam pela tortura durante a ditadura militar, punição de políticos e a constitucionalidade das cotas raciais em universidades. Os julgamentos terão impactos significativos no cotidiano dos brasileiros. Os ministros terão que analisar, por exemplo, se é legal a chamada lei seca, que proíbe aos motoristas dirigirem com concentração a partir de 2 dg (decigramas) de álcool por litro de sangue e a venda de bebidas alcoólicas nas estradas. A Suprema Corte tem que decidir ainda se a lei antifumo editada pelo governo de São Paulo pode continuar valendo, mesmo com a proibição de fumódromos no Estado. O Supremo terá que julgar ainda se cabe punição para quem praticou tortura durante o regime militar. Os ministros também terão que avaliar duas ações que contestam a reserva de vagas em universidades públicas do Rio de Janeiro e no Prouni (Programa Universidade Para Todos), do governo federal). Os ministros terão que avaliar ainda a manutenção do projeto de transposição das águas do rio São Francisco; a aplicação do regime jurídico das uniões estáveis às uniões homoafetivas de funcionários públicos civis do Estado do Rio de Janeiro; além da competência do Ministério Público para realizar investigações em inquéritos criminais. Este resultado pode anular centenas de processos no País.

Grupo do PMDB vai à Justiça contra data da convenção do partido

O grupo do PMDB contrário à aliança nacional do partido com o PT prometeu entrar na Justiça contra a convenção da legenda, marcada para 6 de fevereiro, se não tiver representantes na chapa que vai disputar o comando peemedebista. A cúpula do PMDB articula a apresentação de chapa única liderada pelo atual presidente da legenda, deutado federal Michel Temer (PMDB-SP), mas o grupo contrário à união com o PT quer melar a convenção caso não seja incluído na chapa de Temer.

Banco do Brasil refaz as contas e amplia ganhos em R$ 1,6 bilhão no trimestre

O Banco do Brasil publicou nesta segunda-feira fato relevante informando que revisou os cálculos atuariais do Plano de Benefícios I (Plano I da Previ). Segundo a instituição, haverá um impacto positivo de R$ 1,6 bilhão, líquido de impostos e da PLR (Participação nos Lucros e Resultados). De acordo com o banco, o valor irá impactar o resultado do exercício encerrado em 31/12/2009. A mudança foi feita em cumprimento a deliberação 371/00 da Comissão de Valores Mobiliários.

Embraer planeja novos modelos de aviões para 2011

A Embraer planeja apresentar novos modelos de aviões em 12 a 18 meses, incluindo o maior jato já produzido pela empresa, afirmou Mauro Kern, vice-presidente executivo da empresa para aviões comerciais. Ele afirmou ainda que a empresa espera vender mais aviões comerciais em 2010 do que em 2009. "Um E-jet um pouco maior que o modelo 195 é um dos conceitos que estamos estudando", disse Kern em Cingapura, em uma feira do setor. A Embraer é a terceira maior fabricante mundial de aviões depois da Airbus e da Boeing, e fabrica jatos regionais, empresariais e aeronaves militares. A empresa vendeu cerca de 30 jatos comerciais no ano passado. A carteira de pedidos firmes da Embraer chegou a US$ 16,6 bilhões de dólares no fim de 2009.

Israel pune oficiais por uso de fósforo branco durante ofensiva em Gaza

O Exército israelense submeteu dois oficiais a punição disciplinar por terem autorizado a utilização de fósforo branco no bombardeio de um bairro residencial em Gaza, há um ano. Segundo o documento enviado à ONU pelo Exército israelense, um general de brigada e um comandante de divisão sofreram punição disciplinar por terem "arriscado vidas humanas" quando autorizaram a utilização de armamentos com fósforo branco para bombardear o bairro de Tel El Hawa, no dia 15 de janeiro de 2009, durante a operação defensiva israelense na Faixa de Gaza. Esta é a primeira vez que Israel admite a utilização de fósforo branco, armamento proibido pelas leis internacionais, contra civis na Faixa de Gaza. Também é a primeira vez que o Exército israelense anuncia a punição de comandantes militares por atos cometidos durante a operação, que deixou cerca de 1,3 mil mortos do lado palestino e 13 do lado israelense. Resultados de investigação como esse só podem mesmo acontecer em uma democracia. E Israel é a única democracia de todo o Oriente Médio.

Empresa de energia elétrica beneficiou casa do governador do Amazonas

A empresa distribuidora de energia elétrica de Manaus (AM) favoreceu o fornecimento de eletricidade para a casa do governador do Amazonas, Eduardo Braga (PMDB), enquanto o sistema de distribuição da capital estava sobrecarregado e apagões eram frequentes, nos anos de 2007 e 2008. Técnicos da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) constataram, em vistoria em outubro de 2009, que o alimentador (equipamento que distribui energia em uma área) da Adesa (Amazonas Distribuidora de Energia S/A) responsável por fornecer eletricidade para a casa de Eduardo Braga, teve a carga diminuída, enquanto a maioria dos alimentadores da capital estavam sobrecarregados. Quando recebe sobrecarga, o sistema de distribuição de energia se torna instável e pode provocar apagões. Com uma carga menor, o risco de interrupção diminui. A carga do alimentador da casa de Braga foi reduzida de 81,04%, em 2007, para 15,42% em 2008, quando mais da metade dos alimentadores de Manaus operava com carga superior a 100%. No relatório, a Aneel aponta que a diminuição da carga foi um caso de tratamento diferenciado. Segundo a agência, diminuições localizadas só devem acontecer para preservar hospitais e serviços essenciais. O presidente da Adesa à época da diminuição da carga, Willamy Moreira Frota, mora no mesmo condomínio de Eduardo Braga.

Banco Mundial afirma que a crise levará milhões à pobreza

Milhares de pessoas passarão a viver na pobreza neste ano, mesmo sendo um período de recuperação da crise financeira mundial, disse o presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, no domingo. "Eu espero que agora estejamos em um ritmo de recuperação mundial, mas ainda enfrentaremos riscos consideráveis em 2010 e teremos que reparar os prejuízo feitos pela crise", disse ele a líderes africanos na cúpula anual da União Africana: "Estimamos que 64 milhões de pessoas em todo o mundo entrarão na faixa de extrema pobreza devido à crise". Zoellick acrescentou que o banco usará seu esquema de subsídios diretos para mitigar a pobreza. Na semana passada o FMI elevou suas projeções de crescimento para a economia mundial neste ano e em 2011. Para 2010, o PIB (Produto Interno Bruto) global deve crescer 3,9%, contra 3,1% na previsão anterior. Para 2011, a previsão agora é de expansão de 4,3%, representando uma leve alta em relação aos 4,2% projetados antes.