sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

Vice-presidente José Alencar diz a deputadoa federal petista que CPMF não tem volta

O vice-presidente José Alencar, mesmo internado no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, disse nesta sexta-feira, em conversas com políticos, que a CPMF "não tem volta". José Alencar também criticou a taxa de juros e defendeu o equilíbrio orçamentário. A política econômica do governo federal foi o principal assunto da conversa que o vice-presidente teve com o deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) na tarde desta sexta-feirahoje à tarde. O petista disse que vice-presidente está muito bem e manteve seu discurso contra a taxa de juros alta. José Alencar também atendeu diversos telefonemas de políticos, como do governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), e dos ministros Celso Amorim (Relações Exteriores), Guido Mantega (Fazenda) e Patrus Ananias (Desenvolvimento Social). Assim como nos últimos dois dias, José Alencar almoçou no restaurante do hospital, acompanhado da mulher, Mariza, e assessores. O vice-presidente está internado desde o último sábado para tratar da queda de seu sistema imunológico provocada pela sessão de quimioterapia realizada no início do mês. Ele trata um tumor no abdome.

Prefeito de Campinas diz que Lula assegurou construção da segunda pista de Viracopos

O prefeito de Campinas, Hélio de Oliveira Santos (PDT), disse que o presidente Lula irá cumprir os compromissos da construção da segunda pista do Aeroporto de Viracopos, a ampliação do terminal de passageiros e a extensão do aeroporto/indústria, do terminal de cargas do aeroporto. "Saio muito mais tranqüilo. Todos os compromissos foram ratificados", disse o prefeito, após audiência com Lula realizada no pavilhão de autoridades do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Preocupado com notícias que davam conta de que o Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, teria seu terminal de passageiros ampliado e receberia uma terceira pista, além de especulações a respeito da construção de um terceiro aeroporto na região da Grande São Paulo, o prefeito de Campinas procurou o presidente: "Só não se ouvia falar do Aeroporto Internacional de Viracopos, que está há mais de 30 anos prestando serviços ao Brasil. Quase 10% do PIB brasileiro de exportações e importações passou por ele no ano passado”. Santos disse que nem mesmo a perda dos recursos que seriam arrecadados com a CPMF vai atrasar o cronograma dos projetos. De acordo com o prefeito, o governo federal já liberou R$ 150 milhões para as desapropriações que serão necessárias para a construção da segunda pista do aeroporto de Viracopos. Sgundo o prefeito, o governo Lula cogita fazer parcerias com a iniciativa privada para ampliar o terminal de cargas e o de passageiros.